Ir para conteúdo

Ernani Felippe

Membros
  • Total de itens

    28
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Caro Robson Parabéns pelo relato. Tenho lido muito sobre viagens de moto pois sou um apaixonado por duas rodas e estou sempre programando a próxima. Confesso que foi o melhor relato que lí até hoje. Simples, objetivo, com as informaçoes necessárias e sem supervalorizar as dificuldades, tão comuns nestas estórias. O giro que vamos fazer pela Bolívia é diferente, mas as tuas dicas caíram como uma luva..... E pensar que ano passado quase fizemos juntos a transamazônica....... Quem sabe não vamos ao Alaska juntos? Qualquer dia passo por aí, afinal pensava que vc morasse em Minas Gerais.. Forte abraço Ernani
  2. Blz Estamos no aguardo. Rapaz, bem que gostaria de dar uma chegada nos EUA mas tenho uma viagem marcada com um grupo de São Luis para um giro pelo Salar de Uyuni e Vale do Colca em novembro agora. Não posso gastar muita grana, mas estou pensando sim em ver os preços e trazer algumas coisitas ...
  3. Putz cara. Preciso de um imenso favor se possível. A viagem para o Alaska em junho ou julho do ano que vem está de pé, mas surgiu um problema e as informações que temos está muito contraditória. Um parceiro que mora nos EUA e que iria fazer 30 dias (conosco até o Alasca), desistiu pois sua mulher quer retornar ao Brasil até o fim do ano. Acontece que para comprar as motos por lá, precisamos de um endereço para concluir a legalização das motos para a viagem (estou de olho numa Kawasaki KLR 650). Este não é mais o problema pois um brasileiro que trabalha no segmento de motos em Miami oferece o endereço dele. Acontece que ele nos informou que a documentação pode levar até 60 dias para ficar ok???????????? (Pior que no Brasil????, não acredito). Esta é a pendenga. Se vc passar por uma agência ou concessionária de motos, não conseguiria uma informação a respeito? Num site americano a informação é a de que a coisa é rápida, mas 60 dias seria impraticável. O resto está tudo OK, levaremos o básico que temos e o que faltar compramos por lá mesmo. Se vc conseguir a informação te deverei uma cerveja ok? rsrsrsrssr Me conte sobre a tua viagema passeio, quem sabe..... forte abraço Ernani
  4. Olá Robran Estive semana passada em Porto Alegre e liguei para o escritório da representação do Paraguai afim de consultar sobre a minha pendencia de saída daquele país. a informação correta é que este problema é resolvido diretamente na fronteira (na Aduana). É só pagar uma multa que o sujeito me informou ser de aproximadamente R$ 150,00. Um amigo meu da PF que trabalha no setor de portos de São Luis do Maranhão já havia me informado que provavelmente a solução seria esta mesmo. Portanto acho que seu caso é o mesmo. Tente ligar para a representação mais próxima de sua cidade. Forte abraço Ernani
  5. Valeu Robran, seria bom se vc fizesse parte desta brincadeira. Já fizemos nossa reuniao com o parceiro que mora em L. A., está tudo oquei e a compra das motos por lá é tranquilo. O roteiro recebeu alguns retoques em função do conhecimento do Yuri. Ficaremos uma semana em L.A. para comprar, equipar e testar as motos, além de fazer um tour pelas praias que ele diz serem muito legais. Dependendo do que comprar, tenho um amigo customizador que ficaria com a magrela (se fosse uma HD tipo Sportster 883). Se for mesmo a KLR eu nem vendo... Penduro na parede e fica de suporte para as canecas de cerveja kkkk. Por falar em Paraguai, tenho que dar um pulo até lá para resolver uma pendenga na Aduana. Dizem que eu não dei saída do país em 2009 quando fui ao Chile, atravessando de Ciudad del Este até Assuncion. Como esteano em novembro vamos até o Salar de Uyuni entrando pelo mesmo camnho, devo encarar os hermanitos.... Abração
  6. Olá Marcio Estou pensando numa Kawasaki KLR650 que é muito utilizada pelos norte americanos em viagens e que possui uma boa rede de atendimento nas tres américas, excluindo o Brasil rsrsrs. Inclusive ano passado encontrei na Bolívia tres americanos vindos de lá com essas motos. São leves e confiáveis. Seu custo está entre US$3000,00 e 4000,00 (usadas), tenho alguns sites de lojas que as vendem por lá. Também penso em uma BMW gs650 ou a F650(que é uma 800). Os outros dois eu nao sei, mas pretendo uma moto confiável, econômica, de baixo custo e que tenha mercado no Paraguai, Chile ou Argentina para depois vendê-las . O ano deve ficar acima de 2008 ou por aí...É claro que como o Yuri mora nos EUA, ficará fácil de escolher motos em bom estado. Eu penso em 4 meses, porque tenho tempo kkkkk (esto aposentado), mas o trecho EUA,Canadá,Alaska,Canadá, EUA pode ser feito em próximo a 2 mese, dependendo do ritmo, interesses, etc, etc Já tenho um roteiro baseado em viagens de outros brasileiros, mas na 1ª emana de março estaremos reunidos para os prmeiros passo... Logo eu darei mais detalhes. O custo diario seráentre US$ 100,00 e 150,00 (comusivel, alojamento e rango) é claro que dependendo do tipo de viagem q cada um quer fazer Abraços Ernani
  7. Olá pessoal Eu e mais dois parceiros estamos programando uma viagem de moto ao Alaska em 2014. Eu e o Odair moramos na região de Florianópolis. O Yuri (sobrinho do Odair, mora em Los Angeles) Dia 5 de março próximo, o Yuri estará aqui para definirmos o roteiro e outros assuntos pertinentes, trará o seu conhecimento da região e algumas informações que já solicitamos. A idéia inicial é ir de avião até L.A. e de lá em motos adquiridas previamente pelo Yuri (cada um escolherá um modelo e ano), depois seguir viagem e retornar com ela até o Brasil onde nos desfaremos vender ou desmanchar ou pendurar na parede hehehehehe. Estamos alinhavando o roteiro e colhendo informações Alguém com vontade de participar??? Abraços motoetílicos Ernani
  8. Ernani Felippe

    Caral

    Olá pessoal Será que dá para chegar em Caral de moto? Gostaria muito de dar uma passada por lá.... Obrigado
  9. Olá Fabio Se a sua viagem nao sair na data programada, tem muta gente baixando prá lá em qualquer época (até maio ou junho, depois nao dá mais). Eue mais dois camaradas estamos pensando fazer algo parecido, em março. Descer até Ushuaia e voltar fazendo a carretera austral, mas nao sabemos por onde. Estamos estudando as rotas ainda. Se quizer pode unir-sea nós. Eu e outro parceiro(que talvez vá) somos de Florianópolis e o outro é de Porto Alegre. Nenhum de nós entrou em Ushuaia ainda, mas conhecemos bem algumas estradas da Argentina e Chile. Nossas motos sao diferentes e isso nunca foi problema como as idades idem. Só nao rodamos quando escurece, o resto pode ser modificado sempre em acordo.. Abraço
  10. Verdade verdadeira... O vento pode nao estar presente num dia, mas no outro ele aparece... Por falar em rípio, no meu retorno ao entrar em Bariloche, procurei uma oficina (taller de moto) para ajustar a corrente, lavar e lubrifica-la... Ao falar com o mecânico (um sr. de idade bem madura) sôbre o desgaste que o pó do rípio acarreta nas correntes e a dificuldade que eu enfrentei com a minha shadow, êle disse categórico: Não existe moto adequada para o rípio. O rípio nao foi feito para se andar de moto, porisso, muita cautela...... E olha que era um argentino veterano que mexe com motos a várias décadas. Mas isso não impede em nada que não possamos ir a qualquer lugar ( se os navegantes descobridores estiveram por lá com suas caravelas, porquê nós não podemos passear com máquinas muito mais modernas e roupas melhor adequadas?????? Acho que o nosso amigo deve enfrentar o passeio até porque nao é um lugar super isolado no planeta, mas se tiver alguém por companhia, certamente será melhor....
  11. Concordo com vc China... Acho que um bom saco de dormir(para temperaturas baixas) funciona bem. O problema maior é a chuva e os ventos que na madruga é f., neste caso se não houver proteção lateral, tipo uma barraca, o cara vai cavar um buraco no chão duro pra se acomodar..... Quanto a moto, sabemos: todas vão dependendo de como o sujeito pilota. Eu fui de Shadow 600 e, andando devagar no rípio, a coisa vai. Encontrei um parceiro em El Bolsón e estava de Hornet. Ele disse que é ruim de pilotar no rípio, mas estava lá. Na verdade não é uma moto boa para o rípio e vai judiar do amigo, mas..... Abraços e vá consultando e perguntando....
  12. Aí Danilão Valeu... Agora acho que a estória sai...Estive com problemas domésticos, mas a coisa tá se ajeitando.. Acho que la pelo dia 15 ,caio na estrada, com o objetivo de catar informações: estado das estradas, postos de abastecimento com comida, banho, etc. Borracharias , pedágios, buracos, dormitórios, etc. Estou pedindo ajuda a todos os motociclistas, para criarmos um banco de informações para os viajantes das duas rodas. valeu Ernani
  13. Maravilha Vitor Obrigado mesmo pela dica, farei isso. Quando estiver proximo entrarei em contato Beleza.no descansar, tomamos uma cerveja, valeu Ernani
  14. Olá Emerson Que alegria ver o seu contato, estive te enviando várias mensagens e não recebi retorno. Como está vc? Precisamos conversar.....
  15. Olá Fabio blz? Não tenho data definida, mas lá pelo dia 10 ou 15 de julho. Vc pretende cair na estrada quando? Ernani
×
×
  • Criar Novo...