Ir para conteúdo

Carretera Austral


Posts Recomendados

  • Respostas 48
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Adam!

 

A Carretera de Cochrane a Villa O´Higgins estava bem conservada. Não vejo problema algum para uma viagem em carro de passeio. Em toda a Carretera as imagens são maravilhosas e nesse trajeto não é diferente. Eu também visitei Caleta Tortel. Algumas passarelas estavam em obras mas o visual vale a pena.

De Puerto Yungai para Rio Bravo o percurso é feito em transbordador o Padre Antonio Ronchi. A viagem não tem custo, é uma cortesia do Governo Chileno. Precisa ficar atento para o horário de partida e retorno do barco. Na Carretera antes de pegar a rota para Caleta Tortel tem uma placa com os horários.

O Giovanni tem razão, em Villa O´Higgins foi o combustível mais caro da viagem, mas tudo bem.

Villa O´Higgins me surprendeu pela condição de acomodação, refeições e passeios. Nós visitamos o glaciar, num passeio de barco que dura o dia todo.

O único inconveniente de ir até Villa O´Higgins é que depois você tem que retornar pelo menos até Cochrane ou Puerto Bertran se quiser cruzar para a Argentina.

Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...
  • Colaboradores

Opa Adam,como estão os preparativos para a viagem ?Estive estudando meu roteiro,e parcialmente cheguei a conclusão de que não vale a pena cruzar o Uruguai até Sacramento e então via Ferry até Buenos Aires.Saindo de Porto Alegre até Puerto Madryn seriam 2450km e via Uruguaiana seriam 2690 km.Vç tem idéia se é tranquila a travessia(tempo) e o valor se é por veiculo ou por pessoa?

Abraço

Claudio S

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

Quando estive na villa, não havia gasolina no posto, chegaria em dois dias..... portanto, levem galão sobressalente.

 

Fiz a carretera em veículo leve(4 x 2), muito tranquilo, somente um pneu furado, mas que quase me complicou a vida. Chegando a Villa, vi um furado, e cadê o borracheiro.....estava viajando....e ai......fui obrigado a tocar sem estepe....então dirija devagar lá, muitas pedras.......

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Opa Adam,como estão os preparativos para a viagem ?Estive estudando meu roteiro,e parcialmente cheguei a conclusão de que não vale a pena cruzar o Uruguai até Sacramento e então via Ferry até Buenos Aires.Saindo de Porto Alegre até Puerto Madryn seriam 2450km e via Uruguaiana seriam 2690 km.Vç tem idéia se é tranquila a travessia(tempo) e o valor se é por veiculo ou por pessoa?

Abraço

Claudio S

 

Claudio

 

Ano passado fiz essa viagem, é não cruzei de ferry. Pq?

- Não é barato

- Tem a questão do horário. Se comprar com antecedência tem que cuidar para não perder. Se deixar para comprar na hora pode não ter lugar.

- Vai pegar transito de BA

 

Eu usei o Uruguai, mas sai na "última saída", Fray Bentos. Encurta o caminho, estradas boas, vazias e evita a ruta 14; região temida por causa da policia corrupta.

 

Deve ser uma boa opção pra ti também.

 

Geovani

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Olá Giovanih,agradeço muito seus esclarecimentos.Praticamente já descartei passar perto da Capital(Bue).Achei que o negócio da propina tivesse diminuido depois de uma reportagem feita pela Rbs aqui no Sul.O repórter fez uma viagem e filmou os policiais exigindo propina.Parece que foram demitidos.Há um tempo atrás(6 meses fiquei sabendo que estavam mordendo no Uruguai.A corrupção é endemica,ataca aqui e acolá.Ao entrar via Rivera é necessário ir ao centro da cidade(Comisaria) e lá fazer a entrada para não ter problemas em Fray Bentos?

Grato

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Eu não tive problemas na Argentina, passei ileso. Mas eventualmente aparece um reclamando, muitos distorcem as coisas. Não querem respeitar as leis de lá e se dão mal. Na dúvida preferi evitar.

 

Na volta tive problemas com a aduana uruguai, encheram o saco, queria retirar tudo do carro, questionaram valor de coisas compradas e disseram que as notas fiscais eram falsas. Dai foi a gota d'agua. Pedi para o fiscal parar porque não iria entrar no pais dele, voltei para AR e tive que ir até uruguaiana. Pra mim ficou obvio que ele queria um por fora. (obs: na entrada por rivera nem olharam pro carro)

 

Mas as estradas do interior são muito vazias e quase não tem fiscalização. E a fiscalização rodoviaria deles é diferente, eles ficam com a viatura a vista, não escondidos atras da moita como aqui. Constatei isso também em outra viagem quando foi a Montevideo.

 

E sim, é necessário dar entrada no país

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Opa Geovanih.

Quando acontecem estas coisas com aduana e policia caminera sempre nos irritamos,mas depois acabamos dando risada.Na 5ª feira a noite durante um pedal,conversando com um amigo meu que tem uma pequena empresa de viagens e que cruza o Uruguai eventualmente, ele contou que durante uma fiscalização em um posto pediram encarecidamente que ele trouxesse aguardente(pinga) da próxima vez que viesse ao Uruguai.É de rir.Quem for viajar de carro flex pode unir o útil ao agradável,hehehehe

Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 11 meses depois...

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...