Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

guipmelo

Choquequirao - Um mistério ainda maior que Machu Picchu

Posts Recomendados

Eu realmente me incarno não conhecia e durante uns tempos ociosos pesquisarei a respeito...

 

pretendo ir em janeiro de 2010 quando pego ferias aqui no novo trampo...

 

passareio pelo chile (1 semana) e ficarei 2 no peru e + 1 na bolivia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu realmente me incarno não conhecia e durante uns tempos ociosos pesquisarei a respeito...

 

pretendo ir em janeiro de 2010 quando pego ferias aqui no novo trampo...

 

passareio pelo chile (1 semana) e ficarei 2 no peru e + 1 na bolivia.

 

 

Oi, podemos manter contato e verificar a possibilidade de conhecer esse lugar maravilhoso.

Até lá, pretendo viajar por duas vezes - mas em janeiro estarei disponivel para essa viagem.

 

Maria Emilia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Eu realmente me incarno não conhecia e durante uns tempos ociosos pesquisarei a respeito...

 

pretendo ir em janeiro de 2010 quando pego ferias aqui no novo trampo...

 

passareio pelo chile (1 semana) e ficarei 2 no peru e + 1 na bolivia.

 

 

Oi, podemos manter contato e verificar a possibilidade de conhecer esse lugar maravilhoso.

Até lá, pretendo viajar por duas vezes - mas em janeiro estarei disponivel para essa viagem.

 

Maria Emilia

 

Sim! Claro! Eu vou em outros lugares tbm mas podemos conversar por msn [email protected], entrto nos fins de semana e alguns dias de noite...

 

daí a gente troca umas ideias... abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Choquequirao parece sem muito legal mesmo.

 

Agora... Machu Picchu !!! A única coisa legal que vi por lá, foi subir Wayna Picchu e o trekking pro Templo de la Luna, pois o resto de Machu Picchu é quase todo reconstruído a base de pura especulação.

 

Tem até muros de pedra com cimento !!!

 

Nota: Todo ano o parque é fechado pra construção de novas ruínas falsas. As construções estão sendo feitas nas partes baixas. Conversei com um geólogo peruano (encarregado das novas ruínas próximas ao Templo de la Luna) e ele confirmou que as reconstruções não passam por nenhum processo de pesquisa. São puramente turísticas.

 

Acho Pisac muito mais legal e bonito. E as ruínas de Tihuanaco, que são bem mais preservadas, além de serem de até 2000 anos antes de Cristo.

 

O que realmente encanta é o local, pois as montanhas são muito lindas mesmo.

 

Agora... Mistério... Só estudar um pouco sobre a cidade que vai ver que não ha nada disso. Machu Picchu nunca foi a cidade perdida, nem muito menos El Dorado.

 

Bem... Já fui três vezes, uma sozinho e duas levando amigos (tive que ir, pois tive que levá-los). Minha visão é pessoal, mas conheci muita gente pensando o mesmo por lá.

 

Dizem que Machu Picchu foi descoberto pelo americano Hiram Bingham em 1911... Que nada !!! Todo mundo sabe que tinham pessoas que conheciam aquilo lá, inclusive um Alemão que relatou em um livro antes de 1911.

 

Mas como os americanos foram até os inventores do avião... Então, deve ter sido Santos Dumont que descobriu Machu Picchu.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hehehe.. uma ótima crítica LeoRJ.. muito bem escrita.

 

Estou saindo em uma viagem basica por Bolivia-Peru-Chile daqui 25 dias.. no início o pretexto era conhecer Machu Picchu, como todo mochileiro brasileiro que pensa em sair do país pela primeira vez.. durante pesquisas andei deparando com alguns comentários parecidos com os seus, e, morando em Ouro Preto/MG, já vi monumentos falsos demais nesta encarnação.. assim, resolvi priorizar minha viagem entre o Atacama e Uyuni.

 

Pretendo conhecer Machu Picchu, mas não farei a trilha inca (pq paga-se, no momento, mais de R$ 1200,00 para mim e para a patroa), e estou tentando fazer o trajeto até lá da forma mais bacana e BARATA de se chegar até lá, pq acho um absurdo tbm o preço do trem.

 

Pesquisando mais, vi seu post sobre um trajeto no tópico sobre rotas alternativas, e estou pensando em fazer este trajeto.

 

Infelizmente não sobrará tempo para Choquequirao, mas quem sabe da próxima.. o lugar parece ser incrível mesmo, e aposto que a trilha é imperdível, ainda mais quase deserta.

 

Valeu..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Deve ser mesmo !!! Um dia ainda passo por lá :mrgreen: .

 

Sobre as rotas alternativas, existe três. Dá uma pesquisada e depois tiro todas as dúvidas que tiver.

 

Eu costumo ir de moto. Como vão duas pessoas, sai bem barato. Tem um roteiro aqui:

 

http://www.mochileiros.com/ajuda-com-roteiro-bol-peru-chile-t30579-15.html?hilit=tornado

 

Se puder... Lê o tópico inteiro, pois é legal.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gabriel, eu achei esse roteiro até Choquequirao na net, quão confiável você diria que ele é?

http://www.andeantravelweb.com/peru/treks/choquequirao_trek_itinerary.html

 

Você disse que de lá já emendou pra Machu Picchu, foi da própria Choquequirao que você partiu ou de algum ponto no meio do caminho de volta? Essa ligação Choquequirao-MP é uma trilha própria, ou ela desemboca em outra trilha, tipo Salkantay ou a Inca?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, eu vou me responder nessa aqui (hahaha).

 

Achei esse roteiro aqui, parece bem coerente e está cheio de fotos:

http://crypto.stanford.edu/~eujin/pics/peru/trek/index.html

 

Pena não ter um mapa ou um melhor posicionamento das cidades, mas creio que já dê para se achar por aí.

Trek de 9 dias, não se chega tão alto quanto no trek clássico de Salkantay (aliás, os dois treks se juntam em Collcapampa), porém creio que a dificuldade seja bem maior.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

tradução do site do roberto ,por sinal mandou bem!!!to querendo ir pra la em setembro!!so fiquei na duvida aqui no site postaram 4 dias ja os japas 9 dias ?

Cachora-Choquequirao-Yanama-Machu Picchu

Esta caminhada é uma viagem 9 dias a partir de Cachora e que termina em Machu Picchu. O percurso leva-nos através de Choquequirao e várias aldeias remotas. Nós decidimos fazer esta viagem combo, porque queríamos ver tanto Choquequirao e Machu Picchu e que não foram empenhados em duas viagens separadas. Especialmente desde o nível 4 dias Choquequirao é uma viagem para fora e para trás trilha, o que é repetitivo.

Fomos com a United Ratos e eu não posso recomendá-los altamente bastante. Nosso guia Edgar foi fantástica e era difícil ver como ele poderia ter feito um trabalho melhor. O cozinheiro Jaime e orientar o estagiário Ihidio também fez um excelente trabalho na organização da logística da viagem.

Nós, no entanto, subestimado como esta caminhada é extenuante. Segundo o nosso guia Edgar, esta viagem (e também Choquequirao) é impopular porque é difícil. Ele nos disse que a trilha inca é relativamente fácil com o ponto mais alto a 4200m, e da trilha pode ser feito em cerca de 4 a 6 horas até o local, que esta pista tem elevação significativamente mais alterações, foi o ponto mais alto a 4550m, e a trilha leva os habitantes a cerca de 4 dias para ser concluído. Também tivemos de transportar os nossos próprios packs com todas as nossas coisas que as pessoas tipicamente contratar porteiros sobre a Trilha Inca. Serena e eu overpacked sobre roupas e outras coisas knacks sobre esta viagem e, como resultado minha mochila pesava aproximadamente 20 kg (44 lbs).

Choveu toda a noite e também durante o dia. Muito justo uma parte da pista estava em muito mau estado, porque foi o início da estação chuvosa, e foi uma tarefa para bater através mancha lama em trilhas íngremes. Além disso, a chuva fez várias travessias cachoeira na parte posterior da viagem bastante perigoso e que era bastante assustador atravessar profundas cachoeiras utilizando troncos e pedras escorregadias. Por outro lado, era bastante agradável passeio à luz chuva, porque nos manteve frio e os nossos recém-adquiridos roupas feitas de produtos sintéticos secas dentro de alguns minutos de céu limpo. Eu usava o mesmo par de calças e camiseta em todos os dias 9 e lavou-lhes a cada 3 dias ou mais em um riacho ou vila mangueira. Nunca descobri o quanto nós andamos todos os dias, porque parecia que os habitantes locais não são sequer certeza quanto tempo ele é. Por outro lado, nós sabemos a altitude aproximada mudanças durante cada dia.

 

Dia 1 - Cachora (2850 m / 9350 pés) para Huarac Punku (3100 metros / 10.170 pés) de Apurimac River (1550 m / 5085 pés) | Total imagens: 18 | Date added: 29 dez 2004

Fomos apanhados em 430 no período da manhã e conduzido para Cachora. Não parou em Tarahuasi perto Limatambo onde vimos um grande exemplo do Inca cantaria. Infelizmente nós não apreciar o belo que foi nessa altura. Parte da estrada foi lavado para fora ao longo do caminho por causa de chuvas e tempestades que tínhamos de sair a van e ir em toda a parte inundada. Chegámos a Cachora cerca de 1030 e iniciou caminhadas em torno de 11. Durante toda a viagem, pausa para almoço foi de cerca de uma hora. A descida foi bastante longa e nós atingimos o nosso acampamento de apenas cerca de 1800 quando ele estava começando a ficar escuro.

Dia 2 - Apurimac River (1550 m / 5085 pés) de Choquequirao (3000 m / 9850 pés) | Total imagens: 44 | Date added: 30 dez 2004

Os primeiros 5 dias de caminhada seguiu praticamente o mesmo horário - wake up at 6, pequeno-almoço no 7, começam às 8 caminhadas, uma pausa para almoço de 1 hora, e chegam ao acampamento de cerca de 5 ou 6. O clima começou mal, com espessas nuvens e chuva durante todo o dia até 1600 quando de repente apagadas. Como resultado, temos desfrutado de esplêndida vista e de Choquequirao. Choquequirao foi a cesta de pão para a inca na região, vimos extensos terraços de Choquequirao todo o caminho até o rio Apurimac. Os mais extensos terraços está do lado da montanha que descia ao longo dos próximos dias para o Rio Blanco. Existe também uma longa aquaduct correr a partir do topo da montanha para a cidade Choquequirao. Esta é, infelizmente, aquaduct quebrado. A melhor parte de Choquequirao é que ela é principalmente desertas e não há muitos turistas lá.

Dia 3 - Choquequirao (3000 m / 9850 pés) de Choquequirao Pass (3.400 metros / 11.150 pés) para o Rio Blanco (1800 m / 5900 pés) de Fazenda (3000 m / 9850 pés) | Total imagens: 16 | Date added: 30 dez 2004

Este dia foi o mais duro dia de caminhada. Lotes de mudança ea elevação íngreme trilha subindo a partir do Rio Blanco passar a Victoria estava muito enlameado e escorregadio. A maioria dos itinerários, incluindo o original Unidos Ratos itinerário eu vi em seu site incluem campismo no Rio Blanco e tendo um dia extra para subir a Victoria passar. nós comprimido 2 dias em 1 por ascendente para uma fazenda perto de Minas Victoria. Nosso guia Edgar disse-nos que o dia extra é normalmente programada para imprevistas em condições como as do Rio Blanco ser demasiado forte para ser forded ou passar a ser o Yanama nevou pol Vimos um monte de flores durante a caminhada, incluindo muitas orquídeas selvagens em o dia mais tarde quando caminhada através nuvem florestas. Em nosso caminho até o Rio Blanco, que exploraram brevemente alguns como ainda descoberto Inca edifícios.

Dia 4 - Farm (3000 m / 9850 pés) de Victoria Pass (4.200 metros / 13.800 pés) para Yanama (3500 metros / 11.500 pés) | Total imagens: 14 | Date added: 30 dez 2004

Em comparação com o dia anterior, este dia foi quase relaxado. Nós cruzou Victoria passar logo após o almoço e Serena começou a ter alguns problemas com a altitude leve, mas estava bem atravessar a passagem. Estou inseguro quanto elevado Victoria passar realmente é; Nosso guia disse 4.200 metros, mas tenho outros números na web variando de 4000m a 4800m. No caminho para cima e para baixo a partir da aprovação, nós passamos várias minas abandonadas (Minas Victoria) e Edgar nos trouxe em uma delas para um pouco. Estamos acampados no Yanama vila. Yanama aldeia é a mais pitoresca aldeia que vimos durante a caminhada. É empoleirado à beira de um canyon com algumas vistas espectaculares.

Dia 5 - Yanama (3500 metros / 11.500 pés) para Yanama Pass (4.550 metros / 15.000 pés) para perto de totora (3.700 metros / 12.150 pés) | Total imagens: 21 | Date added: 30 dez 2004

Seguimos a Yanama rio através do Yanama direito vale até Yanama passar. A primeira parte da trilha pelo vale foi espetacular. Vimos muitas grandes cascatas de ambos os lados do vale e do verde exuberante feita esta pista espetacular. Vimos também uma geleira permanente sobre o início de um Corihuaynachina que cruzaram a passar. Quando se cruzaram Yanama rio começar a nossa subida para o passe, o nosso guia disse-nos de uma Quíchua tradição de trazer uma rocha a partir do rio para colocar no cartão. Estamos todos tomou rochas e Bob estupidamente teve uma bastante grande pedra que tinha que puxar para cima.

Yanama passe é o ponto mais alto na caminhada e estamos a sentir a altitude a este ponto. Não ajuda que começaram vêm quando éramos 50 metros da passagem. Tivemos chuvas no nosso acampamento naquela noite. Nós felizmente perdeu os poucos metros de neve que desceu sobre o passe, que tornaram intransitáveis.

Dia 6 - Perto de totora (3.700 metros / 12.150 pés) de totora (3500 metros / 11.500 pés) para Collpapampa (Winaypoco) (2800 m / 9200 pés) | Total imagens: 14 | Date added: 30 dez 2004

Os restantes dias da jornada, são significativamente mais fáceis do que os dias anteriores. Edgar disse-nos que o Salkantay para Machu Picchu trilha junta nossa trilha em Collpampa. Tivemos uma fácil caminhada através de totora aldeia, descendo até ao Collpampa quando tínhamos almoço. Houve uma primavera quente perto, mas apenas a guia Mihaela e tomou a trilha íngreme para baixo para ele. Estamos acampados no Winaypoco, que é de cerca de uma hora de Collpapampa cerveja onde existe uma cabana (uma vez que a trilha Salkantay é mais popular do que a um demos), mas é aberto apenas durante a época alta.

Dia 7 - Collpampa (Winaypoco) (2800 m / 9200 pés) para Lucmabamba (2000 m / 6600 pés) | Total imagens: 13 | Date added: 30 dez 2004

A caminhada no dia 7 foi bastante fácil, mas fez-se para ela por ter um assustador cachoeira travessia. Os rios e cachoeiras foram inchadas com água corrente ano (porque é um El Nino ano) e as cachoeiras que são normalmente fáceis de atravessar, não foram. Estamos acampados na aldeia Lucmabamba onde adquiriu um lote de mosquito que pica itched terrivelmente.

Dia 8 - Lucmabamba (2000 m / 6600 pés) para Aobamba Pass (2800 m / 9200 pés) para Hydroelectrica (1850 m / 6100 pés) de Aguas Calientes. | Total imagens: 12 | Date added: 30 dez 2004

Em vez de uma caminhada de 2 horas para Hydroelectrica Aguas Calientes, optou-se por apanhar o comboio em vez porque teríamos de caminhar ao longo do comboio faixas em qualquer caso. Temos até a 4 e começou a caminhar 6 depois do café. Primeiro, quando subiu ao passar Aobamba Edgar assinalou uma fechada que levou a Trilha Inca Machu Picchu após 3 horas a pé. Nós vez desceu até o rio Urubamba onde vimos uma enorme estação hidroeléctrica. Não parou em Llactapata sobre o caminho a partir da passagem, na esperança de obter uma boa vista de Machu Picchu, mas fomos foiled pelas nuvens espessas. Naquela noite, nós acampados na área de camping municipal perto Aguas Calientes. Caminhamos sobre a Aguas Calientes a mergulhar no Hot Springs e tivemos a nossa primeira ducha quente da viagem.

Dia 9 - Machu Picchu. | Total imagens: 53 | Date added: 30 dez 2004

Temos até a 5 para pegar um ônibus para Machu Picchu em 630. Pela primeira vez, na caminhada, não necessidade de levar a cabo os nossos packs. Como temos no ônibus, percebemos que todo mundo estava sonolento que tínhamos chegado utilizadas para despertar a 5 ou 6 aí manhã. Machu Picchu é, como esperado, espectacular. O único problema é o grande número de pessoas no site. Felizmente, foi época baixa e que só começou ficar lotado em torno de 1000. Até o momento ele começou ficar lotado, fomos até rubrica Huayna Picchu. Eu queria também caminhada para o Templo da Lua, mas esgotou-se de tempo e teve de regressar a Aguas Calientes para pegar o nosso trem de volta para Cuzco.

 

 

::otemo::::otemo:: falow

bruno

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...