Ir para conteúdo

Júnia Pimenta

Membros de Honra
  • Total de itens

    601
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Júnia Pimenta postou

  1. Huahua...sim, os argentinos tomam banho naquele mar gelaaaado de PM sob um vento cortante ( vai entender!). A temperatura varia MUITO durante o dia. Amanhace bem frio ( mas nada que um moleton não resolva) e vai esquentando MUITO ao longo do dia, algo em torno de 30º ou mais. Ao entardecer a temperatura cai e fica como de manhã bem cedinho. MUITO vento!!!! []s.JP
  2. Bem...não acredito que vc tenha problemas por ser negro, e sim (caso venha a sofrer algum preconceito),por ser brasileiro. Não é uma coisa explicita, mas no fundo eles não gostam muito de nós.Nesse momento da econonomia Argentina eles precisam do nosso $$ e nos tratam bem, então, aproveite com sua familia sem medo. [].JP
  3. Em BsAs,nas lojas da Montagne. Vá até o ultimo piso pois lá ficam as peças do outlet...beeeemmm mais baratas que no 1º piso. Calle Florida nº 719 ( onde tem o outlet) Calle Esmeralda nº 349 []s.JP
  4. Oi Leo... Se vc fizer uma lista com os locais que deseja conhecer seria bacana pra que a gente possa te ajudar melhor. Balneário Camboriú é relativamente pequena ( tem 7 km de orla), então, qquer lugar é bem localizado. Se vc estiver a pé ( e andar de carro em BC é , além de desnecessário, um verdadeiro inferno!), eu recomendaria ficar o mais perto possivel da barra sul, onde tem a maior quantidade de barzinhos/restaurantes e de onde parte o teleférico. []s.JP
  5. Oi Carioca...blza? Seguinte..no meio de tanta briga não sei se te responderam. O Aeroparque é o aeroporto de vôos domesticos da Argentina, mas em alguns casos bem especificos recebe vôos vindo do Brasil. O Ezeiza é o aeroporto Internacional que recebe a quase totalidade dos vôos internacionais. O Ezeiza fica fora dos limites de Buenos Aires ( fica na área metropolitana) e o Aeroparque fica a cerca de 20 min do centro ( se não ,menos!). Uma corrida de taxi dentro de Baires não deve sair mais que 25 pesos ( estive pela 5ºvez na cidade em setembro desse ano e como estava acompanhada da minha mãe que tem 60 anos, usei MUITO taxi). []s.JP
  6. Oi Sérgio, como vai? Nunca mais voltei a San Martin no inverno, gostaria de ter ido este ano, mas com aquele lance das cinzas do vulcão era melhor não arriscar, até pq não posso tirar muitos dias de férias e o $$ não tá sobrando. Pretendo passar novamente o natal e o ano novo por aquelas bandas, mas o enfoque dessa proxima viagem será diferente, pois meu marido adora ( AMA) pescar e eu , esperta que sou, rrsss, vou emendar patagônia ( novamente!!!!) com pesca de truta. O roteiro não está pronto ( longe disso, na verdade), mas pretendo sair pela região de Posadas e ir descendo até San Martin e Junin de los Andes, mas tudo muito na fase de planejamento ainda. Vou acompanhado dados da sua viagem ( como sempre, muito bem organizada!) por aqui. Esperamos as novidades. Novamente, um abração! JP
  7. Tá aqui : argentina-de-carro-roteiros-perguntas-e-respostas-t8325-75.html?hilit=documentos#p285065 Abração e boa viagem!!!
  8. Falar sobre dinheiro é muito relativo, mas lá vai! BsAs é uma cidade pra todos os bolsos. O custo não é mais tão barato qto antigamente, mas ainda assim sai mais barato que nas principais cidades brasileiras. As corridas de táxi ainda são MUITO baratas se comparadas com o Brasil. Uma corrida de 15 km não sai por mais de 20/22 pesos. A alimentação varia MUITO de acordo com a sua escolha, vc pode comer em um bom buffet tradicional em Puerto Madeiro por 45 pesos por pessoa( R$ 20,00), com sobremesa inclusa no 'Brasas Argentinas" ou pagar perto de 100 pesos ( R$ 46,00) por um entrecote no "Bahia Madero". Um BurguerKing sai por 22 pesos ( R$ 10,00) e ainda há as excelentes empanadas por toda a cidade custando em média 5 pesos ( R$ 2,30). LAzer: Tirando os tradicionais shows de tango onde o preço varia de acordo com o que está incluso ( jantar, transfer e coisas do tipo), a maioria das atrações em BsAs não são pagas. A visita guiada ao Teatro Colon custa 60 pesos e vale cada centavo. 8 pesos é o preço da entrada no JArdim Japonês. A visita ao estadio do Boca tbem é paga , mas não me lembro se custa 35 pesos ou 35 dólares ( fico devendo). Estadia: Muito relativo! de 80 pesos a U$ 500,00..rss
  9. A Recoleta,Palermo e Puerto Madero são os bairros mais tranquilos de BsAs devido ao grande numero de seguranças contratados pelos moradores locais. Recoleta tem uma vida noturna agitada e é bem tranquilo. O unico local que até os portenhos evitam é La Boca. []s.JP
  10. Pelo que fui informada na época, Punta Tombo é a maior colônia de Pinguins de Magalhães do mundo, e quando entrei no parque , o guarda parque me disse que a população de pinguins ali era estimada em mais de 500.000 ( meio milhão de pinguins é MUUUIITAAA coisa).( p.s: não fui a Isla Magdalena) punta-tombo-e-trelew-perguntas-e-respostas-t31939.html?hilit=punta tombo
  11. Bom, todas as estradas principais (no caso de Austria e Suiça: com selo/pedágio) são perfeitas. Não todas as estradas. Defeito na pista/sinalização realmente não tem, mas algumas ali estão muito longe de serem perfeitas no meu conceito. Chegando em Füssen e depois indo de lá a Garmisch-Partenkirchen (pela Austria) andei em algumas de pistas simples, bem estreitas, sem acostamento e com limite de velocidade baixo. Risos.... Olha...eu trafego na BR 101 e na BR 470 praticamente todos os dias....então até pista simples que passa no meio das propriedades rurais na Austria são perfeitas pra mim! Brincadeiras a parte...mesmo os trajetos fora das autopistas são impecáveis. Não ouso reclamar!
  12. Tranquilíssimo! O trajeto entre Innsbruck e Luzern é todo em região plana, vc atravessa túneis gigantescos ( de mais de 10 km!)e TODAS as estradas dessa região da Europa são perfeitas. Não sei qual é sua programação, mas se der para durante este trajeto vc parar nas cidades que margeiam o Lago Bodensee , vale a pena! JP
  13. Oi Evandro, blza? Um lugar bem bacana no litoral do Uruguai é Cabo Polônio ( cabo-polonio-perguntas-e-respostas-t36319.html), mas é legal pra quem curte um lugar bem deserto, zero conforto, zero badalação e muita beleza natural, além das centenas de leões marinhos a disposição na beira dos rochedos. Punta é como Balneário Camboriú um pouco mais afetada. Não acredito que tenha muita vida no inverno, mas vale o passeio. Nos arredores há belíssimas estâncias, bons bares, bons restaurantes, um por do sol espetacular visto da Casa Pueblo ( que na verdade fica em Punta Ballena, extremamente próximo a punta del'este). No mais, gente muito chique e muito bonita ( estilo Warung da praia Brava, rss). ah..e não vale 3 dias no inverno. []s.JP
  14. Glauber...matou a pau! Muito show essa viagem de vcs. Adorei a ideia do aluguel do motohome...não achei que pudesse ser tão fácil. Agora, sobre a estreia do seu caneco na october de Blumenau, tá combinado...e vcs ficam aqui em casa. Já tá agendado. Abs.Júnia ( e Charles)
  15. Olá! Eu fui em setembro de 2010 ( Alemanha, Áustria, Suíça ( de carro) e França ( de trem, somente a PAris)). Não fiz reserva alguma e encontrava hospedagem com bastante facilidade ( com exceção de Innsbruck na Àustria, que penei uma hora pra conseguir alguma coisa, mas a culpa foi minha pois chegamos na cidade depois das 18:00 hs, o que não recomendo em local algum. A média de preços ( quarto privado com banheiro no quarto para 2 pessoas) era de 100 euros ( mesmo os IBIS da vida). Alguns um pouco menos, outros um pouco mais. Se puder ajudar, escreva aqui, Abraço.JP
  16. Saindo de Augusburg em direção a Munique, há um local que apesar de não pertencer a rota romantica vale a parada pela importância histórica. Dachau. Este foi o primeiro campo de concentração nazista e mantém varias estruturas originais intactas para visitação. Merece algumas horas. Há audio guias em várias linguas onde vc pode acompanhar passo a passo a história local. Há um belo acervo de fotografias e documentos. Além do campo de concentração (que fecha as segundas feiras), a cidade de Dachau vale a visita por ser uma cidade bem pacata e belíssima. Entrada do campo de concentração de Dachau by Júnia Pimenta
  17. Continuando.... Nordlingen é tbem uma cidade medieval fortificada muito parecida com as anteriores, então vale mesmo uma visita rápida de poucas horas e só se tiver tempo sobrando. A catedral em estilo gótico é belissima, mas nunhuma novidade no meio de tantas catedrais do mesmo estilo. Augusburg tbem não me chamou muita atenção...mas vale nem que for uma parada rápida. A prefeitura antiga e a nova prefeitura são dois prédios que merecem a visita ( Neues Rathaus e Rathaus). Me hospedei aqui pois já era fim de tarde e haviamos caminhado bastante. A cidade é tranquila e há ótimas opções de pubs e pequenos restaurantes, perfeito pra caminhadas noturnas e uma janta leve. ( depois coloco o nome do hotel e endereço). Marienplatz Augusburg by Júnia Pimenta
  18. Fernando...continuando.... Saimos de Rothemburg no final da tarde e seguimos em direção a Dinkelsbühl sem maiores pretenções. A cidadezinha é muito parecida com Rothemburg porém bem menor. Mas aí aconteceu algo que eu realmente não esperava. Já explico: Estavamos andando pelas ruas e procurando mais um lugar pra beber um bom chopp qdo encontrei um cara vestido com roupa medieval. Mais adiante, encontramos uma familia inteira vestida assim...e isso foi acontecendo a cada esquina. Não resistimos e perguntamos o pq daquilo e então descobrimos que no dia seguinte aconteceria uma festa tradicional de costumes medievais. Procurei um hotelzinho por ali mesmo e ficamos pra participar dessa festa e assistir aos desfiles. Foi SENSACIONAL!!!!!!! Nos hospedamos no Palmengarten Hotel (Untere Schmiedgasse 14, Dinkelsbühl ). Aqui, nessa pequena pousada, presenciei todo o respeito e confiança que os alemães tem pelas coisas alheias. A dona da pousada nos entregou a chave da frente do hotel ,nos indicou nosso quarto, onde deveriamos deixar o carro e disse para ficarmos a vontade. Não fizemos ficha de check in nem nada, e qdo me ofereci para pagar antecipadamente, ela disse que não, que acertariamos o pagamento no dia seguinte antes de irmos embora e que agora ela estava atrasada para curtir a festa. Nos avisou onde havia agua quente e chá e foi embora ( eu realmente não estou acostumada a isso!). A arquitetura da cidade é impecável, tbem é uma cidade fortificada e MUITO bem conservada. Vale MUITO a pena a visita. Desfile Medieval em Dinkelsbühl by Júnia Pimenta Desfile Medieval em Dinkelsbühl by Júnia Pimenta Desfile Medieval em Dinkelsbühl by Júnia Pimenta Palmengarten Hotel (Untere Schmiedgasse 14, Dinkelsbühl ) by Júnia Pimenta
  19. Glauber...eu não posso ver um museu....devo ter entrado em uns 15 nessa viagem ( ou até mais...depois vou contar..). Esse museu natalino deve realmente fazer mais sentido pra quem é de origem alemã ou , como no meu caso, vive com alguém de origem alemã. Os enfeites que estão nesse museu são os mesmos que encontravamos anos atrás na casa de qquer oma ( oma= avó) aqui em SC. Eu chorei horrores qdo ouvi a música Tannenbaunn, me lembrou muito os Natais antes do meu pai e avós falecerem. Aqui rola toda uma tradição em torno dessa data. Na Alemanha, Rothemburg é muito famosa por suas decorações natalinas. ( coisas de mulher, né? rss)
  20. Oi, algumas coisas só vou te responder amanhã, pois estou no trabalho e não tenho as anotações aqui, mas vou adiantando alguma coisa. Eu saí do Brasil apenas com o carro alugado e um eurailpass comprado ( pois eu fui a Paris depois da viagem a Alemanha e não pretendia ir de carro). Não tenho o hábito de fazer reservas pois nunca sei o que vai acontecer no caminho, e sinceramente, prefiro assim. Em Frankfurt me hospedei no IBIS Frankfurt Centrum (Speicherstraße 4, Frankfurt am Main - 069 27303-0), No dia seguinte, busquei meu carro na locadora ( aliás, um excelente carro, CEED, da KIA e carreguei o GPS em Português de Portugal pra facilitar a minha vida). Segui a rota de acordo com as cidades que mencionei anteriormente. Chegamos em Würzburg bem cedinho e até o fim da tarde já haviamos visitados os principais pontos de interesse. A cidade é um charme e vale muito a pena. Como ainda era verão demorava bastante para escurecer, por isso ficavamos dirigindo até as 20:00 em média. Seguimos nesse mesmo fim de tarde para Rothemburg, na minha opinião, o lugar mais encantador da Alemanha. Logo na entrada da cidade há um pequeno portal com um demonstrativo de todos os hoteis da localidade, com preços e tipos de acomodações. Nesse mesmo portal ,há um telefone disponível com linha direta com os hoteis onde vc pode conferir a disponibilidade e fazer a sua reserva, caso queria. Ficamos hospedados aqui:Hotel und Gasthof zur Sonne Hafengasse 11, 91541 Rothenburg ob der Tauber . Recomendo! Ficamos em Rotthemburg durante nossa noite de chegada e o outro dia inteiro. Mais que isso é desnecessário , afinal, RDT é minuscula. Não deixe de conheçer o Museu Criminal, com objetos de tortura medieval. Meio trágico ,confesso, mas interessante. Todas as noites há um passeio na cidade com um guia vestido com roupas medievais e que conta todas as lendas e historias da cidade fortificada. Há tbem um museu de artigos natalinos que é um espetáculo. Depois continuo...rs []s.JP Würzburg by Júnia Pimenta Rothemburg by Júnia Pimenta
  21. Eu indicaria o aluguel de um carro....bem mais barato ( média de U$ 500,00 pra 15 dias) do que trem. Meu roteiro neste trecho da alemanha foi : Frankfurt,Würzburg, Rothemburg, Dinkelsbühl, Nordlingen, Augusburg, Munchen, Füssen....depois atravessei pra Àustria , fui pra Suíça, e voltei pra Alemanha pela floresta Negra ( ToodMoods e região)....segui pra Stuttgard e devolvi o carro em Frankfurt. []s.JP
  22. Olha...a vantagem de qquer hotel da Accor é que vc já sabe o que vai encontrar ( os quartos são padrões no mundo todo, com pouquíssimas variações), aí é só escolher a localização e boa. O Trânsito de PAris é um caos, mas funciona. Tanto de metrô ou de onibus nada é impossivel de se alcançar com apenas 2 linhas distintas, então, pra mim, não tem erro. Qquer arrondissement serve. Além disso...tudo passa a ser gosto pessoal. []s.JPimenta
  23. Acabei dando uma pesquisada na net e é isso mesmo...560 metros...não sei te dizer o pq de ter achado que era mais perto.Já as linhas de onibus 60 e 95 são praticamente na porta...algo em torno de 50 metros se muito. http://www.vamosparaparis.com/mapa_bus.gif http://maps.google.com.br/maps?um=1&hl=pt-br&biw=1004&bih=567&q=%20METRO%20PARIS&ie=UTF-8&sa=N&tab=il
  24. Como o Makiley falou, é uma região de imigrantes ( principalmente de africanos e colonias afins), mas em todas as vezes que precisei de ajuda foi a eles a quem recorri e fui MUITO bem tratada e respeitada.Excursões escolares de jovens europeus tbem ficam hospedados nessa região, visto que só nessa rua são mais de 1400 quartos disponíveis só da reder Accor( ETAP + Formule1). Sobre o metrô...não sei precisar a distÂncia pois por lá eu só ando de onibus ( gosto pessoal), mas me lembro de uma linha bem próxima, ao lado de um prédio estacionamento gigante, na propria Rue Dctor Babinski. Acho Paris relativamente pequena e muito fácil de se locomover....por isso não me incomodo se estou no 18 ou 12 arrd. Sobre a minha escolha sobre esse ETAP em especial é devido a eu nunca fazer reservas pois nunca sei qdo vou chegar, e esse hotel tem mais de 1000 aptos, o que me permite reservar com apenas 1 dia de antecedência. Além do preço, lógico, já que a média de preços na rede Accor da Europa ficam em torno de 100 euros.
×
×
  • Criar Novo...