Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

zaponga

Membros
  • Total de itens

    10
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Buenas D FABIANO, Obrigado pela resposta. O problema é confiar nos caras da rodoviária... Em Paso de los Libres tem alguma casa que pratique dolar blue? Abraço.
  2. Boa tarde pessoal, Alguém sabe indicar casas de câmbio em Paso de los Libres que tenham uma boa cotação? Abraço.
  3. zaponga

    Aconcágua

    Pedrata, OK, obrigado. Vou abusar um pouco. Quero ir até Las Cuevas, no monumento Cristo Redentor de los Andes, que fica antes do túnel. Pelo que vi nos mapas a aduana é bem próxima do túnel, correto? Neste caso eu não preciso fazer os trâmites de saída do país para ir até Las Cuevas, confere? Em 2012 eu e minha demos uma volta de carro de 10.500km pelos países vizinhos e uma das cruzadas pelos Andes foi de Santiago a Mendoza, mas não lembro onde eram as aduanas. Abraço.
  4. zaponga

    Aconcágua

    Buenas Pedrata, Sim, o parque é argentino. Então posso passar direto pela aduana? Sem dar satisfações. Abraço.
  5. zaponga

    Aconcágua

    Buenas pessoal, Para ir de Mendoza até o parque é necessários fazer os trâmites de saída do país na Aduana Argentina? Irei de carro. Abraço.
  6. Boa noite pessoal, Esta foi minha segunda viagem a Bariloche e região, no ano passado eu e minha esposa fizemos uma volta pela América do Sul, desde o Brasil, com nosso carro. Gostamos tanto que decidimos voltar este ano e levar os nossos pais junto. Então estivemos em Bariloche e região entre os dias 10 e 17 de Agosto, 6 pessoas no total. Como já escreveram aqui, havia neve na base do Catedral e bastante neve no parque Piedras Blancas. No Cerro Campanário não havia neve. No Cerro Bayo, em Villa la Angostura, pegamos uma verdadeira nevasca no dia 15, muito show! Na rota dos 7 lagos também havia muita neve. Quem for agora com certeza pegará neve no Catedral e no Cerro Bayo, e com sorte também poderá ver neve caindo. Troquei dólares por pesos a 8,20 na padaria Andinita, em frente a loja de câmbio Sudamerica, esta padaria fica aberta inclusive nos domingos até as 22h. Na Sudamerica também estava 8,20. Agora a cotação deve estar melhor, então o melhor é comprar dólares no Brasil e trocar estes por pesos em Bariloche. Aluguei roupas em uma loja nos fundos da galeria onde tem a Cebron na entrada, muito barato, 400 pesos pelo fardamento completo para 3 pessoas para 2 dias, apenas as botas não eram boas. Hospedagem: Bariloche - Hostel Estación Sur USD 55,00 por noite em um quarto para 6 pessoas. Muito barato mas bastante simples. Para mochileiros. Nossa família é simples então ficamos bem, mas não recomendo caso queiram conforto. Villa la Angostura - Hosteria Portal de Piedra R$ 300,00 por noite em um quarto para 6 pessoas, na verdade era um espaço com dois andares sendo que haviam dois quartos separados. Excelente hotel com piscina aquecida e construção rústica. Recomendo este hotel! Pucón (Chile) - Cabañas Los Cantaros de Pucón USD 70,00 por noite em uma cabana com dois quartos e cozinha, para 6 pessoas. Não tinha aquecimento nos quartos mas ainda assim confortável. Ótimo atendimento. Fica entre as cidades de Villarica e Pucón, próximo a rota 199 e ao lago Villarica. Recomendo estas cabanas! Buenos Aires - Hostel Parada USD 40,00 por noite em um quarto para duas pessoas. Bastante simples, sem elevador, mas bem localizado para uma visita rápida ao centro de BsAs. Para mochileiros. Recomendo procurar outro hotel. Aluguél de carro: Aluguei uma Kangoo com o mesmo dono do hotel de Villa la Angostura, entregue e devolvida no aeroporto de Bariloche. USD 549,00 com 1400km livres por uma semana. Este valor incluía correntes para neve e permissão para ir ao Chile. O combustível é a parte, claro. O site é rentacarexpress.com.ar e o contato é o Alejandro. Excelente atendimento. Recomento! Atrações imperdíveis: Bariloche - Piedras Blancas (esquibunda), Cerro Campanário (vista incrível), Cerro Catedral (se for esquiar). Fizemos também o passeio de barco ao Bosque dos Arrayanes e Isla Victória, na área vip do barco Cau Cau, vale a pena. Villa la Angostura - Rota dos 7 lagos até San Martin de Los Andes (rota 234) e retorno pelo Paso Córdoba (rota 63) e Villa Traful (rota 65) até Villa la Angostura. É necessário verificar o estado das rotas 63 e 65 antes de partir. Cerro Bayo, para esquiar e apreciar a vista. Pucón (Chile) - Termas Geométricas (ir quando ainda estiver claro e ficar até escurecer), Vulcão Villarica, cuevas vulcânicas. Ida pelo Paso Cardenal Samoré e rota 5 e volta pelo Paso Tromen (Mamuil Malal) até Junin de Los Andes (Argentina) e então passar pela Rinconada e Vale Encantado (rota 40) de volta a Bariloche. Se tiver tempo vale muito a pena esticar até Pucón! Buenos Aires - Passeamos brevemente pelo centro e Puerto Madero, algumas construções lembram muito Paris. Gastos: Estimo que gastamos, entre as 6 pessoas, uns 19.000,00 pesos Argentinos, os quais foram comprados a taxa de 8,2 pesos por cada dólar no câmbio paralelo. Então foram uns 2.315,00 dólares em uma semana. Estão inclusos a alimentação, a gasolina, os passeios/atrações, presentes (foram poucos), aluguél de roupas e outros gastos gerais. Não estão inclusos os hotéis, passagens de avião e aluguél do carro. Não esbanjamos, mas fizemos tudo que tivemos vontade e o passeio acabou ficando bem econômico. Eu tentarei verificar o post caso alguém faça alguma pergunta, mas pode demorar devido a falta de tempo. Grande abraço a todos e boa viagem!
  7. Boa noite pessoal, Obrigado pelas respostas Bruno e Samy. Refiz as contas e resolvi trocar os reais por dólares aqui e posteriormente por pesos em Bariloche. Sobre ter pesos na chegada para o transporte, alugaremos um carro (retirada no aeroporto). Abraço.
  8. Boa noite pessoal, Estou indo para Bariloche no sábado (10/08), pelo que li no fórum o mais aconselhável é levar dólares, mas posso levar reais que também encontrarei uma boa cotação. Apenas para ficar tranquilo, posso levar somente reais sem medo ou podem haver dificuldades para trocá-los? Abraço.
  9. Amigos mochileiros, Eu e minha esposa viajaremos de carro para o Chile, passando por Uruguai e Argentina, entre 25/Agosto e 16/Setembro (datas não fixas), e gostaríamos de esclarecer algumas dúvidas. Já pesquisei bastante mas ainda não encontrei o que procurava. Primeiro em relação ao tempo, para definir as datas: É provável ter problemas no Paso Cardenal Antonio Samoré no final de Agosto devido a neve? Este passo fica fechado durante alguma parte do inverno ou apenas em dias de muita neve? E no Paso Los Libertadores no início de Setembro? Mesmas dúvidas acima. Obrigado pela ajuda. Isoé.
  10. Boa tarde a todos, Eu e minha namorada também estamos planejando uma viagem Argentina/Chile/Uruguai para o próximo ano. Ainda não decidimos se iremos em Março/Abril ou em Julho/Agosto. Esta dúvida vem do fato que gostaríamos de ver a neve caindo, mas ao mesmo tempo não queremos pegar muita chuva, especialmente na região de Purto Montt/Chile e San Martin de los Andes/Arg. Por favor, quem já esteve por lá nestas duas épocas, nos ajude com alguns esclarecimentos: Há neve nos montes altos em Março/Abril? Realmente chove muito em Julho/Agosto? As estradas de passagem pelos Andes são fechadas constantemente no inverno ou não? Nos descrevam algumas experiências, por favor. Desde já agradeço. Isoé.
×
×
  • Criar Novo...