Ir para conteúdo

Drika Ferreira

Membros
  • Total de itens

    95
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Drika Ferreira

  • Data de Nascimento 08-05-1988

Outras informações

  1. Olá, Acabei de voltar de um destino surreal chamado São Miguel dos Milagres e se você busca sossego, piscinas naturais, mar quentinho e pousadas de charme então é esse o seu lugar. Os aeroportos mais próximos de São Miguel dos Milagres são Maceió (100 km) ou Recife (175 km) e, a partir de lá é preciso alugar o carro ou solicitar um transfer na pousada. O trajeto é de 2h e a paisagem varia entre mata, vista mar e povoados. Durante nosso trajeto o Tino nos informou que há duas estradas para chegar à São Miguel dos Milagres. Conforme experiência dele o GPS sempre mostra o caminho mais curto, porém é o mais periogoso. Parece que tem muito assalto nessa estrada e por isso só indica o caminho mais longo. Na entrada para a melhor estrada (longa) a placa informando sobre São Miguel está totalmente apagada, não dá pra ler nada. A dica é formatar o GPS para o povoado de Camaragibe e quando chegar mudar para São Miguel dos Milagres, pois esse povoado é no caminho. Para chegar a Camaragibe passamos por uma estrada sinuosa de aproximadamente 35km, muito semelhante a uma serra, mas não se assuste, é por ali mesmo rs. Após Camaragibe são mais 10km até o povoado do Toque. Do povoado do Toque até a pousada é necessário passar por uma estrada de terra. Cuidado caso tenho chovido. Após uma longa pesquisa optamos pela Pousada do Caju por conter a melhor avaliação no Tripadvisor. Entre todas essa é a única que não é “pé na areia”, para chegar a praia é preciso caminhar uns 100m entre a mata, mas após visitar a do Toque e ter informações sobre a hospedagem de uma amiga na Amendoeira acho que fiz uma excelente opção. A Pousada do Caju possui opção de hospedagem em quartos (para 2 pessoas) ou bangalôs (para até 4 pessoas). Ficamos no bangalô e nos impressionamos com o espaço, além de conter equipamentos diversos como Home Theater, TV para banheira de hidromassagem e um HD Externo com muitos filmes a decoração contemporânea de toda a pousada também merece destaque. A expressão “sentir-se em casa” faz muito mais sentido após a estadia por lá. Logo ao chegar, o hóspede é apresentado à sua nova "equipe pessoal": camareira, mensageiro, garçom e somos recebidos pelos donos da pousada. Aliás, a receptividade e a atenção dos proprietários são dignas de registro. José Carlos e Alírio são portugueses e administram a pousada com um diferencial impecável. Chegamos à Pousada do Cajú por volta das 18h00. Logo após nos instalarmos um dos empregados atenciosamente veio nos trazer o cardápio para que escolhêssemos o jantar e informássemos o horário em que pretendíamos ir jantar, uma maneira simpática de “adiantar” o jantar para que quando chegássemos não fosse preciso esperar muito para o preparo do prato. A pousada conta com 9 quartos e 3 bangalôs, piscina, restaurante, área chamada de “biblioteca” na recepção com livros e revistas diversos. Além disso estão expandido e criando mais uma área onde haverá um SPA (academia e sauna), outro restaurante e um quarto para casal com vista mar. A pousada só aceita hospedagem de crianças maiores de 12 anos o que propicia uma grande hospedagem de casais. A praia é um espetáculo a parte. Com piscinas naturais de águas quentes e areias desertas. O chamado “caribe brasileiro” não deixa a desejar. Pegamos época de maré baixa e portanto era preciso caminhar bastaaante para que se conseguisse água na altura da cintura. A pousada disponibiliza jogos de praia como frescobol e frisbee. A hospedagem é de meia pensão (não inclusa bebida e nem sobremesa) e o prato mais barato do dia é cobrado. É possível comer no restaurante das outras pousadas próximas, mas por comodidade, acabamos fazendo todas as refeições na própria pousada. Com um cardápio requintado é possível provar a culinária local com o toque de um chef de cozinha preparado. A mistura de sabores e temperos é o diferencial da cozinha. Os pratos principais giram em torno de 60 a 80 reais por pessoa e as sobremesas são aproximadamente R$20 cada. Hospedamos-nos na época do natal e a ceia (inclusa) foi realizada na beira da piscina com um charme surpreendente. Ao chegarmos éramos recepcionados com champagne e muita simpatia por parte dos proprietários e dos empregados. O menu continha 7 pratos diferentes entre entradas e sobremesa. Cada mesa ganhou uma garrafa de champagne. Ao final São Miguel dos Milagres foi uma deliciosa descoberta. Momentos muito agradáveis de paz e descanso e mimos que me fizeram sair de lá revigorada e pronta para um ano cheio de energia e novas viagens. São Miguel dos Milagres virou um dos meus lugares tops para viagem em família, em casal, sozinho, para férias, final de ano, feriados e, principalmente, para a paz de espírito. Quem quiser mais informações pode encontrar no meu blog: http://mundonamala.com.br/2014/01/02/sao-miguel-dos-milagres-o-paraiso-e-aqui/
  2. Lacerda, Vai ser medo de ser feliz pois Punta é o paraíso que desenhamos quando criança: arreia branca, mar azul esverdeado e um sol brilhante!! Panamá foi uma descoberta deliciosa! Quando voltar venha aqui nos contar tudo!! Beijos
  3. Ricardo, Você não poderia ter acertado mais na escolha do destino de lua de mel. Punta Cana vai ser o cenário ideal para todo o amor pós casamento. Aproveitei muuuuito pois é uma delícia sem tamanho aquele lugar. Aconselho também a fechar o transfer direto com o resort em Punta. Eles foram pontuais e o motorista era super animado com sua caribenha salsa e papo divertido. Se não me engano é coisa de USD30 por pessoa (ida + volta). No Panamá, tenho certeza que irá adorar o Riolando. Ele saca tudo da história e dos melhores lugares para se conhecer no Panamá. Volte e nos conte tudo!!! Beijos e parabéns pelo casório!!!
  4. Malagoli, Realmente Punta Cana é um lugar fantástico!! Você não tem quase nada pra fazer e tem tudo que precisa!! Ficaria por horas jogada naquele marzão!! É um destino que você já volta com saudades!! Beijos
  5. Olá, Estou indo para Santiago na semana que vem e estou precisando de uma ajuda. Alugamos um carro para conhecer Valparaíso e Viña del Mar e gostaríamos de aproveitar para visitar uma vinícola no caminho. Qual vocês indicam? Obrigada, Adriana
  6. Acabei de voltar de uma viagem em Punta Cana com 12h de conexão no Panamá onde pude conhecer um pouquinho dessa cidade fantástica! O relato completo você encontra aqui: punta-cana-8-dias-conexao-panama-t79639.html Espero que ajude!
  7. Olá pessoal, Acabei de voltar de uma viagem de 8 dias a Punta Cana com direito a conexão no Panamá e deixo aqui meu registro.... Voo Copa Airlines Optamos pela Copa Airlines devido ao preço e a possibilidade de conexão no panamá. Nosso voo sairia às 01h37 no Galeão – Rio de Janeiro. Chegamos no aeroporto por volta das 22h e surpresa: não havia ninguém para atender no balcão da Copa Airlines. Pedimos informações e fomos informadas que os atendentes chegariam as 23h para dar início ao check-in. Uma fila enorme foi se formando no saguão do aeroporto enquanto esperávamos. Às 23h15 os empregados da cia aérea deram as caras e iniciaram o processo de check-in. Uma demora que nunca vi igual, mas os atendentes foram solícitos e tiraram todas as nossas dúvidas quanto a bagagem. Como íamos fazer conexão de 12h no Panamá pedimos para que nossas bagagem fossem direto para Punta Cana. Ainda no RJ já nos deram o check-in do voo Panamá x Punta Cana e, assim, não precisaríamos enfrentar fila no Panamá (o que é de grande ajuda). O avião de ida foi super confortável. Tinha um bom espaço entre as cadeiras, televisão com entretenimento individual e bons cobertores. O jantar foi uma piada: cookies de avelã e salgadinho de mini pretzels. Só no café da manhã que pudemos comer melhor: rabanadas, salada de frutas, cupcake e danone. O voo para Punta Cana foi em um avião menor (Embraer 190) sem entretenimento. De lanche foi servido sanduíche de queijo com presunto, um saquinho de doritos e um mini pacote de biscoito recheado doce. Foi uma viagem bem tranquila. O único porém é que o piloto subiu e desceu muito rápido e isso deu dor de ouvido em algumas pessoas. Na volta o voo Punta Cana x Panamá e Panamá x RJ foi feito no mesmo avião. Era um Boeing 737-800 mais antigo com tv de entretenimento coletivo, cobertores de pior qualidade que no voo de ida e menos espaço entre as cadeiras. Mas a comida foi melhor. De Punta para panamá foram servidas duas opções de lanche: empanada de queijo com presunto ou sanduíche de carne e no voo Panamá x RJ teve jantar (pasta à bolonhesa ou arroz com frango) e café da manhã (empanada de presunto e queijo ou sanduíche de carne). PANAMÁ Chegamos no panamá às 06h50. O aeroporto é recheado de lojas de free shop. Tem de todos os tipos, com todos os preços. Eletrônicos, roupas (Tommy, Lacoste,...), maquiagem (MAC), perfumes (La Rivieira), entre outros. Vale perder um tempo olhando todas as lojas e comparando preços. Para dar uma ideia, comprei uma câmera digital à prova d’água Panasonic Lumix TS20 por 173 dólares. Um achado! Assim que fechamos a viagem , no final de dezembro, fizemos contatos com o Riolando Fajardo para os passeios em nossa conexão no Panamá. O Riolando é um brasileiro que mora no Panamá, de inteira confiança, e que faz passeios turísticos por lá. Encontrei os dados dele no site Viaje na Viagem. Bem… desde dezembro passamos a trocar e-mails com o Riolando acertando preço (justíssimo) e detalhes dos nossos passeios. Após passar pela alfândega, lá estava ele conforme combinado nos aguardando no portão de desembarque com um simpático sorriso e um Sportage top de linha abastecido com água, biscoitos, barra de cereais e outros mimos. Como ainda era muito cedo, seguimos para Panamá Viejo (a parte mais antiga da cidade que ainda está de pé e que tem um sítio arqueológico Patrimônio Mundial da Unesco). Após passeio a pé e fotos, fomos conhecer o Obelisco em comemoração aos 150 anos da presença da cultura Chinesa passando pela Ponte das Américas. Enquanto fazíamos as fotos e apreciávamos o local, o Riolando obteve a informação de que os navios fariam a atravessia do Canal a partir das 14 horas. Com o conhecimento desse horário, pudemos traçar o roteiro dos próximos passos e optamos por conhecer Amador Causeway (uma avenida estreita construída com os restos do Canal do Panamá que nos leva a uma ilha onde, além de ótimos restaurantes tem um duty free. Nessa região estava localizada a base americana – uma mini-cidade americana e onde a entrada era proibida aos locais) e Casco Antiguo (a cidade colonial que começou a ser construída em 1671, depois que a primeira localidade onde existia o vilarejo – Panamá Viejo – foi destruída por piratas) passando pela Cinta Costera, (uma avenida totalmente reconstruída, que conta com um calçadão à beira do Pacífico) e apreciando Punta Paltilla (um pedacinho da Miami moderna no Panamá com prédios altos – de até 40 andares- revestidos de vidros) sempre com o Riolando descrevendo cada detalhe histórico dos lugares por onde íamos passando e/ou parando para fotos. Após esse belíssimo City Tour, é chegada a hora das compras!!!!! Optamos pelo Albrook Mall, shopping enorme com várias opções de compras onde o Riolando, novamente, foi fantástico disponibilizando um celular para nos comunicarmos e nos ajudando pacientemente na comunicação com os vendedores, solicitações de descontos e com as sacolas de quatro mulheres ensandecidas. Rs… Nesse shopping quero destacar a loja Sportline, de tênis, roupas e artigos esportivos com excelente preços, uma enorme farmácia com cremes e outros produtos que deixam as mulheres loucas!!!! Além de lojas com produtos Apple, eletrônicos e roupas de marca. Decidimos almoçar no shopping mesmo e, mais uma vez contamos com as informações e constante ajuda do Riolando. Ao saírmos do shopping, o Riolando já tinha trocado o carro por um Carnival novíssimo contendo os mesmos mimos do carro anterior e, principalmente, água!!!! (esse carro estava em passeio com outro grupo durante a manhã) e seguimos para o Canal onde assistimos a passagem de um enorme cargueiro e visitamos o Museu existente dentro das eclusas de Miraflores conhecendo melhor a história dessa obra monumental. Só não tivemos tempo de assistir ao filme 3D que eles passam lá e é bem recomendado pelo Riolando. Enfim… seguimos para o aeroporto. O Panamá se revelou uma agradabilíssima surpresa e não tenho dúvidas que o Riolando, com seu profissionalismo, simpatia, tranquilidade e demais características super positivas, foi fundamental para essa impressão. Tanto que eu e minha tia já decidimos voltar para conhecer também suas praias caribenhas e sua zona franca em Cólon, sempre na companhia do Riolando, pois, após assistir as loucuras que os taxistas fazem por lá, não teríamos coragem de conhecer mais do Panamá com outra pessoa. Super recomendo!!!! Contatos do Riolando Fajardo: Celular (507) 6578-4858 (ele tem WhatsApp) Emails: [email protected] [email protected] PUNTA CANA Às 22h40 desembarcamos em Punta Cana. O aeroporto tem um estilo bastante caribenho. É necessário pagar uma taxa de 10 dólares de turismo para entrada em Punta. Já havíamos reservado um transfer e lá fomos nós, ao som de salsa, para o nosso resort. Após longa pesquisa optamos ficar no Barceló Bavaro Palace Deluxe (http://www.barcelo.com/BarceloHotels/en_GB/hotels/Dominican-Republic/Punta-Cana-Beach-Bavaro/hotel-barcelo-bavaro-palace-deluxe/general-description.aspx) na praia de Bávaro (que dizem ser uma das mais bonitas) e foi uma excelente opção! O resort possui a opção de quarto Premium ou não. Os premiuns tem quartos mais espaçosos com vista para o mar e alguns serviços inclusos no preço como room service, restaurante francês, internet, acesso à área de hidroterapia no SPA, área exclusiva na boate, desconto de 10% nos passeios, entre outros. Nós optamos pela “Junior Suite Deluxe Ocean Front Club Premium”. Logo na chegada somos direcionados para a sala do club Premium com um check-in exclusivo sentada em cadeiras confortáveis e bom atendimento. Nosso quarto era um luxo, com uma vista para aquele mar verde e azul que fez valer a pena cada centavo a mais que pagamos. O banheiro é integrado ao quarto, uma ideia que achei sensacional e tem uma banheira de hidromassagem na varanda. O resort é lindo e possui entretenimento para dar e vender. Piscinas enormes, animação durante o dia (como ginástica na praia, dança, etc), SPA, lojas (artesanato, perfumes, maquiagem, acessórios, roupas,...), teatro, cassino, boate. Enfim, diversão para todas as horas, tipos e idades. Logo no dia seguinte de manhã fizemos a reserva para os restaurantes do resort. São 7 opções: italiano, frutos do mar, steakhouse, japonês, mexicano, espanhol e francês (este está incluso apenas para clientes Premium. Os outros clientes podem ir mas precisam pagar o que consumir). Fomos em 5 dos restaurantes (italiano, frutos do mar, japonês, espanhol e francês) e posso te dizer que se o resort deixa a desejar em alguma coisa é na alimentação. O café da manhã é impecável com uma variedade enorme de itens, mas o almoço é mais fraquinho e, a maioria dos restaurates, deixam a desejar. Apenas 1 ou 2 são realmente bons. Os outros são apenas para constar e o japonês é péssimo (tanto na comida quanto no atendimento). O atendimento, pelo menos para nós que estávamos no Premium foi muito bom. E a praia é A praia. Cadeira confortável, paz e aquele mar maravilhoso. Eu ficaria lá por mais vááários dias.... COMPRAS Conforme comentei o resort possui várias lojas, mas optamos por ir em dois shoppings da ilha: Palma Real Shopping Village e San Juan Shopping. Para 4 pessoas o táxi ficou em 10 dólares cada trecho para ambos os shoppings. Palma Real Shopping Village – shopping com muitas lojas de marca porém com preços exorbitantes. Valeu apenas para conhecer San Juan Shopping – possui várias barraquinhas com artesanato local, lojas de calçados, uma loja com acessórios da apple, roupas, colares, etc. Comprei blusa social da US Polo por 30 dólares. O shopping possui um supermercado grande onde pude comprar muitos cremes por preços de banana, protetor solar e uma mini cafeteira de expresso por 7 dólares. Após o supermercado tem um multicenter que é tipo uma galeria com muitas lojas de óculos, tênis, relógio, roupas, bolsas e, lojas de marca que estão para inaugurar. Esse foi um shopping que eu acho que vale a visita. As lojas locais possui roupas bonitas. E o supermercado foi um encontro feliz! Feira de artesanato – há na praia de Bávaro, ao final do complexo Barceló um “center” com várias barraquinhas pé na área com artesanatos locais. É um ótimo lugar para negociar o preço daquela lembrancinha ou acessório que você queria. Tem brincos, colares, pulseiras, saídas de praia, camisetas, cangas, artesantos diversos, quadros, charutos, bebidas,.... Comprei um quadro lindo por 80 dólares! É isso pessoal, uma viagem perfeita para fazer com amor, amigos, sozinho... Um pouco mais cara que os usuais mochilões, mas de vez em quando vale a um mimo para nós mesmos e ter o gostinho de uma vida de luxo rsrs Beijos GUIA PANAMÁ.doc GUIA PUNTA CANA.doc
  8. Obrigada pela ajuda! O relato está ótimo!!! Já tinha lido tudinho! A idéia inicial era ir em junho, mas se for uma época ruim para fazer os passeios (devido a chuva ou ventos fortes) vamos deixar para ir lá pra fevereiro ou março. Drika, Eu fui em Outubro do ano passado: 04/10 a 15/10. Peguei somente um dia de chuva intensa, o dia inteiro sem perdão. De resto foi só alegria. Lá não tem como, sempre durante o dia pode dar umas pancadas, etc. Mas coisa rápida, não dá nem tempo de ir atrás de abrigo. Se quiser mais dicas e informações, na minha assinatura tem o link pro meu relato. Tem bastante coisa interessante. Valeu, abraços!
  9. Galera, me dá uma ajuda? Estou programando uma viagem para San Andres, mas ainda não consegui descobri a melhor época para ir. Pensei em Setembro, mas como tem os ciclones no caribe não sei se era uma boa época. Junho parece que não é época de seca por lá e Julho tenho "medo" de ser mais caro devido as férias. Qual época vocês me sugerem?
  10. Só para atualizar... Estava em SPA semana passada e o preço do Salar de Uyuni, pela Cordilheira, estava 200 dólares (ida e volta a SPA) ou 180 dólares (apenas ida).
  11. Drika Ferreira

    [[Template core/front/global/prefix is throwing an error. This theme may be out of date. Run the support tool in the AdminCP to restore the default theme.]] Deserto de Atacama

    Oi Leo, então .. como chuvia durante o dia a noite era bem fria, mas nada que uma segunda pele e um casaco não resolvessem. O dia também era um pouco frio porque ventava bastante em alguns momentos. Lembrando que só temos real noção do frio quando venta. Os passeios também era bem frio dado que ventava muuuito mais que no centro de SPA. No único dia que fez sol de manhã que consegui ter noção do calor que falam aqui no fórum, nos outros era sempre muita roupa. Mas acho que dá tranquilo. Foi bem melhor que eu esperava, dado que comprei segunda pele da Solo e um casaco polar e um corta-vento aqui em Santiago. Ontem de noite choveu a beça, portanto não sei como ficou a previsão dos passeios.
  12. Drika Ferreira

    [[Template core/front/global/prefix is throwing an error. This theme may be out of date. Run the support tool in the AdminCP to restore the default theme.]] Deserto de Atacama

    Para quem pediu fotos .. taí Fotos tiradas agora de tarde no passeio do Valle de La Luna e de manhã após a chuva. Pena que não deu para ver por do sol algum no passeio. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20110708194232.JPG 500 375 Valle de La Luna]Uma das muitas fotos com o céu preto.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20110708194722.JPG 500 375 Valle de La Luna][/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20110708194826.JPG 500 375 Valle de La Luna][/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20110708194908.JPG 500 375 Centro de SPA]Céu preto quando chegamos do passeio, por volta de 17:30h.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20110708195050.JPG 500 375 Centro de SPA]Rua alagada, por volta de 14:30h.[/picturethis]
  13. Drika Ferreira

    [[Template core/front/global/prefix is throwing an error. This theme may be out of date. Run the support tool in the AdminCP to restore the default theme.]] Deserto de Atacama

    Pois é gente... aqui tá tao atípico que choveu quando cheguei e apenas hoje que o céu limpou. O guia do passeio de ontem disse que mora aqui a 13 anos e somente agora que viu chuva de granizo aqui. Todas as agencias dizem que o tempo esta estranho... acho que por isso a neve. Ainda tenho até amanha para ver se algo melhora. Como hoje está sol tenho fé hahahahaha Quanto as temperaturas tem estado bastante frio, acho que por causa do tempo mega nublado. Mas nada que uma segunda pele e um bom casaco nao resolvam. Hoje, como ja falei, o tempo abriu e aí sim... está calor ate agora (13:30h)... acho que a noite tambem será menos sofrida. Estou realmente voltando para Santiago e visto que a neve me atrapalhou vou até ela esquiar rs
  14. Drika Ferreira

    [[Template core/front/global/prefix is throwing an error. This theme may be out of date. Run the support tool in the AdminCP to restore the default theme.]] Deserto de Atacama

    Estou em SPA desde terça e se alguém tiver viagem programada para cá agora acho melhor ligar antes pois a neve fechou os principais passeios (Salar de Tara, Lagunas Altiplânicas e Gêisers El Tatio). Salar de Uyuni saindo aqui de SPA também ñ está rolando pois as duas opçoes de fronteiras estao fechadas por causa da neve. Portanto ... acho que no momento nao vale a pena vir para cá. O salar está sendo feito apenas pela Bolívia. Só consegui fazer Salar de Atacama, Lagunas Cejar e Valle Arco-íris (pouco divulgado mas muuuito bonito) Como a situaçao está ruim a mais de uma semana e até agora nada estou voltando para Santiago mais cedo. Antes de viajar liguem para o hostel/agência e perguntem como está a real situaçao dos passeios.
×
×
  • Criar Novo...