Ir para conteúdo

EL RASHID

Membros
  • Total de itens

    24
  • Registro em

  • Última visita

Posts postados por EL RASHID

  1. Estou indo para Torres del Paine agora em dezembro e para tirar peso da mochila gostaria de levar comida liofilizada pra trilha. Alguém aqui poderia me dar uma luz, se tem alguma restrição para o transporte dessa comida em voos internacionais(?)ou se vou ter problema no posto rodoviário argentino entre El Calafate e Puerto Natales (?) se não me engano, não se pode entrar com nada de origem animal em território argentino. Se alguém puder me esclarecer se vamos ou não ter problemas com o transporte de comida liofilizada, pois vamos em grupo e aí vai uma graninha considerável nesse produto, para de repente perder tudo em alguma situação alfandegária :o ...

    O SAG aprende todos os produtos de origem vegetal ou animal nas entradas de Chile,porem poderia comprar em Natales.Industrializados pode,veja o site http://www.sag.gob.cl

     

    Obrigado D Fabiano, dei uma olhada no link, mas na verdade vamos para TDP via argentina então ainda estou com dúvidas se levo ou não comida liofilizada, se teremos problemas para entrar com esse tipo de comida na argentina...(?)

  2. EL RASHID,

     

    eu fiz a trilha inca. Pelo que andei vendo, em termos de dificuldade, a trilha inca seria mais complicada que Torres del Paine por conta da altitude e do grande sobe e desce na variação de terreno que é por lá. E Torres del Paine seria mais complicado porque são 75 km, porém não teria tantos desníveis. Assim que voltar, pode postar suas impressões pra gente? As minhas principais dúvidas são: 1) as trilhas realmente são bem demarcadas e não é preciso ajuda de guia realmente? 2) Como é o terreno? (se puder tire fotos pra nós dos locais que achar mais difíceis, aqui na comunidade quase não tem fotos assim). Quanto à minha outra dúvida de hoje, pra que já foi pra lá, vou postar de novo pra galera ir dando mais dicas aí embaixo. Valeu, meu caro!!

     

    [email protected],

     

    Você fez o circuito W? Começou por onde? Quais foram seus campings pelo caminho? Pode distribuir aí pra eu saber mais ou menos como funcionaram as suas paradas em cada lugar?

     

    Dúvida geral:

    Como vou fazer o circuito W com mais uma pessoa, vamos deixar o hotel de Puerto Natales e ir pro parque. Lá ficaremos 5 dias mas voltaremos para Puerto Natales para dormir e seguir viagem no dia seguinte. Como vocês fazem com essa questão de hospedagem em Puerto Natales? Fecham 1 diária antes da trilha e 1 diária pra depois, na volta? Outra dúvida: temos 2 mochilas cargueiras e 1 de ataque, porém para o circuito vamos levar somente uma cargueira a de ataque. Queremos deixar coisas desnecessárias nessa outra cargueira. Existem lugares em Puerto Natales ou até mesmo no parque onde possamos guardar a outra mochila pra pegar no final da trilha?

     

     

    *3 dia - (07/12). Ônibus para Torres del Paine e Check-in em uma das entradas do parque, no caso aqui Laguna Amarga, para começarmos pela "perna do W" mais difícil do Trekking. Da entrada do Parque começamos o Trekking rumo ao Refúgio Chileno onde passaremos a noite (+- 14 Km).

    PREVISÃO DO PERCURSO: 12,5 KM.

     

     

    *4 dia - (08/12) saída do Refúgio Chileno(deixando as mochilas no refúgio) ainda pela 1ª perna do W até as Torres (famosas 03 torres) e depois retornando pelo mesmo caminho, pegando as mochilas e seguindo em direção ao Refúgio Los Cuernos.

    PREVISÃO DO PERCURSO: 24,5 KM.

     

     

     

    *5 dia (09/12) - Saímos do Refúgio Los Cuernos em direção ao Refúgio Paine Grande, passando pelo legendário Vale Francês (que fica na perna central do W) que todos os relatos dizem ser um lugar de rara beleza.

    PREVISÃO DO PERCURSO: 24,1 KM.

    <50-torres-del-paine-paisajes-flora-y-fauna-fantastico-sur-trekking-valle-frances-10.jpg>

     

    *6º dia - (10/12) Saímos do Refúgio Paine Grande para conhecermos o Glacial Grey e retornarmos ao Refúgio para descansar.

    PREVISÃO DO PERCURSO: 22 KM.

     

    *7º dia(11/12) - Trilha Paine Grande/Salto Grande/Pudeto e de lá, ônibus até Puerto Natales.

    PREVISÃO DO PERCURSO: (?)

  3. Estou indo para Torres del Paine agora em dezembro e para tirar peso da mochila gostaria de levar comida liofilizada pra trilha. Alguém aqui poderia me dar uma luz, se tem alguma restrição para o transporte dessa comida em voos internacionais(?)ou se vou ter problema no posto rodoviário argentino entre El Calafate e Puerto Natales (?) se não me engano, não se pode entrar com nada de origem animal em território argentino. Se alguém puder me esclarecer se vamos ou não ter problemas com o transporte de comida liofilizada, pois vamos em grupo e aí vai uma graninha considerável nesse produto, para de repente perder tudo em alguma situação alfandegária :o ...

  4. Valeu. Vou dar uma olhada. É que já tive algumas dificuldades em algumas trilhas. O Pico da Bandeira não estava tão bem sinalizada na época e se não fosse uma galera que encontrei pelo caminho a coisa teria ficado meio complicada. Como vou com mais uma pessoa, minha responsabilidade aumenta, hehe. Ainda mais quando você não tem muita referência de quantos km está percorrendo se não houver placas de sinalização.

    Só uma dúvida: realmente são 5 dias? Esse circuito aí da revista de 4 dias é furado? Enquanto isso vou lendo o tópico todo. Obrigado.

     

    Tranquilo Luciano, estamos indo agora em dezembro também, e optamos pelos 5 dias e 4 noites, pois a coisa é puxada mesmo, já fiz trilhas no Peru com +-as mesmas distâncias diárias, mas com a diferença que lá os muleiros levavam as cargueiras e nós íamos apenas com as mochilas de ataque.

  5. Valeu Bullseye, como não tenho essa opção no momento de ir pegar lá fora, acho que vou encarar o Gore-Tex da Salomon mesmo.

    Aquele abraço!

  6. Se alguém puder me ajudar em uma última pergunta para que eu possa fazer uma compra mais consciente, ficaria mui grato. Tava quase fechando em comprar o ANORAK SALOMON TRACKS GORE-TEX PACLITE e aí pintou o ANORAK THE NORTH FACE RESOLVE, qual o melhor :?::?::?:

  7. Muito obrigado Bullseye! Achei que era impressão minha(só conheço os dois anorak's por imagens) mas foi exatamente essa a ideia que tive ao confronta-los, sua leitura foi perfeita; logo, como a linha de baixo, underwear + fleece de 380 g/m², acho que pra encarar Torres del Paine em dezembro e depois minhas andanças aqui pelo Rio Grande do Sul, o negócio seria adquirir o Salomon, é isso?

  8. Legal Smarcos. Eu vi esses dias essa marca, só que passei por tantos sites de lojas que não lembro mais em qual vi o anuncio ::dãã2::ãã2::'> . Se puderes me passa essa informação ok?! Valeu e aquele abraço!

  9. Estou no mesmo dilema, em dezembro vou fazer o "W" em TPN, se alguém puder me dar uma luz na compra de um Anorak (respirável por favor) ficaria muito grato ::otemo::

  10. Opa tudo bem Getulio?

     

    Obrigado pela resposta!

     

    Pois é, essa deuter Transit 50 é lindona e extremamente versatil! com certeza seria uma boa compra! Pena que é tão cara =/ R$ 478 o preço mais barato no buscapé.

     

    Se bem que mesmo nos EUA não seria TÃO mais barato, em torno de R$ 360,00 comprando da amazon (sem taxa de entrega fora que teria que ter alguém para trazer)

     

    Alguma recomendação onde poderia comprar esta por um preço melhor ou de repente algum outro mochilao mais barato?

     

    Abraços e obrigado novamente!

     

     

    Olha Bruno eu também compartilho da opnião do Getúlio sobre as mochilas da Náutica e sei também que os preços da Deuter e da Curtlo são salgadinhos, mas como para tudo tem um jeito aqui vai a dica pra que tu adquira uma mochila de 1ª e sem gastar muito; eu tenho uma super bike da Deuter e ela é D+ cara e também estava procurando uma mochila de 60 L pra fazer uma viagem ao Peru, estava entre Deuter e Curtlo(Highlander 50+10) e depois de fuçar muito pela internet acabei encontrando essa barbada: http://www.lojalamaco.com.br/mochila-cargueira-curtlo-highlander-50%2b10-litros/-/13/30790/

    A Highlander 50+10 que é uma mochila muito bem citada por aqui, fica em média R$ 650,- no mercado, creio que adiquiri-la por R$ 426,- ::otemo:: é um baita negócio Bruno, inclusive fica a dica pra galera do Mochileiros, quem estiver procurando um produto com essas especificações, não ha preço melhor e olha que eu prooocurei. Aquele abraço Bruno e espero ter ajudado.

  11. Buenas galera, reservei 13 dias no mês de novembro para conheçer um pouco do Peru. Como vou fazer a Salkantay, só a trilha vai me "cobrar" 5 dos 13 dias que reservei para a viagem. Por informações colhidas aqui mesmo no Mochileiros, estou desistindo de Puno, dizem que é muito bonito, mas creio que os tipos de Tur por lá, não tem muito à ver comigo. Logo procurei concentrar minha viagem pelo Vale Sagrado, Salkantay(Macchu Picchu), Maras Moray, Nazca e Lima. Gostaria da opnião de vocês, mesmo porque o roteiro abaixo está em formação, logo ta beeem básico, então a dúvida é: ele ficará apertado ou dá pra fazer algo mais? Sugestões sobre deslocamentos são bem vindas, acréscimos, alterarão na ordem e sugestões para conhecer outros lugares também. Se puderem me ajudar fico mui grato!

     

    1º DIA- EMBARQUE AEROPORTO SALGADO FILHO COM DESTINO A CURITIBA.

     

    2º DIA- EMBARQUE PARA SÃO PAULO, APÓS EMBARQUE PARA LIMA, SE POSSÍVEL AINDA NESSA DATA EMBARQUE PARA CUZCO.

     

    3º DIA- PASSEIO POR CUZCO, CONHECER A CIDADE E FAZER CONTATOS COM AS AGÊNCIAS PARA FECHAR A TRILHA SALKANTAY.

     

    4º DIA- TUR AO VALE SAGRADO: SACSAYHUAMAN, KENKO, TAMBOMACHAY, PÍSAC, MACHAY, OLLANTAYTAMBO, CHINCHERO, URUBAMBA.

     

    5º DIA- 1º DIA DA TRILHA SALKANTAY

    6º DIA- 2º DIA DA TRILHA SALKANTAY

    7º DIA- 3º DIA DA TRILHA SALKANTAY

    8º DIA- 4º DIA DA TRILHA SALKANTAY

    9º DIA- 5º DIA DA TRILHA SALKANTAY (ÚLTIMO)

     

    10º DIA- PASSEIO A MARAS MORAY

     

    11º DIA- IR À NAZCA SOBREVOAR AS LINHAS

     

    12º DIA- RETORNAR A LIMA E CONHECER UM POUCO DA CIDADE

     

    13º DIA- EMBARQUE PARA O BRASIL

  12. Poxa Livia, mais do que esclarecedor teu post, com certeza as tuas recomendações serão de grande valia para essa aventura, a dica sobre o câmbio, muito tri. Quanto as agências, já tomei nota das que tu indicou e acho que vou com segurança pra fechar essa questão lá em Cuzco mesmo. Muito obrigado pela contribuição!

  13. Grande Diego, brigadão pela luz cara, foi muito esclarecedor, inclusive no caso da bota; tenho uma Timberland básica e acho que não segura o frio, muito macia e confortável mas não pra caminhar no gelo. Quanto ao saco de dormir,acho que meu Lafuma não vai rolar tbm, com seus +8°conforto +3°tolerância -11°extremo, se fizer -5 C lá em cima, como dizem que faz, com o lafuma trek 1000 não vou morrer, mas tbm não vou dormir, acho que vou investir num pra friaca mesmo, assim já fica pra fazer das minhas aqui pelo Rio Grande do Sul. Flow irmão e de novo gracias pelas dicas.

  14. Então galera, lendo alguns post's estou com uma forte tendência de fazer a Salkantay; reservei 10 dias no mês de novembro para ficar em território Peruano, sendo que nesse período vou tentar, além da Salkantay, ir a Puno também. Mesmo com a série de informações contidas aqui no Mochileiros, peço um socorro pra sanar algumas dúvidas que surgiram depois que escolhi fazer a Salkantay.

     

    1º Fechar a trilha+acesso ao HP aqui através de agências, ou acertar isso em Cusco? Se for o caso, quais as boas agências de lá?

    2º Levar ou não saco de dormir, sendo que os outros equipamentos me parece que os guias fornecem?

    3º Se for o caso de levar o saco de dormir, tenho um Lafuma Track 1000, resolve ou corro o risco de desencarnar ::hãã:: na noite em que dormiremos aos pés de Salkantay?

    4º Ainda na questão temperatura(o mês é novembro) Underwear+Fleece+Anorak+luva/gorro dá para o trecho de maior altitude ou preciso de algo mais?

    5º Para fazer o câmbio real/soles em Cusco é tranquilo?

    6º Alguma informação sobre a obrigatoriedade da vacina da Febre Amarela?

     

    Bah galera, desculpem a saraivada de perguntas, mas resolvi colocá-las todas num post só ::mmm: . Qualquer ajuda é mais que bem vinda, flow!

  15. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20120603101624.JPG 500 375 Legenda da Foto]Escreva seu texto aqui. Apague este texto mas tome cuidado para não deletar as chaves [ ]. Onde está escrito Legenda da Foto, coloque o Nome da Foto e se quiser ver como fica antes de escrever seu texto clique no botão Prever[/picturethis]

     

    Comprei uma Black Diamond Icon seguindo informações colhidas aqui no Mochileiros e estou mais do que satisfeito com a aquisição, além de sua potência e excepcional design uma coisa que me chamou muito a atenção foi sua autonomia, já usei demais e as pilhas ainda estão no módulo verde ou seja, com mais de 50% de carga. Tai um produto que eu recomendo ::otemo:: . Abraço à todos!

  16. Um lugar mágico onde acampei foi no município de Encruzilhada do Sul-RS, experiência encantadora em um cerro chamado "Cerro Partido" (nome dado pelo seu formato, parece que foi partido na horizontal) depois de 30 km de pedalada até a fazenda que fica aos pés do Cerro e mais 4 km de uma trilha muito legal ::otemo:: chegamos em fim ao seu platô.

    obs.: imagens e relato no link abaixo.

    http://cobertodeestrelas.blogspot.com.br/2012/06/de-volta-ao-cerro-partido.html

  17. Um lugar mágico onde acampei foi no município de Encruzilhada do Sul-RS, experiência encantadora em um cerro chamado "Cerro Partido" (nome dado pelo seu formato, parece que foi partido na horizontal) depois de 30 km de pedalada até a fazenda que fica aos pés do Cerro e mais 4 km de uma trilha muito legal ::otemo:: chegamos em fim ao seu platô.

    obs.: imagens e relato no link abaixo.

    http://cobertodeestrelas.blogspot.com.b ... rtido.html

  18. Olá Staley, já acampei pela 3ª vez com a apollo 4 e só na mais recente das viagens, na praia da pinheira, acabei pegando um toró d'água daqueles, ela segurou a bronca legal, pra não dizer que foi perfeito, quando fui desmontá-la, ví que em baixo do isolante térmico tinha um pouco de umidade(quase imperceptível) mas aí a culpa não foi da barraca, mas minha mesmo, pois fiquei com pouco espaço para montá-la no camping e acabei não usando os extensores, logo o sobre-teto encostou no nilon interno da barraca e aí a galera sabe que é fatal, mas mesmo com esse meu descuido ::putz:: o que entrou de água foi algo imperceptível mesmo, na minha avaliação foi um sucesso. Obs.: essa barraca tem costura selada ::otemo:: , daqui pra frente pra mim isso é um requisito básico na compra de barraca.

    Aquele abraço à todos!!!

    • Gostei! 1
×
×
  • Criar Novo...