Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Lua de mel, 28 dias, outubro 2011 - Lisboa, cidades italianas, Vale do Loire e Estrasburgo


Posts Recomendados

  • 6 meses depois...

  • Respostas 81
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

Marcos,

 

Muito legal seu relato. Ainda não terminei de ler.

É engraçado como o momento certo, os gostos individuais e o cansaço do dia fazem com que tenhamos impressoes diferentes dos mesmos lugares.

A subida no alta da Basílica foi um dos momentos mais inesquecíveis da minha viagem. Realmente foi um daqueles que tirou meu folego.

Realmente é cansativa, mas subi na hora do por do sol, e a vista de Roma ficou simplesmente estonteante.

A capela sistina também de impressionou muito. Pode ser porque pulei grande parte do museu do vaticano e por isso nao cansei. Lindo ver como as pinturas parecem descer em tres dimensoes.

O museu do Vaticano é lindo, e ao final é impossivel sair sem torcicolo depois de olhar tanto pra cima!

 

Depois comento o resto

 

Abraços!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Letícia, 2 palavras para isso - expectativa e perspectiva. Roma era o que eu mais queria ver na Europa e isso certamente influenciou minha percepção. Vi uma cidade caótica, muitas buzinas, sujeira, algumas pessoas mal educadas, estresse, enfim, coisas que eu já vejo aos montes no Rio de Janeiro e espero ver um pouco menos quando viajo.

 

Se eu tivesse subido no pôr do sol é bem possível que minha impressão fosse outra, afinal, para mim não há pôr do sol ruim. Mas subi ao meio dia, após ter acordado cedo e andado uma hora e meia no passeio da Scavii, caminhado pela Basílica, enfrentado uma mega fila para pegar o elevador, um calor infernal, estômago roncando, pés detonados subindo escada apertada e muito mal ventilada ... uma tragédia anunciada. Bela vista, sem dúvida, apenas não valeu o que passamos. Em Lisboa pagamos 2,5 euros por uma subida de elevador com bela vista panorâmica de cima do Monumento aos Descobrimentos. Em Florença subimos a Piazzale Michelângelo a pé, também muito cansativo, mas não pagamos nada por isso, o ambiente era ventilado, a vista espetacular e ainda pegamos um show de graça com o pôr do sol ao fundo iluminando em diferentes cores os monumentos da cidade e o rio Arno à medida que se punha. Quando se põe em perspectiva assim, fica difícil ter saudades da experiência em Roma.

 

A Sistina já me impressionava muito nos livros, eu esperava algo muito grandioso. Mas também foi ignorância minha, afinal, capela não é catedral, nem basílica, hehe. Inconscientemente acho que esperei algo como a Basílica de São Pedro, que talvez seja a igreja mais impressionante que já vi. No entanto, isso não diminui em nada o espetacular trabalho de Michelângelo, apenas esperava algo maior.

 

Roma e Lisboa são a parte mal humorada do relato, persista que vai melhorar, hehe.

 

Abraços !

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Letícia, 2 palavras para isso - expectativa e perspectiva. Roma era o que eu mais queria ver na Europa e isso certamente influenciou minha percepção. Vi uma cidade caótica, muitas buzinas, sujeira, algumas pessoas mal educadas, estresse, enfim, coisas que eu já vejo aos montes no Rio de Janeiro e espero ver um pouco menos quando viajo.

 

Se eu tivesse subido no pôr do sol é bem possível que minha impressão fosse outra, afinal, para mim não há pôr do sol ruim. Mas subi ao meio dia, após ter acordado cedo e andado uma hora e meia no passeio da Scavii, caminhado pela Basílica, enfrentado uma mega fila para pegar o elevador, um calor infernal, estômago roncando, pés detonados subindo escada apertada e muito mal ventilada ... uma tragédia anunciada. Bela vista, sem dúvida, apenas não valeu o que passamos. Em Lisboa pagamos 2,5 euros por uma subida de elevador com bela vista panorâmica de cima do Monumento aos Descobrimentos. Em Florença subimos a Piazzale Michelângelo a pé, também muito cansativo, mas não pagamos nada por isso, o ambiente era ventilado, a vista espetacular e ainda pegamos um show de graça com o pôr do sol ao fundo iluminando em diferentes cores os monumentos da cidade e o rio Arno à medida que se punha. Quando se põe em perspectiva assim, fica difícil ter saudades da experiência em Roma.

 

A Sistina já me impressionava muito nos livros, eu esperava algo muito grandioso. Mas também foi ignorância minha, afinal, capela não é catedral, nem basílica, hehe. Inconscientemente acho que esperei algo como a Basílica de São Pedro, que talvez seja a igreja mais impressionante que já vi. No entanto, isso não diminui em nada o espetacular trabalho de Michelângelo, apenas esperava algo maior.

 

Roma e Lisboa são a parte mal humorada do relato, persista que vai melhorar, hehe.

 

Abraços !

 

Marcos... isso aconteceu comigo em Veneza... tive impressão péssima!

Chegar debaixo de chuva as 8:30 da manha, tudo cinza, frio, sem lugar para sentar, até tinha mas precisava pagar, lotado de gente, minha filha com frio e fome, restaurante péssimo e carissimo... morri em 40 euros para voltar para o hotel em Verona mais cedo!

Um dia quero voltar lá com dia mais bonito!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Pra tu ver, André, como é relativo. Nós adoramos Veneza, nossa cidade preferida na Europa. Mas pegamos um tempo maravilhoso, sol, sem estar calor demais, não senti cheiro de esgoto, como em alguns relatos (possivelmente porque não choveu por um bom tempo) e por aí vai. Volte um dia com calma, vocês vão gostar !

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros de Honra

Rapaz, não tenho certeza, mas acho que foi o Centro Comercial Place d'Italie. Era bem pertinho do metrô.

 

Quanto ao roteiro, não se ligue nisso. Hoje eu mesmo nem faria a mesma coisa, acho que fomos a museus demais. Por mais fantásticos que seja, uma hora fica cansativo. Trocaria alguns museus por tempo para andar pela cidade. Mas o importante mesmo é relaxar e apreciar cada momento da sua lua de mel, deixando tempo para vocês se curtirem. Pois viagens você ainda fará muitas, lua de mel é uma só (ao menos esperamos que seja, hehe).

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...