Ir para conteúdo

palhares.f

Membros
  • Total de itens

    83
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Outras informações

  • Próximo Destino
    Machu Picchu
  1. Galera, os campings Paso (e provavelmente o Guardas também) estão sem funcionários, mas nada o impede de montar camping lá. De graça hehe. Os locais para montagem de barraca estão demarcados, e eu duvido que alguém vá passar por lá para ver se tem gente acampando. Também há a letrina e o galpão para cozinhar. Pelo menos no começo de janeiro tava assim quando eu fui pro Paso. A trilha Laguna Amarga - Serón - Dickson tem uma altimetria um pouco acentuada depois do Serón ... você pega uma subidinha nervosa e chega num ponto chamado "Paso de los Vientos", adivinhe porque ... depois são quase quatro horas de descida bem suave até o Dickson (tanto que você pensa que é plano, de tão longa que é a descida). O problema é que após as 17h (pelo menos quando eu fui era assim) estava proibida a saída do Serón, porque os guardaparques não queriam ninguém fazendo trilha à noite ou correndo o risco de armar um camping no meio do caminho por impossibilidade de chegar. Por isso acho logisticamente impossível ir para o Dickson no primeiro dia, à menos que você consiga uma carona de 4x4 na trilha que vai pelo braço esquerdo do Lago Paine (a trilha Serón - Dickson segue o braço direito do lago). O que tira toda a graça do passeio. Tem um pessoal chegando do parque agora, vou deixar com eles as informações mais atualizadas, mas pelo que eu me lembro, é isso!
  2. Olha, eu acho que dá pra ver tudo nesse esquema que eu te passei sem correr muito. Quer dizer, não dá pra você parar no Paso, por exemplo, e ficar o dia todo lá, almoçar por lá, ler um livro, fazer uma 'siesta' e tal, mas se o objetivo for ver os lugares e tirar umas fotos, com certeza dá. Ficam na lembrança, manja? Claro que se for deixar pra fazer o trecho do U, vai fazer com muito mais calma. As caminhadas são mais curtas, os tempos de trekking cada dia são menores, logo, dá pra fazer a viagem com mais fôlego, e descansar mais em cada lugar. As vistas também fazem valer demais a pena. Ouvi dizer que o Valle del Francês está aberto para uma daytrip, então o que você pode fazer é em um dia caminhar do Las Torres até o Refúgio Cuernos (+- 4horas), ficar no Refugio Cuernos, no outro dia faz uma daytrip pelo Valle del Francês (não fiz, mas estimo 4h pra ir e 3h pra voltar), dorme no Cuernos de novo, e no outro dia vai até o Chileno. De repente faz o Valle Balder antes de ir pra lá, que é bem pertinho do Cuernos, e aproveita pra fazer a Base das Torres no último. É bem menos trekking (cerca de 40 ou 50 km contra aprox. 130km do outro trajeto), então você tem bem mais tempo pra curtir a paisagem e descansar! Você vai ver, depois de conhecer o parque, já vai começar a planejar seu retorno
  3. El Chaltén - Perguntas e Respostas

    Então, não cheguei no glaciar. Parei nesse morro. Não achei um caminho correto por ele, fiquei vagando buscando locais andáveis ... o engraçado é que quando eu tava chegando na Laguna eu vi um grupo no meio dela, conversando, e conforme eu fui chegando perto eles sumiram rio acima. Vai ver não estavam com medo de molhar o pé igual eu. Seguem 4 fotos. Uma é a visão geral da Laguna, a segunda mostra mais ou menos como o rio está disposto na Laguna e onde você pode procurar o cruze, a terceira é a cachoeira que eu subi, achei o ponto mais 'penetrável' do morro, e a quarta mostra o ponto mais próximo que eu cheguei do glaciar antes de começar a voltar. Enjoy.
  4. El Chaltén - Perguntas e Respostas

    hahaha, nao, nao fui até o Guardas. Fui do Perros até o Campamento Paso e voltei no mesmo dia, sem cargueira, o que facilita muito a trilha, já que ela tem muito declive, e sem a cargueira dá pra levar numa boa a subida do Paso. Fiz Perros - Las Torres em um dia com dois miojos, mas qdo fiz esse trajeto minha cargueira estava razoavelmente leve (pouca comida e eu havia deixado notebook e outras tralhas no Campamento Las Torres). O trecho Perros - Las Torres também tem uma altimetria bacana, é declive por 4 horas e depois fica meio plano. Esse trecho El Chaltén - Laguna Toro tem uma subida bem acentuada nas primeiras horas, tanto indo quanto voltando, sendo que eu fiz com a cargueira bem lotada. O que eu mais sofri pra chegar no Glaciar foi pelo fato de nao querer molhar os pés, dando assim muitas voltas pra achar um lugar cruzável no rio, e pelo fato de que nao me informei de como faria pra subir pro Glaciar, entao tive que ficar buscando uma parede escalável sem equipamento específico, isso é, tive que subir por uma cachoeirinha lá. Ou talvez eu simplesmente ainda estava cansado do caminho Perros - Las Torres hahaha rlciq, voce tá indo agora pra regiao ou já foi? Achou tranquilo o trecho Chaltén - Laguna Toro?
  5. El Chaltén - Perguntas e Respostas

    Chaltén não é bom pra comprar cara, pelo menos eu não achei ... a cidade é muito pequena e NASCEU para o turismo, então é quase certo que as coisas VÃO ser mais caras aí. No máximo aluguel, mas compra acho que você se dá melhor em Ushuaia (embora eu não tenha ido lá pra confirmar). A trilha pra Laguna Toro é meio punk ... 3h30m de subida e depois 2h30m de descida mais ou menos .... acho que vale mais a pena ir um dia, montar o camping na Campamiento Laguna Toro, e subir pro Glaciar ali perto .... o caminho pro Glaciar é bem difícil, não tem trilha, e tem que cruzar o Rio Túnel, o que é mais difícil do que parece! Eu fiquei umas 2h brincando na base do Glaciar e não consegui chegar nele em si, mas cheguei MUITO perto ... deu pra tirar umas fotos boas. No outro dia, dá pra sair depois do almoço da Laguna Toro, e no caminho de volta, quando houver a bifurcação Laguna Toro x Luma, você pode largar a cargueira e subir pra Luma del Pliegue Tumbado sem mochila! Foi o que eu fiz, dei uma escondida boa na cargueira, e foi tranquila a subida pra Luma! Da bifurcação você leva 1hh30 pra subir e 1h pra descer mais ou menos (sem cargueira) ... Resumindo, saindo um dia pela manhã, dá pra ir até a Laguna Toro e brincar no Glaciar, dormir, no outro dia cedo voltar até a Luma del Pliegue, fazer esse braço, e estar de volta em torno de umas 18h ... cedo o bastante pra ir pro Campamento Laguna Capri ou Laguna Torre, o que você preferir. Ou dá pra fazer tudo com um pouco mais de calma e dormir na cidade. Se quiser dá pra ir só com daypack e ter um dia BEM cheio e fazer tudo num dia, mas é certo que esse dia vai ser tão pesado que vai atrapalhar seu rendimento no dia seguinte. Serão cerca de 14 horas em desnível, o que mesmo sem cargueira, é bastante. Acho que é isso! Abraços!
  6. Fico feliz por ter ajudado. Lembrando que o Serón é bem perto da Porteria, cerca de 5 horas, e o tramo Serón - Dickson é praticamente o maior do parque. Eu levei 6 horas indo, 5h30m voltando. Ir ao Paso e voltar ao Dickson parece difícil mas se você for sem cargueira não é tanto, já que metade do dia vai ser de descida e sem peso .... Dá pra ir do Dickson até o Chileno, mas vai ser um dia longo ... como dito, Dickson - Serón são umas 6 horas, Serón - Las Torres são umas 4h, e Las Torres - Chileno é uma hora mas de subida acentuada. Mas você aguenta sim, é uma sensação ótima quebrar nossos limites. Eu achei que era impossível mas fiz Perros - Las Torres em um dia, 14h de caminhada, onde parei duas vezes e comi um miojo em cada parada. Coisa de louco, nunca achei que fosse capaz, mas no outro dia (que eu não conseguia andar hehe) você se sente muito bem.
  7. Olha, com 3 noites dá pra fazer um negócio legal ... no dia que você chegar, as 10h, já começa a ir pro Seron, chega lá umas 14h, come, descansa até umas 15h, e você consegue estar no Dickson lá pelas 21h. Como é Refugio, se não quiser acampar não precisa, mas faz a reserva. Em um dia cheio você consegue subir até o Perros (4h +-) e cruzar o Paso (2h30m +-). Conta umas 5h30m pra voltar, já que é só descida. Dia cheio, mas a vista do Paso faz valer a pena. Além disso há um Mirador no caminho pro Perros (o do Cerro Cabeza de Indio, se não me engano) que é de tirar o fôlego, assim como a vista do Glaciar Los Perros. Se não quiser ir até o Paso, dá pra ir pro Glaciar Puma, saindo do Camping Los Perros parece que em 3h vc vai e volta. Dorme no Dickson. No terceiro dia você pode voltar do Dickson pro Refugio Torre Central. Vão ser +- 9h30 de caminhada, passando pelo Seron, mas é possível. Dorme mais uma noite em refúgio. Se tiver ânimo mesmo dá até pra subir pro Chileno. E deixa o quarto dia pra ver as Torres. Se dormir no Chileno é bem possível subir pro amanhecer nas Torres, e desde o Refúgio Torre Central você pode subir e descer das Torres em umas 6h sem problema algum. Ou seja, em 4 dias / 3 noites em refúgios você consegue fazer as costas do 'O' e as Torres! Só não vai dar pra se aventurar pelo Frances .... mas nem sei se está aberto, então, vai na fé! PS - Mais do que dinheiro, o que precisam é de turistas conscientes! Leave no trace!
  8. El Chaltén - Perguntas e Respostas

    Galere, voltei hoje de Chaltén. O tramo El Chaltén - Laguna Toro é meio pesadinho ... levei 6 horas na ida e 5h30 na volta .... isso porque a cargueira tava no máximo, eu tava cansando rapidíssimo. O maior problema é que metade do trajeto é subida, seja na ida ou na volta. Acho que na ida é até pior ... depois da metade do caminho (na ida) começa um 'descensio' onde já se pode ver a Laguna Toro e o Glaciar no fundo ... o camping é igual o Poincenot. O mais importante antes de ir para El Chaltén é se informar sobre a visibilidade no local .... dei sorte que ontem o tempo abriu total no Fitz Roy, aproveitei e subi correndo! Hoje fui do Pointenot ao Sendero Torre pelas Lagunas Madre y Hija e acabei miando de ir até o Mirador Maestri porque tava totalmente horrível a visibilidade! Uma grande pena! Obrigado por todas as informações que me passaram aqui, vou tentar compilar elas no meu relato! Mas realmente, a APN (Associación de Parques Nacionales) possui pessoal muito bem treinado e disposto a ajudar! Me deram dicas ótimas! Abraços!
  9. Cris, a Conaf não diz claramente, mas está sendo permitido as caminhas desde o Perros até o Grey. Passando pelo Paso e pelo Guardas. Infelizmente os dois campings estão sem gente, então é você e a letrina, só. Quanto às áreas afetadas, quem fizer o trecho Las Torres x Cuernos vai poder ver na última hora de trilha os trechos devastados. Fora disso, o parque continua como se nada tivesse acontecido. Todas as outras trilhas continuam com o mesmo visual. Talvez o tramo Guardas x Grey também apresente sinais da queima, embora não saiba confirmar. A paisagem vai ser parecida com a que eu postei em uma foto anteriormente. Em suma é isso, quem está em dúvida se vai pra TdP ou Chaltén, dá uma olhada na previsão se o tempo em El Chaltén vai estar aberto quando você estiver lá. Voltei de lá hoje sem poder ver nem por um segundo o Cerro Torre durante quase cinco dias. Uma lástima. Muitas nuvens. Abraços e boas viagens, desde El Calafate!
  10. Caramba, Cris, muito bom o mapa! Estou sem impressora mas estou copiando ele em uma folha de sulfite hahaha As trilhas que se pode fazer sem entrar numa fria (ou seja, sem ir pro gelo hahaha) são as que estão em preto né? Já sabia que não ia encontrar um circuito como o 'O', mas tirei uns 7 dias para conhecer tudo e fazer o maior número possível de ataques, porque cansei de carregar minha cargueira pelas trilhas hahahahaha Obrigado pelo mapa, agora é só chegar lá! Suerte!
  11. Até o Cuernos é certeza que tá! Eu preferi não ir até lá porque uns dias antes tinha ido cavalgando pra lutar na brigada. Ia ser mais do mesmo, preferi tirar esses dois ou três dias que eu ia perder (e o dinheiro que ia gastar pra acampar lá) trabalhando em Natales. Eu iria se o Valle estivesse aberto, mas como parece que não tá, resolvi deixar pra próxima. Espero que você dê sorte de poder visitar o Glaciar Dickson, é bem grande pelo visto! E não perca o Puma por nada, é bem fácil de chegar com uma daypack e vale a pena demais! Eu também ia fazer a pernada Zapata Pingo, mas a região da Administração fechou, então nem o carimbo no passaporte eu consegui ... uma pena! Abraços!
  12. Devo subir. Vou ver se consigo ficar pelo menos um ou dois dias nesse camping pra botar a vida em dia, talvez no meio da viagem! A verdade é que eu procurei vários mapas e busquei informações e ainda estou confuso quanto às trilhas de Chaltén ... vou deixar pra me informar sobre o que vou fazer quando chegar lá! Abraços, e obrigado pela informação!
  13. Galera estou com uma dúvida. Vou para El Chaltén em 2 ou 3 dias, imagino eu, mas minha câmera é muito sentimental e insiste em acabar a bateria rapidinho, especialmente nesse tempo frio. Não consegui comprar uma bateria reserva a tempo, portanto, sempre fico com medo de ficar pendurado sem fotos. Fiz uns testes aqui em TdP e consigo ficar dois dias inteiros fotografando com a minha capacidade de cartão e com a bateria. Mas pretendo ficar uns 7 em El Chaltén. Em um camping grátis. É fácil achar uma tomada pela cidade pra carregar a bateria da câmera ou para plugar meu note e copiar as fotos do cartão pra ele? Abraços!
  14. Galera, voltei ontem as 10h da noite do meu circuito alternativo. Chamo de 'Circuito Paso' ou 'Circuito Grey". Depois vou detalher ele no meu relato, mas o que eu fiz foi: Dia 04 - saí as 13h do Camping Las Torres e cheguei umas 17h no Camping Seron. Dormi. Dia 05 - Saí as 07h do Seron e fui até o Dickson, 13h. Saí as 15h do Refugio Dickson e fui até o Perros. Cheguei as 19h. Dormi. Dia 06 - Fiz o Paso John Gardner sem mochila, porque sabia que os campings do outro lado estavam fechados. Cheguei até o Campamento Paso. Está deserto, mas se você quiser acampar pode (embora não recomendem). Não cheguei até o Guardas mas ele também está sem ninguém embora se possa acampar, e só encontrará gente no Refugio Grey, de onde terá que voltar (ao que me parece). Dia 07 - Fui do Perros até o Camping Las Torres. 14h de caminhada. O lugar é lindo demais, aconselho demais quem tiver quatro ou cinco dias que vá por esse caminho, e suba até o Paso pelo menos! No Refugio Dickson há a opção de conhecer o Glaciar Dickson se o rio estiver baixo, e na região do Perros há os Glaciares Los Perros e Puma, conheci o Puma, e é lindo demais! E é claro, o ponto alto da minha viagem, o Paso, totalmente indescritível. Qualquer dúvida, me perguntem, fico aqui no parque até amanhã pelo menos! Abraços! PS - Se alguém for para o Campamento Paso, tem como ver se meus dois bastões de caminhada amarelos e pretos ainda estão pendurados no barracão onde se cozinha? Esqueci eles lá! Abraços! PS2 - Oficialmente, o primeiro a cruzar o Paso em 2012! Vi nos registros que evacuaram a área no dia 29/12/2011 por causa do incêndio, e eu fui o primeiro a subir pro Perros (exceto o cara que trabalha lá, mas que não fez o Paso) em 2012, no dia 05, realizando o Paso no dia 06/01/2012! Sei que não faz diferença, mas fiquei mó orgulhoso hahaha
  15. Mochilas de Ataque

    Se você tem uma 60+15, essa 15 já te serve como mochila de ataque né? Fora esse detalhe, sim, acho que 14 é o bastante. Minha Arpenaz 15 Ultralight quebra bem o galho .... é leve o bastante para permitir que eu corre por algumas trilhas (hehe) e leva tudo que preciso! Mas se você planejar levar notebook, atente para uma maior! É a única coisa que não consigo levar em meus ataques e as vezes faz falta ... EDIT - O LeoRJ levantou um belo ponto adiante: a finalidade! A minha opinião é baseada na de um trekker, que só costuma levar um ou dois casacos, cachecol, gorro, luvas, camelbak e tranqueiras pequenas na daypack! Para um escalador, não faço idéia do tamanho apropriado de uma daypack!
×