Ir para conteúdo

o`vina

Membros
  • Total de itens

    5
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de o`vina

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Pessoal, Por algum motivo, não consegui anexar os arquivos. Os mesmos podem ser acessados pelo link abaixo: http://www.4shared.com/zip/vzC9BRQC/Roteiro.html?refurl=d1url
  2. Fala galerui!! Voltei recentemente de uma viagem de 28 dias passando pela Alemanha, Dinamarca, Noruega, Suécia, Republica Tcheca, Polônia, Hungria, Austria e Eslováquia. Demorei por volta de 5 meses para planejar tudo, procurando a melhor maneira de economizar dinheiro e otimizar o tempo. Exatamente porque gastei muito tempo, volto a este site que sempre ajuda os viajantes para dar minha contribuição. Espero que meu trabalho diminua o trabalho daqueles que lerem esse tópico. Aproveito ainda para dizer que aproveitei algumas idéias e formatos de uma planilha que uma viajante (não me lembro mais) postou aqui quando foi para America do Sul. Sem mais enrolação, disponibilizo aqui a planilha com todo o roteiro e informações relevantes para que os interessados utilizem. Disponibilizo também uma planilha com um banco de dados com preço de passagens de ônibus, trem e avião, bastando aos interessados apenas complementá-la e atualizar os preços. Agora vamos para as lições aprendidas: 1) A viagem acabou sendo corrida. Gostaria de ter tido mais um dia em Budapeste, Cracóvia (perdi a oportunidade de atirar com uma AK), Viena e Munique. Se você está disposto a fazer check-in/check-out a cada 2 dias, a divisão que fiz atende aos objetivos, porém vale a pena reservar 2 cidades para ficar 4 dias e se dar o luxo de passar um dia inteiro a toa. 2) Viajar no verão na Europa é mil vezes melhor que no Inverno. O dia começa cedo e termina tarde, ou seja, você pode ficar a toa no hostel ate 4 da tarde que ainda terá MUITO tempo para andar por aí. 3) Levei apenas 4 blusas de manga curta e 2 blusas de manga comprida. Como peguei MUITO mais calor que frio, as blusas de manga comprida ficaram inutilizadas. Acredito que 6 blusas de manga curta atendam com tranquilidade às necessidades. 4) Saint Christophers at The Mosaic House é o hostel mais top que já fiquei, realmente parece um hotel, porém como todo hostel grande, há pouca interação entre hospedes e os staffs não são muito atenciosos. De qualquer maneira, eu voltaria lá concerteza! 5) Jamais fique em algum hostel da rede MEININGER se você realmente está procurando conhecer pessoas e contar com a ajuda dos funcionários. A estrutura do hostel é muito boa (não tanto quanto à do Saint Christophers), mas os funcionários não tem vontade nenhuma de ajudar e a cozinha é horrível. No hostel que fiquei em Viena não tinha esponja para lavar pratos e a cozinha era quente e minúscula. Em Munique, simplesmente não tinha detergente para lavar os pratos e a cozinha também era minúscula....solicitei detergente na recepção por duas vezes sem sucesso. 6) Antes de decidir cozinhar no hostel, faça as contas de quanto gastará comendo fora. Nem sempre a economia vale a pena, até porque comer comida típica faz parte do turismo (embora também se possa conhecer muita gente cozinhando no hostel) Pelo que me lembro é isso. Estou a disposição para tirar dúvidas e principalmente ler críticas e sugestões em relação ao meu roteiro. Afinal, as idéias poderão ser utilizadas em outras viagens e ajudar os próximos que farão esse trajeto. Uma boa viagem a todos!
  3. Oi tatalands, Passei o reveillon en La Paz, mas n tentei sair de la na vespera do ano novo nem um dia depois, pois ainda queria fazer alguns passeios. As agencias de turismo, se me lembro, fecham sim no dia 31 ou dia primero de janero(ou os dois), mas rola de comprar passeios antes e fazer no dia 31, eu por exemplo escalei o chachaltaya no dia do ano novo... Mas sinceramente, nao recomendo passar o reveillon na bolivia, talvez em sucre seja uma boa, ja que é a melhor cidade da bolivia. O melhor seria ir direto pra Cuzco, me arrependo profundamente de n ter feito isso, e se seu roteiro for como o meu, ou seja, um circulo, vc vai acabar passando na bolivia de novo e conhecer tudo q tem pra conhecer. quanto à chuva, peguei um pouco sim, mas nao foi muita nao, acredito que tenha sido abaixo da media, entretanto peguei um poco de chuva em machu pichu(foi uma semana antes do rio transbordar). Mas se pensa em viajar na msm epoca q eu, pode se preparar pra chuva, e dependendo de onde estiver, fará mais frio que no inverno....ahaha....desnecessario levar muita ropa de verao.qualquer duvida tamo ai.
  4. Diz ae galerui! To aproveitando as ferias pra organizar meu mochilao do ano que vem. Esse ano fui pra bolivia, peru e chile com mais 6 amigos, mas dessa vez devo ir sozinho!! Entao é o seguinte. Assim como costumo fazer isso, tenho certeza que muita gente solta foguete quando acha um roteiro ja mais ou menos pronto, por isso vou postar o meu aqui...to achando ele bem top, apesar de estar inacabado. Se alguem tiver alguma sugestao ou duvida, ficarei feliz em contribuir. Mais uma coisa, surgiu a duvida: osorno ou chillan????to achando osorno fora de mao, mas manterei no roteiro caso seja um destino valido....Los Angeles tb ainda é duvida..alguem poderia me dizer se osorno vale tanto a pena assim? OBS: a viagem deve durar aproximadamente 40 dias....ainda em busca do paitrocinio roteiro 2011.xls
  5. Roteiro: Bh-Campo Grande- Corumbá – Pouero Quijarro- Santa Cruz- La Paz – Copacabana – ilha do sol – Puno – Cuzco – Arequipa – Arica – Iquique – San Pedro de Atacama – Salar de Uyuni – Potosi – Sucre – Santa Cruz – Puerto Quijarro – Corumbá – Campo Grande - Bh Puerto quijarro -A fronteira só abre umas 9/10 horas da manha -Se for de trem, chegue a estacao o quanto antes para aumentar suas chances de conseguir uma passagem pro mesmo dia. Normalmente vao dizer q as passagens ja esgotaram, mas n desista, podem abrir outro trem pra mais tarde. -Sempre ha usn caras que tentam comprar passagem antes que o guiche seja aberto, fique esperto! -LEVE A CARTEIRA DE IDENTIDADE/PASSAPORTE PRA COMPRAR AS PASSAGENS, caso esteja acompanhado e sua companhia fique esperando na fronteira(se a fronteira ainda n estiver aberta), pegue o documento de identificacao dela. - Se possivel, obtenha dinheiro boliviano antes de entrar na bolivia, caso contrario os bolivianos irao te explorar. O taxi da fronteira ate a estacao gira em torno de 10/15 bol. -Em puerto quijarro há uma zona franca, a loja mais conhecida é shopping china. As coisas são mais baratas q no Brasil, mas não há muita variedade. La Paz -fiquei no wildrover hostel e no loki hostel. FIQUE NO WILDROVER, tudo é melhor. Comida melhor, camas melhores, quartos melhores, banheiros melhores. É verdade que o loki é maior q o wildrover, e talvez por isso mesmo seja pior.No wildrover as pessoas estao muito mais dispostas a conhecer uns aos outros, e os funcionarios tambem sao mais atenciosos. -Ha a luta entre cholas, ocorre aos domingos, só n sei se todos os domingos. -Cuidado com a alimentacao na bolivia. E mesmo com cuidado vcs tem grandes chances de passar mal. Nosso grupo chegou a ter 8 pessoas, e dessas 8 pessoas 6 passaram mal por comida. -Há passeios interessantes em la paz: escalada no monte potosi, subir o monte chacaltaya(onde havia a estação de eski mais “alta” do mundo), death road(camino de la muerte), Valle de la luna. O death road fizemos na MADNESS, em termos de custo beneficio é a melhor, mas se vc n liga pra bike quebrada e segurança, há varias outras empresas, e se vc chorar um poço consegue um preço bem bakana. Preço dos passeios: Chacaltaya + Valle de l aluna = 80 bol(incluso entradas) Death Road = 340 bol( bike com suspensão nas duas rodas e freio a disco- bike rocky mountain) Copacabana -Ao contrario do que li, gostei muito da cidade(apesar do q realmente vale a pena na cidade ser só uma rua e a vista pro lago). Acho que vale a pena passar um dia la. -Cuidado ao fechar com alguma agencia pra ir pra ilha do sol, eles não vão te falar corretamente. Fui em 3 agencias, conversei e reconversei pra ter certeza de q não haveria nenhum engano, e houve(claro, estávamos na bolívia) - Como disse acima, tentarão te passar pra trás. O valor do barco ate a ilha norte é 15 ou 20 bolivianos. O tour pela parte norte são mais 10 bol. Se não quiser ir a pe pra parte sul da ilha, terá que pagar mais uns 15 bol pra pega o barco(mas da pra abaixar BEM). Chegando na parte sul, vc terá q pagar mais 10 bol pra ter o direito de entrar na ilha. - Chegando na parte sul da ilha, não escute os menininhos oferecendo hospedagem. H hospedagem no pe do morro, mas caso deseje ficar nelas , vc ficara ilhado, pq tudo fecha as 5 da tarde. O melhor é SUBIR todo o morro. É puxado, mas de raça pq vale a pena, alem do mais, vc terá tempo. Peru Puno -Tente pegar o ônibus pra puno em um horário que der pra visitar as ilhas flutuantes de uros(creio q o das 11 da manha). Fechei o pacote com uma agencia chilena por 60 soles, incluindo a passagem pra Cuzco e visita as ilhas. Mas conheci gente q compro por 40 soles. Cuzco - A principal atração de Cuzco é a Plaza de armas. La vc entra de graça nas boates e ganha um drink. A boate mais famosa é a MAMA AFRICA, mas fica sempre muito cheia. Eu preferi a INKA. -Há outros passeios. Vc pode comprar tipo um ticket que te da direito a visitar vários pontos turísticos na cidade e perto da mesma, mas eu n fiz isso, então não posso falar. - Caso passe mal, Cuzco é um bom lugar pra ser internado. Fiquei 4 dias internado numa clinica...A infra estrutura é muito boa e os quartos excelentes, mas os profissionais não são muito competentes. De qualquer maneira, passar mal n vale a pena. - Vc pode ir pra Machu Picchu sozinho, sem precisar de agencia nenhuma. Se vc olhar com atecendencia, consegue ir pra MP por 120 dolares. Eu fui por uma empresa pq a parada de ficar internado acabou com minha programação e n tinha mais tempo...Paguei 180 dolares, mas se vc tiver cartera de estudante acho q paga 160 dolares. O melhor esquema pra ir pra MP é através de trilhas, tipo a trilha inca/salkantay. Há também a inca jungle....e se vc quer subir no wayna Picchu, sem sombra de duvidas deve escolher uma das trilhas ou inca jungle. -Pegue o ultimo trem pra ir embora de Machu Picchu, assim vc terá tempo de apreciar a paisagem da maneira q ela merece. Arequipa -A Plaza de armas é muito bonita, ficamos no COALA HOSTEL. Não fique nele, os funcionários não são educados, e o único banheiro com pia é fechado as 10 da noite. - Se vc for pra essa cidade, tente chegar la sexta feira ou antes. Meus amios que chegaram antes de mim foram no DEJAVU e falaram q o mulherio é incrível! -Há passeios como dos canyons e do vulcão, mas não tive tempo de faze-los por causa da greve rodoviária que ia rola la. -Aproveitei a oportunidade pra comer carne de porquinho da índia...acho que teria sido bom se o porquinho tivesse carne. Chile Arica -Só passei o dia la. A praia que fui não era bonita , mas encontrei umas pessoas que falaram que foram numas praias bakanas la. A cidade tem seu charme. Há uma rua chamada 25 de maio ou algo do tipo que é muito agradável. Tive a impressão q a noite la tb é boa pra caralho. Iquique -A cidade é incrível. O mulherio é incrível, principalmente na praia. Há uma boate bem famosa la, mas não me lembro do nome. -Ficamos hospedados no LA CASONA, apesar dos quartos serem pequenos e ter muitas camas num mesmo quarto, foi o melhor hostel que fiquei. O primeiro e único hostel realmente com cara de hostel, onde as pessoas interagem sem esforço nenhum. -Um dos atrativos da cidade é o parapente...é bakana demais. Se me lembro vc paga o equivalente a 120 reais , e pousa na praia...show de bola! San Pedro de Atacama -Há vários atrativos em san Pedro. Fomos na lagoa seca e praticamos sandboard. O sandboard é cansativo, após descer 3 vezes vc já não agüenta mais subir a duna. A lagoa seca é um passeio que vale a pena. É nesse passeio que vc conhecer um poco do salar do atacama e vai na lagoa onde vc bóia. - Se forem visitar essa cidade, procure saber das festas clandestinas. É uma experiência que vale a pena. O povo vai andando na rua a procura de uma festa, mas é bom procurar se informar antes! Bolívia(de novo) Salar de Uyuni - Durante todo passeio vc conhece lagoas. São tantas lagoas que eu nem sei qual é qual. Alem disso vc vê um vulcão e claro, o salar propriamente dito. No ultimo dia vc para no museo de sal, que não tem praticamente nada , na islã incahuasi, que tem uma vista espetacular e já em uyuni vc visita o cemitério dos trens.Vale lembrar que, dependendo da agencia q vc fechar o pacote(são poucas as que oferecem pacote de san Pedro ate bolívia) vc pode durmir num hotel de sal. Potosi -Vale a pena ir no cerro rico. Uma mina ativa que existe perto da cidade. Se vc tiver curiosidade, pode comprar uma dinamite, que o guia explode ela pra vc. O mais impressionante é a facilidade pra comprar essas dinamites. Mas se prepare, as condições de trabalho dentro da mina são desumanas, e vc mesmo pode sentir um pouco de dificuldade pra respirar, sem contar que o caminho dentro da mina é incrível, com trecho onde vc tem q praticamente se arrastar. -No primeiro dia fiquei hospedado em LA CASONA. Não aconselho ninguém a ficar la. Reservei 3 dias antes e quando cheguei la não tinha cama. Tive q durmir no chão porque já era de madrugada e ainda pagar meia diária. fIque em qualquer outro hostel. Há um em frente a esse, chamado COMPAÑIA DE JESUS, que oferece quarto privado por praticamente o mesmo valor. Sucre -É disparada a melhor cidade da bolívia. Tudo é melhor. O transito, a cidade em si,as mulheres andam mais arrumadas e claro, a noite. Fomos na JOY RIDE, um lugar com vários ambiente que vale a pena ser visitado. - Se for na época de carnaval, fique esperto. É tradição joga água nas pessoas na rua. -Há uma parque de dinossauros em Sucre, mas a única coisa q vale a pena é a comida do restaurante OBS: Gastei por volta de 3500 reais no total, viajando 40 dias, comendo e durmindo bem, alem de ser passado pra trás a cada dois dias.
×
×
  • Criar Novo...