Ir para conteúdo

freespirit

Membros
  • Total de itens

    10
  • Registro em

  • Última visita

Sobre freespirit

  • Data de Nascimento 27-12-1978

Bio

  • Ocupação
    Fisioterapeuta

Conquistas de freespirit

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Dgrapiuna, Gostei muito do seu relato, mais conciso. Espero o restant ansiosa. Estou fazendo a viagem esse mês. Valeu!
  2. Obrigada Edver, Desculpe haver repetido, é que a viagem está chegando e estou um bocado ansiosa. É meu primeiro mochilão no frio e surgiu a oportunidade de última hora. Serei mais cuidadosa na próxima vez. Valeu!
  3. oi Pessoal! Muito bom o " faça vc mesmo". Eu tive a capa de chuva da minha mochila roubada no aeroporto da Venezuela. Queria fazer outra. Vou para a Pantagônia essa semana. Que material uso? Abraços.
  4. Oi Pessoal! Algué sabe onde posso achar sacos de dormir e outros equipamentos no Paraguay, Uruguay ou Argentina? Valeu!
  5. Oi Noiscasa, Muito bom seu relato! Bem completo. Queri saber sobre o seu equipamento. O que levou? Quais eram seus sacos de dormir? Valeu! Ju
  6. Eu jáo mochilei com três câmeras fotográficas (mergulho, profissional e portátil) por países como Colômbia, Brasil, Venezuela, Panamá... e até no continente africano e não tive problema algum. É só não "dar bandeira" ou ostentar. Realize seus desejos e muita sorte na trip.
  7. Olá! Eu parto dia 15 para um mochilão de última hora. Penso em comprar meus equipamentos fora do Brasil. Sou do nordeste, só fiz mochilões no verão, não tenho roupa de inverno, nem um simples moletom. Começo por Foz do Iguaçu e minhas primeiras paradas em cidades grandes vão ser no Uruguay, Paraguay e Argentina. Já li bastante sobre o preço inferior dos equipamentos no Peru e na Bolívia, mas esses serão minhas últimas paradas e não li nada sobre os outros países. Alguém sabe se consigo achar algo de qualidade em Ciudad del Est? Onde acho roupas(equipamentos) boas e baratas em Buenos Aires ou em Montevideo? Antecipadamente grata, Juliana
  8. Eu concordo com o post anterior. Minhas viagens vão acontecendo e levam o tempo que têm que levar. um dia saí de casa para visitar uma amiga e fui imendando uma viagem com a outra e cheguei até a nicarágua. Foi a viagem menos planejada e uma das mais prazerosas da minha vida. Com quinze mil eu estou fazendo a América do Sul e parte da central em um ano. Fiz 4 meses, tive que voltar p casa, agora volto a viajar dia quinze. Sem datas ou passagem de volta, vou até onde para mim for prazeroso. Eu sou super econômica e uso muito couchsurfing, não só como opção de economia mas como ideal. Acredito que com vinte mil vc consiga fazer o a América do sul com conforto, mas nada de cinco anos, um ano no máximo. E já é muito bom para começar. Volta, trabalha, renova o pique e aí vc planeja outra aventura. Boa sorte!
  9. Oi Toti, Vc fez muito bem em incluir a Venezuela em sua trip. Muita gente não inclui mas ela é cheia de belezas naturais, você vai adorar. O mais importante a saber de lá é como fazer o câmbio. Nunca troque pelo câmbio oficial. Troque muito pouco no aeroporto/rodoviária. Tenta trocar uma parte na fronteira, outra troca onde for parar. O tour de canaimas é negociado em dólares. Lá eles não cambiam a bom preço. O melhor cambio foi em Santa Elena e em Isla Margarita, mas um vc não vai e o outro é no final. Achei mais fácil e barato chegar em Canaimas de Caracas. Dá uma olhadinha nisso. Eu fui a Canaimas e fiz a trilha de Salto Angel, é imperdível. Pesquisa bastante o preço dos tours porque tem diferenças muito grandes. Eu peguei um tour no aeroporto doméstico que negociei na rodoviária. O pessoal fica oferecendo. Negocia, é quase sempre o mesmo tour, mesmo com a diferença de preço. Vou procurar qual eu fiz para te enviar porque foi 100%. Em Santa Elena tmb tem o Monte Roraima que é lindo demais e a Gran Sabana. Passeia por lá. Eu fiquei no hostel backpackers, foi bom e eles oferecem os tours. Novamente, negocia bem o preço, baixa demais. Eu sentei na frente, tomei uma cerveja com o pessoal antes de decidir. Ganhei cortesia, amigos e preço bom. É caro mas é seguro. Se não quiser fazer o monte Roraima negocia com ele para aproveitar o carro que vai deixar o pessol na trilha. O motorista que vai pode ir dar uma volta com vc, conhecer os saltos, jazigas e etc. Se não comprou a passagem de avião, volta para o Brasil de ônibus mesmo. É tranquilo. Fiz o caminho contrário e foi blz. Passar da colombia para a venezuela já dá mais trabalho mas é tranquilo tmb, eu fiz Venezuela-Colombia. Na Colombia, se eu fosse vc, pulava Bogotá e ia para o Tayrona Park perto de Santa Marta. Aos arredores de lá também pode pegar a trilha da Ciudad Perdida, eu nõ fiz e é meu maior arrependimento da minha viagem. O pessoal que fez curtiu demais. É cara e leva muitos dias, dizem que vale a pena. Vi que vc está com o dinheiro contado, então vai p o Tayrona. O lugar é lindo, paradisíaco. Foi meu lugar predileto da Colombia. Não deixa de ir. Cartagena tmb é massa. As praias da cidade não são bacanas, tem que ir para as ilhas. Se vc está sozinho, fica na Casa Viena. É limpo e tem muita gente, é fácil demais fazer amizade e tem um bar e um terraço. Fica na Calle San Andrés, perto de tudo. Vc se locomove a pé para todo canto. Tem uma rua lateral cheia de pequenos restaurantes estilo PF com comida barata. E na mesma rua tem um bar cubano no qual eu ia todo dia hehehe. Dá tmb para ir para um vulcão pequeno que tem larva omo lama gelada. Vc entra e tem um pessoal que te faz uma massagem ótima. Vai durante a semana, com menos gente possível que a massagem dura mais hehehe. Depois tem umas senhoras no lago que te lavam e vavam sua roupa, é legal como experiência, a lama não te deixa afundar, sensação estranhássima. Pega o tour mais barato que achar, é tudo igual. Em todos os hostels dessa rua tem tours para lá. Próximo de lá tmb tem a Praia Blanca e Isla del Rosário. Passei bastante dentro da muralha, é o mais legal de Cartagena, se perca pelas ruelas. Qualquer dúvida é só perguntar, te escrevi um e-mail.
×
×
  • Criar Novo...