Ir para conteúdo

Dicas de um ex-mecanico mochileiro


Posts Recomendados

  • Membros

Pessoal,fui mecanico e gostaria de avisar as pessoas que gostariam de viajar com carros de passeio de 2001 em diante,principalmente linha Fiat e GM com borboleta de aceleracao eletronica.Revisem a injecao eletronica e sobretudo a bateria,pois a queda de corrente te deixara com o carro sem aceleracao e o resto é hist.

 

O defeito nao é facil de se diagnoticar pq a raiz do problema nao é clara,entao na duvida percam p/ medir a voltagem e corrente da bateria,alternador e seus consumidores.

 

Eu mesmo revisei tudo no meu e passei um baita aperto em Foz e em Montevideo por conta de pane eletrica por conta de bateria cansada.

 

A quem quiser tirar duvidas é só postar.

 

Abracos

Walter

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...
  • Membros

Boa dica, Walter, principalmente para mim que tenho um Mille 2009 e pretendo ir a Lima ainda este ano.

 

Estou com 34.000 km rodados, comprei o carro zero em novembro/2009. Será que minha bateria deveria ser substituída, já estaria em vias de apresentar esse tipo de problema que vc falou?

 

Outra coisa: vou comprar um inversor 12v / 220v de 600 w, para carregar netbook, filmadora, celular, uma cafeteira elétrica e tal. Existe algum perigo de sobrecarregar a bateria, mesmo eu cuidando para não abusar - tipo, só carregar um equipo de cada vez.

 

Vi em outro tópico por aqui sobre a questão de pouco oxigênio nas grandes altitudes dos Andes, que influi negativamente na regulagem da queima do combustível. É possível fazer esse ajuste quando estiver lá, ou não é necessário? Tem alguma dica ou macete para superar isso?

 

Aguardando...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...
  • Membros de Honra
Boa dica, Walter, principalmente para mim que tenho um Mille 2009 e pretendo ir a Lima ainda este ano.

 

Estou com 34.000 km rodados, comprei o carro zero em novembro/2009. Será que minha bateria deveria ser substituída, já estaria em vias de apresentar esse tipo de problema que vc falou?

 

meu caro, baterias com dois ou três anos já cumpriram sua via útil, pode até durar muito mais, mas eu já trocaria pra garantir. como funcionam com reações químicas, também sofrem influências das variações climáticas. Temperaturas muito altas podem desgastar seus componentes e as temperaturas baixas causarem contração dos componentes metálicos do motor, o que torna a partida mais difícil e, conseqüentemente, há mais consumo da energia da bateria.

E falha de sistemas eletrônicos integrados, como alarme e dispositivos antifurto, é uma outra consequencia do mau funcionamento da bateria. eu já tive que trocar por conta de alarme mau instalado ou que disparou sozinho e, depois, com uns 60 mil km rodados foi o alternador que pifou

 

em relação à gasolina/nafta, Junior F. Tavares, nunca vi relatos neste sentido e sim problemas de perda de pontecia ao atingir altitudes elevadas

 

boa iniciativa desse tópico !!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 ano depois...

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...