Ir para conteúdo

rsn

Membros
  • Total de itens

    3
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Bio

  • Ocupação
    estudante
  1. rsn

    Jalapão

    Pretendo conhecer sozinho o lugar no estilo mochileiro. Pelo que andei lendo, acho que a tarefa será extremamente cara, o que foge totalmente da filosofia mochileira. Alguém tem alguma dica de como fazer para conhecer os lugares e não ser esfolado pelos preços absurdos dessas 2 agencias?
  2. Essas ilhas da parte da Bolivia valem uma visita sim, mas a impressão que tive foi decepcionante... Isso por que eu conheci antes as ilhas Amantani e Taquile. Nossa, foi ótimo. Amantani fica a 3 horas de barco de Puno. Vcs podem contratar do hotel mesmo. Um hotel bom, barato e confiável eh o Los Pinos. O passeio eh muito bem organizado e dura 2 dias e 1 noite. Dorme-se na ilha Amantani em casa de familia. Toda a comida os nativos preparam para nós. Foi uma experiência única. O céu que vimos foi o mais claro que já vi... vimos até satélites refletindo luz solar... Em Amantani tem uma montanha no centro da ilha que o topo esta a mais de 4000 m de altura. É um preparativo para a trilha inca. Nós vimos o por do sol lá de cima. A noite tem uma festa com os nativos onde todos se vestem como eles. O caras colocam uns ponchos e as meninas as roupas identicas das nativas. Foi muito divertido a dança típica. Australianas, holandeses, americanas, franceses, espanhois e brasileiros muito descontraídos. NO outro dia partimos para a ilha Taquile, onde almoçamos Truta ou Pejerey e retornamos pra Puno. As vistas de Taquile são de tirar o folego. Então, depois de tudo isso a ilha do sol é fichinha, muito sem graça. Mas se vc nao tiver a oportunidade de ver Amantani e Taquile vá assim mesmo à ilha do sol, mas leve comida!!!!.
  3. Estive em Copacabana a poucas semanas e visitei a decepcionante Ilha do Sol. Um passeio totalmente desorganizado. Primeiro vc paga pra visitar um museozinho sem-sal e as ruinas. O guia, que só se consegue no local, não tem estudos sobre o assunto, apenas vive na ilha. Há alguns restaurantes na parte norte da ilha. Na parte sul não há!!! Mas o que os espertos fazem: a gente chega lá pelas 10 ou 11 horas na parte norte, visitamos o museo, partimos para a ruína e - pasmem - voltamos para o sul da ilha ou caminhando ou de barco SEM ALMOÇAR. Tanto eh verdade que ao andar nos labirintos da ruina, tinha um monte de gente "lanchando" dentro do monumento! Pode?! Em Machu Picchu eles te revistam para não entrar com comida. Daí na parte sul da ilha não há muita coisa. E chegamos lá por volta das 15 horas!!! com o estomago nas costas. E todos sabem que não eh qualquer coisa que se pode comer na Bolívia. Outra coisa importantíssima: o povo da ilha é meio bicho do mato, não gostam muito de papo. Não estou dizendo que o lugar não é bonito. Ele é. Uma parte boa é que há areia fina para nos lembrar uma boa praia. Porém, a experiência que tive na ilha Amantani, no Peru, foi infinitamente melhor!
×
×
  • Criar Novo...