Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''pico do lopo ''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
  • Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Companhia para Viajar
  • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
  • Nomadismo e Mochilão roots
  • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 1 registro

  1. Fui com mais dois amigos para Extrema, sul de Minas Gerais, Saindo do ABC Paulista, Dá mais ou menos 120km de distância, e é bem tranquilo para chegar. Chegamos na cidade e passamos em um mercado para comprar algumas frutas e pão para levar de lanche na trilha. Depois partimos para a primeira parada na estrada para lá: A rampa de asa delta, que também é um mirante lindo da região. Fiz um voo de drone lá, além de algumas fotos. Voltamos ao caminho, e logo achamos o fim da linha, uma casa onde é cobrado um valor para deixar o carro, além de um valor por pessoa para entrar na trilha. Não tínhamos dinheiro, somente cartão, e depois de conversar e explicar para a pessoa a situação, ele deixou parar o carro e entrarmos nós 3, de graça. A trilha é de nível bem fácil no começo, ficando um pouco mais difícil no final, onde é necessário fazer uma escalaminhada. A primeira parada é a pedra dos cabritos, uma pedra um pouco pontuda, mas que é bem tranquilo para subir em seu topo. A vista é sensacional, depois da pedra do pico, é a que achei mais roots. Dá uma vista linda da pedra das flores, e da pedra do pico. De cima dela, vimos um pássaros verdíssimo voando e cantando. Surreal. Voltamos a trilha, e depois de pouco mais de 25 minutos, chegamos a pedra das flores. A pedra é enorme, e tinha bastante gente com cachorro. Paramos lá para admirar, tirar fotos, e fazer um lanche. Descansamos por uma meia hora, e partimos para o destino final: a pedra do cume. Andamos um pouco mais que o normal, e o caminho foi ficando cada vez mais íngreme. Até que chegamos na hora mais complicada, porém mais emocionante: algumas pedras serviam de apoio para os pés, e uma corda com alguns nós era o apoio. Você precisa subir puxando a si mesmo com uma corda. Pouco abaixo, o abismo. Alguns ralados depois, chegamos ao cume, que vista linda! Fiz um voo de drone que rendeu imagens lindas de lá de cima, realmente vale muito a pena subir! Por sorte o vento estava fraco, e o tempo lindo. Bem longe no horizonte víamos algumas nuvens pretas, então partimos em direção a trilha novamente, para retornar a cidade de Extrema. Comemos um prato feito de 13 reais em Extrema, e voltamos para São Paulo renovados com a energia da montanha. Vídeo da viagem: Good trips!
×
×
  • Criar Novo...