Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Flor'Liz

Conflitos e bloqueios nas estradas

Posts Recomendados

Pelo visto, as "carreteras" trancadas são de Cochabamba pra La Paz, de Santa Cruz pra Cochabamba, de Potosí e Tarija... enfim, acredito que o unico trajeto aberto ainda é de La Paz pra Copacabana.

 

Reportagem:

 

Puntos de bloqueo

 

Cooperativistas mineros, transportistas, indígenas y otros sectores sociales del país protagonizaron hasta el medio día de este lunes al menos 16 puntos de bloqueo en las principales carreteras de La Paz, Oruro, Potosí, Cochabamba, Tarija y Santa Cruz; mientras el presidente y vicepresidente de Bolivia, Evo Morales y Álvaro García Linera, respectivamente, se encuentran de viaje en el exterior.

 

Según el reporte de los periodistas de la Red Erbol, cuatro puntos de bloqueo se registran en el departamento de La Paz, uno en Santa Cruz, al menos cuatro en Cochabamba, unos cinco en Potosí y dos en Tarija, donde incluso el tramo internacional hacia Argentina está obstaculizado al tránsito vehicular.

 

La Paz, 24 septiembre 2012

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Naõ sei se é aqui o lugar certo, mas tenho que fazer este alerta. Estive na Bolívia por 19 dias, cheguei dia 26. Nos poucos dias em que lá estive ocorreram duas manifestações promovidas por mineiros insatisfeitos, na primeira fecharam as principal Estrada que da acesso a La Paz, eu dei sorte porque estava em Torotoro e não tive problemas, mas conheci em Chalcataya uma brasileira que ficou 30 horas na Estrada de Oruro até La Paz. Detalhe: de Oruro a La Paz são 4:00 hs. Na segunda manifestação a Estrada já estava fechada por quase 3 dias. Cansei de encontrar pessoas com roteiros muito curto. Gente na Bolívia nada é previsível é preciso deixar uma margem de tempo entre uma viagem a outra quando se fala em Bolívia, caso contrário você pode perder seu voo. ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:arrow:http://www.la-razon.com/economia/Bloqueo-caminos-operaciones-terminales-restringidas_0_1829217129.html

 

 

[align=justify]Bloqueo de caminos causa cierre de operaciones en cuatro terminales y salidas restringidas en otras tres

Los trabajadores afiliados a la Central Obrera Boliviana (COB) instalaron puntos de bloqueo en distintas vías de interconexión departamental.

 

Operativo-Policia-Parotani-desbloqueo-interdepartamental_LRZIMA20130507_0003_13.jpg.89340fe9d365631c108d647811dcb05b.jpg

Operativo. La Policía se parapetó en el puente de Parotani, desde donde desbloqueó la ruta interdepartamental. Fernando Cartagena.

La Razón Digital / Miriam Chávez / La Paz 13:12 / 08 de mayo de 2013

 

Las terminales de La Paz, Oruro, Cochabamba y Santa Cruz suspendieron salidas de buses al resto del país porque las principales carreteras interdepartamentales están bloqueadas por sectores afiliados a la Central Obrera Boliviana (COB), mientras que en Potosí, Sucre y Tarija están restringidos los viajes, se informó.

 

En La Paz, Oruro y Cochabamba, la orden de suspensión de las salidas de flotas rige desde tempranas horas de hoy. “No hay salidas de buses a Oruro, Potosí, Cochabamba, Sucre y Santa Cruz por que nos informaron que estaban bloqueando la Apacheta (carretera La Paz-Oruro)”, informó Juan Carlos Ulo, policía destinado en la Terminal paceña.

 

Añadió que entre las 05.00 y 06.00 tres flotas salieron rumbo a Oruro. El informe que tenemos, dijo, es que lograron llegar a destino.

 

El ente matriz de los trabajadores inició el lunes una huelga y paro de actividades que movilizó a mineros, maestros rurales, fabriles, entre otros sectores hacia las principales carreteras de vinculación interdepartamental en demanda de una renta de jubilación para mineros de de 8.000 bolivianos y para el resto de asalariados de 5.000 bolivianos. El Gobierno rechazó la propuesta porque, asegura, pone en riesgo el sistema de pensiones, y plantea una renta de 4.000 bolivianos para los trabajadores del subsuelo.

 

En Cochabamba, universitarios y trabajadores en salud instalaron diferentes puntos de bloqueo tanto en el área urbana y rural. Están pertrechados en puntos como los puentes Mullurina, Parotani y Pacata, las avenidas Capitán Ustariz, Blanco Galindo, cerca de la fábrica Manaco y río Huayculi (a 11 kilómetros de la ciudad).

 

En Santa Cruz, desde las 11.00, se dio la orden de suspender las salidas de flotas hacia Beni, Pando y al occidente, puesto que los bloqueos se instalaron tanto en la carretera antigua como nueva.

 

“Estamos con bloqueo en la tranca de la carretera a Cotoca, en la carretera nueva a la altura de ingreso al aeropuerto de en Viru Viru, en Pailón y en la ruta antigua a la altura del kilometro 13. De momento no hay salidas a ningún lugar”, informó la encargada de informaciones de la Terminal Bimodal, Enriqueta Camacho.

 

En las terminales de Potosí, Sucre y Tarija hay salidas de buses con restricciones. “Están saliendo las flotas con normalidad a Sucre, Uyuni y Tarija porque el camino esta expedito, pero no a Bermejo y Yacuiba; si salen están tomando rutas alternas”, informó el encargado de tránsito de Potosí, sargento Jhonny Cusi

 

En Sucre, la Terminal habilitó los viajes a Cochabamba y Santa Cruz y restringió las salidas al occidente. En cambio Tarija permitió viajes a Santa Cruz y a algunos puntos de Potosí, como Villazón y Bermejo. En estos casos el costo de pasajes no se elevó.

 

Este medio intento comunicarse con las terminales de Panto y Beni, sin éxito. Empero, se conoce que en horas de la mañana llegaron con normalidad a Santa Cruz buses de ambos departamentos.

 

Ayer, el Gobierno habilitó vuelos solidarios en Transporte Aéreo Militar (TAM) para cubrir la ruta La Paz-Cochabamba. El servicio tiene el costo de Bs. 150.[/align]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá Mochileiros, estou indo pra Machu Picchu dia 01/11 e me deparei com novidades na fronteira Brasil x Bolívia, já tinha ido à Santa Cruz e, 2011 e não tinham me pedido nada, mas hoje foi diferente.

Fui comprar a passagem de ônibus e quiseram me vender ida e volta, claro que não comprei achando que era alguma jogada, mas quando fui

na imigração boliviana me disseram que sim, as regras mudaram.( será que foram só pra mim?)

Não sei se os atendentes desconfiaram de mim ou algo assim, mas a imigração me informou o seguinte:

Pra entrar na Bolívia tenho de ter em mãos as passagens de ida e volta, reserva do hotel, ou uma carta de um amigo dizendo que vou ficar lá.

A volta posso comprar em aberto, para qualquer dia, mas já tenho de têr a passagem em mãos e dizer quantos dias vou ficar que já era o normal.

 

Pra auxiliar, informações sobre os Ônibus e trem. Os ônibus em sua maioria saem às 19h ou 19h30min, horário boliviano, de 80bls sem ar, nem banheiro, até 120 bls com ar e banheiro, chega em Santa Cruz 05h30 ou 6h da manhã.

Já o trem:

Expresso Oriental- de Quijarro à Santa Cruz - TERÇA, QUINTA, DOMINGO- saída 14h50, - 100bls

Expresso Oriental - de Santa Cruz à Quijarro- SEGUNDA, QUARTA, SEXTA -saída 14h50, - 100bls

FERROBUS - de Quijarro à Santa Cruz - SEGUNDA, QUARTA, SEXTA -saída 18h30, - 235bls

FERROBUS - de Santa Cruz à Quijarro- - TERÇA, QUINTA, DOMINGO -saída 18h30, - 235bls

O folheto diz chegada à 08h em todos os pontos.

Então quem for viajar agora, atenção e boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Olá Mochileiros, estou indo pra Machu Picchu dia 01/11 e me deparei com novidades na fronteira Brasil x Bolívia, já tinha ido à Santa Cruz e, 2011 e não tinham me pedido nada, mas hoje foi diferente.

Fui comprar a passagem de ônibus e quiseram me vender ida e volta, claro que não comprei achando que era alguma jogada, mas quando fui

na imigração boliviana me disseram que sim, as regras mudaram.( será que foram só pra mim?)

Não sei se os atendentes desconfiaram de mim ou algo assim, mas a imigração me informou o seguinte:

Pra entrar na Bolívia tenho de ter em mãos as passagens de ida e volta, reserva do hotel, ou uma carta de um amigo dizendo que vou ficar lá.

A volta posso comprar em aberto, para qualquer dia, mas já tenho de têr a passagem em mãos e dizer quantos dias vou ficar que já era o normal.

 

Pra auxiliar, informações sobre os Ônibus e trem. Os ônibus em sua maioria saem às 19h ou 19h30min, horário boliviano, de 80bls sem ar, nem banheiro, até 120 bls com ar e banheiro, chega em Santa Cruz 05h30 ou 6h da manhã.

Já o trem:

Expresso Oriental- de Quijarro à Santa Cruz - TERÇA, QUINTA, DOMINGO- saída 14h50, - 100bls

Expresso Oriental - de Santa Cruz à Quijarro- SEGUNDA, QUARTA, SEXTA -saída 14h50, - 100bls

FERROBUS - de Quijarro à Santa Cruz - SEGUNDA, QUARTA, SEXTA -saída 18h30, - 235bls

FERROBUS - de Santa Cruz à Quijarro- - TERÇA, QUINTA, DOMINGO -saída 18h30, - 235bls

O folheto diz chegada à 08h em todos os pontos.

Então quem for viajar agora, atenção e boa sorte.

Puxa vida, por essa não esperava...

Voce levou passaporte? Pediram alguma documentação extra?

Pretendo fazer o trajeto ao contrário, vou descendo pela Colombia,Peru, Bolivia e pegar o trem até o fronteira...Sera que vou ter que compra ida e volta? @[email protected]

Valeu pelas informações sobre os trens/dias/horários

Namastê

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então, meu tio que mora em Santa Cruz me falou isso de precisar da passagem de ida e volta, ele passou na fronteira esses dias.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Consultando o site da embaixada da Bolívia, consta a informação que para brasileiro a turismo não há a necessidade de visto por 90 dias.

 

Quem tiver informações concretas ou recentes, favor compartilhar com todos.

 

Atualização de informações.

 

Segundo o site de migração boliviana, para brasileiro ingressar no país é necessário:

 

Usuario al que va dirigido: Ciudadano(a) de BRASIL

Grupo de Países al que pertenece: Grupo N° 1

 

REQUISITOS PARA INGRESAR A TERRITORIO BOLIVIANO

Para ingresar a Bolivia en calidad de turista, no requiere visa, debiendo cumplir los siguientes requisitos:

Portar el pasaporte y/o cédula de identidad vigente no menor a seis meses.

Exhibir vacuna contra lo fiebre amarilla.

Exhibir pasaje de ida y vuelta o presentar itinerario de viaje.

Tiempo de estadía 90 días.

Fonte: http://www.migracion.gob.bo

 

 

Assim, a exigência das passagens de ida e volta pode ser feita. O que eu pretendo fazer é levar a passagem de STC pra La Paz pra comprovar o itinerário e tentar nao precisar das passagens de volta, já que aprese tar o itinerário pode dispensar as passagens.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Alectus, quando diz "Portar el pasaporte y/o cédula de identidad vigente no menor a seis meses" quer dizer que meu RG não pode ser novo, tem que ter sido emitido há mais de 6 meses?

E mais uma questão: sabe se é aceita a carteira funcional, tipo OAB, CREA? Pq no Brasil elas tem validade de identidade também.

Vou atravessar a fronteira semana que vem, dia 07/11, mas não tenho passaporte e meu RG foi recentemente roubado, então o novo foi emitido na semana passada.

Será que vou ter problemas? :(

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pelo que está escrito a identidade ou passaporte precisa ter mais de 6 meses de validade, ou seja, não pode ter data de expiração de menos de seis meses. Acredito que vc não terá problema, essa exigência de validade mínima é mais para passaporte que vence, RG não tem limite de vigência.

 

Pelo tratado do Mercosul não serve carteira funcional somente RG, ou seja, carteira de identidade. As carteiras funcionais só servem no território nacional.

 

Não esqueça de passar aqui e nos contar como foi na fronteira. Vc vai por Corumbá ou vai de avião?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hehehe acho que tenho é que me preocupar com meu espanhol precário então :P

Fico mais aliviada assim.

 

Vou por Corumbá mesmo. Logo que chegar em Sta Cruz eu conto pra vcs como foi. Vou ficar de couchsurfing lá, então vou pedir para minha host escrever uma carta.

Também estou levando todo meu roteiro rabiscado e cheio de referências, o que deve ajudar a enganar... de qualquer modo, vou voltar de trem também, então se exigirem que eu compre a volta (desde que com a data em aberto), não será grande problema para mim.

Vou chegar a Corumbá pela manhã, passar na ANVISA pra pegar o certificado internacional de vacinação e ir para a fronteira.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...