Ir para conteúdo

renata83

Colaboradores
  • Total de itens

    244
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

renata83 venceu a última vez em Outubro 9 2018

recebeu vários likes pelo conteúdo postado!

Reputação

88 Excelente

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Esse seu medo não se justifica... quem poderia barrar seu embarque para Italia por não ter passagem saindo de lá, seria a empresa área, pelos motivos que já expliquei. Não é exclusivo da Russia e nada tem a ver com controle de passaportes na saida deles. Se te pedirem passagem saindo da Italia, voce provavelmente poderia explicar com sua história da Holanda no passaporte daqui, mas no seu caso específico, como italiano, basta apresentar seu passaporte europeu para provar que não terá problemas na Italia. Procedimento semelhente a quem viaja para os EUA. Se tentar fazer o checkin sem visto ou esta, não consegue! Mas se o visto estiver em outro passaporte ou tiver green card, não tem problema.
  2. @marcio.card Olá, tudo bem? Na saida da Russia, meu caso especifico o checkin foi muito simples. Meu destino era Brasil, com conexão em Roma, então nada a me perguntar sobre meu direito de estar naquele voo... quem ficou fiscalizando um monte foi o pessoal de segurança (eles tem seus motivos...), antes de entrar no terminal, depois na parte de segurança e depois na parte de saida da Russia. Desconfiados de tudo... mas não foram mal educados e nem demorou muito tempo,. Além disso, era com todo mundo... Voce provavelmente não terá problemas para sair da Russia com seu voo saindo da Holanda. Mas cada um assume o risco que quer. Italia e Holanda fazem parte do mesmo acordo, então é como se fosse um pais "espaço schengen", e todos sabem disso. Mas tem que saber explicar porque não tem essa passagem e como vai fazer para chegar até a Holanda. Quem criaria problema não é a imigração Russa e sim a empresa aérea e depois a imigração Italiana. E o motivo é facil de entender. Empresas aéreas recebem multa se levar pessoa que seja recusada por não ter a documentação obrigatória. Então se no sistema da empresa aérea falar que para o destino daquele voo, possuidores de passaporte Brasileiro precisa de passagem de saida, eles podem exigir que voce apresente isso. Assim como a imigração, quando vc desembarcar, também pode te exigir isso. Se tiver algum visto que te permita ficar na europa, dai não precisaria de passagem saindo de lá. Esse relato que vc viu da Malasia não é exclusivo da Malasia e nem Russia. Existem muitos relatos, principalmente de quem não le a documentação necessária, acha que basta comprar o voo de ida, ficar lá até quando decidir voltar sem volta programada, e tem problemas. Mas o motivo é porque a imigração do destino pode pedir, e vc daria prejuizo para empresa se for recusado.
  3. @marcio.card O problema dessa passagem de saida, é que a empresa aerea recebe multa com passageiros inadimitidos, então ela tem que acreditar que vc tem a documentação necessária para o destino daquele voo. Eles podem te exigir passagem de saida do espaço schengen antes de te deixar embarcar para Roma. E na entrada em Roma, vc precisa ter a passagem de saida, ou visto. Mas como disse que vai ter a passagem da Holanda para Brasil, leve ela impressa e saiba justificar como vai chegar até Holanda (e dinheiro/hotel/seguro) e não deverá ter problemas. Para imigração Russa o importante é passagem de saida da Russia. As internas não precisa... eu nem tinha, porque o site do trem russo não aceitou meus cartoes, mas se pergutarem basta falar que vai comprar pessoalmente (a estação fica na principal avenida) Fiz exatamente o caminho que vai fazer. De Helsinki para São Petersburgo foi uma das imigrações mais simples que já fiz. Entrada no trem sem absolutamente nenhum controle... até tinha 2 oficiais na porta, mas quando fui mostrar, falaram "depois...". No meio da viagem distribuem papel russo e passam imigrações na sua poltrona... 1o saida schengen, depois entrada russa que não olhou nada e nem fez nenhuma pergunta, só carimbou o passaporte e o papel e ficou com 1 via. Depois ainda passou customs russa que perguntou quanto dinheiro estava levando, que coisas estava levando e para apontar quais nossas malas, mas foi educado e rapido, sem olhar nada. Na saida pelo aeroporto em Moscou a desconfiança foi muito maior. Teve detector de metal e obrigação de desbloquear a tela do celular para entrar no aeroporto (antes do check in)... depois teve scanner de corpo inteiro... e o guarda da imigração fazendo perguntas da viagem e verificando com lupa a segurança do passaporte...
  4. Poxa, muito chato que tenha acontecido isso! Se não quiser não precisa responder, mas por curiosidade vou perguntar... Eles chegaram a te pedir para ver o dinheiro e algum comprovante deste cartão? Quanto tempo voce acha que demorou entre estar na cabine e saber que seria recusada? Lembro que vc disse que não fala ingles, a conversa foi em que lingua? Ficou querendo ser liberada rapido por causa da conexão curta? E essa parte de 3 policiais terem autorizado e um não? Sua passagem de volta era para quanto tempo depois? Qual foi sua resposta como motivo para ir para Madrid sozinha? Turismo? Era apenas Madrid? Novamente... desculpe tantas perguntas, apenas curiosidade e não precisa responder. Me ignore se não gostar.
  5. @Graziela Gomes a informação acima está errada. Sua imigração será na Suiça pois ela faz parte do acordo de schengen. O @rodrigo0o confundiu união europeia, com a área de livre circulação do acordo de schengen. Na area schengen existem alguns paises que não são da União Europeia, mas fazem parte da livre circulação (Noruega, Suiça, Islandia e micro paises). Existem outros que são ue e serão obrigados mas ainda não foram aprovados na area livre (Bulgaria, Croatia, Cyprus and Romania). E ainda paises que são UE mas que conseguiram não entrar na area e possuem imigração propria (UK apesar de prometer sair, ainda é da união europeia, Irlanda e algumas areas especiais).
  6. @gabrielpiccolo4 notei que seu 1o roteiro tem 22 dias. O 2o 17 dias. E seu título diz 20 dias.
  7. @gabrielpiccolo4 Bem melhor do que a primeira, e pelo visto seus obrigatórios não eram tão obrigatórios assim... Se fosse minha viagem, cortaria Milão e colocaria aquele dia em Madri pois 2 é muito pouco. Daria para encarar, mas se fosse minha, cortaria mais uma cidade e distribuindo os dias nas outras, ao invés de trocar de cidade.
  8. Se em negrito estão seus locais obrigatórios, eu retiraria todos os que não são obrigatórios. Não dá tempo para visitar tudo isto. Na lista de não obrigatório tem 5 cidades para 6 dias. Cortaria todas! Não seria minha lista final, mas como não vou retirar o que é obrigatório, se eu fosse visitar, deixaria 3 Lisboa, 2+1 Barcelona, 3+1 Paris, 2 Bruxelas, 2+1 Berlim, 1+2 Praga, 3+1 Roma.
  9. Não te atacando... mas será que enfatiza? E será que adianta pegar inscrito que não quer ver seus videos mas estava desatento? Acompanho seus posts aqui e decididamente acho que ajuda muita gente, mas a sensação que tive ao clicar no seu link, foi de me sentir traida! Não esperava clicar num link seu e aparecer um pop-up no meio da minha tela querendo que me inscreva num canal sem nem ter visto 1 video antes. Honestamente, minha reação foi fechar a aba e não responder a pergunta... se fosse link para seu melhor video, ou para a lista deles, eu seguramente teria aberto uns 2 ou 3 para ver se gosto.
  10. não necessáriamente de viagem, mas onde os donos estão frequentemente perdidos pelo mundo, geralmente comendo, eu acompanho estes: https://www.youtube.com/user/vivendomundoafora/videos https://www.youtube.com/user/BackpackingTravelTV/videos https://www.youtube.com/user/Twizzlerpack54332/videos https://www.youtube.com/channel/UCZ4hZoV-OOUo14Qm7aQE6zA/videos https://www.youtube.com/user/LuisitoComunicaa/videos https://www.youtube.com/user/canalnomundo/videos https://www.youtube.com/user/MikeyChenX/videos Na boa... link direto para tentar fazer otário se inscrever? cliquei e assim nem deu vontade de ver nada! fechei a janela ao invés da pergunta...
  11. O booking não cobra seu cartão, ele envia os dados e quem cobra é o próprio hotel. Se for no Brasil não tem iof, fora tem. Várias funcionam assim. Diferente de quando compra numa agencia como cvc por exemplo, onde quem cobra é a cvc (ou outra agencia) e ela te entrega um voucher, com vantagem que deixa parcelar e pagar em reais.
  12. Todos são parecidos. Se não for usar fidelidade, reserve pelo que estiver mais barato para aquele hotel/quarto. Existem outros grandes além dos 3 que listou... e verifique também o site do hotel. Pessoalmente, quando reservo em algum da rede accor (ibis, novotel, etc), ou ihg (holiday inn e outros), uso o site da propria rede. Em todo o resto, gosto muito da booking.com. Facil de verificar pelo app ou imprimir em qualquer lingua, e muitas vezes tem bons descontos que não aparecem listados automaticamente.
  13. @leonardo.ribeiro1 Qual seu estado? O BO diz que não tem como voltar atras? Qual o texto exatamente? Ou quem te atendeu que falou isso? Por exemplo, o site da policia civil de SP fala "As restrições mais comuns são decorrentes do registro de um boletim de ocorrência de perda, extravio, furto ou roubo do documento. Ou, ainda, do desaparecimento ou do falecimento de seu titular. Toda pessoa que possuir um RG com restrição deve regularizar a situação de seu documento numa das Seções de Identificação da Polícia Civil". Fazem isso para evitar fraudes. Concorco com a @Nani84 e também acredito que não terá problemas. Até mesmo se só tivesse o BO, se o policial não for um tapado (e na pf costumam ter bom senso), deixaria vc conferir se seus dados estão digitados corretamente e retirar seu documento com foto que já está lá... Vc teria motivo justo para não levar novamente o RG. E como vai estar com o RG "cancelado" em mãos... e vários documentos vencidos são validos para identificação (passaporte, carteira de motorista), não vejo porque teria problemas na pf. Não sei se pode retirar restrição mantendo a data de expedição, mas acredito que quando encontra, deve ser possivel. E o número, desde que mesmo estado emissor, deva continuar o mesmo. Tenho 3 rg emitidos em diferentes datas (para deixar com menos de 10 anos) e todos tem o mesmo número. Quanto ao visto dos EUA, impresso nele só vai aparecer o número do passaporte. E voce não precisa levar rg em viagem aos eua... o que eles querem é passaporte. E visto americano continua válido mesmo em passaporte vencido, só importa a data de validade do visto.
  14. @Gabriela Faleiro Pelas suas respostas aos outros posts, acho que seu interesse é pela Suiça mesmo, provavelmente cidade pequena com arquitetura caracteristica. Lá as paisagens são mais bonitas porque tem muito o conjunto "ceu lindo + lago + montanha com topo nevados". O que falei lindo ali é a região como um todo e não uma montanha em especifico, gostei em particular do caminho entre Berna e Interlaken, já chegando em Interlaken, na estrada ao lado do lago, com as montanhas ao fundo, ceu lindo, gostei muito daquele tipo de contraste. O dia estava realmente bonito... O caminho do trem também é bonito, tem que trocar, subi por um lado, desci pelo outro, e peguei o que sobe até o observatório. As atrações pega-turista, tão criticadas neste site, mas que eu gosto (sou turista kkk) trem mais alto da europa, em cremalheira (tipo montanha russa e não trilho normal, para segurança na subida/neve), estação dentro da montanha, do palacio de gelo e observatório. Tem passeios lá emcima, mas quando fui estava fechado, só tinha uns 50m abertos que foi onde experimentei rapida tempestade de neve). Mas honestamente lá emcima, a vista de tudo que é montanha nevada são mais ou menos a mesma coisa... o que me faz gostar mais de uma ou outra é o que faz por lá e a experiencia como um todo. Como vista, achei região de Interlaken talvez a mais bonita que conheço. Para brincar na neve, quando a maioria já esta fechada, adorei os glaciais de Innsbruck (excelente estrutura, bem melhor do que os que conheço na america no sul). Chamonix, se for algo que te interessa (olhe fotos e videos, é bem bonito, só disse que gostei mais dos outros), nas suas datas deve estar bom, porque como a estação de ski vai estar aberta, todo o resto deve estar também. Só tenho sérias dúvidas se vai ser muito mais barato... O que me deixou gosto ruim foi o ar de cidade fantasma em outubro. Tem muita coisa que só abre na alta temporada. Só tinha uma pizzaria perto do hotel, mais nenhuma opção para comer. Para tudo tinha que pegar o carro e andar alguns km até o centrinho, e lá também tinha opções limitadas. Etc. A subida de cable car é legal... mas tão rapida, e nada muito diferente das outras. Lá emcima, em outubro era diferente, mas para o pior, com muita pedra e pouca neve - não é o seu caso. Existia opção de trilhas, mas não gosto disso. Com esqui aberto deve ser muito melhor. E a cidadezinha é bem simpatica. Innsbruck é a cidade principal da região do Tirol, não se parece com uma vila dos alpes e sim uma cidade media-pequena (perto dos 200mil habitantes). Quando recomendei, pensei que queria montanha para neve. Lá não seria para aproveitar a cidade e sim ir nos glaciais, em especial para brincar na neve quando as outras estações já fecharam ou estão perto de fechar. Ficam a uns 30km de lá, em direções diferentes, visitei os glaciais Stubai e Hintertux, com infraestruturas bem legais e muita neve, mesmo em maio, quando quase tudo está fechado (não precisa ficar na cidade, possuem hoteis bem mais proximos deles, mas dai fica isolado de todo resto, incluindo o outro glacial). Quando eu fui da 1a vez para Suiça, estava fazendo Alemanha, Suiça e França de carro, e a ideia inicial era Zermatt, que ainda quero conhecer um dia, mas como não pode entrar com carro e teria que deixar estacionado a alguns kilometros da cidade, aliado ao fato de ser ainda mais fora de rota do que Interlaken, acabamos escolhendo ir para Berna/Interlaken e gostei muito. Infelizmente não sei te responder sobre preços, porque meu estilo de viagem é diferente da maioria daqui, além de que fiz em anos diferentes... Alugo carro, sempre fico em quarto duplo em hotel 3 ou 4* fora do centro, uso cidades base e exploro a região. Tem como simular exatamente quais seriam os seus gastos, escolhendo onde ficaria, quanto gastaria para chegar lá (parte importante dos gastos quando se fica pouco tempo), escolhendo exemplo de local onde comeria (vai no tripadvisor, olha listas de onde comer, verifica cardapios ou fotos de notinhas), e os passeios tem como escolher vendo em relatos, listas, etc e indo no site oficial. Como regra geral, Suiça é bem caro. Paris também é. Austria menos mas mais cara do que Alemanha, que é mais cara do que Praga, que é parecida com Hungria. O clima vai muito da sorte, o Davi já explicou bem. Voce está indo na primavera, então é uma boa epoca. Acho que estatisticamente os alpes devem ser parecidos... Pessoalmente, fiquei pouco tempo mas estive 2x na Suiça, e só tive dias lindos. Ceu completamente azul, poucas nuvens. Visitei a Austria também 2x, na mesma epoca, mas anos diferentes. Na Austria tive poucos dias bonitos, vários dias fechados (não era nevoeiro pois podia ver muito longe... eram nuvens fechando tudo, mas bem altas, raramente abria sol, mas ao subir nos glaciais, as vezes ficava acima das nuvens e tudo claro. Tinha muita neve nova e as vezes fechava o tempo por algumas horas e nevava durante o dia). Não é nenhuma garantia do clima que vc vai pegar, mas como está curiosa, pode ir em sites de previsão e ver o histórico real e médias. Todas visitei quando teoricamente é um pouco mais quente do que voce vai pegar... Nestas outras cidades que vai visitar. Praga eu peguei tempo relativamente ruim todos os dias que fiquei lá. Todas as manhas e finais de noite com muito nevoeiro e indicativo "frost warning light" ligado no painel. Foi disparada a cidade mais gelada daquela viagem... mas mesmo assim deu para fazer tudo sem problemas. Durante o dia nuvens muito altas / chuva fraca / abria um pouco de sol. Munique e Berlin também peguei um pouco de chuva. Em nenhuma cidade o clima foi ruim ao ponto de estragar o dia... já perdi passeios por má programação, de ir em cidade onde tinha 1 dia programado, chegar lá e estar tudo fechado. Ou de programar algum passeio e ser o dia que está fechado, etc... rapidinho aprende que tem que verificar este tipo de coisa quando está programando, mais do que clima que não tem como controlar.
  15. Eu parto do principio que o que é caro e longe de verdade é chegar até a Europa.. uma vez lá, ainda mais se não tiver planos de voltar em breve, dentro do razoavel deve-se conhecer o que tem vontade de conhecer. Se a vontade é "alpes suiços", com vista branquinha da janela, está indo nas datas erradas, pois para neve nas cidades, é melhor janeiro/fevereiro, fora disto tem que escolher com cuidado/informação. Neve na montanha é facil. Se a vontade é estação de ski aberta (mesmo que para ver neve ao invés de esquiar), tem muitas opções, em varios paises.. França, Suiça, Italia, Austria, etc. Nesta epoca tem vários menores que já estão fechados ou fechando, então tem que escolher direito. Aqui neste site tem uma lista de várias, com as datas previstas para estação 2019-2020. https://www.ski-lifts.com/guides/europe/european-ski-season-dates-2019-2020/ Se a vontade é montanha, sem nem ter que ter neve. Dai as opções são enormes... o mesmo é verdade se só quer conhecer alguma cidade nos alpes, pelo charme, sem importar outros detalhes. Eu citei Interlaken porque é onde fui na Suiça e achei a região linda. Não é nem a maior, nem a mais chique, nem a mais famosa nos alpes suiços, e a cidade em si está baixa. Também comentei porque visitei Chamonix em baixa estação, e gostei muito mais de Interlaken. Mas como montanhas para brincar com neve na europa, gostei muito mais da região de Innsbruck na Austria (gosto pessoal.. e conhecimento limitado, só visitei 5). Ao contrario do que tinha escrito antes, Chamonix ainda vai estar com ski aberto, então não deve ser a cidade fantasma que é em outubro. Tem como ver exatamente quanto custaria os passeios e acomodação, e ver quanto custa alguns restaurantes (existem muitos cardapios online, relatos em que as pessoas falam exatamente o que fizeram e quanto gastaram, listas de onde comer no tripadvisor - muitas vezes possuem fotos do cardapio ou conta mostrando o que foi consumido e cobrado)... Nenhuma destas opções de montanha é "um pulo" de Paris, mas basta pegar um voo curto, e rapidinho está na outra cidade. Estação de ski costuma ser caro... apenas comparando alguns preços que olhei agora nos sites oficiais, para passe de 1 dia/adulto (se comprar mais dias tem desconto): jungfrau, suiça: 60 francos, cerca de 55 euros, ski aberto até metade de abril hintertux, austria: 55.50 euros, tarifa de inverno até 8 may 2020 chamonix, frança: 65 euros, General season: early December - mid April Jungfraujoch é um passeio diferente e não passe de ski. Sobe de trem... o mais alto da europa. Palacio de gelo, etc.
×
×
  • Criar Novo...