Ir para conteúdo

jansenlopes

Colaboradores
  • Total de itens

    23
  • Registro em

  • Última visita

Sobre jansenlopes

  • Data de Nascimento 23-11-1981

Conquistas de jansenlopes

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

  • Uma semana de Mochileiros.com

Distintivos Recentes

0

Reputação

  1. Olá Pessoal, Estou postando aqui o roteiro da minha segunda viagem para a Europa. Novamente estamos aindo eu e minha esposa, dando preferência de hospedagem em B&B. Li muitos relatos de viagem até chegar a este roteiro, porém tenho certeza que os colegas mochileiros ainda tem muito o que me ajudar, lá vai: 15/05 - Rio de Janeiro x Paris 16/05 - Paris x Bruges (trem) 17/05 - Bruges 18/05 - Bruges x Amsterdam (trem) 19/05 - Amsterdam 20/05 - Amsterdam 21/05 - Amsterdam x Praga (trem noturno - City Night Line) 22/05 - Praga 23/05 - Praga 24/05 - Praga x Salzburg 25/05 - Salzburg 26/05 - Salzburg (Bate-volta para Hallstatt) 27/05 - Salzburg x Innsbruck (trem) 28/05 - Innsbruck 29/05 - Innsbruck x Munich 30/05 - Munich (Bate-volta para Garmish-Partenkirsh) 31/05 - Munich (Bate-volta para Fussen) 01/06 - Munich x Heidelberg 02/06 - Heidelberg 03/06 - Heidelberg x Frankfurt (trem) 03/06 - Frankfurt x Rio de Janeiro E então o que vocês acham? Como podem ver, priorizamos cidades pequenas... fruto das experiências positivas de Zermatt e Veneza na viagem que fiz com a minha esposa no ano passado. No dia 26/05 pretendo fazer um bate-volta de Salzburg para Hallstatt. Se não me engano são umas 2 horas de viagem de ida mais 2 de volta. Vale mesmo a pena? Pelas fotos que vi as paisagens são realmente demais! Já no último dia da viagem, dia 03/06, estou pensando em fazer o trecho Heidelberg x Frankfurt de carro, o que vocês acham? A idéia é sair de Heidelberg ainda pela manhã (devido ao check-out do hotel) e seguir até Frankfurt parando nas cidades ao longo do caminho. Como meu voo de retorno para o Brasil só sai de Frankfurt as 22:00h, terei umas 10 horas para percorrer a distância de 120 Km entre as duas cidades. Alguém já fez este trajeto de carro? Vale a pena, ou é melhor ir cedo para Frankfurt e conhecer esta cidade até o horário do voo? Aguardo comentários!!! Abraços, Jansen _______________________________________________________________________________________________________________________________________ Última viagem: Europa - 15 dias - Roma, Veneza, Zermatt, Paris e Londres europa-15-dias-roma-veneza-zermatt-paris-e-londres-t43366.html Próxima viagem: Europa MAIO/2011 - 18 Dias - Bruges, Amsterdam, Praga, Salzburg, Innsbruck, Munich e Heidelberg
  2. Dando sequência ao relato... - 10º DIA - 11/04 Este dia foi dedicado a circular a pé por Paris visitando alguns de seus vários pontos turísticos. A cidade impressiona pela sua organização, limpeza e arquitetura, mas me impressionou também pelo frio... a temperatura neste dia estava em torno dos 10ºC, nem tão frio assim, mas o vento tornava a sensação térmica quase insuportável. Ainda bem que a beleza da cidade recompensava... Foi interessante também ter presenciado a Maratona de Paris. No final do dia a rua estava repleta de pessoas com suas medalhas no peito, indicando que haviam completado a prova. No meu hotel estavam hospedados diversos brasileiros que foram participar da prova. Abaixo seguem algumas fotos do dia:
  3. Olá Pessoal, Depois de um longo tempo pretendo continuar o relato.... - 9º DIA - 10/04 Acordamos cedo, tomamos o delicioso café da manhã do hotel e seguimos a pé para a estação de trem de Zermatt. Partiríamos as 09:00h para uma jornada de 7 horas de trem até Paris. Esta viagem teve duas conexões, sendo uma em Visp e a outra em Lausanne, ambas ainda na Suíça. Estava um pouco preocupado com a conexão em Lausanne porque a diferença entre a nossa chegada no trem vindo de Visp e a partida do trem de Lausanne era de apenas 5 minutos, mas... durante o trajeto expliquei a minha preocupação para a fiscal que veio carimbar as passagens. Ela me pediu a outra passagem com destino a Paris, colocou o código em sua maquininha manual e me disse: Pode ficar tranquilo. Seu trem partindo de Lausanne com destino a Paris sairá no horário (13:22h). Nós vamos chegar na plataforma 2 e vc deve seguir para a plataforma 5 para pegar o seu trem. Fiquei impressionado, pois minha preocupação era desnecessária, tendo em vista a naturalidade com que a funcionária me passou a informação e considerando 5 minutos mais que suficiente para a conexão. Chegamos a Lausanne, fizemos a conexão de 5 minutos e... pronto, estávamos agora na nossa última jornada até Paris. Chegamos em Paris pela estação Gare de Lyon. A primeira impressão não foi das melhores, pois ficamos totalmente perdidos naqueles mapas do metro com diversas linhas e estações e também pela dificuldade de comunição, pois as pessoas não falam literalmente nada de inglês. Comprar o ticket do metro foi um sacrifício. Passado o sufoco conseguimos chegar ao Hotel. Ficamos no Hotel Ibis Cambronne, que fica a uns 300 metros da Torre Eiffel. No hotel as coisas foram mais fáceis, pois óbviamente todos falavam inglês... Deixamos nossas malas e fomos correndo para conhecer a famosa Torre Eiffel, iluminado a cidade com o brilho de suas luzes no anoitecer de Paris. Seguem algumas fotos... Continua...
  4. Olá Debora, Bem, nossa ida de Zermatt até Paris foi de trem. Fizemos o trajeto Zermatt x Visp - Visp x Lausanne - Lausanne x Paris. Tudo bem tranquilo e com a habitual pontualidade do sistema de transporte Europeu. Para pesquisar os trajetos de trem sugiro entrar no site: http://www.tgv-europe.com, lá você pode simular diversos trajetos, diferentes datas e horários e verificar os preços. Na época que comprei as passagens por este site, as mesmas eram enviadas gratuitamente pelo correio, mas acho que agora tem a opção de imprimir pela internet. Com relação aos postais do Vaticano, basta você colocar o endereço normalmente em português nos campos certos, lembrando sempre de informar o País e o CEP. Abraços e boa viagem, Jansen
  5. Olá Diogo, bem, na Suíça o preço dos canivetes vale a pena. No caso dos relógios Swatch estavam na mesma faixa de preço dos demais países da europa. Escolhi Zermatt por indicação de um amigo, na verdade também havia planejado ir para Interlaken, mas esse amigo visitou as duas cidade de disse que se tivesse que escolher entre elas ficaria com Zermatt. Segui a dica dele e não me arrependo nem um pouco. Apesar de não ter conhecido Interlaken, Zermatt se mostrou uma cidadezinha muito aconchegante, com boa gastronomia e paisagens incríveis. De toda a minha viagem, Zermatt e Veneza estão juntas em 1º lugar. Abraços, Jansen
  6. Oi Grazy, vamos lá... Sim, eu reservei o hotel daqui mesmo. O site do hotel é: http://www.zermatt.net/alphubel/ Eu enviei um e-mail solicitando a reserva e pronto! Eles não exigiram nenhum pagamento antecipado, fiquei até surpreso, porque todos os outros hotéis que reservei pela internet exigiam o pagamento de um valor antecipado. O hotel é muito bom e o café da manhã foi o melhor de toda a minha viagem, a diária saiu por 115 francos, mas varia muito a depender da época que pretende ir. No site tem os preços para várias épocas, incluindo 2011. Todos na cidade falam Inglês e são muito receptivos... recentemente fiquei sabendo que lá é uma das estações de esqui mais badaladas da Europa, por isso eles estão acostumados a receber turistas de vários países, assim o Inglês se torna a lingua mais falada na cidade. Com relação à moeda, a oficial é o Franco Suíço, mas a maioria, senão todos os lugares aceita euro. No meu caso usei o franco mesmo, pois estava com o Visa Travel Money e podia sacar dinheiro em moeda local nos caixas eletrônicos. Para retornar ao Brasil acho que uma boa opção seria Milão, Itália. Sugiro que você pesquise diferentes opções nos sites das empresas aéreas, pois dependendo da cidade de origem o preço pode variar muito. Pode pesquisar por Bern, Lausanne e Zurique também. Abraços, Jansen
  7. Oi Pri, primeiramente desculpa a demora em responder... Bom, pelo que me lembro, Randa fica entre Visp e Zermatt. No meu caso peguei um trem em Visp e cheguei a Zermatt após 1 hora de viagem. Dei uma pesquisada no google maps e vi que Randa é a penúltima estação de trem antes de Zermatt, logo não deve estar a mais de 20 minutos de lá. Dei muita sorte durante os dias que fiquei em Zermatt, pois todos foram de tempo bom, com céu totalmente azul. A temperatura não estava muito baixa, de dia ficava em torno dos 15 a 18ºC e à noite caía até uns 10ºC. No dia que fui ao Gornergrat a temperatura lá no alto estava -2ºC, mas como estava bastante sol e não ventava era tranquilo de suportar, mas claro vestindo 2 casacos, luvas e cachecol. Espero ter ajudado... abraços e boa viagem!
  8. Olá Roseli, Primeiramente desculpe a demora em responder... Bem, eu fiz uma análise no site do Europass e, para o meu roteiro, não valia a pena comprar o passe. Sugiro que você simule todas as combinações possíveis, pode ser que no seu caso valha sim a pena. Você pode pesquisar os preços de passagens de trem individuais no site http://www.tgv-europe.com Abs, Jansen
  9. Olá Roseli, Primeiramente desculpe a demora em lhe responder... Vamos Lá: 1. O trajeto Veneza x Zermatt eu fiz todo de trem. Na verdade foram dois trens, o primeiro Veneza x Milão e o segundo Milão x Zermatt. Nosso trem partiu de Veneza as 7:50h e chegamos à Zermatt as 15:14h. Realmente se "perde" muito tempo viajando, mas nesta viagem vc pode admirar lindas paisagens, além de descansar um pouco as pernas. Em geral, os trens são bem confortáveis. 2. O trecho Zermatt x Paris também foi feito de trem. Saímos de Zermatt as 09:39h e chegamos à Paris as 17:03h. Nós viajamos no mês de abril. Não sei te dizer se em Outubro tem neve caindo... mas não se preocupe, vc verá muita neve em Zermatt, no topo do Gornergrat. Se precisar de mais alguma informação é só perguntar. Abs, Jansen
  10. Olá Pessoal, Faz algum tempo que não escrevo por aqui. É porque as férias acabaram e, com isso, o tempo para continuar o relato da minha viagem ficou reduzido, mas estou esforçando para continuar a história. Irei descrever abaixo como foi o 8° dia da nossa viagem... - 8º DIA - 09/04 Após tomar um delicioso café da manhã no hotel, regado a queijos, pães fresquinhos, chá, café e uma variedade de frios (fiz questão de detalhar a qualidade do café da manhã porque, em geral, isso é coisa rara na Europa) seguimos até a estação Gornergrat Bahn, que fica em frente à estação de trem de Zermatt. Compramos o bilhete de ida e volta para Gornergrat. O preço foi de 76 francos por pessoa, o que dá mais ou menos 55 euros. Tudo bem, um pouco salgado, mas tínhamos certeza que a paisagem que estávamos prestes a descobrir iria recompensar este valor. DICA: Existe uma tarifa que eles chamam de Happy Hour. Se não me engano o preço deve cair para 40 euros por pessoa. Quem conseguir controlar a ansiedade pode pegar esta tarifa para os trens que partem após as 12:00h. Mais informações: http://www.gornergrat.ch/home/index.php Embarcamos no trem às 10:30h para uma viagem "alpe acima" de aproximadamente 40 minutos. Nos sentimos um pouco "peixes fora d'água", pois éramos os únicos sem roupa e equipamento de esqui naquele trem, impressionante... A viagem é fantástica, o pequeno trem vai cortando lentamente as encostas do alpe e, a medida que vamos nos aproximando do topo, fica totalmente coberto pela neve. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508160703.JPG 500 375 Legenda da Foto]Subindo até Gornergrat.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508160803.JPG 500 375 Legenda da Foto]Viagem de trem até Gornergrat.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508160847.JPG 500 375 Legenda da Foto]Estação de trem.[/picturethis] Eis que chegamos... Gornergrat, 3100 metros de altitude. Não podia ser melhor, o céu estava totalmente azulado, sem nenhuma nuvem, além disso praticamente não ventava, o que foi muito bom diante da temperatura de -2ºC que estava lá em cima. Tiramos muuuitas fotos e sentimos, literalmente, a neve. Com certeza pudemos apreciar naquele momento uma das paisagens mais bonitas de nossas vidas. Lá no topo existe uma ótima infra-estrutura: 2 restaurantes, lojas de souveniers, 1 hotel, banheiros elevador... fantástico. Quem quiser pode ficar sentado tomando um delicioso chocolate quente apreciando aquela imensidão branca ao seu redor. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508160939.JPG 500 375 Legenda da Foto]Galera se preparando para esquiar.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161042.JPG 500 375 Legenda da Foto]Animal típico dos Alpes...[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161144.JPG 500 375 Legenda da Foto]Matterhorn ao fundo.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161225.JPG 500 375 Legenda da Foto]Paisagem.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161306.JPG 500 375 Legenda da Foto]Mais paisagem.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161352.JPG 375 500 Legenda da Foto]Caminhando pela neve.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161452.JPG 500 375 Legenda da Foto]Posando para foto.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161531.JPG 375 500 Legenda da Foto]Matterhorn, visto através da janela do hotel.[/picturethis] Algumas horas depois, pegamos o trem de volta a Zermatt... fica na memória (e nas fotos) toda aquela beleza. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161629.JPG 500 375 Legenda da Foto]Paisagem na descida.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161712.JPG 500 375 Legenda da Foto]Retornando à Zermatt.[/picturethis] Chegando a Zermatt fomos andar sem rumo por essa incrível cidadezinha, tipicamente suíça, com sua arquitetura tradicional e construções em sua maioria do tipo Chalé. Aproveitamos para comer outro prato típico local... a batata rostie. À noite fizemos umas compras no supermercado para o nosso banquete no quarto do hotel... regado a queijos e vinho suíços. DICA: Com certeza já devem ter lido essa dica no fórum, mas vale reforçar... comprando comida no supermercado você consegue se alimentar muito bem a um preço bem mais em conta. Uma garrafa de vinho de uns 15 francos no supermercado custa em média 30 nos restaurantes. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161812.JPG 500 375 Legenda da Foto]Zermatt.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100508161854.JPG 500 375 Legenda da Foto]Jantar.[/picturethis] Era hora de dormir e se preparar para o nosso próximo destino: Paris, a cidade luz! Boa noite a todos e até lá! Continua...
  11. Mariane, Quando comprei as passagens pela tgv-europe não havia a opção de imprimir os bilhetes, apenas recebe-los pelo correio. Na verdade, eu só consegui imprimir o comprovante de compra com um código para acompanhar o status pelo site, mas estava bem claro que este comprovante não era o bilhete, portanto precisava esperar a chegada pelo correio. Aconselho que você verifique se estes bilhetes que vc imprimiu não são apenas os comprovantes de compra. Caso sejam realmente os bilhetes, fica tranquila! No meu caso, a passagem do trem Paris x Londres eu comprei pelo site da Eurostar e podia imprimir o bilhete em casa. Fiz isso e não tive nenhum problema. Abraços, Jansen
  12. Continuando o relato... - 7º DIA - 08/04 Acordamos bem cedo mesmo, acho que umas 5:50h, o dia ainda estava amanhecendo e o frio nos convidava a permanecer embaixo dos cobertores... mas o sacrifício justificava. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426221939.JPG 500 375 Legenda da Foto]Amanhecendo em Veneza.[/picturethis] Chegamos à estação de trem S. Lucia em Veneza umas 7:00h e ainda deu tempo de comer um pão com presunto na lanchonete. Embarcamos no trem com destino a Milão. Só para variar, ele saiu na hora marcada, 07:50h. Chegamos a Milão às 10:25h e aguardamos a saída do nosso próximo trem, às 11:20h, com destino a Visp, Suíça. Chegamos em Visp às 13:30h e aguardamos até as 14:10h para mais esta conexão, agora final, até Zermatt. Vocês devem estar pensando, pô mas que saco, fazer duas conexões e perder o dia todo viajando de trem... Que nada! A cada quilômetro percorrido pelo trem nós íamos descobrindo novas e fantásticas paisagens que já recompensavam cada minuto dentro do vagão. Principalmente neste último trecho Visp x Zermat, que é marcado pelos gigantestos penhascos criados pelos paredões de rochas dos Alpes Suíços além, é claro, da neve, que ainda resistia ao SOL que brilhava no lindo dia de céu azul. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426222046.JPG 500 375 Legenda da Foto]Estação de TREM em Milão.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426222150.JPG 500 375 Legenda da Foto]Trajeto do TREM com destino a Visp, Suíça.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426222255.JPG 500 375 Legenda da Foto]Alpes Suíços.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426222352.JPG 500 375 Legenda da Foto]Estação de TREM em Visp, Suíça.[/picturethis] Chegamos em Zermatt às 15:15h. Logo na estação tem um grande painel com um mapa e a lista de todos os hotéis da cidade. Basta ver o nº do seu hotel e discar no telefone que fica neste mesmo totem. Em Zermatt não tem carros como nós conhecemos, por isso os hotéis enviam seus carrinhos elétricos para te apanharem na estação, ou então o trajeto é feito em enormes carruagens. Seguem dados do nosso hotel: Alphubel Zermatt (http://www.zermatt.net/alphubel/). 101 CHF por pessoa por dia em suíte, com café da manhã. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426222533.JPG 500 375 Legenda da Foto]Esquiadores em Zermatt.[/picturethis] Passados uns 5 minutos após ligar para o hotel chegou o carrinho verde característico. Deixamos as malas e fomos correndo para a varanda do quarto... a vista era simplesmente fantástica, ainda mais para quem nunca tinha visto neve, como era o nosso caso. Fomos passear pela cidade, que estava lotada de turistas com equipamentos de esqui, snowboard, etc. Impressionante, lá todo mundo esquiava, desde a criancinha de 3 anos de idade até os idosos de 70, muito legal. No nosso planejamento não estava previsto esquiar, por isso nem arriscamos, pois ficaríamos apenas duas noites em Zermatt e não haveria tempo hábil nem para conseguir ficar de pé no esqui. A paisagem já estava de bom tamanho. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426222628.JPG 500 375 Legenda da Foto]Vista do quarto do hotel.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426222734.JPG 500 375 Legenda da Foto]Zermatt...[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426222837.JPG 500 375 Legenda da Foto]Zermatt.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426222932.JPG 500 375 Legenda da Foto]Teleférico para acesso a uma estação de esqui.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100426223033.JPG 375 500 Legenda da Foto]Matterhorn, Zermatt.[/picturethis] Ao anoitecer fomos a um restaurante comer o tradicional fondue suíço. Uma delícia. Após o jantar retornamos para o hotel. No dia seguinte estava previsto a subida ao Gornergrat, que fica a 3100 metros de altitude e fica coberto de neve o ano todo. A ansiedade estava enorme. Mais informações sobre a cidade: http://www.zermatt.ch/en/ http://www.gornergrat.ch/home/index.php Continua...
  13. Adriana, já li aqui no forum que uma média de 60 EU por dia por pessoa está de bom tamanho. Eu segui mais ou menos esta média e dividi entre dinheiro vivo e travel card (www.cashpassport.com.br). Além disso levei dois cartões de crédito, um Visa e outro MasterCard, para uma eventual emergência. É sempre bom andar com uma pequena quantidade em dinheiro vivo para pequenas despesas, pois de vez em quando o Travel Card não passava (muito raramente). Abs, Jansen
  14. camilavelloso, a minha imigração para entrar em Londres foi bem tranquila. Eu fiz esta imigração ainda em Paris, na estação Gare du Nord, quando embarquei no EuroStar. Bem, me foram feitas as seguintes perguntas: 1. O que você está indo fazer em Londres? (Resp.: Apenas a turismo, já visitei outros países da Europa e agora estou indo para Londres, a última cidade da minha viagem); 2. Você já tem passagem de volta para o Brasil? Posso vê-la? (Resp. Sim. E mostrei a passagem). Após isso ela carimbou nosso passaporte e deu bye bye. Antes de passar por essas perguntas você precisa preencher um pequeno formulário onde pergunta seus dados pessoais, profissão, endereço de onde vai ficar em Londres e etc. Com relação ao dinheiro, eu particularmente estava só com uns 70 EU, mas também tinha um saldo razoável no meu TravelCard, além de limite disponível no Cartão de Crédito. Não tenho experiência para te dizer quanto levar, mas pelas dicas que li aqui no forum, uma média de 60 EU por dia por pessoa está de bom tamanho. Abs, Jansen
  15. - 6º DIA – 07/04 Este dia foi todo dedicado a Veneza. Como já foi escrito em relatos de outros colegas deste fórum, apenas caminhar por Veneza já é fantástico. Em cada ruazinha daquelas você descobre locais muito charmosos e lindas fachadas das construções centenárias. Nesta magnífica cidade até as paredes descascando, deixando a mostra os tijolos das construções, se tornam parte da “decoração” deste patrimônio da humanidade. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425123804.JPG 375 500 Legenda da Foto]El Campanario.[/picturethis] Logo de manhã visitamos o Palazzo Ducale (ou Palácio dos Doges – 13,00 EU por pessoa, com direito a visitar outros museus em Veneza). O prédio tem suas fachadas interna e externa todas trabalhadas. Também foi possível visitar as celas onde os condenados aguardavam a hora da morte. Algumas celas ainda tem em suas paredes os relatos dos últimos dias de vida de alguns destes condenados. No dia da execução os presos eram levados até o local onde seriam enforcados e passavam por uma ponte, que ficou conhecida como a Ponte dos Suspiros. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425123947.JPG 500 375 Legenda da Foto]Palazzo Ducale.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425124043.JPG 375 500 Legenda da Foto]Celas do Palazzo Ducale.[/picturethis] Saindo do palácio fizemos uma caminhada no entorno da Piazza San Marco e depois pegamos o Vapporeto até a Ponte Rialto. Lá descobrimos que se trata de uma grande área comercial, cheia de lojas e bastante movimentada, inclusive a própria ponte é cheia de lojas. Em uma das ruas que dão acesso à ponte descobrimos uma pequena lanchonete que estava lotada... fomos “convidados” a fazer uma pausa para um lanche. Comprados o sanduíche, batata frita, pão com lingüiça, refri e cerveja, seguimos até à beira do Grand Canal onde nos sentamos para o banquete, contemplando as Gôndolas que iam e vinham a todo momento. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425131123.JPG 375 500 Legenda da Foto]Vista do El Campanario.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425131219.JPG 375 500 Legenda da Foto]Gôndolas "estacionadas".[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425131314.JPG 500 375 Legenda da Foto]Vista de uma das centenas de pontes de Veneza.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425131406.JPG 500 375 Legenda da Foto]Piazza próxima a Ponte Rialto.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425131513.JPG 500 375 Legenda da Foto]Local da parada para o lanche, às margens do Grand Canal.[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425131615.JPG 500 375 Legenda da Foto]Ponte Rialto.[/picturethis] À tarde voltamos até a Piazza San Marco e subimos no Campanário (Elevador - 8,00 EU por pessoa). Vale muito a pena, pois lá de cima você tem uma linda vista de toda Veneza. Foi de lá que descobrimos que um pouco mais afastado tinha um grande parque arborizado... havíamos definido o nosso próximo destino! Seguimos beirando o Grand Canal até chegar ao parque, que realmente é muito bonito. Esta é uma parte mais residencial de Veneza. Havia muitas crianças brincando livremente por lá... [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425131700.JPG 500 375 Legenda da Foto]Vista de Veneza a partir do Campanario[/picturethis] [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425131755.JPG 500 375 Legenda da Foto]Parque arborizado em Veneza.[/picturethis] Anoiteceu, estávamos cansados, mas muito felizes de termos conhecido este encanto de lugar. Para matar a fome fizemos um banquete no quarto do hotel regado a pizza e vinho, e o melhor, tudo isso por apenas 14 EU. O dia chegou ao fim... precisávamos descansar porque o dia seguinte seria de uma longa viagem. Nosso trem partia as 7:50h com destino à Zermatt, na Suíça. [picturethis=http://www.mochileiros.com/upload/galeria/fotos/20100425131853.JPG 500 375 Legenda da Foto]Anoitecer...[/picturethis] Continua...
×
×
  • Criar Novo...