Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Entre para seguir isso  
George Leonardo

Pico Paraná - Abril 2011

Posts Recomendados

Eai galera, tudo bem? Segue o relato da minha trip até o PP. Sei que devem existir vários e ainda não consegui ler quase nada, então se eu passar informação batida aqui, me desculpem!

 

Tudo aconteceu realmente muito em cima da hora. Um compromisso cancelado para o final de semana e a água na boca de botar a prova minha mochila e barraca nova resultou nisso. Sexta-feira a noite ligo para meu companheiro de viagens, Kalil, e confirmo fazer algum camping. Já havíamos feito um camping no Recanto dos Papagaios há um tempo atrás, sendo essa a nossa única experiência mais direta com a coisa. Procurei um pouco algum lugar para ir e só dava de cara com o PP. Fui procurar mais informações sobre ele e vi que estava dentro do orçamento. Não tive tempo de pesquisar quase nada sobre o lugar, decidido ir para lá, liguei para o Kalil e falei para ele se preparar.

 

Nem preciso dizer o quanto tenso foi arrumar as coisas, na mesma hora liguei para o Dílson que me atendeu muito bem, conversei um pouco com ele e como era o tempo para subir e etc. Ele me alertou que deveria estar na fazenda por volta das 9hrs da manhã de sábado para ter um tempo tranquilo de subida. Sendo assim precisava sair bem cedo de casa. Arrumei tudo o que consegui e assaltei a geladeira aqui de casa visto que provavelmente os mercados estariam fechados quando estivéssemos saindo.

 

Acordei por volta das 6 coloquei tudo no carro e parti para a casa do Kalil, pois iríamos fechar as mochilas lá para dividirmos o peso mais fácil. Estava tão ansioso que nem tomei café, acabei fazendo isso na casa dele. Demoramos um bom tempo até sair de casa, mas estava tudo certo ainda. Devia ser por volta das 9:30hrs quando saímos.

 

Partimos em direção a fazenda, a qual passamos reto pela entrada, como eu disse, não tive tempo de procurar muita coisa, e fui só com um mapa que tinha no site da fazenda, achei que seria o suficiente, mas acabou que andamos alguns km a mais. Mas por fim, pedindo informação para o pessoal da região achamos a entrada do local. Rua de barro, mas bem tranquila até, embora meu carro não tenha sido feito para esse tipo de coisa…

 

Chegamos logo na primeira porteira, são exatos 6km até lá. Mais alguns minutos e estamos na segunda porteira.

 

DSC04627%202.jpg

 

Depois de conversar um pouco com o Dílson, pagar a taxa da fazenda (R$10,00) e abastecer a água começamos a primeira subida. Eram 11hrs.

 

DSC04628%202.jpg

 

Bem, realmente já era tarde, mas foi o que conseguimos. O começo é bem tranqüilo, nada de muita dificuldade, não muito tempo depois (não lembro exatamente quanto) já chegamos à um local com uma vista bem legal.

 

DSC04632%202.jpg

 

Apartir dai o negócio começa a ficar mais puxado, bastante lama e subida.

 

DSC04636%202.jpg

 

Depois de um bom tempo chegamos a mais um local aberto, com uma bela vista!

 

DSC04645%202.jpg

 

DSC04647%202.jpg

 

E a caminhada continua, a trilha é muito bem demarcada, acho realmente difícil alguém se perder por ali. Logo mais chegamos no que seria a divisa de trilhas do Pico do Paraná e do Caratuva (Acho que era o Caratuva).

 

Fiquei na frente da placa :roll:

DSC04650%202.jpg

 

Continuando a caminhada, mais um local para uma bela foto:

 

DSC04659%202.jpg

 

Bem, apartir dai entramos definitivamente na mata, foi um bom tempo que ficamos só ali por dentro, sem vista alguma. É uma das partes mais legais da trilha, sendo bem diferente o trajeto, não aquela coisa de só ir reto e reto.

 

DSC04653%202.jpg

 

Finalmente, saindo daquela parte, chegamos a mais um local aberto para uma foto.

 

DSC04666%202.JPG

 

Já era possível avistar o PP e o belo caminho que ainda tínhamos pela frente.

 

DSC04669%202.JPG

 

E mais trilha irregular pela frente, confesso que já estávamos um tanto esgotados. Não tínhamos idéia de quanto tempo ainda levaria para chegar no abrigo 1, pensávamos que estava logo a frente, e nosso objetivo era almoçar lá. Isso foi um belo erro, pois estávamos mortos de cansaço e de fome também.

 

Logo mais cruzamos com um pessoal retornando do PP, nos informaram que faltavam + - 40min até o abrigo 1. Isso era por volta das 4hrs.

 

Um pouco depois já chegamos a subida que leva ao abrigo 1. Provavelmente a parte de mais adrenalina do trajeto!

 

DSC04674%202.JPG

 

DSC04675%202.jpg

 

DSC04679%202.jpg

 

Estávamos bem próximos do abrigo 1 e paramos para tirar algumas fotos do visual. Sem explicação para esse visual!

 

DSC04681%202.jpg

 

DSC04685%202.jpg

 

Vista para o PP:

DSC04682%202.jpg

 

Logo mais avistamos uma barraca e o abrigo 1. Foi um puta alívio! Estávamos realmente muuito cansados e com muita fome. O tempo começou a fechar assim que chegamos, e fomos procurar água visto que a nossa havia acabado. Perguntamos para o pessoal que estava lá, que passaram a informação um tanto confusa. Resultado, caminhamos quase até o abrigo 2, eu estava morto, minhas pernas tremiam quando me apoiava, foi realmente a parte mais tensa da trip. Não achamos nada! Voltamos todo o trajeto, mas precisávamos de água. Resolvi perguntar para um outro grupo que também estava acampado ali, este me informou melhor onde ficava. O esquema é o seguinte, você deve ir caminhando pela esquerda, até chegar à um abrigo de pedra construído ali (que provavelmente o pessoal usa como sanitário devido ao cheiro do local). Você deve passar por ele, mas bem pelo canto da parede, ali pela esquerda tem uma trilha um tanto escondida. É meio perigoso, e fomos alertados quanto a isso, mas não tinha jeito. No max. uns 10min e finalmente chegamos à água. Foi uma maravilha! Era tudo o que queríamos.

 

Abastecidos voltamos ao abrigo e começamos a ajeitar as coisas. Um belo almoço, miojão, milho, ervilha e queijo ralado. Não aguentamos preparar algo mais incrementado, a fome estava extrema. Acho que foi o melhor almoço da minha vida!

 

Logo que acabamos o temporal chegou. Bela chuva, o que nos fez acabando por decidir ficar por ali. Realmente não tínhamos preparo para fazer o trajeto completo de uma vez. A nossa única experiência tinha sido uma caminhada de nem 15min por uma trilha muito muito fácil. E ultimamente eu ando um vegetal em matéria de exercícios. A vista ali era boa, e estávamos contentes por ter chegado até ali. Não seria decepção alguma não chegar até o cume, e assim foi.

 

Arrumamos o acampamento e a barraca, que ficou um pouco apertada para nós 2 + equips, mas ainda sim foi tranquilo.

A chuva começou bombando e o vento também, nunca tinha pegado um vento tão forte, barulho sinistro mesmo, e chuva pau e pau. Ouvi o pessoal do grupo que estava um pouco abaixo sair da barraca, no outro dia fiquei sabendo que a armação da barraca de um deles havia quebrado devido ao vento.

 

Eu estava tranquilo na minha, sabia da qualidade dela e queria mesmo colocar ela a prova. Ela até balançava um pouco pois não estava presa o suficiente, mas nada demais. Foi tranquilo dormir, a única coisa chata era o barulho do vento mesmo que me acordava de vez em quando.

 

Acordamos na manhã seguintes sequinhos, a graças a deus as coisas do avanço também!

 

Minha Manaslu Discovery Light/Mountain (é modificada)

DSC04752%202.jpg

 

Eu levantei por volta das 5hrs. Estava muito ancioso pelo sol. E como o tempo estava um tanto nublado achei que não ia rolar nada. Mas o tempo começou começou a abrir, e quando passava uma nuvens era possível ver alguma coisa. Logo mais o espetáculo começou.

 

DSC04714%202.jpg

 

DSC04724%202.jpg

 

DSC04764%202.jpg

 

Nem preciso dizer o que foi aquilo, faz valer a pena cada perrengue. Fiquei um bom tempo lá só curtindo, tomando um belo chá, enquanto o resto da galera estava nas barracas.

 

DSC04757%202.jpg

 

Tirei muitas fotos do local todo:

 

DSC04766%202.jpg

 

DSC04771%202.jpg

 

DSC04773%202.jpg

 

DSC04781%202.jpg

 

DSC04783%202.jpg

 

DSC04790%202.jpg

 

DSC04791%202.jpg

 

Quando olhei para trás, me deparei com um puta arco-íris! Duplo! Realmente foi muita sorte esse tempo e essa paisagens, ainda mais que a previsão do tempo era para chuva.

 

DSC04776%202.jpg

 

Embora o arco-íris tenha sido uma bela imagem, já indicava que uma boa chuva estava chegando, e não deu outra. Quando a chuva veio, voltei a barraca e dormi mais um pouco. Quando acordei o tempo já estava bom novamente. Fizemos um lanche rápido, e arrumamos tudo para começar a descer.

 

Quando começamos a volta para casa o tempo ainda estava legal, o que nos deixou mais tranquilos para descer as aquelas escadas, com chuva e vento seria mais complicado.

 

DSC04794%202.jpg

 

Vista do outro lado do acampamento:

DSC04795%202.jpg

 

DSC04796%202.jpg

 

Parte do abrigo de pedras

DSC04798%202.jpg

 

Caminho que ainda teríamos que percorrer

DSC04799%202.jpg

 

DSC04800%202.jpg

 

Última foto perto do abrigo

DSC04807%202.jpg

 

Como a volta seria mais tranquilo em questão de tempo para chegar, paramos para tirar mais fotos do percurso, segue abaixo:

 

Escadas (abrigo 1)

DSC04811%202.jpg

 

DSC04812%202.jpg

 

Nem preciso dizer que a mata já úmida, com a chuva daquela noite, ficou uma beleza!

DSC04824%202.jpg

 

DSC04840%202.jpg

 

Quando chegamos ao local da água, resolvemos parar para o almoço. Seria tranquilo no meio da mata pois ajudaria com o vento, o que seria complicado para o meu fogareiro.

DSC04847%202.jpg

 

Na parte da comida fomos um tanto exigentes hehehe, levei bastante coisa boa! (lista abaixo do post)

DSC04846%202.jpg

 

Belas pizzas!

DSC04844%202.jpg

 

Enquanto cozinhava um grupo passou por nós dizendo que estavam sentindo o cheiro lá de cima, não deu outra, pararam por ali para forrar o estômago também! ::lol3::

 

A volta foi bem mais tranquila. E o alívio quando chegamos a fazenda foi muito grande!

 

PP lá trás, coberto pela nuvem

DSC04853%202.jpg

 

Assim que chegamos pensamos em procurar a tal da cachoeira mas como não tinha ninguém por lá acabamos só encontrando um rio, que estava congelante por sinal. Resolvemos deixar o banho para depois.

Colocamos as coisas no carro e partirmos. Deixei o Kalil pelo centro, e foi bonito de ver ele pegar o bus cheio de lama até a canela e com aquela puta mochila nas costas!

 

__

Vou deixar aqui a lista dos meus equips e o que levamos para caso ajude alguém. Listei as coisas por cima, só para caso alguém não tenha idéia. No final achei peso demais, pretendo diminuir isso na próxima vez. Como fiquei meio perigo na hora de ver o que levar, acho legal ter uma lista assim. Mas qualquer dúvida é só perguntar.

 

Principais:

Mochila Deuter Aircontact Pro 70+15

Barraca Manaslu Discovery Light/Mountain (é um meio termo entre as duas)

Saco de dormir Trilhas & Rumos 0º

Bota Nômade Freeland

 

Outros:

Headlamp Cree (muito boa!)

Fogareiro Guepardo

Gás TekGás (1un)

Canivete Victorinox Camper

Toalha TekTowel

Conj. Panelas Nautika (porcaria!)

Isolante Térmico

2 Bermudas

3 Camisas

1 Calça

2 Pares de meias

 

O que não foi usado:

Repelete

Toalha TekTowel

1 Bermuda

1 Camisa

 

O que faltou

1 Calça

Camelback(facilitaria muito)

 

Cozinha

4 pct Miojo

1 Lata Milho/Ervilha

Queijo Ralado

Molho Tomate

Massa pizza

Queijo Provolone

Salame

Azeite

Bisnaguinhas

Chá

Café

Açucar

Sal

2 Alfajor

3 Barrinhas Cereal

(Esquecemos os suquinhos em pó. Fez falta!)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dale George,

 

Nussa, eita aventura heim! Meus parabéns pelas fotos, acho que são as mais instrutivas sobre a trilha e o caminho que achei até agora. As da paisagem, indescritíveis né!

 

Parabéns pela conquista, mesmo que não tenha cume, parece que valeu muito a pena. Mas da próxima vai ter né! Só não gostaria de estar na tua pele no dia seguinte, deves estar com umas dores nas pernas... Tenta fazer uns hikings menores para dar mais condicionamento fisico!

 

Uma coisa, quantos quilos tu levou no total?

O que tu acha que é realmente dispensável? Tua barraca pesa quanto?

E tu precisou de outro calça mesmo?

Repelente não foi necessário, já não tem mais mosquito?!

 

Abraço, espero que possamos marcar uma aventura uma hora dessas!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso aí, virando as trilhas da região que são maravilhosas, Parabéns!

 

bjk

 

káren

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa, valeo a todos ai!

 

vpchara,

Quando voltei minhas pernas estavam acabadas mesmo! Mas agora já está tanquilo! Eu não sou tão vadio assim hahaha, só nos últimos tempo que estava parado, mas já tive meus tempos de exercício que ajudaram.

 

O total do peso eu não sei, realmente não tenho idéia, queria ter pesado a mochila mas não tinha balança em casa ae não deu tempo de ir em algum local.

 

Dispensável foi a toalha, já que não tinha como, e nem grande necessidade de tomar banho. Essas coisas de higiene da pra matar hehe. Bermuda da para levar 1, ou trocar por uma calça. Usei mesmo só pra tirar a calça cheia de lama. A barraca pesa cerca de 2,7kg.

 

Como falei, invés de uma bermuda seria melhor ter outra calça. A que eu tinha estava totalmente suja de lama e molhada. Para passa a noite mais tranquila seria melhor uma outra calça, já que era foda de sair da barraca de bermuda devido ao frio.

 

Não usei o repelente em momento algum, tanto na trilha como lá em cima. Como na trilha estamos continuamente em movimento não tem problema, e lá perto do pico não tem bicho nenhum! Não vi nada, nem barulho a noite, é silência total, deve ser devido a altura mesmo.

 

Quando rolar a próxima eu te dou um toque e a gente marca!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Algumas dicas sobre roupas:

:arrow: Levar SEMPRE uma muda de roupa seca p/ dormir a noite.

Dormir molhado é muito ruim e perigoso, dependendo da temperatura. ::Cold::

 

:arrow: Levar a muda de roupa seca SEMPRE dentro de um saco plástico (ou saco estanque) p/ não molhar.

Não acredite que só a capa de chuva irá salvar sua roupa, as vezes molha tudo mesmo com capa. O mesmo serve pro saco de dormir.

 

:arrow: Usar roupas de tecido sintético, NUNCA algodão. O algodão encharca e demora pra secar, enquanto a fibra sintética retem pouca umidade e seca mais rápido. Não é a toa que as toalhas são feitas de algodão, elas absorvem toda a umidade e ficam molhadas!!!

 

Com o tempo vai-se eliminando as coisas inúteis. Faz parte do aprendizado levar toalhas, sabonetes, etc... pra passear na montanha (ou seja, levar e não usar).

Com o tempo cada um sabe o que precisa. Mas vale a máxima: Leve a metade das coisas que achar que precisa e o dobro do dinheiro.

Por exemplo, quando vou levo 1/4 de sabão de coco, as vezes nem levo...sabão de coco serve p/ banhar-se e lavar roupas, além disso sabão de coco é biodegradável.

E parabéns pela conquista, o PP é um lugar abençoado, tenho certeza que você irá voltar e chegar ao cume.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa Otávio! Valeo pelas dicas!

 

Eu tinha uma muda de roupas para a noite sim, mas mão uma calça hehehe.

Levo tudo dentro de sacos plástico também, mas ainda não consegui comprar um estanque.

Dessa vez as camisas foram tudo algodão mesmo, ainda não comprei nada sintético e tal, mas assim que der vou adquirir!

 

Sempre levo sabão de coco também, um pedaço. Não vejo necessidade de sabonete/shampoo e essas coisas para trilhas, acho que ninguém precisa ficar super cheiroso em um lugar assim certo? Ficar limpo já é luxo!

 

E com toda certeza irei voltar, já estou pensando nisso desde que sai de lá hehehe.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tá, gurizada...

 

mas pra mulherada convém levar aqueles xampuzinhos de hotel, em sachê, pq não dá pra ficar com o cabelo espetado... ::dãã2::ãã2::'>

 

Vcs podem quase tudo! ::Ksimno::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Upz meu post não foi, hahaha!

 

Ahhh valew pelas dicas George, fiquei super empolgado com teu relato, to marcando pra ir pra lá naquela data que te falei. Torcendo por um tempo seco.

 

Sobre sabão, levar um pedacinho bem pequeno e cortar um pedaço só de esponja para lavar as panelas. leva tudo nuam sacolinha bem enrolada e fica minusculo...

 

Acho que shampoo em frasquinho só pra camping né! Apesar que tava pensando, será que se vale levar escova de dentes pra trekking? rs...

 

Diz uma coisa George, tu levou o que pra frio? Um fleece? Capa de chuva?

 

Kárenldc: Voces meninas tem necessidades especiais, compreensível levar mais coisas. Mas sempre sobra pro namorado carrega mesmo né! rs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  



×
×
  • Criar Novo...