Ir para conteúdo

peaga1502427177

Membros
  • Total de itens

    17
  • Registro em

  • Última visita

Reputação

0 Neutra

Sobre peaga1502427177

  • Data de Nascimento 05-12-1984

Bio

  • Ocupação
    Radialista/editor
  1. Não sou nenhum especialista em aduana, mas tenho quase certeza de que você não terá problemas, desde que os produtos sejam transportados nas embalagens originais e fechados. Fóruns quebram um galho, mas quando o assunto são leis, regulações e normas, o melhor mesmo é ir à fonte da informação. Aqui tem um artigo de maio do ano passado publicado no site do governo brasileiro sobre a liberação pelo Ministério da Agricultura da entrada no Brasil de queijos, doce de leite e outros produtos de origem animal: http://www.brasil.gov.br/economia-e-emprego/2016/05/turistas-agora-podem-entrar-no-brasil-com-produtos-de-origem-animal
  2. Olá, pessoal. Sou brasileiro e moro em Buenos Aires. Em março vou para Miami e Londres partindo e retornando de Foz do Iguaçu. Por quê? Por uma promoção que houve aqui na Argentina da American Airlines. Como não conheço ainda as Cataratas, vou aproveitar para ficar alguns dias na região. Detalhe: como moro na Argentina, vou voar de Buenos Aires a Iguazu e cruzar a fronteira para Foz de táxi ou ônibus. Na ida, vou ficar uma noite em Foz do Iguaçu e conhecer as Cataratas do lado brasileiro. Na volta de Miami e Londres, terei mais três noites na região e estou querendo me hospedar em Puerto Iguazu pelos motivos que já apontaram aqui. Quem conhece saberia me dizer se faz sentido? Têm alguma sugestão de hostel em Puerto? Obrigado!
  3. Olá, Estive na Ilha de Páscoa recentemente. Cheguei na noite do dia 14 e fui embora na noite do dia 22. Inicialmente, lendo os relatos aqui, pensei que seria muito tempo lá; não foi e você já vai saber porquê. A precipitação na ilha é alta o ano todo, mas na minha estadia peguei 4 dias de chuvas quase intermináveis, os primeiros 4 dias. No primeiro dia, a despeito da chuva, resolvi bater perna na cidade para me localizar. Já na cidade, você encontra vários moais [estátuas Rapa Nui] e ahus [plataformas cerimoniais]. Mas a chuva, apesar de leve, quase não dava trégua. Antes de ir à ilha, chequei a previsão do tempo e esperava chuva para todos os dias da minha estadia, então levei duas jaquetas de chuva que uso para correr, mas elas apenas retardaram o inevitável e fiquei molhado até a alma. O pior foram as botas, que ficaram encharcadas. Fiquei pensando que deveria ter gastado mais e comprado botas de cano mais alto (evitam torções) e goretex (impermeáveis). Noutro dia, aluguei uma bike com um inglês que também estava hospedado sozinho no meu hostel e encaramos o tempo. Minha bicicleta Cannondale custou 18.000 chilenos a diária; a do inglês, mais simples, saiu por 12.000. Não lembro o nome do lugar onde as alugamos, mas achei caro, e as bicicletas não eram nada demais, meio velhas. Depois de algumas horas pedalando, sentimos muita dor porque os assentos eram bem duros. Se você é ciclista e não tem problemas em pedalar 30, 40 quilômetros (ou mais) por dia de subidas e descidas, acho uma boa ideia levar assentos mais confortáveis do que os que você vai encontrar nas bicicletas de aluguel. Um detalhe: quando chove lá, por motivos óbvios quase ninguém sai para pedalar. O inglês e eu fomos os únicos bravos (ou estúpidos) a nos arriscar. Não achei perigoso pedalar na ilha. Na estrada, os motoristas, em sua maioria turistas, diminuiam a velocidade e se afastavam ao passar pela gente. Os locais fazem o mesmo. Você também vai encontrar muito gado e cavalos na pista, mas eles não representaram perigo. A melhor coisa que eu fiz, independentemente do tempo, foi alugar um carro (Suzuki Jimmy) para recorrer a ilha. Apesar de caro (aluguei sozinho), me deu muita liberdade e segurança. O aluguel saiu por 35.000 a diária por três dias, ou seja 105.000. Recomendo orçar antes de alugar. O meu tinha ar condicionado (que nem usei), era novo e saia mais barato que nas maiores agências da cidade, que cobravam mais caro (45.000 a diária). Eu me hospedei no Hostal Kona Tau. Acredito que seja o hostel mais barato da cidade, apesar de ainda ser caro. A diária me custou mais ou menos 60 dólares. Maureen Crichton, que meio que gerencia o lugar, é adorável e nos ajudou com tudo. O hostel, por outro lado, é bem simples. O café da manhã era menos que aceitável e contava apenas com uma fatia de bolo ou uma panqueca meio enjoativa, um pão (não era francês), manteiga e geleia, um copo de refresco (não era suco), café e alguma fruta. Os quartos tinham cheiro a umidade, e os banheiros nem se fala. O chão da cozinha era um nojo e estava tão sujo que 'colava', me comentou o inglês, que entrou descalço lá uma vez. A internet é bem lenta e praticamente só funciona na sala de jantar (onde tomamos café da manhã) e numa areazinha na entrada do hostel. A cidade sofre com as baratas e você deve ver algumas nesse hostel. Lá você vai ver também galos e galinhas, gatos e cachorros, o hostel é praticamente um sítio. A Ilha de Páscoa é cara. Não vou falar nos custos das passagens, pois moro em Buenos Aires e, depois da ilha, fui passar as festas com a família no Recife, então não tenho como isolar as passagens para Rapa Nui do restante. O que eu posso dizer é comer lá é bem caro. Se puder, leve comida. Eu levei muitas barras de cereal e proteína. Levei creme de amendoim e outros alimentos não perecíveis para cozinhar no hostel, mas pelos motivos apontados acima, preferi não usar muito a cozinha e acabei jantando sempre fora. Meu almoço, todos os dias: as barrinhas de cereal. A grande atracão da ilha, na minha opinião, é a natureza, afinal depois do ducentésimo moai (sério), observar as esculturas e plataformas perde um pouco a graça. Meus lugares preferidos: Vulcão Rano Kau, Vulcão Maunga Terevaka, Península Poike. As trilhas do Rano Kau são claras e fáceis. Recomendo tomar a que fica à esquerda do mirador e caminhar até o finalzinho onde você pode ver as ilhas Motu Nui, Motu Iti e Motu Kao Kao do lado oposto da vista que você tem de Orongo. Maunga Terevaka tem trilhas também muito claras, a mais clara e larga leva ao topo, mas outras mais estreitas levam a outros pontos interessantes. O percurso leva algumas horas, mas vi senhoras de idade voltando sem dificuldades. A península Poike é enorme e mereceria dias de exploração. Eu fui sozinho num dia de tempo instável e me senti um pouco oprimido e assustado, quase como se o lugar me dissesse para ir embora. As trilhas não eram claras, desapareciam e o lugar era meio ermo e por isso só recomendo para quem realmente goste de trekking ou para quem não goste tanto assim, mas encontre um dia com bom tempo e tenha companhia. Você pode comprar a entrada (obrigatória) para o Parque Nacional Rapa Nui em três lugares: no desembarque no aeroporto, na sede no Conaf e numa lojinha na rua principal da cidade. O custo é de 30.000 para estrangeiros, 10.000 para residentes do Chile. Vi um americano morador de Santiago comprar a entrada dele por 10.000 sem precisar comprovar residência. Eu preferi pagar o valor todo. O ingresso vale por 5 dias apenas a partir do momento em que você entra em Orongo (vila cerimonial) ou em Rano Raraku (fábrica dos moais). O meu se expirou antes do fim da viagem, mas não tive problemas. Por qualquer dúvida, mandem mensagem.
  4. peaga1502427177

    [[Template core/front/global/prefix is throwing an error. This theme may be out of date. Run the support tool in the AdminCP to restore the default theme.]] Deserto de Atacama

    Olá, pessoal! Chego em SPA no dia 9 com uma amiga (e partimos no dia 17). Ou seja, estamos fechando as malas. Alguém que tenha voltado recentemente tem alguma dica com relação ao tempo? Tô levando na bagagem um moletom e um corta-vento. Tenho umas calças de corrida térmicas (daquelas justinhas) e umas calças esportivas folgadas de lycra (ou seja lá como se chama o tecido). Será que elas seriam úteis? Não consigo me imaginar andando pelo deserto de legging, mas talvez sirvam para vestir sob a roupa à noite? De shorts, vou levar alguns que uso para ir à academia mesmo. Tô fazendo alguma besteira? Obrigado!
  5. Pessoal, segue uma listagem com todos os hostels do rio citados no fórum. Espero estar poupando o tempo de alguém. Ipanema House http://www.ipanemahouse.com/novo/index.asp Rio Hostel Ipanema http://www.riohostelipanema.com/ Copa Hostel http://copahostel.com.br/ Art Hostel Ipanema http://www.arthostelrio.com/ Rio Party Hostel http://www2.uol.com.br/mochilabrasil/riopartyhostel.shtml Sun Rio Hostel http://www.sunriohostel.com.br/ Best Rio Hostel http://www.bestriohostel.com/ King George Hostel http://www2.uol.com.br/mochilabrasil/kinggeorgehostel.shtml Newton's Roof Top http://www2.uol.com.br/mochilabrasil/newtonsrooftop.shtml Vila Carioca Hostel http://vilacarioca.com.br/?page_id=15 Castelo Bed and Breakfast http://www2.uol.com.br/mochilabrasil/castelobb.shtml Terra Brasilis Hostel http://www.brasilishostel.com/ Bamboo Rio Hostel http://www.bamboorio.com/ Leblon Spot Design Hostel http://www.leblonspot.com Bonita Pousada e Hostel http://www.bonitaipanema.com/ Lemon Spirit Hostel http://www.lemonspirit.com Brazucas Hostel http://www.brazucashostel.com El Misti Hostel http://www.elmistihostel.com Brothers Hostel http://www.brothershostel.com.br Che Lagarto (Ipanema e Copacabana) http://www.chelagarto.com/index.php/pt.html?gclid=COSc6t2h3qoCFQ1b7Aod82tH6Q Casa Carioka http://www.casacarioka.com Pura Vida Hostel http://www.puravidahostel.com.br Rio Hostel http://www.riohostel.com Eco Hostel http://www.ecohostel.com.br Z.Bra Hostel http://www.zbrahostel.com cidade Maravilhosa Hostel http://cidademaravilhosahostel.com.br/ Rio Rockers http://www.riorockers.com.br/ The Mango Tree http://www.mangotreehostel.com Bellas Artes Guest House http://www.bellasartesguesthouse.com/ Albergue Cultura Carioca http://www.albergueculturacarioca.com.br
  6. Então, chego em Manaus no dia 2. Parto no dia 12. Vou ficar hospedado no Rondonia, também. Já adiconei vocês ao meu MSN.
  7. Eu chego a Manaus no dia 2 de setembro, a turismo. Seria uma boa ideia mantermos contato, até para reduzir custos, como o de um eventual aluguel de carro. Meu MSN tá no meu perfil.
  8. Deus do céu, como é difícil escolher hospedagem. Fiquei com um pé atrás depois de ver as fotos do Manaos Hostel Rondonia (http://himanaushostel.com/) Por outro lado, as outras duas aparentemente boas opções foram mal faladas aqui. O Manaus Hostel [Trip Tour] parece ser bom, mas falaram aí em cima que os banheiros estavam quebrados e deu ratos na cozinha (http://www.manaushostel.com.br/index.php) Já o Hostel Manaus é do tal australiano, que dizem que destrata turistas nacionais (http://www.hostelmanaus.com/MainENG.html) Que que se faz numa hora dessas?
  9. Luciojr, se você der uma olhada nas primeiras páginas do tópico, vai ver que mochileiros mais experientes recomendam para uma viagem como a tua uma mochila com capacidade de, no mínimo, 60L. Abraço.
  10. Acabou de chegar minha Mountaineer 60+15. Estava esperando que viesse junto um manual de instruções, porque não faço a mínima ideia de para que serve metade dos penduricalhos que vieram nela. Acho que vou ter de aprender com o uso.
  11. Acho que está um pouco caro, sim. Encontrei o seguinte modelo na Corpo Perfeito por R$ 402: Mochila Cargueira Mountaineer 40 + 5L Modelo 2008/2009 (Cinza c/ Azul) - Curtlo http://www.corpoperfeito.com.br/produto/Mochila_Cargueira_Mountaineer_40_5L_Modelo_20082009_Cinza_c_Azul_Curtlo Comprando com cupom de desconto e pagando por boleto bancário, sai por R$ 307, com frete grátis. Tô te passando por mensagem privada o cupom. Espero que ainda seja válido.
  12. Vou comprar online, na Corpo Perfeito. Lá há ainda algumas (poucas) opções de mochilas de menor porte da Deuter. Com os descontos que eu consegui, talvez valha a pena conferir; na loja usei um cupom de desconto de 15% e ganhei mais 10% de abatimento na compra por boleto bancário. Se quiser, posso te passar o código do cupom por mensagem privada. Como tenho um tipo físico mediano (1,81m e 75Kg), tenho confiança de que a mochila vai me cair bem. E, se não cair, poderei trocar ou mesmo cancelar a compra - é o que garante o Código de Defesa do Consumidor para compras fora do local de venda (internet, telefone etc.) De qualquer forma, vou dar uma passada numas lojas para ver se encontro modelos idênticos para experimentar.
  13. Então, negrabela, quero tirar duas semanas para mochilar pelo Nordeste, ficando em albergues mesmo. Mas não descarto a possibilidade de fazer viagens mais longas e para fora do país depois. Hoje, não tenho planos de fazer trilha porque não saberia nem por onde começar. Mas fico entusiasmado com a ideia. Ah, recentemente, comprei uma mochila menor, de 33L, para andar pelas cidades. Muito obrigado!
  14. Tem alguém acordado aí? Então, já sei que Deuter é A marca. Li também alguém falando que a Curtlo não vale o preço que cobra. Mas consegui um desconto e tô pensando em comprar uma. Listo abaixo os modelos e os preços. Mochila Cargueira Highlander 50 + 10L: R$ 405 Mochila Cargueira Adventure 45 + 15L: R$ 347 Mochila Cargueira Adventure 75L: R$ 377 Mochila Cargueira Mountaineer 60 + 15L Modelo 2008/2009: R$ 500 1 - Vocês acham que os valores estão bons ou posso encontrar melhores da mesma marca ou de outras? 2 - A Curtlo é a melhor marca nacional? 3 - Desses, qual é o melhor modelo? Obrigado mais uma vez.
×
×
  • Criar Novo...