Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''capadócia''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
  • Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Companhia para Viajar
  • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
  • Nomadismo e Mochilão roots
  • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 8 registros

  1. Oi pessoal!!! Acabo de voltar da Turquia. Eu tive uma escala por lá e acabei decidindo fazer um stopover e ficar uma semana. Como já conhecia Istambul, eu fui pra Capadócia dessa vez. Apesar de ter ido no inverno (fevereiro-2019) e estar extremamente frio, eu gostei muito do lugar. Como estava menos lotado de turistas, tive uma experiência super agradável por lá e vi até neve! Eu estava na dúvida se valia a pena fazer o voo de balão por ser inverno, já que essa é uma atividade bem carinha. Como não acho que irei pra lá novamente, acabei me arriscando e não me arrependi. Foi sensacional mesmo assim, as paisagens são incríveis e pude ver os picos nevados das montanhas. Estava nublado mas mesmo assim, as paisagens estavam lindas. Eu até escrevi um post no meu blog listando todas as vantagens e desvantagens de se voar de balão no inverno (já aviso que é bem mais barato rs). Se alguém tiver interesse em ler para mais informações: https://www.mochilaoadois.com.br/balao-capadocia/
  2. Entre Setembro e Outubro de 2018 viajei para a Turquia, Balcãs e Europa Central. Meu roteiro foi esse: Goreme - Istambul - Bucareste - Sófia - Belgrado - Budapeste - Varsóvia - Cracóvia - Praga. Farei o relato de toda viagem, mas em partes. Neste falarei de GOREME/CAPADÓCIA. LEGENDA USD - Dólar Americano EUR - Euro BRL - Real Brasileiro TRY - Lira Turca Goreme é uma linda e simpática cidade localizada na região da Capadócia, Turquia. Muito viajantes usam essa cidade como ponto de apoio para realizar seus passeios na região. A cidade possui uma boa infra estrutura: vasta rede de hotéis e pousadas, restaurantes, bares, casas de câmbio e agências de turismo. Contratei a empresa Happy Capadócia que fez tudo pra mim: dos transfers, passeios às pernoites num Cave Hotel. A Roseli (brasileira que vive lá há 5 anos) foi quem me atendeu e ela foi super legal e atenciosa. Quem for pra lá, recomendo entrar em contato com eles e pedir um orçamento. Fechei tudo por 320EUR 1º Dia de Viagem: SP -> Istanbul -> Goreme (7 a 8 de Setembro de 2018) Meu vôo saiu de SP e fiz uma escala em Roma antes de chegar no aeroporto de Ataturk, em Istanbul. Goreme fica à 750km de Istanbul. Até dá pra ir de ônibus, mas é melhor pegar um vôo até a cidade de Kayseri, que fica à 70km de Goreme. Eu paguei 694TRY nos vôos de ida e volta (Ataturk - Kayseri) pela Turkish Airways. Fui chegar em Kayseri às 23h do dia 8 de Setembro. Havia uma van me esperando que também levou outros passageiros Me deixaram no Eliseé Cave Hotel era mais de 1h da manhã. Tomei banho e dormi. 2º dia de viagem: Goreme (9 de Setembro de 2018) Acordei às 4h45 da manhã e às 5h10 a van da agência Urgup já estava na porta do meu hotel para fazer o passeio de balão. Nos levaram até um lugar que os grupos que iam em cada balão e nos serviram um café da manhã café, chá, fatias de bolo pronto e pão. Simples mas muito gostoso. Deixamos a agência às 5h45 e fomos até o local da decolagem dos balões. Decolamos às 6h éramos em 17 pessoas: 16 passageiros e o piloto. Foi sem dúvida um dos passeios mais incríveis que eu já fiz em toda a minha vida. É impressionante ver toda aquela quantidade de balões decolando ao mesmo tempo, subindo devagar de forma organizada. A vista fica ainda mais linda quando o sol nasce e ilumina as montanhas e os outros balões que nos acompanhavam. Depois de 1h10 aterrizamos e nos serviram um champagne pra brindar o final do passeio. PASSEIO DE BALÃO Por volta das 8h me deixaram de volta em meu hotel. Fui tomar um café da manhã mais “reforçado”: queijos, salsicha, um tipo de “mortadela” que eu não sei o nome mas é muito boa, ovos, pães, coalhada… Tb tinha cereais, frutas e até salada de pepino e tomate. Tomei tb um café com creme e suco de laranja. Por volta das 9h30 passaram pra me levar ao GREEN TOUR. Éramos em umas 10 pessoas em uma van. Fizemos a primeira parada num mirante com um vale e várias lojas de artesanato local. Por volta das 10h30 seguimos para a CIDADE SUBTERRÂNEA. MIRANTE DO VALE A Cidade Subterrânea foi encontrada por acidente pelos fazendeiros da região nos anos 60. Ela tem vários túneis, salas, quartos e até estábulos debaixo da terra e 10% está aberto ao público. Descemos por mais de 100 degraus e 40 metros. Havia lugares que mal passava uma pessoa. CIDADE SUBTERRÂNEA ***Dica: se vc tem claustrofobia ou qualquer tipo de incômodo de lugares fechados NÃO FAÇA esse passeio. Também não aconselho pessoas que têm qualquer tipo de dificuldade ao se movimentar a fazer uma vez que há muitas escadas.😵 Deixamos a Cidade Subterrânea e passamos pelo MONASTÉRIO, que são salas construídas em uma montanha. Na verdade a gente não ia passar lá, mas um italiano do nosso grupo disse que no programa do passeio mencionava esse monastério. Então a nossa guia resolveu nos levar lá. Mas pelo jeito ela não sabia muito sobre o lugar pq não houve explicação alguma… Depois caminhamos por uns 15 minutos numa trilha. Passamos por pontes, riachos e um pouco de mata. Ao final da trilha estava nosso restaurante. O almoço (que já estava pago) foi: sopa de lentilha, salada e prato principal (almôndega, frango ou peixe). As bebidas não estavam inclusas e eu paguei 6TRY numa coca-cola. Depois do almoço passamos por um lago e pelo mirante do PIGEON VALLEY. Depois o tour nos levou a uma loja de doces e artesanatos locais. Houve uma degustação dos doces mas eu não gostei muito (não sou muito fã de doces). Por fim passamos numa joalheria que faz o beneficiamento da pedra ONYX. Além da pedra onyx, havia também jóias de pedra turquesa. Mas era tudo muito caro. Voltei ao meu hotel as 17h30 e descansei até as 20h, quando fui encontrar com a Roseli (da agência Happy Capadócia) e uma amiga dela inglesa que era professora lá. Fomos ao restaurante FAT BOY onde comemos porções de batata, nachos e bebemos a cerveja turca EFES. Fomos muito bem atendidos pelo Nuri, simpatico garçom do restaurante. Fiquei lá até 1h quando voltei para dormir. Distância caminhada no dia: 5km 🚶‍♂️ 3º dia de viagem: Goreme (10 de Setembro de 2018) Acordei as 8h30 e fui tomar café. Às 9h20 vieram me buscar para o RED TOUR. Primeiro passamos no OPEN AIR MUSEUM que é um conjunto de cavernas onde pessoas moravam. Estimam que cerca de 300 pessoas viviam naquele lugar. Esse cálculo foi feito pelos lugares nas mesas de jantar. Há também igrejas e capelas, todas elas com referências à Jesus e seus apóstolos. Uma dessas igrejas, a DARK CHURCH, tem que pagar 10TRY para entrar. OPEN AIR MUSEUM De lá nos levaram a uma loja de cerâmica onde nos mostraram o processo de fazer os potes, vasos, etc. Deixamos a loja e fomos a um restaurante almoçar, que também já estava incluso no tour. O restaurante era bem melhor que o anterior e era buffet: havia muitas opções de pratos quentes, saladas e doces. Paguei a bebida à parte: 7TRY a pepsi lata. Do lado de fora do restaurante tomamos um chá turco (2,50TRY). Seguimos para o IMAGINATION VALLEY que tem esse vale pq vc precisa usar a sua imaginação para ver alguns formatos nas formações rochosas. Tem “camelo”, “chapéu do Napoleão”, etc… IMAGINATION VALLEY Depois fomos ao FAIRY CHIMNEY que são formações rochosas tão peculiares que os antigos achavam que foram feitas por fadas. FAIRY CHIMNEY ***DICA: Não esqueça de passar protetor solar! Esses passeios são todos ao ar livre e o sol lá é muito forte!🌞 Por fim passamos no CASTLE que são mais moradias esculpidas nas montanhas e seu formato lembra um castelo. Voltamos as 15h45 pra Goreme. Me deixaram no centro da cidade e passei num mercado pra comprar uma cerveja EFES (lata 500ml) por 9TRY.🍻 Voltei ao meu hotel e descansei até as 17h30, quando passaram pra me levar ao ATV TOUR, ou “passeio de quadriciclo”. Nos levaram até a saída da cidade, onde estavam os quadriciclos. ATV - ALL TERRAIN VEHICLE Haviam vários grupos, cada um com seu guia. Alguns tinham 10 ou 15 pessoas. Mas no meu só tinha eu e um casal de italianos. Cheguei a pegar 60km/h e fomos seguindo um guia que pilotava uma moto tradicional. Primeiro paramos no SWORD VALLEY, que leva esse nome pq lá os soldados treinavam lutas com espadas. Depois seguimos para o ROSE VALLEY onde havia um belo mirante e uma loja de comida, bebida e artesanatos. ROSE VALLEY Por fim fomos até outro mirante onde haviam muitos turistas, todos se “acotovelando” para ver o pôr do sol. Por volta das 19h seguimos de volta à cidade. Chegando lá passei novamente no mercado e comprei 2 cervejas: 1 Bomonti (7TRY) e 1 Efes Malte (8TRY). Cheguei ao meu quarto, tomei as cervejas e comi um salgadinho que tinha comprado no aeroporto. Descansei até umas 21h e fui para o bar ONE WAY. Lá encontrei novamente a Roseli e tomei 3 cervejas TOUBORG (22TRY cada). A Zoey (inglesa amiga da Roseli) chegou mais tarde e vimos na TV a seleção de futebol da Turquia vencer a Suécia por 3x2 de virada. Fechamos o bar as 1h e no caminho de volta ao hotel passei novamente no mercado pra comprar as “últimas” da noite: 1 EFES EXTRA e 1 EFES FIÇI (10TRY cada). Tomei as 2 cervejas e fui dormir as 2h. Distância caminhada no dia: 7,5km 🚶‍♂️ 4º dia de viagem: Goreme -> Kayseri -> Istanbul (11 de Setembro de 2018) Acordei com batidas na porta do quarto. Tinha esquecido de colocar meu relógio pra despertar e era o pessoal do transfer que ia me levar ao aeroporto! Era 9h e meu vôo saía as 11h30. Arrumei minhas coisas VOANDO e em 5min já estava dentro da VAN. Gostei muito do Eliseé Cave Hotel. Fica a menos de 10min caminhando do centro da cidade. Os quartos estavam bem limpos e o staff era muito simpático. Altamente recomendado! Já na estrada, no caminho para o aeroporto, o motorista foi informado que 2 passageiros ficaram para trás. Paramos no acostamento e depois de uns 10 minutos alguém apareceu trazendo eles. Chegamos ao aeroporto as 10h35 e fiz o check-in. Às 11h30 estava decolando e 13h30 estava chegando em Istambul. FIM DA CAPADÓCIA. Próximo relato: Istanbul
  3. Pessoal, passei quase 1 mês na Turquia, esse país incrível. É um país super interessante, cheio de coisas pra fazer, rico em história, com praias maravilhosas e uma cultura muito interessante. Nesses 26 dias eu passei por: Istambul: 5 dias Selçuk e as ruínas de Éfesos: 2 dias Pamukkale: 1 dia Capadócia: 6 dias Konya: 1 dia Antalya: 3 dias Fethiye: 4 dias Bodrum: 4 dias O que nao pode faltar aí em uma viagem pra Turquia é Istambul e Capadócia, os pontos mais famosos do país. Como eu tenho tempo eu comecei a adicionar várias outras coisas, como a parte histórica (Selçuk), a parte de belezas naturais (Pamukkale), a parte religiosa (Konya) e as praias fantásticas (Antalya, Fethiye e Bodrum). Vou colocar alguns posts aqui e espero que ajude a viagem de vocês.
  4. Compartilhando como é sobrevoar a Capadócia a bordo de um balão, na descrição do vídeo eu compartilho os detalhes deste passeio.
  5. Oi! Foi uma viagem INCRÍVEL! Eu queria aproveitar bem minhas férias, mas não queria gastar muito dinheiro. Daí pesquisando, achei muito dificil comprar várias passagens de ônibus e agendar os tours por mim mesma. Daí conheci a Bonita Tour, que é puro amor <3 Falei com o Fatih, dono da agência, e ele fez um esquema ótimo pra mim. Foi assim: 1ª PARADA: ISTAMBUL >> ônibus noturno >> Kuşadası Chegamos em Kuşadası as 6h, um transfer nos pegou na rodoviária e fomos pro hotel. No mesmo dia, as 9h, fomos pra EPHESUS conhecer as ruínas e a casa onde, segundo a lenda, Maria morou até a morte. Tivemos o dia todo, as ruínas são lindas e tem gatos em todos os lugares! Chegamos no hotel só as 17h e tivemos a noite livre pra andar pela cidade e jantar. No dia seguinte, fomos pra PAMUKKALE, uma trilha de cidades em ruínas com teatro grego, que termina num conjunto de piscinas naturais aquecidas e lindas de morrer. Há quem diga que Cleópatra passou a lua de mel por lá. 2ª PARADA: Kuşadası >> ônibus >> FETHIYE Chegamos em Fethiye ao anoitecer, conhecemos a cidade e jantamos. No dia seguinte embarcamos num CRUZEIRO MAIS MARAVILHOSO de quatro dias, que passava por Kaş, Kekova e Simena. Pôr do sol lindo na ilha de St. Nicholas, mergulho na água transparente do Vale das Borboletas, comida boa no barco, dormir vendo estrelas, lindo lindo lindo! Depois de quatro dias, desembarcamos em Demre 3ª PARADA: DEMRE >> ônibus >> ANTALYA Antalya parece aquelas cidades grandes de praia. É gostoso, tem calçadão pra andar, ficamos num hotel maravilhoso dentro das ruínas, que é a parte antiga da cidade. Lá tem um museu bacana que conta muito da mitologia grega e dos sítios arqueológicos que tem por toda Turquia (a galera da Turquia curte umas pedras) 4ª PARADA: ANTALYA >> ônibus noturno >> CAPADÓCIA Chegando em Göreme, ficamos num hotel muito maravilhoso, o Cappadocia View Hotel. Como chegamos super cedo, dá pra ver o show de balões sobrevoando a cidade e a vista do hotel é incrível! Nesse hotel deixaram a gente fazer o check-in antes e ainda ganhamos um café da manhã! A Capadocia é um lugar CHEIO de histórias, visitamos cidades subterrâneas de até TRINTA ANDARES (ok, andamos só nos oito andares escavados e liberados pra turisma, mas é bem legal imaginar que ainda tem muitos andares pra baixo da terra). Nosso guia era expert no assunto, era professor e escreveu várias teses. Também nos levou por dentro do Ihlara Valley, onde teve umas filmagens de Star Wars, e no Parque Nacional de Göreme, onde tem as casas feitas de pedra. No dia seguinte a gente voou de balão e foi lindo, lindo, lindo. Tinha mais de 120 balões voando com a gente, não deu medo nenhum e foi super seguro! PASSEIO OBRIGATÓRIO! 5ª PARADA (e a última, volta Turquia): CAPADÓCIA >> ônibus noturno >> ISTAMBUL Chegando em Istambul fomos tomar chá com o Fatih, que organizou esse tour puro amor pra gente. Como fomos em outubro, ele nos avisou que mais pro fim do mês começa a chover e tínhamos que jogar os passeios mais legais pro comecinho. Não choveu nenhum dia porque Fatih nos salvou a vida! Ele mudou as datas dos passeios pra que a gente pudesse aproveitar o máximo e só pegamos chuva já em Istambul. Istambul é cidade grande, tem muita coisa pra ver. O que eu acho imperdível e que pouca gente vai, pq é meio desorganizado e tem muita fila, é o Palácio Dolmabahçe, onde os sultões viveram até a revolução. É incrível. Nunca tinha visto tanta riqueza assim. O tour pelo Harém é bem legal e custa só 10 TL a mais. Vale também a visita a Mesquita Süleymaniye, que tem uma vista linda de Istambul. Façam o tour do Bósforo que é bem lindo e não deixem de ir na parte oriental Minha viagem foi bem intensa e low cost a meu pedido. O que eu fiquei mais feliz foi que a Bonita Tour (e o Fatih, claro) me atenderam super bem e fizeram tudo do jeito que eu queria. E ainda: salvaram meu cruzeiro e meu voo de balão! Vão pra Turquia, o lugar é lindo, o povo adora brasileiro e se come bem gastando bem pouco
  6. Eu sou leitora deste site há muito tempo, mas só este ano efetuei meu registro. Resolvi fazer o relato retroativo de uma viagem realizada por mim e o marido antes do meu registro aqui no site pela relevância que ela teve para mim e com o objetivo de divulgar o destino, que é mágico! E tb tem algumas pessoas que me escrevem MP pedindo dicas, então já ficam todas dadas! PRÉ-VIAGEM Quando comecei a pensar para qual destino seria esta viagem (ocorrida em junho de 2013), só tinha em mente que queria ir “pra um lugar diferente”. Eu sempre sonhei em viajar mundo afora... então escolher um único destino quando vc quer conhecer o mundo todo, é tenso! A ideia inicial era Jordânia e Egito, abandonada em pouco tempo por falta de orçamento. Aí fiquei naquela... sem saber pra onde ir sem gastar um rim. Eu acompanhava muitos blogs de viagens e promoções, como o MD, e era fato que, graças ao sucesso de uma novela que passava na Globo à época, a Turquia estava em alta. Eu não assistia novela, mas sabia que a Turquia era um país islâmico, que continha a fantástica cidade de Constantinopla (hj Istambul) e tinha paisagens de outro mundo... e só. Aí fui dar uma olhada mais a fundo. Em meia hora eu tinha decidido que eu ia morrer se não fosse pra lá urgente!! Meu marido achou a ideia ótima, então bora! ROTEIRO O roteiro é o que está no título! Circular! Fizemos toda essa maratona de busão, com exceção da travessia do mar de Mármara, feita de Ferry. Mas tem como otimizar muito! HOSPEDAGEM Ficamos hospedados nas seguintes cidades: Istambul: hotel Ramada (não recomendo) Avanos (Capadócia): hotel Suhan (legal...) Pamukkale: hotel Tripolis (recomendo) Kusadasi: Euphoria Resort (recomendo) GASTOS A moeda local é a lira turca, que na época estava praticamente pareada com o real. Levamos dólares pra trocar lá. Tenha LIRAS TURCAS. Troque seus euros ou dólares por liras. Não fiquei correndo atrás de cotação, troquei no hotel e em locais aconselhados pelos turcos nas ruas. O lance de ter lira é que os mercados e comércio de rua até aceita euro e dólar, mas a cotação é muito desfavorável. Tinha coisa que custava UM, independente da moeda, kkkk... 1 lira (= 1 real) ou 1 dolar (= 2 reais) ou 1 euro (= 3 reais)... portanto, tenha liras! Uma refeição normal custava em torno de 20 liras por pessoa. Só que os preços variam muito... como tudo é muito turístico, tem hora que a coisa fica sem controle. Em alguns lugares uma garrafa de água de 500ml custava 3 euros... uma coca light 4 euros... no mercado ou posto de gasolina era cinquenta centavos de lira a água de um litro!!! O gasto total com a viagem foi cerca de 14 mil pro casal, 12 dias. Mas fiz muita bobeira. Por inexperiência em viagens deste tipo, comprei passagens caras e contratei serviços desnecessários. Além de ter simplesmente amado o país, também aprendi uma lista de coisas “a não repetir”. Hoje se fosse fazer a mesma viagem gastaria muito menos... veja abaixo as principais coisas a não fazer: 1) Passagens: paguei 5700 reais para dois adultos, pela Swiss, Gru > Istambul, com conexão em Zurich. Achei o serviço da Swiss espetacular, mas depois de ter aprendido a comprar passagem, tive ciência de que paguei caro demais. Mas valeu a pena, renomeei essa tontice como “aprendizado”, kkkkkkkk... hoje estou “craque” em comprar passagens! 2) Comprei um chip “global” ainda em Guarulhos pq a moça era muito boa em me dizer que era necessário... não é, não compre, kkk... é caro. 3) Passeios guiados: eu nunca tinha ido tão longe, meu inglês é meia boca, eu tinha receio de não saber me comportar em um país islâmico, e por isso, contratei visitas guiadas. Mas esta opção foi um “aprendizado” que não considero “tontice”. Eu estava insegura, precisava disso. E não foi de todo ruim. Repetiria a escolha em países em que não me sentisse segura, tipo Egito ou Índia. Mas na Turquia é totalmente desnecessário!! De qualquer forma, os pontos altos foram: deslocamentos eficientes, o guia (sabia muito de tudo, era historiador), as pessoas que conheci. Os pontos baixos: o tempo marcado, o tempo desperdiçado com atividades que eu não tinha interesse e o guia (kkk, ele era bom, mas era muito mal humorado). Agora... a viagem!
  7. Eaí galera, Minha viagem começou bem antes, então saí de Tel Aviv - Israel, para Istambul. Passagem aérea custou $200 dolares, ou algo em torno disso. Fui com uma doida muito gente boa que conheci na Tunísia! A jú. 1 dia: chegamos no aeroporto e de lá pegamos um bus que leva até o centro da cidade por mais ou menos 12 reais. Tem que ser com esse bus pq é muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito longe, vc vai pagar os dois rins se for de táxi. A moeda deles tem quase o mesmo peso da nossa. São liras turcas. Era um centavo mais cara. Isso em março de 2014. Demoramos uma vida para achar o hostel que até que valeu a pena. De primeira vc se assusta é bizarro. ahhahaha Um senhor muito louco é o dono. Figura. Não é de muitas palavras, mas para o que precisar ele dá um help. O nome do hostel é____________. É baratoooooo. Meu, o hostel é muito bem localizado. É uma zona que tem muito hotel/hostel.. então nao vai ser difícil vc achar algum lugar p ficar por aí.. pelo menos a localização vai fazer bem. Ficamos num quarto misto de 9. Foi de boa. Não é ounnn que maravilha, mas dá pra dormir, cagar e tomar um banho.. não necessariamente nesta ordem. O foda que aconteceu é nas duas últimas noites um japa muito porco chegou no hostel e ficou no nosso quarto, gente ele peidava, arrotava e roncava sem o menor pudor. Nojento! Mas é rir p nao chorar né!! O outro cara que tbm tava no nosso quarto acordava elee direto e dava bronca e eu só ria! aiuHUIHAUIHAUIAH Aproveitamos o resto do dia para caminhar pelo calçadão e conhecer bem a região. Fica bem perto da estação de metro. (que não é muito barato, tipo, vc paga uns 3,50 por ticket e as vezes vc tem que comprar dois quando muda de estação. Então é uma facada. Tem que planejar bem o roteiro pra nao ficar gastando toda hora 4 tickets por dia de ida e volta. Se não vc vai ficar out of money soon! Nesse calçadão, tem o famoso sorvete chicletão que aparece direito no FB ou cata aí no youtube. Não é muito bom, mas vale a pena experimentar. Essa parte da cidade é bem bohemia, vários bares, restaurantes, pubs, boates. Perca-se na noite. Vale a pena. Tem tbm um restaurante toooop de comidas típicas e o preço é bem razoavel. Fica na direita de quem entra na avenida Istiklal, nas primeiras quadras. Vale a pena. Há tbm uma Igreja lindona para visitar. Perca-se, caminhe, e descubra as ruas deste centrinho. Tem bastante artesanato, chás, feiras, lojinhas. É gostoso demais bater perna sem rumo aí. 2 dia:: Cedão, pegamos o metro e fomos conhecer o Palácio Topkapi, Basílica de Santa Sofia, Mesquita Azul e o projeto era já conhecer o Grand Bazar. Não deu tempo porque o Topkapi nos comeu mais da metade do dia, gente pra caralhoooooo! Lembro que nao foi barato pq eu e jú choramos muito. Mesmo com meia entrada, tem vários tickets que não aceitam meia entrada. Ah os caras são mercenários. Bueno, a fila tava gigante e tive que dá um migué, me fiz de louca.. fiquei ratiando na área proibida, enquanto a jú me esperava na fila oficial. "oh turista perdida, don't understand, what, where, why, I can't stay here?! Lady you have to go to the end of the line, no cú que eu vou meu querido" enfim, furei uma puta fila quilométrica me fazendo de retardada, cada um se vira como pode! HAHAHAHAHA Saímos de lá(palácio) numa baita fome!!! Aí tinha duas carrocinhas na saída do Palácio uma vendendo suco de romã e outra vendendo Solep, Salop.. não lembro mais, mas é por aí o nome do trem.. é uma delícia, tomamos os dois e tá feito o almoço. hhahaahhahaha Daí é so caminhar em linha reta que vc ja chega na santa sofia e na blue mosquee. Na real pega um mapa que tem uma pá de coisa pra ver ali na volta. Eu não me lembro o nome de todos os lugares, mas qualquer guia top 10 istambul já ajuda. E tem mapa tbm na central de informações turísticas, quando vc usar o metro, tem uma estação que para em uma estação de trem (repetitivo, mas é) ali do lado tem um centro de informações turísticas. Pèga uma mapa lá na primeira passada. Ahh nesse dia, tínhamos achado um panfleto com apresentação dos carinha que dançam girando sabe? Poisé na vdd o trem tem a ver com a religiao deles, a música que toca na vdd é uma representação do alcorão, e segundo eles, a dança representa um transe que eles entram por ficarem em paz e relaxados escutando as palavras de Allah. Foi 50 reais, por duas horas de apresentação. Vale a pena. Fui sozinha.. a jú não tinha mais muita grana e preferiu não gastar com isso e gastar no balão. Sábia escolha. 3 dia: Ponte de gálata, Bazar de especiarias, Cisternas. Bueno esse dia foi muito engraçado pq eu a Jú precisávamos comprar tenis novo urgente, o meu tava podre, usei o mesmo all star durante 4 meses, então imagina o fedor. Sério gente foi humilhante, fedia demais e eu nunca tive problema de chulé, JUROOOOO pra vcs, mas eu tava num nível que eu tinha que tirar os tenis fora do quarto deixar na rua, botar as meias fora, tomar banho e passar perfume, só nao fiz simpatia pq nao deu tempo. E os da jú por sua vez, cada vez que ela passava numa possa dágua, ficava uma esponja, o fundo do tenis tava descolando.. UIAHAUIHAUIAH ia cair o fundo do tenis a qlqr momento. É foi tenso demais e engraçado ao mesmo tempo. Mas o fedor dos meus tenis estava insuportável. achei até que meus pés iam apodrecer, sem brincadeira. Eis que na avenida istiklal tinha duas lojas da converse!!!! comprei um allstar toooop de coro e de cano curto por 90 reais e a ju comprou o dela. Só que pensa, pés inchados, destruídos, fedidos e de tenis novo. A porra dos pés estavam parecendo o bolo da vó quando bota fermento demais e sai fora da forma.. galeraaa pé grande era piada. Dai que resolvemos caminhar pelo Grand Bazar, que no fim nao era o Grand Bazar, (mas isso explico mais tarde). Resumindo, depois da cisterna (10 reais, linda demais) e da ponte, fomos catar o tal grand bazar, chegamos "lá" depois de bater perna o dia inteiro, e a jú não aguentou, olhou pra mim e disse: Mim (apelido meu), n dá mais, vou ter que tirar os tenis (gente só pra esclarecer, agora eu estvaa com um estoque de meias novas e um tenis novo, nao fedia mais haiuhauihaui), e eu, ah jú tira, ngm nos conhece mesmo! foda-se. Pronto o que já é muito comum (turista ser abordado no bazar) ficou ainda pior. Foi uma comédia. Eis que um cara de uma loja de tempero e chá, pergunta se eramos brasileiras. E eu, respondi, sim. Ah entra na minha loja bla blá blá eu puta da cara, com dor nos pés loca por uma coca bem gelada e botar o pés pra cima, assim como a jú, indignada: nao quero comprar nada. E ele, nao mas eu nao quero vender entra entra, e eu pensei: FDP nao quero comprar nada, Mas que inferno. respondi de novo, nao quero comprar nada. Daí ele se indignou: eu sou o dono da loja, não preciso te vender nada, só entra que eu quero te mostrar uma coisa. noooosssa moço, pra que essa agressividade?! hahaah Entramos. Cara, o magrão era fissurado pelo Brasil, tinha coleção de havainaas, tinha vindo pra cá passar umas férias, me mostrou fotos de artistas brasileiros na loja dele, nos ofereceu chá e amendoas. Foi um querido!!!!!!!! nao compramos nada! fiquei até mal por ter sido um cavalo antes.. ahuahauha mas é que é foda, eles geralmente enchem muito o saco pra vender.. daí chega uma altura da viagem que vc quer matar qlqr um. Ele nos convidou pra passar lá depois do expediente que ele queria nos levar pra tomar o salep, solep, sei lá, em um lugar especial e tal.. Como nao tinhamos nada a perder, arriscamos, confiamos (nunca façam essas coisas, é muito perigoso) e voltamos lá no horario combinado. O cara nos levou num restaurante top na beira do bósforo, de onde dava pra ver a ponte toda iluminada, pagou o tarequinho que nos tomamos, pagou o taxi de volta pra área do hostel, e daí nos convidou pra tomar uma cerveja num bar tradicional ali perto. Fomos, um amigo dele nos encontrou lá, o bar era muito legal, tocou musica tradicional, eles nao bebem pq são muçulmanos, tomaram chá (broxante, hahaahha), pagaram nossas bebidas. efim queriam o nosso corpo nú.. HUAIHAUIHAIUA só que, brasileira não é bagunça meu bemmm!!!! Demos boa noite e muito obrigada pela economias do dia. HUIAHIUHUIHAUIAHIAU Um dos dias mais baratos em Istambul. Coisas que só acontecem em viagens e com pessoas irresponsáveis como nós. Anyway, dessa vez foi tranquilo. 4 dia:: descobrimos que o bazar em que tínhamos ido, era o das especiarias e nao o grand bazar, o que foi um alívio.. pq tinhamos achado decepcionante o grand bazar, já que so tinha tempero e chá. Olha o nível de imbecilidade nos animais . Ocorre que decemos na estação errada no dia anterior, pelo mapa, tinhamos que ter decido numa antes. Ta, mas vai. Acontece. Então fomos conhecer o grand bazar. realmente não deixa a desejar é grande pra caralho lindoooooooo, nos perdemos várias vezes e tem muuuuuita quinquilharia legal pra vender! Nesse dia fizemos tbm o banho turco! Uma paulada, fomos numa casa bem tradicional 90 conto. Foi um choque gente. Achávamos que a geral ia de sutiã e calcinha e tal, quando eu e a ju entramos foi um choque. Mulherada com as tetas abanando, deitadas todas em cima de uma baita plataforma de pedra, tipo uma sauna gigante toda em pedra, com umas 20 loucas peladinhas, com mais um monte de mulher de biquini esfregando toooooodas as partes da mulherada. Bizarro. Foi quase um filme pornô. Haha, mas vc homem ou mulher que está lendo este relato e está super imaginando uma coisa sexy! NÃOoooo! São mulheres de todas as idades, inclusive uma parecida com aquela sua tiazona de 70 anos, com 150 kg, que não se depila há 10 anos! Poisé, acabei com seu sonho! HUAHAUIAHUAHAIUAHUIA sei que quando entramos eu nem olhei pra jú, só falei: jú, achei que era diferente.. e ela.. poisé eu sei, eu tbm.. HAIUAHAUIHAUIHAUIA Mas foi super bom, depois do primeiro impacto, a mulher manda tirar a toalha, deita aí!!!! e faz uma putaaaa esfoliação, sai quilos de pele morta, que a gente nem imagina que tem! uma massagem e depois vc pode ficar relaxando num ofurô! É galera. Anti higiênico pakas, mas é a cultura deles lá e olha, até hj nao deu nada! Valeu a pena, tanto que fiz outro na capadócia pq era bem mais barato e elas fazem uma massagem muito boa. Tem pra homens tbmm viu gente! Tínhamos bookado uma passagem de bus noturno para goreme p esse mesmo dia, numa agencia perto do hostel (capadócia), nossas mochilas já estavam prontas e partimos. 12 h overnight. Saiu 70 reais se nao me engano. Continua... virão fotos e o restante do relato (e o nome do hostel que eu vou postar depois, me esqueci, tenho que procurar)
  8. Fiz uma viagem de 15 dias pela Turquia e pela ilha grega de Rhodes, por conta da proximidade com a costa turca. Meu roteiro ficou assim: Istambul: 4 dias Capadócia: 2 dias Pamukkale: 1 dia Rhodes: 3 dias Bodrum: 3 dias A Turquia é um país relativamente barato, porém achei o preço das atrações em Istambul um pouco caros, uma entrada chega a custar 30 liras em lugares como Topkaki, Dolambahçe, etc) Outro detalhe é em relação ao preço das bebidas, especificamente da cerveja, achei bem cara!! Istambul Tive um pouco de dificuldade em relação à comida, mas acabei me virando bem nas proximidades do mercado de especiarias. Uma dica de hotel é o Buhara, encontrei no site budgetplaces.com, cerca de 50 euros por noite, quarto com banheiro e café da manhã. Este hotel fica perto da Praça Sultanahmet, e este é um dos melhores lugares para ficar, pois a maioria das atrações é ali perto. Para as mais longes pode-se tomar o tram e ir até Erminou ou Kabatas (onde está o Palácio Dolmabahçe) Em relação às atrações achei tudo fantástico, fiz o basicão: Mesquita Azul, Hagia Sophia, Torre de Galata, Ponte de Galata, Mercado de Especiarias, Grandbazaar, banho turno no Cemberlitas, Cruzeiro pelo Bosforo, Topkaki, Dolmabahçe e Mesquita Suleymanie (aliás esta mesquita é bem legal, tem um gramado e é um bom lugar pra dar uma relaxada depois de um dia de caminhada, adorei) Também conhecei a Praça Taksin e a avenida Istkal, onde tem tudo também. Istambul é uma cidade moderna, onde o islamismo é moderado e vc vê mulheres com e sem burca. O preço da alimentação varia de 8 a 25 euros, encontra-se coisas baratas, acho que o melhor é sair da região turística. Achei o tram meio carinho, 4 liras, e pra ir de Sultanahmet a Avenida Istkal tive que pagar duas vezes, não existe uma integração pelo que entendi. Também fui ver uma apresenação dos derviches, achei muito interessante, foi no rodpasha, que é uma espécie de centro cultural. Pelo que entendi a noite rola na região da Praça Taksim, achei algumas boates por lá e tudo é bem divertido. Achei os turcos bastante receptivos!! Capadocia, Fui de Pegasus, por 80 reais (Istambul a Nevsehir) escolhi Goreme por ser a cidade mais charmosa na minha opinião, estando lá gostei de Avanos também, de repende seria uma boa ficar por lá. Em Goreme contratei dois tours para os dois dias que estive lá, não sei, mas me pareceu meio complicadinho andar lá sem guia. Fui para lugares longe, por exemplo nas cidades subterrâneas, onde rodamos mais de 50 km Gostei muito do atendimento da New Goreme, acertei com eles também o passeio de balão, caro mas imperdível! Adorei as paisagens da Capadocia. O Museu a céu aberto está a pouco mais de 1 km de Goreme, dá pra ir caminhando. Em Goreme, tem um supermercado "Dia", tudo barato e por lá comprava coisas para o café da manhã ou mesmo lanches para jantar. Os almoçoes foram oferecidos pela empresa de turismo e já inclusos no pacote. Deve ser legal alugar um carro por lá, acho que com um bom mapa dá pra se virar muito bem. O Monks Valley é lindo, impressionante! Também o vale do amor, da imaginação, Uchisar, Mustafa Pasa, tudo incrível. Aconselho ir no verão, pois os dias são lindos e claros, as fotos ficam show!! Apesar de ser um calor escaldante. Fiquei na Kose Pension, foi ótimo, tem uma piscina bem legal pra relaxar depois dos passeios. Pamukkale, A cidade pode ser feita num dia, fiquei no Kale Hotel, pois cheguei as 7 da manhã e o nosso onibus partia as 22 Paguei mas não dormi, foi só um lugar pra ficar antes e depois de caminhar pelas piscinas de Pamukkale O lugar é realmente especial, com destaque para as ruínas de Hierapolis. Leve água pois é muito seco, e o preço da mesma dentro do parque é caríssimo. Vá de chinelo, bermuda ou roupa de banho para aproveitar as piscinas. Não pode andar com calçado pelo mármore. Rhodes, Fui a Rhodes desde Marmaris, gostei muito, já conhecia a Grécia, no entanto a cidade é bem diferente por causa da cidade medieval. Um destaque para Lindós, e para praia atrás da Acropole, maravilhosa, onde um rochedo forma um mar-piscinão Fiquei no Parthenon Hotel, bem legal, 28 euros o casal, com piscina e quartos bem espaçosos. Bodrum, Bodrum é onde a noite turca pega fogo, uma cidade bem legal cheia de baladas e praia, um pouco mais caro que as outras. Usei Bodrum como base para descansar, curtir praia e piscina. Tem um comércio enorme na cidade, e é bem legal passear pela marina e pelo castelo de Bodrum. Fiquei no Angora Hotel com uma piscina incrível!! De Bodrum voltei a Istambul de Pegasus, por mais ou menos 90 reais. Os voos da pegasus chegam no aeroporto Sabiha que é do lado asiático, bem longe do centro, cerca de uma hora. Caso utilize este aeroporto se programe com bastante antecedência pois demora bastante por conta do trânsito. Fique esperto dos horários do onibus de Bodrum para o aeroporto, o terminal é bagunçado e não é claro de onde o onibus sai. Fique esperto!! A viagem do centro de Bodrum até o aeroporto leva 45 minutos. Adendo: Fiz dois trechos em ônibus na Turquia: Goreme - Pamukale e Pamukale - Marmaris e posso dizer que foi a pior experiência com ônibus que já tive na minha vida, as cias foram Suha e Pamukkale. Bom, pq foi tão ruim ? Seguinte, mesmo para viagens longas o ônibus não tem banheiro, e não espere o conforto dos ônibus brasileiros, são super ruins. Não existe aquela divisão entre o motorista e os passageiros, o que acho super desconfortável, como se não bastasse isso, os turcos viajam em 4 no ônibus?1 motorista, dois auxiliares e um comissário de bordo. Pensando assim até parece que temos acessoria mas é horrível, o comissário de bordo (que usa até gravatinha) fica a noite inteira andando pra lá e pra cá, e parece que o objetivo dele é não te deixar dormir. O motorista e os outros dois que não servem pra nada, ficam conversando a noite inteira, falando no celular e tive a exata percepção que queriam irritar os passageiros. Num determinado momento levantei pra estivar as pernas, e o chato do comissário foi perguntar o que queria. Ninguém falava inglês. O comissário de bordo ficava limpando o ônibus o tempo todo, recolhendo saquinhos, latas e fazendo muito barulho. O ônibus parava muitas vezes e toda vez lavavam os vidros (achei tudo muito estranho). Num determinado momento o ônibus estava vazio e sentei numa outra poltrona sozinho, e de forma muito mal educada o comissário me obrigou a sair de lá, dizendo que não estava no meu assento. As duas experiências foram péssimas, não recomendo a ninguém ônibus lá, pois existem cias aéreas com preços baratíssimos, como a Pegasus. A única coisa boa é ter wifi no ônibus, mas isso todos têm. Fiquei com saudades do Cometa Campinas - Rio de Janeiro, capoto na rodoviária e acordo só no Rio, confortável, rápido e com banheiro. Galera, qualquer coisa é só falar, estou com todas as informações, preços e dicas anotados. Valeu!!
×
×
  • Criar Novo...