Ir para conteúdo

bloomis

Membros
  • Total de itens

    12
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. bloomis

    Los Roques

    Jairo, não tenho resposta para nenhuma das suas perguntas, mas tb acho que levar reais pra lá é furada. E compraria os vôos domésticos com antecedência, o transporte aéreo lá tá o caos. Abs
  2. Atualizando: o teleférico ta fechado pra reforma, se não me engano até setembro.
  3. bloomis

    Los Roques

    O voo da Chapi comprei no guiche do aeroporto de Maiquetia. O preço da pousada foi sem café da manhã, mas não perguntei se era por pessoa ou pelo quarto. Eles também tinham opção com café da manhã e pensão completa, e a comida de lá parecia bem gostosa.
  4. Acabei de voltar da Venezuela, para onde fui com a intenção de passar 5 dias em Los Roques e como tive muita dificuldade em encontrar informações nos fóruns de viajantes, escrevo um breve relato. Começando pela situação atual do pais, várias pessoas vieram com comentários bastante pesados em relação a violência, a taxis, andar na rua, etc. Bom, tive que passar 2 dias e meio em Caracas e a minha impressão é de que, como Bogotá, Lima, Cidade do México ou qualquer grande cidade da América do Sul, há obviamente violência, mas é exceção. Peguei vários taxis na rua e caminhei pela região de Altamira e não tive medo hora nenhuma. O que pega de verdade na Venezuela é a questão do dólar. O cambio oficial é de 1usd = 6 BsF, mas na prática você consegue trocar 1 usd por cerca de 250 BsF, tanto em Caracas quanto em Los Roques (maio/2015). Isso se deve às restrições impostas pelo governo. É bem estranho trocar 200usd por 50.000 BsF, até porque a nota de maior valor deles é de 100 bolívares. Em grosso modo, é como receber 600 reais em notas de um real. Você sai litermente com vários maços de cédulas. Na minha opinião o cuidado a se tomar é conferir a contagem, porque teria que ser muito espirito de porco pra falsificar uma nota de tão baixo valor. Mas tudo bem, o que se compra com esse dinheiro? Na minha primeira ida ao mercado, comprei 3 chocolates da Nestlè (Savoy), uma escova de dentes Oral B da mais cara, um Colgate Plax pequeno, 3 chicletes tipo Trident, e um picolé. Tudo isso, pasmem, por menos de 500 BsF (2usd). Fui a duas festas "open bar" pagando os mesmos 500 BsF pela entrada, onde te dao um copo e você bebe o que quiser (obviamente não esperem nada de qualidade muito boa, mas enfim...). Isso tudo na região de Altamira, que é a mais valorizada da cidade. O litro de gasolina custa 0,10 BsF. Isso significa que com R$0,05 se enche o tanque do carro. Uma diária no hotel top de linha em Altamira (The Vip) saiu a 9000 BsF, com café da manhã. No Reinassance (5 estrelas) a diária no fds estava 15.000 BsF. Não tinha água mineral pra comprar em lugar nenhum porque o governo comprou as indústrias que produziam o plástico e não consegue acompanhar a demanda. Há nos mercados e nas farmácias uma lista de vários produtos de alimentação, higiene e limpeza e a quantidade máxima que pode ser comprada por cada cidadão por semana, no dia especificado pelo governo com base no último dígito da carteira de identidade. Sem querer entrar em discussão política, uma coisa me chamou muita atenção. O governo subsidia a compra de 2700usd por ano para todos os cidadãos venezuelanos à taxa de 1usd = 12 BsF (cerca de R$0,10) para viagens internacionais e outros 300usd para compras via internet (eles utilizam em compras pela Amazon, em sua maioria). Basta para isso ter um cartão de crédito e enviar um relatório de gastos depois da viagem. Achei bem interessante esse sistema, pois sempre me perguntava como eles viajavam sendo que o salário mensal lá de um engenheiro, por exemplo, não é muito maior que 400usd. Enfim, acho interessante passar uns 2 dias em Caracas, tem bons restaurantes, gente bonita, vida noturna e alguns lugares legais. Curti muito um bairro que chama Hatillo. Dizem que tem uma loja de produtos típicos muito legal lá que chama Hansl, mas quando fui estava fechada. Feito esse breve resumo sobre a situação atual do país, vamos agora à parte mais importante. Algumas pessoas no fórum recomendaram o contato de um tal de Moisés (+58 4241352954) para facilitar a compra de passagens. NÃO FAÇAM QUALQUER TIPO DE NEGÓCIO COM ESSE FDP TRAMBIQUEIRO. A questão das passagens pra Los Roques de fato é um problema. A idéia era chegar em Caracas na quinta, fechar os vôos na quinta mesmo com o Moisés e partir para Los Roques no sábado de manhã. Eu e meu amigo passamos as duas semanas antes da viagem conversando com ele por whatsapp e ele não fazia nenhum sentido. Disse inicialmente que tinha um amigo na Aerotuy e que por 100usd nos conseguiria passagens de ida e volta a Los Roques. Depois passou pra 120, 150, 200, 285 até que no dia ferrou com a gente, disse para irmos ao aeroporto de Maiquetia às 5 da manhã do dia que viajaríamos e que era certeza que nos colocaria no vôo das 6:30. Foi um fdp, chegou no aeroporto no horário combinado, bêbado, exalando álcool e não conseguiu porra nenhuma. Repito, NÃO FAÇAM NEGÓCIO COM ESSE CARA. Fomos ao aeroporto de Maiquetia encontrar o fdp do Moisés às 5 da manhã de um sábado normal, e disseram na Aerotuy que só tinha vaga no vôo das 4 da tarde. Não recomendo ir pro aeroporto ficar em lista de espera, os funcionários da Aerotuy são extremamente mal educados e não há um mínimo de informação. A única coisa que falam é que os vôos estavam cheios e que tinha que esperar. Isso eram 6 da manhã e teria que esperar as 10h pra eles me venderem o bilhete das 16h. Perderia o dia inteiro no aeroporto, que fica a 1h de Altamira (1500 BsF o taxi). Nessa confusão toda meu amigo desistiu de ir pra Los Roques, pois teria que ir no domingo e voltar na segunda, não compensava e ele foi pra Morrocoy. Depois um taxista chegou a falar pra gente que se a gente tivesse oferecido dinheiro pros funcionários da Aerotuy eles teriam colocado a gente no vôo. Na verdade isso até faz sentido, porque além de mim e do meu amigo estavam lá mais 3 brasileiros (um casal e um cara sozinho), todos nós sendo ignorados pelos funcionários da Aerotuy como se fôssemos invisíveis. Não havia sequer uma ordem de chegada entre nós 5. E se tivesse vagado um lugar no vôo? Íamos nos resolver na porrada? Enfim, acho que poderia ter rolado se algum de nós tivesse oferecido um "por fora" mas isso provavelmente implicaria em pessoas que não tem nada a ver com a história perderem seus lugares no avião, ou seja, não seria nada legal. Sobre a ATUAL situaçao dos vôos pra Los Roques: há vôos de Maiquetia (Aerotuy) e de Higuerote (ChapiAir - teco teco para 12 pessoas). - A Aerotuy desde abril/2015 soltou uma resolução nova e vende ida e volta a estrangeiros por 297usd, pagos em efectivo EM DOLARES direto nas oficinas deles, portanto so quando se chega na Venezuela. Para os venezuelanos o preço é o equivalente a 100usd em bolívares. - Os tickets da Chapi custam 150-190usd ida e volta. Acabei optando por voar no dia seguinte com a Chapi. O transfer de Altamira para Higuerote custou 5000 BsF e demorou 1:30h (5am sem trânsito). Na volta, cheguei a Higuerote às 16:30 e também não tinha trânsito pra Caracas, demorei 1:30h tb. Ou seja, todos os sites desencorajam pegar os voos da Chapi pela distância de Higuerote, que na minha opinião não foi nada demais. Para combinar transfers em Caracas, recomendo o Ignácio (+58 416-6111990 - muito gente boa e tem whatsapp). Enfim, sugiro realmente que se reserve os vôos antes para não correr risco de ficar sem. Antes da viagem troquei emails com várias agências e se fosse voltar hoje pra lá reservaria com Los Roques Airlines ([email protected]). Eles cobram 210usd pelos voos da Chapi e 300-360 pelos da Aerotuy. Ficamos nessa de achar que poderíamos comprar de última hora em Caracas e deu no que deu, meu amigo ficou sem ir pra Los Roques e eu perdi um dia lá. Procurei em sites, agências, revirei a internet e posso garantir que NÃO EXISTE NADA MAIS BARATO QUE ISSO - portanto esqueçam esses relatos antigos de pessoas que compraram na hora por 100usd e RESERVEM COM ANTECEDÊNCIA! Nas agências de turismo do Marriot Caracas e também em outra de um shopping em Altamira, os pacotes com vôo e hotel saiam a 600 usd por pessoa (3 noites) ou 800usd (4 noites). Não compensa! Fiquei na Pousada Galápagos e paguei 7000 BsF por um quarto com ar condicionado e banheiro privado. Super tranquilo. Lá tem pousadas para todos os gostos e bolsos, só pesquisar. Fui num fds comum e fechei a pousada lá na hora, mas passei antes em outras 4 antes e não tinha vaga. Outra opção seria reservar através das posadas de Los Roques. A La Cigala me respondeu ao email. Eles compram os voos para os hóspedes e cobram uma taxa de serviço de 10%, o que é bem melhor que correr o risco de não conseguir os vôos ([email protected]). Outro cara de uma agência também disse que comprava os vôos da Aerotuy por 330usd ([email protected]). E finalmente cheguei ao paraíso, que é de fato tudo aquilo que falam! Em Los Roques, os passeios mais comuns saem por volta de 9:30/10:00 e voltam por volta de 16:00/17:00. Se seu vôo de ida chega depois disso ou o de volta sai antes disso, as únicas opções são ir pras praias mais próximas (Madrisqui e Francisqui??) (há lanchas com frequência) ou alugar um barco privado. Quando cheguei o venfo estava muito forte e não estavam saindo barcos para Cayo de Água nos últimos 3 dias. No meu último dia em Los Roques, o vento mudou e os barcos voltaram a sair pra lá. Só que como tinha um vôo as 16h e os tours com mais gente voltavam pra Gran Roque depois das 5, a única maneira que me restou pra chegar lá foi fretar um "charter" como eles dizem. O preço tabelado no pier é de 250.0000 BsF (100usd) e eles te levam onde você quiser. Acabei conseguindo fechar por 200.000 BsF um passeio das 9:00 as 14:30 com o William "Vellaco" da lancha "Furioso" - recomendo, contato 04147990686, sem whatsapp tem que ligar). Eles levam guarda sol, cadeira e tem até um sonzinho na lancha. Tive a chance de aproveitar Cayo de Água só pra mim por quase 2 horas, até que começaram a chegar os barcos dos tours. Sensação simplesmente indescritível, parecia um sonho mesmo, valeu cada centavo - Los Roques não teria sido a mesma se não tivesse ido lá. Ah, não deixem de provar as Arepas e Cachapas da Dona Júlia (um quiosco perto do aeroporto) são incríveis! Curti também o restaurante Aquarena, eles tem sucos naturais de várias frutas e alguns pratos com pescados frescos. É isso, espero ter contrubuído para que os próximos viajantes não passem tanto perrengue, e principalmente pra nenhum usuário do Mochileiros cair na lábia do fdp do Moisés. Boa viagem! Leonardo
  5. bloomis

    Los Roques

    Acabei de voltar da Venezuela, para onde fui com a intenção de passar 5 dias em Los Roques e como tive muita dificuldade em encontrar informações nos fóruns de viajantes, escrevo um breve relato. Começando pela situação atual do pais, várias pessoas vieram com comentários bastante pesados em relação a violência, a taxis, andar na rua, etc. Bom, tive que passar 2 dias e meio em Caracas e a minha impressão é de que, como Bogotá, Lima, Cidade do México ou qualquer grande cidade da América do Sul, há obviamente violência, mas é exceção. Peguei vários taxis na rua e caminhei pela região de Altamira e não tive medo hora nenhuma. O que pega de verdade na Venezuela é a questão do dólar. O cambio oficial é de 1usd = 6 BsF, mas na prática você consegue trocar 1 usd por cerca de 250 BsF, tanto em Caracas quanto em Los Roques (maio/2015). Isso se deve às restrições impostas pelo governo. É bem estranho trocar 200usd por 50.000 BsF, até porque a nota de maior valor deles é de 100 bolívares. Em grosso modo, é como receber 600 reais em notas de um real. Você sai litermente com vários maços de cédulas. Na minha opinião o cuidado a se tomar é conferir a contagem, porque teria que ser muito espirito de porco pra falsificar uma nota de tão baixo valor. Mas tudo bem, o que se compra com esse dinheiro? Na minha primeira ida ao mercado, comprei 3 chocolates da Nestlè (Savoy), uma escova de dentes Oral B da mais cara, um Colgate Plax pequeno, 3 chicletes tipo Trident, e um picolé. Tudo isso, pasmem, por menos de 500 BsF (2usd). Fui a duas festas "open bar" pagando os mesmos 500 BsF pela entrada, onde te dao um copo e você bebe o que quiser (obviamente não esperem nada de qualidade muito boa, mas enfim...). Isso tudo na região de Altamira, que é a mais valorizada da cidade. O litro de gasolina custa 0,10 BsF. Isso significa que com R$0,05 se enche o tanque do carro. Uma diária no hotel top de linha em Altamira (The Vip) saiu a 9000 BsF, com café da manhã. No Reinassance (5 estrelas) a diária no fds estava 15.000 BsF. Não tinha água mineral pra comprar em lugar nenhum porque o governo comprou as indústrias que produziam o plástico e não consegue acompanhar a demanda. Há nos mercados e nas farmácias uma lista de vários produtos de alimentação, higiene e limpeza e a quantidade máxima que pode ser comprada por cada cidadão por semana, no dia especificado pelo governo com base no último dígito da carteira de identidade. Sem querer entrar em discussão política, uma coisa me chamou muita atenção. O governo subsidia a compra de 2700usd por ano para todos os cidadãos venezuelanos à taxa de 1usd = 12 BsF (cerca de R$0,10) para viagens internacionais e outros 300usd para compras via internet (eles utilizam em compras pela Amazon, em sua maioria). Basta para isso ter um cartão de crédito e enviar um relatório de gastos depois da viagem. Achei bem interessante esse sistema, pois sempre me perguntava como eles viajavam sendo que o salário mensal lá de um engenheiro, por exemplo, não é muito maior que 400usd. Enfim, acho interessante passar uns 2 dias em Caracas, tem bons restaurantes, gente bonita, vida noturna e alguns lugares legais. Curti muito um bairro que chama Hatillo. Dizem que tem uma loja de produtos típicos muito legal lá que chama Hansl, mas quando fui estava fechada. Feito esse breve resumo sobre a situação atual do país, vamos agora à parte mais importante. Algumas pessoas no fórum recomendaram o contato de um tal de Moisés (+58 4241352954) para facilitar a compra de passagens. NÃO FAÇAM QUALQUER TIPO DE NEGÓCIO COM ESSE FDP TRAMBIQUEIRO. A questão das passagens pra Los Roques de fato é um problema. A idéia era chegar em Caracas na quinta, fechar os vôos na quinta mesmo com o Moisés e partir para Los Roques no sábado de manhã. Eu e meu amigo passamos as duas semanas antes da viagem conversando com ele por whatsapp e ele não fazia nenhum sentido. Disse inicialmente que tinha um amigo na Aerotuy e que por 100usd nos conseguiria passagens de ida e volta a Los Roques. Depois passou pra 120, 150, 200, 285 até que no dia ferrou com a gente, disse para irmos ao aeroporto de Maiquetia às 5 da manhã do dia que viajaríamos e que era certeza que nos colocaria no vôo das 6:30. Foi um fdp, chegou no aeroporto no horário combinado, bêbado, exalando álcool e não conseguiu porra nenhuma. Repito, NÃO FAÇAM NEGÓCIO COM ESSE CARA. Fomos ao aeroporto de Maiquetia encontrar o fdp do Moisés às 5 da manhã de um sábado normal, e disseram na Aerotuy que só tinha vaga no vôo das 4 da tarde. Não recomendo ir pro aeroporto ficar em lista de espera, os funcionários da Aerotuy são extremamente mal educados e não há um mínimo de informação. A única coisa que falam é que os vôos estavam cheios e que tinha que esperar. Isso eram 6 da manhã e teria que esperar as 10h pra eles me venderem o bilhete das 16h. Perderia o dia inteiro no aeroporto, que fica a 1h de Altamira (1500 BsF o taxi). Nessa confusão toda meu amigo desistiu de ir pra Los Roques, pois teria que ir no domingo e voltar na segunda, não compensava e ele foi pra Morrocoy. Depois um taxista chegou a falar pra gente que se a gente tivesse oferecido dinheiro pros funcionários da Aerotuy eles teriam colocado a gente no vôo. Na verdade isso até faz sentido, porque além de mim e do meu amigo estavam lá mais 3 brasileiros (um casal e um cara sozinho), todos nós sendo ignorados pelos funcionários da Aerotuy como se fôssemos invisíveis. Não havia sequer uma ordem de chegada entre nós 5. E se tivesse vagado um lugar no vôo? Íamos nos resolver na porrada? Enfim, acho que poderia ter rolado se algum de nós tivesse oferecido um "por fora" mas isso provavelmente implicaria em pessoas que não tem nada a ver com a história perderem seus lugares no avião, ou seja, não seria nada legal. Sobre a ATUAL situaçao dos vôos pra Los Roques: há vôos de Maiquetia (Aerotuy) e de Higuerote (ChapiAir - teco teco para 12 pessoas). - A Aerotuy desde abril/2015 soltou uma resolução nova e vende ida e volta a estrangeiros por 297usd, pagos em efectivo EM DOLARES direto nas oficinas deles, portanto so quando se chega na Venezuela. Para os venezuelanos o preço é o equivalente a 100usd em bolívares. - Os tickets da Chapi custam 150-190usd ida e volta. Acabei optando por voar no dia seguinte com a Chapi. O transfer de Altamira para Higuerote custou 5000 BsF e demorou 1:30h (5am sem trânsito). Na volta, cheguei a Higuerote às 16:30 e também não tinha trânsito pra Caracas, demorei 1:30h tb. Ou seja, todos os sites desencorajam pegar os voos da Chapi pela distância de Higuerote, que na minha opinião não foi nada demais. Para combinar transfers em Caracas, recomendo o Ignácio (+58 416-6111990 - muito gente boa e tem whatsapp). Enfim, sugiro realmente que se reserve os vôos antes para não correr risco de ficar sem. Antes da viagem troquei emails com várias agências e se fosse voltar hoje pra lá reservaria com Los Roques Airlines ([email protected]). Eles cobram 210usd pelos voos da Chapi e 300-360 pelos da Aerotuy. Ficamos nessa de achar que poderíamos comprar de última hora em Caracas e deu no que deu, meu amigo ficou sem ir pra Los Roques e eu perdi um dia lá. Procurei em sites, agências, revirei a internet e posso garantir que NÃO EXISTE NADA MAIS BARATO QUE ISSO - portanto esqueçam esses relatos antigos de pessoas que compraram na hora por 100usd e RESERVEM COM ANTECEDÊNCIA! Nas agências de turismo do Marriot Caracas e também em outra de um shopping em Altamira, os pacotes com vôo e hotel saiam a 600 usd por pessoa (3 noites) ou 800usd (4 noites). Não compensa! Fiquei na Pousada Galápagos e paguei 7000 BsF por um quarto com ar condicionado e banheiro privado. Super tranquilo. Lá tem pousadas para todos os gostos e bolsos, só pesquisar. Fui num fds comum e fechei a pousada lá na hora, mas passei antes em outras 4 antes e não tinha vaga. Outra opção seria reservar através das posadas de Los Roques. A La Cigala me respondeu ao email. Eles compram os voos para os hóspedes e cobram uma taxa de serviço de 10%, o que é bem melhor que correr o risco de não conseguir os vôos ([email protected]). Outro cara de uma agência também disse que comprava os vôos da Aerotuy por 330usd ([email protected]). E finalmente cheguei ao paraíso, que é de fato tudo aquilo que falam! Em Los Roques, os passeios mais comuns saem por volta de 9:30/10:00 e voltam por volta de 16:00/17:00. Se seu vôo de ida chega depois disso ou o de volta sai antes disso, as únicas opções são ir pras praias mais próximas (Madrisqui e Francisqui??) (há lanchas com frequência) ou alugar um barco privado. Quando cheguei o venfo estava muito forte e não estavam saindo barcos para Cayo de Água nos últimos 3 dias. No meu último dia em Los Roques, o vento mudou e os barcos voltaram a sair pra lá. Só que como tinha um vôo as 16h e os tours com mais gente voltavam pra Gran Roque depois das 5, a única maneira que me restou pra chegar lá foi fretar um "charter" como eles dizem. O preço tabelado no pier é de 250.0000 BsF (100usd) e eles te levam onde você quiser. Acabei conseguindo fechar por 200.000 BsF um passeio das 9:00 as 14:30 com o William "Vellaco" da lancha "Furioso" - recomendo, contato 04147990686, sem whatsapp tem que ligar). Eles levam guarda sol, cadeira e tem até um sonzinho na lancha. Tive a chance de aproveitar Cayo de Água só pra mim por quase 2 horas, até que começaram a chegar os barcos dos tours. Sensação simplesmente indescritível, parecia um sonho mesmo, valeu cada centavo - Los Roques não teria sido a mesma se não tivesse ido lá. Ah, não deixem de provar as Arepas e Cachapas da Dona Júlia (um quiosco perto do aeroporto) são incríveis! Curti também o restaurante Aquarena, eles tem sucos naturais de várias frutas e alguns pratos com pescados frescos. É isso, espero ter contrubuído para que os próximos viajantes não passem tanto perrengue, e principalmente pra nenhum usuário do Mochileiros cair na lábia do fdp do Moisés. Boa viagem! Leonardo
  6. bloomis

    Underwear (segunda pele)

    http://www.ebay.com/itm/MX14001-000-MARC-PHELIX-COMPRESSION-LONGPANTS-LEGGINGS-UNDERWEAR-SKIN-BASELAYER-/220896766770?pt=US_Mens_Athleticwear&var=&hash=item7915bfe501#ht_10434wt_956 http://www.ebay.com/itm/MX34016-000-MARC-PHELIX-COMPRESSION-SHIRTS-MUSCLE-BASELAYER-GOLF-SKIN-UNDERWEAR-/220883183147?pt=US_Mens_Athleticwear&var=&hash=item79159112d6#ht_10014wt_956 O que que vcs acham desses baselayers? Tranquilo pra NYC em janeiro??? Tudo dá 28 USD com frete incluso....
  7. Ah, mais uma dúvida... to com um voucher de "free sunset cruise package" Details: FREE - Welcome to Cancun Sunset Cruise Package Start your Mexico vacation off right with a complimentary Sunset Cruise around Cancun's scenic Nichupte Lagoon. As you have drinks on us, you can enjoy dancing or just relax and take in the beautiful views of the Mexican Caribbean while learning about all that the area has to offer. Our destination concierge team will be on hand to answer any questions about your stay. They can help you with information about your resort, provide local shopping tips, recommend the best restaurants and show you first-hand the best activities in the area - from swimming with the dolphins to exploring the ancient ruins of Chichen Itza, we've got the right experiences to make your vacation something you'll never forget! The cruise includes complimentary hotel pickups for guests staying in the Cancun Hotel Zone. At the end of the cruise each passenger will also recieve free admission and a complimentary drink at some of Cancun's most popular bars and clubs including Senor Frog's, Dady 'O, and Basic. Alguém já fez esse passeio? Me soa um pouco como marketing de agencias de turismo pra vender mais servicos... To em duvida se faço....
  8. Valeu Paulera! A respeito do mergulho de snorkel e do nado com os golfinhos, onde compensa mais (custo beneficio) fazer? cacun, pdc, isla mujeres ou cozumel? Alguma recomendacao de agencia? Há frescao do aero de cancun pra zona hoteleira? Qual a melhor maneira de fazer esse trecho? e tambem o trecho cancun pdc... busao mesmo?
  9. colegas mochileiros, queria umas dicas de quem ja fez essa viagem pra otimizar meu tempo seguinte, tenho 6 dias completos no caribe, e quero fazer as seguintes coisas: - cancun (o voo chega la) - playa del carmen - cozumel - tulum - chichen itza - nadar com os golfinhos haushuahsuahsua - mergulho com snorkel vou com a minha namorada. vc acham q vale a pena alugar carro pra fazer o que? ficar com o carro uma semana nao compensa... a tarifa base por dia nem é tao cara (cerca de 20 USD) mas pelo que vi o seguro contra roubo e danos faz esse valor dobrar. a ideia era ficar em cancun um dia so (nao nos interessa tanto), depois partir pra playa del carmen de bus, e la de carmen alugar um carro por um ou 2 dias pra ir pra tulum e chitchen itza e conhecer as praias mais vazias la da regiao.... a respeito do nado com os golfinhos e do mergulho de snorkel, vcs saberiam me dizer onde (cancun, cozumel, playa del carmen) eh melhor e mais em conta pra fazer? obrigado!!!
  10. Pessoal, Já tenho compradas as passagens: Rio - Istambul: 19/01/2011 Paris - BH: 06/03/2011 R$2133 , pela IBERIA, ja com todas as taxas Istambul - Mumbai: 25/01/2011 Delhi - Amsterdan: 24/02/2011 R$1313, pela British, ja com todas as taxas. Resumo do aéreo: Rio - Istambul: 19/01/2011 Istambul - Mumbai: 25/01/2011 Delhi - Amsterdan: 24/02/2011 Paris - BH: 06/03/2011 Total: 45 dias de viagem O que já está planejado: - 5 dias iniciais em Istambul - 11 dias finais em Amsterdan (5), Bruxelas (2) e Paris (4) Visto para a Índia vai ser retirado em BH: 180 reais Visto para o Paquistão, enviar a documentação pra Brasilia: 60 reais (a confirmar) Visto para o Nepal: tirado na chegada, 30 dolares. Bom, queria dicas de roteiros para os 30 dias na Índia, que devem incluir tb Nepal (4-5 dias, Katmandu e Pokara) e Paquistão (5-6 dias, Lahore e talvez Islamabad). Sobram, portanto, uns 18-20 dias pra Índia. Já sabemos alguns dos lugares que vamos visitar: obviamente Mumbai, Delhi, Agra, Varanasi, Jaipur, Khajuraho. Outros, como Goa, e Calcuta e Darjeeling estão nos planos, mas não são prioridade. Vai depender do andamento da viagem. Bom, queria sugestões de quem já foi ou tem conhecimento, das cidades mais interessantes e também sugestões de como montar esse roteiro de 30 dias na Índia, Nepal e Paquistão, viajando, sempre que possível de trem. Outra dificuldade está sendo encontrar opções econômicas de hospedagem pelos sites tradicionais (hostels.com, hostelworld, etc). Alguém sabe se há um site em que se façam buscas que incluam guesthouses por lá? Ou albergues mais economicos... Bom, qualquer dica é bem vinda. Obrigado!
  11. Pessoal, seguinte: Chego em Ushuaia no dia 13/12 pela manhã. O plano é ir embora no dia 15, também pela manhã, pegando um voo para El Calafate. No entanto, como é do meu interesse conhecer TDP também, e como fica no meio do caminho entre as duas cidades, pergunto: 1) Vale a pena pegar esse vôo, ou seria melhor pegar um onibus pra TDP e depois pra El Calafate? 2) E pra alugar carro? Estamos em 5 pessoas, daria pra rachar o preço e ficar legal. Mas dizem que não se pode entrar no Chile com carro alugado na Argentina. Procede? Alguem teria mais ou menos os preços? De onibus, digo. A idéia inicial seria 5 dias em El Calafate: chegar no dia 15/12 às 13hs e voltar no dia 19 às 21hs (voo para Mendonza). Só que nesses 5 dias, queremos conhecer o Glaciar Perito Moreno, El Chatel e Torres del Paine. É suficiente? 3) Melhor pegar o voo Ushuaia => El Calafate, ou melhor ir via terrestre, parando em TDP? 4) Gostaria de dicas pra otimizar o tempo em Ushuaia. Chegaremos lá as 10 da manhã do dia 13 e a volta está prevista para o dia 15 de manhã (vôo para El Calafate, ou via terrestre, ainda a decidir). Se alguem puder dar dicas de quais agências contratar para fazer os passeios, pra economizar uma grana, ficaria bastante grato tbm. Isso em todo o trajeto Ushuaia, TDP, El Calafate e El Chaten. 5) De El Calafate pra El Chaten e TDP: onibus, carro alugado?? Qual a boa? E qual seria a distribuicao ideal do tempo entre essas cidades, quantos dias em cada lugar. Pensei em fazer o seguinte: - Chegar em El Calafate no dia 15, dar uma volta pela cidade pra conhecer. No dia 16 ir bem cedo para TDP e passar o dia la (??). Voltar a noite para El Calafate. Dia 17 fazer o Perito Moreno. Dia 18 alugar um carro e subir até El Chaten e voltar no mesmo dia (??). Só que o voo pra Mendonza ta inicialmente marcado pro dia 19 a noite, portanto teriamos um dia a mais. Onde passar esse dia? El Calafate, El Chaten ou TDP? Qualquer ajuda é bastante bem vinda. Obrigado Leonardo
×
×
  • Criar Novo...