Ir para conteúdo

diegoliva

Membros
  • Total de itens

    52
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que diegoliva postou

  1. reuni algumas dicas sobre o Uyuni neste post: http://viajantecurioso.com.br/bolivia/salar-do-uyuni-na-pratica/
  2. Galera, Fiz um passeio ao Salar do Uyuni e reuni dicas neste post: Qualquer dúvida é só falar, acabei de voltar e tá tudo meio fresco na cabeça ainda. http://viajantecurioso.com.br/bolivia/salar-do-uyuni-na-pratica/
  3. Bom dia, Sim, entendo, mas se vc entrar no site krugerpark.com conseguirá todas as informações. Tem os chalets e as cabanas, dá pra ir só de boa, eu fiz isso. O pessoal é super atencioso e a organização deles é pra fazer inveja a qualquer outro lugar turístico, todas as minhas dúvidas foram tiradas por email. Caso precise se algo me escreva. Diego
  4. Sim, a cidade perto acho que é Nelspruit (onde teve jogos da copa), no pacote que fechei do safari teve um dia de passeio por esta região. Em relação ao safari tente pegar um de manhã e a tarde, porque daí vc vê diferentes animais. Diego, obrigado pela sua ajuda. Voce foi sozinho? Qual a empresa que você fechou o pacote do Parque? sim, fiz tudo por conta própria, usei a empresa krugerpark.com para fechar os safaris. O atendimento deles foi ótimo!!
  5. Sim, a cidade perto acho que é Nelspruit (onde teve jogos da copa), no pacote que fechei do safari teve um dia de passeio por esta região. Em relação ao safari tente pegar um de manhã e a tarde, porque daí vc vê diferentes animais.
  6. O parque é enorme e você tem que escolher qual parte quer ficar, a mais fácil na minha opinião é a Skukuza, que fica perto do aeroporto. Entra no krugerpark.com que lá tem bastante informação.
  7. Daian, a Africa do Sul apareceu como uma oportunidade de repente, tinha milhas e fui na faixa, mas com certeza foi uma das viagens mais lindas que fiz. A natureza lá é imponente e o país bastante organizado. Vá sim!!
  8. Com esta mania de passagens de avião acabamos esquecendo que o sudeste é bem servido de ônibus, pois é, de Campinas tomei um ônibus superconfortável para Belo Horizonte, super confortável, oito horas que passaram super rápido. De lá fui direto para Diamantina. É uma cidade histórica interessante, Patrimônio da Humanidade UNESCO e com casarões coloniais muito lindos. É a cidade da Chica da Silva e do JK. A casa destes dois hoje é aberta para visitação, vale a pena conhecê-las. A cidade é simpática e barata, fiquei hospedado no centro histórico. Lembre-se que esta cidade é bem menor que Ouro Preto, mas não perde o charme. De BH a Diamantina são 5 horas. Tem umas cachoeiras por perto, mas não conheci. Se puder tente conciliar a visita com a Vesperata. Não deixe de sentar em uma das mesas na rua Direita e comprar artesanato de sempre-viva no Antigo Mercado. a casa da Passagem também é interessante, pois tem uma arquitetura peculiar. De lá fui pra BH, mas como já conhecia a cidade não fiz muita coisa além da enorme feira hippie, Parque da Cidade e Praça da Liberdade. Aproveite que estava em BH e fui conhecer Inhotim, e este lugar é realmente impressionante. Da rodoviária de BH tem um ônibus pra lá, os primeiros horários são a 8 da manhã, mas procure comprar com antecedência, pois eu só consegui ir as 9:30. O Parque juntamente com as galerias é enorme, impossível de visitar num dia. Sendo assim escolhi as melhores atrações e fui. vale muito a pena, tudo lindo, super limpo, conservado e organizado.
  9. Fiz uma viagem de 4 dias para a Cidade de Goiás, antiga capital do Estado e patrimônio da humanidade e Pirenópolis Peguei um voo Campinas - goiânia e alugamos um carro, já que estávamos em 4 sairia mais barato e mais fácil que ônibus dirigimos até Goiás Velho, as estradas são péssimas, não existe sinalização alguma e quase não tem postos de serviços no caminho. Goiás Velho é uma graça, cheia de casarios históricos com destaque para Igreja do Rosário, Igreja de São Francisco, Igreja da Boa Morte e Casa de Cora Coralina. como fui na semana santa tive a oportunidade de ver a procissão do fogaréu. Fiquei uma noite e um dia lá, depois segui para Pirenópolis. nem preciso dizer que achei a cidade uma graça, bem charmosa cheia de coisas para fazer. Tem rua do Lazer com muitos bares. Lá tem muitas cachoeiras, como a do Abade e lazaro. A do Lazaro são 25 reais por pessoa, achei caro, mas valeu a pena. Tem outras free, mas um pouco distantes. Tem um rio que cruza a cidade e as pessoas se banham neste, é bem interessante. A cidade tem ruas charmosas e um casario colonial bem bonito. Fiquei na Pousada do Sobrado, procurem a Léia, uma figura, café da manhã bem gostoso e quartos legais. Bom, se tiverem alguma dúvida é só perguntar. Abaixo um video que fiz com as principais atrações de lá:
  10. Reservei 10 dias para este roteiro, sendo três em cada lugar. A Patagônia realmente é um lugar maravilhoso, lindo, com excelentes trilhas e visuais. A melhor época para ir é no verão, já que poderá fazer todas as atividades, já no inverno limita um pouco. Ushuaia: A cidade em si não é charmosa, acredito que é mais interessante por sustentar o título de cidade mais ao sul do planeta. Mesmo no verão é frio, porém uma jaqueta, um fleece e uma segunda pele resolvem bem, aliás esta dica serve para toda a Patagônia no verão. Passeios que fiz: Canal de Beagle com pinguinera: o passeio é lindo, e a Canoero é a única empresa que vai até a pinguinera, existe outro passeio onde se desce e caminha com os pinguins (não é deste que estou falando) Dá pra conhecer a ilha dos pássaros e dos lobos marinhos. Dentro do barco tem um café com algumas opções. Saímos para o passeio as 8 e voltamos as 15 Este passeio pode ser cancelado devido ao tempo, quando estive lá o meu foi cancelado, mas eu pude fazer em outro dia. Glaciar Martial: Dá tranquilamente pra fazer por conta, peça para o taxista levar até a base e inicie a trilha, primeiro por um vale e depois beirando uma cachoeira, visual muito bonito. Parque Nacional da Terra do Fogo: Fiz a trilha costeira, com mais ou menos 14km, não achei tão interessante, mas valeu a pena. Dentro do parque tem umas vans que te levam de um ponto a outro. Se quiser conhecer mais de um lugar no mesmo dia terá que usar um carro. Dentro do parque tem um restaurante onde é servido lanches e almoço. Laguna Esmeralda: Também dá pra ir por conta, 8km, trilha linda toda demarcada, não tem erro. Peça para o taxista te deixar na base da trilha e vá caminhando tranquilamente. Vi crianças e idosos nesta trilha. A laguna é muito bonita!! El Calafate: Não achei que a cidade fosse tão simpática!! a rua principal é cheia de restaurantes e agência de turismo. Realmente não é um lugar barato (como toda a Patagônia) Passseios que fiz: Bar de gelo: bem divertido, junto ao Museu Glaciarium, você fica meia hora num bar de gelo com open bar. Fica aberto até as 20:00h então dá pra ir depois de algum passeio, o próprio visual é legal, dá pra ver o Lago Argentino. Minitrekking: gostei muito do passeio, super completo, num dia bem aproveitado, apenas achei ruim o atendimento da Hielo y Aventura, eles não respondem emails e lá te atendem mais ou menos, no entanto é inegável que o passeio é bem bonito. Torres del Paine: Fomos em carro alugado de Calafate a Torres, é uma viagem cansativa, pois tem que parar nas imigrações e isso te toma um tempo. Se estiver indo em turma vale muito a pena reservar um carro, mas lembrem-se de fazer com muita antecedência (aluguei em novembro para ir em janeiro). Vi pessoas procurando carro para alugar sem conseguir. Torres del Paine é linda porém extremamente cara. Ficamos três dias lá hospedados no setor Serrano (a seis km do parque) Quando chegamos no parque fomos por dentro passando em vários pontos lindos do parque. Não fiz as trilhas, pois queria contemplar e ficar de boa, porém se tiver tempo tem que fazer o W ou o O, ou se tiver menos tempo a Base ou Vale do Francês. As trilhas são todas demarcadas, não precisa de guia. Realmente achei difícil para quem não tem carro. Bom pessoal, se precisarem de alguma informação estou à disposição.
  11. Valeu meninas, estou procurando documentar em videos para as pessoas rapidinho conseguirem ter uma ideia dos destinos, afinal uma imagem vale mais do que mil palavras.
  12. A África do sul esta a mais de 10.000 km de serra leoa. Risco zero de ebola. eu fui em outubro/14 Realmente Cape Town merece o título de cidade mais bonita do mundo. Adorei tudo por lá.
  13. Em Joanesburgo fiquei no Stanford, um hotel relativamente barato em Sandton. No Kruger fiquei no Skukuza camp Em Cape Town fiquei no Atlantic Backpackers, um hostel incrível e descolado!!
  14. Fiz um roteiro enxuto pra África do Sul, assim: 2 dias em Joanesburgo 3 dias no Kruger Park 5 dias na Cidade do Cabo Adorei a viagem, certamente a África do Sul entrou para os países mais bonitos que já conheci, tem muito verde, cultura, lugares incríveis e comida muito boa. Joanesburgo: geralmente as pessoas esquecem um pouco desta cidade, por não aparecer muito turística, porém acredito que conhecê-la ajuda a entender um pouco mais da Africa do Sul. Conheci o Museu do Apartheid, o Soweto e o Lions Park. Gostei muito de todos os passeios, o Soweto é vibrante, e é super tranquilo ir pra lá, tive dificuldade em conseguir transporte público, então tive que apelar para o taxi. Fiquei em Sandton, um suburbio bem bonito perto de Joanesburgo, por hora eles dizem que não é aconselhável ficar no centro da cidade. Pretoria: fiz Pretoria num bate e volta num dia, adorei conhecer a cidade, limpa, arrumada, organizada e cheia de jacarandas, quando estive lá era época de florescimento (outubro) e tudo ficou muito bonito. Vale a pena conhecer os edifícios do parlamento. Lions Park: é bem divertido, você consegue interagir com os filhotes e alimentar uma girafa. Gostei bastante do parque Kruger Park: fiquei em Skukuza, optei por três dias de tour, foram mais ou menos quatro safaris (manhã, tarde, anoitecer) dos big five só não consegui ver o leopardo. O parque é incrível, adorei ter conhecido, enorme e a empresa se esforçou em nos mostrar o máximo. Foi lindo ver uma manada atravessando a estrada, bem como um bando de impalas, zebras, girafas e kudus. Cidade do Cabo: com certeza merece o título de cidade mais bonita do mundo. Fiz os passeios mais importantes como Table Mountain, Robben Island, V&A WaterFront, Long Stree, Bo Kaap, Cape Point e Winelands. A cidade realmente é linda, por onde esteja você consegue ver a Table Mountain. A dica é, se a Table Mountain estiver sem neblina largue tudo que estiver fazendo e suba, conheci pessoas que passaram quatro dias por lá e não conseguiram. Eu fiz o passeio numa tarde, subi de bondinho, mas rola ir nas trilhas também. A visão é incrível, linda, um dos lugares mais lindos que conheci. O passeio ao Cabo da Boa esperança é fenomenal, os pontos de destaque são o Parque da Table Mountain, a Simons Town com os pinguins e a chepeak drive, uma das estradas mais lindas do mundo. Lá é um lugar muito bom para alugar um carro, pois as estradas são ótimas e bem sinalizadas. Achei super barato comer na África do Sul, convertendo, mais ou menos com 23 reais dá pra fazer uma refeição. O passeio a Winelands é incrível, os vinhedos e as casas centenárias com colonização holandesa são lindas, vale a pena um dia por lá, escolha algumas vinicolas e façam a degustação. Em Cape Town fiquei no Greenpoint, o bairro é lindo e super perto do WaterFront, acredito que deva ser legal ficar nos arredores da LongStreet também, ontem tem muitos bares. O Jardim Botânico da Cidade do Cabo é lindo, não deixe de conhecê-lo. Fiz dois videos falando dos destaques da viagem:
  15. A parte mais chata de Cuba é o assédio excessivo, mas diferente de você eu simplesmente ignorava todo mundo, fingia que nem ouvia. Chega uma hora que tudo isso cansa, mas daí tem que ter espírito de viajante. Outro problema que enfrentei foi em relação às casas de familia, em Trinidad a dona da casa mandou que nos buscassem de bicitaxi na rodoviária, até aí tudo bem, no final o cara cobrou uma fortuna por nos ter levado. SEMPRE mas SEMPRE fique esperto, ignore quem vier falar contigo nas ruas e curta!! Uma coisa interessante que aconteceu comigo, foi que, quando a polícia viu um cubano me abordando na hora veio e o retirou de perto de mim, achei um pouco agressivo. Acho 5 dias muito pra Havana, mas vai de cada um, pra mim, três foram mais que suficiente. O que me cansou também em Cuba foi a dificuldade de simplesmente ir num supermercado comprar pão/presunto/queijo pra fazer um lanche, não existe. Faço viagens economicas e sempre troco o jantar por lanches, mas em Cuba até isso é difícil. Quanto a Varadero não vi nada demais, aliás não gostei e não voltaria pra lá. A praia não tem nada de diferente.
  16. diegoliva

    Cuba

    bom, pessoal esta é informação que tenho é oficial. Outro detalhe é que tudo é precificado em CUC, principalmente nos lugares turísticos, aliás o governo tem um plano de abolir o peso cubano, e muitos já recebem seus salários em CUC. Outro detalhe é que turista em Cuba é visto como um caixa eletrônico, o assédio é fortíssimo, e acho muito complicado conseguir pagar alguma entrada de museu por exemplo em peso cubano. Até na própria Copélia existem lugares separados pra turista e pra cubano. Sei que é coisa de turista, mas também sei que foi muito legal tomar sorvete na sorveteria mais famosa de Cuba, com um monte de histórias pra contar. Bom, aí é escolha do turista ....
  17. diegoliva

    Cuba

    Bom, o que seu é que isso é totalmente proibido, desta forma não daria uma dica que vai contra a uma lei do país, onde diz que somente os cubanos podem usar os pesos. Continuo orientando os amigos a usarem os CUC´s.
×
×
  • Criar Novo...