Soroche, Mal de Altura ou Mal da Altitude

Troca de informações sobre prevenção de doenças infecciosas em viajantes e outros temas relacionados. Guias e tutoriais.
Avatar
Rodrigo e Gí
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 1260
Registrado em: 30 Mar 2009, 00:22
Localização: São Paulo - SP
Contato:

07 Mai 2009, 01:28  

Oxigênio Portátil Spray

Alguém já ouviu falar ? Lí em um relato de trekking, o guia tinha um.
Deixe de ser um mero turista e torne-se um mochileiro

Avatar
LeoRJ
Membro de Honra
Membro de Honra
Mensagens: 3620
Registrado em: 16 Abr 2007, 09:58
Localização: Pucón - Chile
Contato:

07 Mai 2009, 02:31  

Vende em latinha tipo spray sim. Vem com um tipo de máscara acoplada no bico.

Mas nunca vi vendendo no Brasil e muito menos na Bolívia e Peru.

Argentina, Chile, França e outros lugares sim.

Abraço,
Leo

Avatar
Suelih
Membro de Honra
Membro de Honra
Mensagens: 725
Registrado em: 22 Set 2005, 15:31
Localização: Maringá
Contato:

18 Jun 2009, 18:30  

Leo, pode me sanar uma dúvida?
Se o mal da altitude ocorre apenas pela escassez de O2, se usarmos essa latinha de spray de O2 resolveria todo o problema do mal? Isto é, desde que vá usando conforme vai subindo e sentindo a falta de ar.
Ou melhor se prevenir e levar tbem as vitaminas e aspirinas?
Eu quero voltar pra Bolivia mas meu receio é passar mal de novo...
Obrigada!
sueli

Avatar
michel
Membro de Honra
Membro de Honra
Mensagens: 1414
Registrado em: 30 Jan 2003, 01:25
Localização: Sampa, SP, Brasil

18 Jun 2009, 19:14  

nhioka2 escreveu:Leo, pode me sanar uma dúvida?
Se o mal da altitude ocorre apenas pela escassez de O2, se usarmos essa latinha de spray de O2 resolveria todo o problema do mal? Isto é, desde que vá usando conforme vai subindo e sentindo a falta de ar.
Ou melhor se prevenir e levar tbem as vitaminas e aspirinas?
Eu quero voltar pra Bolivia mas meu receio é passar mal de novo...


Eu usei esses tubos de O2 quando subimos o Vulcão Lascar (5.400m) realmente ajuda, mas eu não tinha náuseas nem dor de cabeça, estava com falta de ar mesmo. Eu acho que a melhor forma é a aclimatação, nós fizemos isso enquanto passeávamos em San Pedro de Atacama, no primeiro dia não fizemos nada, no segundo só o passeio de bike pra Valle de La Luna, no terceiro fomos as Lagunas Altiplanicas (mais de 4.000m), no quarto no El Tatio (mais de 4.000), no quinto Salar de Tara (mais de 4.000), sexto Vulcão Lascar (mais de 5.000) e sétimo a décimo passeio pelo Salar de Uyuni (mais de 4.000). Dessa forma, fora a falta de ar no Vulcão (mais pelo esforço físico), não tivémos problema algum, nem uma dorzinha de cabeça...
MICHEL

Avatar
Suelih
Membro de Honra
Membro de Honra
Mensagens: 725
Registrado em: 22 Set 2005, 15:31
Localização: Maringá
Contato:

18 Jun 2009, 20:48  

Lembro que quando estava atravessando o Paso Jama, eu estava muito mal, foi só tomar 5 minutinhos de O2 na Gendarmeria, fiquei otima!
Daí minha duvida...

Avatar
michel
Membro de Honra
Membro de Honra
Mensagens: 1414
Registrado em: 30 Jan 2003, 01:25
Localização: Sampa, SP, Brasil

18 Jun 2009, 21:02  

nhioka2 escreveu:a dor de cabeça e o mal estar será que nao sao decorrentes da falta de ar? Ou sao sintomas separados?
Se eu tivesse certeza que a dor de cabeca vem por causa da falta de oxigenacao, entao eu me daria bem apenas levando o tubo de O2.
Quem poderia nos esclarecer?... pra mim isso faria uma grande diferenca!


Sueli, eu acho que tudo é decorrente da falta de oxigênio, parece que essa falta de oxigênio gera um aumento dos glóbulos vermelhos no sangue e isso é que dá a dor de cabeça, pois o sangue fica mais "grosso". Acho que vc poderia levar uns tubos de O2 enquanto estivesse em alta altitude, mas não dá pra vc usar durante muito tempo, a não ser que vc tivesse muitos deles. O ideal é se aclimatar, ou seja, subir um pouco, passar um tempo lá em cima e voltar, no dia seguinte sobe de novo passa mais tempo e volta assim o corpo tem tempo pra acostumar.
MICHEL

Avatar
PauloMotta
Membro de Honra
Membro de Honra
Mensagens: 876
Registrado em: 22 Out 2008, 01:07
Localização: Salvador

18 Jun 2009, 23:06  

nhioka, o soroche tem o fator fisiologico e o fator sorte, não sei até que ponto eles me ajudaram, mas tambem tomei uma ampola de rubranova15000 (o medico receitou 3 mas parei na primeira) no dia de viajar, 3 dias depois estava saindo do nivel do mar (Salvador, Lima e Trujillo) e subindo até 5.200msnm (nevado Pastouriri), no mesmo dia desci pros 3. alguma coisa de Huaraz sem nada de dor de cabeça, de barriga, nausea, etc.

Como falei não sei até que ponto o remedio me ajudou, mas pra voce que tem problemas com aclimatação vale se informar com um medico à respeito do rubranova que não apresenta efeitos colaterais, apesar de ter algumas contra indicações. Qualquer ajuda por menor que seja é valida pra atenuar os efeitos do mal da altitude.

Avatar
jubapaes
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 98
Registrado em: 20 Nov 2006, 09:18
Localização: São Paulo
Contato:

19 Jun 2009, 08:58  

Olá a todos,

Eu sou médico e o "inaugurador" desse tópico. No meu primeiro post dou uma explicada a respeito dos sinais e sintomas decorrentes do mal da altitude. Mas quanto a dúvida a respeito da oxigenação, se ela é a responsável pelos sintomas, a resposta é sim e não...Na verdade a hipóxia é uma das responsáveis, mas não a única...por isso só o tubo de oxigênio não vai te livrar da dor de cabeça. Na verdade os mecanismos que geram essa cefaléia de altitude ainda não saõ 100 % conhecidos, existindo apenas algumas hipóteses que explicam. Na altitude temos não só uma menor taxa de oxigênio atmosférico, como também um ar bem mais seco ao que estamos acostumados...e isso acaba criando um efeito "bola de neve". Explico : na altitude o nosso organismo cria como resposta imediata, aguda, à hipoxemia, a hiperventilação (o aumento da produção de glóbulos vermelhos é resposta crônica, demora cerca de 3 semanas para acontecer e não deixa nenhum sangue "grosso" e não é causa de dor de cabeça...), ou seja, começamos involuntariamente a respirar mais rápido que o habitual. Isso, logo de início, gera alguns problemas. Como nosso organismo ainda não está adaptado a essa nova condição fisiológica, ao respirarmos mais rápido, começamos a ter também taquicardia e eliminamos mais gás carbônico que o habitual. O gás carbônico é um dos determinantes do ph do sangue, sendo assim, com essa alteração e alteração da pressão parcial dos gases no sangue, são disparadas uma outra série de outros mecanismos adaptativos no nosso organismo que levam a diversos efeitos; como alterações no hábito intestinal (flatulência e diarréia), dores musculares e caimbras, dor de cabeça (cefaléia tensional), sonolência, náuseas...enfim, é o nosso corpo tentando se adaptar à nova situação...O tempo necessário varia muito de pessoa para pessoa, pode ser 01 dia, pode ser 01 semana...não dá para prever.
Resumindo, pode ser que só oxigênio resolva a dor de cabeça (existe uma patologia que se chama cefaléia em salvas em que a terapia é justamente essa), mas é mais provável que ele só alivie, e que sejam necessários também analgésicos, anti-inflamatórios ou relaxantes musculares.
Bom , espero ter ajudado

Abraços.
Colaborador Fórum América Central / Fórum América do Sul : Argentina , Chile , Bolívia , Perú e Uruguai
Dicas de saúde: Mal da altitude
Siga o Blog sobre nossa volta ao mundo em 2013 : http://um-mundo-pela-frente.blogspot.com.br/

Avatar
jubapaes
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 98
Registrado em: 20 Nov 2006, 09:18
Localização: São Paulo
Contato:

19 Jun 2009, 09:13  

Acabei me empolgando ,falei só da hipoxemia e acabei não falando do ar seco e do "efeito bola de neve"...desculpem...
Com o reflexo da hiperventilação, respiramos mais rápido ( a frequência respiratória pode aumentar de um normal de 12 incursões por minuto para até 20 ipm) e liberamos não só gases como também vapor d'água. Acontece que a atmosfera em La Paz por exemplo, já é bastante seca...sendo assim, só pelo simples fato de estarmos respirando, já temos uma desidratação, cujo grau vai depender da idade e das condições físicas de cada um. A desidratação causa, entre outros sintomas, sonolência, náuseas e dor de cabeça...Quem nunca teve aquela diarréia que te deixou com dor de cabeça e mal estar?? Pois bem, é o mesmo efeito.
Por isso a hidratação na altitude é importantíssima para ajudar na adaptação, principalmente se você for ficar tomando chá de coca, que tem efeito diurético!!
Agora acho que não esqueci de nada...
Até mais!!
Colaborador Fórum América Central / Fórum América do Sul : Argentina , Chile , Bolívia , Perú e Uruguai
Dicas de saúde: Mal da altitude
Siga o Blog sobre nossa volta ao mundo em 2013 : http://um-mundo-pela-frente.blogspot.com.br/

Avatar
andreantunes
Colaborador
Colaborador
Mensagens: 197
Registrado em: 07 Jun 2008, 17:25
Localização: Minas Gerais, Brasil

28 Jun 2009, 00:23  

Pessoal, fiquei muito tempo se voltar à esse Forum. Fiquei assustado com os comentarios de LeoRJ (me desculpe Leo, mas ficaram perigoso seus comentários...) Sou Cardiologista, pesquisador universitário, e reli, e estudei tudo recente e antigo sobre mal de altitude.
Esqueçam a tal da vitamina Citoneurin ou Rubranova. Não faz bem, e nem mal nenhum. Todo cardíaco e hipertenso pode tomar !! Se alguém melhorou (?) foi por razão psicologica.

É perigoso sim !! subir rápido é risco !
O melhor remédio quando está grave, além dos medicamentos, é DESCER, pelo menos 500 metros no mínimo (de altitude).
Gente, mas o melhor remédio mesmo é PREVENIR !! no inicio deste forum, PAGINA 1, 2 e 4, ESTÃO OS COMENTÁRIOS MAIS SEGUROS, EMBASADOS. O primeiro e segundo a escrecer, o Hendrik, e o meu.

LEIAM lá atrás, mas resumindo : respeitar os limites de subida. (3 mil metros e 4 mil metros recomenda-se um dia de aclimatação), MUITA HIDRATAÇÃO ( Pesquisei dezenas de site de expedições do Himalaya, todos veteranos afirmam isso), e dos medicamentos, o Diamox ajuda preventivo, e os outros (decadron , etc, já é com o cara doente: vai ter que descer de qualquer jeito).
REPITO : LEIAM as paginas 1,2 e 4 !!!



  •   Informação
  • Quem está online

    Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante