Use o menu Tags para buscar informações sobre destinos! - Clique aqui e confira outras mudanças!

Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''terra do fogo ''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Não sabe por onde começar? Entre aqui!
    • Novidades + Como usar o Mochileiros.com
  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas e Respostas
  • Destinos e Roteiros
    • América do Sul
    • África
    • Ásia
    • América Central, Caribe e México
    • Brasil
    • Europa
    • Estados Unidos e Canadá
    • Oceania
    • Oriente Médio
    • Volta ao Mundo
  • Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Trilhas e Travessias
    • Trilhas e Travessias
  • Equipamentos
    • Equipamentos de Camping e Aventura
  • Avaliações
    • Avaliações
  • Estilos de Viajar
    • Mochilão Roots
    • Viagem de Barco ou Navio
    • Viagem de carro
    • Cicloturismo - Viagem de Bicicleta
    • Viagem de moto
    • Vanlife: Viver e viajar em uma casa sobre rodas
  • Classificados
    • Classificados
  • Central de Caronas
    • Caronas
  • Outros Assuntos
    • Papo Mochileiro e Off Topic
  • Blogs de Viagem
    • Blogs de Viagem
    • Posts
  • Guia do Mochileiro
    • Guia do Mochileiro
  • Ajuda e Suporte
    • Ajuda & Suporte
    • Arquivo (Somente leitura)

Categorias

  • América do Norte
  • América do Sul
  • Ásia
  • Brasil
  • Europa
  • Oceania
  • Oriente Médio

Encontrado 1 registro

  1. Salve galera mochileira!!! Acabo de voltar de um sonho, de uma paisagem mais estonteante que a outra, de um paraíso gigante chamado Patagônia Não tinha a menor ideia que iria pra Patagônia até pouco mais de 6 meses atrás... Ocorre que nós, mochileiros, voltamos de uma viagem já pensando na outra Nas minhas últimas férias em agosto, fui pro Nordeste: Recife, Porto de Galinhas e Maceió, e na volta da viagem já pensava em algumas coisas pras próximas férias... Na verdade, durante aquela viagem e até antes mesmo de ir pro Nordeste, já passava pela minha cabeça a ideia de ir pra Colômbia, Cartagena... Estava eu no voo de volta, divagando possibilidades de dias pra dividir as férias, quando ir pra Colômbia e eis que começa a passar no avião um documentário sobre...quem??? Patagônia!!! Especificamente Perito Moreno. Talvez esse nome não fosse muito estranho pra mim, talvez já tivesse ouvido falar antes, mas nunca tinha dado muita atenção... Fiquei olhando aquele documentário, as imagens passando...peguei o fone de ouvido e conectei pois já comecei a ficar impressionado com aquelas imagens... A voz do narrador do documentário era de quem enchia a boca pra falar de algo estupendo, grandioso, fantástico...e obviamente que a Latam levava vc pra lá e blá blá blá Depois começou a passar imagens de picos e montanhas impressionantes, que posteriormente vim a descobrir que se tratava de Torres del Paine e o Fitz Roy Comecei a pensar...por que não??? Já tinha ideia de dividir uma parte das minhas férias pra fevereiro, o documentário já dizia que o verão é a melhor época...Então...#partiu!!! Cheguei de viagem e já comecei a devorar tudo quanto é informação sobre aquela região Me apareceu o nome de Ushuaia, fim do mundo...mais alimento pra minha fome de desbravar a Patagônia... Pois bem, em 6 meses a Patagônia me passou de um lugar que eu nunca tinha dado muita atenção, se algum dia passou pela minha cabeça de ir pra lá devo ter pensado que jamais seria capaz, mas hoje...hoje já é uma realidade E essa realidade vou compartilhar agora com vcs Comprei as passagens pela Aerolineas saindo do Rio. Trecho RIO-AEP-USH, USH-FTE, FTE-AEP, AEP-RIO por R$2157,00 comprados com 50 dias de antecedência pq foi o máximo q a passagem tava abaixando. Depois subiu mais ainda mas... pro meu desespero.. já agora na semana de viajar, o preço caiu pra 1795,00. Pois bem, depois q vc compra a passagem é melhor nem olhar mais os preços pra evitar esse tipo de dor de cotovelo Já ia ser uma boa economia pra poder gastar mais na Patagônia e a Patagônia é caaaara, caaaaaara, muito caraaaaa. Vou falar mais uma vez que a Patagônia é cara tá!!! Mas enfim, dinheiro se gasta com o que nos dá retorno né...vou dissertar mais sobre isso adelante... Fiz um seguro de viagem pela assist-med no valor de R$ 75,68, plano prata mundial. Me parecia ter uma cobertura razoável no caso de alguma zebra hehe. Aquele tipo de coisa q vc paga esperando não ter q usar...E ainda bem q nao tive, mas viajar sem seguro não é legal... Quanto a roupas, comprei pouca coisa. Primeiramente é bom saber que eu não sou de sentir muito frio. Esse sou eu Já tinha algumas roupas que achava suficiente e pra completar só comprei na decathlon essas coisas aki: http://www.decathlon.com.br/trilha-trekking/roupas-de-inverno-masculinas/segunda-pele-camada-1/calca-segunda-pele-simple-warm-masculino-wedze?skuId=882049 Usei essa calça o tempo todo, não exatamente pelo frio, mas pq eu não tinha calça impermeável e, no glaciar martial por exemplo, tava chovendo, a calça jeans molhou e a térmica segurou legal. Nos outros dias usava como precaução mesmo, pois as trilhas são longas, o clima da Patagônia é muito imprevisível e tudo pode acontecer, então melhor andar prevenido. Ela é bem térmica, então mesmo qdo sentia calor, ela não incomodava http://www.decathlon.com.br/ski-snowboard/roupas-masculinas/segunda-pele/blusa-segunda-pele-simple-warm-masculino-wed-ze?skuId=1276916 Essa eu usei o tempo todo, pq já tinha um fleece mas ele é com gola alta e pra caminhada ia ficar muito quente, desconfortável. Fiz quase todas as trilhas só com uma camiseta normal e esse fleece por cima. Apenas no glaciar martial e na pinguinera que tive que colocar a campera pra completar http://www.decathlon.com.br/trilha-e-trekking/acessorios/meias-de-trilha/meias-arpenaz-50-high-adulto?skuId=1087671 meias pra trilha, perfeitas, andei ate 25km nas trilhas de Chalten com essas meias, meus pés agradeceram!! Além disso levei minha campera impermeável, o fleece de gola alta, que não usei, uma blusa de moleton, gorro, luvas e demais roupas normais. Sem segredo. Tênis fui com um só, no meu pé Quando empoeirava nas trilhas eu chegava no hostel, levava ele na pia e dava uma recauchutada pra ficar sociável de novo Minha viagem começou de véspera. Moro em Cons. Lafaiete/MG a 300km do Rio, to a 2 horas de Confins mas como as passagens são sempre mais baratas pelo Rio então eu vou pra lá Saí no onibus pro Rio as 16h de sabado, cheguei no Rio 22h e lá vou eu pra uma agradável noite de espera no Galeão... Domingo, 05 de fevereiro de 2017 Voo saindo do Rio as 07:10, teve até pedido de casório no avião, o comissário que namora a comissária há 10 anos pediu ela em casamento durante o voo, ela aceitou, o capitão abençoou e o povo aplaudiu ÊÊÊÊÊÊÊÊ Eu fui pela Aerolineas Argentinas, já vi muito comentário do povo metendo o pau mas comigo foi tudo muito sossegado, não tenho nada a reclamar da Aerolineas. Nada de atraso, cancelamento, desorganização, extravio de bagagem, lanchinho ok, por mim tá aprovada :'> A unica intempérie não foi culpa da Aerolineas...Eu já tinha lido muito sobre os bizarros ventos patagonicos, os difíceis pousos em Ushuaia, entao tava meio nervoso. Porém 3 dias antes a previsão do tempo indicava uma Ushuaia sem vento e até quentinha. Assim ficou. Saí bem aliviado que os tais ventos patagonicos não iam incomodar meu pouso em Ushuaia Mas...Se Ushuaia está bem, daí vem Buenos Aires e trolla vc Depois do romântico pedido de casorio, nosso capitão avisa que Buenos Aires tá raivosa, com vento oeste de 40km/h e que o pouso vai ser um tanto quanto interessante... Apertem os cintos, segurem-se em seus lugares e lá vamos nós, descendo, acelerando no meio das nuvens sem ver nada, dando umas quedas bruscas muito loucas, de repente aponta BsAs no meio das nuvens e a gente caindo loucamente e rapidamente sobre a cidade num chacoalhar radical com direito a pneus cantando na aterrisagem Pousamos inteiros sãos e salvos as 9 da manhã (sem horário de verão em BsAs) e a galera toda aplaude o pouso. Pensava eu que era pq o piloto foi ninja, mas não, todos os outros voos da minha viagem, que pousaram sossegadamente, foram acompanhados de aplausos. Me disseram q isso virou uma modinha na Argentina. Pois bem Desembarcados, imigração ok, sem fila. Um voo da Aerolineas parece q a maioria é argentino então brasileiros não pegam fila e os argentinos vão pro filão. Se fosse um Gol ou Tam, ia ter um monte de brazuca e a fila da imigração ia tá grandona...Sei lá tb, palpite Olho na câmera, polegar na maquininha, carimbo no passaporte, bienvenido, nada más Aduana super sussa tb, só passar as mochilas enquanto os operadores conversam entre si e eu vi q eles nem tavam olhando minha mochila no raio x, tavam nem aeee Agora direto pro câmbio. Câmbio na Patagônia não é bom, depois fiquei sabendo que no Hotel Antartida em Ushuaia tava 1 real = 4,80 pesos e em Calafate ainda pior. E no aeroparque tava 1 real = 5,10 pesos, então era ali q eu ia trocar. Tinha uma fila básica no câmbio, umas 12 pessoas, e meu voo pra Ushuaia era 11:20, então eu não tinha pressa mas tb nao tinha tempo sobrando. Acabei ficando quase meia hora na fila do câmbio, então leve isso em conta se vc tem escala apertada... Quando tava quase na minha vez aparece uma menina desesperada, que o embarque do voo dela começava 10:20 e já era 10 horas e pedindo o povo pra passar na frente pq tinha q cambiar pesos, arrastando um portuñol bem tipico. Entao conheci a Tati, de BH, que tava indo pra Calafate. Como todo mundo ja tinha deixado ela passar e eu era o proximo, tb fiz a caridade, já q meu embarque só começava 15 min depois dela. Enquanto o caixa do cambio não liberava, ela me contava q ia pra Chalten depois e pelas datas a gente ia esbarrar por lá tb e saiu um tanto quanto esbaforida com medo de perder o voo Levei todo dinheiro em grana viva. 5 mil reais. Cartão de débito liberado pra uso no exterior, mas só em emergência. Cartão de crédito idem. Troquei 4 mil reais, deu 20400 pesos, tudo em nota de 100. Imagina o paçoco de dinheiro, 204 notas Como disse, a cotação de real era 5,10 e todos os preços q eu relatar em pesos aqui vcs dividem por esse valor pra ter uma ideia em reais. Eu vou falar aqui todos os preços de passagens, hospedagens, passeios...comida as vezes, pq aí já é mais pessoal, tem quem cozinhe e quem coma na rua, quem goste de carne e quem não goste. E presentinhos tb sao gastos mto particulares, acho q nao precisa relatar. Mas vou fazer um balanço geral de gastos no final :'> Saí do cambio direto pra sala de embarque domestico, nem procurei o guichê da Aerolineas pra despachar e fui assim mesmo, com o mochilão nas costas e a mochilinha na mão. Sem problema, passei Depois de 3h de um voo tranquilo, cheguei em Ushuaia no meio de uma tarde de verão, sem vento, sol entre algumas nuvens, 15 graus :'> Tentei dar uma espiada pra ver se tinha alguem com cara de mochileiro pra tentar dividir um táxi mas nao, não deu Peguei um táxi de fora do aeroporto e a corrida até o Antartica Hostel deu 160 pesos O Antartica Hostel é muito bom, confortável...de incoveniente só o que todo mundo já citou aqui, que os banheiros são no térreo, atrás da recepção. Então se vc tá no 2° andar e quiser dar um pulinho no banheiro na madruga, vai ter q sair do quarto quentinho, dar uma corridinha na varanda geladinha até entrar na cozinha e descer a escada, passar pela recepção onde o cara lá vai olhar pra tua cara amassada e aí sim vc chega no banheiro Fora isso, os quartos tem um tamanho bom, fiquei num de 6 camas, os lockers sao bem grandes, o café da manhã é suficiente, os ovos estão lá inteiros pra vc fazer o q bem entende com eles. Só não tem nenhuma fruta mas tem sucrilhos e um pãozinho macio q é uma beleza. Os chuveiros são quentes e é só pedir toalha na recepção que eles te dão. :'> Fiz a reserva pelo próprio site do hostel, os contatos foram por email. Reservei 45 dias antes de ir pq me falaram q o Antartica é concorrido no verão. Não precisa pagar nada adiantado, só confirmar a reserva por email uns 4 dias antes O valor da diaria é 400 pesos, pagando em dinheiro dão descontinho. Minhas 4 diarias que seriam 1600 pesos, com desconto deu 1520 Depois do checkin, animadissimo pra desbravar o fim do mundo Fui na clássica placa do fim do mundo tirar a clássica foto Pouco ali pra frente tem umas casinhas das empresas que fazem os passeios no canal. Eu queria a Pinguinera. Sabia que era caro e só a Piratour fazia. E é caro, foi o passeio mais caro de toda viagem. Tinham 1 vaga para o dia seguinte e depois vagas para quarta. Apesar de caro, é concorrido. E esse caro eu to falando de 2500 pesos!!!!!!!!! Existem outros por 1500 pesos, mas não descem na ilha dos pinguins, só chegam perto. Mas era o passeio q eu mais queria fazer em Ushuaia. Queria muito andar bem pertinho dos pinguins Pensei algumas coisas: 1 - Qual a chance de um pinguim chegar aqui em Minas? Vez ou outra, no inverno, aparece um pinguim perdido no Sul, em Floripa...Mais incrivelmente ja vi noticia uma vez de um pinguim perdidão no Rio. Mas e o pinguim subir a serra e vir parar aqui pra Minas? Sem chance! Pinguins nunca virão em Minas, mas o mineiro estava em Ushuaia.... 2 - Qual a chance de eu voltar na Patagônia? Eu, particularmente, tenho uma filosofia de que figurinha repetida não completa álbum e esse mundo é muito grande pra pouca vida 3 - Pra que eu trabalho? Pra que eu aturo chefe todo dia? Cobrança de meta todo dia? Cliente chato todo dia? Pensei que todas essas coisas que passei é que me proporcionaram ganhar meu salário e poder estar ali. Então é caro? Sim. Mas eu queria fazer. Demais. Me permiti o presente, e se vc tem vontade de fazer, vá! Então bora, pinguinera reservada pra quarta. Depois fui bater pé a toa pela cidade, andar pela famosa San Martin. Procurar algo pra comer e o primeiro lugar que vou a hamburguesa é 230 pesos uauaaaaaaaa To fora Sem base essa inflação patagonica. Os sanduíches da Aerolineas eram até bem fartos e eu não tava com muita fome. Vi uma padaria que vendia churros, era 2 por 20 pesos, então ataquei hehe. Dei uma volta na orla, tava uma bela tarde de sol, aquele arzinho frio típico, mas até tirei a blusa, de boa, tempo super agradável, 15º no sol e sem vento é gostoso. Passei no mercado La Anonima, na rua de trás do hostel, comprei uns lanchinhos de trilha, frutas, biscoitos, sanduiche natural... kits de sobrevivencia na Patagonia deu 89 pesos e o resto do dia descansando no hostel depois da maratona de quase 24 horas pra chegar no fim do mundo Nos supermercados não tem sacola. Tem pra vender, 10 pesos essas sacolas ecológicas. Eu levei pouca coisa na mão mesmo, mas como tinha levado muitas sacolas plásticas daqui pra colocar roupa suja ou molhada, essas coisas, então das outras vezes q ia no supermercado já levava sacola Anoitece depois de 22 horas Segunda, 06 de fevereiro de 2017 O tempo virou em Ushuaia. O domingo de sol virou uma segunda nublada e de garoa. Frio o dia todo, minima de 9° e máxima de 11° Mesmo com o tempo assim, resolvi ir no glaciar Martial. Era umas 11 horas, tinha pouca gente no hostel essa hora, os poucos q estavam lá não pareciam mto animados. Saí andando mas o tempo tava bem feio, eu tava com medo de piorar, então peguei um táxi pra chegar rapidinho lá em cima. O taxi deu 180 pesos. Mas não precisa, pode ir a pé, a não ser que vc queira chegar mais rapido ou se poupar da subida. Uns 15 minutos o táxi me deixou na entrada do parque do glaciar. Nenhuma alma viva, 1 carro parado, tempo fechadão... Entrei no guardaparque, peguei um mapa e o cara me disse aproximadamente 2 horas pra ir e voltar. Fui subindo a pé pela pista de ski q em fevereiro é só uma estrada de pedras. Tava 10 graus, eu de camiseta, fleece e campera, tava garoando e a mochila nas costas, subindo aquele morro, mesmo com o frio minhas costas suavam. Foi aí que dei importância pra um item que muita gente fala aqui e eu não levei mas é importante: camiseta dry-fit. Qdo vc sua no frio, o suor fica frio e qdo vc puxa a camiseta pra trás e encosta ela de novo no corpo, vc sente o qto o suor tá gelado... Maior bruma envolvente, não via nada!! Cheguei na plataforma superior e dali tem 2 trilhas, uma indo pelo bosque e outra beirando o rio. Vc pode ir por uma e voltar pela outra. Fui pelo bosque, voltei pelo rio. No fim dessas trilhas é que começa propriamente a trilha pro glaciar. Da entrada do parque até esse ponto é uma subida contínua mas não é dificil. Desnivel de 220 metros. Daqui pra frente é a trilha ao glaciar, desnivel de 275 metros e trilha entre pedras. Segui enxergando poucos palmos à minha frente... Lá pelo meio da trilha a bruma envolvente começou a ir embora. Já dava pra ter uma visão melhor do que tinha pra frente. No final da trilha q a subida é mais pesadinha, zigue zague, pedras...mas cheguei lá de boa Só tirei umas fotos do gelo, pisei no gelo, meu primeiro contato com um glaciar!!! Fui voltando, o tempo seguiu abrindo, mesmo assim ver Ushuaia lá em baixo era sem chance. Tem uma outra trilha que vai pra um mirador da cidade. Fui até lá mas obviamente não tinha cidade pra mirar... Na volta o tempo já tava um pouco mais limpo... Pero, donde está la ciudad? Cheguei de volta na entrada do parque 14:30. Fui voltando a pé pra Ushuaia, ziguezagueando por aquela estradinha sinuosa, vez ou outra pegando um atalho onde via as estacas amarelas. Devo ter levado uma hora pra descer Não recomendo ir ao Martial se o tempo tiver feio. Vc nao vai ver muita coisa, não dá pra ter aquela panorâmica bacana. Mesmo assim achei muito bonito e recomendo como ótimo passeio pra dias de tempo bom Chegando em Ushuaia fui procurar comida. Caríssimo comer em Ushuaia. Fiquei num lanche, 2 empanadas e café por 135 pesos. Passei no supermercado, comprei 2 peras e 3 pêssegos por 41 pesos e fui completar isso como janta no hostel
×