Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

2ª Eurotrip - 24 dias: Espanha (c/ Andaluzia e Catalúnia) - França - Bélgica e Portugal


Posts Recomendados

  • Membros

24 dias: Lisboa - Sevilha - Ronda - Granada - Madri - Toledo - Segóvia - Barcelona - Montserrat - Girona - Paris - Giverny - Bruxelas - Brugge - Lisboa.

 

Olá Pessoal,

 

Após ter conseguido colocar a vida em ordem e em dia, vou começar a relatar a nossa experiência nesta nossa 2ª Eurotrip. Afinal de contas ficar fora de casa por 35 dias (viajei para praia antes de ir para Europa) não é mole. Perdi aulas e tive muita coisa para repor e entregar.Mas tudo bem agora ::otemo:: . Espero poder relatar tudo com muita riqueza de detalhes e assim poder contribuir com os colegas deste site, ajudando nas dúvidas e dando dicas legais, assim como nós também contamos com a ajuda neste nosso novo roteiro.

 

Após a 1ª viagem no ano passado, veja relato no link do rodapé, a gente toma gosto "pela coisa" é quer viajar sempre. Acredito que o primeiro passo é a gente querer. Depois é juntar o $$ e começar a se programar. Começamos a nossa programação em novembro de 2011. Queríamos voltar mas não tínhamos ao certo os lugares que gostaríamos de ir. Depois de muito ler e pesquisar, decidimos que iríamos a Espanha, onde permaneceríamos o maior tempo, conhecendo o Sul (Andaluzia), Centro e Leste (Catalúnia).

Queria de ir novamente a Paris, pois na primeira viagem ficaram alguns lugares sem serem visto. Também na França, a Normandia era um localque queríamos ir. Queria também ir a Bélgica, prinicpalmente em Brugge. Por fim, como o nosso voo seria por Lisboa, resolvemos que poderíaimos ficar em Lisboa também, afinal de contas a cidade é legal e ainda poderíamos conhecer alguns lugares que não fomos.

 

Assim como na primeira viagem, nesta fomos eu, minha esposa, a irmã dela e o marido. Viajar em 2 casais é muito bom. Primeiro a gente rir bastante, se diverte com as bobagens que acontecem. Segundo, você pode pegar taxi, que com certeza já economiza 50%.

 

Minha esposa ficou por conta de montar os roteiros. E ela o fez muito bem. Tínhamos uma programação a ser seguida todos os dias. Após a definição dos hotéis e das cidades, ela pesquisou as atrações de cada cidade onde íamos e traçou os roteiros no google maps, dia a dia. Depois eu imprimia estes mapas. Aos poucos nossa viagem foi tomando forma.Montamos uma pasta onde íamos colocando tudo isto que imprimíamos.

 

Bom vou colocar por tópicos algumas dicas:

 

PASSAGENS:

 

Compramos nossa passagem pela TAP em 12/2011. Pagamos R$ 3.389,00, para 2 pessoas. Pude observar que a medida que se aproximava a data, mais cara ficava a passagem. No geral paguei 700,00 reais a menos do que a passagem do ano passado.

Voamos pela TAP também no trecho Bruxelas-Lisboa (comprado junto com o trecho Lisboa-BH) pela sua subsidiária Portugália, no voo Lisboa-Sevilha (uma aventura a parte que vou relatar depois);

Voamos também pela Voeling (trecho Barcelona-Paris). Compramos com antecedência e conseguimos um bom preço, 94,10 euros para o casal.

O site da RENFE, empresa espanhola de trens, quando fui comprar a passagens para os 3 deslocamentos que íamos fazer de trem na Espanha, somente aceitava cartões Visa e Mastercard de bancos que já tinham a tecnologia Verified by Visa, SecurityCode Mastercard. Eu pesquisei e descobri que no Brasil apenas o Itaú e o Bradesco possuiam esta tecnologia . Como tenho cartões do BB, tive que me valer de um cartão de crédito de um amigo, que aproveito para agradecer novamente. Sem este cartão não consegueria comprar os bilhetes no site da RENFE. Portanto se você pensa em andar de trem pela Espanha, veja antes com seu banco se este sistema de segurança já está disponível para compras na internet. O BB me disse que somente no segundo semestre disponibilizará esta tecnologia. o Trecho Madri-Barcelona oferece passagens com desconto, compradas pela internet e com antecedência. Fique esperto ::otemo:: . A RENFE dsiponibiliza os lugares para a compra com 62 de antecedência. E não são muitos lugares com descontos. Eu comprei super barato o trecho Madri-Barcelona (47,05 euros por pessoa). Porém para comprar eu fiquei contando os dias. Outra coisa interessante que descobri. Quando eu comprei as passagens, a diferença de horário entre o Brasil e a Espanha era de 3 horas, devido ao horário de verão. Portanto quando dava 21:00 horas já conseguia acessar um outro dia no calendário da RENFE, ou seja não precisei esperar até às 24:00 horas para ser o primeiro a comprar os bilhetes e egar preços promocionais. ::hahaha::

O trem Thalis, Paris-Bruxelas, também tem desconto para passagens compradas antecipadamente. Quanto mais cedo melhor. Pagamos 58,00 para o casal;

Os passeios que fizemos "day-trip" nós compramos as passagens lá mesmo, na hora e nas estações. Legal é que você pode quase sempre comprar nas máquinas. Além de praticamente não ter filas, você pode escolher o idioma. Vale a pena se arriscar nas máquinas. Darei mais detalhes a medida que for fazendo os relatos destes lugares.

 

SEGURO VIAGEM

Não fiz seguro por nehuma companhia. Comprei minha passagem aérea com o cartão VISA PLATINUM (função crédito). O seguro de 30 mil Euros é de graça quando você faz a compra da passagem com este cartão. Verifique junto a seu Banco. Depois você retira o certificado do seguro no site http://www.interpartner.com.br

 

MEDICAMENTOS:

Assim como na viagem anterior, levei nesta medicamentos básicos para dor de cabeça, enjoo, cólicas e resfriados. Estes medicamentos que temos em casa. Levei todos na bagagem de porão. Mesmo assim precisei comprar um Voltarem lá (Diclofenaco). Meu ombro , que já estava com uma lesão, doeu bastante alguns dias e foi preciso recorrer a medicação. Consegui comprar na Espanha, comprimidos, sem prescrição médica, mas recomendo levar.

 

SEGURANÇA EM LOCAIS CHEIOS:

Vale reforçar. Principalmente na Espanha, nos metrôs e trens, tenha muito cuidado com as bolsas. Os batedores de carteira estão lá ! Vi nos metrôs vários anúncios e até pequenos vídeos mostrando como eles atuam. Portanto fique esperto !

 

HOTÉIS:

Nós reservamos todos pela internet. Pesquisamos no booking e no tripadvisor. Mas reservamos sempre diretamente nos sites dos hotéis. Não tivemos nenhum problema com hotéis. Alguns cobram antecipadamente todo o valor ou parte do valor como garantia da reserva. Alguns também oferecem descontos para o pagamento antecipado.Todos correspondiam as fotos que tinhm nos sites. De uma maneira geral achamos todos bons. Na verdade até nos surpreendemos com alguns. Bom vou relatar mais minha simpressões sobre os hotéis a medida que for falando de cada cidade.

 

E POR ÚLTIMO AS TOMADAS ELÉTRICAS:

São na maioria de 2 pinos redondo. Nada de tomadas com pinos chatos ou 3 pinos. Leve um adaptador ou compre lá. eu levei 2 adaptadores, um para o notebook e outro para o carregador da bateria da máquina fotográfica.

 

BOM, vou passar para o nosso roteiro:

 

26/03 - Partida BH às 22h45min;

27/03 - Lisboa/Sevilha;

28/03 - Sevilha

29/03 - Day-trip Ronda

30/03 - Granada

31/03 - Granada

01/04 - Granada

02/04 - Madri

03/04 - Madri

04/04 - day-trip Toledo

05/04 - Madri

06/04 - Day-trip Segóvia

07/04 - Barcelona

08/04 - Barcelona

09/04 - Barcelona

10/04 - Day-trip Montserrat

11/04 - Day-trip Girona

12/04 - Paris

13/04 - Paris

14/04 - Day-trip Rouen-Giverny (jardins de Monet)

15/04 - Bruxelas

16/04 - Day-trip Brugge

17/04 - Lisoba

18/04 - Lisboa

19/04 - Lisboa-BH às 15h30min.

 

Pessoal,

A medida que eu for relatando sobre cada cidade específica, irei colocando mais dicas sobre os transportes, falarei dos hotéis e lugares que fomos comer etc. Achei melhor fazer assim para que fique mais organizado.

 

Para começar vai uma foto nossa aí no AITC (Aeroporto internacional Tancredo Neves), conhecido como Confins, perto de BH.

 

DSC07909.JPG

 

Bom, vou começar a relatar e logo-logo posto os primeiros relatos. ::otemo::

 

Fernando.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 67
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Olá gente,

 

Ainda nas preliminares:

 

BAGAGENS:

 

Assim como no ano passado levamos 2 malas grandes e 2 mochilas, onde foram o notebook e algumas peças leves. Nossas duas malas pesaram pouco mais de 30 kg (as duas). Detalhe importante: Vi um vídeo na internet onde sujeito consegue abrir sua mala, mesmo com o cadeado, facilmente. Depois que vi este vídeo, fiquei apavorado, ::ahhhh:: pois no ano passado, trancava minhas malas com cadeado igualzinho está no vídeo e deixava nos hotéis inclusive com dineiro.

Se alguém que ainda não viu veja:

 

 

Bom sendo assim, como eu troquei de mala eu passei a colocar o cadeado prendendo 4 fechos, assim ficava praticamente impossível ele abrir, pois o espaço entre os fechos impedia que se andasse com o cadeado ao redor da mala, impedindo o fechamento dela, caso fosse arrombada. Na outra mala, além do cadeado, eu usei o segredo dela. Bom de qualquer forma não tive problema nenhum, em nenhum hotel. Em dois hotéis havia cofre nos quartos onde você usava o seu cartão de crédito como segredo para abrir e fechar a porta. Este aí eu achei seguro e usei, para deixar o dinheiro e também o notebook.

 

Levamos nossas malas com espaço para trazermos algumas coisas. E olha que troxemos. Na volta nossas malas juntas pesaram exatos 40 kg.

 

Vou passar para o relato então:

 

Dia da Viagem - BH-Lisboa

 

Fizemos o check-in pela internet, assim conseguimos escolher o lugar para irmos com mais tranquilidade. Fomos na parte dos fundos do avião, que normalmente costuma ficar mais vazia (ledo engano). Quando chegamos no aeroporto, despachamos as bagagens e para minha grata surpresa ainda deu tempo de encontrar minha irmã, que por mera coincidência embarcava para os Estados Unidos. Posou para foto também:

 

DSC07911.JPG

 

Depois de muito trabalho pesquisando, montando os roteiros a hora do embarque no avião é a melhor hora, pois você sabe que agora está indo. A alegria é estampada ...

 

DSC07916.JPG

 

O nosso voo saiu no horário previsto, 22:45h. A viagem foi tranquilha. De início foi servido o jantar e umas duas horas antes de chegarmos a Lisboa foi servido o café. Tudo muito bom, a não ser para o sistema de vídeo que não funcionou. Ou seja, quem não dormiu não teve os filmes para ajudar a passar o tempo. Eu particularmente dei uma dormidinha. A classe econômica é muito apertada, mas é o que podemos pagar. Como o avião foi bem cheio não teve como pular para as poltronas do meio e esticar as pernas.

Chegamos a Lsiboa por volta de 11:20h do dia 27/03. Desembarcamos e fomos para a imigração. Estava muito cheia e com poucos funcionários atendendo. ainda chegou mais gente e estava demorando. Quando chegou nossa vez o atendente foi muito gentil. Perguntou onde íamos conhecer. Dissemos que estávamos indo para a Espanha, ele riu e falou para ficarmos em Lisboa. Mais nada e carimbou nossos passaportes. Fácil e sem problemas.

Quando compramos nossa passagem pela TAP, compramos direto para Sevilha. Sabíamos que tínhamos que fazer a conexão em Lisboa e que teríamos que ficar apenas 2 horas no aeroporto para o outro voo. No entanto, a TAP alterou o voo Lisboa-Sevilha. Faltando uns 20 dias para nossa viagem eles nos avisaram. Nosso voo inicialmente marcado para 14:10 (Lisboa-Sevilha) passou para às 17:10. Bom sendo assim, nos programamos e resolvemos dar um passeio por Lisboa, afinal de contas a cidade vale a pena.

Nada de bagagens, pois já haviam sido despachadas direto para Sevilha.

Saímos e pegamos um Taxi para. Ele nos cobou 16,85 Euros do aeroporto até o Rossio, no centro (depois descobrimos que ele nos passou a mão). A cidade estava um pouco vazia. Almoçamos na Casa Chinesa, quase em frente ao elevador de Santa Justa. Para o almoço pagamos 33,20 Euros para quatro pessoas. Claro que comemos bacalhau:

 

DSC07920.JPG

 

Estava muito bom.

 

Fomos no elevador de Santa Justa. Cobra 5,00 euros para o bilhete que lhe dá direito a subir e descer. Para quem comprar o Lisboa card ele permitirá utilizar o serviço com a apresentação do cartão.

 

DSC07922.JPG

 

A vista é muito boa, você consegue observar boa parte da cidade de Lisboa:

 

DSC07924.JPG

 

Vista do Rio Tejo:

 

DSC07926.JPG

 

Praça do Rossio, com o Teatro Nacional Dona Maria II ao fundo:

 

DSC07929.JPG

 

Lá de cima seguimos e encontramos as ruinas do convento do Carmo, na parte alta da cidade.

 

DSC07930.JPG

 

A Igreja e o convento sofreram muito com o terremoto de 1755. Hoje lá funciona o Museu Arqueológico do Carmo.

 

DSC07935.JPG

 

Nós não entramos. Andamos um pouco mais ali pelas redondezas. O dia estava muito belo, com sol e o céu azul. Deu até vontade de ficar ali mesmo:

 

DSC07937.JPG

 

 

Voltamos em direção ao elevador de Santa Justa:

 

DSC07938.JPG

 

Descemos o elevador e na praça do Rossio pegamos um taxi para o aeroporto. Vejam só a diferença. Pagamos 10,00 euros, na verdade deu 9,80 euros, os 0,20 ficaram como gorjeta. É bom a gente ficar esperto com taxistas pois todos, com raras excessões querem explorar os turistas.

 

Bom, voltamos a sala de embarque e o cansaço da viagem começou a chegar. Na hora certa chamaram para o nosso embarque para Sevilha.

Quando comprei a passagem sabia que íamos voar em uma aeronave da Portugália, subsidiária da TAP. Mais tarde descobri que o avião que faz este trajeto é uma aeronave de pequeno porte (se é que se pode falar assim). Eu como sou muito curioso, pesquisei na internet e descobri fotos do avião. Já fiquei impressionado, pois decobri que o avião só cabia 19 passageiros. Mas nada se compara quando a gente vê o avião, ao vivo. Ai para quem tem medo de voar, como eu, o bicho pega. vejam só o avião:

 

DSC07939.JPG

 

É o "Esquilo", da Portugália. Confesso que só entrei no avião porque já tinha pago as passagens e também não havia outra forma. Ainda bem que o dia estava muito limpo, céu de brigadeiro mesmo. Nada de nuvens. Até então o menor avião que já tinha voado era um ATR-42, que já me deixou impressionado e com medo. Mas este foi pior. No aviào cabem 19 pessoas. 1 pessoa de cada lado e o corredor no meio. Não há separação fisica da cabine com os passageiros. A gente já recebe quando entra no avião um kit, uma caixinha, onde vem a sua refeição (eu nem quis comer), água e 2 tampões de ouvido.

 

DSC00403.JPG

 

Devia vir também o Calmante! O barulho das hélices é horrível e você tem que por mesmo os tampões.

 

Graças a Deus o voo foi de apenas 1 hora (quase a eternidade), mas confesso que não houve nada de turbulências.

Chegamos em Sevilha na hora marcada. Já eram 19:10h, já que na Espanha há diferença de fuso horário em relação a Portugal.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

27/03 - SEVILHA

 

Bom gente. Voltando ao relato. Chegamos em Sevilha por volta de 19:10h. Fomos pegar nossas bagagens e após procurar de um lado para o outro conseguimos achar a esteira correta. E olha que o aeroporto não é lá muito grande. Normal para os nossos padrões.

 

Beleza. Bagagens chegaram sãs e salvas, todas. Neste ponto nós já tinhamos encontrado uma brasileira que da mesma forma que nós veio no voo da TAP de BH e junto conosco no "voo" para Sevilha. A bagagem da moça não veio. Ela ficou lá sozinha tentando entender o que tinha acontecido com a bagagem dela. Vou abrir um parêntese e explicar. No outro dia nós a encontramos por coincidência na rua em Sevilha e ela nos contou: Em BH não fizeram o check in dela para o voo de Lisboa-Sevilha. Havia uma divergência no nome dela e a atendente da TAP em BH não quis fazer o check in completo. Conclusão: quando ela chegou em Lisboa teve que retirar as bagagens e fazer novo check in, agora já para Sevilha. Só que não a explicaram que o avião, como é muito pequeno, tinha limitação de bagagem e que já devia estar esgotado este limite. É claro, mal cabia a gente. As bagagens dela, não couberam no avião e ficaram para serem despachadas no próximo voo que só ocorreu no dia seguinte. Pode isto. A moça ficou sem suas malas porque elas não couberam no avião. A sorte dela é que ela estava indo para uma casa de amiga.

 

Bom voltando ao nosso relato. Saímos com as malas e logo passamos na oficina de Turismo. Pegamos um mapa da cidade e o atendente nos disse que um taxi do aeroporto ao centro da cidade tinha preço fixo de 22,00 Euros, isto já incluindo o preço pelas malas. Saímos e tomamos o taxi. O aeroporto de Sevilha é um pouco fora da cidade. O motorista foi correndo pelas avenidas. Ele parecia um louco, cortando carros e andando em alta velocidade. Dá para imaginar a tensão, depois de um voo no pequeno avião agora um taxista louco. Observei que no carro não tinha taxímetro. Quando enfim chegamos a nosso Hotel, descemos as malas ele disse que a corrida seria 29,70 euros. Bom, não foi isto que tínhamos ouvido do atendente da Oficina de Turismo. Imediatamente minha cunhada foi dentro do hotel e logo voltou com a informação que o preço máximo poderia chegar a 25,00 euros dependendo do horário. O motorista esbravejava e mostrava uma tabela com um monte de valores que não dava para entender a que se referia. Por fim, nós dissemos que só pagaríamos os 25,00 euros, que já estava demais pois tínhamos obtido a informação lá no aeroporto que o preço seria 22,00 euros . Nervoso ele disse que na Espanha não se barganhava nada e que se soubesse que seria desta forma não teria "aceitado o nosso transporte". Minha esposa respondeu bravamente com ele: "Nem io !!". Acho que ela achou que estava na Itália. :lol: Tudo bem, ele pegou (rispidamente) os 25,00 euros e foi-se embora ::toma:: . Nós entramos no hotel.

 

Nós Ficamos no Hotel Petit Palace Canalejas. Sua localização é muito boa. Nós pagamos 230,00 euros por 3 noites. Ficamos no quarto 402, que tinha vista para a frente do hotel.

 

DSC07943.JPG

 

O quarto que ficamos era grande e espaçoso. As janelas tinham vedação anti-ruidos. Todos os quartos tinha um notebook já com acesso a internet. Nós escolhemos o Double Room, que é um pouco mais caro do que o Economy Room.

 

DSC07941.JPG

 

DSC07940.JPG

 

O banheiro também era grande e com ótima ducha.

 

DSC07942.JPG

 

Porém a noite, já quase de manhã, começa uma barulhada no corredor. Acho que eram os funcionários buscando roupas para arrumar os quartos, já que o depósito ou a lavanderia era neste andar. Sei não, só que este barulho incomodava muito. Tirando isto o hotel tem um excelente café da manhã, com muita variedade de pães e também frutas e sucos. Disto nós gostamos. a princípio quando reservamos o hotel, não incluímos o café da manhã, mas acabou que tomamos lá mesmo.

Após o nosso check in, subimos , só nos aguasalhamos melhor e logo saímos para comer algo. Já era mais de 20:00 horas.

 

Andamos um pouco por ali mesmo e achmos uma Pizzaria, como nome IL Gradiatore. Lá comemos pizzas e massas, tomamos uns refri.

 

DSC07946.JPG

 

A conta ficou em 30,00 euros para os 4. Saímos de lá já era mais de 21:30h. Já estava noite e o frio veio junto. Voltamos para o hotel, pois nem banho tínhamos tomado ainda e o dia fora exaustivo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Antes de continuar o relato, vou postar aqui minhas despesas de uma forma geral:

 

Meus gastos com esta viagem foram de R$ 14.527,81 ou 6.160,64 Euros. Isto para o casal. Praticamente quase a mesma coisa que gastei no ano passado. Levando em conta que no ano anterior eu viajei 22 dias, sendo que a despesa de 1 dia de hotel foi paga pela TAP, posso dizer que fiquei mais econômico neste ano ::lol4::.

 

Estou anexando a planilha que fiz, porém salva em PDF porque utilio o BrOffice e pode ser que a planilha não abra no Excel.

 

Já estou escrevendo sobre Sevilha e logo vou postar.

 

Obrigado Sandro e D&K por estarem acompanhando o relato.

 

Fernando

Viagem 2012 - Planilha de Gastos.pdf

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

28/03 - Sevilha:

 

Acordamos cedo. Apesar do barulho no corredor a noite, deu para dormir e descansar. Descemos para o café da manhã. Como não tínhamos reservado o café da manhã, acrescenta-se ao preço do hotel mais 16,00 euros por dia (para o casal) referente ao café da manhã. Como já disse o café era muito bom. Saimos e fomos cumprir nosso roteiro.

Fomos em direção a Catedral de Sevilha. No caminho passamos pela Plaza Nueva, bela praça:

 

DSC07950.JPG

 

Continuamos e já perto da Catedral a cidade já estava se preparando para as comemoraçõesa da Semana Santa. Pudemos notar que os Espanhóis levam muito a sério estas comemorações. Montam arquibancadas, todas com cadeiras para que as pessoas possam assitir os desfiles da semana Santa. Todos os lugares são pagos e muito caros. ::quilpish:: Passamos por ali e logo chegamos a Catedral de Sevilha, também conhecida como Santa Maria. É uma belíssima catedral. É uma das maiores do mundo e pelo que li a maior da Espanha. ::otemo::

 

DSC07956.JPG

 

DSC07965.JPG

 

Entramos e vimos quão grande é esta catedral. tem muitas capelas em suas laterais. Do outro ladoda Igreja está a torre de La Giralda, que nós vimos no dia seguinte.

 

Saímos da Igreja, passamos pelo Arquivo das Indias. Lá estão os documentos referentes as colônias espanholas, bem como documentos de Cristovão Colombo. Não entramos.

Fomos em direção ao Real Alcázar de Sevilha. É um conjunto de construções, de épocas diferentes com estilos artísticos diferentes, que têm principalmente influência artística Árabe. É cercado por muralhas centenárias.

 

DSC07971.JPG

 

Pode-se dizer que é uma harmônica união de arte, história e cultural. É também o palácio Real mais antigo da Europa, em uso atualmente. Pagamos 8,50 euros para entrar, por pessoa. Pegamos um mapa do local e fomos conhecendo os palácios.

 

DSC07978.JPG

 

DSC07982.JPG

 

Depois fomos aos jardins. Acredito que ficamos ao todo umas 3 horas andando por ali.

 

DSC07988.JPG

 

DSC07993.JPG

 

DSC07994.JPG

 

DSC08000.JPG

 

Lá dentro tem um cafeteria que você pode comprar água e até outras bebidas. Depois de muito andar resolvemos sair e procurar algo para comer. Já estávamos com fome. Saímos e fomos para a Av. San Fernando. Nesta avenida, tem muitos restaurantes com bons preços, pois é exatamente em frente a Universidade. Andamos por ali e encontramos um restaurante em que pudemos nos assentar. Restaurate MakeKosa. Assentamos ali mesmo na calçada, como a grande maioria do pessoal. O "menu del dia" coisa normal por lá, era Salada mista + pasta (macarrão), pizza ou paela + bebida + sobremesa (ou café). tudo por 9,00 euros por pessoa.

 

DSC08016.JPG

 

Após o merecido almoço e o descanso para as pernas, fomos novamente andar. Desta vez o nosso destino foi a Plaza de España.

A caminho descobrimos que no dia seguinte seria dia de greve geral na Espanha, ::ahhhh:: convocada já com antecedência, a paralização mobilizaria todas as entidades. ::putz::

 

DSC08023.JPG

 

Continuanos e fomos seguindo até a Plaza de España.

O local é muito bonito. a água que corre no lago artificial é super limpa. As pessoas podem alugar barcos e fazer um passeio por ali.

 

DSC08031.JPG

 

O dia estava maravilhoso. Não estava muito quente, apesar do sol.

 

DSC08040.JPG

 

DSC08045.JPG

 

Saindo da Plaza da España resolvemos ir na estação rodoviária para nos informar sobre o ônibus para Ronda. Nós tínhamos deixado para ir a Ronda no dia seguinte e como estava programadaa greve, resolvemos ir na estação de ônibus, saber se teria o serviço.

A Estação é pertinho de lá. Rapidinho chegamos:

 

DSC08055.JPG

 

Para nossa surpresa, eles já tinham estabelecido um "serviço mínimo" de ônibus para o dia da greve. ::otemo:: Vimos os horários e resolvemos comprar já os bilhetes. A empresa que faz o trajeto chama-se Los Amarillos. Eles tem site, mas é meio confuso. O bilhete ida-e-volta custou 22,00 euros por pessoa. Compramos para o horário das 10:00 horas, pois neste horário o ônibus vai direto, não era o famoso "pinga-pinga". Bom, feito isto, saímos de lá e fomos em direção a torre de oro.

 

DSC08060.JPG

 

Esta torre era usada para evitar as invasões, lá no século XII. Atualmente funciona como museu naval. Resolvemos não entrar. Em compensação fomos fazer um passeio de barco pelo rio Guadalquivir. O passeio custou 16,00 euros por pessoa, com 1 hora de duração:

 

DSC08063.JPG

 

DSC08064.JPG

 

O passeio até que é bem interessante. tem áudio explicando os pontos turísticos vistos dali. Passa-se sob muitas pontes:

 

DSC08077.JPG

 

Após o passeio voltamos a torre del oro e fomos caminhando pela margem do rio, até a Puente Cristo de la Expiración. Passamos em um supermercado ali perto e compramos água. Chegamos a antiga Estação de trem. Toda reformada a estação foi transformada em um pequeno Mercado (Shopping). Muito bonito. De lá fomos em direção ao hotel. Já estava escurecendo e era próximo das 21:00 horas. Passamos em um Burger King. Compramos Sanduiche e refri. Para nós dois, ficou em 11,94 euros. Saímos de lá e fomos em direção ao hotel. Já estávamos cansados e o dia tinha sido cansativo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Dia 29/03 - RONDA

 

Acordamos por volta das 08:00h. Era o dia de visitarmos Ronda. Também era o dia marcado para a Greve Geral na Espanha. Esperamos encontrar pelo menos tranquilidade em nossa jornada do dia. O dia amanhecia na cidade. O sol já anunciava um belo dia.

 

DSC08082.JPG

 

Tomamos nosso café da manhã e logo saímos para a Estação Rodoviária. Apesar do sol, fazia um pouco de frio, mais do que no dia anterior. Fomos a pé, em uma caminhada de aproximadamente uns 15 minutos. Havia um policiamento na rua, diferente dos dias anteriores e algumas pessoas distribuiam panfletos. Não vimos nada mais de anormal em nosso caminho até a Estação. Nossa viagem estava marcada para as 10:00h. Nosso ônibus já estava parado no terminal. Diferentemente dos trens europeus, que são bem confortáveis, pelo menos nos que andei nesta viagem e na anterior, os ônibus são bem apertados. Mal cabia minhas pernas. Também não tem banheiro. Tudo bem, a viagem seria de aproximadamnte 2 horas, nada que a gente não suporte.

 

DSC08090.JPG

 

Um detalhe interessante. Nós compramos a passagem de ida-e-volta. No entanto ele não marca o seu horário de volta. Também não tem lugar marcado. Segundo a atendente da empresa a gente deveria trocar o bilhete, pegando o definitivo da volta, no guichê na cidade de Ronda. Beleza !

A viagem foi tranquilha, belíssimas paisagens, estrada muito boa e bem sinalizada. Chegamos a cidade, faltava 10 minutos para o meio dia. Fomos ao guiche trocar a passagem para garantir a volta. Nada disso!!! Só se pode marcar a volta uns 15 minutos antes do horário do ônibus. Tudo bem. Vimos o horário da volta. Pegamos um mapa da cidade e saimos.

 

DSC08095.JPG

 

A cidade de Ronda fica em uma região muito alta, motivo pelo qual fazia bastante frio na cidade. Um vento gelado, apesar do Sol. Fomos em direção a praça de toros. Uns 8 minutos de caminhada. O ingresso para a praça de toros custava 6,00 euros por pessoa. A praça de toros da cidade de Ronda é uma das mais antigas da Espanha e uma das maiores também.

 

DSC08097.JPG

 

Lá dentro além da praça central, onde efetivamente ocorriam as touradas, tem um museu com fotos e objetos antigos, vestimentas dos toureros. Muito interessante.

 

DSC08101.JPG

 

DSC08105.JPG

 

De lá fomos ao Paseo de Blas Infante, bem ao lado. De lá tem-se uma bela vista das montanhas:

 

DSC08117.JPG

 

É um mirante, de lá se avista o outro lado da cidade, na verdade, a parte mais antiga da cidade que fica do outro lado do precipício conhecido como "el Tajo de Ronda". Na verdade a cidade é dividida por um precipício enorme.

 

DSC08119.JPG

 

DSC08121.JPG

 

DSC08122.JPG

 

Existem 3 pontes que fazem a ligação entre a parte antiga e a parte nova. A puente nova, é uma construção muito bela:

 

DSC08130.JPG

 

DSC08138.JPG

 

Acho que tem uns 50 metros de altura ou mais. Interessante é como eles construíram casas e até hotéis bem ao lado deste penhasco:

 

DSC08135.JPG

 

DSC08136.JPG

 

DSC08141.JPG

 

Atravessamos a ponte e descemos em direção a casa Del Rey Moro. De lá podemos avistar as pontes Da puerta de Filipe V e a puente Viejo. Subimos novamente e fomos a Iglesia de Santa Maria la Mayor. A igreja estava em reformas.

Voltamos a rua principal e fomos procurar algo para comer.

Achamos um restaurante, de nome Armiñan. Muito simpático o pessoal. Bom atendimento e boa prosa. Comemos Paella, espaguetii, salada e pães. bebemos cerveja, sucos. Para 4 pessoas ficou em 50,50 euros. Eu preferi uma Paella de vegetais.

 

DSC08160.JPG

 

Bom, depois do merecido almoço fomos caminhando em direção a Puerta de Almocábar.

 

DSC08173.JPG

 

Subimos na muralha, que não é muito alta, mas de lá se enxerga melhor a parte de "fora" da cidade (que está depois das muralhas). Comçamos a voltar seguindo um caminho de trilhas (terra) que vai margeando as muralhas até que alcançamos os antigos banhos árabes. Os banhos árabes paga-se para conhecer. Resolvemos não entrar.

 

DSC08187.JPG

 

Começamos a subir novamente em direção a ponte Nueva. Passamos pela ponte e fomos em direção a estação. Já estava ficando mais frio. Tomamos café e comemos umas tortas doce numa cafeteria bem ao lado da Rodoviária. Tudo, para 2 pessoas ficou em 16,70 euros. Voltamos para a estação rodoviária.

 

DSC08194.JPG

 

O próximo ônibus era 18:00h. Esperamos um pouco até ele chegar. Só após o ônibus chegar e que podemos trocar nosso bilhete de retorno comprado em Sevilha pelo bilhete definitivo.

 

DSC08195.JPG

 

O ônibus veio praticamente vazio. Estava nós 4, um casal jovem de chineses e mais umas duas pessoas. Bom, ao contrário da ida, a volta não foi tão tarnquilha. Tanto eu quanto minha esposa ficamos "enjoados" dentro do ônibus. É muita curva na estrada. Tivemos que até pedir ao motorista para que ligasse o ar-condicionado. Já chegando em Sevilha, a estrada mais reta, começamos a melhorar. Nada que um Sal de frutas não soluciona também.

 

Quando chegamos em Sevilha, já era 19:40h, descemos na estação e na saída vimos uns policiais. Perguntamos se estava tudo certo, tudo normal. Tranquilho !! Nada de anormal na cidade. Parece que a greve teve mesmo grande volume em Madri e Barcelona. Fomos em direçào ao bairro de Santa Cruz, ao lado do Real Alcazar.

 

DSC08200.JPG

 

É um bairro muito interessante com ruelas apertadas, que te levam a pequenas praças, onde se pode encontrar sempre bares e retaurantes.

 

DSC08205.JPG

 

De lá caminhamos até chegarmos a torre la Giralda, que fica atrás da catedral da cidade.

 

DSC08217.JPG

 

DSC08221.JPG

 

Já era quase 21:00 h quando fomos procurar o bar "la Carboneria", que segundo a gente se informou tem show Flamenco de graça. Depois de muito andar e perguntar as pessoas conseguimos encontrar o local. Segundo nossa informação eles abrem o bar as 21:00 h. Nós chegamos lá por volta de 21:15. Era perto, porém nós custamos a encontrar. Assim como nós havia umas pessoas esperando que o bar abrisse. Nada, o bar não abriu. Uma das pessoas que estava esperando era um rapaz de Madri, que já tinha morado em Porto Alegre. Conversamos com ele um pouco e no final todos resolvemos ir embora. Lembramos que por conta da Greve Geral, com certeza não ia abrir. Tivemos que pedir ajuda a duas moças para nos ajudar a achar a praça da torre la Giralda novamente. O meu mapa tinha letras muito pequenas e não estávamos enxergando, já que já tinha anoitecido ::lol4:: .

 

Bem Perto da praça, fomos no bar toro-toro. Lá comemos as Tapas e bebidas por 17,60 euros.

 

DSC08223.JPG

 

Voltamos para o hotel. o dia foi cansativo, porém muito bom.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...