Ir para conteúdo

Luiz Carlos Guedes

Membros
  • Total de itens

    23
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Luiz Carlos Guedes

  • Data de Nascimento 29-03-1983

Conquistas de Luiz Carlos Guedes

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Use mesmo, está aí para isso!!! Realmente os preços estão um pouco desatualizado, mas dá para ter uma noção!!! Boa viagem e coma bastante carne e alfajor, rsrsrsrs!!! Ah não esquece do sorvete da freddo (dulce del leche)...Empanadas...Hum...Não é apenas o alfajor do havana que é bom, existem outros q vendem no 25h q são deliciosos (alchafaz...acho q o nome é esse)... Ande pela Calle Florida, mais cuidado com os hermanos que oferecem de comida a mulheres...Visualize o tango nas ruas, são os melhores e os mais tradicionais, e eles ainda deixam você tirar fotos...rsrsrsrs!!!!Tem restaurante em Puerto Madero que serve rodízio, barato e gostoso...(aproveite, saí de lá com a boca doendo de tante carne,rsrsrsrs!!!)...Ande de metrô, bom, bonito e barato; vale a pena...Refrigerante custa caro em BsAs, beba água, mas cuidado que a água de BsAs tem um gosto diferente da nossa, experimente que vai gostar de alguma por lá...Se preferir beba vinho, existem excelentes vinhos que são mais baratos que água....Vá em Lujan, conheço diversas pessoas que não foram e se arrependeram... Enfim meu camarada, aproveite demais, BsAs é maravilhoso, e não se arrependerá!!!! Digamos que é uma Paris menos esnobe, rsrsrsrsrsrs!!! Boa Trip! Valeu pelas dicas, LuizRJ. Só queria saber o nome desse restaurante que serve rodízio barato em Puerto Madero. estou mesmo procurando bons lugares para comer uma boa carne sem ser legalmente assaltado. Você lembra nome de rodízios bons e baratos? Abraço. Meu amigo, o nome eu não lembro, mas quando for a Puerto Madero, ande pela beirada da rua (calçada), que tem diversos restaurantes...Alguns deles servem rodízios, só verificar o preço, entrar e comer...Não gostei do Siga La Vaca, tem melhores em Puerto Madero mesmo...Vai andando em direção a Casa Rosada que vai ver um monte! Esse em particular, é de vidro, com uma varandinha aconchegante que pode beber uns vinhos antes (tem uma pequena fila), e depois entrar e comer...Dentro dele tem lugares que dá pra ver os deks(acho que escreve assim) iluminados...Fera o lugar...E tem muitos argentinos frequentando... Abraço!
  2. Que taxa é essa?? Vc pagou onde? Eu não tive que pagar nada... a não ser que esse valor já estivesse na minha passagem... ou por causa do aeroporto... Jujubexxx, De uns tempos para cá - não sei precisar a data - as taxas foram incluídas pelas cias. aéreas no ato da compra, por isso que muitas pessoas não pagam mais. Na última vez que fui tive que pagar, mas amigos meus que foram depois não pagaram. Isso ae, não precisa mais pagar, já está incluso...Só paguei extra de bagagem!!!rsrsrsrs... Abços!
  3. Use mesmo, está aí para isso!!! Realmente os preços estão um pouco desatualizado, mas dá para ter uma noção!!! Boa viagem e coma bastante carne e alfajor, rsrsrsrs!!! Ah não esquece do sorvete da freddo (dulce del leche)...Empanadas...Hum...Não é apenas o alfajor do havana que é bom, existem outros q vendem no 25h q são deliciosos (alchafaz...acho q o nome é esse)... Ande pela Calle Florida, mais cuidado com os hermanos que oferecem de comida a mulheres...Visualize o tango nas ruas, são os melhores e os mais tradicionais, e eles ainda deixam você tirar fotos...rsrsrsrs!!!!Tem restaurante em Puerto Madero que serve rodízio, barato e gostoso...(aproveite, saí de lá com a boca doendo de tante carne,rsrsrsrs!!!)...Ande de metrô, bom, bonito e barato; vale a pena...Refrigerante custa caro em BsAs, beba água, mas cuidado que a água de BsAs tem um gosto diferente da nossa, experimente que vai gostar de alguma por lá...Se preferir beba vinho, existem excelentes vinhos que são mais baratos que água....Vá em Lujan, conheço diversas pessoas que não foram e se arrependeram... Enfim meu camarada, aproveite demais, BsAs é maravilhoso, e não se arrependerá!!!! Digamos que é uma Paris menos esnobe, rsrsrsrsrsrs!!! Boa Trip!
  4. Melhor hostel na minha opinião é o Hostel Suites Florida. Fiquei por lá 2 vezes e todas as pessoas que já recomendei gostarem. Ótimos atendentes, excelentes instalações, excelentes festas...Enfim, galera animal!!! Além da localização ser ótima!!!
  5. Sinta-se a vontade para esclarecer alguma dúvida. Abração!
  6. Esse sabe tudo mesmo!!! Abração pra você e seu pai!!!!
  7. BsAs_07 - Dossiê BUENOS AIRES Ida : 09/08/10 Volta: 17/08/2010 SEGUNDA – 09/08 19:30 – Chegada ao Aeroporto Galeão / Check In 22:30 – Decolagem 02:00 – Desembarque / Check Out / Formulários TAX FREE / Translado 03:00 – Chegada no Hotel / Check in TERÇA – 10/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios PUERTO MADERO CIRCUITO 01 - Diques Avenida Alice Moreau Justo Fragata Sarmiento Puente de La Mujer CIRCUITO 02 – Costanera Sur Fuente da Las Nereidas Reserva Ecológica Cassino Flutuante CENTRO CIRCUITO 01 – Plaza de Mayo Plaza A. P. Justo Monumento a Colón Casa Rosada Banco de La Nacion Plaza de Mayo Iglesia San Francisco Museo de La Ciudad Museo Etnográfico Museo Nacional Del Grabado Iglesia N. S. Del Rosario Iglesia San Ignacio de Loyola Manzana de Las Luces Cabildo Catedral Metropolitana Casa da Cultura Avenida de Mayo Café Tortoni CIRCUITO 02 - Congresso Palácio Barolo Sede do Colégio Nacional de Buenos Aires Palácio Del Congresso Plaza Del Congresso CIRCUITO 03 – Obelisco e Avenida Corrientes Avenida 9 de Julio Avenida Corrientes Paseo La Plaza Once Abasto Buenos Aires Plaza Lavalle Teatro nacional Cervantes Obelisco Teatro Colón Museo Mitre Túneis ocultos que corriam a cidade durante a época colonial Edifício onde funcionava o conselho deliberante Linha A do metrô Estación Peru de Subterrâneo 19:00 - Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) QUARTA – 11/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios Plaza Itália ( ??? ) - Ônibus Zoológico de Lujan RETIRO CIRCUITO 01 Terminal de ônibus do Retiro Galeria Pacífico Plaza San Martín Torre de Los Ingleses Avenida Córdoba (Outlets) Calle Flórida Iglesia e Convento Santa Catalina de Siena Basílica Del Santíssimo Sacramiento Avenida Santa Fé Avenida Pueyrredón Estação de trem Retiro Edifício Kavanagh ( um dos mais altos da cidade ) Palácio San Martín Museo de Arte Hispanoamericana Isaac Fernandéz Blanco Centro Cultural Borges ( localizado no mesmo prédio da Galeria Pacífico ) 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar / Tango 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) QUINTA – 12/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios RECOLETA CIRCUITO 01 – Plaza Francia Plaza Francia Cemetério da Recoleta Basílica Nuestra Señora Del Pilar Centro Cultural Recoleta Buenos Aires Design Bar La Biela Hard Rock café Village Recoleta CIRCUITO 02 – Av. Libertador e Av. Figueroa Alcorta Floralis Generica Museo Nacional de Belas Artes Museo Nacional de Arte Decorativa Biblioteca Nacional CIRCUITO 03 – Av. Avelar e Av. Santa Fé Avenida Avelar e Avenida Quintana Pátio Bullrich Parque Thays Palais Glace Avenida Santa Fé Embaixada do Brasil PALERMO CIRCUITO 01 – Bosques de Palermo Lagos de Palermo Rosedal Jardim Zoológico Jardim Botânico Parque 3 de febrero Jardim Japonês Planetário CIRCUITO 02 – Palermo Chico Museo de Arte Latino-Americano de Buenos Aires (MALBA) Paseo Alcorta Museo Evita CIRCUITO 03 – Pqraue Las heras Parque Las Heras Alto Palermo Shopping Boulevard Charcas CIRCUITO 04 – Palermo Viejo Palermo Soho Palermo Holywood Plaza Julio Cortázar Casa de Jorge Luis Borges 19:00 – Hostel 20:00 – PUERTO MADERO ( À NOITE ) 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) SEXTA – 13/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios SAN TELMO CIRCUITO 01 – San Telmo Plaza Dorrego Calle Defensa Pasaje San Lorenzo Zanjón de Granados Parque Lezama Museo Histórico Nacional Iglesia Nuestra Señora de Belén Iglesia Ortodóxica Russa Museo Etnográfico Juan B. Ambrosetti Museo Nacional de La história Del traje Museo de Arte moderna Iglesia Ortodóxica Russa de La Santíssima Trindad Museo Penitenciário Antônio Ballave LA BOCA CIRCUITO 01 – La Boca Calle Caminito Vuelta de Rocha La Bombonera ( Boca Juniors ) Museo de Bellas Artes de La Boca Museo Histórico de cera Museo de La Pasión Boquense Calle Necochea Calle Garibaldi 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) SÁBADO – 14/08 08:00 – Acordar 09:00 – início dos passeios COLÔNIA Ferry Boat Ver Horários BELGRANO CIRCUITO 01 - Las Cañitas Báez y Arce El solar de La Abadía Hipódromo Argentino CIRCUITO 02 - Barrancas de Belgrano Barraca de Belgrano Plaza Manuel Belgrano Iglesia da La imaculada Concepción Barrio Chino CIRCUITO 03 - Belgrano C e Belgrano R Avenida Cabildo Bergrano R 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) DOMINGO – 15/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos Passeios FEIRAS Recoleta e San Telmo OBS: Visitar algum lugar que não foi visitado devido ao tempo corrido ou outros problemas 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) SEGUNDA – 16/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios TIGRE Ver Trem e Barco ( Passeio o dia todo ) 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) TERÇA – 17/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios COMPRAS DIVERSAS Shopping Abasto ( Av. Corrientes 3200 ) Outlets ( Puma, Nike, Tommy, etc... ) Galeria Pacífico Calle Florida Palermo Shopping Pátio Bullrich Free Shop Av. Santa Fé Av. Suipacha ( fábrica de couro ) Feira San Telmo e Recoleta ( domingo ) Falabella Buenos Aires Sports ( roupas esportivas ) Once ( Av. Corrientes ) Av. Córdoba 16:00 – Saída do Hostel 16:40 – Chegada Aeroporto Ezeiza / Check-in / Duty Free Argentina 18:55 – Decolagem 21:54 – Desembarque / Check-out / Duty Free Brasil
  8. BsAs_06 - Dossiê CENTRO 01 - Plaza de Mayo 02 - Casa Rosada ( Sede do governo argentino) Localizado na C. Balcare 50, em frente a Plaza de Mayo Aberto seg a sex de 10h às 18h e dom 14 às 18h) Troca de guarda em horários ímpares entre 9h às 17h Visitas guiadas seg a sex de 11h e 15h e dom às 16h 03 - Catedral Metropolitana ( Catedral com 12 colunas na fachada que representa os apóstolos de Cristo. Foi construída no século 18, em estilo neoclássico ) Localizado em frente a Plaza de Mayo Aberto seg a sáb de 9h às 18h e dom de 9h às 13h e 15h às 19h 04 - Cabildo ( Prédio construído em 1725, era utilizado para realização de reuniões políticas na época colonial ) Localizado na C. Bolívar, 65 Aberto de ter a sex de 10h30 às 17h e dom de 18h30 às 18h Museo Histórico Nacional Del Cabildo y de La Revolucíon de Mayo 05 - Manzana de las Luces ( Compreende alguns dos edifícios mais antigos da cidade, localizado entre as ruas Perú, Moreno, Bolivar e Alsina ) Localizado na C. Peru, 272 Visitas guiadas de seg a sex às 15h e sáb e dom às 15h Iglesia de San Ignacio 06 - Museo de La Ciudad ( Museo que resgata a memória de Buenos Aires através de objetos históricos, móveis e etc. ) Localizado na C. Alsina 412 Aberto de seg a sex de 11h às 19h e dom de 15h às 19h 07 - Palacio Del Congresso ( Prédio de estilo neoclássico de 1908 – em frente fica a Plaza de los Dos Congresos, que abriga o monólito que marca o Km 0 das estradas argentinas ) Localizado na Av. Mayo, na outra extremidade da avenida 08 - Obelisco ( Foi construído em 1936 em comemoração aos 400 anos da fundação da cidade ) Localizado na Av. 9 de Julio, no cruzamento com a Av. Corrientes Vale a pena passar de dia e à noite 09 - Teatro Colón ( Criado em 1908, é o teatro mais importante da América Latina, famoso pela sua arquitetura e acústica ) Localizado na C. Cerrito 618, em frente a Av. 9 de Julio, entre as C. Libertad, Tucumán e Viamonte Atrás do teatro tem a Plaza Lavalle 10 - Museo de Arte Hispanoamericano Isaac Fernandéz Blanco ( Mais importante acervos de arte ibero-americana do continente, reúne objetos da época em que Portugal e Espanha dominaram a América do Sul ) Localizado na C. Suipacha 1422 Aberto de ter a dom de 14h às 19h 11 - Museo Mitre ( casa onde viveu o primeiro presidente da Argentina, o jornalista Bartolomé Mitre) Localizado na C. San Martin 366 Aberto de seg a sex de 12h às 18h Outros: - Estación Peru de Subterrâneo ( Linha A do Metrô ) - Banco de La Nacion ( C. 25 de mayo c/ C. Bartolomé Mitre 326) - Palácio Barolo ( Av. Mayo 1370 ) - Linha A do metrô de Buenos Aires - Centro Cultural Borges ( C. Defensa ) - Café Tortoni ( Av. de Mayo 825 ) - Palácio barolo ( Av. de Mayo 1370 ) - Paseo La Plaza ( Av. Corrientes 1660 ) – Diversos teatros durante o dia e a noite RECOLETA - Cemeterio de La Recoleta Localizado na C. junín 1760 Aberto diariamente de 8h às 18h Visitas guiadas em português na sexta às 11h – confirmar horário - Basilica Nuestra Señora Del Pilar ( construída em 1732) Localizado na C. Junín 1904 Visitas guiadas aos domingos às 15h, 16h e 17h - Museo Nacional de Bellas Artes ( Museu mais importante do país ) Localizado na Av. Del Libertados 1473 Aberto de ter a sex de 12h30 às 19h30 e sáb e dom de 9h30 às 19h30 - Buenos Aires Design Recoleta Localizado entre as Av. Pueyrredón e Av. Del Libertador Aberto de seg a sáb de 10h às 21h e dom de 12h às 21h - Plaza Francia (domingo – feira de artesanato) Localizado na Av. Pueyrredón - Museo de Arte Latino-americano de Buenos Aires Localizado na Av. Figueroa Alcorta 3415 Aberto de 12h às 20h - Centro Cultural Ciudad recoleta Localizado na C. Junín 1930 / Av. Pueyrredón 1930 - Salas Nacionales de Cultura - Plaza de las Naciones Unidas ( Floralis genérica ) Localizado na Av. Presidente Figueroa Alcorta 2300 - Centro Cultural Recoleta Aberto de ter a sex de 14h às 21h e sáb e dom de 10h às 21h - Biblioteca Nacional Localizado na C. Aguero 2502 Outros: - Hard Rock Café Argentino ( Av. Pueyrredón 2501 ) - Embaixada do Brasil ( C. Carlos Pelegrini 1353 ) - Palais de Glacê ( C. posadas 1725 ) - Bar La Biela ( Av. Presidente Manuel Quintana ) - Patio Bullrich ( Av. Del Libertador 750 ) PALERMO - Parque 3 de Febrero - Museo Evita Localizado na C. Lafinur 2988 Aberto de ter a dom de 14h às 19h30 - Jardim Botânico Localizado na Av. Santa Fé 3951 Aberto de seg a dom de 8h às 18h - Jardim Zoológico Localizado na Av. las heras, esq c/ C. Sarmiento Aberto de ter a dom de 10h às 18h c/ ou s/ passaporte - Jardim Japonês Localizado na Av. Figueroa Alcorta, esquina c/ Av. casares Aberto todos os dia de 10h às 18h Visitas guiadas nos sáb às 11h, 15h e às 17h - Parque Palermo Outros: - Palermo Soho e Palermo Hollywood - Bosques de Palermo ( Próx a Av. Sarnimento ) - Planetário (telescópios, qui, sex, sáb e dom, 20h30) – Av. Sarnimento y Figueroa Alcorta - Lagos de Palermo - Rosedal ( Av. Del Libertador ) - Paseo Alcorta ( Av. L. Acorta Jeronimo Salguero 3172 ) - Plaza Julio Cortazar ( C. Sermano e Honduras 1414 ) RETIRO - Terminal de Ómnibus de retiro - Galeria Pacífico Aberto de seg a sáb de 10h às 21h e dom de 12h às 21h - Plaza San Martín Localizado na C. Marcelo T. de Avelar , Próx a C. Florida - Torre de los Ingleses – Réplica do relógio Big Bem – Plaza San Martín - Av. Córdoba = Outlets etc (a partir do 4.200 – altura da Av. Scalabrini Ortiz – Outlets das marcas argentinas renomadas) - Calle Florida = Outlets etc - Iglesia e Convento Santa Catalina de Siena Localizado na C. Via monte c/ C. San Martín - Basílica Del Santíssimo Sacramento Localizado na C. San Martín 1035 - Av. Santa Fé - Av. Pueyrredón - Free Shop (Marcelo T Avelar, 899, perto da Rua Florida) Outros: - Estação de trem Retiro, no fim da Rua Florida, aonde se vai à Tigre e para os bairros menos turísticos da cidade - Edifício Kavanagh - um dos mais altos da cidade – Próx a Plaza San Martín SAN TELMO - Fería de San Telmo Localizado na C. Humberto Primo e La Defensa Aberto aos domingos de 10h às 17h - Parque Lezama Localizado entre Av. Brasil, Av. Martín Garcia e C. Defensa - Museo Histórico Nacional Localizado na C. Defensa 1600 Aberto de ter a dom de 11h às 18h - Iglesia Nuestra Señora de Belén ( Construída em 1734, possui arquitetura neocolonial com azulejos espanhóis ) Localizado na C. Humberto Primo 340 - Iglesia Ortodoxa Russa Localizado em frente ao Parque Lezama - Museo Etnográfico Juan B. Ambrosetti ( apresenta coleções arqueológicas oriundas de outros lugares como Patagônia, África, etc. ) Localizado na C. Moreno 350 Aberto de ter a sex de 13h às 19h e sáb e dom de 15h às 19h Visitas guiadas nos fins de semana às 16h - Museo Nacional de La Historia Del traje ( dedicado a evolução das roupas e acessórios e seus vínculos com a arte e o contexto social ) Localizado na C. Chile 832 Aberto de ter a sex de 15h às 19h Visitas guiadas aos domingos Outros: - Plaza Dorrego ( Próx a Trav. General Juan Domingo Perón ) - Museo de Arte Moderna ( Av. 25 de mayo ) - Iglesia Ortodoxa Rusa de La Santíssima Trindad ( Av. Brasil 315 ) - Museo Histórico Nacional - Museo Penitenciário "Antonio Ballve" ( Próx a C. Bolivar ) - Calle Defensa - Pasaje San Lorenzo LA BOCA - Calle Caminito ( travessa com exposição de arte, dançarinos de tango, lojas de souveniers, etc... ) - Museo de Bellas Artes de La Boca Aberto de ter a sex de 10h às 17h30 e sáb e dom de 11h às 17h - Museo histórico de Cera - La Bombonera ( estádio do Boca Juniors ) - Museo de La Pasión Boquense Localizado na C. Brandsen 805 Aberto diariamente de 10h às 19h Bilheteria fecha às 18h Outros: - Calle Necochea - Calle Garibaldi - Lojas que vendem quinquilharias para turistas, como chaveirinhos e coisinhas para levar para casa, bares e cafés para sentar e conversar. - Riverplate ( Av. L Alcorta / Av. Pte. Figueroa Alcorta ) PUERTO MADERO -Puente de la Mujer Localizado na C. Juana Manso 1189 ) - Corbeta Uruguay e Fragata Sarmiento Localizado na Av. Alicia moreau de Justo - Fuente de Las Nereidas Localizado na Av. Dra. Tristán Acheval Rodriguez c/ Padre M. L. Migone ) - Cassino Flutuante Outros: - Um acontecimento interessante é observar (depende da sorte) as pontes que, para dar passagem aos barcos, giram e encaixam-se nas laterais, ao contrário da grande maioria que se ergue. - Avenida Alicia Moreau de Justo - Reserva Ecológica (sáb, dom e fer, 10h30 às 15h30) Localizado na Av. Tristan Achával Rodriguez 1550 Aberto sáb e dom de 10h30 às 15h30 ** Faculdad de Medicina ** Bairro Balvanera Linha D do metrô Localizado na interceção da Av. Córdoba c/ C. Junín
  9. BsAs_05 - Dossiê Resumão para quem vai para a Argentina E aí galera!! Estive caçando na internet, em guias e aqui no fórum informações para conseguir viajar na boa para a Argentina em outubro passado. Consegui reuni tudo que achei pertinente em vários tópicos por aqui num documento Word e estou postando aqui para facilitar aqueles que devem fazer um roteiro parecido com o meu - Buenos Aires, Mendoza, Bariloche, Puerto Madryn, El Calafate e El Chaltén. Acho que facilita um pouco. Coloquei também algumas considerações próprias minhas no texto. A grande maioria das informações foi extraída do que participantes do fórum escreveram, e não eu, e selecionei de acordo com minha viagem (roteiro, hospedagem em albergues e época do ano). Espero que ajude! Se quiser ver o relato da viagem, o endereço é viewtopic.php?t=24019. DICAS GERAIS ARGENTINA Dinheiro Não volte pro Brasil com nenhum peso. Troque tudo por dólares ou reais... (ou gaste!). Aqui é muito difícil trocar pesos. Troque dinheiro em Buenos Aires, pois o câmbio é melhor. Se for trocar no Banco de La Nación no próprio aeroporto, melhor ainda! Eles trabalham com a cotação oficial do dia. Uma forma de sacar pesos sem pagar os juros do cartão de crédito e sem o risco de uma valorização do dólar até o fechamento da fatura (que é difícil hoje em dia) é o cartão de débito. Para isso é necessário verificar se seu cartão de débito é internacional com bandeira Visa ou Maestro ou Cirrus. Com ele é possível sacar em qualquer terminal com essas bandeiras e, no meu caso, sem pagar taxas pelo serviço. O cartão de crédito é muito prático e tem taxas muito convidativas, pois trabalha com dólar comercial que é mais barato que o dólar turismo, praticado pelas casas de câmbio. Porém tem taxas extras ao ser utilizado fora do país e para saque. Pechinchar é uma regra, vale para tudo e você sempre consegue alguma coisa até na hospedagem. Consegui várias vezes em táxis. Para sair da Argentina de avião, você precisa pagar U$ 18, essa taxa não tem a ver com a taxa que se paga para empresa área. Outra: não perca o cartão de imigração, é uma baba a multa que se paga (diretamente no aeroporto também). Fique atento quanto ao câmbio: hoje que o real está um pouco acima do peso argentino, vale a pena comprar cheques de viagem e trocar tudo no escritório da American Express no centro de Buenos Aires, pois assim você vai ganhar (pouco) dinheiro na hora do câmbio. Mas atenção: é o único lugar em toda Argentina que troca sem comissão, portanto tem que ser somente lá. O câmbio em Buenos Aires é o melhor da Argentina, aproveite! No aeroporto poderá recuperar a importância pagada por Imposto ao Valor Adicionado (IVA), se comprou produtos nacionais, por quantias superiores a 70 pesos (por nota fiscal) nos comércios aderidos ao sistema "Global Refund". Porém, uma dica: se quiser recuperar essa grana, chegue no aeroporto com umas 3 horas de antecedência, pois em virtude das filas a maioria das pessoas desiste para não perder o vôo. Bancos e casas de câmbio funcionam de segunda a sexta, de 10h a 15h. Lojas e negócios durante a semana: nas grandes cidades de 9h às 20h; no interior, costumam fechar ao meio-dia. Nos sábados o horário é de 9h às 13h. Cafés, casas de chá, bares e pizzarias estão quase sempre abertos, com um parêntese entre as duas e as seis da madrugada. O almoço nos restaurantes é servido a partir das 12h30 e o jantar a partir das 20h30. Muitos estabelecimentos oferecem comidas rápidas a toda hora. Transporte Nunca, jamais... Viaje pela TAC. Tentam te enrolar... Bariloche, Mendonza e Buenos Aires são cidades atendidas pela empresa. Ônibus quebram, é sujo, feio, caro, sem tranca no banheiro. Furada total. Leve a mala o mais vazia que puder se você pretende comprar roupa de inverno por lá. É infinitamente mais barata e o preço do excesso de bagagem pro Brasil é um abuso, algo em torno de U$ 8 o quilo extra. Alimentação A bebida na Argentina é cara em qualquer lugar, principalmente refrigerantes. Sempre! Menos o vinho que é muito barato comparado ao Brasil. Na Argentina, nada é mais típico do que a tradicional parrillada. Ciervo é cervo em espanhol e cerdo é porco. Outras Dicas Os telefones públicos funcionam com cartões que se adquirem em quiosques e nas diferentes sedes das companhias telefônicas com o uso de moedas de curso legal em vigor. Existem também "locutórios" de pagamento à vista (abertos 24 horas). Para ligar desde o estrangeiro se deve marcar o prefixo nacional, que é 54, e logo o código da área da localidade com a qual se deseja ligar. Nas ligações nacionais é preciso antepor 0 ao código respectivo. Para ligar ao exterior, desde o país, dever-se-á marcar 00, o distintivo do país e o código da cidade. Não esqueça que há ligações a tarifa reduzida de 22h às 8h. BUENOS AIRES Alimentação Gostou daquele restaurante? Entre. Refeições em restaurante são a segunda coisa mais barata que você pode comprar em Buenos Aires. Pequenos restaurantes charmosos, sobretudo em Palermo Viejo, têm menus de almoço com dois ou três pratos por 15, 17, 20 pesos. Mesmo em restaurantes chiques é possível encontrar pratos principais de 20 reais no cardápio. Há excelentes opções para quem quer gastar pouco na comida, pois a maioria dos restaurantes oferece o Menu del Dia. Coma a parrillada que custa um pouco mais caro, mas vale muito a pena provar! Experimente também: bife de chorizo, lomo a caçadora e carne de cervo e de javali. O porteño, aquele que nasce na capital argentina, é carnívoro por excelência e curte muito um bom assado com pão. Apesar de não recomendarem comer os Super Panchos de Buenos Aires, eu gostei! São cachorros-quentes muito pequenos e simples, mas gostosos. Tem os famosíssimos sanduíches de Miga. Deliciosos! O Choripan (Chorizo no pão) e o bife de lomo (algo parecido com file mignon, mas muito melhor) também são imperdíveis. Coisa imperdível é a medialuna (ou croissant no Brasil) no café da manhã. Quem acha que comeu croissant, não sabe o que está perdendo. Tem dois tipos: as de "grassa" (feita na gordura) ou de "manteca" (manteiga mesmo). Uma bebida muito apreciada pelos argentinos é o chá com leite. Prove, é totalmente diferente! Não esqueça de tomar um sorvete no Recolecta. O de lemos pae é o melhor! Tome sorvete no Freddo. O clássico é o dulce de leche que é maravilhoso, surreal, mas o de crema flan também é muito bom – aproveite para experimentar também o de sabor tramontana que possui sorvete de creme recheado com doce de leite e bolachinhas cobertas de chocolate. É a sorveteria mais famosa de Buenos Aires. Um lugar barato para comer é o restaurante El Gauchito, minúsculo, mas com preços bem legais. Você escolhe a carne, um acompanhamento e paga entre 5 e 6 pesos. O copo de vinho sai a 1 peso, o mesmo preço das empanadas. O restaurante fica no bairro de San Telmo. Também em San Telmo, vá ao Bar Hipopótamo se quiser comer massa. Um prato delicioso de massa sai muito barato, 6 pesos mais ou menos... É muito bom. Um bom prato do dia com bebida, no mesmo bairro, pode ser descolado no Restaurant Parrilla, na Calle Defensa. Lá tem também um buffet livre com grande variedade. Na mesma rua, há o Parrilada al Carbón, onde há pratos para duas pessoas e um prato do dia por um preço bom. Comida boa, relativamente barata e com um ótimo clima tem no Restaurante Desnivel. Fica na Calle Defensa, 855 em San Telmo. Na Boca há o clássico El Obrero. Meio difícil de achar, mas vale a pena pelo clima mais informal. É um restaurante meio old school. Preços honestíssimos num restaurante genuinamente portenho. Nada de luxo, mas muita qualidade. Várias fotos e flâmulas futebolística na parede. Dizem que o Bono Vox sempre que pode vai lá. Nas calles Necochea e Del Valle há inúmeras pizzarias, bares e pequenos restaurantes com preços razoáveis. Cuidado com o Barberia Restaurante, pois há relatos de muitas confusões com o valor cobrado no total da conta e a comida não é de boa qualidade. Fica próximo à Calle Caminito. Se você for a Tigre, o delta, não deixe de almoçar no restaurante do cassino, muito barato e um bom lugar para comer. São 15 pesos, o buffet, com direito a carne, massa, salada, tudo feito na hora, e ainda está incluso a sobremesa. Sempre onde houver um cassino, haverá estas barbadas porque eles querem manter o jogador dentro do cassino e assim incentivam no preço... Ugi’s Pizza é uma rede de pizzaria que só tem uma opção: pizza de mussarela. Só que é quase de graça, uma grande, dá para comer 4 pessoas se não tiver muita fome. Sai por 4,80 pesos! Tem um Ugi’s na Calle Lavalle. No Gringo, na Calle Florida, e no Lido’s, na Calle Lavalle, há diversas opções baratas de panchos deliciosos, milanesas e hamburguesas. Para uma comida caseira boa e barata, tem o Acapulco, na Calle Lavalle, e o La Amistad, na Calle Moreno, com diversos pratos com massas, carnes e saladas. Um tradicional restaurante argentino é o El Establo, na Calle Paraguay. A comida é boa e a grande barbada do local é um pacote com 14 deliciosas empanadas de carne. Dá para dividir com até mais duas pessoas ou guardar para o lanche ou café da manhã. Tem um lugar na Calle Santa Fe, altura 1700, onde tem um ravióli muito bom e bem servido por 2,99 pesos! Quase de graça! Você encontra muitas coisas deste tipo por estes lados. Uma ótima opção é o self-service do supermercado Coto. Podem procurar por esse nome. É bem conhecido e a comida é super boa, com um preço super barato... Para ter uma idéia, o bife de chorizo grande custa 1 peso. Tem um Coto em Belgrano perto de Lacroze, um outro próximo ao Terminal de Ônibus de Retiro e outro ao lado do Shopping de Abasto (Avenida Corrientes, altura do nº 3300 – estação C. Gardel do metrô linha B). Não cheguei a comer lá, mas o que vi não me agradou muito. Próximo da rua dos ônibus do Terminal Retiro com a Avenida Ramos Mejía, fica La Chanca Gaucha, um tradicional boteco de esquina bastante popular onde servem boas parrilladas com fritas. A melhor empanada de Buenos Aires, fica perto de Congreso, o nome é "Americana". Também tem pizza. Tem pizza também no La Moderna. O restaurante Grant's é ótimo. Ele tem em vários lugares na cidade (tem um na La Heras, perto do Shopping de Recoleta). O preço varia de acordo com dia e horário (almoço e jantar), mas não é caro e com variedade de comida muito grande. Jante no Siga La Vaca. 23 pesos um almoço com tudo incluído: refrigerante ou vinho, água, sobremesa, além de parrilada. Tem que chegar cedo nesse lugar. Se você gosta de almoçar depois de 13h, 14h pode enfrentar filas abissais. É incrível mesmo a fila lá. Preste atenção nisso: muitos restaurantes porteños cobram uma taxa de talheres, variando de 1 a 3 pesos apenas por você usar o talher. É uma coisa absurda, mas acontece em muitos lugares. Um deles é o restaurante vietnamita Green Bamboo, em Palermo, que chega a cobrar 3 pesos só pelo uso de talheres. Ninguém janta antes das 21h. Alguns restaurantes sequer abrem antes. Porém, se quiser comer às onze ou meia-noite, vai encontrar muitos restaurantes bombando. O happy hour inicia em torno das 22h. Tem noitada que termina às 11h. Os alfajores são mais ou menos como uns biscoitos com massa fofa, recheados com doce de leite ou chocolate. Não perca nem em sonho! Os de Córdoba são famosos no país inteiro. Além de tudo, dão energia para um dia mochileiro. O Havana dizem ser o melhor, a caixa com seis unidades custa 9,75 pesos. Deixe para comprar uns em San Carlos de Bariloche, se for visitar a cidade. Ah, tem Havana agora em São Paulo! Atrações Puerto Madero é lindo para caminhar de noite e de dia também... Lá tem feiras nos parques nos fins de semana... Há três circuitos guiados gratuitamente que percorrem a área contando a história do porto. Saídas às sextas, sábados e domingos às 11h, 17h e 19h. Não deixe de ver a carteira de espetáculos do La Nación ou Clarín... Sempre está rolando shows muito bons na cidade e por preços acessíveis, geralmente nos estádios da cidade, nos teatros da Avenida Corrientes ou no Luna Park. Buenos Aires tem um dos teatros mais famosos do mundo, o Teatro Colón, que fica na Avenida 9 de Julio perto do Obelisco. É parada obrigatória. Tem visitas guiadas diariamente. Além disso, os espetáculos também ocorrem com certa freqüência, o problema é que muitos deles são caríssimos. Porém, às vezes eles fazem uns espetáculos populares, que em termos de qualidade não deixam nada a desejar, como tango, óperas, peças de teatro etc. A Plaza de Mayo é a mais importante da cidade. Ao seu redor estão os prédios de poder político argentino, como a Casa Rosada, o Banco de La Nación, o Cabildo – onde era a sede do governo na época da colônia – e a Catedral Metropolitana. Não deixe de olhar todos os prédios em volta – a arquitetura é fantástica, principalmente do Banco da Cidade – atravesse toda Avenida de Mayo andando. A Praça do Congresso fica no lado oposto da Plaza de Mayo. Não deixe de voltar pelo metrô da linha A que é o mais antigo da América Latina. Show! Os vagões são antigos e você mesmo tem que fechar as portas. Se for religioso, não deixe de visitar a Catedral, só o estilo do prédio já é totalmente diferente do normal e bem bonito. Lá você encontra o túmulo do General S. Martin libertador da Argentina, Chile e Peru. Um bom lugar para tirar fotos é em frente ao Palácio Del Congreso. Para conhecer a Casa Rosada, vá cedo e reserve a visita guiada para tarde ás 16h00min sem pagar nada. Tem visitas guiadas gratuitas. Marque com antecedência. A Avenida 9 de Julio e o Obelisco são outros lugares para visitar. O obelisco é bem legal para tirar as típicas fotos de turista de primeira viagem, fica no meio da avenida. A Calle Florida é uma rua de pedestres super movimentada onde há diversas lojas, restaurantes e hotéis. Para quem curte decoração de bom gosto tem o Buenos Aires Design Recoleta que é um centro de arte, design e arquitetura muito interessante. Uma loja para se visitar é a El Ateneo da Avenida Santa Fé – um antigo teatro transformado em loja. Visite a Fería de San Pedro de Telmo no domingo. A feira é muito interessante, pois há todo tipo de antiguidades, artistas de rua, casais dançando tango, ou seja, uma atmosfera bem portenha. Não deixe de provar as amêndoas, amendoins e os cubanitos, uma espécie de churro, que são vendidos por alguns senhorzinhos na rua. San Telmo é imperdível aos domingos, pois existem vários antiquários e shows de tango ao ar livre. Os melhores shows de tango estão por lá. O Bosques de Palermo é um parque gigante. O Zoológico, também em Palermo, é muito bom. Você paga um passaporte que custa 14 pesos que te dá o direito de conhecer todas as áreas do zôo, inclusive assistir ao show das focas. É muito fofo. Os túmulos do Cementerio de La Recoleta parecem verdadeiras Igrejas, são imperdíveis. Para quem quiser ver a Evita, procure no mapa a família Duarte. Imperdível passeio, pois é muito emocionante. O cemitério é belíssimo e a arquitetura é bárbara, fica na Calle Junín. A Flor de Metal é uma flor gigantesca de ferro que fica aberta ao dia e se fecha à noite. Fica bem próximo ao cemitério, dá para ir a pé. Se for fazer o passeio no Tren de la Costa a Tigre, desça em San Isidro para dar um rolé... É um local muito bonito e agradável. Vale a pena, porém é cansativo. Tem uma feirinha de artesanato bem legal também na cidade. É um tradicional passeio de fim de semana, combinando trem e barco. O percurso no metrô de superfície demora uma hora até Tigre. De lá, barcos navegam por cerca de 1h30 pelo Delta do Paraná. Existem várias companhias de barco que operam por lá, com diversos preços diferentes variando de acordo com o tempo de passeio desejado: de 40 minutos a 2 horas. Nenhum dos passeios vai até a fronteira com o Uruguai. La Boca é um bairro horrível, mas tem a tal da Calle Caminito, onde estão as famosas casas coloridas do bairro, e o estádio La Bombonera para visitar – ah, não se deixe ser extorquido pelo falso Maradona que lá ronda! Para amantes de futebol não deixe de visitar o estádio por 13 pesos com direito a visita guiada pelo estádio e depois uma passada pelo museu. A Calle Caminito é bem pequena, não é grande coisa. Pode ser a maior roubada de Buenos Aires, uma armadilha pra pegar turista desavisado, pois os restaurantes na área são muito ruins e caros: tem muita opção melhor. Porém, a área que foi restaurada é linda. Em 30 minutos você percorre tudo. A combinação de cores é fascinante. Dá para ir ao estádio a pé. A Torre dos Ingleses – uma réplica do Big Ben – é em frente ao Terminal Retiro, onde está também a Plaza San Martín. Em Belgrano, tem a Igreja Redonda. Se gosta de arquitetura, ande pelo bairro norte, onde há vários prédio de arquitetura eclética do início do século XX e olhe a Embaixada da França e a casa do embaixador brasileiro, pois são duas construções imperdíveis. Visite La Plata, capital da província de Buenos Aires. Fica a 50 km da cidade de Buenos Aires. Você pega um ônibus no Centro e chega lá. Vale muito a pena visitar o Museu de História Natural de La Plata, um dos melhores do mundo, e a Catedral da cidade, em estilo neogótico. Mataderos é um bairro mais afastado do centro de Buenos Aires, mas sua feira é legal, com produtos típicos e menos turística, ou seja, melhores preços. Vale ir ao Parque de La Costa, só pra checar as montanhas russas argentinas. Dicas Gerais Com relação à segurança, Buenos Aires é tranqüila, só não dê os rateios que alguns gringos dão de andar com a câmera numa parte de fácil acesso aos furtadores... Tome um cuidado especial no metrô... Sempre leve sua máquina dentro da mochila e a tenha como inseparável. Tem que ficar esperto. Para conhecer o tresloucado Hotel Faena, desenhado por Philippe Starck, faça uma reserva e vá comer uma pizza no restaurante El Mercado (depois, tome um café ou um digestivo no bar El Living, na Calle Martha Salotti). Diga para o taxista ir pela Avenida 9 de Julio e virar à esquerda na Avenida Belgrano. Antigamente, tinha um dia que todos os museus ficavam abertos durante a noite. É bom ficar ligado para saber se ainda rola isso. Se quer comprar, prefira o Shopping Abasto (tem outlets de marcas) e a Avenida Santa Fé, onde o argentino faz as suas compras, por ter qualidade e ser mais barato que a Florida que é mais cara por conta da turistada. O Abasto fica na Avenida Corrientes, onde tem lojas da Adidas, Nike, Puma etc. É imenso! Não dá nem ânimo de andar tanto por lá. Vale por serem galpões industriais que foram reciclados. O Palermo Shopping e Pátio Bullrich, mais caro, são ótimos shoppings tradicionais pra quem gosta de compras... Um que vale a pena visitar são as Galerias Pacífico, por ser um prédio histórico secular, todo reformado, afrescos preservados etc. Ela tem Tax Free que reembolsa ate 20% do que você pagou. Ótima para um bom passeio. Tem também a Falabella, que é tipo uma Renner deles. Vende de tudo. Pra quem é meio indie, um prato cheio. Jaquetinhas Puma a preços camaradas também. Na diagonal da Florida tem a Calle Lavalle que tem vários cinemas baratos. Em Buenos Aires há ótimas lojas de esportes que vendem material de aventura muito bom. Se concentre na Avenida Corrientes, mais ou menos na altura da Avenida Frederico Lacroze, no metrô Vermelho ou Verde. Nessa área, numa distância de 3 ou 4 quarteirões entre uma e outra, você tem a Buenos Aires Sports – é uma mega store num prédio de 3 andares parecendo até uma C&A, só que só vende material esportivo. Tem umas roupas básicas e é onde realmente que há roupas mais baratas do que no Brasil. As melhores são a Montagne (polares), a Alpine Skate e a Ansilta, no nível de uma Trilha e Rumos. Uma dica é na loja da Calle Florida falar com a Gigi, uma carioca muito simpática, bem humorada e atenciosa. Demais marcas em outras lojas em geral se aproximaram muito dos preços do Brasil. Botas e Anoraks estão mais baratos no Brasil. Visite também o imenso Shopping Unicenter (com transporte e almoço gratuito) que tem pelo menos três lojas bem completas de equipamentos Outdoor. A Camping Center, na Calle Esmeralda, é ótima para comprar vestuário para El Chaltén. Podem-se adquirir mapas nas diferentes sedes do Automóvil Club Argentino, na Avenida del Libertador, ou compre o mapa – o lugar é grande pra caramba! Os caixas eletrônicos funcionam durante as 24 horas. A corrente elétrica na Argentina é de 220 volts, 50 ciclos de corrente alternada. As tomadas têm 2 orifícios cilíndricos ou 2 orifícios chatos com descarga a terra. Entre os artistas argentinos mais famosos, encontram-se Guillermo Kuitca, Alfredo Prior e Rómulo Maccio, com importante projeção internacional. Quinquela, Noé, Alonso, De La Vega, Gorriarena, Roux, Minuji, Carpani, Marcos López e Coppola são outros dos grandes artistas consagrados. Para aprender sobre a sobrevivência na cidade, assista o filme "9 Reinas”. Transporte Para sair à noite não se arrisque, pode ir de táxi. Não é muito caro, mas sempre pegue rádio-táxi, que são táxi que tem uma marcação na porta dianteira e traseira (as que tem só na frente pode ser uma furada). Há muitos relatos de taxistas tentando enganar turistas. Ou melhor, peça do hotel ou albergue onde se hospedar, eles sempre têm boas referências. Com relação ao percurso Ezeiza-Buenos Aires, as opções de transporte são quatro: carona; táxi ou remises entre 35 e 40 pesos até o Centro; ônibus turístico muito eficiente da Manoel Tienda León a 5 dólares; ou ônibus urbano, número 86, deixando na Avenida de Mayo, primeiro ponto após a Casa Rosada. Todas as companhias aéreas que voam para a Argentina chegam, principalmente, ao Aeroporto Internacional de Ezeiza "Ministro Pistarini", situado a 37 km da cidade de Buenos Aires, capital do país. É unido a ela pela auto-estrada Teniente General Ricchieri. A Transfer Express oferece também a cada meia hora, entre as 05h00 e as 20h30 um serviço de ônibus. O preço é entre $11 e $15 e a corrida dura 40 minutos. Existem dois tipos de serviços de transporte não coletivo em Buenos Aires. Os táxis comuns ou radio táxis e os remises. Mas os remises não são carros clandestinos, muito pelo contrario. São empresas muito mais organizadas do que os táxis, usam carros confortáveis e novos, se comunicam via rádio, tem motoristas bem treinados, às vezes bilíngües. É um serviço para quem busca discrição, geralmente usado por estrangeiros ou pessoal que tem uma grana a mais. As corridas são prefixadas dependendo da distancia a percorrer, mas tem um valor mínimo de 7 a 6 pesos. Então para corridas curtas o mais correto é tomar um táxi. Os lugares onde realmente você precisa de condução para chegar é San Telmo e Boca, e do outro lado da cidade, Recoleta e Palermo. Da Plaza de Mayo até San Telmo é tranqüilo, pertinho... Noite O preço da bebida nas casas noturnas é alto, por isso procure noitadas que sejam canilla libre (bebida liberada). Sábado à tarde, o lugar mais divertido da cidade é o bairro de Palermo Viejo (diga: Palêrmo Biêrro), onde ficam as lojas transadas e os restaurantes "de autor" mais em conta. Diga para o taxista levar você até a esquina da Calle Malabia (diga: Malábia) com a Calle Costa Rica, e vá explorando as quadras no eixo das calles paralelas Honduras e El Salvador. Em show de tango, o Señor Tango é o melhor, mas além de muito bom, é caro! Vale mais a pena assistir no Cafe Tortoni, na Avenida de Mayo. É um dos cafés mais antigos da cidade, símbolo de Buenos Aires e do tango. O preço é um pouco salgado (25 pesos o show), principalmente gastronomicamente falando. O show é bem legal e hollywoodiano, mas compensa cada centavo. Recomendadíssimo! Uma outra casa de tango é a Dispardo Central Tango, em San Telmo. Os bairros mais tradicionais em tango: San Telmo e o Abasto. Tem um mini-bairro muito legal, encravado na região de Palermo que se chama Las Cañitas. É bem bacana a noite por lá. Restaurantes e barzinhos de todo tipo, pubs alternativos, boates etc. O equivalente portenho da Rua Dias Ferreira carioca é a Calle Báez, uma rua só de restaurantes no meio do bairro residencial de Las Cañitas (15 minutos de táxi da Calle Florida). Para quem gosta, sexta e sábado são as noites mais movimentadas. Há pubs legais na Calle Reconquista, Jon Jon e afins.... Palermo Soho também é bacana á noite, mas tudo é mais estilo festa fechada e ou bares muito alternativos. Ótimos, com boa música. Para uma noite mais boêmia, concentre-se pelos bares em volta da Plaza Cortázar/Serrano e da Plaza Palermo Viejo, onde aos sábados ocorrem apresentações artísticas e feiras livres. Se souber que vai ter uma festa com o "Chocolate", – um venezuelano que faz uns festas a base de 10 pesos, com você bebendo todos os drinks que ele prepara – pode ir que sempre junta muita gente e o cara é gente boa. Tem umas festas sempre às quartas-feiras. Confira os barzinhos em Recoleta ou na Calle Chile com Calle Peru. Um bar bem interessante é o Locos Por El Fútbol, na Recoleta. Ótimo bar para ir com os amigos e tomar umas Quilmes. Não deixe de experimentar a cerveja! Normalmente as entradas nas boates em Buenos Aires custam mais ou menos de 10 a 15 pesos. As melhores noitadas estão em San Telmo. A La Diosa é uma boate bem legal. Buenos Aires é a capital mundial do tango. Algumas noitadas indicadas: Buenos Aires News, num lugar chamado Arco 17 onde tem uma concentração de boates; Pachá, na costeira; e o pub The Kilkenny, no Centro. Em Puerto Madero, tem o Opera Bay e mais algumas outras coisas, mas além de caro, o pessoal se veste na beca para ir ao local. Porém, a área é maravilhosa à noite: pode-se passear na calçada, namorar nos bancos ou jantar em um excelente restaurante. Tem uma famosa noitada estilo bebida liberada se chama Sudaka. Dizem valer a pena. No Buenos Aires Design Recoleta está o Hard Rock Café. Hospedagem O St. Nicholas Hostel, que fica na Avenida Bartolomé Mitre, no Centro, bem perto do Congresso Nacional, é muito bom. Super bem localizado. O ambiente é muito bom, dificilmente está lotado. Fica num casarão antigo reformado e tem um astral muito legal. Fiquei no Colonial e achei legal. Evite o The Tango Backpacker. O Telmo Tango é de uma qualidade horrível, com roupa de cama não muito bem limpa, e com quartos que dão para um pátio externo, onde faz um frio danado. Pelo menos, o pessoal de lá é simpático. O Portal Del Sur já deu problemas com reservas. É um hostel não muito recomendado por pessoas acima dos trinta, pois os funcionários só são simpáticos com gente da faixa etária deles, uns vinte e poucos, "descoladas" e com mochilão nas costas... Tenha como última opção, o El Cachafaz. Fica na Calle Viamonte. O lugar realmente não é bom, tem um cheiro de gordura insuportável e parece meio abandonado e sujo...
  10. BsAs_04 - Dossiê Resumão de lugares (comer, sair, etc...) PARA COMER BEM  La Caballeriza (Alicia Moreau de Justo 580 – Puerto Madero)  carnes(preço justo)  Siga La Vaca (Alicia M. de Justo 1714 - Puerto Madero)  rodízio  Sucre (Sucre 676 entre Castañeda e Alcorta – Las Cañitas)  ambiente moderno, ótima comida, gente bonita, DJ PARA COMER “MODERNINHO”  Olsen (Gorriti 5870 – Palermo Viejo)  cozinha nórdica, vodkas  Social Paraíso (Honduras 5281 entre Thames e Uriarte – Palermo Viejo) barato  Guido Bar (Rep de la India 2843 – Palermo)  não tem cardápio  Pampa Picante (Nicaragua 461 – Palermo Viejo) PARA COMER E VER GENTE  Asia de Cuba (Pierina Dealesi 751 – Puerto Madero)  sushi + noitada  Bar Uriarte (Uriarte 1572 entre Honduras e Gorritti – Palermo Viejo)  boa comida  Casa Cruz (Uriarte 1658 – Palermo)  linda decoração PARA COMER E NÃO GASTAR MUITO  Sanjuanino (Posadas 1515 – Recoleta)  empanadas  El Desnivel (Defensa 855 – San Telmo)  restaurante “copo sujo”, mas c/ a melhor parrilla da cidade  Costumbres Criollos (Libertador com Esmeralda)  beeem típico PARA UM CAFÉ E LANCHES  La Americana (Av. Callao 83 esq Bartolomé Mitre - Congreso)  empanadas  Café Tortoni (Av de Mayo 825 entre Piedras e Tacuarí)  chocolate quente  El Palacio de la Papa Frita (Av. Corrientes 1612 - Centro)  papas soufflé  Café Malasartes (Honduras 4999 – Palermo)  para ver gente PARA UM BARZINHO  Locos por el Futbol (Vicente López 2098 - Recoleta)  ótimo em dias de jogo  La Cigale (25 de Mayo 722 – Retiro)  happy hour  El Alamo (entre Uruguay e Santa Fe)  bar com diversas promoções PARA COMPRAR  Galerías Pacífico (Florida 735 esquina Av. Córdoba)  boas lojas, bons preços  Feira de San Telmo (Plaza Dorrego)  dom 10 às 18h  Passage de la Defensa (Defensa 1179 – San Telmo)  galeria de brechós  Mercado de San Telmo (Defensa 961)  antiguidades, verduras e carnes  Feira Plaza Serrano (entre Serrano e Honduras, Palermo)  camisetas, artê, bares PARA NAMORAR AS VITRINES  Palermo – todas ruas próximas a Plazoleta Cortazar, várias lojas, feirinha  Traza (Malabia 1428 e 1495– Palermo Viejo)  calçados  Cat Ballou (Costa Rica 4522 – Palermo Viejo)  moda, design e arte  Calle Honduras (em Palermo Viejo)  Buenos Aires Design (Av Pueyrredón esq. Av Libertador – Recoleta)  decoração PARA IR PRA NOITADA  AcaBar (Honduras 5733 - Palermo; disponíveis jogos de mesa)  Museo (entre Peru e Venezuela, San Telmo)  chegar cedo p/ happy hour  Rey Castro (Perú 342, San Telmo)  balada beeem argentina PARA VER / BAILAR TANGO  Bar Sur (Balcarce esquina Estados Unidos – San Telmo Tel 43626086)  mais intimista; show + pizza  El Querandí (Peru esquina Moreno – Montserrat Tel 51991770)  mais refinado;  Esquina Carlos Gardel (Carlos Gardel 3200 – Abasto)  show + jantar  La Ventana (Balcarce 431 – San Telmo)  intimista;  Café Tortoni (Av de Mayo 825 entre Piedras e Tacuarí Tel 54114342)  simples e autênticos; sábados às 21h e 23h30  La Viruta (Armenia 1366 entre Cabrera e Niceto – Palermo Viejo)  milonga – melhor dia: domingo  Nuevo Salón la Argentina (Bartolomé Mitre 1759 entre Callao e Rodriguez Peña)  milonga com casais de ágeis velhinhos PARA PASSEAR  Rio Tigre – pegue trem na estação Retiro até a parada final Maipú. Pegue o Tren de la Costa (desça e suba qtas vezes quiser p/compras de souvenir) na parada final do Delta, pode pegar barco/escuna/lancha etc. há um Cassino e Parque de Diversões; (vale a pena pegar só o trem e não pegar o barco).  Lagos de Palermo – pedalinhos e caiaques  Subte linha A – trem antigo, de madeira. Pegue na estação Congreso, desça na Casa Rosada, por exemplo.  MALBA (Av. Figueroa Alcorta 3415)  levar carteirinha  Floraris Generica (Plaza de las Naciones Unidas – Recoleta)  escultura flor de metal, pétalas abrem de dia, fecham à noite.  Cemiterio – túmulo de Evita: entre pelo pórtico, vire à esquerda na segunda alameda, vá até o final, vire à direita na alameda mais larga, e depois pegue a 11ª alamedazinha à esquerda. 6º túmulo do lado esquerdo, mausoléu da família Duarte. PARA SE INFORMAR  Patuá  agência de turismo de uma brasileira (Shopping BA Design)  Guia T  à venda em bancas: nomes de ruas, bairros e linhas de ônibus ROTEIROS: Divida seu roteiro por localidade; visite os pontos próximos.  CENTRO 1: Congreso (pegue o subte linha A) 2: Plaza de Mayo, Casa Rosada, Catedral, Cabildo, Palacio Barolo 3: Plaza San Martin, Torre de los Ingleses, Calle Florida 4: Obelisco, Av 9 de Julio, Av Corrientes, Teatro Colón  RECOLETA 1: Plaza Francia, Cemitério, Basílica, BA Design 2: Plaza Naciones Unidas, Floraris Generica 3: Av Santa Fe, Patio Bullrich  PALERMO 1: Lagos de Palermo, Rosedal, Jardim Japonês 2: Palermo Chico - MALBA, Paseo Alcorta 3: Palermo Viejo - Palermo Soho, Plaza Julio Cortazar, Palermo Hollywood  SAN TELMO E BOCA 1: Plaza Dorrego, Calle Defensa, Pasaje San Lorenzo, Parque Lezama 2: Caminito, Estádio Boca Juniors  PUERTO MADERO
  11. BsAs_03 - Dossiê COMPRAS EM BsAs PROCUREM UM TAXI QUE REALIZA TOUR DE COMPRAS ( MAIS VANTAGEM ) PUMA PUMA OUTLETS Puma Outlet Palermo Gurruchaga 807 Puma Outlet Palermo Av Santa Fe 3253 PUMA STORES San Telmo Estados Unidos 382 Tel 4307 8387 Belgrano Cabildo 2248 Lun a Sabado 10:00 – 21:00 Belgrano Arce 941, Solar de la Abadia Shopping Tel 4778 5118 Lun a Domingo: 10:00-22:00 Belgrano Maure Nº 1592/98 Tel 4770 9119 Lunes a Jueves 10:00 – 20:00 Palermo Av. Santa Fe 3253 Local 2010 / Alto Palermo Shopping Tel: 5777 8308 Lun a domingo 10:00 – 22:00 Palermo J. Salguero , Paseo Alcorta Shopping Tel 4801 7303 Lun a Domingo : 10:00-22:00 Villa Devoto P.J. Varela 4801 , Devoto Shopping Tel 4019 6224 Lun a Domingo 10:00 – 22:00 Palermo Hollywood Armenia 1539 Tel 4831 4471 Lun a sábado 11:00 – 20:00 Palermo Niceto Vega 6091 Tel 4772 2709 Lun a Viernes 09:30 – 13:00 & 14:30 – 19:30 Abasto Av. Corrientes y Agüero , Loc. 30/31 – Abasto Shopping Tel 4862 3591 Lun a domingo 10:00 – 22:00 Recoleta Av. Santa Fe 1766 Tel 4815 6420 Lun a sábado 09:00 – 20:30 Centro Florida 723 Tel 4312 9155 Lun a Sábado 09:00 – 20:30 LACOSTE TODAS AS LOJAS LACOSTE EM BUENOS AIRES -Abasto Shopping : Aguero 641 – local 1068 -Alto Palermo Shopping : Arenales 3360 – local 70 -Loja Av Corrientes 336 -Loja Av santa fe 1414 -Loja Bairro de Caballito : Av Jose Maria Moreno 136 -Loja Casa del Angel : Cuba 1917 – local 10 -Loja Bairro de Flores : Av Rivadavia 6386 – local 41 -Loja Florida 482 - Florida 849 -Galerias Pacifico : San Martin 760 – local 257 -Palermo Soho : Gurruchaga 1637/39 -Paseo Alcorta : Salguero 3172 – local 1030 -Patio Bullrich : Posadas 1245 – local 1023 -Solar de la Abadia : Arce 940 – local 15 -Unicenter Shopping Martinez : Paraná 3745 - local 1233 -Corner Lancel ( Stand ) : Marcelo T de Alvear 899 -Corner Lacoste ( STand ) : Av Corrientes 3234 just for sport ( Abasto ) OUTLET LACOSTE Aguirre 877 SWATS SWATCH EM PALERMO Alto Palermo Shopping Avenida Santa Fé 3253 – Planta baja Segunda a domingo 10 a 22 hs Tel 5778 1895 Swatch Paseo Alcorta Shopping Salguero 3172 Tel 4800 1978 Segunda a domingo de 10 a 22 hs Swatch Galerias Pacífico Viamonte 575 Subsuelo Tel.: 5555-5117 Local 117 Segunda a domingo 10 a 22 hs TOMMY Paseo Alcorta / Denim/ Salguero 3172 / 54 115 55 52 42 Unicenter Shopping / womenswear / Paraná 3745 54 11 483 26 26 Alto palermo Shopping / womenwear / Avenida Santa Fé 3253+54 11 577 82 01 Galerias Pacifico / womenswear / Viamonte 575 +54 11 555 52 42 OUTLET TOMMY HILFIGER / Murillo 765 – Villa Crespo DIESEL DIESEL EM BsAs Buenos Aires, Palermo Viejo El Salvador 4801 Tel 4833 4839 Buenos Aires, Patio Bullrich mall Av del liberdador 750 Tel 4814 7410 NIKE NIKE OUTLET Av Maipú 1901 – Cidade de Olivos ( 10 Km de Buenos Aires ) Uma maneira de chegar ate Olivos é desde a linha de trem TBA (Retiro-Tigre) e descer na Estação de Olivos (18 minutos desde Retiro), a partir daí você tem duas opções, andar de pé pela rua Corrientes ( a rua da estação) e fazer 7 blocos (que é residencial, muito Tráfego e Segurança) ate a Av Maipú e logo virar à esquerda e fazer 3 quarteirões mais até 1900. A outra opção é tomar um táxi, que geralmente não leva mais do que 3 a 5 minutos. Av Corrientes 6433 – Bairro Chacarita Lunes a Sábados de 10 a 20 hs NIKE LOJAS EM BUENOS AIRES NIKE SHOPS Horários 9:30 a 20 hs Av Santa Fe 1681 Nike Woman Av santa fe 1665 Nike Shop Soho Palermo Gurruchaga 1615 Nike Shot Porteño Juana Manso 1380 Puerto Madero Nike Woman shop Unicenterr Parana 3485 Nike Shop bullrich Posadas 1245 Patio Bullrich Nike Shop Abasto Av Corrientes 3247 Nike Shop Cabildo Cabildo 2224 Nike Running Store Libetador 13837 local 1 martinez Nike Woman Alto Palermo Arenales y coronel Diaz Nike Shop Galerias Pacifico Florida 753 Nike Shop Palermo Cabello 3631 Palermo Nike Shop La Imprenta Gorostiaga 1720 Nike Woman Paseo Alcorta Salguero 3172 ALFAJOR HAVANA Havanna é uma das marcas de alfajores mais tradicionais na Argentina. Puerto Madero Alicia M de Justo 1864 Unid 7 PM Centro Defensa 995 esq Carlos Calvo Marcelo T de Alvear 398 Libertador 750 Patio Bullrich San Martin 1129 Santa Fé 892 Uruguay esq Viamonte Florida Esq Tucuman Florida 159 Florida 948 Corrientes 902 Corrientes 1225 Corrientes 1523 Carlos Pellegrini 119 Carlos Pellegrini 1001 Cordoba 935 Av de Mayo 615 San Martín 760 L 21 galerias Pacifico Recoleta Guido 1996 Santa Fe 1819 Santa Fe 2225 Pueyrredon 1320 Pueyrredon 1802 Rodriguez Peña 1205 Cordoba 1699 Cordoba 2370 Posadas 1059 Palermo Santa Fe 4109 Santa Fe 3148 Santa fe 3253 G10 Alto Palermo Shopping Las Heras 3602 Scalabrini Ortiz 1119 Belgrano Soldado de la independencia 802 Echeverria 2501 Cabildo 2812 Cabildo 849 Arcos 1800 Arce 940 Las heras y Luis M Campos Solar de la Abadia Juramento 2372 San Telmo Defensa 995 esq carlos calvo Balvanera Corrientes 2199 Corrientes 3247 G2010 ADIDAS ADIDAS EM BsAs Alto Palermo Shopping Avenida Santa Fé 3253 – Local 3001 = Palermo Segunda a domingo 10 a 22 hs Tel 5778 1895 Abasto Shopping Av Corrientes 3247 Segunda a domingo de 10 a 22 hs Tel 4959 3476 Adidas Originals Malabia 1720 – Palermo Segunda a sexta de 11 a 21 hs Sábados de 13 a 20:30 hs Adidas Unicenter Parana 3745 – Martinez San Isidro local 1248 Tel 4836 0060 Segunda a domingo 10 a 22 hs Adidas Paseo Alcorta Shopping Salguero 3172 Palermo Tel 4800 1978 Segunda a domingo de 10 a 22 hs Galerias Pacífico Viamonte 575 Centro Tel 5555 5255 Segunda a domingo 10 a 22 hs Adidas Originals Abasto Shopping Av Corrientes 3247 local 2047 Tel 4959 3476 Segunda a domningo de 10 a 22 hs PERFUMARIAS PERFUMARIA EM BsAs ( CENTRO) Lojas Le Parfumerie Av cabildo 1969 Belgrano Av Cabildo 2427 Belgrano Av Santa Fe 1300 Recoleta Av Cordoba y Florida Galerias Pacífico Av Santa Fe y Coronel Diaz Alto palermo Shopping Lojas Perfumerias Rouge Arenales 3360 1er Piso Local 1002 Cabildo 1885 Te 4576.3085 Belgrano Florida 980 Te 4313.8555 | 0681 Viamonte 575 1er piso Loc. 319 TE 4326.0521Galerias Pacífico Av. Santa Fe 1616 Te 4813.0551 | 6648 Av. Libertador 750 Subsuelo Te 4814.7449| 4814.7451 Patio Bullrich Av. Libertador 750 Nivel 0 Te 4814-7511 Patio Bullrich Lojas Perfumerias Juleriaque Florida y Corrientes /Tel: 43220200 Av. Santa Fe 1650 / Tel: 48128288 Abasto Shopping Av Corrientes 3247 / N1 Loc 2026 / Tel: 48673100 HUGO BOSS LOJAS HUGO BOSS EM BUENOS AIRES HUGO BOSS Galeria Pacifico Cordoba y Florida local 314 1 piso Segunda feira a sabados de 10 a 21 hs domingos de 12 a 21 HUGO BOSS Patio Bullrich posadas 1250 local 250 tel 4814 7484 Segunda feira a domingos de 10 a 21 hs FREE SHOP Consultas sobre Buenos Aires Free Shop consultas email : [email protected] ou [email protected] consultas teléfono : 0800 333 9460 FREE SHOP BUENOS AIRES Localização no Aeroporto de Ezeiza TERMINAL A PARTIDAS : Terminal A > Partidas > 1º Piso > Sector Pré-embarque ARRIBOS: PB > Sector Recepción de Equipaje TERMINAL B Terminal B > PARTIDAS > 1º Piso > Sector Pré-embarque ARRIBOS > PB > Sector Recepción de Equipaje LOJAS DE COURO EM BsAs POSTA POLO Azcuénaga 1852 - 4803-2898 ARANDU Paraguay 1259 -4816-3689 / fax 4816-1371 ARANDU Recoleta Ayacuyo 1924 - 4800-1575 ARANDU Atalajes Talcahuano 949 - 4816-1281 HANDYCUP Riobamba 1125 - 4812 5677 AMULEN Paunero 1938 - 4793-4054 Martinez - Buenos Aires AYNIE J. Ortega y Gasset 1539 - 4771-0050 EL RODEO Montevideo 623 - 5080-0998 J. M. CUEROS Av. Santa Fé 1240 Local 1 - 5030-0142 MIGUEL LANZ RUGANA Maipu 898 - 4315-6244 EL CORRALERO talabarteria Maipu 824 - 4314-1144 JAQUETAS DE COURO EM BUENOS AIRES ARANDU Uma exclusiva loja de produtos do campo argentino, couros, marroquinaria, e polo Paraguay 1259 Recoleta Tel 4816-3689 Ayacucho 1924 Recoleta Tel 4800-1575 CASA LOPEZ Casa Lopez com 60 anos no mercado, é simplesmente bom gosto M T de alvear 640 /658 Segunda a Sexta feira 9 a 20 Sábados e domingos de 10 a 18:30 Galerias Pacífico local 241 Segunda a domingo 10 a 21 hs Patio Bullrich Local 1019 Segunda a domingo 10 a 9 pm CUEROS CRAYON Florida 822 Tel: 4313-5090 Murillo 626 Tel: 4857-6972 Avenida Cordoba 4611 Tel: 4772-7457 MURILLO 666 Murillo 666 KITARO CUEROS Murillo 701
  12. BsAs_02 - Dossiê O que fazer em Buenos Aires - Próximo aos parques no bairro de Palermo, tem várias barraquinhas que vendem sanduba de Choriço, o "Choripan"!! Se você for em algum parque ou no Planetário, não vai resistir ao cheiro de churranquinho na chapa (tipo aquelas barraquinhas que vendem sanduba de pernil na saída dos estádios de futebol aqui em Sampa....) Uma delícia! - Imperdível mesmo são os Tangos... impossível ir a Buenos Aires e não assistir um belo Tango! Nós preferimos os mais tradicionais. Fomos assistir o El Viejo Almacén e foi simplesmente divino!!! - Um jantar fantástico e imperdível é no "Te mataré Ramirez" , no Palermo Soho. Além de uma gastronomia exótica - do menu ao nome dos pratos - os shows são ótimos, muito divertidos, diferente de tudo ao que estamos acostumados. Entre no site: www.tematareramirez.com e confira mais detalhes e a agenda. - Para passear à pé, o bairro de Santelmo é bem interessante. Bairro boêmio da cidade, um pouco caidaço, mas com muitas construções históricas. Saindo da Casa Rosada é logo ali. Aos domingos tem a Feira de Antiguidades, mas não conheci. Dá pra andar de lá até La Boca, uma boa esticada, mas dá pra encarar. Disseram lá em cima que é peligroso. Até é, mas não mais que o centro de São Paulo, por exemplo. - Não deixe de conhecer as sorveterias de Palermo Soho. As pizzas de lá além de serem baratas são maravilhosas, mas não exagere nos recheios como roquefort pois eles capricham tanto que fica até difícil de comer! - Pra quem quer comprar o melhor endereço é o Once um bairro que quase não é visitado por turistas, fica meio afastado mas dá pra ir de metrô tranquilamente! Lá é tudo muito barato, mas barato mesmo! - Outra atração legal é o Terra Santa - um parque temático que retrata Jerusalém- sem religião! é bem curioso! - O museu nacional de belas artes é um passeio obrigatório! - E pra ver show de tango procurem o museu deo tango! É barato e vale á pena. - Cassino flutuante - Recoleta (nao deixe de tomar um sorvete da fredo sorveteria) - Palermo (Jardim Botanico) - Calle Florida com suas centenas de lojas e a Galeria Pacifico - Feira de Santelmo (nos domingos, fantástico, com antiguidades) - Señor Tango. Vá com calma, aproveite o jantar a francesa com um bom vinho e aprecie o espetáculo maravilhoso. - Estádio Monumental de Nuñez (River Plate). É próximo ao Aeroparque. O estádio é bem maior que o do Boca (Bambonera. A visita é guiada e ouve-se algumas histórias interessantes sobre o River. Ela passa pelas dependências do clube, sala de honra, camarote presidencial, sala de imprensa, sala de troféus, arquibancada e campo. Acontece de terça a sexta (menos em dias de jogos e eventos) em dois horários: 14:00h e 16:30h. E quem quiser comprar a camisa do River (personalizada, se vc quiser): a lojinha do clube, na entrada do estádio, é bem legal e tem preços bem interessantes (mais baratos que os da Florida). Endereço: Av. Figueroa Alcorta 7597, Bs. As http://www.cariverplate.com.ar/tpl.php? ... visita.php - Um boteco meio pé sujo com uma empanada deliciosa!!!! A tia lá ainda bota no forno pra dar uma esquentadinha! Esse boteco fica na rua Piedras, entre a Av. de Mayo e a Hipólito Yrigoyen. É perto dos albergues Milhouse e Portal del Sur. - Não muito longe dalí tem uma lanchonete com um cachorro quente (super pancho) campeão! Vc compra o super pancho e pode botar várias paradas nele (temperos, maioneses, etc.). Muito bom! (É tipo um podrão daqui do Brasil) Fica na esquina da Cerrito com Rivadávia ou Av. de Mayo (desculpem não saber com exatidão o lugar, mas chegando ali perto, num tem erro. É só perguntar "Donde hay un Super Pancho cerca de acá?". - Roupas de marcas  Vc terá que pegar um metrô que segue paralelo à Corrientes, só que lá pro número 5000. Veja no mapa, é super fácil de chegar, basta andar um pouco. Existem diversas marcas e preços convidativos. Se informe, há lojas como Levis, Adidas, Lacoste e um tanto de outras grifes que deixa qualquer mulher maluca para comprar. Assim, não leve muita roupa, deixe para comprar lá. - A Florida é interessante para comprar, mas preço baixo você vai encontrar nas outlets de Buenos Aires. Na própria av. Santa Fé há algumas lojas. - Vá para a Recoleta, alí nos arredores do cemitério no Domingo. É quando a galera de buenos aires vai para lá também, então é muito mais movimentado que em dias de semana. - Puerto madero é bom, não gaste seu dinheiro em rodízios e veja antes o tamanho da parrillada antes de pedir, garanto que se vc não gosta de linguiça não vai pedir. - O que mais adorei comer em Buenos aires foi Bife de Chouriço, é tipo um contra-filé, só que o corte argentino é diferente e deixa a carne muito mais macia. Claro, nem todo restaurante serve na mesma qualidade e é difícil de achar uma carne que você vá gostar. Procure os botecos, restaurantes com cartazes, com cara de que os argentinos comem, lá vai encontrar comida mais saborosa e menos turística, mas cuidado, há lugares mais ou menos que a comida é péssima. O famoso barato sai caro! - Vá a algum supermercado. Comprar medias lunas nos cafés tem seu charme, mas custam 4 vezes mais que você comprar em supermercados, fora que o leite de lá tem outro gosto do que vc está acostumado a tomar no Brasil. Assim, vá a um supermercado e compre comida típica da argentina lá! - Para quem gosta de lojas de departamento, que "morreram" no Brasil, vá na Falabella. Vai gostar. Tem na Florida. - Faça tudo à pé, use ônibus (vai precisar de moedas) e metrô. E à noite, caso vá para algum lugar longe, vá de taxi, são baratos. Lembre de carregar trocados, assim evita problemas com os taxistas. - Feirinha de San Telmo, que rola todos os domingos. Lugar ótimo para comprar souvenirs, roupinhas descoladas e artesanato. O único problema é que lá não se aceita cartão de crédito - como em quase todo lugar de Buenos Aires, algo q eu realmente não estava esperando. - Café Tortoni que é um restaurante que sempre rolam shows de tangos, geralmente Milongas e é num casarão histórico, se não me engano uma das casas de tangos tradicional mais antigas de BsAs, mas não se tratam de shows "espetaculosos", não. São simples e tradicionais. - Señor Tango que é mais romântico, mais caro, porém, cheio de pompa...creio que o legal seria ir aos dois para ver a diferença entre eles... - Outro passeio romântico - esse eu não fiz, mas dizem que é bacana... -, seria o de barco em Tigre, cidade da grande BsAs, dê uma olhada no site: www.tigre.gov.ar - Restaurantes El Desnivel eu recomendo - Restaurantes La Brigada Estados Unidos 465 y Bolivar A Estados Unidos é travessa da La defensa em San Telmo e perto do El Desnivel http://www.labrigada.com/ - Temaiken (www.temaiken.com.ar/) que é um bioparque lindíssimo! Para chegar lá basta pegar o ônibus 60 (se não me engano) na Praça Itália. Remomendo ir cedo pq o dia lá passa muito rápido! - Para quem gosta de parque de diversão um prato cheio é o Parque de La Costa (www.parquedelacosta.com.ar/) que fica na cidade de Tigres. Recomendo chegar cedo e fazer um passeio de barco que dura mais ou menos 30 hora e custa entre 15 e 20 pesos (eu paguei 17). Ainda na cidade de Tigres tem uma feirinha que vende artesanato, artigos de couro e lembrancinhas por um preço convidatido.
  13. BsAs_01 - Dossiê Buenos Aires Buenos Aires (lit. "Bons Ares", em português) é a capital e maior cidade da Argentina, atualmente é a segunda maior área metropolitana da América do Sul, depois de São Paulo.[1] A cidade está localizada na costa oriental do Rio da Prata, na costa sudeste do continente sul-americano. A cidade de Buenos Aires não faz parte da Província de Buenos Aires e nem é sua capital, mas sim, é um distrito federal autônomo. A Grande Buenos Aires é a terceira maior aglomeração urbana da América Latina, com uma população de cerca de 13 milhões de habitantes.[2] Buenos Aires é considerada uma cidade global alfa pelo inventário de 2008 da Universidade de Loughborough (GaWC).[3] Após os conflitos internos do século XIX, Buenos Aires foi federalizada e removida da Província de Buenos Aires em 1880. Os limites da cidade foram ampliadas para incluir as antigas cidades de Belgrano e Flores, que agora são bairros da cidade. O setor de maior importância na economia é o dos serviços, que representa 74% do Produto Interno Bruto (PIB). A indústria manufatureira é o segundo, tendo gerado em 2006 $26.454 milhões - cerca de 17% do PIB. A cidade é também o centro cultural de maior importância da Argentina e um dos principais da América Latina. A importante oferta cultural encontra-se representada na grande quantidade de museus, teatros e bibliotecas, sendo alguns deles os mais representativos do país. Também se destaca a atividade acadêmica, já que algumas das universidades mais importantes da Argentina têm sua sede em Buenos Aires. Deve destacar-se que a cidade foi eleita pela UNESCO como Cidade do Design em 2005.[4] Buenos Aires foi originalmente nomeada após o santuário de "Nostra Signora di Bonaria" (italiano para "Nossa Senhora de Bonaria"), em Cagliari, na Sardenha. Na Constituição de 1994, a cidade tornou-se autônoma, daí o seu nome formal: Ciudad Autónoma de Buenos Aires, em Português, Cidade Autônoma de Buenos Aires. Pessoas nascidas em Buenos Aires são chamadas de "porteños". ETIMOLOGIA Apesar de Juan de Garay a ter batizado de Santísima Trinidad y Puerto de Nuestra Señora del Buen Ayre, a cidade acabou por adotar Buenos Aires, através da mutação do nome do porto e primeiro nome da cidade. Nuestra Señora del Buen Ayre era uma homenagem à Virgem da cidade italiana de Cagliari que protegia os navegantes. Este nome provinha de um templo pagão situado nas Ilhas Baleares (em latim Balnearium, ilhas "balneárias") dedicado à Deusa Branca (a divindade comum a todas as religiões da Europa pré-cristã). Quando o cristianismo se tornou a religião oficial do Império Romano, todos os templos foram convertidos em igrejas ou destruídos. Neste caso, foi aí colocada uma imagem da Virgem de Bonaria (deformação de "buen aire", aire sendo vento, no castelhano antigo), que terminaria dando nome à ilha de Bonaire, situada no mar do Caribe. A virgem foi rebatizada como Bon Aire devido à semelhança com a palavra Bonaria. HISTÓRIA A cidade foi fundada pela primeira vez em 3 de fevereiro de 1536 por Pedro de Mendoza, com o nome de Nuestra Señora del Buen Ayre. A cidade foi abandonada, arrasada pelos índios e refundada em 11 de junho de 1580 por Juan de Garay com o nome de Ciudad de la Santísima Trinidad y Puerto de Nuestra Señora del Buen Ayre. Buenos Aires teve um escasso desenvolvimento até que em 1776 foi nomeada capital do Vice-reino do Rio da Prata. Desde esse momento começou a evoluir rapidamente devido ao impulso comercial que a beneficiou, desenvolvendo-se não apenas economicamente mas também culturalmente. A chegada de idéias liberais fomentou a criação de movimentos emancipadores, que desencadearam em 1810 a Revolução de Maio e a criação do primeiro governo pátrio. Logo depois das guerras civis e da reunificação do país, Buenos Aires foi eleita lugar de residência do Governo Nacional, ainda que este carecesse de autoridade administrativa sobre a cidade, que formava parte da província de Buenos Aires. A necessidade do Governo Nacional de federalizá-la, somada ao movimento de tropas ordenado pelo governador da província, Carlos Tejedor, produziu em 1880 uma série de confrontos que terminariam com a derrota da província de Buenos Aires e a união da cidade ao sistema federal. Em 1882, o Congresso Nacional criou a figura dos intendentes e o Conselho Deliberante da Cidade. O intendente não era eleito por voto popular e sim designado pelo Presidente da Nação em conformidade com o Senado. O primeiro a exercer o novo cargo foi Torcuato de Alvear, designado em 1883 por Julio A. Roca. Congresso da Nação Argentina em 1910. A partir do final do século XIX e princípios do século XX a cidade sofreu importantes transformações. A prosperidade econômica que atravessava o país, somada às preparações para o I Centenário da Revolução que se celebraria em 1910 permitiram que a infra-estrutura urbana se desenvolvesse. Isto incluiu não apenas a construção de novos edifícios, praças e monumentos, mas também uma melhoria geral nos serviços públicos que lhe permitiu contar em 1913 com o primeiro metrô Iberoamericano. Com a Reforma da Constituição argentina de 1994 a cidade pôde contar com sua própria Constituição e com um governo autônomo de eleição direta. Em 30 de junho de 1996 celebraram-se as eleições que designariam o Chefe de Governo da Cidade, assim como os legisladores que sancionariam a Constituição da Cidade. Nas eleições para o Poder Executivo saiu vencedora a fórmula radical de Fernando de la Rúa, que assim se tornava no primeiro Chefe de Governo. Com dois meses de deliberações, a Convenção Constituinte sancionou, finalmente, em 1º de outubro de 1996 a Constituição da Cidade de Buenos Aires. Em 2003 foi aí promulgada a União Civil,[5] tanto para os casamentos homossexuais como para os heterossexuais, tornando-se a primeira cidade na América Latina a oficializar este gênero de união. CLIMA A Cidade de Buenos Aires é limitada pelo Rio da Prata, o Riachuelo e pela Avenida General Paz, que separa a cidade da província de Buenos Aires. Buenos Aires se encontra quase em sua totalidade na região dos pampas, salvo algumas zonas como a Reserva Ecológica de Buenos Aires, a Cidade Esportiva do Club Atlético Boca Juniors ou Puerto Madero, que foram emergidas artificialmente mediante o rebaixamento das calhas do Rio da Prata. Anteriormente, a região era atravessada por diferentes arroios e lagoas, alguns dos quais foram rebaixados e outros encanados. Entre os arroios de importância estão os Terceros (do Sul, do Centro e do Norte), Maldonado, Vega, Medrano, Cildañez e White. CLIMA O clima da cidade é temperado oceânico, com temperatura média anual de 16,5 °C. Durante o inverno, as temperaturas oscilam entre os 3 °C e 18 °C, baixando, por vezes, até a 0 °C. O último registro de neve remontava a 1918 até uma nevasca de média intensidade atingir quase toda província de Buenos Aires no dia em que se comemora a independência da Argentina, 9 de julho de 2007.[6] No verão, as temperaturas ascendem a uma média de 28 °C. Apesar de não serem altas em comparação com as registradas no norte do país, provocam um sensível desconforto dada a relativamente elevada umidade ambiente. A média de precipitações anuais é de 1,146 mm. As chuvas são mais comuns no outono, na primavera e no verão. Nos meses temperados, a precipitação carateriza-se por chuvas breves e de baixa intensidade, o que não impede o desenvolvimento normal da atividade humana. DEMOGRAFIA Segundo o censo argentino de 2001, a cidade tem uma população de 2 776 138 pessoas. Mesmo assim, um informe posterior publicado pelo INDEC destinado a sanar os erros cometidos no censo estabelecia que a população a cidade se mantinha dentro dos 2,9 milhões de habitantes.[7] Buenos Aires é uma cidade com uma importante densidade demográfica que ascende a 13 679,6 hab/km². No início do século XXI, devido ao envelhecimento (por escassa fecundidade dos estratos de classe média) da população nativa portenha, à emigração para o exterior e à substitução demográfica em grande medida provocada pelas crises econômicas, a mão de obra tornou-se escassa entre os nativos, o que obrigou os empresários locais a importá-la. De fato, cerca de 40% dos "porteños" não nasceu nem na cidade nem na Grande Buenos Aires. Trata-se de população que migrou das províncias do norte argentino e de outros países, principalmente limítrofes (se calcula que 316 739 de seus habitantes nasceram no exterior[8]). A cidade tem um nível de delinquência relativamente alto, com uma taxa de 6 925,34 delitos anuais para cada 100 000 habitantes. Ainda assim, aproximadamente três quartos destes delitos são contra a propriedade, sendo a taxa de homicídios baixa: 4,57 homicídios anuais para cada 100 000 habitantes. GOVERNO E ADMINISTRAÇÃO O Poder Executivo da Cidade é composto pelo Chefe de Governo, eleito para exercer o cargo durante quatro anos, mediante o voto dos cidadãos locais. Seu substituto natural é o Vice-chefe de Governo, que é, além disso, o presidente da Assembleia Legislativa da cidade de Buenos Aires. O atual chefe de Governo é Mauricio Macri. O Poder Legislativo é composto pela Assembleia Legislativa da Cidade de Buenos Aires, integrada por sessenta deputados. Cada deputado permanece quatro anos em suas funções e a legislatura se renova por metades a cada dois anos. O Poder Judiciário é constituído pelo Tribunal Superior de Justiça, o Conselho da Magistratura, o Ministério Público e os diferentes Tribunais da Cidade. Mesmo assim, sua organização, em termos de autonomia legislativa e judicial, é menor - em termos jurídicos - que a de qualquer das províncias que compõe a República Argentina. A Justiça, em assuntos de direito comum, executada na Cidade, rege-se pelo Poder Judicial da Nação, enquanto que o controle da Polícia Federal Argentina, no território da Cidade, é exercido pelo Poder Executivo Nacional. Buenos Aires é administrada de forma descentralizada pelos Centros de Gestão e Participação, que foram substituídos, a partir de 2007, por um sistema de Comunas. ECONOMIA O principal setor econômico de Buenos Aires é o setor de Serviços, que representa 74% de seu PIB, muito maior que os 66% em nível nacional. O ramo de maior importância é o de serviços imobiliários, empresariais e de aluguel, que geram 31,799 bilhões de pesos. O segundo ramo em importância são os serviços de transporte e comunicação, gerando 16,934 bilhões, é o terceiro são os serviços financeiros, gerando 14,758 bilhões de pesos. A cidade gera 67% do valor agregado deste ramo em nível nacional, concentrando 53% dos depósitos e 60% dos empréstimos. Nos últimos anos, Buenos Aires se converteu em um pólo turístico, em especial pela desvalorização do peso que originou uma baixa acentuada de custos para os visitantes estrangeiros. Entre 2002 e 2004, a quantidade de estabelecimentos hoteleiros aumentou em 10,7%, enquanto que a taxa de habitações ocupadas sofreu um importante aumento de 42,9%.[13] TURISMO A cidade conta com o Aeroporto Internacional de Ezeiza (situado a 35 quilômetros da cidade) e com um aeroporto doméstico, o Aeroparque Jorge Newbery. É servida pelo terminal rodoviário de Retiro, de onde partem e chegam linhas de ônibus (autocarros) para todas as regiões do país e para cidades do Chile, Peru, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Brasil. Conta ainda com ferry-boats que a conectam com as cidades de Colônia do Sacramento e Montevidéu , no vizinho Uruguai. Fica a 1630 quilômetros ao norte de outro importante destino turístico argentino, a cidade de Bariloche. Os shows de tango são um dos principais atrativos da cidade, até porque constituem uma das características mais afamadas da cultura argentina. São muitas as casas de espetáculos que apresentam shows variados de dança e música, muito procurados por quem faz turismo na cidade. Os lugares turísticos mais importantes se encontram no Centro Histórico da Cidade, setor formado praticamente pelos bairros de Monserrat e San Telmo. A cidade começou a se construir ao redor da Praça Maior, hoje Plaza de Mayo (Praça de Maio), onde as instituições administrativas da Colônia estavam instaladas. A leste da Praça pode-se observar a Casa Rosada, atual sede do Poder Executivo da Argentina, onde, antigamente, se encontrava o Forte. Ao norte da Praça se encontra a Catedral Metropolitana, que ocupa o mesmo lugar desde os tempos coloniais, e o edifício do Banco de la Nación Argentina, cuja parcela era, na sua origem, propriedade de Juan de Garay. Outra importante instituição colonial, o Cabildo, está localizado a oeste e não se conserva em sua forma original já que parte de sua estrutura foi demolida para a abertura da Avenida de Maio e a diagonal Julio A. Roca. Ao sul se observa o edifício do antigo Congresso da Nação, onde atualmente funciona a Academia Nacional da História. E por último, a noroeste pode observar-se a Chefatura de Governo da Cidade, avançando até a Avenida de Maio. A Avenida de Maio é considerada o Eixo Cívico, já que une a Casa Rosada com o Palácio do Congresso, sedes do Poder Executivo e do Poder Legislativo, respectivamente. Por esta avenida podem ser observados alguns edifícios de grande interesse cultural, arquitetônico e histórico: se encontram instalados a Casa da Cultura, o Palácio Barolo e o Café Tortoni, entre outros. Abaixo desta avenida corre a Linha A do metrô de Buenos Aires que, ao ser inaugurado em 1913, se converteu no primeiro da Ibero-América. Ao chegar ao final da artéria pode-se observar um conjunto de praças, decoradas com vários monumentos e esculturas, entre as quais se encontra uma cópia assinada de O Pensador de Rodin. Nas cercanias destas praças se encontram o Palácio do Congresso e o edifício da Confeitaria El Molino. Vista de um dos lagos do Parque 3 de Fevereiro, conhecido como os Bosques de Palermo. No Centro Histórico pode-se visitar, além disso, a Manzana de las Luces. Ali se encontram alojados vários edifícios com grande valor histórico, como a Igreja Santo Inácio e a sede do Colégio Nacional Buenos Aires. Pode-se ainda observar os túneis ocultos que corriam a cidade durante a época colonial ou o edifício onde funcionou o Concelho Deliberante, de 1894 a 1931. Na área de San Telmo pode-se visitar a Praça Dorrego, onde todos os domingos se instala a famosa Feira de Antiguidades, junto, aliás, de vários estabelecimentos de antiquários. Encontra-se aí, também, um complexo jesuíta formado pela igreja de Nossa Senhora de Belém, a Paróquia de São Pedro Telmo e o Museu Penitenciário "Antonio Ballve". O Museu Histórico Nacional e o Parque Lezama, onde foram alojadas várias esculturas e monumentos situam-se também na mesma área. A Torre Monumental foi uma doação de residentes britânicos, em comemoração do centenário da Revolução de Maio. No bairro de Recoleta se encontra uma grande quantidade de pontos turísticos de grande valor cultural. Ali se pode encontrar a sede principal do Museu Nacional de Belas Artes, a Biblioteca Nacional, o Centro Cultural Recoleta, a Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires, a Basílica Nossa Senhora de Pilar, o Palais de Glace, o Bar La Biela e o Cemitério da Recoleta, onde se encontram alojados os restos de Eva Duarte de Perón. No bairro de Retiro pode-se visitar a estação do mesmo nome, e percorrer vários monumentos e edifícios emblemáticos da cidade, como os monumentos aos Caídos na Guerra das Malvinas ao General San Martín, assim como a Torre Monumental e o Edifício Kavanagh, um dos mais altos da cidade. O Museu de Arte Latino-americano de Buenos Aires, um dos mais importantes do país, se encontra no bairro de Palermo, onde também se situam os Bosques de Palermo, o Planetário, e o Zoológico de Buenos Aires. Outro ponto turístico de importância, dado o seu relevo cultural é a Avenida Corrientes. Nela está instalada uma grande quantidade de teatros, incluindo o Teatro San Martín, além de outros locais de interesse, como o Passeio La Plaza e o Estádio Luna Park. Na intersecção desta avenida com a Avenida 9 de julio se encontra o Obelisco, um emblema da Cidade de Buenos Aires. Também foi instalado nesta avenida o Mercado de Abastecimento, que na atualidade foi convertido em um centro comercial. Na atualidade, Buenos Aires se converteu no atrativo turístico da comunidade homossexual mais importante da América Latina.[14] Cidade de Buenos Aires oferece mais de 200 possibilidades de alojamento que representam 36 000 praças disponíveis.[15] Existem 17 hotéis cinco estrelas, 53 hotéis quatro estrelas, 42 hotéis três estrelas e 64 estabelecimentos de duas e uma estrela, e também 27 aparthotéis. Estes hotéis se encontram instalados em sua maioria na zona central da cidade, com fácil acesso aos principais pontos turísticos. Também existem muitas hospedagens e alojamentos alternativos, para quem busca algo mais econômico. Estes estabelecimentos geralmente estão situados em bairros mais distantes, mas o sistema de transporte permite o traslado de uma forma fácil e econômica. Como a cidade é um pólo universitário, existe uma grande quantidade de albergues juvenis e residências universitárias com custos acessíveis para os estudantes, provenientes tanto do interior do país como dos países limítrofes. A complexidade da Cidade de Buenos Aires requer um sistema de transporte e de acessos à cidade igualmente complexo e extenso. A cidade não apenas necessita de um sistema de transporte para quem habita nela, como também para os habitantes do aglomerado que se transportam à cidade principalmente por motivos de trabalho. A cidade conta com quatro acessos por rodovia, que se somam à grande quantidade de acessos existentes, como as pontes ou avenidas que cruzam a Avenida General Paz. Os acessos por estrada são a Rodovia Buenos Aires - La Plata, a Rodovia Ricchieri, o Acesso Oeste e o Acesso Norte. Estas rodovias permitem um acesso rápido a partir da província de Buenos Aires, ao contrário do resto dos acessos, onde o trânsito tende a ser pouco fluido a partir do final do horário comercial. O meio de transporte de maior uso é o coletivo (ônibus), já que, com mais de 180 linhas, permite não só conectar diferentes pontos da cidade mas, também, alcançar diferentes partidos da província de Buenos Aires. O outro meio massivo utilizado para acessar a cidade é a rede ferroviária, já que todas as linhas férreas do país confluem em Buenos Aires. Algumas destas linhas têm conexão com o metrô, o que permite um traslado relativamente fluido a partir da região metropolitana bonaerense até diferentes zonas da cidade. Os trens também são usados pelos portenhos como meio de deslocamento rápido dentro da cidade. O Metro de Buenos Aires , cuja tarifa é de apenas 1,10 pesos, conta com seis linhas em funcionamento (A, B, C, D, E, H), com uma extensão superior a 40 quilômetros. Além disso, e foram projectadas três linhas adicionais que ajudaram a conectar o sul com o norte da cidade. A Linha A é também uma atração turística porque ainda conserva os trens que se utilizavam em princípios do século XX, já que essa linha foi inaugurada em 1913, a mais antiga da América Latina. O porto de Buenos Aires é o maior do país, e foi tradicionalmente a principal entrada marítima da Argentina. O serviço de telefones fixos é de responsabilidade da Telecom Argentina e Telefónica de Argentina. Estas empresas são as encarregadas de levar o serviço desde a privatização de ENTel, em 1990. A Cidade de Buenos Aires conta com 34 estabelecimentos hospitalares com atendimento totalmente gratuito, que funcionam dentro do sistema de saúde estatal. Mas a cidade conta também com um sistema de atendimento primário que se ocupa do atendimento de 80% dos casos, para distribuir o uso das instalações hospitalares e para que sejam utilizadas apenas nos casos de maior complexidade. Isto se deve principalmente ao fato da infra-estrutura hospitalar da cidade se encontrar bastante deteriorada, não apenas pela falta de equipamentos, mas também pela grande quantidade de casos provenientes da Grande Buenos Aires, que somados aos da cidade sobrecarregam o serviço. Este sistema de atendimento primário é constituído pelos Centros de Saúde, os Centros Médicos de Bairro e os "Médicos de Cabecera" (médico de família). Os Centros de Saúde são integrados, entre outros, por médicos clínicos, pediatras, psicólogos e assistentes sociais, já que sua função não é apenas o atendimento, mas também a execução dos diferentes programas de prevenção. Os Centros Médicos de Bairro (CMB) cumprem a mesma função de prevenção e atendimento, mas este atendimento e entrega de medicamentos gratuitos está orientada para sectores considerados de risco. A instituição dos "Médicos de Cabecera" constitui outro sistema de descentralização, onde os médicos dos hospitais fazem atendimento e entrega gratuita de medicamentos em seus consultórios particulares. A cidade conta também com uma grande quantidade de clínicas e consultórios privados, onde se destacam, mas não só, o Hospital Italiano (lugar onde se realizam muitos dos transplantes de órgãos na Argentina), a Clínica y Maternidad Suizo Argentina e a Clínica Favaloro. CULTURA Buenos Aires é a cidade de maior importância cultural do país e uma das principais na América Latina. A cidade tem um espectro cultural muito amplo devido à diversidade de quem a habitou ao longo de sua história. Um exemplo disso é um argot, o lunfardo, que se desenvolveu a partir de meados do século XIX nas zonas pobres de Buenos Aires, Rosário e Montevidéu. Este tipo específico de linguagem acusa influências idiomáticas provenientes da Itália, França, Galiza e Portugal, assim como da população negra e crioula local. O lunfardo ficou imortalizado em letras de música popular, particularmente no tango. A gastronomia portenha também se destaca por sua diversidade, ainda que o denominador comum seja o emprego de carnes e a influência da culinária italiana, muito difundida pelas correntes migratórias que aqui afluiam em princípios do século XX. O elevado nível cultural da cidade pode ser apreciado através da sua grande quantidade de museus, teatros e bibliotecas. A Avenida Corrientes, em cujos cafés e bares tradicionais se desenvolveu o tango, em princípios e meados do século XX, é a artéria onde se encontram alguns dos teatros de maior importância. Buenos Aires conta com uma oferta diversa de artes de palco, dependendo muitos dos teatros de maior relevância diretamente do Governo da cidade: o Teatro Colón, o Teatro General San Martín, o Teatro Alvear, o Teatro Regio, o Teatro Sarmiento e o Teatro de la Ribera, entre outros. Atividade teatral que se estende, pelos vários bairros da cidade, com as companhia independentes, como o Teatro Nacional Cervantes, o Centro Cultural Recoleta, o Centro Cultural General San Martín, o Teatro Maipo, entre outros. O Teatro Nacional Cervantes é o único teatro nacional da República Argentina. O Governo da cidade administra dez museus que abarcam diferentes temáticas: desde as artes plásticas (Museu de Artes Plásticas Eduardo Sívori) até à história (Museu Histórico de Buenos Aires Cornelio de Saavedra), passando pelo cinema (Museu do Cinema Pablo Ducrós Hicken). Também existem muitos museus mantidos pelo Governo Nacional (como o Museu Nacional de Artes Decorativas e o Museu da Casa Rosada) ou por fundações (como o Museu de Arte Latino-americano de Buenos Aires). A cidade dinamiza ainda 26 bibliotecas públicas que contam com mais de três centenas de milhar de exemplares. Existem ainda muitas bibliotecas dependentes dos diferentes Poderes da Nação, assim como das diferentes universidades que se encontram na capital. Buenos Aires distingue-se, ainda, como o maior centro editorial do país, já que ali estão sediadas as editoras mais relevantes, e onde se editam os diários e revistas de maior tiragem. A indústria editorial de Buenos Aires é uma das mais competitivas da região e a densidade de livrarias é bastante alta. É possível conseguir, com alguma facilidade, livros antigos, primeiras edições e publicações em diferentes idiomas, sobretudo nos estabelecimentos comerciais localizados na Avenida de Maio e na Avenida Corrientes, entre Callao e 9 de Julio. Uma tradição importante é a dos Festejos de Carnaval. Existem em Buenos Aires 103 murgas, agrupando mais de dez mil pessoas. Anualmente, juntam-se mais de 800 mil pessoas para desfrutar da música, baile e canto que oferecem estes grupos, na grande quantidade de corsos que se realizam nos bairros portenhos. Guia de Informações – BsAs  Tensão elétrica: 220V.  Código telefônico: Argentina (54), Buenos Aires (11). Obs.: para telefones fixos locais, a ligação é direta, mas para os celulares locais, é necessário acrescentar (15) antes do nº.  Postos da Secretaria de Turismo: 0800 999 2838 - Centro – C. Florida 100, esq. Diagonal Roque Sáens Peña (seg/sáb 9-19h) - Terminal Retiro – Av. Antártida Argentina, guichê 83 (seg/sáb 8-13h) - Recoleta – Av. Quintana 596 (seg/sáb 10h30-18h30, dom 11-19h) - Puerto Madero – Av. Alicia Moreau de Justo 200, Dique 4, Grúa 8 ( diariamente 10-18h) - Aeroporto Internacinal de Ezeiza (seg/dom 10-17h) - Aeroparque Jorge Newberry (seg/sex 10-17h) www.bue.gov.br  Telefones úteis: - Assistência ao Turista: 0800-999-2838 - Delegacia do Turista: 4346-5748 / 0800-999-5000 / 4514-4253 Atende consultas em inglês, italiano, francês, português e ucraniano. Corrientes, 436 [email protected] - Defensoria do Turista: 4302-7816 Av. Pedro de Mendoza, 1.835, (Museu de Belas Artes “Benito Quinquela Martín”), La Boca Segunda a domingo, 0h às 18h - Polícia: 101 - Emergência – Defesa Civil: 103 - Emergências Médicas: O serviço de ambulâncias para emergências (SAME) é gratuito. SAME - Ligação gratuita - 107 Os hospitais públicos que estão à disposição do turista atendem urgências durante as 24 horas do dia de forma gratuita. - Consulado Geral do Brasil em Buenos Aires: 4515-6500 C. Carlos Pellegrini, 1.363, 5 °piso, Retiro [email protected] http://www.brasil.org.ar - Embaixada do Brasil na Argentina: 4515-2401 C. Cerrito, 1.350 www.brasil.org.ar - Cartões de Crédito (em caso de perda): Visa: 4379-3333 Master: 0800-555-0507 Amex: 0800-777-3165  Bancos e agências de câmbio: segunda a sexta, 10h às 15h (alguns bancos estendem os horários até as 16h). - Banco do Brasil: Sarmiento, 487, Centro (FECHADO)  Câmbio A melhor cotação de câmbio é no Banco de La Nación Argentina. Se for trocar dólar ou real por pesos, faça essa troca logo em sua chegada no aeroporto de Buenos Aires, pois há um guichê do banco logo após a entrega das malas. - Banco América: a partir de R$ 300 ou $ 100 e tem que levar passaporte com carimbo de entrada ou identidade e o papel com o carimbo de entrada de turista em Buenos Aires. Fica na esquina da Sarmiento com San Martin, paralelo a Rua Florida. (Cambio América. 4393-0054. Sarmiento, 501, Centro.) - Banco De La Nación: Fica no aeroporto ou C. Bartolomeu mitre 326 (F.4347-6000) www.bna.com.ar - Banco Meridien: Fica na Florida, 200. Obs.: É muito importante para quem chega sexta-feira, por exemplo, lembrar que a maioria das Casas de Câmbio não funciona aos finais de semana. Durante a semana encontra-se boa cotação na Paris Cambio (Reconquista com Sarmiento). Montevideo Cambio y Turismo (Florida, 580 com Tucumán). É necessário identidade ou passaporte. Nos finais de semana a cotação é péssima.  GASTOS PESSOAIS NA ARGENTINA: Planejando gastar de R$: 90,00 a R$:110,00 por dia, você consegue fazer passeios e comer razoavelmente na Argentina, ficando hospedado em albergues, fazendo duas refeições por dia – além de café da manhã que está normalmente incluído na hospedagem.  IVA: O governo argentino cobra de imposto 21% sobre os produtos vendidos em seu território onde podem ser devolvidos 16% para aqueles que vão levar seus produtos para o exterior. Para isso, é exigido um mínimo de ARG$ 70 por compra, em produtos fabricados no país. Não há prazo para se obter a devolução que é feita através de cheque ou creditado no cartão de crédito. Há postos de atendimento Tax Free Shopping em aeroportos e em centros urbanos.  TAX FREE: É possível recuperar o IVA dos produtos que foram comprados nas lojas que tem o cartaz TAX FREE. Para isso é preciso guardar as notas fiscais ou tickets das compras e preencher o formulário que se retira no Aeroporto. Obs.: Compras acima de $ 70 e apenas para produtos fabricados na Argentina.  Moedas: Peso (AR$ ou $) Notas de 2, 5, 10, 20, 50 e 100 pesos. Moedas de 5, 10, 25, 50 centavos e de 1 peso. Todas as bandeiras de cartões de crédito são aceitas.  Documentos: Para brasileiros, não é necessário visto de entrada no país nem de nenhuma vacina para a cidade. Os visitantes brasileiros devem preencher uma cartela de turismo a ser apresentada na entrada juntamente com o passaporte ou carteira de identidade, com até de 10 anos de expedição. Obs.: Esta “cartela de turismo” na verdade é tipo um formulário que você preenche alguns dados para a imigração, e este deve ficar guardado junto ao passaporte ou identidade, pois o mesmo é cobrado na entrada e na saída do país.  Fuso horário: Mesmo fuso horário de Brasília, só possui uma hora a menos quando o horário de verão é aplicado em algumas regiões do Brasil.  Clima: Buenos Aires tem as quatro estações bem definidas. Sua temperatura média anual é de 16,5°C, com os meses de verão bastante quentes e úmidos, sendo que a temperatura varia entre 22° e 33°, com picos de 40°, onde são comuns as chuvas de verão.  Hospedagem: Albergues: Albergues mais recomendados pelos mochileiros no fórum: Hostel Colonial - http://www.hostelcolonial.com.ar, Centro Milhouse - http://www.milhousehostel.com, Centro Portal del Sur - http://www.portaldelsurba.com.ar, Centro Albergues recomendados pelos mochileiros no fórum: 06 Central Hostel - http://www.06centralhostel.com, Centro Alkimista Hostel - http://www.alkimistahostel.com, Centro Hostel Estoril - http://www.hostelestoril.com.ar, Centro St. Nicolas Hostel - http://www.snhostel.com, Centro Sudamerika Hostel - http://www.sudamerikahostel.com.ar, Centro e Recoleta Albergues citados pelos mochileiros no fórum: Borges Design Hostel - http://www.bdhostel.com, Palermo Soho El Firulete Downtown - Centro Home Sweet Home - San Telmo Hostel Garden House - http://www.gardenhouseba.com.ar, San Telmo Hostel Giramondo - http://www.hostelgiramondo.com.ar, Palermo Viejo Hostel Inn Tango City - http://www.hostel-inn.com/?idioma=2&sec ... e4=0&id4=0, San Telmo Hostel OK San Telmo - http://www.sthostel.com, San Telmo Hostel One - http://www.hostelone.com, San Telmo Hostel Sol - http://hostelsol.com.ar, San Telmo Hostel Suites Obelisco - http://www.hostelsuites.com/hostel.php? ... s+Obelisco, Centro Students House BA - http://www.studentsba.com, Centro V&S Hostel Club - http://www.hostelclub.com, Centro Hotéis econômicos: Hotéis recomendados pelos mochileiros no fórum: Alcazar - Centro Carlos Via - http://www.carlosvia.com, Abasto Milán - http://www.milanhotel.com.ar, Centro O'Rei - http://www.hotelorei.com.ar, Centro Uruguay - San Telmo Hotéis citados pelos mochileiros no fórum: Alba - Mar de Ajo Avenida - Centro El Cabildo - http://www.hotelelcabildo.com, Centro Europa - http://www.eurohotel.com.ar, Centro Ibis - http://www.accorhotels.com.br/guiahotei ... _hotel=258, Centro Maipú - Centro Mitre Suites - Caballito Regis - http://www.orho-hoteles.com.ar/regis, Centro Turista - Centro Waldorf - http://www.waldorf-hotel.com.ar, Centro  Transporte: - CityTour Bus (BsAs Bus): Sai da estação Catedral, na Rua Florida. www.buenosairesbus.com Se iniciará en la primera parada a las 9 en temporada alta (desde el primer día de junio al último de noviembre, además de Semana Santa, Carnavales y feriados largos en el Mercosur) y a las 9.30 en temporada baja; mientras que la última salida será a las 17.30 en ambos casos. La frecuencia será de media hora y la duración total del circuito (12 paradas) de 2 horas y 45 minutos. En cada una de las paradas permanecerá detenido durante breves minutos, para permitir el ascenso y descenso de los pasajeros si los hubiese, o bien sin movimientos de personas. Consulta nuestra tabla de horarios Los horarios de Buenos Aires Bus son estimativos y estan condicionados a factores de transito en la ciudad, factores climaticos existentes y motivos de fuerza mayor y bloqueos de calles que determinen un atraso en la frecuencia habitual del servicio. Servicios a bordo SERVICIOS PERSONALIZADOS Las unidades llevarán a bordo un / una guía turística trilingüe con la credencial habilitante como guía de turismo en el ámbito de la Ciudad de Buenos Aires que prestará los siguientes servicios: • Recibirá a los pasajeros. • Expenderá y/o controlará los boletos. • Entregar el material impreso descriptivo del servicio, con los principales atractivos contenidos en los mapas de cada parada. • Transmitirá a los pasajeros información turística de los atractivos cercanos a cada una de las paradas. • Transmitirá a los pasajeros información turística de la Ciudad en general de acuerdo a sus necesidades e inquietudes. • Orientará a los pasajeros sobre visitas a lugares turísticos de la Ciudad de Buenos Aires. SERVICIOS AUTOMATIZADOS Las unidades contendrán un sistema automatizado de transmisión de información turística mediante circuitos de audio pregrabados, con imágenes y que serán difundidos de manera sincronizada con el recorrido del ómnibus. Los pasajeros accederán a dicho circuito mediante auriculares disponibles a bordo, a través de una consola que dispone cada asiento para escuchar la explicación del tramo que recorre seleccionando el idioma de su preferencia. Los idiomas disponibles para la información serán los siguientes: • Alemán • Árabe • Español • Chino Mandarín • Francés • Hebreo • Inglés • Italiano • Portugués • Japonés Boletos La operatoria prevé dos opciones de boleto: un boleto por 1(un) día y un boleto por 2 (dos) días, siendo los lugares de compra los siguientes: • A bordo de los vehículos. • En las paradas, en lugares propios. • En los Centros de Información Turística del GCABA (Florida y Diagonal Norte, Alicia Moreau De Justo 200 Dique 4 Puerto Madero) • En ventanillas de FlechaBus en la Terminal de Ómnibus de Retiro. • En las Oficinas de la empresa “Buenos Aires Bus” (Av Roque Saenz Peña 846 Piso 10) • On line, a traves de la página web. Tarifas BOLETOS POR 24 HS: Mayores: a partir de 12 años $ 70.- Menores: entre 4 a 12 años $ 35.- Infantes: de 0 a 3 años GRATIS Personas con necesidades especiales GRATIS TARIFAS PROMOCIONALES Para residentes en la Ciudad de Buenos Aires, acreditados con DNI unicamente en PARADA "0". Jubilados y pensionados $ 35.- Vecinos $ 50.- Grupos familiares: 2 adultos + 2 menores (entre 4 y 12 años) $ 175.- 2 adultos + 3 menores (entre 4 y 12 años) $ 210.- BOLETOS POR 48 HS: Mayores: a partir de 12 años $ 90.- Menores: entre 4 a 12 años $45.- Infantes: de 0 a 3 años GRATIS Personas con necesidades especiales GRATIS - Terminal de ônibus de Retiro: partem e chegam linhas de ônibus para todas as regiões do país e para cidades do Chile, Peru, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Brasil. - Ferry-boats: diariamente se realizam viagens dede Colônia e Montevidéu, na República Oriental do Uruguai. - Buquebus: 4316-6500/50 Av. Antártida Argentina, 821, Puerto Madero [email protected] www.buquebus.com - Ônibus: mais de 180 linhas e é o meio de transporte mais usado pelos portenhos. Compram-se as passagens nos próprios veículos que só aceitam moedas e funcionam 24 horas por dia. OBS: ATÉ 1,20 PESOS (APROXIMADAMENTE). - Metrô: com cinco linhas em funcionamento, com mais de 40 km de extensão, e mais uma sexta linha em construção. A Linha A segue pela Avenida Rivadavia e é também uma atração turística porque ainda conserva os trens que se utilizavam em princípios do século XX, de 1913, primeiro metrô da América Latina. A linha B passa pela Av. Corrientes. A linha C liga as estações de trem Retiro e Contituición. A linha D vai da Catedral até a Juramento. A linha E percorre a San Juan. A passagem é comprada nas estações através de cartões. OBS: ATÉ 1,10 PESOS (APROXIMADAMENTE). • Linhas: A (turística), D (é a melhor) e existe uma 6ª linha em construção. Horário de funcionamento do metrô de Buenos Aires: Segunda a sábado das 5:00h as 22.30h Domingo e feriado das 8:00h as 22:00h Preço: $ 0,80 Linha A - Celeste • Plaza de Mayo • Perú • Piedras • Lima • Sáenz Peña • Congreso • Pasco • Alberti • Plaza Miserere • Loria • Castro Barros • Río de Janeiro • Acoyte • Primera Junta Estações projetadas ou em construção: Puán • Carabobo • Plaza Flores • Nazca Linha B - Vermelha • Leandro N. Alem • Florida • Carlos Pellegrini • Uruguay • Callao • Pasteur • Pueyrredón • Carlos Gardel • Medrano • Ángel Gallardo • Malabia • Dorrego • Federico Lacroze • Tronador • Los Incas Estações projetadas ou em construção: • Echeverría • Villa Urquiza Linha C - Azul • Retiro • General San Martín • Lavalle • Diagonal Norte • Avenida de Mayo • Moreno • Independencia • San Juan • Constitución Linha D - Verde • Catedral • 9 de Julio • Tribunales • Callao • Facultad de Medicina • Pueyrredón • Agüero • Bulnes • Scalabrini Ortiz • Plaza Italia • Palermo • Ministro Carranza • Olleros • José Hernández • Juramento • Congreso de Tucumán Linha E - Violeta • Bolívar • Belgrano • Independencia • San José • Entre Ríos • Pichincha • Jujuy • General Urquiza • Boedo • Avenida La Plata • José María Moreno • Emilio Mitre • Medalla Milagrosa • Varela • Plaza de los Virreyes Estações projetadas ou em construção: • Retiro • Catalinas • Correo Central Linha H - Amarela • Once • Venezuela • Humberto I • Inclán • Caseros - Táxi: padronizados na cor preta com teto amarelo. Eles são melhores para percorrer pequenas distâncias. OBS: VALOR INICIAL DE 3,10 PESOS (A TAXA AUMENTA 0,31 A CADA 200M RODADOS OU A CADA MINUTO) • Cooperativa: 4923-7007 (ligação local). Obs.: Solicite ao hotel ou pegue na rua (mas apenas os que possuem letreiro no teto, pois os que não têm são particulares ou clandestinos). - Remises: espécie de rádio-táxi, que são a melhor opção para viagens de média e longa distância. A vantagem é que o preço final está previamente estipulado e, portanto, não aumenta com um engarrafamento, como acontece com os táxis. Por questão de segurança, convém sempre contratar o serviço em agências autorizadas ou por telefone. ¬- Aluguel de Carro: * Al Rent a Car: 4311-1000 * Hertz: 4816-8001 * Localiza: 4832-9267 * Avis: 4326-5542 (Aeroporto) - Miguel http://www.avis.com.ar/index.asp - City Tour: http://www.buenosairesbus.com/ * Translado (Anahi). Tem esquema de Tour de Compras 0800. * Caltour Receptive Service - 5238-0383 Esmeralda, 715 Piso 9º [email protected] http://www.caltour.com.ar  Comércio: segunda a sexta, 9h às 20h. Em alguns bairros é costume fechar ao meio-dia, prolongando-se o horário da tarde até as 22h. Sábados, 9h às 13h, mas as lojas das grandes avenidas permanecem abertas toda à tarde. Obs.: No Centro as lojas não fecham ao meio-dia, mas parece que apenas em outros bairros mais afastados. - Rua Florida = Outlets etc - Av. Córdoba = Outlets etc (a partir do 4.200 – altura da Av. Scalabrini Ortiz – Outlets das marcas argentinas renomadas) - Fallabela: Rua Florida, entre a San Martin e Bartolomé Mitre - Free Shop: Marcelo T Avelar, 899 (perto da Rua Florida) - Algumas lojas e outlets: Lojas Zara Buenos Aires Lojas Puma Buenos Aires Lojas Lacoste Buenos Aires Lojas Swatch Buenos Aires Lojas Tommy Hilfiger Buenos Aires Lojas Diesel Buenos Aires Lojas Couro Buenos Aires Lojas Nike Buenos Aires Lojas Havanna Buenos Aires Lojas Adidas Buenos Aires Lojas Polo Ralph Lauren Lojas perfumes em Buenos Aires Lojas Hugo Boss Buenos Aires Free Shop Buenos Aires Obs.: Na Av. Santa Fé lojas de roupa e na Suipacha fábricas de couro e cashmere (não vale muito a pena, pois os preços são muito parecidos com o RJ, mas é possível encontrar carteiras, cintos, algumas bolsas e casacos por um bom preço. Na Florida e Córdoba existe uma infinidade de lojas, sejam ou não de marca. Os outlets encontram-se nas ruas M. T. de Alvear, 899 (Free Shop), Suipacha, 971 (Suipacha Center) e Suipacha, 978 (Free Shop Buenos Aires). Algumas lojas pagando em dinheiro dão 10% de desconto. Na Reconquista, 545 tem a Falabella (existe mais de uma loja) que tem uma infinidade de produtos (perfumes, maquiagem, bolsas etc.) e marcas (MAC, MNG etc.). Lojinha na Florida, 730 (Plaza Serrano), tem umas bolsas bonitas e baratas. É possível encontrar Alfajor e Doce de Leite Havanna por todo o Centro nos Cafés Havanna. Fica a sugestão do Alfajor Cachafaz, nos Open 25h, mas é mais caro que o Havanna. E no mesmo Open 25h também é possível encontrar um Alfajor mais barato e muito gostoso, o Terrabusi. Para comprar vinho, os supermercados são uma boa pedida, pois tem variedade e bons preços. Os melhores vinhos custam acima de $ 25, mas a $ 16 tem o Lopez (suave ou tinto).  Shoppings: todos os dias, 10h às 22h, inclusive domingos depois das 12h. Durante os fins de semana as praças de alimentação ficam abertas até a 1h da manhã e os cinemas têm sessões que começam a essa hora. - Galerias Pacífico 4319-5118 Av. Córdoba, Retiro Obs.: Apesar de não valer a pena para compras, vale muito a pena o passeio e as fotos, pois é um lindo e luxuoso shopping. - Shopping Abasto 4959-3400 Av. Corrientes, Almagro [email protected] - Alto Palermo 4821-6030/6059 Arenales, Palermo [email protected] - Buenos Aires Design 4806-1111 Av. Pueyrredón, Recoleta [email protected] - Caballito Shopping Center 4903-8000 Av. Rivadavia, Caballito [email protected]  Supermercados: 9h às 22h. As principais redes abrem também aos domingos, geralmente a partir das 12h.  Alimentação: A culinária argentina se caracteriza por muita carne, vinhos e empanadas, em grande parte devido aos italianos e espanhóis. As carnes, temperadas só com sal, quase sempre vêm sempre acompanhadas por batatas e saladas, além do tradicional pão. Entre as principais carnes, destacam-se o bife de chorizo (nosso contrafilé), lomo (nosso filé mignon), carne de cervo e de javali. Não deixe de provar a famosa parrillada. Para enganar o estômago, há o super pancho – o cachorro-quente argentino – e as clássicas empanadas, uma espécie de pastel com massa fina e crocante. Para beber, não se pode deixar de provar a gaseosa (refrigerante) de pomelo e o mate, ou chimarrão para os não-gaúchos. A erva-mate utilizada na Argentina é diferente da utilizada no Brasil, pois é triturada e é mais forte e mais amarga do que a brasileira. E, falando de chá, o té russo ou como é mais conhecido, té con leche, é uma mistura tradicional argentina, onde se coloca chá no leite. É muito bebido no café-da-manhã assim como as também clássicas media lunas, espécie de croissant argentino. Os doces argentinos também são uma atração de Buenos Aires. O dulce de leche é maravilhoso e os alfajores também! Os clássicos são os da Havanna e, entre os mais baratos vendidos em qualquer esquina, os da Jorgelín são bons. Os sorvetes argentinos também são excelentes, entre eles os sabores de dulce de leche da Freddo e de cassis da Munchi’s. Nos restaurantes, o almoço é servido a partir das 13h e o jantar a partir das 21h. Muitos estabelecimentos oferecem refeições rápidas a toda hora. Alguns restaurantes recomendados pelos mochileiros do fórum: AcaBar – Bar agradável com jogos de mesa bem legal para ir com os amigos. Pode-se comer uma boa e barata comida caseira, jogar um pouco e depois ir a um dos boliches próximos. Vive lotado. Palermo Arturito – Restaurante clássico de comida argentina, como bife de chorizo, paella e milanesas. Bom e barato. Centro Bahia Madero – Restaurante muito bacana e não tão abusivo. Puerto Madero, http://www.bahiamadero.com Catalinas – Restaurante de ambiente familiar, típico e com garçonetes muito simpáticas, além de barato! Uma dica é a napolitana con papas. San Telmo El Claustro – Restaurante dentro do convento de Santa Catalina, super agradável, tranqüilo e com uma comida muito bacana... Especializado em cozinha internacional. Centro El Desnível – Restaurante especializado em parrilla. Tem ótimas porções de milanesas e é muito bem freqüentado, além de ter uma das cervejas mais baratas dos restaurantes argentinos. San Telmo El Gauchito – Restaurante minúsculo com preços bem legais. Você escolhe a carne e um acompanhamento. O copo de vinho é barato, assim como as empanadas. San Telmo El Hipopótamo – Restaurante com pratos de massa graciosos e deliciosos muito barato. San Telmo El Mirasol – Restaurante muito bom e caro, mas possui um bife mariposa sem igual e vale cada centavo. Puerto Madero, http://www.elmirasol.com.ar El Obrero – Restaurante clássico fundado em 1954. Fica um pouco escondido, mas vale a pena pelo clima mais informal. Os pratos mais famosos do lugar são o “bife mariposa con papas a la provenzal”, “puchero a la española”, “ravioles de albahaca con masa de espinacas” e “rellenos de muzzarella y parmesano”. La Boca El Palacio de La Papa Frita – Restaurante famoso que impressiona, pois vive cheio de brasileiros. Suas batatas fritas são as melhores de Buenos Aires, mas o restaurante não vale o preço, pois o atendimento é ruim e a carne não possui um preço tão bom. Centro e Palermo, http://www.elpalacio-papafrita.com.ar El Preferido de Palermo – Restaurante no melhor estilo cantina no almoço e um boteco com picadas deliciosas, conservas e outros aperitivos no resto dos dias. Palermo Gran Parrilla del Plata - Restaurante de ótimo custo benefício. Não é turístico, ao contrário, é muito freqüentado por portenhos mesmo. Entretanto, a carne é excelente, principalmente a morcilla con papas bravas – batatas assadas com molho de tomate bem apimentado. Vale chegar cedo, pois por volta de 22h fica lotado. San Telmo Il Gatto – Restaurante italiano com preço razoável e comida muito boa. Centro e Puerto Madero, http://www.ilgatto.com.ar La Americana – Restaurante com a melhor empanada de Buenos Aires. Possuem pizza também. Congreso La Cabalerizza – Restaurante ótimo para comer carnes com melhor preço que outros restaurantes no mesmo bairro. Experimente a tapa de quadril deles. Puerto Madero, http://www.lacaballerizapuertomadero.com La Puerto Rico Café – O mais saboroso café preto de Buenos Aires. Centro La Ventana de Willy – Lanchonete onde tortas, medialunas, empanadas – destaque para a de queijo com cebola – e sanduíches triplos maravilhosos são a especialidade da casa, inclusive com entrega em domicílio. Os sorvetes também são especiais principalmente o de frutas vermelhas. Belgrano Lanchonete Lito’s – Lanchonete com opções bem em conta, como pizzas de mussarela, sanduíches de milanesa, hamburguesas e empanadas. Centro Los Sabios – Restaurante famoso com comida muito boa e barata, do tipo tenedor livre , ou seja, pague pouco e coma até estourar. Almagro Maizales – Restaurante com buffet de comida variada muito bom para comer bem e por um bom preço. Belgrano e Caballito, http://www.ggba.com.ar/maizales/entrada.html Siga a La Vaca – Restaurante de rodízio de carnes, com churrasco e salada livre e mais um litro de refrigerante ou vinho. Lembre-se que o melhor corte é o lomo. Puero Madero, http://www.sigalavaca.com OBS: MENOS DE 50 PESOS DURANTE A SEMANA E MENOS DE 70 PESOS FINAL DE SEMANA. Solo Empanadas – Rede de empanadas que há na cidade inteira. Barata e muito boa. http://www.soloempanadas.com Sottovocce – Restaurante para jantar a dois, no melhor estilo romântico. Vale reservar com antecedência. Puerto Madero e Centro, http://www.sottovoceristorante.com.ar The Grants – Restaurante de cozinha internacional no estilo “all you can eat”, ou seja, você come a vontade e é muito bem atendido por um bom preço. Suas especialidades são parrilla e shushi. Recoleta Ugi’s – Rede de pizzaria que há em toda a cidade e só possui duas opções, pizza de mussarela com ou sem cebola, mas é muito barata. Uma pizza grande dá para quatro pessoas comer e a pizza ainda pode ser comprada por partes: ¼, ½ ou inteira. E a pizza até que não é tão ruim assim... Vale lembrar que não tem ketchup, mostarda, pratos nem talheres – o negócio é comer na mão!  Principais atrações: De três a cinco dias, dentre eles o final de semana, é um tempo razoavelmente bom para se conhecer diversas coisas da capital portenha. Final de semana, pois é somente nesses dias que se pode freqüentar as feiras de San Telmo e da Recoleta. Os shows de tango são um dos principais atrativos da cidade, até porque constituem uma das características mais afamadas da cultura argentina. São muitas as casas de espetáculos que apresentam shows variados de dança e música, muito procurados por quem faz turismo na cidade. A cidade praticamente não dorme. Aproveite o dia para visitar museus, parques, praças, bairros, prédios históricos e monumentos. Tome um banho e relaxe vendo algumas das besteiras que há na TV portenha ou preciosidades como "Tumberos", um seriado sobre a vida na prisão. Saia para jantar entre 21h e 22h e, por volta de 1h ou 2h, já é hora de ir a uma (ou várias, em "peregrinação") boate. Entre os lugares turísticos mais importantes se encontram no Centro Histórico da Cidade, setor formado praticamente pelos bairros de Montserrat, San Nicolas e San Telmo.  Centro – Montserrat e San Nicolas: Casa Rosada A cidade começou a se construir ao redor da Plaza Mayor, hoje Plaza de Mayo, onde as instituições administrativas da colônia estavam instaladas. A Plaza de Mayo é o centro cívico de Buenos Aires, onde se pode encontrar os principais edifícios institucionais da cidade. A Casa de Gobierno ou Casa Rosada, construída entre 1860 e 1880, o monumental Banco de La Nación, o Cabildo, onde se originou o primeiro governo pátrio em 1810, a Catedral de Buenos Aires, entre outros... A Plaza foi cenário dos sucessos históricos mais relevantes. Presidentes e seus discursos, revoluções, reclamações obreiras, protestos sociais, rebeliões, caídas, a declaração da guerra com a Inglaterra, Eva Perón e uma lista interminável de acontecimentos decisivos para a nação. A leste da praça pode-se observar a Casa Rosada, atual sede do Poder Executivo da Argentina, onde, antigamente, se encontrava o Forte. Uma dica legal é ver as trocas de guarda dos Granaderos de San Martín, entre 7h e 19h, em todas as horas ímpares. Ao norte da Plaza se encontra a Catedral Metropolitana, de estilo neoclássico, com 12 colunas representando os 12 apóstolos. No seu interior, se encontra o mausoléu e restos do General Don Jose de San Martín, libertador do Chile e Peru. Logo ao lado, o Banco de La Nación. Outra importante instituição colonial, o Cabildo, está localizada a oeste e não se conserva em sua forma original já que parte de sua estrutura foi demolida para a abertura da Avenida de Mayo e a diagonal Julio A. Roca. Aqui se estabeleceu o primeiro governo pátrio, o primeiro antecedente de emancipação de Espanha, chamada a Revolución de Mayo, precisamente o dia 25 de maio de 1810 - por isso o nome da praça. A Avenida de Mayo é considerada o Eixo Cívico, já que une a Casa Rosada com o Palácio del Congreso, sedes do Poder Executivo e do Poder Legislativo, respectivamente. Por esta avenida podem ser observados alguns edifícios de grande interesse cultural, arquitetônico e histórico: se encontram instalados a Casa da Cultura, o Palácio Barolo e o Café Tortoni, entre outros. Abaixo desta avenida, corre a Linha A do metrô de Buenos Aires que, ao ser inaugurado em 1913, se converteu no primeiro da Ibero-América. Ao chegar ao final da avenida, pode-se observar um conjunto de praças, entre elas a Plaza Lavalle, decoradas com vários monumentos e esculturas, entre as quais se encontra uma cópia assinada de O Pensador, de Rodin. Entre outras atrações da região, estão a histórica Avenida Corrientes, imortalizada com o tango e seus cafés, livrarias e cinemas, o Obelisco, cartão-postal da cidade, e o belo Teatro Colón. Nas proximidades do teatro, encontra-se ainda a famosa Calle Florida, uma rua comercial de pedestres extremamente movimentada onde se encontra o luxuoso shopping Galerias Pacífico e o Centro Cultural Borges. Em Montserrat, pode-se visitar, além disso, a Manzana de Las Luces. Ali se encontram alojados vários edifícios com grande valor histórico, como a Igreja Santo Inácio e a sede do Colégio Nacional Buenos Aires. Pode-se ainda observar os túneis ocultos que corriam a cidade durante a época colonial ou o edifício onde funcionou o Conselho Deliberante, de 1894 a 1931. Próximos à Manzana estão ainda a Igreja de São Francisco e o Museu da Cidade.  Retiro: Torre de Los Ingleses No bairro de Retiro, que começa no fim da Calle Florida, está a estação de trem de mesmo nome, de onde se vai à Tigre e para os bairros menos turísticos da cidade, e, ao seu lado, a rodoviária de também mesmo nome, de onde se vai para qualquer lugar do país de ônibus. Passando por aqui, aproveite para comprar logo sua passagem de ônibus, caso vá viajar de ônibus para mais alguma cidade argentina ou da sul-americana. Há vários monumentos e edifícios emblemáticos da cidade na região de Retiro, como os monumentos aos Caídos na Guerra das Malvinas ao General San Martín - na Plaza San Martín -, assim como a Torre de Los Ingleses - uma réplica do relógio Big Ben inglês - e o Edifício Kavanagh, um dos mais altos da cidade. Em volta da praça está ainda o bonito Palácio San Martín.  Puerto Madero: Puente de la Mujer Revitalizado há cerca de 9 anos, em plena região central da cidade, abriga atualmente o maior pólo de diversão portenha que, para alguns, já tira o posto da Recoleta. Há vários restaurantes, cinemas, casas noturnas, lanchonetes e cafés, passeios, museus, o Iate Clube, hotéis e uma bela vista do rio e de novos pólos financeiros e residenciais de Buenos Aires. Bom para um passeio durante o dia também quando há tours locais. O bairro conta ainda com um cassino, apesar de eles serem proibidos na província de Buenos Aires. A história do cassino é pitoresca: para driblar a lei, seus donos o instalaram dentro de um navio em Puerto Madero. Lá, ele não fica sediado no território de Buenos Aires, e assim, responde às leis marítimas, que permitem o jogo. Um acontecimento interessante é observar (depende da sorte) as pontes que, para dar passagem aos barcos, giram e encaixam-se nas laterais, ao contrário da grande maioria que se ergue. Entre os restaurantes, há opções de massas, carnes (inclusive um brasileiro), peixes e buffets. Os cardápios ficam visíveis na frente dos estabelecimentos para consulta de preços e opções. Encontrar um lugar, no entanto, pode ser motivo de estresse. Uma tentativa é reservar antes. O povo argentino costuma sair para jantar a partir das 22h, especialmente às sextas e sábados.  San Telmo: Feira de antigüidades em San Telmo Marque na agenda portenha: domingo (e só) é dia de ir a San Telmo. É imperdível! A principal característica do bairro é a concentração de antiquários e galerias de arte que deixam qualquer um com vontade de redecorar a casa. Apesar dos preços nem tão satisfatórios para o bolso brasileiro, San Telmo mantém o charme em mais de 30 antiquários, entre 200 pontos comerciais. Todo domingo, de manhã à tarde, a Plaza Dorrego de San Telmo é ponto obrigatório, dando espaço à Feira de San Pedro de Telmo. Não precisa comprar nada, mas vá, dê uma volta entre as barracas, onde se vendem talheres, bandejas de prata, mesas, cadeiras, luminárias, moedas, tudo de época. Por ser ponto de concentração turística, artistas se apresentam nas ruas, desde os dançarinos de tango até os que fazem performances de estátua viva, todos pintados de branco, prata ou dourado, em troca de uma moedinha. Nunca tente tirar fotos dos artistas sem deixar-lhes uma moeda, você pode ser ofendido por alguns, afinal, eles estão lá para ganhar a vida. Além dos bares, cafés e restaurantes, San Telmo abriga também uma das mais tradicionais casas de tango de Buenos Aires, a El Viejo Almacén, que oferece jantar e show. Encontra-se aqui, também, um complexo jesuíta formado pela Igreja de Nossa Senhora de Belém, a Paróquia de San Pedro Telmo e o Museo Penitenciário "Antonio Ballve". O Museo Histórico Nacional e o Parque Lezama, onde foram alojadas várias esculturas e monumentos situam-se também na mesma área.  La Boca: Calle Caminito Reduto de criminalidade, o bairro da Boca é, para todo o mundo, um exemplo de maquiagem (ou seria revitalização?!). Formado por imigrantes italianos, em maioria, o bairro tem como característica principal às casas construídas com lata. São cortiços, na verdade, feitos com pedaços de navios em que chegaram os italianos no passado, como reza a história. Revitalizadas (ou maquiadas?!) com ajuda do governo, algumas casas ganharam cores fortes e identificação em qualquer lugar do mundo. A sua rua mais famosa é a Caminito, que ganhou homenagens como nome de tango e é ponto turístico obrigatório. É um espaço turístico e talvez a moeda de troca com a população local. Por estar na periferia de Buenos Aires, o bairro não é aconselhável à noite, pois têm becos muito escuros e perigosos, uma linha de trem assustadora e uma comunidade nem tanto amigável, segundo o que dizem. No Éden Caminito, no entanto, a arte é efervescente. Há artesanato, telas de artistas locais e que vendem, por 10 pesos ou 30 pesos, quadros originais que podem servir de lembrança local. Lá também há dançarinos de tango pelas ruas e performistas que fazem estátua viva para divertir o público. Há músicos e uma espécie de display de madeira conhecidíssimo dos turistas, que podem simular que estão dançando tango na hora de fotografar. Nas redondezas da rua, onde também é permitido ser turista, tem lojas que vendem quinquilharias para turistas, como chaveirinhos e coisinhas para levar para casa, bares e cafés para sentar e conversar. No bairro se encontra ainda a famosa sede do clube argentino mais famoso do mundo e de maior torcida no país, Boca Juniors - La Bombonera. O bairro se transformou em palco da maior rivalidade no futebol argentino, contra o arquiinimigo River Plate. Entrar no gramado da Bombonera é quase impossível, só abre em dia de jogo. Obs.: Essa lojinha de quinquilharias para turista fica do lado oposto do estádio e tem muita variedade, desde chaveirinhos até camisas da Argentina, original ($ 200) ou réplica ($ 75), já que dentro do estádio é mais caro. Dançarinos de tango próximo a lojinha e no Caminito a $ 20. A estátua o valor é livre. Ingresso La Bombonera – Boca Juniors: $ 20  Recoleta: Cemitério de La Recoleta Um dos bairros mais legais, a Recoleta é imperdível, principalmente nos finais de semana devido à enorme feira de artesanatos e por seus cafés e bares. Imitando Paris, possui grandes áreas verdes e fachadas em estilo francês. Apesar de ter perdido um pouco no setor de diversão para Puerto Madero, o charmoso bairro ainda concentra algumas construções de época e uma das ruas mais caras do comércio portenho. A feira de antigüidades e artesanatos diversos, ótimos para escolher aquela lembrança, localizada na Praça da Recoleta, é ponto de parada obrigatória. E, mesmo que possa parecer mórbido, entrar no cemitério da Recoleta é uma atração, no mínimo, pitoresca. Lá estão enterradas as principais figuras da história Argentina, entre elas, a talvez mais famosa, Eva Perón. Outro detalhe "interessante" são os caixões que ficam expostos, e não enterrados ou colocados em gavetas como de costume. Há uma tradição também que toda família, ao sepultar um ente, que leve um gato, provavelmente para que este evite a proliferação dos ratos. Você notará um grande número destes animais lá. É na Recoleta que fica o Hard Rock Café argentino, com sua lojinha de camisetas, bonés e moletons famosos que circulam por aí, bem como um shopping de design e móveis, interessante para os estudantes de arquitetura. O bairro também abriga o Museo Nacional de Bellas Artes, recheado de novidades e instalações em sua volta, prédios e monumentos, a embaixada do Brasil, a Biblioteca Nacional, o Centro Cultural Recoleta, a Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires, a Basílica Nuestra Señora del Pilar, o Palais de Glace e o Bar La Biela.  Palermo: Jardín Japonés É um bairro residencial e de lazer, com muitas praças onde crianças brincam, amigos praticam esportes e famílias fazem piquenique. O bairro é dividido atualmente em dois - Palermo Soho e Palermo Hollywood. Hollywood abriga os restaurantes mais chiques e caros, já o Soho é mais animado, com muitos bares e feiras artesanais. O parque 3 de Febrero é um dos maiores e mais populares da cidade. O Museu de Arte Latino-americano de Buenos Aires - o MALBA - é um dos mais importantes do país e se encontra no bairro de Palermo, onde também se situam os Bosques de Palermo, o Planetário, o Jardim Japonês e o Zoológico de Buenos Aires. - Parque 3 de Febrero: Esquina das avenidas Sarmiento e Del Libertador O pulmão da cidade fica aberto permanentemente, mas o Rosedal pode ser visitado das 8h às 20h no verão e das 9h às 18h, no inverno. - Planetário: 4771-9393/6629 Av. Sarmiento com Belisario Roldán http://www.planetario.gov.ar - Jardim Japonês: 4804-4922/9141 Esquina das avenidas Casares e Adolfo Berro http://www.jardinjapones.org.ar Restaurante: 4800-1322 http://www.jardinjapones.restaurant.com.ar/ - Jardim Botânico: 4831-4527 Avenida Santa Fé, 3.961 - Zoo de Buenos Aires: 4011-9900 Esquina das avenidas General Las Heras e Sarmiento. http://www.zoobuenosaires.com.ar/ Obs.: Ingresso Zoo de Buenos Aires: $ 15 e $ 22 (passaporte). Mapa do Zoo na bilheteria. - Zoo Lujan: (+/- 1H DO CENTRO) MAPA: Chegar ao Zoológico Luján é muito fácil, tem muitas alternativas para o uso. - Vindo de Buenos Aires para assumir Acesso Oeste, logo após passar o pedágio cabine de saída da estrada Moreno (sem letreiro que diz: ZOO LUJAN) para baixo, vire à esquerda e cruzar por baixo da ponte e à direita você encontrará o jardim zoológico . - Outra da Capital Federal, para ter RN8 Camino del Buen Ayre, suspender o acesso ao Oeste e de lá para Luján depois de passar o pedágio Moreno (o segundo) auto-estrada na altura do Km 58 ( Há letreiro que diz: ZOO LUJAN) para a direita, atravesse por baixo da ponte e conhecer o zoológico. - Como alternativa, Capital Rivadavia saída Avenue, pegue Route Nationale 7 (RN7) ao Provincial rotunda siga em direcção a interseção Road Campana e seis metros antes do cruzamento com acesso à saída oeste (no letreiro) para a direita, Acesso Capital Oeste para tomar e na altura do Km 58 é a descida directa ao jardim zoológico. - Como alternativa, da Capital, pela Rota Nacional 8 RN8 () para Pilar, tomar Provincial Route 28 para Access West, passe pedágio desde Moreno e alguns metros fora da estrada (no letreiro), vá para debaixo da ponte e você encontrará o jardim zoológico. - Vindo de Luján de West Access antes de Moreno, na praça de pedágio no km 58 saída da auto-estrada e você encontrará o jardim zoológico. - Desde o sul (La Plata, Quilmes, Berazategui) tomar a Rodovia La Plata, Buenos Aires, segue estrada a oeste 25 de maio para acessar imediatamente para passar o pedágio de terceiros (Moreno) para fora (sem sinal de trânsito que diz ZOO LUJAN) passar debaixo da ponte e você encontrará o jardim zoológico. - De La Plata, é acessível pela estrada provincial n º 6, saia na Avenida 44 (Rodovia 215) para cruzar Etcheverry, tomar RP6 através de San Vicente, Cañuelas para atravessar o acesso para o Ocidente, o direito de saída (no letreiro que diz: ZOO LUJAN) e tomar a via de acesso oeste a Buenos Aires, Moreno, antes do pedágio para baixo à direita, seguindo as indicações posteres. - De ônibus da Capital Linha 57, na Plaza Italia (Luján Branch) e da Plaza Once (Expreso Luján), em ambos os casos, para alertar o condutor. - Como alternativa, apanhe o comboio na Plaza Once (ex Ferrocarril Sarmiento) Moreno estação onde você deve tomar o autocarro 57 (Gaona Branch), também alertar o condutor. TARIFAS ENTRADAS AL ZOO Entradas al ZOO Mayores de 12 años en adelante : $ 40.- Menores de 2 a 11 años inclusive: $ 30.- Menores de 2 años : Gratis PARRILLA TENEDOR LIBRE Menores (hasta 10 años) $28.- Mayores $50.- Con gaseosa de 1ª línea 1,5 lts., cada 4 personas y helado para cada una de ellas. (Todos los valores estan expresados en pesos) ZOO DE LUJAN - ACCESO OESTE KM58 - LUJAN - BS.AS. - ARGENTINA Tel.(02323) 435738 / 494218 / 498400 / NEXTEL 555 *3931 http://www.zoolujan.com/ Dicas: http://descubrabuenosaires.blogspot.com ... tango.html .  Arredores de Buenos Aires  Tigre: A cidade de Tigre está localizada a 20 km da capital argentina. O destino faz parte de quase toda viagem à Buenos Aires, pois é uma cidade linda e de lá que partem os barcos para conhecer o Delta do Paraná, onde um conjunto de ilhas arborizadas pode ser vistas no passeio pelos vários braços do Rio Paraná. Para os interessados em ir ao Uruguai da Argentina, Tigre é a estação que faz a ligação com o país. Além do passeio de barco, a cidade conta com uma arquitetura única, com certo glamour antigo, dois museus - o Naval e o da Reconquista - e o Tigre Club, um belo edifício nos moldes de luxuosos hotéis europeus de dois séculos atrás. O percurso do trem que sai de Retiro, em Buenos Aires, para a cidade dura cerca de uma hora, com duas opções: o Tren de La Costa, que percorre a costa de Buenos Aires com alguns cafés pelo caminho até Tigre e o trem comum que para em diversas estações até a cidade. O Tren de La Costa parte da estação Bartolomeu Mitre e é uma atração a parte.  La Plata: Catedral Metropolitana de La Plata A cidade de La Plata é a capital da província de Buenos Aires e está localizada a 50 km de distância da capital federal Buenos Aires. A cidade foi construída com o objetivo de ser a capital provincial quando Buenos Aires se tornou a capital federal. Seu planejamento lembra muito o planejamento da cidade brasileira de Brasília. Suas principais atrações são o Paseo del Bosque, com seu Museu de Ciências Naturais - primeiro na América Latina sobre o assunto -, a Plaza Moreno, com sua catedral que possui um museu dentro de uma cripta, e a Plaza San Martín com a Pasaje Dardo Rocha, um importante centro cultural da cidade que abriga cinemas e museus, entre outras atrações.  Mar Del Plata: Mar del Plata A cidade de Mar del Plata é a principal opção do verão para os habitantes da cidade de Buenos Aires. Nessa época, a cidade fica lotada de turistas ocupando os imensos arranha-céus e pequenos edifícios de estilo pitoresco, além de lotarem casas noturnas e restaurantes. É o principal balneário do país com 8 km de praia. A cidade localiza-se a 400 km da capital Buenos Aires. Entre as atrações imperdíveis da cidade, além da praia, está a Reserva de Lobos Marinos, uma colônia com centenas de lobos e leões-marinhos. Vale a pena conhecer também a Catedral, o Rambla Casino e o Hotel Provincial, o Torrón del Monje - uma imensa torre em forma de monge de onde se pode ter uma bela visão da praia.  Santo Antonio de Areco: Tradições Gaúchas A cidade de San Antonio de Areco, ou apenas San Antonio fica a cerca de 113 km da capital argentina e é um ponto turístico mais freqüentado por turistas europeus. É um grande centro de tradições dos pampas com famosos festivais tradicionais e bons artesãos. Andando pelas regiões um pouco mais afastadas do centro urbano é fácil ver as tradições gaúchas no dia-a-dia de seus moradores. A cidade com cara de cidade do interior bem cuidada também conta com atrativos que não são necessariamente ligados à cultura dos pampas, como o Centro Cultural Usina Vieja, o Museu da Cidade, o Parque Criollo e o Museu Gauchesco Ricardo Güiraldes, que reproduz uma velha estância. Há ainda algumas estâncias tradicionais que podem ser visitadas.  Tango: - Informações sobre tango: http://www.tangodata.gov.ar - Señor Tango: http://www.senortango.com.ar/ - El Viejo Almacén: http://www.elviejoalmacen.com/ Obs.: Segundo a Guia, se você quer um espetáculo Hollywoodiano, assista ao Señor Tango, mas se você quer mesmo assistir a um belíssimo e tradicional show de tango não pode deixar de ir ao Café de los Angelitos na Rivadavia. O lugar é bonito e agradável e o jantar excelente. Eles servem entrada, prato principal e sobremesa que você pode escolher no cardápio. Servem vinho, refrigerante, suco e água à vontade. E claro, o show é sensacional, tanto os dançarinos quanto os cantores. Ingresso Show de Tango Café de los Angelitos: R$ 165 (é a média de preço dos shows de tango).  Salsa: - Azucar: Salsa, Merengue, Reggaeton, Zouk, Tcha-tcha-tcha e outros ritmos caribenhos. Av. Corrientes, 3.330, entre Agüero e Gallo. http://www.azucarsalsa.com/ Obs. após viagem: A Guia indicou o Tocororo para Salsa.  Noite: Para conhecer Buenos Aires nada melhor que mergulhar em sua incansável vida noturna. Muitos acham a noite portenha uma das mais vibrantes, ativas e variadas do mundo. Na cidade que nunca dorme a noite tem seus próprios atrativos. Tudo pode ser uma boa desculpa para o divertimento, desde livrarias abertas altas horas da noite, bares e pubs reunindo amigos, cinemas, restaurantes lotados e programas para continuar a noitada em boates desfrutando um show musical ou indo a teatros alternativos. A noite de Buenos Aires oferece múltiplas opções para viver e desfrutar tudo para qualquer idade, jovens e adultos. Não há dias fixos, pode ser qualquer dia da semana. Sextas e sábados são os mais agitados. A noite inicia-se geralmente depois das 23 horas nos pubs e bares. As boates abrem tarde, geralmente, depois de uma da manhã. Os portenhos vão depois das 2h30 e ficam até as 7h. Outro atrativo importante da noite são os espetáculos teatrais, clássicos e alternativos, com sessões de madrugada. Entre as principais opções estão boates, pubs e boliches – bares argentinos com música. Na Argentina, a opção mais em conta para entrar nas boates é a famosa “lista amiga”, normalmente válida até às 2h30, pois 3h é a hora que começam a encher. Depois de 7h da manhã é a hora do nosso tradicional “podrão” e, no caso de Buenos Aires, das cafeterias. Para voltar das noitadas, ônibus é uma opção muito comum, pois funcionam 24h, além dos tradicionais táxis, é claro. Alguns locais para uma grande noite recomendados pelos mochileiros do fórum: Carnal - Considerado um dos dez melhores bares de Buenos Aires, mas que atrai mais o público GLS, principalmente durante a semana. Vale fazer reserva. Palermo, www.carnalbar.com.ar Club 69 – Boate GLS muito boa. Quem não é gay também curte bastante. Palermo, http://www.nicetoclub.com Bahrain – Club Museum – Happy-hour com bom som, mas tem que chegar cedo, antes das 22h, pois começas às 19h. San Telmo Terranza Del Leste – Crobar – Para quem curte música eletrônica, primeira filial internacional da boate norte-americana de Chicago. Palermo, http://www.crobar.com.ar Cronico Bar – Happy-hour para tomar muita cerveja e, com algumas vezes, shows de rock ao vivo. Não é o mais badalado, mas está sempre cheio e com cervejas geladíssimas, raridade na Argentina. Palermo Soho Frére – Ótima opção para a noite de Buenos Aires, talvez a mais típica delas pela música, ambiente e freqüentadores. Muito bem localizada em um bairro super seguro para sair e pegar um táxi ou ir caminhando até o ponto de ônibus. Normalmente a entrada antes de 1h30é grátis. Las Cañitas Jackie O. – Boliche de estilo norte-americano com 3 pisos, com música variando a cada dia da semana com bom preço e sempre cheio. Normalmente a entrada é grátis, menos sexta e sábado. É um ambiente tranqüilo, com sofás, mesas e uma pista pequena que fica lotada entre 4h e 5h aos sábados. Las Cañitas Ink – Magno Bar & Lounge – Pub para ir acompanhado e tomar vinho nos sofás. Caballito, http://www.magno-bar.com Asia de Cuba – Maluco Beleza – Boate com bom ambiente para dançar a dois com muita música brasileira como pagode, axé, forró e, principalmente, o zouk. Por isso também é muito freqüentado por brasileiros. Centro Mint Lounge – Três ambientes em cima de um píer no Rio de La Plata com muita música eletrônica, mas os freqüentadores não são dos mais bonitos. Palermo, http://www.mint-argentina.com.ar Opera Bay – Era a mais famosa, mas está fechada para os desavisados. Puerto Madero Pacha – Uma das melhores de Buenos Aires. Som eletrônico, pessoas meio alternativas e não tão bonitas. Palermo, http://www.pachabuenosaires.com Rey Castro – Boliche de salsa no melhor estilo cubano. San Telmo Rumi Nightclub – Boliche de músicas locais lotado de pós-adolescentes com grana. La Pampa Sahara – Tem 5 pisos, abrangendo desde música eletrônica a salsa e cumbia. Recoleta Sunset Disco – Boate no estilo gafieira afastada da cidade, mas com muita gente bonita. Muito freqüentado por artistas, dançarinos, músicos e modelos portenhos. Olivos, http://www.sunsetdisco.com - Kingo, Bomba Del Tiempo, Madagascar, Kika etc / Bahrein, Ásia de Cuba, Hotel Faena (Lounge), Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h)  Sites: - http://turismo.ig.com.br/destinos_inter ... 60086.html - http://www.ohbuenosaires.com/emportugues/ - http://www.guiatimeout.estadao.com.br/a ... aires_guia - http://www.buenosaires-sem-segredos.com - http://descubrabuenosaires.blogspot.com/2008/03/zoo-de-lujn-recoleta-e-o-tango.html - http://www.bue.gov.ar/home/index.php?lang=pt - http://www.buenosaireschannel.com.br/ - http://www.coloniaexpress.com/ar/destinos.aspx - http://blogjunto.com/turistaprofissional/2009/05/18/buenos-aires-o-imperdivel-passeio-no-tren-de-la-costa/ - http://www.viajoporargentina.com/gbanorte/sanisidro/tren_costa_por.htm - http://www.calculoexato.com.br/adel/viagem/index.asp
  14. Meu caro ottaviano, o que eu fiz foi somente uma compilação da maior parte do conteúdo desse fórum e usei na minha viagem e resolvi compartilhar com os outros usuários....Não foi um relato de viagem, até porque não tem nada dizendo como foi a minha viagem e o que eu fiz e o que eu não fiz...Tem simplesmente dicas e diversas sugestões que tive todo o trabalho de ler e reler nos fóruns e usei quando viajei... Desculpe se baguncei o fórum, foi na melhor das intenções! Com certeza alguém vai usar isso tudo mais cedo ou mais tarde! Grande abraço!
  15. BsAs_06 - Roteiro Final Bem...Esse foi o meu roteiro!!!! Gostei muito de BsAs....Espero ter ajudado, pois juntei tudo de melhor do fórum!!! Segue o roteiro: BUENOS AIRES Ida : 09/08/10 Volta: 17/08/2010 SEGUNDA – 09/08 19:30 – Chegada ao Aeroporto Galeão / Check In 22:30 – Decolagem 02:00 – Desembarque / Check Out / Formulários TAX FREE / Translado 03:00 – Chegada no Hotel / Check in TERÇA – 10/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios PUERTO MADERO CIRCUITO 01 - Diques Avenida Alice Moreau Justo Fragata Sarmiento Puente de La Mujer CIRCUITO 02 – Costanera Sur Fuente da Las Nereidas Reserva Ecológica Cassino Flutuante CENTRO CIRCUITO 01 – Plaza de Mayo Plaza A. P. Justo Monumento a Colón Casa Rosada Banco de La Nacion Plaza de Mayo Iglesia San Francisco Museo de La Ciudad Museo Etnográfico Museo Nacional Del Grabado Iglesia N. S. Del Rosario Iglesia San Ignacio de Loyola Manzana de Las Luces Cabildo Catedral Metropolitana Casa da Cultura Avenida de Mayo Café Tortoni CIRCUITO 02 - Congresso Palácio Barolo Sede do Colégio Nacional de Buenos Aires Palácio Del Congresso Plaza Del Congresso CIRCUITO 03 – Obelisco e Avenida Corrientes Avenida 9 de Julio Avenida Corrientes Paseo La Plaza Once Abasto Buenos Aires Plaza Lavalle Teatro nacional Cervantes Obelisco Teatro Colón Museo Mitre Túneis ocultos que corriam a cidade durante a época colonial Edifício onde funcionava o conselho deliberante Linha A do metrô Estación Peru de Subterrâneo 19:00 - Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) QUARTA – 11/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios Plaza Itália ( ??? ) - Ônibus Zoológico de Lujan RETIRO CIRCUITO 01 Terminal de ônibus do Retiro Galeria Pacífico Plaza San Martín Torre de Los Ingleses Avenida Córdoba (Outlets) Calle Flórida Iglesia e Convento Santa Catalina de Siena Basílica Del Santíssimo Sacramiento Avenida Santa Fé Avenida Pueyrredón Estação de trem Retiro Edifício Kavanagh ( um dos mais altos da cidade ) Palácio San Martín Museo de Arte Hispanoamericana Isaac Fernandéz Blanco Centro Cultural Borges ( localizado no mesmo prédio da Galeria Pacífico ) 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar / Tango 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) QUINTA – 12/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios RECOLETA CIRCUITO 01 – Plaza Francia Plaza Francia Cemetério da Recoleta Basílica Nuestra Señora Del Pilar Centro Cultural Recoleta Buenos Aires Design Bar La Biela Hard Rock café Village Recoleta CIRCUITO 02 – Av. Libertador e Av. Figueroa Alcorta Floralis Generica Museo Nacional de Belas Artes Museo Nacional de Arte Decorativa Biblioteca Nacional CIRCUITO 03 – Av. Avelar e Av. Santa Fé Avenida Avelar e Avenida Quintana Pátio Bullrich Parque Thays Palais Glace Avenida Santa Fé Embaixada do Brasil PALERMO CIRCUITO 01 – Bosques de Palermo Lagos de Palermo Rosedal Jardim Zoológico Jardim Botânico Parque 3 de febrero Jardim Japonês Planetário CIRCUITO 02 – Palermo Chico Museo de Arte Latino-Americano de Buenos Aires (MALBA) Paseo Alcorta Museo Evita CIRCUITO 03 – Pqraue Las heras Parque Las Heras Alto Palermo Shopping Boulevard Charcas CIRCUITO 04 – Palermo Viejo Palermo Soho Palermo Holywood Plaza Julio Cortázar Casa de Jorge Luis Borges 19:00 – Hostel 20:00 – PUERTO MADERO ( À NOITE ) 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) SEXTA – 13/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios SAN TELMO CIRCUITO 01 – San Telmo Plaza Dorrego Calle Defensa Pasaje San Lorenzo Zanjón de Granados Parque Lezama Museo Histórico Nacional Iglesia Nuestra Señora de Belén Iglesia Ortodóxica Russa Museo Etnográfico Juan B. Ambrosetti Museo Nacional de La história Del traje Museo de Arte moderna Iglesia Ortodóxica Russa de La Santíssima Trindad Museo Penitenciário Antônio Ballave LA BOCA CIRCUITO 01 – La Boca Calle Caminito Vuelta de Rocha La Bombonera ( Boca Juniors ) Museo de Bellas Artes de La Boca Museo Histórico de cera Museo de La Pasión Boquense Calle Necochea Calle Garibaldi 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) SÁBADO – 14/08 08:00 – Acordar 09:00 – início dos passeios COLÔNIA Ferry Boat Ver Horários BELGRANO CIRCUITO 01 - Las Cañitas Báez y Arce El solar de La Abadía Hipódromo Argentino CIRCUITO 02 - Barrancas de Belgrano Barraca de Belgrano Plaza Manuel Belgrano Iglesia da La imaculada Concepción Barrio Chino CIRCUITO 03 - Belgrano C e Belgrano R Avenida Cabildo Bergrano R 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) DOMINGO – 15/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos Passeios FEIRAS Recoleta e San Telmo OBS: Visitar algum lugar que não foi visitado devido ao tempo corrido ou outros problemas 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) SEGUNDA – 16/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios TIGRE Ver Trem e Barco ( Passeio o dia todo ) 19:00 – Hostel 21:00 – Jantar 23:00 = Boliche: - Crobar - Jackie O. - Pacha - Kingo - Bomba Del Tiempo - Madagascar - Kika - Bahrein - Ásia de Cuba - Hotel Faena (Lounge) - Hostel Milhouse (festinhas todos os dias a partir das 21h/22h até 2h) TERÇA – 17/08 08:00 – Acordar 09:00 – Início dos passeios COMPRAS DIVERSAS Shopping Abasto ( Av. Corrientes 3200 ) Outlets ( Puma, Nike, Tommy, etc... ) Galeria Pacífico Calle Florida Palermo Shopping Pátio Bullrich Free Shop Av. Santa Fé Av. Suipacha ( fábrica de couro ) Feira San Telmo e Recoleta ( domingo ) Falabella Buenos Aires Sports ( roupas esportivas ) Once ( Av. Corrientes ) Av. Córdoba 16:00 – Saída do Hostel 16:40 – Chegada Aeroporto Ezeiza / Check-in / Duty Free Argentina 18:55 – Decolagem 21:54 – Desembarque / Check-out / Duty Free Brasil
×
×
  • Criar Novo...