Ir para conteúdo

Junior-BA

Membros
  • Total de itens

    115
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Fala, José Maria... blz?? Farei este mesmo roteiro agora em julho/agosto, mais ou menos a mesma quantidade de dias, então seu relato veio a calhar. Minha primeira pergunta seria quanto a preços de refeições... estou fazendo uma estimativa de gastos e num primeiro momento queria saber quanto se gasta em média com refeições, tando na C. do México quanto nas praias da Riviera Maia... Vc foi sozinho?? Quanto levou em dinheiro e quanto efetivamente gastou por lá?? E, rpa fins de planejamento (isso não ficou muito claro no relato), como vc dividiu todas as atrações da C. do México ao longo dos 5 dias?? Desde já agradeço e depois mando mais perguntas. Abraço!!!
  2. Pessoal, ressuscitando aqui o tópico... na minha cidade não há loja da Copa, será que há a possibilidade de se fazer esse stopover ao comprar as passagens pelo método tradicional no site??
  3. Valeu, Sergio... fiquei preocupado, mas realmente eu que entendi errado. Nesse meio tempo, liguei pra o consulado do Panamá no Recife, falei diretamente com o cônsul o sr. Paulo, e ele me afirmou exatamente isso. E outra, uma coisa que ele também me disse (e ele me falou isso sem que eu tivesse perguntado) é que NÃO é necessária a vacina contra febre amarela para entrar no país, ao contrário do que muitos pensam. Como eu já tenho a vacina, por conta de viagens anteriores, pra mim não há problema, mas fica aí a dica. Se quiserem confirmar, liguem para o consulado/embaixada mais próximos de onde vcs moram.
  4. Pessoal, fiquei confuso quanto a essa questão do passaporte para entrar no Panamá. É o seguinte: irie pra Cuba agora em julho e na volta, devido a conexão, pretendo passar uns 2 ou 3 dias na Cidade do Panamá. Eu já possuo passaporte, porém o mesmo venceu há poucos meses e já estou providenciando o novo. A questão dos 3 meses é que o passaporte tem que ter mais de 3 meses de emitido pra poder entrar no Panamá ou que eles exigem que tenha mais de 3 meses pro fim da validade do mesmo, ou seja, ele não pode estar dentro dos últimos 3 meses de validade??? No meu caso, que citei acima, tirando o passaporte agora, em maio, poderei viajar e entrar no Panamá sem problemas??? Desde já, agradeço. Abraços a todos.
  5. Vc tem muitos destinos pra pouco tempo. Ou vc diminui a quantidade de cidades ou aumenta o tempo de viagem, na minha opinião.
  6. Muito bom o relato. Estive ano passado no Peru e deu pra matar um pouco das saudades através das fotos. Abraço!
  7. Leo, já respondi a vc em outro relato, mas as melhroes empresas pra esse roteiro Encarnacion-Asuncion são a NSA, Encarnacena e Rysa. Se der (e o horário for conveniente pra vc) opte pela NSA (Nuestra Senora de la Asuncion) é a melhor de todas. Viajei por ela de Foz pra Assunção e de Assunção para Encarnacion e gostei muito do nível do ônibus e do atendimento da emrpesa. Mas salvo engano, neste roteiro ela só tem dois horários, um por volta do meio dia e outro por volta da 1 da manhã (acho que esse seria o ideal pra vc).
  8. Leo, Acabei de voltar o PY e fiz esse trecho Assunção-Encarnacion à noite tb, só que no sentido contrário ao seu. Saí de Assunção por volta da meia noite e cheguei quase 6 da manhã em Encarnacion (se prepare, pois em Encarnacion faz muito frio). A viagem dura cerca de 5 horas a 5 horas e meia. Se vc reparar, Assunção-Encarnacion-Ciudad del Este formam meio que um triangulo, o tempo de viagem entre as 3 são muito próximos. Por isso, apesar de não ter feito CDE-Encarnacion, imagino (e pelos relatos que já li) que o tempo de viagem seja semelhante. Procure as empresas NSA, Encarnacena e Rysa, são as melhores. Aí vc escolhe seu horário.
  9. Uly, Acabei de voltar de lá e fiz esse trajeto de Foz pra Assunção. Se vc for sair de Foz, salvo engano só a empresa NSA (Nuestra Senhora de Asuncion) faz a linha Foz - Assunção. Ela só tem dois horários diários, de manhã cedo (7:30h) e de madrugada (0:15h), e custa entre 50 e 55 reais (não lembro o valor exato agor, pois estou no trabalho e não tenho como consultar a papelada da viagem). A viagem dura cerca de 5 horas a 5 horas e meia. Vc comrpa a passagem no guichê da empresa "Catarinense", que é quem representa a NSA em Foz (porém pelo fato de a comrpa ser de uma emrpesa estrangeira, eles só aceitam dinheiro vivo, nada de cartões). Saindo de Ciudad del este vc tem muito mais opções de horários e outras opções de empresas, e geralmente a passagem custa o equivalente a uns 30 e pocuos reais. Saindo de Foz pela NSA, o ônibus ainda para na rodoviária de Ciudad del Este. Aí a escolha vaid epender de vc. Eu, por exemplo, como viajaria de noite (naquele horário de 0:15h) preferi pegar em Foz mesmo, por uma questão de comodidade e segurança. Peguei o busão por volta da meia noite e cheguei em Assunão por volta das 5 e pouco da manhã.
  10. rpn, cara, gostei dessas bandeirinhas... como é que coloca na assinatura? rsrs Valeu!
  11. Belo relato, Mairukinha. Acabei de chegar do Paraguai (fui a CDE, Assunção e Encarnación) e estou rpeparando meu relato. Acho que esse local do café da manhã ao qual vc esqueceu o nome (e parece que a Maria Emília esqueceu tb) salvo engano é o Lido Bar. Reconheci pelo balcão e por aquele menu em cima do balcão. Deixa eu fazer algumas considerações em relação aos seus prós e contras: não achei Foz precária emr elação a bus, muito pelo contrario. Fiz absolutament todos os passeios na cidade usando transporte coletivo, em nenhuma vez fiquei mais de 10 minutos no ponto. Fui pras Cataratas, Itaipu e CDE de bus, semrpe fazendo baldeação no TTU. Tb não fui assediado por vendedores nas lojas e nem camelôs nas ruas. No máximo ofereciam pen-drive, máquina, notebook, mas nem dava papo e eles partiam pra próxima "vítima"... sem problemas. Já quanto ao artersanato, achei bem simplório... coisas apenas à base de couro e madeira, e bem simples. Até aquelas camisetas que se vendem de lembranças era meio feinhas. No mais, eu e minha esposa adoramos o país. Pena que eles ainda não "acordaram" pra explorar o turismo de uma forma mais profissional, pois potencial eles têm. Abraço.
  12. Pessoal, me tira uma dúvida: já li o tópico todo e ainda estou um pouco confuso com algumas coisas... por exemplo, na página anterior eu perguntei se eu passar sem delcarar voluntariamente e for abordado pela Receita, eu pago os impostos e levo minha mercadoria... ou seja, não rola apreensão. O amigo Patrese respondeu dizendo que sim. Ok, depois lendo aqui vi que se eu qusier dar uma de joão-sem-braço e passar sem declarar, posso ser pego no aeroporto e aí sim, posso perder tudo se não tiver com a DBA. Agora, vejam o seguinte: já li em algum lugar que roupas, perfumes, 1 aparelho de celular, 1 máq. fotográfica, maquiagens, tênis, etc, não precisam ser declarados, ou seja, são isentos (desde que não caracterizem futura comecialização)... procede??? Tipo, como eu pretendo ir em CDE apenas uma vez, eu posso comprar por exemplo, 1 celular, roupas e perfumes, e mais alguns aparelhos eletrônicos não isentos, tipo som de carro, video-game, etc. Nesse caso eu declaro os não isentos e posso deixar as roupas e perfumes na mochila e não mostrar??? Ainda estou confuso com essas regras!!!
  13. Marcelo, eu não conheço a ilha da Lua e nem fui lá, mas na minha opinião não sei se valeria a pena ir lá. Aqui mesmo tem poucos relatos de pessoas que foram até essa Ilha, aí fica a seu critério. Não posso dizer se vale ou não a pena. Mas eu particularmente acho mais proveitoso vc gastar esse dia em Cusco, por exemplo. Nesse dois dias livres que vc colocou em Cusco, use um deles pra ficar perambulando pela cidade, andando sem rumo mesmo. A gente faz muitos passeios nos arredores da cidade e às evzes esquecemos de aproveitar a própria cidade em si.
  14. Pessoal, me tirem uma dúvida: é sobre o lance da aduana... por exemplo, o que eu entendi até aqui, lendo esse tópico desde o começo é que: - se eu comprar menos que os US$ 300 da cota, eu tenho que declarar, mas não pago imposto; - se eu comrpar mais que os US$ 300, eu declaro e pago imposto de 50% sobre o qu exceder a cota; Correto? Supondo que eu esteja correto, vamos à seguinte suposição: caso eu compre mais que os 300 dólares da cota e resolva "passar batido" sem declarar, mas por um azar eu seja paradopor um agente... pelo fato de eu não ter declarado voluntariamente o que eu comprei eu perco todas as minhas compras? Ou apenas serei "forçado" a declarar tudo e pagar o imposto, seguindo meu caminho normalmente logo depois??? Em que situação eu perco tudo??? Outra coisa: é mais vantagem trocar reais por dólar em CDE mesmo ou tanto faz trocar aqui em minha cidade ou lá??? Valeu!
  15. Valeu, cara... Sim, meu planejamento é fazer o lado argentino num dia inteiro mesmo, já vi que não dá pra fazer em menos tempo. Abraço.
×
×
  • Criar Novo...