Ir para conteúdo

daninoguei

Membros
  • Total de itens

    49
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

3 Neutra

Sobre daninoguei

  • Data de Nascimento 01-12-1975

Bio

  • Ocupação
    Supervisora Escolar

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Rogêrio, fui sozinha sim... fiz tudo lá na hora. Exceto Alter do Chão e Marajó que reservei com antecedência pois me hospedei nas cidades. Mas em Alter reservei os passeios quando cheguei lá. Super de boa! Recomendo!
  2. Sim, as informações precisam ser atualizadas, mas não posso fazê-lo pois não retornei ao local! rs Fui em 2012 e em 4 anos muita coisa muda... A viagem estilo mochileiro deve ser feita mediante as circunstâncias de cada um. Eu cheguei num horário que não havia ônibus e na volta, optei pelo táxi para ter mais tempo para aproveitar a manhã. Certamente de ônibus é mais econômico, mas são as prioridades de cada um. Sobre se hospedar em hostel, gosto de fazê-lo quando a relação custo-benefício compensa. Já ouvi falar muito bem desse hostel que vc ficou, mas à época essa não era uma opção. Acre
  3. Ana, boa tarde! Desculpa a demora, mas só agora vi tua pergunta... Esse link não é de onde fiquei não... Pode ir tranquila
  4. DIA 10/01: Retorno de carro para Cairns. Dia de acordar sem tanta pressa, tomar café da manhã e pegar a estrada para Cairns. Lá se foram 600 e cacetada de km de volta... Rodamos praticamente o dia todo e só fomos chegar em Cairns no fim do dia. Já nos arredores de Cairns, vimos um shopping e paramos para "almojantar". Detalhe: eram 19h e o shopping estava fechado!!!! Essa cultura de fechar as coisas cedo (inclusive um grande shopping) é muito diferente da nossa cultura e estranhei muito isso. Acabamos comendo num lugar chamado Red Rooster, uma espécie de KFC menos famoso. Era gostosinho
  5. ** Esse post é sequência do relato de viagem feito aqui: http://www.mochileiros.com/nova-zelandia-e-australia-parte-2-nossos-dias-na-nova-zelandia-t109945.html DIA 03/01: Sydney Dia de acordar cedo para aproveitar o máximo da cidade andando... e olha que andamos muito nesse dia, pois fizemos tudo a pé! Começamos pelo Royal Botanic Gardens, um grande e bonito parque urbano. O parque é bem grande, ocupa uma grande área da cidade e é gratuito. Tem vários jardins temáticos, lindas árvores e muitos pássaros. Um dos pontos do parque, o Mrs. Macquaires Point, oferece a melhor vista
  6. Olá! A hospedagem eu reservei no começo de outubro, mas para a virada do ano muitos lugares já não tinham mais vagas. Não sei se vai passar o ano novo lá, mas em agosto, quando fiz umas consultas prévias, alguns lugares já não tinham mais vagas para a época... Verifique também que na época de Ano Novo muitos lugares cobram hospedagem mínima de 3 a 5 dias. Não sei qual seu roteiro, mas vale observar isso... Os tours reservei entre novembro e dezembro. Essa parte é mais tranquila... Eu fiz um novo post sobre meus dias na Nova Zelândia (foram poucos pq meu foco da viagem foi a Austrália
  7. DIA 26/12:Guarulhos / Santiago Hospedagem em Santiago: Che Lagarto Santiago – reserva pelo site do Che Lagarto – Valor R$ 40,29 a diária de um quarto feminino para 8 pessoas. A proposta inicial até era dar uma saidinha na noite chilena, mas tivemos um contratempo no voo de SP, e ficamos 5h trancadas dentro do avião em solo. O motivo? Uma pane elétrica que não era localizada!! Depois dessa, só nos restou a cama do Hostel, onde chegamos por volta das 2h. O hostel atende aos padrões da rede Che Lagarto, tem recepção 24 horas e é bem organizado. Os quartos têm acesso com chave eletrônica. Os q
  8. Acho que a situação deve ser como a nossa... uma reta, estrada boa e vazia, carro bom... Nem estávamos numa MEGA velocidade... Era 125 km/h... De repende começamos a ouvir a sirene e a polícia atrás dando farol e mandando parar. O carro parece ter se materializado ali! hahahah Foi um susto daqueles...
  9. No feriado de Páscoa viajei com uma amiga que me fez um convite: ir para a Austrália. Em menos de cinco minutos pensei e confirmei minha presença! (sou uma pessoa muito dífícil quando o assunto é viagem! ) O país não estava na minha bucket list, mas era uma ótima oportunidade de conhecê-lo. Além disso, tinha o desafio de colocar um ponto na Oceania, único continente onde meus pés ainda não haviam pisado. Desafio proposto, desafio aceito, e lá se foram longos meses de preparação para uma viagem com um total de 21 dias com mais 3 amigas. Coloca cidade aqui, tira cidade ali, coloca Nova Zelândi
  10. Olá... não dá para fazer bate e volta de 1 dia em Marajó porque não compensará o horário do barco, com o tempo de deslocamento e o tempo para andar pela cidade... Reserve pelo menos um fim de semana... Eu tenho um post com sugestão de um roteiro em Marajó para o fim de semana: http://www.aprendizdeviajante.com/index ... de-semana/ Espero ter ajudado...
  11. Valeu, Luis! Já fui pros Lençóis Maranhenses sim. Fui em agosto... só está mesmo é faltando tempo para escrever aqui! Beijos
  12. Não sei dizer não... Quando estava lá soube de uma pessoa que alugava carro, mas era o carro particular dela. Desconheço aluguel de motos e creio mesmo que não exista. Até porque, se alugarem motos, os mototáxis vão ter o maior prejuízo! rs Liga em alguma pousada para pedir informação, talvez eles possam te ajuda. Boa sorte!
  13. Pois é, Dino... eu sou suspeita porque amei muito esse lugar maravilhoso! Eu também voltaria, mas por enquanto sigo na minha meta de ticar Estados brasileiros ainda não conhecidos!
  14. Nati, pode encaminhar suas dúvidas para o meu email: [email protected] que ajudo no que puder / souber. Abraços, Dani
×
×
  • Criar Novo...