Ir para conteúdo

Guaraqueçaba - Perguntas e Respostas


Iole e Junior

Posts Recomendados

  • Membros

REnovando as informações Guaraqueçaba tem aceso por uma estrada de terra sim mas é trancitavel e muito tranquila a qual deve ser feita sem pressa , pois nela voce vai encontrar muitos rios de aguas cristalinas, mirantes para observar a maior area continua de mata atlantica, e a travecia de barco Paranagua a Guaraqueçaba é linda contornando varias ilhas e parando na Ilha das Peças ilha linda com com um vilarejo acolhedor e uma faixa de praia deserta maravilhosa, Guaraqueçaba uma cidadezinha sercada de morros onde a paz e o sossego ainda esta presente te espera de braços aberto!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 8 meses depois...
  • Respostas 27
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Olá todos.

 

Estou querendo ir pra Guaraqueçaba nesse carnaval. Iria de São Paulo, de carro. Não sei muito sobre o lugar, só vi um monte de fotos e fiquei muito interessado. Mas tenho um monte de dúvidas e agradeço muito quem quiser me dar umas dicas:

 

- A estrada que leva a cidade é muito ruim mesmo?

 

- Será que lota muito no carnaval (eu quero sossego)?

 

- Que lugar você recomendariam pra ficar por lá (vou estar com minha namorada, preferia uma pousadinha)?

 

- Tem praias e cahoeiras e passeios bons por lá mesmo ou é melhor ficar na Ilha do Superagui?

 

Agradeço muito qualquer dica, sugestão, experiências, etc.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Diogo é um belo passeio, vc pode descer a Serra pela estrada da Graciosa e seguir pra Guaraqueçaba de carro, a estrada é transitável, inclusive tem linha de bus normal, somente que tem partes que tem pedras e tem que andar devagar.

Mas tambem vc pode deixar o carro em Paranaguá e pegar um barco que sai as 09,00h e vai para a Ilha das Peças e segue para Guaraqueçaba chega aproximadamente as 12.30h e retorna a tarde15,00h via Ilha das peças, Paranaguá. Na ilha das peças tem duas pousadas do Carlinhos e do Teodoro e Guaraqueçaba tem Bastante opção de Hotéis e Pousadas. Em Paranaguá tem um Albergue da Juventude que fica quase em frente onde se pega o barco. As duas cidades são bem tranqúilas e o custo é baixo em relação as cidades maiores.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 meses depois...
  • Membros de Honra

Atualizando as informações eu fiz o percurso entre Morretes e Guaraqueçaba em 01.45h, da para fazer em duas horas tranquilo, a estrada esta bem conservada e bem compactada.

Dei uma olhada nos preços dos hoteis, fica em torno de R$ 45,00 a R$100,00, os albergues a partir de R$15,00,comida em bom restaurante na faixa do comercial R$ 12,00, prato feiro R$ 6,00 não serve final de semana. Um camarão porção bem servida R$ 25,00 tem pratos a La carte de R$ 50,00 para duas pessoas. Mas tem restaurantes pequenos bem baratos.

Indo de barco de Paranaguá tem no seguintes horários ás 09,00h e 13.00h e de Guaraqueçaba para Paranaguá ás 06,00h e 14,00h.

[slideshow]

xslide12.gif xslide2.gif
[/slideshow]
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 semanas depois...
  • Membros de Honra

Mesmo estando próximo de Curitiba,muitos Curitibanos e Paranaenses não conhecem Guaraqueçaba, e não é só ela muitos não conhecem os pontos turísticos da cidade de Curitiba.

A falta de informação que a estrada é ruim é um dos problemas, pode ter sido éssima, mas hoje é transitável é somente em alguns pontos tem que andar com mais cuidado mas nada desesperador, eu fui conferir e acho que quem tem medo de ir de barco que é a melhor opção pela beleza do passeio, pode ir de carro, mesmo por que a facilidade de se locomover para conhecer o Salto Morato já vale o passeio.

[picturethis2=http://tbn1.google.com/images?q=tbn:esiRssXRNvwZRM:http://www.panoramio.com/photos/original/916463.jpg 112 150 Salto Morato]A cidade é pequena e tranqüila, mas tem hotéis fazenda de primeira, e a cidade também tem hotéis e pousadas de todos os preços. Tem alguns pontos de visita como conhecer a Igreja do Senhor Bom Jesus dos Perdões construída em estilo colonial com suas paredes grossas de cerca de 1 metro de espessura, construída em 1839, ir a Ilha dos Pinheiros famosa pelas revoadas dos papagaios de cara roxa, o Morro do Quitumbê com 80 mts altura percorrendo uma trilha de 800 mts chega-se ao topo onde da para contemplar toda a cidade e a Bahia, visitar Ponta dos Morretes onde tem uma passarela com vista para o mar tem ainda diversas trilhas, cachoeiras, reservas ecológicas, ilhas, entre elas. A Vila de Superagüi. com manguezais, mata atlântica, vegetação de restinga e praias desertas numa zona de estuário. É considerado um dos ecossistemas de maior biodiversidade do mundo, e o Salto Morato.[/picturethis2]É uma Reserva Particular do Patrimônio Natura existe desde 1994, e pertence a Fundação O Boticário de Proteção à Natureza tem como objetivo incentivar a conservação do patrimônio natural brasileiro. Fundada em 1.990 por iniciativa e recursos próprios do grupo O Boticário, ela é mantida até hoje pelo mesmo.

A Reserva Natural do Salto Morato, uma das mais novas reservas naturais do estado do Paraná, no litoral norte, faz parte da APA (Área de Proteção Ambiental) de Guaraqueçaba. Desta área, que foi considerada pela Unesco como Reserva da Biosfera, fazem parte o município de Guaraqueçaba e partes dos municípios de Paranaguá, Antonina e Campina Grande do Sul, todos no Paraná.

O Salto Morato é uma área de 1.716 hectares onde, até 1994, existiam duas fazendas. As propriedades foram adquiridas pela Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, e pela entidade conservacionista The Nature Conservancy, que transformaram a área em uma RPPN (Reserva Natural do Patrimônio Natural), em 1996. Com isso a reserva, predominantemente de Floresta Atlântica primária, tem a sua conservação garantida e recebe cerca de 6 mil visitantes por ano.

continua

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

[align=justify]continuação...

Dentro da reserva tem para conhecer um aquário natural de 4 metros de profundidade, onde se pode ver peixes de várias espécies. Uma árvore de mais de 300 anos que forma uma curiosa ponte sobre um rio.E atração principal que é a cachoeira com 100mts de altura.

A reserva possui toda a infra-estrutura de visitação, trilhas interpretativas, quiosques, aquário natural para banho, camping, laboratório, alojamento para pesquisadores e centro de capacitação. E para utilizar o camping tem de fazer reserva antecipadamente

Chegando de carro, você deverá descer no centro de visitantes e assistir a um pequeno vídeo. Este espaço disponibiliza vários materiais e exposições sobre a reserva, loja de souvenir e banheiros.

Para chegar a cachoeira, há uma caminha de 1500 metros até a base, no meio do caminho existe um lindo aquário natural, onde é possível dar uns mergulhos na água gelada do rio. A queda D´Água possui cerca de 100 metros de altura.

Há a opção de fazer a caminhada pela trilha a Figueira, são 30 minutos de ida e outros de volta. Você deve agendar um horário quando estiver no centro de visitantes, pois esta só é realizada com guia., a Figueira possui uma raiz de 6 metros que passa por cima do leito de rio formando uma ponte.

Para visitar, leve bastante água, protetor solar, muito repelente, boné.

A Reserva está localizada a cerca de 20 quilômetros da sede da cidade de Guaraqueçaba e a 160 quilômetros partindo de Curitiba.

A partir de Guaraqueçaba existem lotações que fazem o trajeto, e você também pode planejar os horários e ir com o Ônibus de linha, da Viação Graciosa, é mais barato, mas terá que caminhar 4 quilômetros até a entrada.

Para chegar a reserva, você anda cerca de 3 quilômetros adentrando a Vila Morato

A entrada custa R$:7,00

Dentro da reserva há um camping com uma infra-estrutura que garante o conforto dos turistas. Há banheiros com chuveiros elétricos, churrasqueiras e luz para as barracas.

Para o camping a diária é de R$7,00 por pessoa, tem que fazer reserva por telefone.

Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 8h30min às 17h30min

Próximo ao camping há uma pequena lanchonete. Também há alguns quiosques com churrasqueiras. Há ainda um centro de visitantes, mantido pela Fundação O Boticário, com exposições de fotos, vídeos e palestras sobre o ecossistema da região.

 

 

[t3]Rafting no Bairro Alto[/t3]

 

Para os amantes de aventura, uma boa pedida é o percurso de 3 km de rafting NO Rio Cachoeira, na altura do Bairro Alto. O passeio é organizado pela Icatú Rafting – empresa gerenciada por moradores da região – com os devidos equipamentos de segurança e condutores bem treinados. O acesso deve ser feito pela Estrada do Bairro Alto, através da PR 340.[/align]

[creditos]Cooperguará

Wikipedia

Mauro

http://www.ecoviagem.com.br/brasil-viag ... pedagem.as

http://www.visiteguaraquecaba.com.br/conheca.aspx[/creditos]

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 10 meses depois...
  • 11 meses depois...
  • Membros

Ola!!!

Eu pretendo ir pra guaraqueçaba agora no feriado da semana santa.

Minha pergunta é a seguinte, é melhor ficar hospedado na cidade mesmo ou ficar na Ilha do Superagui?

Ou passo 2 noites em um lugar uma em outro?

Ir de moto, uma lander e uma tenere, ou ir por paranagua de barco?

 

Por enquanto são só essas duvidas!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...