Ir para conteúdo

Do Atacama a Machu Picchu- expedição Lickan Antay- setembro 2011


Posts Recomendados

  • Membros

Viagem de trem bem ruim, demorada e desconfortável. Precisa ir bem agasalhado. Saída 1:45 e chegada 9:10.

Da estaçãp pegamos um táxi pra rodoviária bol 7 por pessoa. Na rodoviária compramos qualquer bus pra La Paz, parece tudo igual e saem 9:30, teoricamente. Na verdade saem na hora que querem e o ônibus saiu antes quando minha namorada estava no banheiro da rodoviária. Tive que sair correndo pra encontrá-la, enquanto meu amigo tentava parar o bus inutilmente. Quase nossas malas foram pra La Paz sem a gente. Corremos e pegamos o bus na saída da rodo. Uma merda, uma zona e uma bagunça. Apenas um retrato do que veria em La Paz. Mais 3:30h e chegamos.

 

La Paz é um imenso favelão. Odiei. E após dias maravilhosas na natureza afastado da civilização tornou bem mais difícil o retorno pra selva de pedra ou de tijolos, no caso de La Paz. Enfim, fui a La Paz por ser zona de passagem e por querer fazer o downhill.

 

Ficamos no hostal Copacabana. Melhor chuveiro da viagem. Bom lugar pra dormir. Difícil é subir as escadas até o quarto. Voltei a ter um pouco de soroche ao chegar em La Paz, mas acho que foi mais porque demorei a almoçar e passou rápido. Passamos o dia conhecendo o centro e suas imediações e fechando o downhill. Compramos um bus turístico pra Copacabana no próprio hostal e fechamos o downhill na El SOlario pro dia seguinte que cumpriu com tudo certinho.

 

Bus Oruro-La Paz bol 15

Hostal bol 80/dia

downhill bol 440 + 25 entrada

bus pra copa- bol30

Come-se bem entre bol 30-50

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 35
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Um grande momento da viagem. Pura adrenalina. Minha namorada foi pro Tiwanaco e só eu e meu amigo fizemos a descida. Minha única reclamação foi o transporte. Pior que o já ruim padrão dos transportes na Bolívia/Peru, a van que nos levou não me cabia dentro. E olha que não sou nem tão alto. Como é longe o sofrimento foi grande, principalmente na volta com quase 3h.

 

O que importa mesmo é a descida. Aluguei a bicicleta mais completa e mesmo assim o tremor e a dificuldade pra controlar a bike é grande. Primeira hora em asfalto pra esquentar e depois mais 3h pra valer. Visual e aventura garantidos.

Chega no final muito cansado e depois tem banho de piscina e almoço inclusos.

Ganha-se um cd com fotos e uma camiseta. Peguei 1h depois da chegada em La Paz.

 

Vale muito a pena!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Fala Dudu,

 

Muito legal o seu relato, parabéns... e se puder coloca umas fotos para enriquecer mais ainda o relato...

 

deixa eu fazer uma pergunta, vc trocou as passagens com milhas direto Rio - Calama? Eu queria saber se existe essa opção.... já utilizei este esquema de trocar utilizando voos TAM e LAN indo do Rio para Cusco, pra Calama é o mesmo esquema de só trocar pela Central de Atendimento?

 

Abs,

 

Gustavo

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Fala Dudu.

Estava lendo seu relato, muito bom, principalmente a parte da subida no vulcão.

Gostei do eu trajeto, diferente do habitual, vou repensar um pouco sobre o meu roteiro pois estava considerando o contrário.

 

Algumas perguntas sobre o Downhill:

1) vc fechou com qual agência?

2) Qual tipo/marca de bike vc pegou?

3) Vou fazer o downhill também, e quero filmar pates do trajeto com uma câmera no capacete ou no guidão..será que isso é viável? Imagino que o capacete seja de DH mesmo, não de Mountain Bike.

4) O que vc levou para o downhill de vestuário? Suas coisas vc deixou no carro de apoio ou levou contigo uma mochila de ataque?

5) Quem não tem muita familiaridade com a bike consegue fazer o passeio? Digo pq a namorada do meu amigo vai estar junto e tenho receio de imprevistos pq ela não ta acostumada.

 

Valeu, abraço!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Fala dnbruno! Aqui vão as respostas

 

1) El Solario (não é a melhor empresa, mas não tenho o que reclamar, exceto do transporte; cumpriram com tudo, não houve problema e o preço excelente).

2) Não sei qual a marca, mas peguei a mais completa. Eles oferecem 3 tipos: uma básica, intermediária e uma completa. Me parece que a marca é aleatório. Eles tem várias bicicletas e conforme seu tamanho escolhem uma pra você.

3) Tinha 2 tipos de capacete, não sei porque. Eu e meu amigo pegamos um melhor de DH mesmo. Acredito que dê pra adaptar uma câmera sim.

4) As coisas que levei numa mochila de ataque ficam no carro de apoio. Nas paradas pra descanso você tem acesso a ela. Fui com uma calça, camisa e bota de trekking e mais um fleece pra primeira parte que é muito frio. Mas eles vão te dar uma roupa própria deles pra colocar por cima. Fica traquilo, pois quando você contrata a agência eles explicam tudo isso e você prova as roupas que vai usar.

5) Acho que isso é muito pessoal. Eu, por exemplo, não ando de bicicleta desde a adolescência e fui tranquilo, apesar de terminar bem cansado como todos. DH nunca fiz na minha vida. Basta ter o espírito e gostar da coisa. No meu grupo tinha uma menina que foi bem devagar e chegava sempre um tempo depois nas paradas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

O bus turístico te pega no próprio hotel. Após 3:30h dia uma bonita viagem margeando o Titicaca, chegamos em Copa. Tem ainda um trechinho feita de balsa que precisamos desembarcar do ônibus. O bus te deixa na avenida principal (provavelmente a única da cidade) e ali mesmo tem um guarda equipaje no centro de informação turística. Por bol 10 deixamos nossa cargueira lá e descemos em direção ao pier pra comprar o ticket de barco pra Isla del Sol. As saídas são 8:30h e 13:30 pra parte Sul ou Norte. Compramos pra parte Norte e ainda deu tempo pra almoçar nossa primeira de muitas trutas em frente ao lago Titicaca. Recomendo muito comer o máximo de trutas possíveis. Muito barato e gostoso. Em 24h comi 4 trutas diferentes em minha passagem por este local.

 

Pausa pra um alerta: se você tem frescura, ou quer conforto pra dormir, ou chegar aqui cansado de perrengue, esqueça dormir no lado norte da ilha. Não há estrutura alguma, as vezes nem água existe pra tomar banho e tal. Restaurantes tem sim e de boa qualidade. Mas se deseja o sossego ao extremo, um certo isolamento, contemplar uma cultura que parece ter parado no tempo, o norte é o lugar certo pra você se hospedar. Foi o que fizemos.

 

Não cheguei a conclusão se gostei de ficar no lado norte, mas pra nossa logística funcionou bem, pois queríamos fazer a trilha sentido norte-sul no dia seguinte pra depois voltar pra Copacabana.

 

Após a chegada procuramos um lugar pra ficar. É tudo meio parecido e precário. Ficamos numa "posada" que não lembro o nome. FIca de frente pra praia onde desembarcamos. Não tinha água, nem luz mas por bol 20... Demos uma volta pelas redondezas e fomos subindo até nos depararmos com um pedágio. Decidimos não passar e deixar pro dia seguinte. Comemos e fomos dormir, BEM cedo. Não há muito o que fazer a noite. Ainda por cima choveu absurdos de noite.

 

Guarda equipaje bol 10

Barco pro norte bol 15

Posada bol 20

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Acordamos cedo, tomamos um bom café completo por bol 18 e fomos encarar a trilha.

Não fizemos a trilha tradicional por cima e nem a por baixo. Fizemos um misto das duas. Não me pergunte como, mas foi acontecendo. Sabia da existência de uma trilha por baixo margeando o lago e começamos por ela, por ser teoricamente mais curta. Pra ir por cima, tem que voltar um pedaço subindo a ilha.

 

Assim começamos por baixo. Quando chegamos perto de uma praia após 40 minutos andando resolvemos subir o morro (fora de trilha) em busca da trilha inca tradicional por cima. Essa subida foi um tanto quanto desgastante pois estávamos a 4000m de altitude. Me senti um cabrito montanhês algumas vezes, mas posso dizer que não me arrependi nem um pouco porque fazendo dessa forma pudemos conhecer as duas trilhas que são bem diferentes e legais. A de baixo você vai margeando o lago, alguns bosques, vilarejos e praias e ainda por cima não tem pedágio, pois parece que é a via utilizada pelos locais. Ou seja, no fim não pagamos o pedágio da parte norte meio sem querer. Na trilha por cima, você tem o privilégio de ter uma visão mais ampla e dos dois lados do lago, sem falar que aquele caminho inca demarcado com pedras é muito legal. Vimos o melhor das duas trilhas. Chegando na parte sul pagamos o pedágio de bol 5.

Após 3:15h chegamos no pier, compramos um barco que sairia as 15:30h pra Copa e fomos almoçar, truta, é claro, de frente pro lago. Sensacional. Passamos algum tempo ali admirando a vista e conversando. O lado sul é bem turístico mesmo, com várias opções de hospedagem de todos os tipos e restaurantes. O assédio também é grande. Mas é bem bonito.

 

A trilha é lindíssima e vale muito a pena!! O Titicaca tem um azul incrível!

 

15:30h pegamos o barco e após 1:30h estávamos aportando em Copa.

Subimos, pegamos nossas cargueiras e compramos um bus cama pra Puno/Cusco no titicaca-bolívia, saindo 18:30h. Difícil saber se vai ser mesmo cama. Tem que certificar se eles vão escrever cama na sua passagem e mesmo assim venderam pro Daniel um assento que não era cama e no meio da viagem, quando o ônibus encheu, ele descobriu que havia sido enganado e teve que viajar num assento que não reclinava como os outros. É muito fácil ser enganado no Peru, infelizmente, tem muita gente mal intencionada e que quer passar a perna pra lucrar com o turista.

 

Todos os ônibus param em Puno, depois de cruzar a fronteira, e há troca antes de seguir pra Cusco. A viagem dura a madrugada toda.

 

 

Barco de volta- bol 20

bus cama -bol 110

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Chegamos ainda no fim da madrugada na rodoviária de Cusco e pegamos um táxi que custou menos de s./10, acho. As vezes não tenho certeza dos valores exatos porque viajando em 3 pessoas, muitas vezes dividimos as coisas e de forma aleatória.

Fomos para O pirwa colonial, duas quadras da plaza da armas, bem perto. Tomamos banho, finalmente de novo, tomamos café e após descansar um pouco fomos atrás de agência, câmbio, etc. Recomendo o hostel, ficamos em quarto triplo com banheiro compartilhado. Único problema foi falta de água na madrugada de saída pra Salkantay.

 

A essa altura já não tínhamos muito saco de pesquisar muito. Saí do Rj com algumas referências anotadas e depois de ir em 2 lugares, acabamos fechando os passeios com a Chaski Peru Trekking, que fica na Plaza de Armas, anexo ao albergue Chaski. No fim das contas acabou sendo um bom negócio. pagamos um bom preço, cumpriram com tudo que estava combinado e o que temos a reclamar são detalhes do guia que na verdade nem é dessa empresa.

 

O principal era a trilha Salkantay que custou US$ 170 + 10 no saco de dormir e bastões (os dois de boa qualidade). Fechamos também o city tour e o valle sagrado com eles. O cara da agência nos levou onde deveríamos comprar o boleto turístico que era perto dali.

Compramos o boleto, fizemos câmbio, levamos roupas pra lavanderia e visitamos a tatoo, onde na volta acabei comprando uma excelente calça impermeável da marmmot.

 

14:30h saiu o city tour. Sinceramente não gostei e não faria de novo. Acho que não é nenhuma perda pra quem faz o resto. Também não pude aproveitar bem porque nesse dia tive um piriri doido e gastei boa parte da visita a Qoricancha no trono sagrado que não é dos incas.

O único barato do dia foi ficar fazendo brincadeiras com o nome Saqsaywaman. Toda vez que o guia falava em sexwoman era um deusnosacuda pra não gargalhar.

 

Boleto turístico s./130

valle +city tour s./60

qoricancha s./10

salkantay com aluguel de equipo US$ 180

entrada Machu-Wayna Picchu s./150 (comprado antes da viagem pela internet) (quis garantir a subida pra Wayna, devido aos relatos de rolo das agências e por ser um procedimento novo)

Pirwa s./ 27/dia

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...