Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Vem com a gente... um diário da nossa 1ª Eurotrip - de 03 a 25 de março-2012


Posts Recomendados

  • Membros

Muuito legal seu relato Lu, ótima maneira de ajudar a galera do fórum....

 

Minha viagem finalmente está perto.... muuuuito perto... sábado eu embarco para Paris... estou contando cada segundo...

 

Vou fazer alguns posts no meu blog durante a viagem, pra manter o pessoal informado também... e na volta vou fazer um relato aqui no mochileiros... bem completo também...

 

Aproveite cada instante!!!

 

\o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/ \o/

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 85
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Oi pessoal...

está meio atrasado, mas é que fiquei sem net.

Bom... vou postar agora o relato que fiz enquanto estava o trem de Bruxelas-Amsterdã.

 

Olá, meninos...

Estou num trem (nunca uma mineira usou esse termo tão adequadamente... hehehehe) fazendo o trajeto Bruxelas - Amsterdã.

Sem wi-fi, mas já estou escrevendo para aproveitar o tempo.

Vamos lá, ficamos devendo a nossa contribuição acerca de Windsor, perto de Londres.

A primeira coisa a falar é VALE MUITO A PENA!!! Dependendo da época que você vai, você pode entrar em alguns cômodos do Castelo de Windsor, pagando a bagatela de 15,50 euros se for estudante, já com áudio guia - em espanhol. É simplesmente fantástico, incrível, indescritível. Pena que não pode tirar fotos. Se pudesse eu tenho certeza que a impressão de vocês seria a mesma.

Além da visita ao Castelo, cuja grandiosidade é incrível (aliás, eu duvido que algum membro da família real já tenha andado em todos os espaços do castelo), há um restaurante lá, chamado Bella Italia. A comida é deliciosa. Comi um salmão com batatas incrível, por 12 euros. Tudo bem, não é um preço super power baixo, mas eu estava de frente ao castelo e o lugar é lindíssimo. Na verdade, eu pagaria mais caro achando bom, pois é uma oportunidade única...

Brinquei que somente não fui almoçar no castelo porque a rainha Elisabete, acostumada a ter tudo e todos, não deve ser uma pessoa fácil... hehehehe

Bom... para informação, fomos pra Windsor de trem, pagamos 7 euros cada.

Resumo total: ir para Londres e não reservar um dia para Windsor, é como ir pra Bélgica e não tomar nenhuma cerveja.

 

Impressão final sobre Inglaterra: o país é organizado, limpo e as pessoas são extremamente educadas. Outro nível, realmente. Você aprende no dia-a-dia a se portar melhor.

Outra coisa: apesar de ser um povo 'fechado', acredito que seja um dos melhores locais para se viver. É um país com muita história, e o mais forte, muito orgulho da sua história. Coisa que nós, brasileiros, não temos e nem sei se deveríamos ter... tanta coisa feia acontece em nossa terra... e nossa memória é extremamente curta. Aliás, quantos de nós se lembra em quem votou na última eleição?

Por outro lado, senti muita idolatria com a família real. Tá certo, é mágico, é incrível, mas são gente como a gente. Não sei se fazem isso porque realmente sentem que é a melhor forma de governo ou se fazem porque essa 'família' gera muito mais recurso do que gasta, com o turismo, venda de livros, revistas, etc...

 

Bom... fico por aqui com Inglaterra....

 

Agora vamos falar sobre Bruxelas e Bruges (assim fico em dia com esse post.. hehheheehe)

 

BELGICA

 

Saímos de Londres de trem (pagamos 72,50 euros, comprando no Brasil). Chegamos em Bruxelas na estação Gare du Nordi. Achei mal sinalizada e, mesmo com minha cara de pau tremenda, não encontrei um bendito que entendesse inglês para dar informação. Aliás, até balcão de informação e agentes de estação é coisa rara de se ver. Que diferença da Inglaterra.

Depois de muito tentar, consegui um cara que arranhava o espanhol e ele, muito gentilmente, deixou a gente no lugar correto pra irmos pra Bourse (estação da Praça Markt, e perto do hotel The Moon, onde ficamos hospedadas, pagando 90 euros por dia para 3 pessoas.

Hotel simples, mas limpo e o melhor de tudo: bem localizado! Foi uma indicação de algum mochileiro por aqui.

Bom...

A cidade não é tão limpa e tão bem cuidada quanto Londres, mas acho que vale a visita. Chegamos a tarde e lá pelas 14h pegamos o onibus turistico, que cobra 20 euros pra dar um city tour, onde a gente pode descer em algum ponto e pegar outro 30 minutos depois. Só foi ruim porque não deu pra descermos em todos os pontos de interesse. Então optamos por descer no Atomium e no final perto da Grande Praça, que exploramos a pé.

O Minneken e o Atomium são legais, mas não são 'grandes coisas não' heheheheh

Bruxelas vale mais pela noite, ANIMADERRIMA (tb com tanta cerveja... hehehheheeh

Eu bebo pouco, mas fiz questão de experimentar de vários tipos... e a batata... hummmm.... diferente e deliciosa!!!! O fritas com mexilhões é delicioso. O tempero é perfeito. Eu que não curtia dessas coisas fiquei agora de água na boca só de lembrar.

As pessoas são mais simpáticas do que na Inglaterra, e meninas, os homens são mais atirados. Eu e Ruth saimos a noite e um monte de gatinho olhou pra gente... hehehehe... mas o foco da viagem pra gente é outro... então, ficou só na olhadinha mesmo.

Achamos o povo mais engraçadinho, cantam pelas ruas (depois de beberem pelos bares.... heheheheh)

A cidade é mais jovem. Imagino que deve ser boa de morar. aproveitamos somente essa tarde em Bruxelas porque o dia seguinte estava programado para Bruges.

Ah, Bruges... accho que deve ser o melhor da Bélgica. Cidade linda, medieval, perfeitamente conservada, com mais lojas de chocolate do que gente... hehehheeh Delicia... o melhor café e o melhor chocolate quente do mundo. \o/

Passeamos por canais, de barco. Cada paisagem. Prédios do sec 12... tem noção o que é isso? Eu só me imaginava num daqueles filmes tipo 'Três Mosqueteiros', tavernas, carruagens, etc... fantástico e, pra mim, um dos pontos altos dessa viagem.

Fica a 1h de Bruxelas e dá pra ir com o EurailPass. Cuidado só pra não pegar o trem da Thalys que precisa de reserva. Pegamos sem nem saber que estávamos fazendo coisa errada, e, por caridade do moço da Thalys, não pagamos uma multa de 50 euros cada uma. Mas ele fez a gente descer na estação seguinte e aguardar no frio, mais de 30 minutos, o próximo trem pra Bruxelas.

Não vou falar detalhes desse episódio, porque a Aline, que mais sofreu por estar fazendo algo errado, mesmo sem ter consciência disso, irá dar o relato dela sobre o episódio.

 

Quer minha impressão sobre a Bélgica? Há belezas incríveis, mas não tão bem conservadas, o que me parece familiar com o Brasil... heheheheh.

Vale a pena, mas 2 dias é suficiente, mais do que isso, deixe pra outros locais mais interessantes, a não ser que você se entregue à noite e deixe a ressaca tomar conta da sua manhã. Nesse caso, você vai precisar de mais dias sim.

 

E ah... o Museu de Chocolate em Bruges é muito sem graça ... hehehhehehe

 

E outra coisa: os belgas também adoram o Michel Teló... Ouvi a versão em português num barzinho na Markt!!! E com direito a ouvir o garçom cantarolar: "Nossa, nossa..."

 

Fico por aqui e volto com fotos e relato sobre Amsterdã, o qual aguardo ansiosamente!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Relato Aline:

 

Bruges é realmente incrível, valeu muito ter ido lá. Tem muita história nos muros daquela cidade.

 

A gente fica se imaginando em meio a senhoras de longos vestidos e cavaleiros portando espadas.

 

Tiramos muitas fotos lindas. Há uma riqueza de detalhes difícil de descrever, é mais fácil conferir nas fotos.

 

Por volta do meio dia, comi um wafflle enoooorme com cobertura de sorvete e morangos num dos cafés. Fiquei tão satisfeita que nem almocei com as meninas no restaurante de massas que elas escolheram.

 

Na volta de Bruges para Bruxelas, um pequeno incidente: pegamos um trem que precisava de reserva prévia e nós não sabíamos que seria necessário. Fomos repreendidas pelo moço da companhia do trem que é responsável pela conferência das reservas.

 

A Lu e a Ruth levaram numa boa, mas eu fiquei bem chateada com o incidente, pois nós sempre procuramos nos informar bastante para não errar em nada. O fato é que senti falta de clareza nas informações.

 

Foi bem estranho pois o trem estava com mais de 60% dos acentos desocupados, nosso Passe Global permite lotação em primeira classe e ainda assim o moço disse que teríamos que descer na estação seguinte. Ele ainda salientou que nosso erro poderia nos ter custado 50 euros, os quais ele dispensou.

 

Enfim, na minha opinião, o moço da companhia só estava fazendo o trabalho dele e foi legal de dispensar a multa. O problema foi a falta de clareza da informação da necessidade de reserva. Devia haver avisos claros na estação. Senti falta disso.

 

Só fiquei tranquila quando desci na estação seguinte. Quer dizer...eu achei que sim, mas primeiro chegou um tipo estranho tentando nos vender um cachorro e depois outro mais estranho ainda tentando nos vender uma meia-calça. Além do que estava fazendomuito frio (era uma estação aberta). E foi anoitecendo...O outro trem demorou, mas chegou.

 

Nesse clima, entramos no trem e nos sentamos. Quando o trem partiu, percebemos que etavamos sozinhas naquele setor e vimos um rapaz com jeito estranho e olhos muito vermelhos. Foi quando decidimos mudar de vagão e ir para perto de mais pessoas, pois estávamos apreensivas.

 

Nesse trem era uma senhora quem olhava os passes. Ela havia passado por nós para conferir o passe no primeiro local em que sentamos e ficou adimirada quando nos viu em outro vagão. Nós dissemos que tínhamos achado o rapaz estranho. Então ela nos tranquilizou, dizendo que conhecia o rapaz e que ele tinha um passe especial por ser portador de deficiência visual.

 

Mais aprendizados para mim nessa viagem, né? Nem tudo é o que parece ser. A tensão do momento nos fez temer algo que não precisávamos temer.

 

De qualquer forma, ficarei mais atenta ainda aos detalhes!

 

Chegamos inteiras rsrsrsr e cansadas de Bruges.

 

Mais tarde, fomos comer batatas fritas e tomamos cerveja (claro!!!).

 

Neste momento, estamos na metade do caminho para Amsterdam. depois a gente conta mais!

 

Relato Ruth:

 

Como finalizamos Londres preciso deixar minha impressão de lá e é exatamanete fantástica, pessoas muito atenciosas, como não falo bem inglês todos tentavam de alguma forma se comunicar comigo, foi impressionante.. as garçonetes, vendedores, recepcionistas, taxistas e por aí vai... quando me perguntavam de onde eu era e respondia Brasil iiii aí nem se fala, a atenção se redobrava, as meninas diziam que tinham amigos que tinham vontade de conhecer nosso país, os homens falavam das músicas (Garota de Ipanema, samba...), futebol é claro.. mas um detalhe super importantíssimo é que em nenhum momento nos faltaram com respeito, principalmente por sermos três mulheres viajando sozinhas, muito pelo contrário em vários momentos rapazes e senhores deixaram sua estação para ir nos deixar nas nossas estações subindo e descendo escada, coisa que nunca vi igual. Educação, palavra que ficou marcada em Londres.

 

Com relação a Bruxelas é um lugar intrigante, carregado de histórias mas me pareceu sem identidade, não viamos o cuidado com o seu patrimônio, as ruas e praças eral mal conservadas, em fim...

Quanto a noite foi um verdadeiro contraste com a impresão que tivemos do dia, muitos barzinhos, muitas rodas de encontro, agitação total, uma verdadeira festa noturna.

Na primeira noite que saímos fomos procurar um local e apreciar as comidas típicas mexilhão com batatas fritas..

 

Enquanto a Aline organizava suas coisas no hotel eu e a Lu ficamos esperando ela num restaurante ao lado e aproveitamos para conhecer as famosas cervejas, o garçom que nos atendeu já foi bem grosseiro quando nos atendeu, já de cara quando a Lú perguntou sobre as bebidas foi dizendo que tinha interesse que consumissemos comida ao invés de só bebida, foi estranho.. relevamos. Como não bebemos pedimos uma tacinha pequena para provarmos de uma grande variedade e isso era permitido no local e inclusive estava indicado no cardápio só que só havia um combo com 5 tipos no cardápio e aí sabe como é brasileiro que dar um jeitinho pra tudo, tentei pedir (com o meu portufrancês rsrsr) um outro combo com outra variedade, porém o garçom foi tão ríspido e que não falava portugês e fechou a cara e pedimos outra rodada para que a Aline pudesse provar, daí quundo a Aline chegou ela também percebeu a antipatía do rapaz e decidimos ir para outro lugar. no caminha encontarmos uma rua muito aconchegante cheio de restaurantes fofinhos e garçons totalmente recetível, falando até em português, escolhemos um e entramos, logo quem veio no atender foi o próprio dono converçou com a gente... foi tudo tão carinhoso que fizemos o pedido e comemos aquele banquete que podem ver nas fotos... porém quandoveio a conta... foi mais ou menos R$ 150 reais para cada uma.

Moral da história prefira sempre restaurantes com garçons chatos custam apenas £7 kkkkk...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Lu, adorei sua visão da Inglaterra.

Queria saber em qual estação vc pegou o trem pra Windsor e qual horário de ida/volta. Vc comprou o passe na hora? Após sua descrição é claro que irei lá conhecer o castelo e deu até vontade de almoçar no mesmo lugar... hihihihihi

 

A cada dia esperando mais novidades.

 

Aproveite Amsterdam!!!!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Já vi vários relatos muito bem escritos aqui, mas você escrevendo praticamente no calor dos acontecimentos tá dando uma outra perspectiva pra palavra "relato". Bacana mesmo.

 

Além das fotos muito boas. Parabéns. Eu sei que provavelmente você vai cansar mais pra frente, é normal, mas não desanima de escrever porque tá sendo bem interessante de ler.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oi Lu,

vocês estão aproveitando bem essa viagem, hein!!!

só mais umas perguntinhas...

vocês chegaram em amsterdam de trem, não é? A estação de trem fica no centro da cidade? perto da onde? qual é o nome da estação, vc sabe? É facil pegar um meio de transporte e ir da estação para o hotel?

beijosss ...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Olá Luciene,

 

Sou mais um expectador do seu relato aqui no mochileiros e também estou muuiitto interessado em seu roteiro, pois estou organizando uma viagem por Amsterdam > Bruxelas > Paris > Londres (o roteiro em detalhes está aqui, se você puder opinar eu agradeceria bastante).

 

Queria te fazer uma pergunta específica sobre um hotel em Amsterdam que vi no booking.com. É o BackStage Hotel. Se você puder ter alguma informação sobre ele..localização, se possui boas acomodações, limpeza, etc.. também ficaria muito agradecido.

 

No mais, curta a viagem e continue com o relato quando tiver um tempinho....

 

[]s

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...