Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
FellipeFaria

Entrada em Israel pela Jordânia: Vistos, roteiro, fronteiras?

Posts Recomendados

Em 13/10/2018 em 23:04, vitor.chaves disse:

Infelizmente não sei. Atravessei a fronteira por Eilat.

Vitor, na Fronteira de Eilat e Aqaba tem locadora de veículos? Como você fez a travessia da fronteira? Como se deslocou pela Jordânia?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Jane Klein disse:

Vitor, na Fronteira de Eilat e Aqaba tem locadora de veículos? Como você fez a travessia da fronteira? Como se deslocou pela Jordânia?

Passando a fronteira de Israel para Jordania não há absolutamente nada, apenas alguns taxis (preço tabelado) estacionados. No meu caso fechei uma ida de táxi até Petra direto dali, já que estávamos em 4 pessoas. O que você pode fazer é verificar se há locadora em Aqaba, que é a cidade mais próxima e fechar uma corrida até lá, já que sem chance deslocar-se a pé pela distância.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

5 horas atrás, Jane Klein disse:

Entendi! 😃 Vocês só foram a Petra ou conheceram outros lugares na Jordânia? Contrataram guia ou alugaram carro lá? Obrigada.

Como tínhamos pouco tempo só fizemos Petra. Se não me engano é umas 1h30-2 horas de viagem de táxi e sai uns 50 dinares jordanianos, o que convertendo hoje sairia mais de 270 reais. Outro passeio imperdível é ir até Wadi Musa, os táxis levam até lá também, mas não sei o preço.

Na cidade onde fica Petra o hotel que ficamos tinha transfer gratuito até Petra. Não há muita coisa interessante na cidade além dela, por isso acho que 1 dia inteiro visitando as ruínas é o suficiente, porém vai de cada um...talvez 2 dias no máximo, mais que isso acho que fica "mais do mesmo".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando desembarcamos em Amã, pegamos um carro que já havia sido alugado pela internet (sempre de preferência desta forma pois é muuuuito mais barato do que alugar no momento da retirada). Fomos para Amã para dormir e começar a seguinte jornada nos próximos dias:

- Teatro Romano de Amã

- Cidadela de Amã

- Pegamos a estrada em direção a Madaba (ela é mais conhecida por seus mosaicos bizantinos e omíadas, especialmente um grande mosaico bizantino do VI século, conhecido como o Mapa de Madaba com o mapa da Terra Santa, este mosaico cobre o piso da igreja ortodoxa de São Jorge. Centenas de outros mosaicos do V até o VII século estão espalhados pelas igrejas ou residencias da cidade. A cidade situa-se na "Via Regia", uma estrada construída há cinco mil anos, a quase 730 m de altitude. Não muito longe de Madaba está localizado o Monte Nebo.

- Depois Monte Nebo (monte na Jordânia com cerca de 817 m de altitude, mencionado na Bíblia como o local onde Moisés viu a Terra Prometida e onde morreu, sem chegar a entrar nessas terras, que viu ao longe. Do alto do monte Nebo observa-se um panorama da Terra Santa e, para norte, uma vista mais limitada do vale do Rio Jordão. A cidade de Jericó é visível também do topo, tal como Jerusalém, em dias límpidos.

- Em seguida em direção ao Mar Morto para conhecer o local de batismo de Jesus Cristo do lado da Jordânia (muitos dizem que seria o real local de batismo) pois do outro lado do rio dá para ver uma construção muito bonita que seria o local de batismo de Israel.

- Durante a viagem em direção a Dana, terá diversos locais para dar um "mergulho" no Mar Morto. Uma vez lá não se pode perder esta oportunidade.

- Uma rápida passagem pela Reserva Natural de Mujib que foi declarada pela UNESCO como Reserva da Biosfera de Mujib. 

- Dana. Se você gosta de desfrutar de passeios ao ar livre, vai adorar este lugar. Você começa a atravessar a reserva do século XV, no vilarejo conhecido como Dana, que é em grande parte original em termos de arquitetura. Há também restaurantes e acomodações, se você decidir ficar durante a noite. A reserva é o lar de canyons e vales, o que torna a paisagem bonita e prístina para que você possa tirar algumas deslumbrantes fotos dessa natureza espetacular.

- A pérola da viagem Petra! A arquitetura de Petra com cortes de pedras é mundialmente famosa, e a cidade arqueológica também foi designada como uma das Novas 7 Maravilhas do Mundo. Conhecida como a Cidade Vermelha ou a Cidade Rosa, Petra foi uma vez a capital do Reino Nabataeano, antes de se tornar parte do Império Romano. Infelizmente, a cidade foi abandonada e esquecida por muitos séculos, e redescoberta no início do século XIX.

- Pegamos e fomos de uma só vez a Amã novamente (pegar a estrada principal aproximadamente 240 km de Amã)

- Após descanso fomos a Jerash (aproximadamente 50 km de distância) A maioria de nós retrata destinos na Europa quando pensamos em ruínas romanas, no entanto Jerash tem algumas ruínas greco-romanas espetaculares. Na cidade, você pode visitar o Arco de Adriano e o Hipódromo, que é um dos menores hipódromos romanos já construídos. Comece sua visita pelo Museu Arqueológico de Jerash, porque possui uma coleção espetacular de artefatos e gráficos da ascensão da cidade ao longo dos séculos.

- Voltamos a Amã para depois passar para Israel.

A Jordânia é um país pequeno, mas com muitas atrações interessantes. O país possui ruínas históricas, deserto e praia e, apesar de algumas atrações ficarem no norte e outras no sul, as distâncias não são grandes, o que permite viajar de transporte terrestre sem problemas. Fizemos tudo isso em 4 dias.

Espero poder ter ajudado. Boa sorte! Qualquer dúvida pergunte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Seja [email protected] ao Mochileiros.com

    Faça parte da maior comunidade de mochileiros e viajantes independentes do Brasil! O cadastro é fácil e rápido! 😉 

×