Ir para conteúdo

Kretina

Membros
  • Total de itens

    9
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  1. Claudia, dá uma olhada no hostel Advantage (http://www.advantagehostel.cz). É bem no centro e me parece ser muito bom. E o Clown and Bard (http://www.clownandbard.com) me parece legal também para quem vai desacompanhado.
  2. O site do Pension 15, em Praga, na verdade, é www.pension15.cz . Eu ficarei lá, já fiz as reservas e tudo. Não é exatamente no centro, fica a 10 minutos da Wenceslas Square. Mas enfim, isso é pertinho. Só pra constar: eu e meu namorado pagaremos, juntos, 110 euros por cinco noites em quarto duplo nesse hostel. Uma maravilha!
  3. Pra ir pra Praga, é melhor levar euros ou dólares pra trocar?
  4. Bruno, muito obrigada por todas as dicas! O hotel vai ser só pra dormir mesmo, então não tem problema. Você pode me dizer se lá o transporte à noite e na madrugada é muito difícil? Você acha que vale a pena fazer o passeio de barco pagando o jantar? Já tinham me falado bastante dos crepes, principalmente o de nutella! Deve ser maravilhoso. Eu, como amante de doces, mal posso esperar! E eu já fui à Disney americana, não tenho muito interesse em ir à Eurodisney, não que eu ache ruim, mas com tanta coisa pra se fazer, eu prefereria usar um dia indo à Bruxelas, por exemplo. Aliás, fica muito caro ir até lá? Obrigada e beijos!
  5. Oi, Michele! Olha, as pessoas estão me falando bem do Kyriad, a localização é boa, fica apenas a um quilômetro e meio do Louvre, por exemplo (isso já é pouco a pé, imagine de metrô!). Nos arredores, vários restaurantes, brechós, sebos... E como não é exatamente no centro, fica bem mais barato. Aconselho que você veja algum pacote e peça pra que vejam esse hotel no pacote, vale a pena. Você pode ver algumas fotos e também os preços nesse site: http://www.martlink.com/France/PARIS/HOTEL_VERONESE/ Espero ter ajudado! Beijos!
  6. Gente, finalmente estou com as passagens compradas! Vou ficar no hotel Kyriad, na Place d'Italie, o antigo Veronese, alguém aí conhece? Acabou que, no pacote, ficou mais barato ir e ficar nesse hotel que ficar em albergue. Paguei 978 dólares mais taxas pra uma semana, com vôo direto Rio-Paris, voando Varig. Descobri o passe de metrô pra cinco dias, com direito a entrada em museus. Não pretendo andar muito de metrô, é só pra não ter que ficar pagando o tempo todo, além de ser mais econômico. Vou com meu namorado, então não andarei sozinha pelas ruas. Espero ainda mais dicas, e obrigada por todas que vocês já me deram!
  7. Oi, galera! Vou pra Paris em outubro (e agora é certo!), mas ficarei só uma semaninha... Pretendo levar 300 euros, já tendo estadia e café da manhã pagos (consegui encontrar um pacote bem em conta, de 1000 dólares, aéreo e terrestre). Como o tempo é curto, queria que vocês me ajudassem nas atrações, coisas que eu não posso perder e os preços de entrada em museus, passeio de barco no Sena, como comer bem e barato, brechós e sebos legais... Vocês poderiam me ajudar?! Obrigada, desde já!
  8. Roteiro de Paris do BrunoB 1º dia (Sábado) - Chegada à tarde em Paris / passeio à noite pela Avenida Champs Elysée pra ver o Arco do Triunfo (estação Charles de Gaulle Etoile - linhas 06 ou 01). 2º dia (Domingo) - City tour pelos principais pontos turísticos: 1) Notre Dame de Paris e Ile de Saint Louis (estação Cite - linha 04); 2) Torre Eiffel (estação Champs de Mars Tour Eiffel - linha 06 ou RER C); 3) Prefeitura de Paris - Hotel de Ville (estação Hotel de Ville - linha 11 ou 01); 4) Les Invalides - túmulo de Napoleão Bonaparte e Museu das Armas (estação Invalides - linhas 14, 13 ou RER C); 5) Igreja de Saint Germain des Pres - a mais antiga de Paris (estação St-Germain-des-Pres, linha 04); 6) Opera Garnier (estação Opera - linhas 07, 08 ou 03). 3º dia (Segunda-Feira) - Continuação do City tour: 1) Igreja de Saint Sulpice (estação Saint Sulpice - linha 04); 2) Museu da Idade Média, construído sobre termas romanas (estação Cluny La Sorbonne - linha 10 e RER B); 3) Faculdade Sorbonne e Jardim de Luxemburgo (estação Cluny La Sorbonne - linha 10 - você vai subir a pé o Boulevard Saint Michel, passando pela Sorbonne até o Jardim de Luxemburgo); 4) Jardim de Tuileries, Place de La Concorde e Museu do Louvre, por fora (estação Concorde ou Tuileries - linha 01); 5) Fim de tarde em Montmartre, procure chegar por volta das 18:00hs pra ver o ascender das luzes na cidade (estação Abbesses, linha 12, e depois pegue o funiculaire até o topo do morro - o ticket é o mesmo do metrô e ônibus). Antes dê uma volta por Pigalle, para conhecer os antigos cabarets, como o Moulin Rouge. De lá, vá a pé para o funiculaire; 4º dia (Terça-Feira) - Palácio de Versailles (estação Versailles Rive Gauche, RER C) / À noite, vale a pena fazer um passeio de barco pelo Rio Sena, mas compre os ingressos antes, pela manhã, no Quai (cais) em frente à Notre Dame, basta descer a escada até a margem do Sena que você vai encontrar o guichê). 5º dia (Quarta-Feira): Tour de compras, conhecendo os grandes magasines de Paris: 1) Galeries Lafayette (estação Chauseé d'Antin - linha 09 ou 07); 2) Printemps (ao lado da Lafayette); 3) Bazar Hotel de Ville - BHV (ao lado da Prefeitura - estação Hotel de Ville, linha 11 ou 01). 4) Rue de Rivoli; 5) Boulevard Haussmann - No início da noite, vá ao museu do Louvre - às quartas feiras tem entrada mais barata, se não me engano a partir das 15:00hs e o museu fica aberto até às 21:45h. Minha sugestão é você fazer um tour light pelos shoppings e ficar no museu até fechar. Não deixe de ver a Monalisa, a Vênus de Milo, as salas egípcias e a Vitória de Samotrácia. Mas não esqueça de largar as compras no hotel! 6º dia (Quinta-Feira) - Dia de ir embora, sugiro você fazer um passeio por algum dos lugares que visitou e deu vontade de voltar, ou então algumas sugestões: 1) Museu d'Orsay (RER C); 2) Cemitério Pere Lachaise (estação Pere Lachaise, linhas 03 ou 02); 3) Parc de La Villette - museu da Ciência e da Indústria (estação Porte de La Villette, linha 07); 4) Place dês Vosges, linda praça medieval onde morou o escritor Victor Hugo (metrô Bastille, linha 01 ou 08); 5) Museu Rodin (ao lado do Museu d'Orsay); 6) Catacumbas de Paris (estação Denfert-Rochereau); 7) Chateau de Vincennes (estação Chateau de Vincennes, linha 01). Igreja de Saint Denis, onde estão enterrados os reis franceses (estação Basilique St-Denis - linha 13) 9) Opera Bastille (estação Bastille, linha 05 ou 01). 10) La Defense, a parte moderna de Paris (estação La Defense Grande Arche - linha 01). 11) Pantheon, onde estão enterrados os grandes nomes da França (estação Maubert Mutualité, linha 10 - saindo na Place Maubert, subir a Rue des Carmes até a praça do Pantheon). Alimentação: - Fast food - Quick (cadeia francesa de hambúrgueres, muito boa), Mc'Donalds, Burguer King e Pomme de Pain (cadeia francesa que faz deliciosos sanduíches em baguetes). - Creperias espalhadas pela cidade - tem crepe de tudo o que é gosto. É pra comer em pé, no meio da rua. Bom pra matar a fome no meio da tarde. - Rue de Saint Severin (fica no Quartier Latin, perto da Place Saint Michel) - tem vários restaurantezinhos, bistros franceses, gregos, pizzarias, todos com as famosas formules que variam de acordo com o cardápio, mas incluem entrada, prato principal e sobremesa (os mais baratos você encontra na faixa de 10 euros por pessoa). - Bandejão da Galeries Lafayette, fica no 6º andar, tem pratos baratos e gostosos. Um bife de hambúrguer com um acompanhamento e molho de pimenta (o famoso molho poivre) custa 6,00 euros. - Rue de Moufetard: fica no Quartier Latin, paralela à Rue des Ecoles, sentido Pantheon (contrário ao Rio Sena). Tem vários restaurantezinhos gostosos. - Supermercados: Monoprix, Prisunic, Carrefour e FranPrix - Se puder gastar mais um pouquinho e comer bem, não deixe de ir a dois restaurantes: Bistrô Romain, que tem as formules também e os acompanhamentos que você escolhe são à vontade, ou o Hippopotamus, que é uma casa de carnes, muito boa. Não é um absurdo de caro, mas não é o mesmo preço de um fast food ou dos bistrôs que se encontram em cada esquina de Paris. Tem várias filiais espalhadas por toda a cidade. - Restaurante Il Pescatore (Rue des Ecoles, nº 28 - esquina com a Rue des Carmes, no Quartier Latin) - restaurante italiano muito bom, com dono e cozinheiros italianos. Tem um menu que tem uma pizza enorme de entrada e dá pra dividir com outra pessoa que pode comer somente um prato à parte. É um meio interessante de se economizar. Um menu de 10 euros mais um prato de 7 euros pra outra pessoa. Sai em conta pela qualidade da comida. Noite: - Além do passeio de Bateaux pelo Rio Sena, Paris tem ótimos lugares pra sair à noite. Alguns lugares que recomendo, porém nunca fui: 1) Rex Club - boate excelente, tem dias que a entrada é de graça - Boulevard Poissoniere n° 5 (estação Bonne Nouvelle, linha 08). 2) Batofar - é uma mistura de bar boate que fica dentro de um barco atracado no Rio Sena (fica em frente ao Quai - cais - François Mauriac, estação Bibliotheque François Mitterrand, linha 14, ou Quai de La Gare, linha 06). 3) Buddha Bar - é o bar mais badalado de Paris, mas ouvi que um drink custa 15 euros! É facada, mas se quiser trocar um jantar por um drink lá: Rue Boissy d'Anglais (estação Concorde - linha 14). Preços Maio de 2004: 1) Carnê do metrô - 10,50 euros. 2) Carte Orange - 15,40 euros. 3) Média de jantar em um bistrô com o menu mais barato - 11,00 euros por pessoa, sem bebida. 4) Três hambúrgueres, duas batatas fritas e duas cocas no Mc Donalds - 9,00 euros. 5) Ingresso no Louvre - 8,50 euros. 6) Pichet (jarra de vinho da casa, tem na maioria dos restaurantes) - média de 6,00 euros, pela jarra de 450ml. 7) Uma garrafinha de coca-cola no restaurante - 2,50 / 3,00 euros. Água mineral - mesmo preço da coca-cola. 9) Pão baguete de entrada e água - de graça. Em todos os restaurantes de Paris (com exceção do bandejão da Lafayette onde o pão custa 0,50 euros), o pãozinho servido de entrada, numa cesta, e a garrafa de água da torneira são de graça. 10) Garrafa de vinho no mercado - um bom vinho sai, em média por 7,00 euros, mas existem outros de até 2,00 euros. 11) Entrada para a EuroDisney - 40,00 euros. Dicas: 1) Se forem a Torre Eiffel, escolham um dia de sol e pouco vento. Geralmente a fila é quilométrica e você tem que ficar alguns bons minutos na fila pegando um vento frio de matar, já que lá é muito aberto. 2) O Louvre é de graça no primeiro domingo de cada mês, mas em compensação a fila é coisa do outro mundo. Todos os domingos os próprios parisienses vão aos museus, então prefira um dia de semana. 3) Cuidado com o pescoço quando for fazer o passeio de barco pelo Rio Sena, principalmente se ficar sentado no andar de cima dos barcos, que são abertos. É dor de garganta na certa no dia seguinte. 4) Nas estações de metrô, principalmente naquelas onde ficam as estações de trem e a estação Chatelet e Les Halles (a maior estação de metrô de Paris), atenção com os batedores de carteira. 5) É preferível andar de ônibus a de metrô. O ônibus é bem mais civilizado e você, além de ir conhecendo os caminhos ainda aprecia as vistas da cidade. 6) Se for fazer algum passeio de trem a uma outra cidade, fique atento com o horário de partida. O trem não atrasa um minuto sequer. Calcule bem o tempo desde a saída do hotel. 7) Se for passar um domingo em Paris, não deixe de ir a Montmartre. Os artistas e o povo lotam as ruas da colina principalmente no primeiro dia da semana. Nos outros o grande fluxo é somente de turistas. É mais caro tomar um café sentado do que em pé. Quase todos os bares adotam essa regra.
×
×
  • Criar Novo...