Ir para conteúdo

Werlang

Membros
  • Total de itens

    82
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Werlang venceu a última vez em Outubro 1 2017

Werlang tinha o conteúdo mais apreciado!

Reputação

26 Excelente

Últimos Visitantes

652 visualizações
  1. Opa! Possivelmente a partir do dia 15. Então vou poder começar a relatar em pequenas doses... Abrass
  2. Vale a pena buscar uma forma mais econômica de fazer câmbio, mas a comodidade de usar cartão de crédito para pagar e sacar vale bastante a pena. Usa um pouco de cada que alivia o custo extra. Sugiro levar cartão com 6 e 4 dígitos de senha, já que umas máquinas só aceitam 4. Levar cash vale bastante a pena se a cotação no local for boa, senão pode não ser mais barato sacar. Se informa bem sobre a disponibilidade de ATMs e aceitação de cartão nas hospedagens.
  3. Oi xexelo...chegamos ontem em casa! Conseguimos fazer quase tudo como planejado, mesmo indo sem reservas foi tranquilo. Em Mendoza não foi como planejado pq chegamos na véspera de feriado aí decidimos começar o retorno um dia antes. Deixamos de fazer uma ou outra coisa em razão do cansado e/ou falta de tempo. Os pedágios no chile são bem caros mesmo, até Santiago. Em Taltal, racionamento de combustível. Gasolina é até mais barata. Rende mais, mais creio que seja mais devido às descidas que o combustível em si. O carro foi bem, sem surpresas. Não percebi queda de desempenho devido à a
  4. Paysandu já passei por lá, mais de uma hora de fila e uma bronca do senhor no pedágio no lado uruguiaio pq eu quis pagar com reais.
  5. O último dia seria Santa Fé->São Leopoldo. É mais pra fazer uma parada estratégica e dividir em 2 dias, se o cansaço pegar.
  6. No Chile a carta verde não é obrigatória mesmo, vou ver o valor só Argentina lá. Mas é possível que passe no Uruguai na volta, vou esclarecer isso lá.
  7. Parto pra lá semana que vem, vou fazer os passeios por conta pois vou de carro. Mas vi bastante sobre passeios, e é consenso que é mais em conta fechar os passeios lá. Tbm sei que essa Flávia Bia é mais caro por ter algum diferencial, um passeio mais glamour tvz. Veja se pagando aqui em reais o câmbio é bom.
  8. O caminho mais rápido, em bom estado é pela Argentina, cerca de 11h. Dá pra manter uma média de 80-100km/h no trecho. O inconveniente é que precisa carta verde na Argentina, cerca de R$60 na fronteira, e equipamentos obrigatórios por lá como extintor de incêndio. Lá passa por Andresito e Wanda. No RS dá pra fazer o trecho por Nonoai ou Iraí. Preferindo ficar no Brasil, no Paraná sugiro que evite o oeste, asfalto ruim em faixa simples com tráfego pesado.
  9. Foi lá que liguei. Pode ser mais barato se incluir apenas Argentina, pela conversa entendi que tem variações.
  10. Cotei com a Proteges (http://segurosproteges.com.br/), vai dar R$120 pra 30 dias (apesar que só preciso de 20), paga na hora. No Centro Unificado da Fronteira. Também acho mais fácil geralmente fazer antes, mas pela diferença de preço, e pq vou passar lá mesmo, vale a pena!
  11. Cotei agora, vai dar 120 pra 30 dias (apesar que só preciso de 20), paga na hora. No Centro Unificado da Fronteira.
  12. Temporada de chuvas, principalmente Machu Picchu é preferível fora deste período.
  13. Cara, não acho que tu vai encontrar a resposta numa comunidade de viagens. Pq o problema aí não é o viajar em si. Contudo... Tu precisa viajar com ela? Viajar sozinho ou com outras companhias não rola? Vocês não tiram férias então, ou tiram férias pra pra ficar em casa? Se quiser a companhia dela, façam viagens curtas, de 2/3 dias pra locais próximos. Quem sabe ela anima? Mas mesmo que tu realize teu sonho de viajar, o relacionamento vai continuar uma bosta né? Só conversando com ela então.
  14. Azarado eu sou, já ví vários relatos pessoal dizendo que ganhou a carta verde no 0800. Já quando é pra mim...
×
×
  • Criar Novo...