Ir para conteúdo

danielfelix

Membros
  • Total de itens

    4
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que danielfelix postou

  1. Prezados seguem algumas dicas e considerações quanto a minha estadia recente no Perú. Utilizei o RG sem problemas. Meu passaporte estava vencido e não consegui tirar o novo a tempo devido a ineficiência da nossa querida polícia federal. Algumas atrações tem descontos para moradores da América do Sul. Lima Fiquei hospedado no bairro de Miraflores, bem bonito, super bem localizado e com bastante comércio nas redondezas. Compras Achei Lima interessante para comprar vestuário masculino. As redes Ripley e Sagafalabela (chilenas) estavam com boas promoções. Ex: Camisa social Guivenchy 60 soles. Se quiser ir a um shopping melhor ir direto ao maior chamado Jockey Plaza. Minha esposa não achou interessante para vestuário feminino. Para cosméticos os preços eram um pouco melhores que no Brasil Falando em shopping o Larcomar em Miraflores deve ser visitado é muito bonito e tem boas opções para comer além de render belas fotos. Em Miraflores tem um mercado de Artesanato (Mercado inca se me lembro bem) bom para comprar itens para casa ou lembranças. Se não comprar em Lima você tem como boas opções as lojas de Cuzco que são mais caras mas têm maior qualidade ou vendedores em Pisac e Chinchero (estes dois nos arredores de Cuzco para comprar tecidos). Ruínas e Centro Histórico Visitei Patchacamac contratando um tour daqueles ônibus SightSeeing (com guia) pagando aprox. 115 soles se me lembro bem. Gostei de ter visitado as Huacas de Lima (pirâmides de barro). Para a Huaca Pucllana (bem bacana), a visita é guiada. Para a Huaca Huallamarca a visita é bem rápida, pois ela é menor e não é guiada, mas gostei de visitar, pois rende belas fotos além de ser no belo bairro San Isidro. A Plaza das Armas e Plaza San Martin no Centro são muito bonitas e a catedral deve ser visitada. Táxis O valor deve ser negociado, pois não possuem taxímetro. O que percebi, táxis novos fazem melhores preços. Um taxista me disse que os motoristas destes táxis mais antigos geralmente ao ver que você é turista cobram mais e se fazem de ofendidos se você tentar negociar. Percebi isso ao chamar uma lata velha e perguntar o preço do trecho Miraflores-Centro. O motorista me cobrou 30 soles e quando falei 15 (valor que vi em um site) o motorista saiu resmungando. O carro seguinte um Corolla novo me cobrou 20 e creio que se tivesse negociado conseguiria 10 ou 15, mas topei, pois negociar sempre cansa! No aeroporto no desembarque usei a agência Green super-recomendada em diversos blogs. O táxi até Miraflores custou 45 soles (tem uma tabela fixada com os valores no stand deles). O mesmo valor me foi cobrado do trecho Ibis Miraflores-Aeroporto (outra empresa). Parapente Não dei sorte, pois nos primeiros dias estava muito frio e no dia que fez sol e céu claro o vento não estava legal. Quem tiver o desejo de fazê-lo a Aeroextreme é mais recomendada no Booking.com e custa aproximadamente 140 soles. Eles alçam voo de Miraflores. Comer e Beber Pisco Sour e Cusquenha toda hora! A rede La Lucha Sanduicheria é muito boa. A batata frita Clássica deles e os sanduíches são muito bons. Café Juan Valdez e alfajor Havana. Ceviche, Arroz Chaufa ou Lomo Saltado! Ainda bem que caminhava o dia inteiro para gastar todas estas calorias. Cuzco Curti muito o lugar, fiquei no centro histórico ao lado da Plaza das Armas. Cancelei dois dias que ficaria em Puno (para conhecer o Titicaca) para poder ficar mais (9 dias) e não me arrependo! Ruínas e Centro Histórico O Vale sagrado é muito bacana. Em um dia você visita Pisac, Ollantaytambo e Chincheiro. Em outro dia você visita Moray e as Salinas. O boleto turístico inteiro (130 soles e duração de 10 dias) ou parcial (70 soles e duração de 2 dias) depende da quantidade de dias que você vai ficar. Além do boleto você deve contratar uma agência (é barato e existem agências para todo lado) que irá prover o guia e o transporte para estes locais O boleto parcial permite visitar Pisac, Ollantaytambo, Chincheiro e Moray. No passeio a agência inclui as Salineras de Maras e o ticket custa 10 soles. O boleto completo além das atrações do parcial inclui algumas outras ruínas nos arredores de Cuzco como Sacsayhuaman bem bacana e Tambomachay (a fonte da Juventude de Ponce de Leon) além de alguns museus. A catedral na Plaza de Armas é espetacular mesmo para ateus como eu. O templo do sol é lindíssimo e tem um belo jardim. Visitei o lugar duas vezes! Comer e Beber Pisco Sour e Cusquenha toda hora! Ceviche, Arroz Chaufa ou Lomo de Alpaca Saltado! Uma vez ao mês o hotel Windsor de Cuzco tem um almoço buffet espetacular com banda e Pisco Sour liberado por 70 soles pessoa mediante reservas. Foi muito bom. Compras Gostei da loja ao lado do templo do sol para comprar artesanato para minha casa. A qualidade era superior e o preço justo. Minha esposa comprou tecidos em Pisac e Chincheiro. Táxis Do aeroporto à Plaza das Armas, 10 soles. Trilha Inca Cuzco-Machu Picchu Fizemos o roteiro de 3 dias e 2 noites com hospedagens bem simples (Santa Lúcia e Águas Calientes). O roteiro incluiu descer de bike um vale por 55km (espetacular), rafting (no rio Urubamba), tirolesa com 4 trechos e caminhada de 3hrs até Águas Calientes (que decidimos ir de trem para aproveitar mais a cidade de Águas Calientes). Também incluía o guia em Machu Picchu. Essencial para entender a história do lugar. - Machu Picchu Com o bilhete Machu Picchu-Wayna Picchu passamos o dia todo no lugar. Cheguei as 6 da manhã e saí às 16 hrs. Gostei muito de fazer a trilha para Huchu Picchu (5/10 min até o topo) e Wayna Pichu (30 min até o topo em ritmo acelerado). Belíssimas fotos. Arequipa Fiquei hospedado próximo a Plaza das Armas (Las Torres Ugarte) o pessoal do hotel foi muito bacana (como todos que conheci no Perú) e o café da manhã era bem gostoso. O centro histórico é muito bonito com suas construções brancas e bons bares e restaurantes nas redondezas. Comer e Beber Pisco Sour e Cusquenha toda hora! Huanpapa, restaurante bem em conta para comer batata com diferentes molhos. Bem gostoso e a gerente do lugar super bacana. Táxis Do aeroporto ao centro histórico, 20 soles. Vale Del Colca Fizemos o roteiro de 2 dias e 1 noite partindo de Arequipa com a agência Colonial (muito boa) com hospedagem bem simples em Chivay. Paguei um pouco mais por um quarto com calefação, pois faz frio no mês de agosto. No caminho de Arequipa a Chivay vimos paisagens deslumbrantes, fizemos uma caminhada durante a tarde e entramos nas piscinas térmicas de Chivay (relaxante). À noite, participamos de um jantar típico bem divertido em Chivay. No segundo dia, mais paisagens belíssimas até o mirante do Condor onde tivemos a sorte de ver 4 deles sobrevoando o Vale e passando pertinho de nós. Muito bacana! Super-recomendo. Novamente conhecemos muita gente legal de diferentes nacionalidades e vislumbramos paisagens lindíssimas. É isso, espero ter colaborado. Foram 18 dias bem divertidos que passaram a galope. Vendo fotos de outros turistas sei que devo voltar a este belíssimo país para conhecer Ica e Huaraz. Em breve.
  2. Desculpe a demora amigo fiquei um tempo ausente. Se as respostas ainda forem úteis aí vai... O PMP comprei diretamente no aeroporto Charles de Gaulle tem um balcão de informações turisticas que o vende. Ele também é vendido em diversos outros pontos turísticos. Bem, planejei 99% com antecedência pois estava indo no auge do verão e não queria ficar na mão. Apenas a cidade de Barga que incluí na última hora quando estava hospedado em Lucca. A única coisa que não comprei com antecedêndia foram os trens italianos convencionais pois no site do Raileurope sai muito caro e realmente você pode comprar lá direto. O bilhete é openticket e tem validade de até 1 mês. Outra vantagem de comprar online e com antecedência são os descontos que valem super a pena. Mas veja que em suma montei bases e dividi os 28 dias entre elas. Paris > fiquei por Paris e arredores Tours > peguei o carro e fui dirigindo pela região dos Chateaux, Amboise etc. Amsterdan > só fiquei por Amsterdan Veneza > só fiquei em Veneza. Florença > fui a Siena, San Giminiano Lucca > fui a Barga, mas se tivesse de carro teria ido a Castelnuovo Cinquetterre > vindo pra cá de Lucca dei um pulo em Pisa Roma > fiquei só em Roma. Abraços e boa viagem
  3. Olá a todos, segue abaixo o relato das minhas férias deste ano. Fiquei hospedado nos seguintes lugares, nesta ordem: França - Paris,9 noites, 10/07 a 19/07 - Tours,2 noites,19/07 a 21/07 Holanda - Amsterdam, 21/07 a 24/07 Itália - Veneza, 24/07 a 26/07 - Florença, 26/07 a 30/07 - Lucca, 30/07 a 01/08 - Riomaggiore (Cinqueterre), 01/08 a 03/08 - Roma, 03/08 a 07/08 Paris - Na chegada ao CDG foi muito fácil pegar o RER e fazer a transferência para o metrô até a estação próxima ao Studio que aluguei. - Em Paris dá para fazer tudo de metrô, trem e vélib.Se possível tente se hospedar próximo da linha 1 que é a linha mais bem cuidada e passa nos principais pontos turísticos. Não usei ônibus nenhuma vez. - Se você pretende visitar muitos museus além dos Chateaux nos arredores de Paris, compre o Paris Museum Pass (PMP), valeu muito à pena não só financeiramente. Com ele evitei longas filas, só foi apresentá-lo e entrar direto nas atrações. - O Paris Visite Pass provê transporte ilimitado de trem, metrô e ônibus. É interessante mas tem que avaliar de acordo com sua hospedagem e os destinos que você pretende visitar. O visite para as zonas 1-3 engloba Paris e arredores. O 1-6 serviu até Giverny que segundo fui informado está na zona 6 (neste caso achei que valeu bem a pena). - Picnic, os parques de Paris são um convite a isso. Fiz vários. No Sena nos arredores de Notre Dame no fim da tarde, é demais. - Se der vá de manhã na Torre Eiffel, pois às vezes congestiona a subida do segundo andar para o topo e eles fecham até descongestionar. - Julho as lojas entram em liquidação, dá para fazer compras a bons preços em especial vestuário e cosméticos. - Em Sacre Couer a rua de trás à esquerda é ótima para comprar lembranças a um bom preço. - Mesmo com reserva ou PMP vá ao Louvre no primeiro horário, pois é melhor para tirar fotos e ver as obras. Depois lota. - Caminhe pelo Marais, Montmartre, Champs Elysées... Atrações que visitei - Torre Eiffel a noite. Subi até o estágio 2 pois o topo já estava fechado eram 23hrs. Foi bom pois a no escuro lá do topo não deve dar para ver muita coisa. - Torre Eiffel de dia e fui ao topo. - Jardin des Plantes + Museu de História Natural [PMP], Igreja de St Etienne, Jardin de Luxemburgo. - Panthéon - Sacre Couer - Moulin Rouge, passei apenas para tirar fotos. Desisti de comprar a entrada pois exigem roupa social para entrar. - Praça uTertre e arredores. - Museu do erotismo, deu para dar umas risadas (este não aceita PMP). - Igrejas St Etienne, St Georges, Tr St Jacques e mais alguns que não lembro. - Galeria Lafayette, só pra ver mesmo. Quantas mulheres e japoneses enlouquecidos fazendo compras. Nossa mãe. Saí de lá rapidinho. - Opera Garnier, parada apenas para fotos. - Place Vendôme, Place des Voges (achei que os arredores da praça estão mal cuidados) - Arco do Triunfo - Invalides . Museu das Armas, Dome, Plants e Reliefs (esse só fui porquê era de graça com o PMP). - Louvre - Pompidou - Orsay - Ponte Alexandre - Fontainebleu - Versailles - Jardins de Giverny - Passeio de Bateaux (Canauxrama) - Ópera novo e Bastilha - Jardin de Tuilleries - Notre Dame, entrei na igreja mas não subi a torre - Petit Palais é voltado para moda assim só passei para tirar fotos na frente. O Grand Palais não tinha nenhuma exposição ocorrendo. - Museu Rodin - Cineaqua, achei fraco, não valeu a pena os 24,5 euros por pessoa. - Palais Decouverte, entrei pra ver mas como infantil desisti. - Carnavalet - Chateaux de Vincennes - Caminhar pelo Marais - Museu Picasso está fechado para obras até 2012 Tours - Peguei um TGV de Paris para Tours e lá peguei o carro que havia reservado. - Alugue um carro com GPs para visitar os castelos. - Tome sorvete de melão no Castelo de Amboise - Não esqueça de pagar os parquímetros. rs - Chambord tem um espetáculo noturno. Queria ter ido mas na noite que iria bebemos bastante vinho e acabamos dormindo demais. rs Atrações que visitei - Chateau de Villardry e seus jardins espetaculares. - Chateau de Azlay Rideau e sua cidade charmosa. - Chateau de Chenonceau, não estava tão bonito pois estava em reformas e o nível do rio estava bem baixo. - Chateau de Amboise, achei muito bacana o visual lá de cima. - Clós Lucé, última morada do Da Vinci. Tem a réplica dos seus projetos mas não achei nada demais e achei cara a entrada. - Chateaux de Chinon e Ussé, não entrei tirei apenas fotos externas. Afinal bastava de castelos pra mim. O primeiro é mais o estilo ruínas o segundo é bem bonito por fora. Amsterdam - De Tours peguei o TGV para Paris e então o Thallys para Amsterdam. - O I Ams Card Valeu muito a pena. Válido para a maioria dos museus, provê a entrada no passeio de barco, bilhete para o TRAM e descontos em estabelecimentos. - Museu de Anne Frank, além de comprar online (essencial) vá cedo porquê engarrafa lá dentro. - Caminhar é fácil, a cidade é pequena. - Cartão de Crédito, sempre pergunte antes. Por incrível que pareça muitos lugares inclusive mercados não aceitam. - Para comer stroopwafel (biscoito com caramelo no meio) muito bom, sorvete austrália de macadâmia (excelente). Achei o tal croquete Febo muito ruim, não encarei a batata frita com maionese pois achei muito gorduroso. Atrações que visitei - Museu Anne Frank - Rijksmuseum - Van Gogh Museum - Stedelik, fechado para obras - Amsterdam Tulip Museu, fraco - Amsterdam Historic Museum - Rembranthuis - Vondelpark, achei largado - Westerkerk, visitei por fora apenas pra fotos - Redlight - Diamond Museum - Nemo Museum , fraco e voltado para público infantil - VOC Ship - Bijenkorf, loja de vários andares e grifes famosas, mas achei tudo muito caro. - Cold Bar, um bar onde há uma sala congelada com bancos e copos de gelo, interessante. - Passeio de barco - Hortus Botanicus, nada demais Itália - Na Itália a 1a classe equivale a 2a nos outros países. Assim quando possível vá de 1a. - Os bilhetes da Eurostar e Intercity podem ser adquiridos através do site da Trenitália os demais são do tipo open ticket válidos por 1 mês após a compra. Assim é melhor comprar lá do que em outros sites. A diferença é enorme. Para facilitar pesquisei no site da Trenitalia ou Raileurope os trechos que desejava e lá entreguei a lista no guichê e paguei. - Cuidado com o couvert, Na Itália o pãozinho duro que eles colocam na mesa é cobrado x num de pessoas na mesa. Se não quer avise assim que eles trouxerem. Percebi isto em 5Terre e Roma. - Se deseja alugar um carro em julho/agosto na Itália reserve antes. Idem para o GPS. Veneza - De Amsterdam para Veneza peguei um avião da Transavia (KLM). - Saindo do Aeroporto você pode comprar o bilhete para o Bus Atvo + bilhete do vaporetto. - Mesmo mais caro valeu muito a pena ficar perto da Piazza San Marco, as principais atrações estão nas proximidades. - O preço da gôndola é meio tabelado 80 eu 30/40 min no roteiro Canal Pequeno > Grande > Pequeno. - Campanille, ir cedo ou no fim da tarde. - Comprei o San Marco Plus que garantiu a entrada nos principais museus sem fila. Atrações que visitei - Veneto Jazz na Piazza San Marco, show da Norah Jones. Muito bacana. - Galeria dell Academia, bem legal. - Basilica San Marco,comprei online. - Doge Palace, legal - Ca`Pesaro, interessante - Ponte dos Suspiros e Ponte Rialto - Passeio de Gôndola Florença - Fui de trem de Veneza para Florença. - Havia reservado um carro mas cancelei quando descobri que não havia gps disponível. Não quis correr o risco. - O Uffizi e a Galeria dell Academia podem ser comprados online, mas o site não funciona bem, vi relatos de pessoas que o site cobrou do cartão de crédito mas não emitiu os bilhetes. Assim fui na cara e coragem. - Me hospedei na Via Faenza, próximo de tudo, atrações, comércio e estação de trens. - Nas igrejas caça níqueis italianas, tudo é pago e não só a entrada, você paga para ir a torre, para ver o tesouro, para acender vela... - Cuidado com o site Firenze Musei está apresentando erro na hora de comprar os tickets online. Vi relatos de gente que perdeu o dinheiro pois o bilhete não foi emitido. Em Florença não reservei ingressos com antecedência por isso. Atrações que visitei - Uffizi, reservar é necessário. cheguei 5 minutos após a abertura e reservei para a tarde porquê a fila já era gigantesca. Mas devo dizer que não achei nada demais. Já estava de saco cheio de ver Madonas e Bambinos e achei o acervo um tanto bagunçado. - Galeria dell Academia, recomendo chegar no horário de abertura assim você entra direto, depois a fila cresce... cresce... - Siena, de trem. Ao chegar diversas linhas ônibus levam ao centro. - San Giminiano, de ônibus. Muito bacana, visuais espetaculares. Suba na Torre. Há um restaurante após a entrada no lado direto que é maravilhoso tem uma vista de tirar o fôlego e preço acessível. - Giardino di Boboli, fiz questão de procurar o gordinho montado na tartaruga. - Piazza della Signora e Palazzo Vecchio - Ponte Vecchio - Duomo parte externa para fotos - Igreja Santa Croce - Igreja Santa Maria Novella Lucca - Peguei o trem de Florença para Pisa e depois para Lucca. - Hospedei-me dentro das muralhas - Pedalar e fazer picnic nas muralhas é muito divertido. Atrações que visitei - Fui a Pisa ao sair de Florença. Subi na Torre, recomendo comprar antes. Quanto à Igreja tirei apenas fotos do exterior. - Palazzo PFanner nada demais mas tem um jardim bonito - Boas lojas e algumas promoções interessantes - Barga de ônibus, muito bonito. O visual da Igreja é um espetáculo. Não deixe de almoçar no Café Capretz, peça uma mesa na varanda. Cinqueterre - Trem de Lucca para La Spezia e então peguei o Regionalle para Riomaggiore. - O Cinqueterre card é essencial para locomoção entre as Comunidades. - Fiquei hospedado em Riomaggiore em um hotel próximo do túnel. Isso foi providencial! As ladeiras e escadarias em Cinqueterre não são brincadeira. - Ver o por do sol nas pedras namorar e fazer um picnic regado a vinho e pizza é muito bom! Atrações que visitei - Trilha do Amor, fiz os trechos Riomaggiore > Manarola > Corniglia. Os outros dois trechos são mais longos e pesados, preferi ir de trem. - Passei um dia inteiro em Monterosso, alugueis duas cadeiras e fiquei só curitndo, só saí de lá pra comprar cerveja, sanduíche, sorvete de iogurte... Roma - Regionalle de Riomaggiore para La Spezia e de lá Trem para Roma. - O bilhete de metrô vale até 00 hrs do dia da compra. - Me hospedei no Vaticano, a região é bem bacana e segura. Se não ficar lá escolha algum lugar próximo da linha A pois a linha B é um lixo! rs - Compre o ingresso combinado do Coliseu no Palatino e evite filas gigantescas. - Jantar na tratoria Gioia Mia na Via degli Avignonesi próximo à Fontana de Trevi, a massa e pizza são divinas. Atrações que visitei - Fontana de Trevi a noite e de dia - Museu do Vaticano, compre o ingresso online. - Basílica de San Pedro, não quis entrar, se você quiser chegue antes de abrir. - Coliseu, Palatino, Forum Romano e Arco de Constantino - Pantheon - Castel San Angelo - Piazza Navona, Spagna, Popolo entre outras. - Fui a várias igrejas, gostei bastante da Igreja na praça Minerva (era um templo pagão que converteram em igreja católica). De Roma voltei para Paris e depois Brasil. Agora devo planejar às próximas férias. A divisão dos dias deu para fazer tudo que planejei numa boa. Apenas Veneza merecia mais 1 dia no mínimo para pegar um barco e ir para as ilhas. Podia ter tirado este dia de Roma. Dos lugares que visitei acima posso dizer que volto a Paris com certeza e quem sabe Veneza daqui a alguns bons anos (20) se a cidade não tiver afundado. Quanto às demais cidades vimos tudo que desejávamos. Assim não planejo voltar pois há muitos lugares para visitar por aí. Bem, acho que é tudo que consigo lembrar por hora. Abraços a todos viajantes e até a próxima.
  4. Sei que a resposta está atrasada mas servirá para outras pessoas. A transavia tem vôos mais em conta de Amsterdam (Shiphol) para Veneza (treviso). Comprei com eles para minhas férias de julho 2010. Depois posto como foi. abs
×
×
  • Criar Novo...