Ir para conteúdo

Claudia_RJ

Membros
  • Total de itens

    13
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Claudia_RJ

  • Data de Nascimento 25-02-1975
  1. Voltei depois de algum tempo para falar da bota. É realmente muito boa, mas o cano muito alto me estressa a canela. Tenho medo de fazer trilhas longas (2 ou tres dias) com ela por causa disso... A impermeabilidade dela é sem comparação e o amortecedor do calcanhar até é interessante. Parece que te joga prá frente quando vc anda. Prá trilhas quentes eu comprei um tenis Salomon Trail...Extremamente leve, é impressionante. Ótima prá hora da corrida. Não é impermeável mas o modelo é daqueles que joga a agua pra fora quando vc pisa. Prá praia ou outros lugares quentes é muito bom. Comprei também uma nômade de kevlar, extremamente confortável...fiz a travessia petroxtere sem machucar nadinha do pé. Bastante impermeável e o solado não escorrega na pedra. Acho que é a mais versátil para o clima brasileiro. É a que eu indico atualmente.
  2. A bota chegou na terça!!! Ainda não usei. Aqui no Rio tá um calor infernal e a trilha que fiz hoje foi para uma cachoeira...Preferi fazer de tenis por ser mais pratico e fresco. Maaaaas, domingo vou usá-la de qq jeito. Vou testá-la numa trilha que tem uma escalaminhada. Vamos ver como a danada vai se comportar. A bota me pareceu muito boa e extremamanente resistente. O cano é mais alto do que eu estou acostumada, ainda vou ter de me adaptar pois gosto de dar umas corridas e isso limita um pouco o movimento, por outro lado, deixa o tornozelo muito mais seguro do que a minha antiga. Eu já gosto de torcer o meu pé esquerdo. Não senti nenhum ponto no pé onde a pressão pudesse incomodar, mas isso só vai dar para saber depois de caminhar por muitas horas. Prá quem se importa com isso, ela não tem nada de couro, o que prá mim é uma grande vantagem!!! É bem robusta, parece aquelas de andar na lua (rssss), sem ser muito pesada (550g pra uma bota com um cano gigantesco achei bem razoável). Segunda-feira conto como foi.
  3. Já fui sim, várias vezes!!! E só encontrei de 35 prá cima...Eita, Murph que não me deixa. Quer dizer que lá tá em promoçao??? Vou ver se encontro um tênis por lá, então. Valeu!
  4. Nao é desproporcional se vc estiver acostumada a carregar peso. Eu sou praticamente uma mula kkkkkkkkkkkkkkk Quanto mais espaço eu tiver, sei que mais coisas levarei. Agora, mais do que 68 litros eu acho que não consigo carregar confortavelmente. Da última vez, pesei a mochila e estava perto dos 15 kg...Não me arrisco a carregar mais do que isso. Vc tem de conhecer o seu limite. Se vc for alta, até da pra arriscar mais, mas eu sou tampinha. Mas, tb já fiz travessia petro x tere em 3 dias com uma cutlo de 42 litros e deu tudo direitinho, socadinho, mas direitinho. Claro que tive de deixar o saco de dormir do lado de fora, coisa que com uma de 60l ou mais vc não precisará fazer e a comida foi contadinha. Eu estou pensando em comprar uma de 40 litros ou coisa parecida justamente pra reduzir o tamanho da mochila em viagens de dois dias (coisa que eu faço bastante)...Neste caso, eu acho a de 68 exagerada. Então, decida baseada no peso que vc consegue carregar e no tempo que a maioria das suas viagens vai levar.
  5. Eu priorizaria o conforto pra trilha de dia e o aquecimento a noite. Na trilha ou mesmo caminhando no asfalto num mochilão, exceto na neve que já fiz com sapato inadequado e minha vontade era cortar o pé fora de tanta dor que o frio causava, vc não vai sentir muito o frio no pé. Como a gente passa horas e horas andando, creio que o conforto seja o principal...Impermeabilidade deixa com a bota. Agora, a noite, por outro lado, o frio vai pegar forte. Como se anda pouco a noite, priorize o aquecimento.
  6. Nesse ponto eu sou muito sortuda. Odeio meias grossas com todas as minhas forças. Usar duas meias, então, seria o fim do mundo. Me dá muita agonia. Só uso meia vagabunda e nunca tive bolha. Se está chovendo muito ou se dei bobeira e enfiei o pé na água, continuo o dia inteiro com a meia molhada mesmo. Da última vez, fiquei dois dias com o pé molhado pq o sapato enxarcou e estava uma friaca gigantesca.Não pegou nada, nem uma bolha, nem uma frieira... Já pensei em comprar uma selene prá ver qual é, mas quando vejo na C&A aquele pacote com um monte de meias por 10 reais não resisto hehehehe Como tenho pé pequeno, até aquelas infantis com atiderrapante na sola (umas bolinhas brancas) já foram prá trilha. Adorava a minha de morcegos que brilhava no escuro kkkkkkkkkkkkk.
  7. Eu sempre usei mochila Trilhas e Rumos (faz uns 15 anos). Comprei uma nova agora e achei muito boa tb (Crampon 68). A minha era bastante antiga mas aguentou o tranco (inclusive um mochilao que fiz pela america do sul para machu picchu passando por 5 paises). Na ultima travessia petropolis x teresópolis a minha velhinha pediu arrego e eu a aposentei. Essa nova é bem mais confortável e cheia das modernidades. Gostei!
  8. Os extremos são sempre problemáticos kkkkkkkkk Eu já pensei em usar de criança, mas muitos modelos a numeração para em 33 e eu tenho medo de não ser uma bota tão tecnica e robusta quanto o modelo de adulto. São mais baratas e imagino que seja por não ter a mesma qualidade. Plo menos, os sapatos de criança qu utilizei eram super desconfortáveis e duraram pouco, afinal, pé de criança cresce e não adianta fazer algo que vai durar 5 anos.
  9. Eu tenho uma 68 e acho bastante espaçosa e confortável. Usei poucas vezes ainda e na última ida ao pico da Bandeira me incomodou um pouco no ombro (nada de mais), coisa que a minha outra mochila T&R velhinha da idade da pedra nunca fez...Deve ser problema de ajuste, não estou acostumada a tanta tecnologia heheheheh. Por outro lado, a barrigueira ficou perfeita...Na ultima travessia petro x tere que fiz com a mochila antiga o atrito com a pontinha do osso ilíaco fez um belo machucado de cada lado. Carrego tranquilamente uns 15 kg nela, o que pra mim é bastante (tenho 54kg e 1,62m). Não me vejo carregando mais peso do que isso, principalmente em travessias. A mochila de ataque é ótima, pois a minha mochila de trilhas é uma Curtlo 27, o que as vezes é grande demais, principalmente prá colocar dentro da cargueira. Como faço algumas exploraçoes, deixo a cargueira no camping, coloco duas garrafinhas dágua, uma lanterna, um anorak e vou pro mato. Ela vem com espaço prá colocar um Camelbak, mas eu não curto muito, prefiro meu squeeze. É uma mochila que eu recomendo pelo preço e conforto. Já usei cargueira da Curtlo e tb achei muuuito boa, mas é mais cara.
  10. 35 é mais fácil de encontrar. Sempre vejo pelo menos um parzinho da Snake, Bull Terrier, Nômade etc nas lojas. Ela faz trilha pesada com frequencia??? Sei que muitos discordam, mas gosto muito da Bull Terrier, pena que ela não é muito resistente. Acabo com uma em alguns meses. Mas, ela gruda bem na pedra e fica muito confortável no meu pé que é fino. Acabei comprando pela internet mesmo sem experimentar. Na verdade, experimentei dois outros modelos da Salomon e gostei bastante. Resolvi arriscar. Por ser Salomon acho que ruim não vai ser. Se não for maravilhosa, tambem não tem problema pois custou 270 reais, mais barato do que qq bota impermeável comprada em loja real. Ela chegará na semana que vem e no final-de-semana já vou utilizá-la no sábado e no domingo...Segunda eu venho aqui dizer se detonou meu pé ou não hehehehe Agora é recomeçar a busca por um tênis tb impermeável, mas que seja fresco...O meu Snake além de ser desconfortável prá caramba já está com a sola lisiiiinha lisiiinha. Valeu!
  11. Marcelo, obrigada pelas boas-vindas! Eu já experimentei a Nômade Titã e ela me pareceu muito confortável. Tô querendo encontrar a de Kevlar. Acho que essa aguenta o tranco. Só espero que não descole. O que me chamou a atenção nessa Salomon que postei foi o preço. Um vendedor me falou que ela saiu de linha, o que explica tamanha promoção. Mas, não soube me falar nem bem nem mal da bota. Uma Salomon por 270 reais é muito tentador: http://www.orientista.com/produtos_descricao.asp?lang=pt_BR&codigo_produto=85 Valeu!
  12. Quero comprar uma bota Salomon mas calço 34 e quase não encontro nas lojas pra vender. Se alguem tiver dica de onde encontrar no Rio de Janeiro, ficarei muito agradecida. Só encontrei um modelo na On The Rocks (no Downtown) e outro na Casa do Alpinista, mas são lojas mais carinhas e sei que posso encontrar mais barato. Na internet eu encontrei a Bota Salomon Revo Gcs Gtx por um bom preço e gostaria de saber se alguem aqui já utilizou. Achei estranho ter aquele amortecedor no calcanhar, acho que pode prejudicar a estabilidade na trilha... Dentre os modelos da Salomon, quais os indicados para quem faz trilha pesada, com pedra, água, lama etc com muita frequencia??? Meu tenis Snake com 6 meses já estava pedindo arrego! Não recomendo o modelo Run V22 para ninguém. Obrigada.
×
×
  • Criar Novo...