Ir para conteúdo

Gtait

Colaboradores
  • Total de itens

    43
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre Gtait

  • Data de Nascimento 21-09-1985

Bio

  • Ocupação
    Engenheiro Mecânico

Outras informações

  1. Blog de Viagens pelo mundo, por um Engenheiro Mecânico que relata através por palavras e muitas fotos! http://www.facebook.com/engenheiroandarilho http://www.engenheiroandarilho.blogspot.com.br
  2. Olá, Dependendo onde no Chile, você poderá ter algum desconforto. Estou acostumado a atravessar a fronteira entre Chile e Bolívia ao norte ( Ruta 27, em São Pedro do Atacama). São Pedro fica à 2350m e subindo a cordilheira, você alcança 4800m em apenas 40km.. Lá, diria que a altitude influencia muito!
  3. Obrigado Adriana. Mais uma dica... No final da rua caracolles, agora têm uma sorveteria que serve sabores peculiares, tipo folha de coca! Babalu Heladeria Salvar Calle Caracoles 160 - caracoles419, San Pedro de Atacama, Chile
  4. Olá Loh Cris. A cratera é bem pouca gente que sabe onde fica, mas fiz um mapa no mesmo relato que fiz no meu blog. Da uma olhada lá. Saindo de San Pedro com direção à Calama, após a primeira curva, vai iniciar uma subida. Na primeira placa do lado esquerdo, você sai da pista e caminha pelas rochas.. Da pra ver um perfil reto da estrada... http://engenheiroandarilho.blogspot.com.br/2014/03/chile-deserto-do-atacama.html Manda fotos aqui depois da visita!!! Mes passado estive lá novamente e tirei mais umas fotos Abraço Olás Geovani! Pode deixar que chegando em SPA vou procurar sim, e conseguindo infos repasso!! Mto bacana, né?!! Acaba que dei uma olhadinha neste link do Gtait, das fotos dele no Panoramio (por sinal mto showww várias pics) mas não achei a foto com a cratera e localização : ( Devo chegar no Chile na última semana de agosto e ficarei até a primeira semana de setembro. Mas mudei o roteiro (estou tirando a Colômbia e acrescentando a travessia dos Lagos, de Puerto Varas até Bariloche (travessia de dois dias) e completar com uma parada em Pucon. Estou fazendo um levantamento da questão de cambiar $$$ no Chile... a dúvida é: seria melhor cambiar real em dolar aqui no BR e levar basicamente dolar para lá cambiar dolar em pesos OU cambiar real em pesos lá Abçs, Bons ventos, Loh Cris
  5. "Comprei por 350.000 pesos chilenos (R$1450,00 na cotação de Abril) 01 mês antes da viagem, na classe business Plus na ida (descobri, conversando com um local na ilha, que este preço é realmente barato. Passagens assim chegam a custar CL$500.000)" Voltei de business tbem... cometi um engano! mas uma coisa é fato... beeem melhor que a economy
  6. Antes de mais nada... Acessem: http://www.facebook.com/engenheiroandarilho http://www.engenheiroandarilho.blogspot.com.br http://www.instagram.com/photo_gui [t1]Ilha de Páscoa - Rapa Nui[/t1] Enfim começo este tópico sobre as primeiras impressões que tive na minha passagem pela Ilha de Pascoa, Isla de Pascua, Rapa Nui ou Eastern Island Minha decisão de ir até lá partiu da premissa que tracei há algum tempo na minha vida: Tentar visitar lugares inóspitos que por algum motivo tenham energias inexplicáveis! Pesquisando sobre este tipo de lugar, descobri que a Ilha supriria minhas expectativas. Os trâmites não são dos mais fáceis para chegar na Ilha; Hoje em dia só existe passagem saindo de Santiago/Chile ( tempos atrás existia também saindo de Lima/Peru) com a LAN... O preço é meio salgado, tendo em vista que não encontrei promoções, e que minhas datas eram fixas, por já estar no Chile. Comprei por 350.000 pesos chilenos (R$1450,00 na cotação de Abril) 01 mês antes da viagem, na classe business Plus na ida (descobri, conversando com um local na ilha, que este preço é realmente barato. Passagens assim chegam a custar CL$500.000). Chegada no Aeroporto Vou relatar neste post os meus 2 primeiros dias, onde visitei os principais lugares da ilha. No próximo post, vou contar os 3 dias restantes. Meu conselho é ficar na Ilha,no mínimo, 4 dias, para visitar todos os pontos interessantes. VIAGEM Tanto na ida quanto na volta foi tudo bem pontual e a viagem bem confortável; Na volta, conversei com a atendente e ela me passou para a business Plus... Sorte a minha, pois fui dormindo toda a viagem. Esperando a bagagem no aeroporto Como estava na business Plus, saí por primeiro do avião, e enquanto a mala vinha, já fui no guichê no aeroporto e comprei os tickets para Rano Raraku e Orongo (CL$30.000). Se a fila estiver lotada, e por ventura você for impaciente, aconselho comprar no quiosque no caminho para Orongo... estava CL$35.000). PRIMEIRA IMPRESSÃO Logo na chegada da ilha, a impressão é bem diferenciada: Uma pista gigante, com um aeroporto pequeno; Alguns locais esperavam com colares de flores e logo encontrei em meio a multidão meu nome em uma das placas, destinando ao hotel no qual havia feito pré-reserva no booking.com (Hotel Atavai – recomendado... custo beneficio que falarei em um tópico especifico). A atmosfera do lugar é um tanto mística. O povo, com traços polinésios, me pareceu bem carismático Chineses e Japoneses - As nações mais carismáticas nas viagens Hanga Roa O “centro” Rapa Nui, lembra uma cidade do interior ou algum ponto remoto de um filme de época que gira em torno da avenida principal, onde existem bares, restaurantes, mercadinhos, farmácia e lojas; Existe um museu da história do povo que habitou aquela ilha tempos atrás, um bombeiro, alguns bancos, um posto de gasolina com preços quase iguai ao do Brasil. Seguindo a avenida principal, fica o cemitério, que a noite é muito bonito, e o Ahu Tahai, famoso pelo seu pôr do sol. Barcos de pescadores locais. No Museu, é possível descobrir que foi o holandês Jacob Roggeveen o primeiro ocidental a visitar o lugar, em 5 de abril de 1722. Encontrou polinésios e nativos de "pele clara e cabelos vermelhos", que moravam em cabanas feitas de colmo e subsistiam da escassa vegetação. Tahai Em 1956, uma outra expedição, comandada pelo norueguês Thor Heyerdahl, descobriu milhares de ferramentas usadas na execução das estátuas. Consta na história da ilha que um acéfalo finlandês, alguns anos atrás, "zuou" um pedaço da orelha de um Moai. O cabeçudo ( e não era Moai,nem sequer o Aroldo ou o Feller) foi multado em 17 mil dólares por danos. GÊNIO !!! ALUGANDO CARRO Na ida para o Hotel fui conversando com um Austríaco que estava hospedado lá também e nós tivemos a mesma ideia: Alugar um carro de parceria; Ouvindo a conversa, um Japonês também se interessou e logo já tinha meu primeiro plano... Malas previamente desovadas no hotel, o filho do dono nos ofereceu uma carona até o centro. No carro, joguei a letra sobre o carro... Duas quadras depois, chegamos em uma “boca de porco” onde havia alguns exemplares de carros destruídos; No meio, o nosso nos aguardava: Um Suzuki Vitara “zoado”, que ao menos andava; Combinamos um valor fechado, depois de uma choradeira, por CL$25.000 por dia ( a bicicleta é CL$10.000), então, para 04 dias, saiu CL$100.000 ( CL$33.000 cada um... mais barato que a bike!). Suzuki Vitara completamente avariado!!! hahaha Fui eleito o piloto, já que o austríaco era meio avoado e o japonês mandou a letra que era péssimo em direção com o volante na esquerda... hahahaha Caso não levem sorte de terem contato para o aluguel de carro, na rua principal de Hanga Roa (centro), existem varias companhias que alugam carro; As principais são a Insular e a Oceanic. Na Insular o aluguel estava por 35.000 a diária. Meu conselho é sim, alugar um carro! Neste esquema de dividir, sai bem mais barato e bem mais cômodo; Ainda mais por eu ser do tipo de viajante que não curte muito ouvir explicações de guias... prefiro as literaturas e os relatos de pessoas locais. INÍCIO DO PASSEIO Saímos direto para Orongo, um dos lugares que precisa de ingresso. O japa não havia comprado no aeroporto, então, no caminho paramos na central da CONAF e ele comprou. Em Orongo, caminhamos por alguns minutos visualizando a ilha da escolha do “Homem pássaro”... Esse nome tem origem em uma competição que consistia em alguns guerreiros saírem mar adentro até a ilha, pegar um ovo de Manutara (ave típica que aparecia 1 vez ao ano por lá), escalar a falésia e voltar à estaca Zero com o ovo intacto; O campeão teria o direito de governar a ilha no ano seguinte. Na ilha do “Homem Pássaro” é possível também visualizar cavernas utilizadas para as cerimonias com alguns petróglifos (desenhos em pedra) e a cratera do vulcão Orongo... fantástica! A ilha do Homem Pássaro! Na saída, marquei meu passaporte com o carimbo do parque. Cratera do Vulcão Orongo Por volta das 17:00hrs, demos uma volta pelo centro de Hanga Roa, e fomos direto a primeira atração: O pôr do sol em Tahai ( ao lado do cemitério, perto do centro, por volta das 19:15h). Como o Japa (Ikeda San) só iria ficar dois dias na ilha, resolvemos dar uma força e já organizamos o próximo dia. Cemitério - Belíssimo - Acordar 06:30 e sair do hotel em direção ao nascer do sol em Tongariki ( 15 moais); - Rano Raraku (a outra atração paga, que contempla a “fábrica de Moais” e a cratera do vulcão); - Praia de Anakena. Dia 02 Acordamos por volta das 06:00 e saímos do hotel as 06:30 com direção a Tongariki... Foi uma viagem de 25min, acompanhado sempre por Vans que levavam turistas para o nascer do Sol no mesmo lugar. Ao chegarmos, logo fui me preparando para a seção de fotos e vídeos do nascer do Sol; As 07:15h o Sol nasce atrás dos 15 moais na praia de Tongariki, mas infelizmente havia muitas nuvens na hora, o que dificultou um pouco as fotos. Mesmo assim, o lugar é impressionante! Tongariki e os 15 Moais Atrás do lugar onde as câmeras são posicionadas, há um grande campo onde cavalos selvagens se alimentam. Por volta das 08:00h, as pessoas começam a ir embora. Aconselho ficarem lá por mais alguns minutos, pois foi assim que tirei fotos excelentes, e detalhe, sem nenhuma pessoa! Saímos de lá e seguindo o cronograma, fomos à segunda atração paga da Ilha: A fábrica de Moais em Rano Raraku (o Parque abre as 10:00). Moais enterrados A fábrica de Moais Além de ser um vulcão com um lago em sua cratera repleto de Totora (espécie de bambu da água, também encontrada no lago Titicaca. Matéria prima para canoas e no Peru e Bolívia, para a construção das ilhas flotantes de urus). A famosa fábrica de Moais também faz parte do complexo; Era lá onde os Rapa Nui, no passado, esculpiam as estátuas e depois levavam para os diversos Ahus (locais onde ficam os Moais). É possível ver alguns Moais pela metade em meio a montanha e outros enterrados, apenas com a cabeça para fora (reza a lenda que estão enterrados para preservar sua estrutura contra a destruição pelo vento, chuva, humanos...). Anakena Praia de Anakena Anakena e seus Moais ao fundo Depois de caminhar e relaxar um pouco, era a vez de conhecer Anakena: Única parte onde é possível encontrar comida fora de Hanga Roa. A praia é bem mística, com uma areia parecida com a encontrada no Brasil, vendinhas de souvenir e alguns Moais bem perto da praia. Foi lá onde tive o primeiro contato com os Rapa Nui “das antigas”. Em uma das vendinhas, conheci um ancião da ilha e logo fui sentando para perguntar algumas coisas... De início, ele foi meio arredio, mas após algumas perguntas certeiras sobre os moais e uma interação com a sua esposa sobre assuntos relacionados a tatuagens Maoris, ele começou a expor um pouco de sua sabedoria sobre o lugar. Sem entrar em detalhes para preservar os conhecimentos adquiridos com o velho guru, basicamente me ensinou sobre o verdadeiro significado das partes dos moais e sobre de onde foram originados. Um fato que achei interessante foi ele mencionar que ele conversa com pedras, e que os moais localizados em Anakena são aqueles que demonstram as diferentes raças que habitam a Terra; Cada qual com seu chapéu típico da tribo. É possível notar chapéu originário da Rússia, Nórdicos, Árabes, Japoneses... O fato é que coincidem em detalhes. E para mim já basta. Também mencionou que estes ensinamentos foram adquiridos através de viajantes dos mares, e do céu... Foram quase 3 horas de conversa, que me ajudou a absorver a atmosfera da ilha. Vulcões O Poike é o vulcão mais isolado da ilha. Por ser pouco frequentado, é recomendado um guia... Como eu estava com um "nativo escalador austríaco", fui escalar na "canela". Contarei no próximo relato o perrengue da falta de água. Juveniiiiillllll Vulcão Poike O Rano Raraku é o mais famoso e mais perto de Hanga Roa. Passei lá no primeiro dia, na visita à fãbrica de Moais. É o mais bonito dos 3 no quesito beleza na cratera. Hahaha Cratera do Rano Raraku. O Terevaka é um dos pontos mais altos da ilha. Fica próximo do local de onde os Rapa Nui fabricavam o "chapéu moai", que citarei no próximo relato também. "Chapéu" dos Moais Nestes 2 primeiros dias, foi possível caminhar e conhecer as principais atrações, onde recomendo não deixar de ir. No próximo post, outros lugares interessantes e imperdíveis serão relatados. Agradeço a preferência Abraço Engenheiro Andarilho http://www.facebook.com/engenheiroandarilho http://www.engenheiroandarilho.blogspot.com.br http://www.instagram.com/photo_gui
  7. Olá Renata< respondendo as perguntas: A cratera é bem fácil. Saindo de San Pedro com direção ao calama ( onde tem a placa do censo com a qttde d d pessoas), ande por 2km que irá encontrar ao lado esquerdo o buraco. As vezes é meio complicado de achar, pois nao existe nehuma sinalização. Pergunte a um nativo antes de sair que ele certamente vai conhecer. As lagunas fazem parte od passeio sim.. Agora qual, nao sei te dizer, pois em todas as vezes que fui pra la estava de carro, e nao comprei passeio ... Não fui pra pedras roxas... inclusive, o que tem la? estou chegando em san pedro amanha e fico por mais 2 semanas.. se der um tempinho, quem sabe, posso ir visitar elas.. Valeu, Guilherme
  8. Gtait

    [[Template core/front/global/prefix is throwing an error. This theme may be out of date. Run the support tool in the AdminCP to restore the default theme.]] Deserto de Atacama

    Alguem sabe se existe ainda a companhia que realizava voos de ultra leve sobre o deserto do Atacama ( baseada no aeroporto de San Pedro). ??? não encontrei o site da fly atacama.cl no ar... Abraço
  9. Hehe. Já vi sim! inclusive temos o hobby de fotografia em comum! Depois me passa a localização ou se ja tiver o contato dele... não sei se é o caso de reservar um horario antes. Acabei de pegar um hotel pra mim com preço bom ( 4 diarias 215 dollar quarto individual). hotel atavai ( tem umas notas até que meia boca no booking e tripadvisor). O grande lance agora é tentar arrumar alguem pra rachar a caranga... O que é meio perto faço na canela mesmo; Do mais, voce recomenda tudo o que ta no seu post? acha que rolava ir em algum outro lugar? vou ver 1 dia a mais, por meu voo sair só as 23:00h do quinto dia... vamos conversando pra vc me dar um help! valeu parcero!!! * estou indo pro atacama semana que vem, e fico 20 dias ( a trabalho pela 5 vez, rsss) .. vou tentar ir entrando todo dia aqui! abraço checa ai: san-pedro-de-atacama-4-temporadas-fotos-de-lugares-para-visitar-t94264.html
  10. Boa! Na verdade são 4, quase 5 dias... Meu voo chega a tarde e saio por volta de 23 da noite. Você sabe se rola uns tatuadores por la?
  11. Gtait

    [[Template core/front/global/prefix is throwing an error. This theme may be out of date. Run the support tool in the AdminCP to restore the default theme.]] Deserto de Atacama

    Ae pessoal rumo ao Atacama, observei que muitas pessoas tem dúvidas sobre onde ir em San Pedro. Por isso, resolvi enviar algumas dicas com fotos para escolherem o melhor lugar e não desperdiçarem nenhum momento com lugares que não é do interesse.. Qualquer dúvida, estou a disposição para ajudar. Abraço san-pedro-de-atacama-4-temporadas-fotos-de-lugares-para-visitar-t94264.html
  12. [t1]San Pedro de Atacama[/t1] [t3]Viagem[/t3] Já passei algumas temporadas em San Pedro. Por motivo de trabalho vou frequentemente para lá e nos tempos fora-trabalho procuro conhecer melhor a sintonia da energia que paira sobre o oasis do deserto. De fato este ambiente nos proporciona algumas experiências únicas na vida. Sou grato por poder conhecer a maioria dos lugares ao entorno de San Pedro, e neste relato vou mostrar alguns por fotos e comentários. Peço que se voçê tiver alguma dúvida, não exite em enviar perguntas que farei o máximo para responder. È possível chegar via terrestre ou aérea. [t3]Aereo –[/t3] A TAM faz voos diários com destino a Santiago do Chile. Daí em diante, a opção está entre ir de ônibus ou de avião para San Pedro. A opção de ônibus é bem mais cansativa, haja vista que Santiago fica 1630km de distancia. Ou seja, uma aventura de no mínimo 30 horas. De avião, pela LANchile, existe a opção de ir até Antofagasta, ou até Calama.; No opção 01 é possível ficar um período e conhecer Antofagasta. ( o trecho antre ANT-SPA é feito de Onibus com duração de aprox.. 6h). Em Antofagasta existem alguns lugares interessantes. A Mano de Piedra e La Portada são os lugares mais visitados. Embora a Mão de Pedra fique um pouco distante ( o que não recomendo para quem não estiver de carro), La Portada fica há poucos minutos do aeroporto de Antofagasta. É um lugar tombado pelo patrimônio histórico do Chile, e sua beleza é [email protected]! Antofagasta é conhecida também por varias opção culinárias ( recomendo o restaurante na Costaneira – El Portillo) , por seu cassino ( Cassino Enjoy). Porém, a opção mais facil é pegar um voo para Calama. É possível obter o voo no mesmo bilhete pela TAM com code share da LAN até Calama. A cidade de Calama não tem muita coisa interessante. O único ponto que cito é uma atração bem diferente. A Maior mina de cobre a céu aberto do mundo fica por la. Chuquicamata. É possível agendar visitar em dias determinados ( O vôo é operado pela LAN e faz escala em Antofagasta desde Santiago). De lá, pode-se optar por alugar um carro no aeroporto ou tomar um onibus até SanPedro ( aprox. 100km). O trajeto é repleto de retas surpreendentes, cortando a II região do Chile. Chuquicamata (http://www.google.com) Rota entre Calama e San Pedro do Atacama. Vista da estrada entre as duas cidades. Como pode ser observado, o trajeto têm em sua maioria estradas em ótimas condições, com céu limpo e trafego tranquilo de veículos. Chegando em San Pedro, é possivel observar do lado direito uma parte do impressionante Valle de la Luna chileno. A noite é possivel observa-lo claramente no mirante da estrada. Quando em lua cheia fica mais bonito ainda!!! [t3]CLIMA[/t3] San Pedro de Atacama tem um clima desértico caracterizado por mudanças bruscas de temperatura ( de dia é relativamente quente no verão, e a noite muito fria), ventos fortes ( com probabilidade de tempestades de areia entre junho - outubro), grande radiação solar ( USE PROTETOR), chuvas escassas (média anual de 35 mm) e grande oscilação térmica entre o dia e a noite. A temperatura no verão (dezembro a fevereiro) é de 30 °C durante o dia e 16 °C à noite, com tormentas elétricas por causa do inverno boliviano. Durante o inverno (junho a agosto), a temperatura é de aproximadamente 22°C durante o dia e 4°C à noite. Na primavera (setembro a novembro), os ventos fortes podem passar de 100 km por hora. [t3]A CIDADE – San Pedro de Atacama[/t3] ENTRADA DA CIDADE. Na pacata cidade, tomada por ruas e casas de barro, o sentimento é de estar chegando em um oásis perdido no deserto. As ruas são estreitas, com muitos lugares para hospedagem. muito bem explicado pelo leocaetano deserto-do-atacama-guia-de-informacoes-t36585.html. Eu já fiquei hospedado 5 dias no hotel Altiplanico ,e varias vezes na Hostelaria San Pedro. Ambos são "bons", para as eventuais condições, porém os preços são um pouco “salgados”... Como sabemos, a vida no deserto não tem nada a ver com as outras cidades. [t3]Atrações e pontos turísticos[/t3] Calle Caracoles - Rua principal de San Pedro do Atacama: A principal rua de San Pedro é repleta de restaurantes, casas de turismo e um caixa eletrônico. A empanada é sempre a opção mais barata para uma refeição e pode ser encontrada em algumas “vendinhas” em meio as ruas da cidade.Pela noite, vale a pena confirir restaurantes tipicos desta região. ~dicas -- La casa de Piedra, Adobe e La estaca. Rua Caracolles e seus simpáticos moradores [t3]Igreja de San Pedro de Atacama[/t3] Esta igreja do século 17 tem muros de adobe e telhado de cardón (cacto). Fica no coração de San Pedro de Atacama, Entrada gratuita. Na antiga praça, sua igreja, que data de 1774, vai revelando os costumes dos seus habitantes: esqueleto de madeira de cacto, adobe e vigas de algaroba amarradas com couro. O Museo Arqueológico R. P. Gustavo Le Paige, está perto dali, onde impressionam as múmias e objetos cotidianos que revelam a riqueza da cultura local. [t3]Cratera de Meteorito[/t3] Depois de 4 vezes em San Pedro, descobri por acaso que existe um lugar impressionante que por lenda é um buraco de meteorito. Impressionante é o perfil “usinado” da cratera, com paredes lisas e bem profunda. Algo que te faz pensar sobre o quão pequeno somos perante o universo. A imagem é impressionante. Segue também a localização aproximada. ( é possível ir de bicicleta ou caminhando, por estar cerca de 4m da entrada de San Pedro.) [t3]Pucará de Quitór[/t3] Antiga fortaleza de pedra está localizada a 3 km da cidade de San Pedro de Atacama e foi proclamado monumento nacional em 1982. A imagem do vulcão é impressionante!!! [t3]Vulcão Licancabur[/t3] Com seu imponente perfil cônico, é possível observa-lo de qualquer lugar da cidade. localizado entre o Chile e a Bolívia a sudoeste da Laguna Verde, na Bolívia A ascensão ou escalada até o topo dos seus 5.916 metros de altitude pode ser realizada somente com acompanhamento de guias locais especializados em alta montanha, em média a duração da escalada é de 2 dias. Dica: É possível alugar bicicleta e descer pela ruta23 margeando o vulcão. A paisagem é simplesmente magnifica. A subida é bem cansativa ( no meu caso, realizei o trajeto de subida com caminhonete – carona – e fui deixado a 4800m de altitude.) São aproximadamente 40km de descida... Visual sem igual! [t3]Toconao[/t3] perfeito atrativo para quem desfrute das singularidades que oferece a zona. Entre as varias alternativas que oferece ao turista, a arquitetura é a mais importante onde destaca a igreja, a praça e o acampamento de San Lucas. Localizado 26 quilômetros ao noroeste de Talabre, a 38 quilômetros ao sul de San Pedro de Atacama e a 356 quilômetros ao este de Antofagasta. [t3]Laguna Chacha e Laguna Cejar[/t3] A Laguna de Chaxa é uma incrível formação de salina na superfície, na qual é possível encontrar uma importante população de flamingos rosados, protegidos pela Corporación Nacional Forestal (CONAF). Localizada 7 quilômetros ao sudoeste de Toconao, a 45 kilômetros ao sul de San Pedro de Atacama e a 361 quilômetros ao este de Antofagasta Apenas 25km de San Pedro de Atacama está a Laguna Cejar, uma lagoa linda de cor esmeralda. A Laguna é tão salgada que ninguém consegue morrer afogado por lá, mas para entrar na água tem que ter coragem, muita coragem! A água é geladíssima e poucos se arriscam na aventura [t3]Salar do Atacama – Possibilidade única de fotografar Flamingos e outros animais[/t3] [t3]Laguna Mininques e Miscanti[/t3] Depois de obter fotografias das distintas aves que se apresentam nesta reserva, é possível visitar as lagoas mais importantes da zona, localizadas sobre os 4.050 metros de altura, Miñique e Miscanti, as quais têm um maravilhoso entorno e águas azuladas. Em Miñique, destaca em seu entorno o coirón, pequena planta típica da zona, com a qual se realizam artesanatos e telhados para as casas. Miscanti é o lugar de nidificação da tagua, pequena ave de cor pardo-preto. Ambas as lagoas nascem dos degelos dos vulcões d mesmo nome, quer dizer, Miñique e Miscanti. Como em todos os passeios no Deserto de Atacama, o passeio para as Lagunas Miñiques e Laguna Miscanti parte de San Pedro. É possível ir apenas via carro/van. MOEDA: Peso Chileno VALOR: $ 28.000 (R$ 140,00) O passeio para as Lagunas Miñiques e Laguna Miscanti se faz geralmente junto ao Salar de Atacama e o valor é casado. CÂMBIO: $ 1000 Peso Chileno = +/- R$ 5,00 [t3]Igreja Pueblo de Socaire[/t3] Socaire é um povoado localizado a 3500 metros de altitude, 25 km de Camar, 86 km de San Pedro de Atacama e a 402 kilómetros al este de Antofagasta. É o ultimo povoado chileno antes da fronteira com a Argentina, através do Paso sico. A Igreja é o principal patrimônioo deste povoado, com sua cruz entre “trancos e barrancos”. É o principal mirante do Salar como um todo, e também sobrevive do artesenato típico da região. Têm aproximadamente 400 habitantes. [t3]Geiser del Tatio[/t3] El Tatio, área geotérmica que atrai muitos turistas, apesar de estar a 4.200 metros de altitude. Geralmente as excursões saem entre as 6:00 e as 7:00 da manhã. Por isso, a regra é sair de San Pedro de Atacama perto das 5:00, seja em um tour, o por sua conta. Pode ser realizado por lá um banho termal, apesar das temperaturas geralmente abaixo de 5ºC fora da água. A terra demora em chegar aos 16°C aproximados, depois das temperaturas abaixo de zero que há durante a noite. Na volta, pode passar pelas termas de Puritama, rodeadas de vegetação e com passarelas de madeira que unem os diferentes poços [t3]Vale da Morte e Vale da Lua[/t3] Lugares perto de San pedro e que contemplam um dos mais maravilhosos cenários do deserto. É possível chegar de bicicleta, Para percorrê-lo junto com o Vale da Morte e a Cordilheira do Sal, existem agências que organizam tours de 5 horas aproximadamente. Alguns incluem trekking ou sandboard nas dunas. Os lugares mais visitados são o miradouro da Cordilheira do Sal, o barranco de Ckari, Las Tres Marías, raras esculturas de sal, e a duna maior no Vale da Lua, que enche-se de visitantes esperando o pôr do sol.
  13. Mecasp , marquei de ir dia 28 de abril nao vamos se encontrar, mas enquanto estiver por la, mande noticias e algumas dicas ! valeu
  14. Dae Vinicius.. Pretendo ir em abril pra ilha.. .O que tu recomenda de quantidade de dias pra ficar por la? keep in touch, valeu
×
×
  • Criar Novo...