Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Guia rápido de como sobreviver em Buenos Aires


Posts Recomendados

  • Colaboradores

Fui com um grupo de amigos em julho de 2010 e os transtornos começam no aeroporto.. sai aqui do Aeroporto Internacional de Brasília com destino a minha conexão Guarulhos, e vamos lá, é bom viajar de avião mas aeroporto é um saco!! Todos com os bilhetes prontos pra embarcar e aparece a voz sexy de uma mulher dizendo que nosso portão de embarque havia sido mudado: "Atenção senhoras e senhores Vôo com destino a Guarulhos mudou do portão 1B para o 3BC superior!" Aonde fica isso porra, la vamos que nem uns doidos atrás do portão e finalmente achamos.

 

 

1h e 30m até Guarulhos, e lá é grande pra cacet.. ops. Mas como nem tudo são flores o nosso Vôo estava atrasado, o vôo que sairia as 22 foi sair as 23 horas e 4 horas mais tarde o nosso avião chega ao espaço aereo porteño, a vista é muito bonita.

Chegamos no Aeroporto Internacional de Ezeiza e seguimos ao hotel isso já era umas 3:30 da madruga, chegamos famintos e fomos procurar algo pra comer de madrugada, encontramos uma loja chamada 25 horas, isso mesmo ela fica aberta 25 horas das 24 existentes, e logos fomos descobertos como brasileiros pois o tiozinho da loja nos tratou mal pra caramba.

No outro dia fomos atrás de um city tour, ficamos perdidos no meio da cidade para achar algum mas encontramos na Avenida Corrientes, compramos para o outro dia e fomos almoçar pois já tinhamos perdidos a manhã toda atrás disso. Fomos em uma churrascaria que é o que há de mais lá, muito bom adorei, pagamos $100,00 pesos, o equivalente a R$50,00 e comemos e bebemos avontade, brincamos com alguns garçons também.. "Quien eres mejor, Maradona o Pelé?" e acrediten a maioria preferiu o Pelé, ou pelo menos finjiram bem. o resto do dia tiramos para andar pela cidade e conhecer algo a mais.

 

Em Buenos Aires conhecemos varios lugares pelo city-tour, mas a cidade é quase completamente plana então é possivel conhece-la apenas caminhando se você estiver disposto ou de ônibus que é barato e rápido, custa $1,10 em torno de R$0,55 e não é lotado como os daqui. Use os Táxis realmente quando for necessário, como por exemplo a noite para voltar de uma balada. Os taxistas em Buenos Aires são todos picaretas, adoram se aproveitar ainda mais com turista brasileiro, então fique atendo no taximetro, sempre dê dinheiro trocado, verifique se a nota não é falsa e nunca, mas nunca pergunte "Quanto vai ficar?" pois eles vão lhe falar um preço absurdo e desligar o taximetro. Resumindo, se você não é de frescuras não compre o City-Tour!

 

Na época de julho que eu fui faz muito frio, a menor temperatura que pegamos foi -6º e nevou em determinados pontos da cidade, já no fim do ano disseram que o calor é praticamente insuportavél mais de 40º então leve roupas apropiadas.

 

Se você é vegetariano é melhor nem ir, Buenos Aires é como o sul do Brasil, adoram um churrasco e carnes, é o que mais tem lá, encontrar um prato de arroz foi dificil mas achamos em um restaurante japonês na Avenida Paraguay 450. Línguiça, chorizo, vitelas sangrando, no começo foi bom mas depois ficou ruim e saindo caro, nossa saida foi ir ao Mc Donald's. Eles também adoram vinhos e bebidas quantes como tequila!

No café da manhã tem presunto, queijo, pães, iorgutes, água, uma rosca chamada "Media-Luna" que eu enjoei facilmente e um suco de uma fruta típica que suco de jiló aqui no Brasil deve ser muito melhor.

 

Conhecemos bastante a cidade, o primeiro lugar que fomos foi na "Calle Florida", uma rua aonde se vende de tudo, mas cuidado, também é um lugar aonde andam muitos turistas e atraem trombadinhas, não ande com bolsa ou carteira dando bobeira, e também não compre nada lá, é tudo muito caro.

 

Da florida subimos mais e chegamos a "Avenida 9 de julio" é a principal de Buenos Aires e aonde se encontra o Obelisco um dos principais pontos turisticos, lá também tem o Teatro Colón, enorme e bem bacana também, aconselho conhecer. Descendo um pouco chegamos ao bairro de Puerto Madero, um dos lugares mais refinados da cidade, tudo muito caro, mas bem bonito também, aconselho a jantar ou passar a noite em uma das casas noturnas ali.

 

No bairro de Recoleta está localizado diversas praças e o cemitério de Buenos Aires e por incrivel que pareça é um dos principais pontos turisticos da cidade, lá tentamos assustar umas gringas dos Estados Unidos mas foi frustrante... uma curiosidade é que todos os caixões lá ficam expostos para o público ver, e é lá que está o túmulo de Evita Perón, idolatrada pelos argentinos. Em recoleta também existe ua feirinha de artesanato bem legal, varios suvenirs para comprar.

 

Um pouco mais longe está o bairro de Palermo que foi aonde eu me dei mais mal, estava em um engarrafamento imenso no ônibus do City-tour e descemos, lá é aonde fica o Jardim Japonês, Bosques de Palermo e o Zoo de Bs.As bem legal, mas no dia que eu fui estava muito frio e o ônibus do city-tour tava demorando por causa do trânsito, e os que passavam estavam cheios, ficamos de 15:00 até as 18:00 esperando até que finalmente conseguimos sair de lá.

 

No bairro de Retiro esta a "Plaza 25 de Mayo, Casa Rosada y Catedral" muito bom, aconselho ir a noite, é bem mais bonito, não pudemos entrar pois a casa é aberta para o público somente aos sabados e domingos, pra que não sabe lá é aonde mora a presidente da Argentina.

 

Fomos também no bairro de La Boca, aonde fica o estádio de "La Bombonera", lá praticamente tudo é sobre fútebol, por causa do Boca Juniros Futbol Club, em La Boca mesmo fica "Caminito" um lugar ontem tem artesanato, restaurantes, lojas, é é bem legal lá, são casas totalmente coloridas, vale a pena ir lá.

Este foi os principais lugares que fomos dentre outros...

 

Assim que chegamos queriamos ir as festas, tinha feito uma pesquisa antes dos lugares e um dele é o Ásia de Cuba, uma boate-restaurante no estilo oriental, ela fica no bairro de Puerto Madero, e como eu disse que lá tudo é caro, a boate também não podia deixar de ser, a entrada pra curtir o jantar e a balada fica $160,00 pesos e somente para a balada fica $60,00 pesos. O ambiente é muito bom, tem lugar pra sentar, vários tipos de bebidas porém caras de $24 pesos pra cima. Fomos nessa boate 2 vezes, e na segunda vez precensiamos uma cena nada agradavél, um casal simplesmente se pegando na pista, e quando eu falo "pegando" é que tava se pegando mesmo, a mulher com as biqueta do peito de fora e o cara com a parada dele de fora também, nesse momento meu amigo Bruno contornou o salão rápido como um puma e tirou a foto bem na hora.

 

No mesmo bairro de Puerto Madero fomos ao Casino Puerto Madero, o nome já diz né, lá eles são regularizados, a entrada é de graça, somente entramos mas não jogamos e lá não pode tirar fotos, o Cassino fica em um barco, e lá eles o chamam de "Casino Flotante", ficamos pouco tempo, pois os argentinos não conhecem a lei que é proibido fumar em lugares fechados, lá eles comem cigarros, fumavam dentro do cassino fechado, hambiente não muito agradavél lá.

 

Em uma sexta feira fomos a outra boate chamada de Pacha Club, bem conhecida no mundo, com sedes em São Paulo, Floripa e New York City. Paguei $60,00 pesos para entrar e o lugar é um inferno, seria como o baile funk porteño, o lugar tava tão lotado, mas tão lotado que era impossivel de se mecher, era droga rolando solta lá, te queimavam com cigarro, péssimo não aconselho, só passamos raiva esse dia.

 

No sabado fomos conhecer a Caix Club, pegamos um táxi o taxista nos levou para outra boate uma chamada Mandarin, e só depois percebemos o erro, essa mandarim parecia ser boa, muita gente, mas pegamos outro táxi e chegamos a CAIX Club, ambiente perfeito, as pessoas perfeitas, bebida barata, nada de turistas como nas outras boates, somente argentinos e quando ficaram sabendo que eramos brasileiros eles não ficaram com raiva, adoraram. Pagamos $30,00 para entrar, as bebidas variam de $2,00 pra cima, Vodka com energetico, tequila, tudo muito barato, quero voltar lá um dia.

 

Existe também outras boates que fomos recomendados mas não tivemos a oportunidade de conhecer como a Kika's Club, Barhein, Roxy dentre outras. As músicas que rolam em todas as boates são Eletrônicas, House, Reggaeton e as vezes alguma brasileira.

 

Buenos Aires foi isso basicamente pra mim, depois tivemos que voltar a nossas vidas pacatas, mas valeu a experiência. Ano que vem vamos pra outro País e falarei as roubadas aqui.

 

Dicas:

 

-Não compre City-tour, é possivel conhecer a cidade a pé ou de ônibus público, o trânsito em Buenos Aires é infernal, pior que de São Paulo.

-Leve roupas de frio em Julho.

-Ande de Táxi somente se for necessário.

-O real é bem valorizado lá, então não faça câmbio aqui no brasil procure casas de câmbio por lá, mas não faça câmbio nas ruas, vá sempre ao banco.

-Para os marmanjos, se pedirem pra você ir conhecer algo fujam, vão fazer você entrar num puteiro e ter que pagar um valor bem alto para sair e coagidos por dois seguranças com a aparência do Tevez, só que bem mais fortes.

-Cuidado com bolsas e carteiras nas ruas.

-Em restaurantes certifique-se se cobram 10% para o garçom ou 10% da casa.

-Dizem que as coisas são baratas lá, mas nem tanto, leve dinheiro reserva.

-Visite o Café Tortoni.

-Vá a um show de Tango.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 meses depois...

  • Colaboradores
Hahaha! Irado o relato: sem clichês e sincero!

 

Posta os relatos da outras trips também!

Abraço

 

Opa.. tem um relato de outra trip q fiz pra Bolívia, Chile e Peru com fotos e videos... quiserem ver é esse ai:

 

relato-e-fotos-bolivia-chile-peru-julho-2011-29-dias-696-horas-de-7-348km-t59182.html

 

Depois posto umas fotinhas das aventuras em Buenos

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...