Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Roma/Veneza/Paris/Amsterdam - 12 dias - Outubro 2011


Posts Recomendados

  • Membros

05/10/2011 - Veneza

 

Roteiro planejado para o dia e status:

 

• Piazza San Marco - OK

• Basilica di San Marco - OK

• Ponte Rialto – OK

 

Acordamos às 5 da manhã, terminamos de arrumar a mala, nos despedimos dos adoráveis Cristina e Santi e fomos tomar o último café da manhã de Roma. Como o vôo para Veneza estava marcado para às 09h, decidimos chamar um táxi e não arriscar a combinação metrô+trem. O valor do táxi é de $ 40,00 da região do Termini até o aeroporto de Fiumicino, que está numa cidade vizinha. O táxi chegou às 6 da manhã e por volta de 7 chegamos ao aeroporto e fomos fazer o check-in na Alitalia. A atendente da Alitalia aproveitou e já fez o nosso check-in do vôo Veneza-Paris que se realizaria no dia seguinte.

 

Após um vôo tranqüilo de cerca de 1 hora, chegamos à linda Veneza, desembarcando no aeroporto Marco Polo. Pegamos as malas e fomos ao balcão de informações turísticas pegar informações sobre transporte e mapas. O mapa não é gratuito e tivemos que pagar $ 2,50 pelo mesmo. Depois nos arrependemos pois nos hotéis são fornecidos mapas menores e com todas as informações necessárias.

 

Após perder alguns minutos tentando entender como seria o pagamento através de cédulas nas máquinas da ATVO para compra dos bilhetes de ônibus, seguimos para o ponto. 20 minutos depois estávamos atravessando a ponte que liga Veneza-Mestre à ilha de Veneza. Uma imagem espetacular.

 

Os ônibus param na Piazzalle Roma, o único local onde os carros podem chegar em Veneza. Pegamos as malas, e após atravessar umas duas pequenas pontes, encontramos o nosso hotel.

Como o check-in era às 14 e tínhamos apenas um dia na cidade, deixamos as malas no depósito de malas do hotel e fomos bater perna. Aproveitamos e almoçamos num pequeno restaurante que tinha em frente ao hotel, do outro lado do canalzinho, e ficamos ali contemplando a beleza do lugar, vendo as lanchas e gôndolas passando na nossa frente.

 

20111027205701.JPG

Vista da porta do nosso hotel

 

Voltamos para a Piazzale Roma e fomos comprar o ticket de um dia do Vaporetto. Aproveitamos e compramos o combo que dava direito ao ônibus nº 5 que levava para o aeroporto Marco Pólo, sendo que esse ônibus não é expresso, ele pára em vários pontos.

 

Seguimos pelo grande canal de Vaporetto, passamos em frente ao Casino de Venezia, local onde há uma festa no filme “O Turista”, e descemos na Ponte Rialto.

 

20111027205742.JPG

Ponte Rialto

 

20111027210547.JPG

Vista da Ponte Rialto

 

Neste local há várias lojinhas, restaurantes, lanchonetes e outros comércios. Encontramos uma loja, cuja vendedora era brasileira, e aproveitamos para tirar fotos com as famosas máscaras e comprar algumas lembrancinhas, principalmente os famosos cristais de Murano.

 

20111026213845.JPG

Máscaras do Carnaval

 

Após tirarmos várias fotos nessa região e tomarmos Gelato, pegamos o Vaporetto e fomos para a Piazza San Marco. O local é muito bonito. Havia uma banda tocando músicas clássicas num restaurante da praça. Um clima muito romântico.

 

20111027211856.JPG

Piazza e Basilica de San Marco

 

Seguimos para a Basílica de San Marco. Após a passarmos pelos detectores de metal, conseguimos entrar e se deslumbrar com a beleza da igreja. Lá dentro é proibido tirar fotos, mas mesmo assim consegui tirar algumas.

Saindo de lá fomos subir a torre do Campanário. A vista de lá de cima é sensacional. Temos a visão de Veneza e das ilhas ao redor. Uma imagem que ficará guardada para sempre nas nossas memórias.

 

20111027205810.JPG

Vista de Veneza a partir do Campanário

 

Tiramos várias fotos na Piazza San Marco, com as pombinhas, e então fomos ver a Ponte dos Suspiros. Uma pena que estava em reforma e não pudemos chegar lá, apenas tiramos fotos de longe.

 

Após sermos assediados por gondoleiros que cobravam 120 euros pelo passeio, o que não nos agradou, decidimos pegar o Vaporetto e descer num ponto no meio do grande canal e ir caminhando pelas vielas de Veneza até nosso hotel. Foi a melhor coisa que fizemos. A cada esquina encontrávamos uma igreja, um pequeno canal ou algum comércio. Após nos perdermos algumas vezes, conseguimos chegar ao hotel. Como dizem, a melhor coisa é se perder em Veneza.

 

Após um bom banho e um pequeno descanso, trocamos de roupa e fomos jantar. Minha esposa disse que queria jantar à beira do grande Canal. Então pegamos o Vaporetto e fomos jantar num restaurante ao lado da Ponte Rialto. Realmente valeu a pena cada centavo.

 

20111027205902.JPG

Nosso jantar à beira do Grande Canal

 

Não sei se Veneza é mais bonita de dia ou a noite, só sabemos que a cidade é mágica. Tiramos várias fotos no local e retornamos ao nosso hotel, já que no outro dia iríamos para Paris. Com certeza voltaremos a Veneza, uma cidade única.

 

20111027205932.JPG

Veneza a noite

 

Gastos do dia para o casal:

 

$ 40,00 – Táxi em Roma para o Aeroporto

$ 10,00 – Ônibus do aeroporto para Veneza

$ 2,50 – Mapa

$ 15,00 – Almoço

$ 38,00 – Ticket de 24 horas para o Vaporetto + ônibus nº 5 para o Aeroporto

$ 3,00 – Gelato

$ 16,00 – Elevador do Campanário

$ 27,50 – Jantar

$ 12,00 – Lembranças

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 65
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

sssazevedo, muito bom seu relato. Estou pegando várias dicas importantes para o meu viagem que vai ser em abril/maio de 2012. Sua viagem parece ter cido realmente inesquecível. Qual foi o Hotel que vocês ficaram em Veneza? Ainda não decidimos qual hotel ficar em Veneza? Você indica o que vocês ficaram?

 

Obrigada pelas dicas, se poder dar uma olhadinha depois no nosso roteiro. ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
sssazevedo, muito bom seu relato. Estou pegando várias dicas importantes para o meu viagem que vai ser em abril/maio de 2012. Sua viagem parece ter cido realmente inesquecível. Qual foi o Hotel que vocês ficaram em Veneza? Ainda não decidimos qual hotel ficar em Veneza? Você indica o que vocês ficaram?

 

Obrigada pelas dicas, se poder dar uma olhadinha depois no nosso roteiro. ::otemo::

 

Olá Lorena,

 

Acompanhe este relato que em breve postarei os outros dias. Realmente foi uma viagem inesquecível.

Nós ficamos hospedados em Veneza no Hotel Locanda Salieri, a diária não era barata, pagamos 135 euros, porém ficamos na ilha e tínhamos a vista de um lindo canal a partir da nossa janela. Valeu muito a pena. Era um quarto limpo, com wi-fi e banheiro adequado. Te recomendo esse hotel, já que é muito fácil chegar nele a partir da Piazzale Roma, que é a praça onde chegam os onibus do Aeroporto.

 

Abraços,

Sandro Stéfano.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

06/10/2011 – Paris

 

Roteiro planejado para o dia e status:

 

• Escola Militar – Realizado no dia 08/10/2011

• Campo de Marte – Realizado no dia 08/10/2011

• Torre Eiffel - OK

• Trocadero - OK

• Passeio de Barco no Sena – OK

 

Como já havíamos feito o check-out no dia anterior, acordamos às seis da matina e fomos comprar o café da manhã numa padaria próxima ao hotel, já que o café da manhã só seria servido a partir das sete. Pegamos as malas e seguimos em direção à Piazzale Roma. Aproveitamos e tiramos mais fotos nos pequenos canais e nos despedimos dessa linda cidade.

 

20111026234504.JPG

Despedida de Veneza

 

O bilhete que havíamos comprado para utilizar o Vaporetto, nos dava acesso ao ônibus nº 5 que leva ao Aeroporto. Achávamos que era o mesmo ônibus expresso que tínhamos pego na chegada, mas depois descobrimos que era um ônibus de linha e que parava em alguns pontos até o aeroporto. Assim que entramos, fomos validar os bilhetes na máquina existente dentro do ônibus e os mesmos assinalavam como expirados, mesmo não tendo passado 24 horas. Ficamos preocupados, mas decidimos continuar até o aeroporto sem a validação. Graças a Deus que não entrou nenhum fiscal.

Fizemos o check-in e por volta das 10, partimos de Veneza. Às 11:10 estávamos desembarcando no Aeroporto Charles de Gaulle em Paris. É um aeroporto imenso, com 5 terminais de desembarque.

Pegamos as malas e fomos ao balcão de informações turísticas. O atendente perguntou se éramos brasileiros e começou a conversar em português. Compramos os cartões Paris Museum Pass, que nos dava acesso a várias atrações de Paris, inclusive o Palácio de Versailles, e o melhor de tudo, sem pegar filas. Além disso, aproveitamos e compramos também os bilhetes do RER (trem suburbano) que nos levaria a Paris e 2 carnets (pacote de bilhetes do metrô com 10 unidades). Sai muito mais em conta comprar os carnets do que os bilhetes avulsos do metrô. Fica a dica.

Seguimos as indicações do RER no aeroporto e embarcamos. Em mais ou menos 45 minutos, fizemos uma baldeação na estação Denfert Rochereau e pegamos a linha 6 (verde) do metrô, o qual nos deixou na estação La Motte Picquet Grenelle que ficava na esquina do nosso hotel, o Tourisme Hotel.

Fizemos o check-in e subimos para o quarto, que era bem arrumado, limpo, com TV LCD, secador de cabelo, cofre, etc. O único problema é que não possuía um frigobar, mas vi que muitos hotéis na Europa não possuem frigobar no quarto.

O hotel fica localizado numa área muito boa de Paris, a 15 minutos a pé da Torre Eiffel. Nas proximidades existem um supermercado Monoprix, Starbucks Café, McDonald’s, farmácias, lavanderias, vários cafés e restaurantes. O Buffet de café da manhã, custa 9 euros por pessoa e é pago a parte. Recomendo a todos este hotel. Tivemos uma ótima estada neste lugar.

Já eram quase 2 horas da tarde quando deixamos as malas no quarto e fomos ao Monoprix comprar nosso almoço.Lá haviam comidas que podíamos escolher, e então uma mulher colocava em recipientes e pagávamos pelo peso. Apesar da atendente não falar inglês e ser muito mal humorada, conseguimos apontar o que queríamos e fomos para o hotel almoçar no quarto. Após o almoço, aproveitamos e dormimos até umas 5 da tarde.

Após um belo descanso, pegamos o metrô e descemos na estação Trocadero. Tiramos as famosas fotos da Torre Eiffel e ficamos ali esperando as luzes da torre se acenderem.

 

20111026234813.JPG

Vista da Torre Eiffel a partir do Trocadero

 

Às 8 da noite, luzes começam a piscar na torre durante aproximadamente 5 minutos. Um espetáculo. Esse show se repete a cada hora durante a noite.

 

20111026235130.JPG

Torre piscando a noite

 

Descemos o Trocadero e fomos em direção à torre. Ao lado da torre, há uma escada que dá acesso aos barcos que fazem o passeio pelo Rio Sena. Compramos os bilhetes do "Vedettes de Paris" que davam direito a uma massa e uma taça de vinho. O passeio dura uns 45 minutos e passa por vários pontos turísticos de Paris e lindas pontes iluminadas no caminho. Recomendo a todos.

 

20111026235419.JPG

Passeio de Barco no rio Sena

 

Ao retornarmos, tiramos várias fotos noturnas nos pés da Torre. Pegamos novamente o metrô na estação Trocadero e retornamos ao hotel para um descanso merecido.

 

20111026235809.JPG

Torre vista a partir dos pés.

 

Gastos do dia para o casal:

 

$ 4,30 – Café da manhã em Veneza

$ 18,20 – Ticket do RER

$ 100,00 – Paris Museum Pass para 4 dias

$ 25,00 – Carnets de tickets do metrô

$ 16,00 - Almoço

$ 36,00 – Passeio de Barco no Sena com jantar.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

07/10/2011 – Paris

 

• Jardin des Tuileries - Ok

• Museu do Louvre - Ok

• Centre Pompidou - Ok

• Hotel de Ville - Ok

• Catedral de Notre-Dame - Ok

• Sainte-Chapelle - Ok

• Pantheon – Não realizado

• Eglise Saint-Sulpice – Não realizado

• Jardim de Luxemburgo – Não realizado

• Fotos noturnas do Louvre – Realizado no dia 09/10/2011

 

Após uma boa noite de sono, acordamos por volta de 8 da matina e fomos tomar o café da manhã no Hotel. Nove euros por pessoa, porém era um Buffet muito sortido, com pães, bolos, geléias, ovos, sucos, frutas entre outras coisas. Recomendo.

Estômago forrado, pegamos a linha 8 do metrô em frente ao hotel, baldeamos na estação Concorde e descemos na estação Tuileries. O Jardins dês Tuileries é muito bonito e bem conservado. Várias pessoas fazendo caminhada e aproveitando o solzinho que aparecia neste início de dia. Tiramos algumas fotos e seguimos para o Louvre.

Antes de chegarmos às pirâmides do Louvre, tiramos algumas fotos no Arco do Triunfo do Carrossel. Uma obra muito bonita.

 

20111027180651.JPG

Jardin des Tuileries

 

20111027180918.JPG

Arco do Triunfo do Carrossel

 

Como tínhamos comprado o Paris Museum Pass, tínhamos acesso livre ao Louvre e sem fila. A passagem pelos detectores foi bem rápida e por volta de 09:30 da manhã estávamos adentrando a pirâmide que dá acesso ao Museu.

O museu do Louvre é gigantesco. São 4 andares divididos em várias galerias. Com o mapa que pegamos dentro do Louvre, seguimos para visitar as obras em destaque. Começamos pela Vênus de Milo, em seguida a Monalisa e obras italianas como a Santa Ceia. Ficamos encantados com crianças de uma escola tendo aula prática no local e fazendo uma apresentação sobre a Monalisa.

 

20111027181421.JPG

Crianças tendo aula prática no museu

 

De lá partimos para a ala egípicia, com obras semelhantes às que vimos no Museu do Vaticano, porém com mais variedade. Continuando, vimos o famoso Código de Hamurabi (Olho por olho, dente por dente), Santa Maria Madalena e Psiquê.

E por fim, visitamos os aposentos de Napoleão. Foi o lugar que mais curtimos. É tudo muito luxuoso. Ficamos imaginando como seriam as festas naquele lugar. Sensacional.

 

20111027181126.JPG

Aposentos de Napoleão

 

Já era quase 1 da tarde quando fomos almoçar no restaurante que há dentro do Louvre. Pensávamos que era mais caro, mas o preço ficou bem em conta e valeu a pena. Pegamos uma comida chinesa que estava saborosa.

Após o almoço, fomos tirar foto na pirâmide invertida e aproveitamos para dar uma olhadinha na Apple Store que existe dentro do Museu. Em seguida, saímos do Louvre e tiramos várias fotos externas do museu. Ficaram ótimas já que o sol não estava tão baixo quanto o horário que chegamos.

 

20111027181720.JPG

Vista panorâmicado Museu do Louvre

 

Saímos andando pela Rua de Rivoli, rua das lojas de grife, e aproveitamos para comprar algumas lembrancinhas em uma loja cujos vendedores eram brasileiros. Continuamos a caminhada e tiramos fotos no Hotel de Ville (Prefeitura de Paris). Seguimos para o Centre Georges Pompidou, que é um museu de arte moderna, com cafés, bibliotecas, entre outras atrações. Uma obra bem futurista.

 

20111027181847.JPG

Hôtel de Ville

 

20111027181955.JPG

Centre Georges Pompidou

 

Pegamos um metrô na estação Rambuteau, baldeamos na estação Châtelet e descemos na estação Cite, que fica na Ilha de La Cite. Fomos visitar a igreja de Sainte-Chapelle, que é uma capela em estilo gótico. Ficamos impressionados com a beleza dessa igreja. Vale a pena a visita.

 

20111027182157.JPG

Igreja de Sainte-Chapelle

 

De lá, seguimos para a famosa Catedral de Notre-Dame. Realmente é uma igreja muito interessante. Tiramos várias fotos. Aproveitamos que estava começando uma missa e ficamos para assistir por alguns minutos. Foi bem interessante assistir uma missa em francês.

 

20111027182257.JPG

Catedral de Notre-Dame

 

Como a tarde estava chuvosa, decidimos não ir ao Jardim de Luxemburgo, Panteão e Igreja de Saint-Sulpice. Preferimos ir ao Tour Montparnasse (edifício mais alto de Paris) para tirar algumas fotos de Paris vista de cima. Pegamos a linha 4 do metrô na estação Cite, baldeamos na estação Denfert Rochereau e descemos na estação Gare Montparnasse. Ao chegarmos lá, descobrimos que o Paris Museum Pass não dava acesso à torre. Decidimos não entrar, já que iríamos ter a oportunidade de tirar fotos do alto a partir da Torre Eiffel e do Arco do Triunfo. Na saída, aproveitamos para conhecer o tão famoso crepe de Nutella. Pensem numa coisa gostosa. Ficamos apaixonados pela Nutella, tanto que trouxemos algumas para casa.

 

20111027182441.JPG

Tour Montparnasse

 

Após essa longa jornada, compramos um café no Starbucks vizinho ao hotel e retornamos ao mesmo para um merecido descanso.

 

Gastos do dia para o casal:

 

$ 18,00 – Café da manhã

$ 10,70 – Almoço no Louvre

$ 24,10 – Comprinhas

$ 7,00 - Crepes

$ 3,50 - Café no Starbucks

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Muito legal seu relato.

Como você está passando nas cidades por onde passei, me faz reviver os bons momentos de minha viagem. Estou acompanhando e curioso por ler o outros relatos. Parabéns!

 

Obrigado, Fernando. É muito bom escrever um relato pois relembramos de todos os momentos bons que passamos na viagem.

 

Um abração,

Sandro Stéfano.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

08/10/2011 – Paris

 

• Museu das Armas - OK

• Duomo - OK

• Hôtel des Invalides - OK

• Museu Rodin - OK

• Ponte Alexandre III - OK

• Petit Palais - OK

• Grand Palais - OK

• Avenida Champs-Élysées - OK

• Arc de Triomphe - OK

• Subida a Torre Eiffel - OK

• La Defense – Não Realizado

 

Acordamos por volta de 8 da manhã e descemos para o café da manhã. Mais uma vez optamos pelo Buffet do hotel, já que era prático e de muita qualidade e variedade.

Pegamos a linha 8 do metrô na estação em frente ao hotel e descemos na estação Ecole Militaire. Tiramos fotos em frente a Escola Militar e então fomos tirar as famosas fotos no Campo de Marte que tem ao fundo a Torre Eiffel. É nesse campo onde Santos Dumont realizou o primeiro vôo da história com o 14 Bis.

 

20111028234152.JPG

Campo de Marte

 

De lá, seguimos para o complexo dos Inválidos, que é formado pelo Duomo, Museu de Armas e Hotel dos Inválidos. Como tínhamos o Paris Museum Pass, tínhamos acesso a todas essas atrações.

Começamos pelo Duomo, que é um grande templo onde está o túmulo de Napoleão, tiramos várias fotos nesse lugar.

 

20111028234314.JPG

Duomo

 

20111028234720.JPG

Túmulo de Napoleão

 

Em seguida entramos no Museu das Armas. Me surpreendi com o lugar. Existem armas de todas as épocas, desde as mediavais até as das últimas guerras. Para quem se interessa pelo assunto, vale a pena a visita. Fica a dica.

 

20111028234813.JPG

Armaduras medievais no Museu de Armas

 

Saímos de lá e fomos tirar fotos no Hotel dos Inválidos, que hoje é um hospital, necrópole e museu. É um palácio muito bonito.

Seguimos para visitar o Museu Rodin. Como não conhecíamos muitas obras desse artista, relutamos em entrar. Porém foi uma grande surpresa. As obras dele são belíssimas. O grande destaque é a obra “O Pensador” que fica exposta no jardim do museu. Aproveitamos para tirar a famosa foto imitando-o. Além dessa obra, gostamos muito de “O beijo”, “Porta do Inferno”, entre outras.

 

20111028234902.JPG

O Pensador

 

Descemos pela Esplanada dos Inválidos e chegamos à Ponte Alexandre III. É uma ponte belíssima, com esculturas banhadas a ouro. Aproveitamos para tirar as fotos engraçadas onde podemos empurrar as duas pilastras.

Chegamos ao Grand e Petit Palais. O Grand Palais estava fechado pois a noite teria uma apresentação artística no local. Entramos apenas no Petit Palais, o qual abrigava uma exposição de arte morderna. Tiramos muitas fotos.

 

20111028235028.JPG

Esplanadas dos Inválidos

 

20111028235107.JPG

Ponte Alexandre III

 

Continuamos caminhando e chegamos à avenida Champs Elysees. Que avenida linda. Ficamos por um tempo admirando a beleza do local e tirando várias fotos. Continuamos a andança e vimos uma grande fila de jovens para entrar em um determinado local. Perguntei a uma jovem o que se tratava e a mesma me informou que era a inauguração de um shopping muito famoso que já existe nos Estados Unidos.

 

20111028235345.JPG

Avenida Champs Elysees

 

Continuando, entrei na loja da Peugeot. Foi bem legal, pois haviam vários carros conceito, que são exibidos nas grandes feiras automobilísticas. As fotos ficaram lindas.

 

20111028235253.JPG

Carro conceito na loja da Peugeot

 

Passamos em frente à famosa casa de shows Lido. Um amigo meu assistiu um espetáculo nessa casa e disse que vale muito a pena. A entrada custava 80 euros. Vai ficar para uma próxima vez que eu voltar a Paris. Bem perto daí, fica o prédio onde morou Alberto Santos Dumont. Foi bem legar ver aquela plaquinha pendurada na parede.

 

20111028235508.JPG

Santos Dumont

 

Como já estávamos famintos, resolvemos apostar no Mc Donald’s. Aproveitei e acessei o wi-fi gratuito que lá existia para entrar em contato com os parentes via Skype.

Seguimos pela Champs Elysees e chegamos ao Arco do Triunfo. Existe uma passagem sob a avenida que nos deixa embaixo do monumento. Como minha esposa já estava muito cansada, apenas eu subi os mais de 300 degraus até o alto do Arco. Mas valeu cada centavo. A vista de lá de cima é sensacional. Você enxerga todas as avenidas que desembocam no monumento, por isso o nome de Etoile (Estrela). De lá dá para enxergar o novo Arco do Triunfo que fica no bairro novo de La Defense.

 

20111028235607.JPG

Vista de La Defense a partir do topo do Arco do Triunfo

 

Pegamos a linha 6 do metrô na estação Charles de Gaule Etoile e descemos novamente na estação Trocadero. Como tínhamos comprado antecipadamente a entrada para subir a torre Eiffel para as 17:30h e já eram 17:10h, tivemos que correr para poder conseguir entrar. O bom é que não enfrentamos fila alguma. Menos mal, pois a fila normal estava imensa. O ingresso foi comprado através do link http://ticket.toureiffel.fr/index-css5-sete-pg1-lgen.html. Como eu havia comprado a subida até o topo (summit), era necessário pegar um outro elevador no segundo andar. O problema era que a fila estava muito grande, o vento estava muito forte e frio e nós já estávamos gripados. Para completar, a bateria da câmera descarregou com as fotos do segundo andar. Resultado: desistimos de ir ao topo. A vista do segundo andar já vale a subida. Pegamos a linha 6 do metrô na estação Bir-Hakeim e descemos na estação do nosso hotel.

 

20111028235706.JPG

Vista do Trocadero a partir do segundo andar da Torre Eiffel

 

Eu havia combinado de encontrar com dois ex-colegas de universidade que casaram e estavam morando em Paris a um ano, já que ela estava fazendo um Doutorado Sanduíche. O bistrô foi escolhido por eles e ficava no bairro do Marais. Pegamos a linha 6 do metrô em frente ao hotel, baldeamos na estação Concorde e descemos na estação St-Paul. A comida indicada por eles estava maravilhosa e aproveitamos para botar os papos em dia. Nos despedimos e voltamos para o nosso hotel, já que no outro dia iríamos visitar Versailles. Aproveitamos e compramos mais um carnet do metrô.

 

20111028235750.JPG

Jantar com os amigos

 

Gastos do dia para o casal:

 

$ 18,00 – Café da manhã

$ 10,00 – Mc Donald’s

$ 26,80 – Entrada na Torre Eiffel

$ 40,00 - Jantar

$ 12,50 – Carnet do Metrô

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
06/10/2011 – Paris

 

Roteiro planejado para o dia e status:

 

• Escola Militar – Realizado no dia 08/10/2011

• Campo de Marte – Realizado no dia 08/10/2011

• Torre Eiffel - OK

• Trocadero - OK

• Passeio de Barco no Sena – OK

 

Como já havíamos feito o check-out no dia anterior, acordamos às seis da matina e fomos comprar o café da manhã numa padaria próxima ao hotel, já que o café da manhã só seria servido a partir das sete. Pegamos as malas e seguimos em direção à Piazzale Roma. Aproveitamos e tiramos mais fotos nos pequenos canais e nos despedimos dessa linda cidade.

 

20111026234504.JPG

Despedida de Veneza

 

O bilhete que havíamos comprado para utilizar o Vaporetto, nos dava acesso ao ônibus nº 5 que leva ao Aeroporto. Achávamos que era o mesmo ônibus expresso que tínhamos pego na chegada, mas depois descobrimos que era um ônibus de linha e que parava em alguns pontos até o aeroporto. Assim que entramos, fomos validar os bilhetes na máquina existente dentro do ônibus e os mesmos assinalavam como expirados, mesmo não tendo passado 24 horas. Ficamos preocupados, mas decidimos continuar até o aeroporto sem a validação. Graças a Deus que não entrou nenhum fiscal.

Fizemos o check-in e por volta das 10, partimos de Veneza. Às 11:10 estávamos desembarcando no Aeroporto Charles de Gaulle em Paris. É um aeroporto imenso, com 5 terminais de desembarque.

Pegamos as malas e fomos ao balcão de informações turísticas. O atendente perguntou se éramos brasileiros e começou a conversar em português. Compramos os cartões Paris Museum Pass, que nos dava acesso a várias atrações de Paris, inclusive o Palácio de Versailles, e o melhor de tudo, sem pegar filas. Além disso, aproveitamos e compramos também os bilhetes do RER (trem suburbano) que nos levaria a Paris e 2 carnets (pacote de bilhetes do metrô com 10 unidades). Sai muito mais em conta comprar os carnets do que os bilhetes avulsos do metrô. Fica a dica.

Seguimos as indicações do RER no aeroporto e embarcamos. Em mais ou menos 45 minutos, fizemos uma baldeação na estação Denfert Rochereau e pegamos a linha 6 (verde) do metrô, o qual nos deixou na estação La Motte Picquet Grenelle que ficava na esquina do nosso hotel, o Tourisme Hotel.

Fizemos o check-in e subimos para o quarto, que era bem arrumado, limpo, com TV LCD, secador de cabelo, cofre, etc. O único problema é que não possuía um frigobar, mas vi que muitos hotéis na Europa não possuem frigobar no quarto.

O hotel fica localizado numa área muito boa de Paris, a 15 minutos a pé da Torre Eiffel. Nas proximidades existem um supermercado Monoprix, Starbucks Café, McDonald’s, farmácias, lavanderias, vários cafés e restaurantes. O Buffet de café da manhã, custa 9 euros por pessoa e é pago a parte. Recomendo a todos este hotel. Tivemos uma ótima estada neste lugar.

Já eram quase 2 horas da tarde quando deixamos as malas no quarto e fomos ao Monoprix comprar nosso almoço.Lá haviam comidas que podíamos escolher, e então uma mulher colocava em recipientes e pagávamos pelo peso. Apesar da atendente não falar inglês e ser muito mal humorada, conseguimos apontar o que queríamos e fomos para o hotel almoçar no quarto. Após o almoço, aproveitamos e dormimos até umas 5 da tarde.

Após um belo descanso, pegamos o metrô e descemos na estação Trocadero. Tiramos as famosas fotos da Torre Eiffel e ficamos ali esperando as luzes da torre se acenderem.

 

20111026234813.JPG

Vista da Torre Eiffel a partir do Trocadero

 

Às 8 da noite, luzes começam a piscar na torre durante aproximadamente 5 minutos. Um espetáculo. Esse show se repete a cada hora durante a noite.

 

20111026235130.JPG

Torre piscando a noite

 

Descemos o Trocadero e fomos em direção à torre. Ao lado da torre, há uma escada que dá acesso aos barcos que fazem o passeio pelo Rio Sena. Compramos os bilhetes do "Vedettes de Paris" que davam direito a uma massa e uma taça de vinho. O passeio dura uns 45 minutos e passa por vários pontos turísticos de Paris e lindas pontes iluminadas no caminho. Recomendo a todos.

 

20111026235419.JPG

Passeio de Barco no rio Sena

 

Ao retornarmos, tiramos várias fotos noturnas nos pés da Torre. Pegamos novamente o metrô na estação Trocadero e retornamos ao hotel para um descanso merecido.

 

20111026235809.JPG

Torre vista a partir dos pés.

 

Gastos do dia para o casal:

 

$ 4,30 – Café da manhã em Veneza

$ 18,20 – Ticket do RER

$ 100,00 – Paris Museum Pass para 4 dias

$ 25,00 – Carnets de tickets do metrô

$ 16,00 - Almoço

$ 36,00 – Passeio de Barco no Sena com jantar.

 

 

Otimo relato....tenho acompanhado com muito carinho, haja vista a forma dedicada com a qual tem-nos relatado. A propósito, que máquina é a tua, pois tirou fotos maravilhosas e quase inrretocáveis.....

 

Denilson

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Linda viagem Sandro!!

Parabéns pela escolha do roteiro e está maravilhoso acompanhar seus relatos da viagem!! To curtindo junto cada foto postada. Meu sonho ainda é conhecer Italia e em especial Paris. Suas dicas são ótimas...é bom saber dos detalhes de alguem que ja foi....tenho vontade de ir pra la por conta tb e sempre dá aquele frio na barriga por nao saber como é. Falo um pouco de ingles, mas nao sou fluente, e italiano acho q consigo me virar. Vc acha que da pra passar por esses lugares e principalmente apris numa boa??

 

Carla

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...