Ir para conteúdo

francoandrade

Membros
  • Total de itens

    11
  • Registro em

  • Última visita

Conquistas de francoandrade

Novo Membro

Novo Membro (1/14)

0

Reputação

  1. Cara, não vou saber te responder essas coisas. Mas fico curioso, o que você deixou de levar quando te barraram em 2004, como foi? Abraços
  2. Olá pessoal, gostaria de deixar meu relato sobre imigração em Londres (Heathrow). Acho que o meu caso foi um dos mais complicados que eu vi por aqui para entrar na Inglaterra, a maioria do pessoal vai para ficar 1, 2, 3 semanas, no máximo 1 mês... eu fui para ficar 3 meses, como turista. Eu iria tirar o visto de turista no Brasil porém acabei desistindo depois de ficar sabendo que iria ser uma grande burocracia e muito caro (eu teria que pagar cerca de R$2.000 só com traduções de documentos, mais taxas consulares, taxa da agência, passagem para ir e voltar ao consulado em São Paulo sendo que moro em Floripa...) Resolvi arriscar mesmo, fui sem visto porém bem preparado. - Comprovante de passagem de ida e volta, passagens de ida e volta para Holanda (visitar um amigo que morava lá). Comprovante que trabalho, comprovante que tranquei a faculdade, seguro viagem. - Meus contra-cheques, meu imposto de renda, imposto de renda do meu pai, extratos bancários meus e do meu pai. - Carta convite do meu amigo italiano que mora em Londres, carta convite de um amigo brasileiro que estava morando na Holanda. - Cheguei a me matricular em um curso de 1 semana na minha área para "ajudar" na entrada. - Uma boa quantidade de dinheiro em espécie, cartoes VTM em Libra e Euro. obs: comprovante de trabalho/faculdade eu mandei fazer tradução juramentada. Enfim galera, me preparei pra caramba e me preocupei muito pois estava com medo de ser deportado. No avião estava do meu lado uma menina de SP que vinha com um grupo de igreja estudar por 1 mês e outra brasileira que já morava em Londres pois tinha cidadania italiana. Chegando próximo de Londres conversando, a ítalo-brasileira me perguntou se estava vindo com visto e falei que não, ela para me "ajudar" disse: "ih, vai então na frente do grupo de estudantes na fila de imigração, porque é capaz de eles te barrarem porque já vão deixar entrar todos eles". Bom, eu sei que o que ela falou é meio absurdo e não levei a sério, não sei se ela queria me ajudar ou me deixar mais inseguro! Heathrow é um aeroporto enorme e até chegar a imigração é uma caminhadinha, durante a caminhada uma senhora estava nervosa sobre a imigração e começou a falar que estava vindo para Londres para ver o neto dela que nasceu, me fez umas perguntas sobre quais documentos tinha que mostrar para eles na hora... eu pensei "caramba ela vai ser barrada". Engano meu, ela passou sossegado e quem teve problemas foi eu! Minha vez chegou para a entrevista, eu podia escolher entre um senhorzinho de óculos ou um cara que aparentava ter uns 35 anos. Fui nele. De cara perguntou se eu falava inglês, falei que sim mas estava sem praticar e me virava. Perguntou o que eu estava fazendo em Londres, falei que vim para melhorar meu inglês, conhecer a cultura, estudar e visitar um amigo. Pediu para ver minha passagem de volta, mostrei. Perguntou onde ia estudar, falei o nome da universidade, ele pediu a carta e entreguei. Olhou... e falou "como assim, você vai estudar só 5 dias!", nessa hora falei para ele "sim, é um curso específico na área em que trabalho, é um curso de verão", então ele não falou nada e me devolveu a carta. Perguntou onde iria ficar (na casa de um amigo italiano que conheci no Brasil, apresentei a carta), perguntou o que faço no Brasil, falei minha profissão e pediu a declaração de trabalho. Aqui que o bicho pegou! Entreguei a traduzida... ele leu... leu... e então viu que a data de retorno para o Brasil estava ERRADA! Eu havia falado para ele que ficaria 3 meses, porém na carta constava que eu retornaria dentro de 1 mês para o Brasil. Pensei “nossa erraram a data na tradução!”, peguei a carta original da minha empresa, mostrei para ele e o que aconteceu? A data da carta original também estava errada.... eu queria me matar na hora, como eu não havia percebido isso? A funcionária do RH escreveu a data errada na carta, pois a que eu elaborei para eles estava correta, claro que é erro meu também de não ter revisado todos os documentos detalhadamente antes de viajar. Eu comecei a passar mal, me sentei no chão e suei frio, quase apaguei.... falei que era um erro de digitação e que meu “boss” estava ciente da data correta. Eles foram super atenciosos, chegou uma oficial perguntando se eu queria um médico, falei que não precisava e pedi apenas um copo de água. O oficial mandou eu sentar em umas cadeiras um pouco afastadas das cabines e me deram um papel onde constava que iriam me fazer mais perguntas. Deu uns 30 minutos, ele voltou com um tradutor brasileiro e se sentaram ao meu lado. O oficial começou a fazer várias perguntas, perguntou duas vezes seguidas quem era “Julia”, esposa de meu amigo (eles fazem isso pra ver se está mentindo), perguntou de onde conhecia meu amigo da Holanda, começou a fazer umas perguntas complicadas do tipo: “Se você vai visitar seu amigo na Holanda, por que está com uma passagem aérea para Alemãnha?”, tive que explicar para ele que o aeroporto mais próximo da cidade do meu amigo ficava na Alemãnha e de lá pegaria um ônibus para a cidade do meu amigo... perguntou quanto de dinheiro eu tinha, falei o valor e ele abriu minha carteira para checar se correspondia com o valor que mencionei. Falei para ele que podia ligar para meu trabalho e perguntar para meu chefe sobre a data de retorno. Ele novamente se foi, ficou fora por 1 hora, todo esse tempo foi uma tortura para mim, já estava imaginando eu voltando para o Brasil, tendo que explicar a todos que fui deportado por um simples descuido. O oficial voltou e falou que conseguiu falar com meu chefe e que ele confirmou a data certa, me levou para a cabine e falou “Se eu não tivesse conseguido falar com seu chefe agora, eu teria sido obrigado a te deportar, você veio muito preparado, esses documentos lhe trouxeram problemas.” Ele carimbou meu passaporte, eu nem estava acreditando. Aproveitei e perguntei para ele se havia necessidade de traduzir as cartas, ele me disse que não, pois eles tem tradutores. Fui pegar minha mala depois de umas 3 horas desse sofrimento, minha mala estava lá sozinha ao lado da esteira com a fitinha do Brasil que havia colocado, encontrei com meu amigo que estava ainda me esperando, estava preocupado. Fiquei 3 meses em Londres, visitei a Escócia, Holanda e Itália. Para entrar na Holanda e Itália, sem problemas algum, não me pediram/perguntaram nada, pegaram meu passaporte, olharam rapidamente e carimbaram. Voltei desses países pelo aeroporto de Stansted em Londres, onde eles fazem essas perguntas novamente “Vai ficar quanto tempo, quanto você ganha no Brasil, quanto de dinheiro tem, onde vai ficar...”, mas foi sossegado nessas vezes. O que eu recomendo para quem for passar no máximo 1 mês, é ir tranquilo e não se preocupar com TANTAS coisas, leve apenas o que é necessário (carta do amigo/reservas, passagem de volta, carta do trabalho/faculdade, dinheiro). Quem for querer passar mais tempo que isso, recomendo ir para estudar mesmo saindo mais caro, ou então planejar para ficar uma, duas semanas e depois remarcar a data do vôo de volta, respeitando claro o tempo máximo de permanência de 6 meses para turistas, porque se ficar mais que isso daí você terá problemas. Minha intenção nesse relato não foi botar medo em ninguém mas sim esclarecer por meio de um a vivência real que tive com a imigração em Londres. Quem vai ficar bastente tempo, está com medo e dinheiro não é problema, tire o visto no Brasil antes de viajar. Abraços pessoal!
  3. Muito obrigado pelas informaçoes. Sim, é uma dor de cabeça ser brasileiro nessas horas. Eu to pensando em desistir de ir pra lá e ir para algum outro país da Europa mesmo por conta dessa burocracia. O problema é que eu to voltando para o Brasil dia 7 de outubro, não planejei esta viagem com antecendencia porque o passaporte do meu amigo italiano tinha vencido e ele só ficou pronto ontem, portanto não era certo se iriamos viajar. Obrigado pela atenção pessoal!
  4. Olá pessoal. No momento estou em Londres e surgiu uma oportunidade de ir para Dubai. Estou aqui na casa de um amigo italiano que tem um amigo que mora em Dubai, este amigo nos conviou para ir para lá passar três dias. Fomos na Emirates Airlines aqui de Londres para saber como funciona para entrar no país. O atendente nos informou que ele, italiano, pode ir sem problemas. Já eu, brasileiro e estando aqui em Londres como turista (e não estudante) não conseguiria tirar este visto em Londres, e eu teria que voltar ao Brasil para São Paulo para solicitar isto. Se eu estivesse aqui como estudante, a compania area poderia fazer. Ele falou também que não iria adiantar ir no consulado dos UAE aqui em Londres pois eles iriam mandar a gente de volta para falar com a compania aérea (?!). Achei estranho, pois antes de ir ver isso na Emirates Airlines eu tinha já lido alguns tópicos onde dizia que eu poderia ir para lá e conseguir visto através da própria compania aerea. Alguém pode me dar uma luz de como eu poderia ir para lá? Seria necessário toda essa burocracia de fazer reserva em hotel (eu não iria usar o hotel pois iria ficar na casa deste amigo)? Obrigado!
  5. Grã-Bretanha limitará entrada de imigrantes a partir de julho: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2010/06/100626_grabretanha_imigracao_pu.shtml E aí, será que minha viagem vai pro saco? =\
  6. Valeu aí pessoal! Eu fico um pouco preocupado é porque a maioria das pessoas que vejo aqui vão pra Londres é pra ficar no máximo 1 mês +/-, e eu estou indo como turista e para ficar 3 meses... Agora é só esperar julho chegar Abraços!!
  7. jaquehespanha e luuh, muito obrigado pelas dicas! O negócio é que eu vou com 1.000£ com dinheiro vivo mesmo e + 1.000£ no VTM, totalizando 2.000 libras. Bom, vou então tirar 1.500£ pra mostrar em espécie + saldo de 1.000£ no VTM. Isso é pouco ainda? Se sim, com quanto vocês iriam pra não passar risco? Ah, vale lembrar também que fiz inscrição e já paguei por um curso de 1 semana na minha área, em uma faculdade que é autorizada pelo governo. Eles irão enviar uma carta constanto que sou um student visitor. Obrigado!
  8. Alguem pode me dar uma ajuda com minhas perguntas? Valeus!
  9. Olá pessoal! Li muitas dicas de vocês e gostaria de agradecer desde já! Será minha primeira viagem, tenho 22 anos e estou indo como turista para Londres em julho ficar na casa de um amigo argentino que está em situação legal lá, casado com uma italiana. Pretendo ficar 3 meses (93 dias). Desisti de tentar tirar o visto aqui, pois iria sair extremamente caro (só de tradução juramentada ia dar por volta de 2.000 reais!!) Estou levando: - 1.000£ em espécie + 1.000£ no VTM + 500€ no VTM - Passagem aérea de volta - Carta convite de meu amigo - Carta de licença do trabalho (com tradução juramentada) - Documento que estou na faculdade (irei fazer tradução juramentada) - Seguro viagem 30.000£ Minhas perguntas são: - Esta quantia de dinheiro está boa para apresentar ao oficial de imigração, ficando 3 meses? (tenho também 2 cartões de creditos internacionais, mas como compravar limites?) - Passagem aérea para eu mostrar ao oficial, é só imprimir o e-mail que recebi da companhia aérea? Precisa traduzir algo? - Como irei trancar a faculdade, qual documento devo apresentar à eles? Atestado de frequência? Cancelamento de matrícula? - Tenho um amigo que é brasileiro e está fazendo estágio na Holanda e me convidou para passar 1 semana lá. Há necessidade de comprar a passagem já (ajuda na imigração?) Ele precisa fazer uma carta também? - Há necessidade de meu pai fazer alguma carta que irá me ajudar caso eu precise de ajuda? Desculpe se foram muitas perguntas! Obrigado pessoal.
×
×
  • Criar Novo...