Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Nova Zelândia - 33 dias de altos e baixos - ILHA NORTE


Posts Recomendados

  • Membros de Honra

Continuação do relato...

 

WELLINGTON

 

Cheguei em Wellington 23:30 hs. A dica para quem for pegar o último ferry que nem eu é pegar o da Blue Bridge e não o outro, porque esse a saída é só atravessar a rua e já está no hostel Downtown Backpacker! Isso se decidir ficar nesse lugar! Esse hostel era um hotel bem famoso, e até nem parece hostel mesmo, mas como era só para dormir mesmo, resolvi ficar por ali.

De qualquer forma Wellington é bem pequena e tudo é perto! A cidade é muito legal.

 

A 1ª atração que visitei foi o parlamento, porque era a mais próxima do hostel. Depois fui caminhando até o cable car, subi e visitei o Jardim Botânico lá em cima. Dica: não compra o ticket de ida e volta do bondinho, porque para visitar o jardim tu vai ter que ir descendo, descendo, descendo... Se comprar os dois sentidos vai ter que subir tudo de novo pra pegar de volta. Eu desci a pé e demorei uns 20 min p/ chegar no centro de novo, caminhada muito tranquila e agradável pelo jardim!

 

Fui caminhando até o Te Papa, museu muito legal, vale muito a pena pagar pela visita guiada de 1 hora e depois curtir o resto por conta própria! Foi o único museu que visitei, e realmente vale a pena.

Do museu, peguei o ônibus 20 p/ Mount Victoria, que tem uma vista espetacular da cidade e do porto! Na volta, desci no centro e fui caminhando pela beira mar até chegar no hostel já de noite.

Não consegui ir na Cuba Street, que disseram que é a rua mias agitada de Wellington. Depois de uma noite de sono revigorante acordei e fui pegar o carro que tinha alugado para a ilha norte.

 

NAPIER

 

De Wellington para Napier foram 5 horas de viagem, com direito à chuva o tempo todo, chuva que iria me acompanhar por mais alguns dias... Cheguei em Napier por volta das 16:00 hs, e a sorte que o hostel que fiquei lá era bem no centro onde as lojas tinham marquises, então deu pra dar uma volta na cidade, porque a chuva não parou. Acordei e o tempo estava um pouco melhor, pelo menos não estava chovendo, então decidi subir a Bluff Hill, que é a montanha mais alta que tem um mirante com vista da praia, da cidade e do porto. Legal, mas já vi melhores. Tem uma prisão que dá pra visitar lá, mas eu não quis fazer. A idéia inicial era ir pra Gisborne e não ficar em Napier, mas desde setembro não tinha mais lugar nem em hostel, nem em hotel, camping, nada... Eu ia de qualquer jeito e ia dormir no carro, mas praia, e com chuva, o que eu ia fazer lá? Então decidi ficar em Napier mesmo, pelo menos tinha onde dormir!

 

De tarde cansei de não fazer nada e decidi ir caminhar na orla com chuva e tudo. O calçadão é bem legal, limpo, arrumado com várias coisas! Cheguei no aquário nacional bem na hora que eles iam alimentar os animais e resolvi entrar. O aquário é bem legal, tem tipo um túnel por dentro e parece que tu tá dentro do aquário. E tem também o Kiwi, que é a ave símbolo da NZ que é bem difícil de ver porque eles tem hábitos noturnos. Então com certeza valeu a pena a ida ao aquário! Voltei para o hostel e alguma alma iluminada resolveu comprar um DVD pra gente assistir, assim ajudou a passar o tempo.

 

TAUPO

 

O dia amanheceu chovendo ainda, então fiquei na cama até mais tarde, já que o check out era só as 10:00. Segui direto pra Taupo, 2 horas de viagem. Lá também estava chovendo, alias em todo país chovia muito. Nesse dia consegui dar uma volta na cidade ao redor do lago quando a chuva deu uma trégua, mas não foi por muito tempo. Era dia 31/12, ano novo e a chuva estragou as comemorações em praticamente todo país, os poucos fogos que iriam ter foram cancelados. Mas eu não estava lá pra comemorar o ano novo e minha preocupação maior era que no dia seguinte eu tinha marcado a travessia no Tongariro National Park, que obviamente foi cancelada. Encontrei duas brasileiras e decidimos ir em um bar esperar a virada do ano. Finalmente a chuva parou por volta das 10 da noite e ajudou quem queria comemorar fazendo festa!

 

O ano começou nublado em Taupo. Como meu tour tinha sido cancelado, decidi ir caminhando até o bungy de Taupo e ver as pessoas saltando. Fiquei lá um tempo depois fiz a trilha pra Huka Falls, uma “cachoeira” com águas muito azuis e que passa pelo meio de uns paredões muito rápida. Quando estava quase chegando de volta no bungy pra voltar pro hostel resolveu cair a maior chuva. E não parou mais. Cheguei no hostel toda molhada. A galera toda já estava começando a ficar entediada, afinal jogar sinuca e carta até é legal, mas ninguém vai pra NZ pra ficar fazendo isso. E era só o que dava pra fazer com toda aquela chuva. Até que os caras do hostel resolveram trazer um cara pra cantar com violão, foi muito legal! Liguei de novo para a operadora e a travessia no Tongariro estava confirmada para o dia seguinte! Uhu!

 

O ônibus passou as 05:30 pra me buscar, afinal foram quase duas horas até chegar na entrada da trilha. O dia até começou meio nublado, mas as nuvens foram saindo aos pouquinhos! A caminhada começa bem tranquila, e não tem como se perder, é só seguir a procissão. Muita gente fazendo esse trekking. Na subida já dá pra ver as lavas e conforme fomos caminhando as nuvens saíram da frente do maior vulcão de lá, muito lindo. Passamos por duas crateras, por lagos de águas verdinhas e outros de aguas transparentes, sempre com uma vista mais linda e louca que a outra! Foi demais! Fiz em sete horas, parando muito para bater fotos e caminhando bem devagar. Vale muito a pena fazer! Me deu muita vontade de ir no inverno e ver aqueles vulcões todos brancos de neve, deve ser muito lindo.

Quem quiser e tiver disposição, pode subir o vulcão maior, que eu não lembro o nome, são mais 3 horas de caminhada, ou fazer a cratera do Tongariro, mais 01:20 hr de caminhada. Chegamos no final da trilha e ainda ficamos uma hora esperando a van chegar para nos buscar, porque eles dão oito horas pra fazer a travessia. O tempo ajudou muito e conseguimos ver todas as paisagens e não choveu nada nesse dia! Perfeito!

 

Depois de uma noite de sono que eu praticamente desmaiei de tao cansada, acordei e fui direto ligar pra agencia do skydive, e pra minha decepção foi cancelado. O momento mais esperado da minha viagem foi cancelado por causa do tempo, de novo... Como não tinha mais o que fazer em Taupo, decidi arrumar minhas coisas e seguir para Rotorua.

 

ROTORUA

 

No caminho para Rotorua parei num lugar chamdo Waimangu Volcanic Valley, que é o parque termal mais novo do mundo, e o único que eles conseguem saber a data exata da criação, porque ele surgiu após a erupção do vulcão Tarawera, que destruiu a cidade que ficava próxima, dividiu o vulcão em dois, secou um lago inteirinho e criou esse parque geotermal. Lindo! Dá pra visitar o parque inteiro em duas horas, passando por lagos com vapores de água, pequenos geyser, aguas borbulhantes, um lago azul lindo, entre outras coisas.

 

Ainda no caminho para Rotorua uma montanha me chamou a atenção da estrada, entao parei pra conferir. O nome do lugar é rainbown Mountain, e como o nome diz, a montanha é toda colorida e tem um lago verdinho lá embaixo. Eu ainda fiz a trilha para o topo onde tem uma vista de 360° da região. Isso é NZ, uma surpresa atrás da outra.

 

Chegando em Rotorua não senti o odor de ovo podre que dizem que tem a cidade, mas a fumaça nas ruas e em alguns lugares que saem da calçada dá pra ver! Cidade típica da NZ, pequena e com o lago na parte central. Fiquei no X Base hostel e esse eu recomendo muito. Os quartos são amplos e arejados, no quarto de 4 pessoas não tem beliche, tem uma sacada em cada quarto e ainda piscina térmica! E no dia que cheguei ainda rolou um churrasco no Lava Bar free para os hospedes!

 

Depois do café fui para o I Site pois precisava reservar os passeios desse dia. Decidi ir direto para o Skyline, lugar onde sobe de gondola e tem a vista da cidade e da região. Ali eu fiz o luge,que é tipo um carrinho de rolimã, só que com guidão e tu controla a velocidade, vai descendo pelas pistas! Muito legal, me arrependi de ter comprado só duas descidas, devia ter pegado 5, porque é bem divertido. Ainda fiz o skyswing, muita adrenalina! Atinge 150 Km/hr em 2 segundos! Fiquei admirando a vista e segui para o Zorb, que são aquelas bolas gigantes que tu entra dentro e desce a ladeira! Divertido!

Depois voltei para o hostel e fiquei o resto do tempo curtindo a piscina, delícia!

 

WAITOMO CAVES

 

Acordei as 5 da manha e segui direto para Waitomo Caves, pra fazer o Black Abyss, um tour de 5 horas dentro de uma caverna onde tem os Glow Worms, uns bichinhos que brilham no escuro! Esse foi com certeza o melhor tour que eu fiz na NZ, muito bom mesmo. Começa fazendo um rapel, depois caminhada dentro da caverna, uma tirolesa totalmente no escuro, depois salto com a bioa dentro do rio, boia cross, escalada... Ufa! Demais o negócio! Com direito a chocolate quente, biscoito, chá e chocolate no meio do passeio. No final ainda rola uma sopa com pao pra recuperar a energia.

Terminado o tour, segui direto para Tauranga.

 

TAURANGA

 

Tauranga é uma cidade grande para os padrões da NZ, e decidi ficar por ali para não ter que ficar trocando de hostel. Assim conseguia fazer 3 passeios nos arredores e voltar para dormir em Tauranga.

O hostel que eu fiquei era de frente para o porto, Harbourside City Backpackers, com uma vista linda da sacada do 2º andar. Pra quem acordava cedo, dava pra ver o sol nascendo, o que não foi o meu caso.

 

No 1º dia fui fazer o tour que vai de barco para nadar com os golfinhos. Depois de um tempo procurando finalmente eles começaram a aparecer! Foram +/- 150 golfinhos, segundo o capitão do barco! Quando desci na água para nadar com eles, male mal consegui ficar, porque chamaram todo mundo de volta para o barco porque tinha filhotes, e quando tem filhotes não pode nadar pra preservar e não estressar os bichos. Mesmo assim foi mágico, ver todos aqueles golfinhos nadando, pulando e se exibindo para nós! E quando eles resolveram ir embora, foi outro espetáculo, imagina 150 golfinhos nadando e dando pulos todos ao mesmo tempo! Foi lindo demais!

 

Na volta pedi para descer em Mount mauganui, uma das praias mais bonitas e famosas de lá. Mas antes de cair na praia, eu subi o monte, onde tem uma vista linda das praias, recomendo subir, são apenas 45 minutos de subida! Depois fiquei na praia até cansar. Quando resolvi ir embora, parei no I Site pra ver qual o melhor caminho pra voltar a pé até onde eu tinha deixado o carro e a mulher me disse que se eu esperasse 10 minutos ela me dava uma carona pois estava indo para aquela direção! Assim é o povo na NZ!

 

No outro dia fui pra White Island, uma ilha que é um vulcão. O barco demora 2 horas pra chegar, e nesse dia o mar estava agitado e o que teve de gente passando mal no barco... Que viagem. Mas vale a pena, o lugar é surreal, sei lá se parece a lua, Marte... Só sei que tem umas pedras amarelas, verdes,vermelha, sai fumaça de um monte de lugar, a gente chegou bem perto da cratera e não dava pra aguentar o fedor e ardia muito os olhos e o nariz nessa parte. Show de bola o lugar. Na volta ainda vimos uns golfinhos.

 

TAIRUA

 

Tairua é uma prainha bem pequena e aconchegante, praia de surfista mesmo, e ainda tem um rio que encontra com o mar. Sai de Tauranga com chuva e cheguei em Tairua estava chovendo ainda. Fiquei no hostel Tairua Beach House. Achei poucos chuveiros e banheiros, só não tive problemas porque estava meio vazio, mas com bastante gente deve ser complicado por lá. Fiquei pelo hostel um tempo até que a chuva acalmou e decidimos dar uma volta na praia. Voltamos, tomei banho e o sol resolveu sair. Não tive duvidas, fui pra praia de novo! De noite foi bem legal, tinha mesa de sinuca, pebolin, ping pong e ficamos jogando por lá.

 

No dia seguinte fui pra Whitianga, porque queria fazer o passeio de barco para Cathedral Coves. O dia estava meio instável, chovia e parava. Mas o barco foi confirmado para a parte da tarde então aproveitei para conhecer as praias de lá, muito bonitas. O passeio de barco é muito legal, naqueles botes infláveis com motor! Passa por umas praias muito lindas, e entra dentro de umas cavernas na rocha, uma delas numa ilha no meio do mar. Tem uma das praias que pra chegar só caminhando e passa no meio de uma “caverna” que dá pra ver do barco. O plano para o dia seguinte era ir nessa praia, que foi a mais bonita que eu vi, se não estivesse chovendo...

 

Na volta fui para Hot Water Beach, que é uma praia que tu cava um buraco na areia e sai água quente, porque tem uma fonte termal por lá! Mas não consegui fazer por causa do horário da maré. Pra cavar o buraco tem que ser maré baixa. E o horário coincidiu com o passeio de barco. Fica pra próxima.

 

No último dia de praia o plano era fazer a pé as praias de Tairua até Whitianga, que são as mais bonitas da região, mas o dia amanheceu chovendo muito, então decidimos ir embora para Auckland, onde eu tinha que devolver o carro.

 

AUCKLAND

 

Foi bem fácil achar a locadora, pois a guria que estava de carona comigo já conhecia Auckland e me ajudou a chegar! Chegamos quase de meio dia, então só larguei as coisas no hostel e fui dar uma caminhada pela cidade. Achei um cinema e resolvi assistir um filme, foi bem legal ver filme em inglês! Fui até a Sky Tower mas não subi, só entrei para ir no I Site e tentar reservar o Skydive pro dia seguinte, que finalmente aconteceu! Acordei e a 1ª coisa que fiz foi ligar pra ver se ia sair, e quando eles me disseram que sim, me deu um frio na barriga. Eu ia saltar de paraquedas! Tomei café e fui pra Sky Tower onde eles iam buscar o pessoal que ia saltar.

 

Chegamos lá e eu ia no 2º avião entao deu pra ficar vendo o pessoal que saltou antes de mim. Quando chegou a minha hora eu até que estava calma! O cara que saltou comigo percebeu, porque ele pediu se podia fazer um Back Flip quando a gente saísse do avião e obvio que eu concordei. Nossa, foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida! Quando abre a porta do avião e começa aquele barulhão do vento, e tu tem que ir em direção e fica parada la na porta aberta, a 5 km de altura esperando momento do salto, é um pânico só! Na saída, já começa a descer muito rápido e ele fez o tal do Back Flip, que é ficar dando cambalhotas de costas, meu Deus, muito bom! Depois ele ainda ficava girando comigo, e não parava nunca de cair. Foram 75 segundos de queda livre a 200 Km/hr antes de abrir o paraquedas e curtir o visual até o pouso. Quero morrer fazendo isso, porque é muito bom! Não tem como explicar a sensação, é perfeito demais!

 

Voltamos para Auckland e decidi subir na torre, já que restava pouco tempo desse dia . A vista lá de cima é impressionante, dá pra ver muito longe mesmo, e vários vulcões, a ponte, o porto, os prédios... Mas o mais legal é ficar vendo o pessoal fazer o Sky Jump, que é um salto que tu faz lá de cima da torre, só que não é que nem Bungy jump porque é uma descida controlada. Mas é bem alto, são 192 metros, o maior salto da NZ. Eu não fiz porque recém tinha voltado do Skydive e também porque não tinha mais verba!

 

Meu último dia na NZ peguei o Explorer Bus, que é um ônibus que passa pelos 14 principais pontos turísticos de Auckland, e tu pode descer onde quiser e pegar o próximo ônibus. Fui logo no 1º ônibus do dia assim consegui aproveitar bem os lugares, só não entrei no aquário, no zoo e no museu, o resto dos lugares fui em tudo. Eles vendem passe para dois dias, mas eu achei que um só é suficiente. Voltei para o hostel, tomei banho e parti para o aeroporto pegar o voo de volta para o Brasil, que a saudade da família e dos amigos já era grande. E a vontade de ficar mais um pouco nesse país maravilhoso também!

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 22
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Continuação do relato...   WELLINGTON   Cheguei em Wellington 23:30 hs. A dica para quem for pegar o último ferry que nem eu é pegar o da Blue Bridge e não o outro, porque esse a saída é só atrave

  • 3 semanas depois...
  • Membros de Honra

Athos

Nao viajei nesse tipo de onibus, eu optei por alugar carro e ter mais liberdade devido ao pouco tempo e muitas coisas que queria fazer. Mas sim, eu dei uma investigada nos preços quando estava la e cheguei a conclusao que se vai tu e mais uma pessoa é muito mais vantagem alugar carro. Esse valor de $1 é para trechos específicos, e esses onibus vendem tipo uns pacotes. Eles tem diversas opçoes, para viajar só na ilha norte, só na ilha sul, em ambas... e eu achei muito caro. Alugando carro eu gastei uns 15% a mais do que se tivesse pegado esses onibus incluindo as despesas com combustivel. Mas se quiser dar mais uma investigada eu vi mais duas empresas por lá: Kiwi Experience e Stray.

Os onibus sao bons sim, só o preço é que nao era!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Esse valor de $1 é para trechos específicos, e esses onibus vendem tipo uns pacotes. Eles tem diversas opçoes, para viajar só na ilha norte, só na ilha sul, em ambas... e eu achei muito caro.

 

Fiquei confuso agora!

 

Eu entrei no site deles e vi que dá pra fazer reserva e viajar de uma cidade para outra, sem necessariamente precisar fechar pacotes. Eu vou chegar em Auckland e depois de ficar 2 dias vou seguir para Tauranga. Estou indo sozinho, então acredito que alugar um carro não compensa. Pelo site vi que posso fazer esse trajeto Auckland-Tauranga pagando apenas $1...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Oi Athos

 

Bom, como eu nao usei esse serviço, nao posso dizer todas as opções que eles oferecem! Nos folders que eu olhei nos hostel nao tinha isso, mas escreve pra eles pedindo quais os trechos que podem ser feitos por esse preço! Isso foi uma coisa que me surpreendeu quando tava fazendo meu roteiro é que eles respondem os e-mail e rápido! Bem diferente da America do Sul, hehehe!!!

Tomara que tenha esse trajeto por esse preço, descobre e depois posta lá no tópico da NZ, assim´outras pessoas ficam sabendo também!

Beijos!

 

Déia

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 semanas depois...
  • Membros
Oi Déia!

Você chegou a viajar num naked bus ou tem alguma informação concreta a respeito?

Pelo que vi no site deles, é possível viajar de uma cidade a outra pela valiosa quantia de $1!

Sabe de me dizer se isso confere? Chegou a ver algum ônibus deles? Eles são, digamos que, transitáveis?

 

Ola Athos, estou mmorando na NZ desde junho passado. Cheguei a pesquisar sobre o naked bus, e o que entendi eh que o primeiro assento vendido custa 1 dolar, ou seja vc tem que ser muito sortudo para conseguir estar online quando disponibilizarem os assentos para a data desejada. Fiz uma viagem de campervan por toda a Ilha Norte jan/fev deste ano e vi o onibus deles por tudo quanto eh canto. Acho que eh tranquilo viajar com a empresa e as tarifas nao parecem ser tao caras nao.

 

Agora estou planejando minha trip na Ilha Sul para julho mais ou menos e buscando informacoes aqui no mochileiros!!!

 

Ate mais!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 6 meses depois...
  • Membros

Ola deia tudo bem?

 

Espero que vc ou alguem que ja tenha ido NZ possa me ajudar.

Vou chegar 3 dias mais cedo do que eu estava prevendo em Auckland, estava pensando em ir para um cidade proxima, e aproveitar um pouco mais da Ilha Norte.

Aconselha alguma cidade? Estava pensando em Rotorua ou Tauranga pelo que vc escreveu. O que acha?

 

Nao estarei de carro, alguem sabe me dizer se eh facil o transporte pra essas cidades, ou quanto eh o preço do bus?

Pois depois desses tres dias volto para Auckland, onde ja tenho hospedagem confirmada.

 

Att,

JA

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

John

Depende o que tu quer fazer, se quiser praia vá pra Tauranga, se prefere ver vulcoes, geisers, esse tipo de coisa vá para Rotorua! As duas sao legais de maneiras diferentes.

Eu estava de carro, nao cheguei a ver preço de onibus, nao sei te dizer.

Déia

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...