Ir para conteúdo

Um casal em Munique - Viena - Praga - Paris - 18 dias em abril/2011


Posts Recomendados

  • Membros

Paris – 20 de abril

 

Dia de realizar um grande sonho nosso: visitar o Louvre!

 

Acordamos cedo e fomos para lá: dessa vez nosso passe funcionou e não enfrentamos uma fila muito grande.

 

O Louvre é agradável, muito bem cuidado e os funcionários apenas são antipáticos, não necessariamente grosseiros. Até às 2 da tarde, andamos muito, visitando tudo o que desejávamos. É claro que não daria pra ver tudo, então ao invés de sair correndo, preferimos eleger algumas alas de nosso maior interessante e visitá-las com calma.

 

20110810193850.jpg

 

20110810193925.jpg

 

A sala da Monalisa estava completamente lotada, não dava nem pra ver o quadro. Então colocamos em prática nosso plano B. Saímos para almoçar (comemos uma lasanha na Pizzaria Marzano, indico), trocar o cartão de memória da máquina e descansar um pouquinho (já mencionei que o apartamento era bem próximo ao Louvre). No fim da tarde, voltamos ao museu e continuamos nossa visita com calma e cuidado. Nesse dia, uma quarta-feira, o museu fecha às 22 horas, portanto aproveitamos bastante. Quando faltavam cerca de 20 minutos para o museu fechar, corremos para a sala de Monalisa! Tiramos muitas fotos “exclusivas”, não somente dela, mas também da Vitória de Samotrácia e ainda outras obras e até a pirâmide invertida, que durante o dia é “infotografável”, tamanha a quantidade de turistas. Ainda fomos ao Carrousel du Louvre (conjunto de lojas subterrâneas), onde enviei cartões postais (com o carimbo de lá) e comprei livros e lembrancinhas.

 

20110810194152.jpg

 

20110810194222.jpg

 

Terminamos a noite caminhando à beira do Sena.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 35
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Paris – 21 de abril

 

Último dia do passe de museu: fomos ao Museu D’Orsay (não há fotos porque é proibido fotografar), que é magnífico. A fachada e uma parte estavam em obras, então estava um pouco confuso para entrar.

 

Depois fomos ao Museu Rodin, outro grande desejo meu. O museu é beeeeeem caidinho, está precisando de reforma urgente (juro que achei que o chão de madeira ia despencar), mas as obras são lindas (pra quem é fã como eu) e ainda havia umas obras de Van Gogh em exposição (no D’Orsay eu não pude fotografar mas lá podia). A parte externa é muito bonita, com muitas roseiras e, é claro, o Pensador.

 

20110810200215.jpg

 

Saindo dali, fomos ao Dome, que fica no Hotel des Invalides, onde está o túmulo de Napoleão. O prédio é imponente e muito bonito por dentro, vale a pena.

 

20110810200258.jpg

 

Partimos para o Arco do Triunfo, mas decidimos não subir porque a fila estava gigantesca! Tiramos algumas fotos e como era hora do almoço, decidimos comer algo na Champs-Elysées. Atenção: se sua viagem for econômica, esqueça comer ou beber qualquer coisa lá! Uma cerveja ou taça de vinho (de 50 ml) custavam 8 euros! As lojas são de grife e é só! Me arrependi de ter ido lá. Havia muitos, muitos brasileiros lá, olhando aquelas vitrinas carésimas. Muita gente sentada nas mesinhas das calçadas reparando em quem passava. E um cara sendo preso por ter furtado uma bolsa. Entramos em um ônibus (que acreditem ou não, pifou em plena Champs-Elysées, tivemos que esperar outro) e fomos embora.

 

20110810200341.jpg

 

Ainda fomos ao Jardin dês Tuileries, então fizemos um macarrão no apartamento, bebemos uma cerveja Guiness, descansamos um pouco e saímos para tomar um sorvete (aliás fizemos isso quase todos os dias) no Amorino, uma sorveteria sensacional italiana que tem várias filiais por Paris. Nós comprávamos um pote de 1 litro (indico os sabores morango, avelãs e beurre salé) e comíamos caminhando pelas ruas fedorentas de Paris.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Paris – 22 de abril

 

Dia de resolver as últimas lembrancinhas! Não poderíamos deixar a família sem uma amostra dazoropa, então fomos à Rue de Rivoli (fica atrás do Louvre), que possui dezenas de lojinhas com os mais variados souveniers a preços razoáveis (ainda dá pra pechinchar ou ganhar alguns brindes).

 

Visitamos ainda a Conciergerie e a Igreja St. Chapelle (atenção: esquema super rígido de segurança). Não tenho fotos porque nesse dia iríamos andar com sacolas e eu não queria carregar muito peso.

 

Almoçamos e depois decidimos incluir algo que não estava no roteiro: as Galerias Lafayette e a Primtemps. Chegando lá, me deparei com alguns sonhos de consumo, como uma batedeira que pesa quase 10 quilos e panelas de ferro esmaltado que aqui custam uma pequena fortuna. Como financeiramente já estávamos no inferno, resolvemos abraçar o capeta logo de uma vez e compramos esses brinquedinhos para nossa cozinha. Para carregar esse peso (e volume) todo, compramos duas malas ali perto. As funcionárias dessas lojas foram as únicas pessoas que me atenderam bem durante nossa estadia de uma semana em Paris. Pudera...

 

Voltamos para o apartamento de metrô e passamos o resto da tarde arrumando as malas para o dia seguinte.

 

À noite, fomos nos despedir de Paris em frente à Torre Eiffel. Chegamos lá bem na hora em que ela começa seu show de luzes. Fizemos um piquenique com direito a champanhe, queijos e pães (não se preocupem, não é farofada, todo mundo faz isso lá, é normal, ok). Lá pelas tantas ouvimos um barulho no arbusto atrás de nós. Achamos que fosse um cachorro ou gato, mas quando investigamos descobrimos duas ratazanas imensas que nos atacaram. Definitivamente era hora de ir embora de Paris.

 

 

20110810202358.jpg

 

 

20110810202439.jpg

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Paris – 23 de abril

 

O dono do apartamento disse que poderia nos deixar lá até às 16 horas, visto que nosso vôo só sairia às 11 da noite. Porém, no dia de nossa partida, ele ligou para nos avisar que um novo cliente entraria no apartamento às 14 hs, portanto nós teríamos que sair ao meio-dia!

 

Não tivemos outra opção a não ser ir para o aeroporto a essa hora, visto que não poderíamos ficar vagando por Paris com duas malas cada um. Pegamos um táxi (o segundo da fila, pois o primeiro motorista não estava a fim de dirigir até o aeroporto e demonstrou isso) e partimos.

 

Chegamos, portanto, com 8 horas de antecedência ao check-in. Fizemos os procedimentos de détaxe tranquilamente (atenção: ANTES de despachar a bagagem), fizemos um check in adiantado e entramos no portão de embarque, onde ficamos até a hora do vôo. A área de embarque internacional é bastante confortável e depois de passar pela “gentileza” do pessoal do raio-x, deu até pra relaxar. Fizemos algumas comprinhas no free shop (basicamente queijos, mostardas e foie gras) e embarcamos no horário rumo ao Brasil, onde chegamos sãos e salvos no dia da Páscoa!

 

Fim.

 

OBS: peço desculpas pela demora no relato, mas organizar as quase 2000 fotos não foi muito fácil, e depois de quase 4 meses do fim da viagem já não lembrava os nomes de alguns lugares.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 meses depois...
  • Membros

Patrícia,

 

Parabéns pelo relato e pelas belas fotos! Vi que vocês usaram uma câmera boa e que sabem fotografar de verdade!

 

Estou indo agora em novembro e li muito as informações de Paris. O passe de museu que vc comentou, valeu a pena no final?

Você ficou sabendo de algum passe para "furar" fila para subir na torre Eiffel? Dá para comprar alguma coisa adiantada na internet?

 

Vc não foi a única que comentou da "educação" dos franceses. No final, vc indicaria quantos dias para um casal conhecer a cidade? Qual você gostou mais, Praga ou Paris?

Meu roteiro:

Roma

Veneza

Budapeste

Praga

Paris

 

Se me lembro bem, vc me ajudou em um dos meus posts pedindo ajuda!

 

Abração,

Sérgio

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 meses depois...
  • Membros

Caro Sérgio

Infelizmente minha resposta não vai mais ajudá-lo, mas mesmo assim respondo suas perguntas para algum viajante que esteja por aqui....

 

1) o passe de museu (Paris Museum Pass) valeu muito a pena, não só financeiramente mas também pelo fato de não enfrentar tantas filas. Antes de ir, pesquisei no próprio site do passe os museus a que ele dava direito, informei-me a respeito dos preços separadamente e descobri que valeria a pena...

 

2) quanto à torre, sei que pode-se comprar o ingresso com antecedência pela internet. O problema é que vc fica atrelado ao horário do ingresso, então se estiver chovendo ou nublado....

 

3) acho que Paris, apesar de tudo, pede pelo menos uns 5 dias, pela enorme carga histórica da cidade. Muitos museus, muitos monumentos, muitos locais a serem visitados...Estarei novamente em Paris em março e vou ficar 4 dias para mostrar a cidade a meus filhos.

 

4) Praga ou Paris? Em Paris há muito mais para se ver e apesar da falta de educação, é uma cidade muito turística, mais preparada para o turismo do que Praga. Em Praga, também pela dificuldade do idioma, acho que 4 dias dá pra ver bem a cidade. Eu acho que não ficaria mais de 4 dias em Praga, aproveitando bem a cidade, é claro.

 

Mais uma vez desculpe Sérgio!

 

Um abraço

Patricia

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Olá pessoal, tudo bem?

 

Gente, também vou viajar pra Europa em Setembro, e queria tirar umas dúvidas, se algum de vocês puder me ajudar eu agradeço.

 

Entre os lugares que vou passar, vou para Praga, e depoi pra Munique, porém não encontro meio de transporte pra fazer esse trajeto. Vocês sabem se tem trem, ou ônibus, e qual é?

 

Outra coisa, qual o transporte de Munich para Füssen? Qual é a companhia? E eu consigo comprar o bilhete ainda aqui no Brasil ou é tranquilo comprar lá?

 

Agradeço muito se puderem me ajudar, estou perdida rs!

 

Até,

 

Aline

oi Aline,nao lembro o nome da companhia de onibus,mas eh super facil,os onibus que fazem hop on hop off tem uns que saem se nao engano as 7.00 da manha do centro em munique eh uma viagem de apenas um dia visitando 2 castelos,castelo de Linderhof e o Castelo Neuschwanstein, sendo que bem pertinho esta o castelo de Hohenschwangau,mas este com o tour de apenas 1 dia nao eh possivel visitar,mas o mais lindo e importante eh mesmo o Neuschwanstein.o tour eh muito legal vc adorara,parando tbem pelo vilarejo de vila de Oberammergau.o passeio eh espetacular.abs e aproveite sua viagem. haaa vc pode comprar online pelo site city discovery,mas se nao comprar la tbem foi facil qdo estive em marco deste ano.....

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Olá! Primeiramente parabéns pelo relato! Está ótimo e está me ajudando muito em alguns locais que irei visitar em julho de 2012!

 

Somente uma dúvida: depois de eu comprar o Bayern ticket eu preciso fazer a reserva para algum trem? Ou é só esperar o horário que eu escolher e entrar no trem sem maiores burocracias? Irei com um grupo de 5 pessoas, então só para não passar perrengues, o ticket vale exatamente para 5 pessoas né?

 

Abraço,

Matheus

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Olá! Primeiramente parabéns pelo relato! Está ótimo e está me ajudando muito em alguns locais que irei visitar em julho de 2012!

 

Somente uma dúvida: depois de eu comprar o Bayern ticket eu preciso fazer a reserva para algum trem? Ou é só esperar o horário que eu escolher e entrar no trem sem maiores burocracias? Irei com um grupo de 5 pessoas, então só para não passar perrengues, o ticket vale exatamente para 5 pessoas né?

 

Abraço,

Matheus

 

Oi Matheus

O Bayern Ticket não é um passe que dá direito a pegar qualquer trem. Ele é um tipo de passagem de trem, válido para determinados destinos dentro da Bavária (Bayern) e até Salzburg (na Áustria). Quando vc for à estação, informe-se se o destino que vc deseja é coberto pelo Bayern Ticket. Se for, vc escolhe a data e o horário em que quer viajar e confirma se 5 pessoas podem viajar com o mesmo bilhete. Digo para confirmar porque quando fui era assim, mas a gente nunca sabe, né! :D

 

Lembre-se que as pessoas devem estar sempre juntas dentro do trem. Quando o carinha vier conferir a passagem, vc mostra o ticket e aponta para os seus amigos. Ele vai entender que estão todos juntos e cobertos pelo Bayern Ticket que vc comprou.

 

Dê uma olhada nesse link da própria DB Bahn:

http://www.bahn.de/i/view/USA/en/prices/germany/laender-ticket.shtml

 

O custo para compra na estação de trem é de 31 euros.

 

Espero ter ajudado.

Um abraço

Patricia

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Nossa, você não sabe como fiquei feliz com isso que você me falou, Patricia!

Dei uma pesquisada no site do ticket. Mas eu não sabia que ele abrangia até Salzburg, que é um dos destinos que provavelmente incluirei num "pit-stop" entre alemanha e itália!

 

Estou pensando em fazer o passeio de Füssen logo na parte da manhã e na parte da tarde partir para Salzburg com o mesmo ticket, você acha isso viável? Vai ficar cansativo, mas não é todo dia que se tem uma oportunidade de ir à Europa!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...