Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

  • Membros

Ai galera, irei fazer um breve relato da minha última visita a Buenos Aire. Passei do dia 18/03 a 22/03 na capital portenha com minha esposa e mais 10 amigos.

 

Dia 18/02 – Saída de Brasília as 7:00 e chegada em Ezeiza as 18:00

 

Voo cansativo, pois como a capital brasileira não têm voo direto para Buenos Aires, tivemos que voar de TACA e fazer escala em Lima. Também era a passagem mais barata que tinha na época que compramos... Heehehe.

Como compramos antecipadamente, não sei ao certo quanto custou, mas passagem + hospedagem no Hotel República com vista para o obelisco, ficou por R$ 2.000,00 por pessoa.

Bem, chegamos a Ezeiza e fomos fazer o cambio no Banco La Nacion, cotação a R$ 2,44. Troquei R$ 1.000,00 para minha esposa e eu. Em seguida fechamos o taxi pelo Taxi oficial de Ezezia, custou Ar$ 180,00 e já agendamos a volta por Ar$ 150,00. Como iriam 2 casais por carro, o preço ficou bom.

Chegando ao Hotel República, fizemos check-in tomamos banho, trocamos de roupa e fomos a Puerto Madero, passeio rápido para fotos e todos mortos de fome. Como conhecia, recomendei o Il Gato, ótimo restaurante, porém não tão barato assim, aliás, desta vez achei alimentação em Buenos Aires bem caro. Jantamos e voltamos ao hotel. Por sinal, o hotel todo reformado, ótimos quartos, limpos e ótima localização.

 

Dia 19/02 – La Boca e San Telmo

 

Acordamos cedo e tomamos café da manhã no hotel, por sinal diferente de alguns relatos todos gostaram do café, como todo hotel o cardápio é repetitivo, porém o Hotel Republica mais uma vez surpreendeu.

Pegamos taxi e em poucos minutos já estávamos no Caminito, o taxi deu cerca de Ar$ 15,00, como já conhecia, adiantei a todos sobre a segurança no local, o sósia do Maradona querendo ganhar um trocado, etc. Tiramos muitas fotos e fomos conhecer o pequeno bairro, muitas lojinhas, muita gente na rua, tomando cerveja por conta do sol forte, entramos em alguns locais para comprar lembranças, pois são mais em conta que os demais locais da cidade. Algumas mulheres voltaram no último dia para comprar casacos de couros, em La Boca estava mais barato que os demais bairros. Seguimos ao La Bombonera e alguns não quiseram entrar, os que entraram adoraram o museu, porém é pequeno e muito quente, acho que o ar condicionado estava desligado. Pagamos mais alguns pesos, acredito que Ar$ 30,00 para entrar no gramado e tirar uma foto com a taça da Libertadores, segurando a bandeira do meu time (Sport Recife) e pisando na bandeira de nossos rivais, muito bom. O Estádio é pequeno, porém um verdadeiro caldeirão, a torcida fica a poucos meros do goleiro, bandeirinha, etc.

Saímos e fomos rumo a San Telmo, como era dia de feirinha, o taxi nos deixou em uma rua próxima e fomos andando. San telmo esava um verdadeiro carnaval, pessoas na rua por conta da feira, um grupo tocando samba e pessoas dançando na rua, muito engraçado os portenhos tentando sambar. Como demoramos um pouco em La Boca, os restaurantes já estavam todos lotados e não conseguimos comer no El Desnível, pois tinha acabado de chegar um grupo da CVC, tivemos que comer em outro que achamos por perto, atendimento complicado e novamente achamos a refeição cara. A Feira de antiguidades têm muita coisa para ver e relembrar do passado, porém quem não curte, não vai gostar muito, pois só em isto.

A Noite nos dividimos e eu com minha esposa acabamos seguindo para Plaza Serrano em Palermo, pois queríamos uma balada e beber um pouco. Nesta praça existem vários restaurantes e bares, alguns depois das 2 da manhã viram balada.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Dia 20/02 – Calle Florida

 

Dia de compras, seguindo algumas dicas ficamos pela Florida mesmo, pois não ia compensar irmos aos Outlets, visto que a cidade inteira estava em promoção “rebajas” e estav o mesmo preço dos Outlets. Nos dividimos e ficamos pela Florida, particularmente achei barato, uma loja chamada Plaza Serrano tinham roupas femininas bem em conta, coisa de Ar$ 10,00 acho que têm umas 4 lojas desta marca só na Florida, na Puma estava bem mais em conta que no Brasil, camisa masculina de malha por Ar$ 80,00, bolsa femina por Ar$ 100,00 os tênis também estavam compensando, pois tudo estava metade do preço do Brasil, as famosas polos da Lacoste estavam por Ar$ 100,00 mas estava difícil encontrar numeração, principalmente P e M, os turistas levaram tudo, fui no shopping, na Falabella, nas lojas e nada. Passamos a manhã fazendo compras e comemos no Shopping mesmo.

Todos carregados de sacolas, voltamos para o hotel no fim da tarde, descansamos um pouco e já saímos para jantar próximo ao hotel mesmo, na av. Corrientes próximo a Mc Donald’s, uma pizzaria com uma ótima pizza e o chopp Quilmes mais barato que achei, uma taça de 500ml.

 

Dia 21/02 – Zoo Lujan / Palermo / Recoleta

 

Como passamos o dia anterior ocupados com compras, acabamos esquecendo de ligar para o Fabebus e reservar a van, tivemos que pegar um metrô até a Plaza Itália e ir mesmo de ônibus. O guichê fica ao lado do Zoológico de Palermo, do outro lado da rua, custa Ar$ 10,00 ida e volta, lembrar-se de já comprar as duas passagens. A viagem é longa e um pouco cansativa pois o ônibus para muito, você têm que ficar atento na parada do zoológico e não passar direto para a cidade de Lujan. Descendo na para é só seguir por baixo do viaduto, a direita e já esta ao lado do Zoo, a entrada achei um pouco confusa, dava pra entrar sem pagar nada, pois o controle não é lá essas coisas. Entrada de Ar$ 100,00 para estrangeiros, pode pedir um mapa para saber onde ficam as atrações, Zoo diferente de qualquer outro, fomos direto a jaula dos leões filhotes, conseguimos entrar sem problemas, tiramos fotos e demos leite a eles, um tinha 9 meses e outro 5. Em alguns locais eles vendem alimentos para você dar aos animais como peixe para o leão marinho, doce para o urso e ração para os cavalos, gansos e uma espécie de bode, bem diferente. Podemos entrar também na jaula dos tigres, filhotes e bebês. O leão adulto fiquei meio decepcionado, pois ele estava tão dopado, que parecia estar moto, com as 4 patas para cima e os turistas de um por um indo alisar sua barriga e tirar foto, nem se mexia.

Após lanchar saímos e fomo pegar o ônibus, a parada fica bem em frente ao viaduto. Na volta o ônibus era comum e veio lotado, tivemos que ir em pé e no decorrer do caminho fomos sentando, porém a volta pareceu mais rápida que a ida. Chegamos a Palermo e fomos conhecer o jardim japonês, estava tendo uma feira de anime e tava cheios de gente fantasiada igual aos desenhos japoneses, bem legal, porém estava bem lotado, tiramos algumas fotos e fomo para a Recoleta.

Chegando ao cemitério demos um volta na feira, pois devido ao horário o cemitério já estava fechado (18 horas), compramos um sorvete Freddo que existe em frente e fomos rumo a flor de metal, passamos pelo Hardrock, museu belas artes, faculdade de direito, ao chegar na flor de metal tiramos várias fotos e ficamos apreciando a cidade deitados descansando no gramado. Seguimos para o hotel e aproveitamos o bar.

A noite voltamos a Plaza Serrano para curtir mais um pouco.

 

Dia 22/02 – Aeroporto

 

Último dia de viagem e todos se separaram para fazer o que deixou pendente, alguns foram a Plaza de Mayo, outros a La Boca, outros a Florida. Na hora combinada estávamos de malas prontas no saguão do hotel e fomos direto para o aeroporto a fim de chegar cedo e ir ao DuttyFree, como o vôo era somente as 18 horas e chegamos ao aeroporto por volta das 14 horas e nosso vôo era TACA tivemos que esperar abrir o checkin, pois o guichê ainda não estava aberto. Após feito chegou a hora que todas as mulheres sonharam, compraaaaaas. Quando viram o tamanho da loja e preços, enlouqueceram, a loja da MAC que fica bem na entrada estava realmente barato, batom por Us$ 15,00... esse foi o único que gravei, mas minhas esposa disse que estava menos da metade do preço do Brasil e da Florida, que por sinal estava o mesmo preço do Brasil, diferença de poucos reais. Depois seguiram para os perfumes, óculos, roupas, etc. Acreditem, quase perdemos o vôo, mesmo chegando 4 horas antes, pois elas não paravam de comprar.

Compras realizadas, voamos para Lima, depois Brasília e chegamos pontualmente, passei no Dutyfree daqui para pegar uma encomenda, para alivio de todos não tinha ninguém fiscalizando as bagagens.

 

Então é isso pessoal, desculpa o atraso, mas qualquer dúvida a respeito da cidade é só perguntar. Em breve colocarei fotos.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Olá, Formiga.

O que você achou da segurança na cidade? Eu vou no final do mês com minha esposa e estamos com esse receio. Você usava que meio de transporte para se locomover pela cidade?

 

Abraço.

 

Fabricio, essa foi a 2º vez que visitei a cidade, em ambos os casos fiquei hospedado no centro, a 1º próximo a plaza de mayo e na 2º em frente ao Obelisco. A cidade é segura, você vê policial frequentemente, segredo é você seguir as regras básicas de segurança, não abrir carteira e mostrar dinheiro em público, não andar distraido, se sua esposa estiver de bolsa, sempre virada para frente. O local mais crítico é na calle florida, pois têm muito turista dando bobeira, e maioria dos furtos ocorrem por distração.

 

No mais é segura sim, utilizei muito taxi por estarmos em 4 pessoas, utilizei também o metrô e andei muito a pé. Durante o dia foi mais a pé a noite de taxi.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Valeu pela resposta. Os últimos relatos que tenho lido o pessoal tem falado muito da falta de segurança. Ficamos até bem receosos. Moramos em capital e sabemos dos riscos de andar pelo centro, mas do jeito que temos lido, parece que chegar a ser anormal. Mas valeu pela dica.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Esse taxi que pegou em Ezeiza possui algum site? O preço é tabelado?

 

Recomenda o DuttyFree em Ezeiza da chegada ou da saída?

 

Esse taxi peguei em Ezeiza mesmo... ele fica em um guichê em frente ao desembargue, dentro do aeroporto ainda. Taxi Ezeiza Oficial... O preço é tabelado sim...

 

Duttyfree com certeza o da saída é bem maior que o da chegada, e com mais variedades de produtos. Vale a pena dar uma olhada nos preços da entrada e comparar com o preço da cidade... se tiver valendo a pena compre na cidade, se não compre no Duttyfree da saída...

 

Maquiagem, perfumes, bebidas, geralmente valem mais a pena no Duttyfree.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Oi, valeu pelo relato. Como fizeram pra achar o onibus certo em Palermo, pra ir a Lujan ? E lembram de alguma referência pra saber onde era a parada do zoo ?

 

Você ficando de frente ao portal principal do Zoo de Palermo, o guichê do onibus para o Zoo de Lujan fica a esquerda, atravessando a avenia. Compre passagem de ida e volta já, se não na volta tera que ter moedas para pegar o onibus.

 

Eu pedi para o motorista avisar quando chegasse, ele para ao lado de um viaduto e temos que passar por baixo, não me lembro de outra referência. Geralmente têm mais turistas descendo tambem.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...