Ir para conteúdo

b.porto

Membros
  • Total de itens

    1
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra
  1. Fala galera! Esse é meu primeiro post aqui no mochileiros.com! Vim então falar do reveillon 09/10 na Praia do Sono. Que pros desinformados já tem ELETRICIDADE! Cheguei na praia no dia 26/dez pra não pegar o rush dos trabalhadores de fim de ano e escolher um lugar tranquilo pra armar a barraca. Eu e meus comparsas ficamos no camping do Zico, atrás do quiosque do Açaí. Até então, tudo padrão... cozinha, banheiro, porém 1 chuveiro só, puta sacanagem. Dias lindos, perfeitos pra caminhadas. Fomos até Ponta Negra no dia seguinte, quando começaram os problemas com a chuva. Chuveu bastante à noite nesse dia, mas até então tudo bem. Montamos as lonas pra escoar legal a água.. tudo suportável. No dia 30 amanheceu nublado, e assim foi o dia inteiro. Pra noite chegar pancando tudo com um pé d'água daqueles que te faz perguntar "Por que diabos tô fazendo aqui?". Inundo tudo! O rio/esgoto que passa por trás dos campings transbordou... merda abaixo. Salve-se quem puder. Confusão armada, corre-corre pra tirar as barracas do lago de bosta que foi formado. Nessa hora eu ainda estava bem, minha barraca tava num lugar alto, a merda não chegou lá. Ainda consegui escapar dessa! Dia 31, amanhace chuvendo já. É isso aí! Último dia do ano, planeja-se relaxar e refletir. Acordamos parecia mais o Armagedon, Apocalipse Now... todo mundo correndo pra tirar as coisas da chuva que havia parado na madrugada. Caos total! O dia inteiro nessa, o povo ja cansado de salvar os pertences começa a abandoná-los. Pra não dizer que a chuva do dia 31 foi só pior, foi também com vento. Muito vento! Chega a noite e nada da chuva parar, o vento também cada vez mais forte. Preocupação de uma virada de ano com a barraca virada. Chove, chove, chove e chove mais. Fruto da natureza humana, essa chuva torrencial foi a mesma reponsável pela tragédia na ilha grande. Nessa minha barraca não sobreviveu, foi alagada. Felizmente, deu tempo de salvar comida, roupa e eletronico. Coloquei tudo em cima do colchão inflável e quísse... fui pro meu reveillon. Com certeza não foi a mesma coisa. Muita gente triste pelas perdas na chuva, todo mundo molhado, um frio do cão. Não dava pra ignorar a tormenta. Nem bebendo tudo! Dia 01, acorda-se com toda vontade de voltar pra casa. Óbvio! Sem água, sem roupa seca, previsão de mais chuva... partiu! Ledo engano... 1500 pessoas querendo sair da praia juntas, detalhe que a trilha depois da chuva fica muito perigosa então só de barco. Chegam notícias da Babilônia de que a encosta cedeu impedindo o entra e sai de Laranjeiras. Todos que pegaram o barco pra ir embora tiveram que permanecer em Laranjeiras pois a passagem tava bloqueada. O lugar não suporta tanta gente e quem foi teve que acampar por lá mesmo. Agora imagina a situação do lugar, 800 pessoas acampadas esperando desbloquear a via. Mercado vazio, sem água, sem banheiro... começaram a quebrar tudo. Quem largou o carro na rua teve o pneu furado e retrovisor quebrado. Atos de revolta que não solucionam nada, bando de ignorantes que não respeitam o próximo. Bem, quem foi e viu que não dava pra ficar em Laranjeiras voltou. Quem não tinha grana pra pagar outro barco ficou no perrengue. Logo, a situação era ficar na praia até segunda ordem. Bom pra quem ficou, dia 02 amanheceu um dia lindo e cheio de esperança. Deu pra aproveitar o restinho do recesso do trabalho. Dia 03 voltamos, pista liberada para veículos pequenos. Rio-Santos bloqueada, Dutra congestionada... essa parte vcs acham em outros posts pelo fórum. Praia do Sono é linda, vale a pena ir. Mas por favor, siga a previsão do tempo! Não tem infra estrutura pra tanta gente e tanta água que nem esse reveillon. Fora a chuvinha, foi irado. abrçs
×
×
  • Criar Novo...