Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

mcm

A Serra Gaúcha menos badalada

Posts Recomendados


Olá MCM!

 

Belo relato. Parabéns! ::otemo::::otemo::::otemo::

 

A região é belíssima. O povo hospitaleiro. Um destino turístico bastante variado e acessível, especialmente se fugir do batido circuitinho Gramado-Canela, onde os preços são bem mais elevados para tudo.

 

Estive na região várias vezes e a conheço bem. Seu relato, ainda que direto e objetivo, está bem completo e ilustrado, dá uma idéia perfeita do que pode ser encontrado nas cidades reportadas. Me bateu uma saudade especial de São Francisco de Paula, cidadezinha que visitei da última vez numa Semana Farroupilha e ganhou um encanto bem especial por conta das centenas de pessoas vestidas "a caráter" e das tropas de cavaleiros.

 

A título de contribuição, senti falta de duas coisas: do passeio de Trem Maria Fumaça de Bento Golçalves ao Município de Carlos Barbosa e que passa por Garibaldi, muito bacana para quem nunca fez (não tanto pelas paisagens mas pelo clima de nostalgia), e da visita aos Parques Nacionais dos Aparados da Serra e da Serra Geral, onde ficam os famosos cânions Fortaleza, Itaimbezinho e outros, perto de Cambará do Sul... Mas dou o desconto neste último, já que o roteiro proposto foi mais "urbano" e cultural/histórico do que naturalístico/trekking. Num roteiro com este "espírito" também seria imperdível dar uma esticada a São José dos Ausentes... :mrgreen:

 

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cambará do Sul

O gvogetta citou Cambará, que realmente ficou fora dessa postagem. Sobre Cambará, fiz um relato específico numa outra viagem que fiz. Para ler clique aqui: Fim de semana em Cambará do Sul – nos cânions!

 

Vale dizer que considero o Cânion Fortaleza um lugar espetacular, dos mais bonitos que conheço.

 

-----

 

Dica: Sempre que vou ao RS eu gosto de consultar o Guia do Viajante Independente – Rio Grande do Sul. Gosto da linguagem descolada do guia e das dicas. Entretanto, não se limite a elas, a Inet está aí mesmo para ampliarmos nosso foco.

 

-----

 

Mas reativei esse tópico porque estive novamente na serra gaúcha recentemente e conheci outras duas cidades que entram nesse roteiro que classifiquei como “menos badalado”.

 

Carlos Barbosa

É a cidade em que o passeio do Maria Fumaça termina, como o gvogetta citou acima. É também a cidade da Tramontina e do famoso time de futebol de salão. Mas eu estive lá por outro motivo: Festiqueijo.

 

Todo ano, acho que geralmente em julho, rola essa festa do queijo na cidade (ou seja, um ótimo pretexto para fuçar promoções de passagens e voltar ao sul – e assim fizemos!). Não é na rua, é dentro de um salão. Você paga para entrar (R$ 65 em julho/12) e come e bebe à vontade. Queijos de diversas formas, vinhos da região (Miolo e Valduga estavam lá), música e etc.

 

Conforme a hora vai caindo, o salão da festa fica cada vez mais cheio. Nossa ideia era ficar até o fim (22hs), mas a comilança, a bebelança (deu lombeira!) e a lotação cada vez maior do lugar nos fez encerrar as atividades antes do previsto.

 

Fora isso, as atrações de Carlos Barbosa ficam todas ali no centrinho da cidade: o Parque da Estação, a Igreja Matriz, o Calçadão. Vale uma passada.

 

20120725140516.jpg

Festiqueijo, em Carlos Barbosa

 

 

Farroupilha

Farroupilha é uma cidade mais conhecida por suas malhas e pelo Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio. Fomos direto ao Santuário, que achei interessante -- mas achei a Igreja Matriz, no centro da cidade, mais bonita. Conhecemos ainda o Parque dos Pinheiros, um belo lugar de lazer da cidade. Finalizamos nossa visita à cidade conhecendo um dos mais belos lugares naturais que conheci na serra gaúcha: o Salto Ventoso.

20120725140533.jpg

Salto Ventoso, em Farroupilha

 

Este é um lugar relativamente pouco conhecido da serra gaúcha, embora seja um dos mais belos lugares naturais que conheci na região. Trata-se de uma linda cachoeira de 50 m de altura, que vc pode visitar tanto por cima (de onde ela cai) quanto por baixo (onde ela cai). Entretanto, o surpreendente está no fato de você poder dar a volta por "dentro" da cachoeira -- talvez este seja o grande diferencial do lugar.

 

20120725140543.jpg

Por trás da cachoeira

 

Para chegar no Salto, procure pela Estrada Machadinho. São cerca de 11 km a partir do centro, sendo 8km não asfaltados. Apesar disso, a sinalização é boa ao longo do caminho. Em julho/12 a entrada custava R$ 5 por carro.

 

-----

 

Quem quiser ler o relato da Katia específico sobre Carlos Barbosa, Festiqueijo e Farroupilha, com MUITAS fotos, clique no link abaixo.

Um final de semana em Carlos Barbosa para o FESTIQUEIJO 2012 e uma esticadinha até Farroupilha, RS

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá MCM!

 

 

Bem lembrado!!! Como pude esquecer... Farroupilha! ÓtImo lugar!

O Salto Ventoso eu não conhecia - ótima dica! Numa próxima passada por lá vou procurar...

 

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Transporte - aluguei carro básico, saiu uma média de 80/dia. Combustível saiu mais do que um tanque.

Olá, pode-me indicar em qual empresa vc alugou o carro?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi, J. Carlos.

Geralmente aluguei na Unidas, que tinha acordo com a Gol na época (50% de desconto). Atualmente a Unidas tem acordo com a TAM -- verifique na página deles sobre valores e regras.

 

E verifique tb na www.rentcars.com.br pra comparar preços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em outubro passado nós retornamos à Serra Gaúcha. Promoção da Gol para Porto Alegre eu não recuso.

 

Optamos por explorar mais do Vale dos Vinhedos. Dessa vez fomos somente em vinícolas menores.

 

Ficam aqui as dicas das vinícolas: Don Laurindo (que nem é tãããão pequena assim), onde tivemos a melhor seleção de degustações; Angheben, onde tivemos o melhor e mais personalizado atendimento; Pizzato, onde provei o vinho de que mais gostei (Egiodola). Fomos em outras, mas essas três merecem destaque.

 

large_20131005-029.jpg

 

Fomos tb na Fenachamp -- estávamos lá no fim de semana da festa, sem querer.

 

large_20131005-113.jpg

 

Vale destacar tb a cidade de Monte Belo do Sul, uma agradável pacata cidade com pracinha e arredores bem conservados. Curtimos um bom momento por lá. Conhecemos também o município de Santa Tereza. É interessante, mas curtimos mais Monte Belo.

 

large_20131005-063.jpg

Monte Belo do Sul

 

E curtimos novamente o roteiro Caminhos de Pedra, sempre muito bom.

 

Felizes os gaúchos que podem curtir essa maravilha nos fins de semana com maior frequência!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Voltamos à serra gaúcha uma penca de vezes. Graças a promoções de passagens aéreas, praticamente todo ano nós vamos ao Vale dos Vinhedos explorar outras vinícolas, além de qq outro(s) canto(s) na região.

 

Este ano retornamos a Carlos Barbosa para curtir novamente o Festiqueijo. Continua ótimo como antes, aquela comilança desenfreada. É muito queijo, e muito queijo muito bom! Mas com frios, pães, bolos, chocolates, etc. Paraíso. E vinho, refris, sucos tb. O lugar tem ficado mais cheio tb, no meio da tarde (era um sábado) a casa já estava beeem cheia. Mas dá pra curtir numa boa.

 

11419177_492712094226115_1307458025_n.jpg

Queijo pra tudo quanto é gosto

 

Achei a estrada para a serra bem pior dessa última vez, com alguns buracos consideráveis, do tipo que vc tem de desviar. Tá ficando padrão Brasil.

 

Fizemos base novamente em Garibaldi (os preços das pousadas de Carlos Barbosa disparam nessa época), cidade que fica logo ao lado e que conjuga charme com aconchego de uma forma que me agrada muito.

 

O Salto Ventoso fica em Farroupilha, mas tem acesso bem próximo de Carlos Barbosa, por estrada de roça. O waze lhe dirá como chegar lá! Estivemos lá logo depois de chuvas torrenciais no sul e a cachoeira estava bem densa. Para passar por trás dela era necessário aceitar o chuveiro que ela proporcionava.

 

11379873_900988049947361_430712013_n.jpg

Salto Ventoso, com forte volume de água

 

E outras dicas, com base no que experimentamos:

 

Em Bento Gonçalves, sobre os Caminhos de Pedra:

Para uma boa percepção e visão geral do que representa o lugar, e sobretudo do que ver por lá, entendo que é fundamental parar primeiro na Casa do Tomate. Lá vc será apresentado à história dos Caminhos de Pedra, as atrações e a história do tomate. Poderá provar (e comprar) tb um monte de molhos e temperos à base do tomate. A moça que faz a apresentação dos Caminhos é a mesma desde a primeira vez que fui. Incansável e muito simpática.

 

large_Fs2CNU1uOq..804-h603-no.jpg

Casa do Tomate

 

Vinícolas e atrações do Vale dos Vinhedos:

- Lidio Carrara: Fica do lado da Miolo. A produção não é mais lá, mas o atendimento é dos mais personalizados que tivemos na região. E a degustação é, talvez, a melhor. Aprendemos muita coisa, provamos muita coisa boa. Os vinhos de lá são tb os mais caros que já vi na área. Mas tem alguns a preços acessíveis.

- Famiglia Tasca: não é vinícola, eles produzem sucos. Os sucos são ótimos, mas o mais bacana do lugar é o museu que eles têm no fundo da casa. O museu reune objetos de imigrantes da região, além de briquedos das crianças, de várias gerações. São todos da própria família. Muito interessante, sobretudo se vc estiver com a moça que nos apresentou, com muito gosto, o museu. E, repito, os sucos tb são muito bons.

- De qq forma, a Pizzato continua minha favorita na região. Só que ainda tem muitas a explorar!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adorei teu relato! A serra gaúcha tem lugares lindos e não se resume à Gramado e Canela. O Salto Ventoso é lindo e fiquei feliz em ler sobre a minha cidade, Garibaldi.

Vou aproveitar e te indicar mais uma cidade para a tua próxima visita: Nova Prata. Vale a pena passar o dia no conjunto de piscinas de águas termais Caldas de Prata, é bem bonito. Partindo de Garibaldi, são uns 60 km (passa-se por Bento Gonçalves, Veranópolis, Vila Flores até chegar em Nova Prata). Além das piscinas, nesse ''parque'' há um rio e uma cascata. Há um restaurante não muito caro.

DSC07974.JPG.3a48fe85680364d6c249da5283858785.JPG

DSC07982.JPG.aef4cecc64454e622ab227903030bf6d.JPG

20140111_160445.jpg.95ee03e949c2980e5e0e6ea59411f661.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

MCM,

 

muito bom o seu relato! Quando estive na região, visitei apenas uma vinícola, a Miolo. O guia era um rapaz barbudo que tinha mais cara de guia florestal :D

Essa dica do Salto Ventoso fechou com chave de ouro! Que linda queda d'água! Espero conhecer na próxima!

 

Abraços, Linhares

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora



×
×
  • Criar Novo...