Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Tickets de Trem na Itália - Perguntas e Respostas


Posts Recomendados

  • Membros

Olá, pessoal.

Pois é. Dei mole e comprei um ticket pela rail europe (venezia sta lucia x roma termini). Achei que seria mais seguro. Não entendi. Eles me cobraram um envio e-ticket e não me enviaram. Quando li o rodapé, está dizendo que o número de referência do meu e-ticket seguiria via e-mail. Imprimi a página, que diz que no dia da viagem é só mostrar "a bordo antes de embarcar" o PNR. O que é isso? Tenho dois números de referência nesta página: a Referência Ticketless (com números e letras) e um número de referência (que é a minha conta no site deles). E esta página não tem nem código de barras, ou seja, não serve como bilhete. Alguém poderia me ajudar...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...

  • Respostas 284
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Vou viajar em agosto e por utilizar bastante os trens e por medo de não conseguir viajar nos dias programados (até pq meu roteiro ta bem apertado) preferi comprar o One Country Pass, mas possuo duas dúvidas:

1º Gostaria de realizar as reservas online para o trem noturno, alguém poderia me linkar o site ou informar como proceder para realizar as reservas? Ou acham que consigo reservar todas no primeiro dia da viagem sem problema?

2º Para evitar andar com as bagagens em pequenas cidades vocês acham seguro deixar as malas guardadas na estação? O passe cobre esse serviço ou tenho que pagar uma taxa extra?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

1º - Que eu saiba, não é possível fazer isto no site da Trenitalia, você terá que ir pessoalmente a alguma estação de trem assim que chegar e pagar as taxas de reserva. Não costuma estar lotado, mas também não é garantido que haverá vagas para o trem e horário especifico que você deseja pegar, então terá que arriscar...

 

Nos trens regionais não precisa de reserva, mas nos trens noturno e trens rápidos é necessário fazer reservas e há um número limitado de assentos disponíveis para portadores de passe, ou seja, mesmo que haja vagas disponíveis no trem, se a cota para os portadores de passe já estiver esgotada, você não viaja.

 

Na minha opinião, quando você tem um roteiro apertado é mais arriscado você viajar com o passe do que comprar tudo antecipadamente. Pois com o passe, você tem que fazer as reservas lá na hora, e o trem pode estar lotado justamente no dia que você quer viajar, fazendo com que você tenha que esperar até o dia seguinte. Comprando as passagens antecipadamente, você já garante o seu lugar no trem, e passa a ser responsabilidade sua se programar para chegar a tempo de pegar o trem.

 

Os passes são adequados para roteiros que tenham uma certa folga, onde se não der certo em um dia, não tem maiores problemas em esperar até o dia seguinte...

 

2º - Na minha opinião é mais seguro deixar as malas nos lockers das estações de trem, do que ficar andando o dia todo com elas. Mas nem todas as estações tem este serviço, principalmente nas cidades pequenas pode não haver lockers. Não está incluso no preço, tem que pagar a parte, custa em torno de 5 Euros por dia.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...
  • Membros
Moçada,

 

Minha mochila foi FURTADA num trem da Trenitalia. Parti de Roma Termini em direção a Veneza Santa Lúcia. Tive de deixar as duas mochilas na estante de bagagens que fica em frente ao banheiro, na entrada do vagão, pois o bagageiro de cima do assento é pequeno. Na primeira parada, em Florença, depois do sobe e desce de gente, fui lá conferir e nada.

 

No início, achei que a mochila teria caído e alguém teria colocado em outro lugar. Passei por todos os vagões e nada! Então, falei com uma agente de trem que não encontrava minha mochila. Ela chamou outro agente que, por coincidência, falava português -- foi a única coisa boa da experiência: como é bom falar sua língua nativa na hora do aperto! Depois de mais uma olhada pelos vagões, ele apostou em furto mesmo. Disse que conhece alguns dos "malandros" (essa foi a palavra dele, bem abrasileirada) que fazem isso, viu alguns em Florença, mas nenhum tinha bagagem consigo. Disse também que a companhia tinha um seguro e me recomendou os primeiros passos da burocracia.

 

Chegando em Veneza Santa Lúcia, num domingo, o posto policial não pôde nos atender e nos mandou para a delegacia que fica na Praça São Marcos! Quem conhece, sabe que é muito longe, mas nós tivemos de ir até lá para depois voltar ao escritório da Trenitália, na estação, para pedir o seguro.

 

Depois de muita pernada, chegamos à delegacia, fizemos a ocorrência e voltamos à estação. Ficamos muito tempo preenchendo a papelada -- todo o procedimento e a caminhada levou nossa primeira manhã em Veneza. A moça do escritório pediu desculpas, disse que isso acontece duas ou três vezes por ano (o que não parece estar de acordo com o agente do trem, que disse até conhecer os bandidos), recolheu os papéis e ainda nos recomendou enviar os originais pelo correio, pois eles não poderiam nos dar nenhum comprovante de recebimento (essa foi a parte mais absurda -- ninguém na Trenitália te dá documentos sobre o ocorrido, não gostam nem de fornecer o nome). Como esperado, o Correio só abriu na segunda -- e só neste dia completamos o procedimento.

 

Agora me resta esperar um contato deles -- ou mandar e-mails me queixando!

 

Fiquei com a roupa do corpo e tive de ir comprando roupas novas durante a viagem.

 

Sorte que só havia roupa e ainda era a mochila velha -- a outra eu havia acabado de comprar. O único item "do coração" era um par de botas de caminhada (uma Azimut Nômade).

 

Moçada,

 

Finalmente, no dia 28/6, recebi o valor de 860 reais, deduzidos quase 50 reais de taxas do BB, a título de indenização da Trenitalia. Custou quase quatro meses. Ao final, não recuperei todo o valor das coisas que me foram furtadas, mas com certeza é um alento.

 

REPITO: olho na bagagem nos trens italianos!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Meu, agora pintou a dúvida.

 

Comprei minhas passagens pela trenitalia e não havia pesquisado sobre como levar as bagagens. ::putz::

 

Vou com minha esposa e pretendo levar 2 malas de rodinhas (uma tem +- 70cm e a outra é um pouco maior), e se faltar espaço uma mochila cargueira pra facilitar no transporte.

 

Será que vai caber tudo no bagageiro e embaixo dos bancos?

 

Já me disseram pra ficar esperto com os batedores de carteira na Itália mas essa história do furto da mochila me deixou preocupado pois se eu não conseguir ver as bagagens o negócio vai ficar tenso.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Se não for muito pesada, você pode colocar ela no bagageiro acima do seu assento.

 

O problema do roubo de malas não é tão comum assim que não dê para tirar os olhos das malas, mas acontece de vez em quando, vide o nosso colega acima. Então se você está preocupado com isto, mais um motivo para fazer uma mala pequena, que você possa carregar facilmente com você ou colocar no bagageiro superior.

 

Quando estive na Alemanha, vi algumas pessoas com um tipo de trava para mala, parecia uma corrente com cadeado, eles prendiam uma ponta na alça da mala e a outra na grade do bagageiro ou qualquer outro lugar... Até tentei procurar, mas não achei onde comprar...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Minhas mochilas não couberam na prateleira sobre o assento, que seria mais seguro. Atente a isso. Se não for possível colocá-las lá, terá que de colocá-las sobre um assento vago, o que não será possível, obviamente, se ele estiver ocupado.

O que te sobra: colocar nos espaços entre bancos, que não são muitos, ou nas prateleiras nas entradas dos vagões. Para isso lhe seriam úteis correntes como aquelas de prender bicicletas. Outra coisa em que pensei depois: passar cadeado prendendo as duas mochilas uma na outra, de modo a dificultar o trabalho do ladrão e a evidenciar que há algo de errado se ele insistir no furto.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Eu já diria que o problema de roubo (furto, na verdade) é muito frequente, ao menos nos trens da Italia. Já li muitos casos e na próxima viagem, que vou precisar passar novamente por lá, já estava pensando em levar uma pequena corrente e cadeado, para amarrar em algum lugar.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...