Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Bolivia - Chile - Peru: 28 Dias - 9.000 Km - R$ 2.700,00 (De


Posts Recomendados

  • Membros

Olá pessoal,

 

este foi o primeiro roteiro que baixei e programei boa parte da viajem usando as suas informações, por isso muito obrigado pelo roteiro!!

 

Percebo que talvez encontrarei muitos de vocês pela trip, pois sairei de santa catarina no dia 25 de dez, planejando estar no dia 26 em sta. cruz, a diferença entre o roteiro da maioria de vocês é que vou fazer o caminha inverso, vou de Sta. Cruz para La Paz (passada rapida), depois para Copa, e daí cusco, o objetivo é chegar em cusco pelo dia 30 de dez dizem que o ano novo de cusco é um dos melhores, por isso o roteiro inverso !!

Em cusco reservei o Wild Rover (ouvi diversas histórias já ::otemo:: ), passar o ano novo e fazer a Salkantay em 02/01/13, após descer por huacuchina, Ica, Arequipa, aí voltar a La Paz e aproveitar a city :lol: , e claro que fazer o Downhill na estrada da morte ::ahhhh:: então seguir a uyuni fazer o passeio do salar e terminar em San Pedro do Atacama.

 

Como voltarei para o Brasil, não sei ainda, talvez volte a Sta. Cruz, ou venha pela Argentina, Paraguay, e Santa Catarina, mas isso vou deixar para decidir por la :wink:

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 295
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Annita não é nao, fui para Argentina e Uruguai, dá para se virar falando em portugues ou ingles, sem contar que da para entender aos poucos o que os latinos estão dizendo, muita gente vai sozinha, mas nao consegue ficar sozinha nunca rs... e muita gente que faz o mesmo roteiro, eu mesmo vou em abril de 2013 ficarei 30 dias e irei com minha namorada, é minha segunda viagem de mochilao e a primeira que ficarei por 30 dias.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Estou querendo fazer o seguinte:

 

Brasilia > Campo Grande

Campo Grande > Corumbá

Corumbá > Puerto Quijarro

Puerto Quijarro > Santa Cruz

Santa Cruz > La paz

La paz > Copacabana

Copacabana > Puno

Puno > Cuzco

Cuzco > Machu Pichu

Machu Pichu > Cuzco

Cuzco > Puerto Maldonado

Puerto Maldonado > Rio branco

Rio branco > Brasilia

 

Saindo dia 16/10 e voltando para Brasilia dia 30/10

 

O ruim é ir sozinho, mais se for esperar que uma pessoa esteja disponível nesse mesmo período nunca irá dar certo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Resposta Emantello.doc[/attachment]

 

 

 

 

Leo,

 

muuuito obrigada mais uma vez pela ajuda!! Com ctz as suas obeservações no meu roteiro vão me ajudar muito! eh tanta info que as vezes passam erros desapercebidos que nem os meus!!! Que nem o Samuel disse num post por aqui...eh muito bacana ver sua disponibilidade em nos ajudar! de vdde! eu tb to numa correria soh no trampo..e o tempo está voando!!! mas as coisas jah estão mais ou menos no jeito! agora eh soh esperar!!! obrigada de novo!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Eu já tinha visto algum post falando sobre essas alterações, porém ainda não li o tópico inteiro, só o teu projeto hehe.

Mas essa dica de orçar o maior preço será preciosa.

Entendeu porque fiz assim né Pereira?...é sempre melhor considerar o valor mais alto pra não ter surpresas ruins, nesse caso se seu poder de barganha for grande a surpresa vai ser positiva, assim como o saldo final dos gastos.

 

Se o guia já está assim... imagina o relato da trip... hehehe!

Estarei acompanhando!

Parabéns!

Obrigado Roger!

No relato vou tentar ser mais sintético, prometo! Rsrsrsrs

 

este foi o primeiro roteiro que baixei e programei boa parte da viajem usando as suas informações, por isso muito obrigado pelo roteiro!!

Percebo que talvez encontrarei muitos de vocês pela trip, pois sairei de santa catarina no dia 25 de dez, planejando estar no dia 26 em sta. cruz, a diferença entre o roteiro da maioria de vocês é que vou fazer o caminha inverso, vou de Sta. Cruz para La Paz (passada rapida), depois para Copa, e daí cusco, o objetivo é chegar em cusco pelo dia 30 de dez dizem que o ano novo de cusco é um dos melhores, por isso o roteiro inverso !!

Em cusco reservei o Wild Rover (ouvi diversas histórias já), passar o ano novo e fazer a Salkantay em 02/01/13, após descer por huacuchina, Ica, Arequipa, aí voltar a La Paz e aproveitar a city, e claro que fazer o Downhill na estrada da morte então seguir a uyuni fazer o passeio do salar e terminar em San Pedro do Atacama.

Como voltarei para o Brasil, não sei ainda, talvez volte a Sta. Cruz, ou venha pela Argentina, Paraguay, e Santa Catarina, mas isso vou deixar para decidir por la

Olá AGiachetta,

Eu quem agradeço, mas não se esqueça de devolver, em forma de relato ou dicas, as contribuições que o mochileiros.com lhe proporcionou, porque este é o grande objetivo do site: Troca de experiências e informações!

Por pouco a gente não vai se trombar na trip, saio dia 27/12. Por pouco também não acabei fazendo o roteiro inverso, justamente pelo mesmo motivo que você: Ano novo em Cuzco! Mas quando minha empresa se posicionou sobre minhas férias vi que com a grana que tenho não daria pra chegar lá a tempo, cogitei La Paz mas no fim desencanei!

Se vai passar por Arequipa e La paz fique no Wild Rover nas 3 cidades. No 2º você ganha um drink. No 3º, + um drink e uma camiseta parecida com a que vai ganhar no downhill com a frase “Wild Rover (Downhill) Survivor”.

Se você for voltar por Santa Cruz, faça o roteiro inverso do jeito que ta aqui, pq ir pra La Paz partindo de Arequipa pra depois voltar ao salar e SPA é andar e gastar mais sem necessidade.

 

Ei, estava querendo fazer essa tripe dia 21 de dezembro quando entro de férias... Mas não falo espanhol e iria sozinha. Muito arriscado?

Oi Annita,

O espanhol é muito parecido com o português. È claro que tem umas palavras que são muito diferentes, mas no contexto geral todo mundo consegue se virar muito bem com o “portunhol”, e a maior dificuldade é pq eles falam rápido, mas falando devagar é de boa. Se você estiver com dificuldades em entender diga: “Yo no entiendo, hablaste más despacio” (eu não entendi, fale mais devagar).

Quanto a ir sozinha eu acho que tem seus perigos sim, como qualquer viagem que se faz só, seja homem ou mulher, mas que não é nenhum bicho de 7 cabeças. Você tem mais informações sobre isso aqui mesmo no mochileiros, digite “mochilando sozinha” na busca que mais de 300 opções vão aparecer...mas como disse o Samuel, você pode até começar a trip sozinha, mas duvido que termine assim.!

 

Estou querendo fazer o seguinte:

Brasilia > Campo Grande......

.....Rio branco > Brasilia

Saindo dia 16/10 e voltando para Brasilia dia 30/10

O ruim é ir sozinho, mais se for esperar que uma pessoa esteja disponível nesse mesmo

Olá Diogos2101

Assim como falei pra Annita, nem encana com esse lance de viajar sozinho pq na prática você sempre vai estar acompanhado.

Seu roteiro ta legal, mas um pouco apertado. Considere que P.Quijarro>Sta Cruz, Sta Cruz>La Paz, e Cuzco>Rio Branco é um dia de viagem pra cada trecho, isso considerando que você vai parar em Copacabana e então serão 2 dias neste pedaço da viagem. Então fique esperto pra não perder nada por conta do tempo apertado.

 

Leo,

muuuito obrigada mais uma vez pela ajuda!! Com ctz as suas obeservações no meu roteiro vão me ajudar muito! eh tanta info que as vezes passam erros desapercebidos que nem os meus!!! Que nem o Samuel disse num post por aqui...eh muito bacana ver sua disponibilidade em nos ajudar! de vdde! eu tb to numa correria soh no trampo..e o tempo está voando!!! mas as coisas jah estão mais ou menos no jeito! agora eh soh esperar!!! obrigada de novo!

Opa....tâmo aqui pra isso.

O tempo parece realmente que ta correndo mais rápido agora...e o trampo parece que quer sugar todas as energias que tenho antes de me liberar pra férias. Ô vida.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Pessoal,

 

Meu trampo tá foda!

Não tá me sobrando tempo pra quase nada, principalmente no que diz respeito a atualização da apostila, que tem como principal objetivo a revisão dos valoresa em função da alta do dolar e a sintetização das informações em um documento muito mais sintético.

Quando fiz a apostila tinha o objetivo era que a galera que vai me acompanhar pudesse visualizar as opções e custos de cada lugar, bem como o tempo de deslocamento, as opções de hospedagem e transporte, para então, a partir desta decisão em consenso o roteiro fosse definido com base nas datas corretas, os passeios que queremos e onde ir.

Essa atualização vai tirar muita informação das opções disponiveis, vão sobrar apenas aquilo que decidimos em comum.

Mas umas informações importantes que dizem respeito ao planejamento da viagem não constavam na apostila anterior e não vão estar nesta atualização, então posto-as aqui para que tenham essa dicas em mente para qualquer viagem.

 

10 COISAS PARA SABER E FAZER ANTES DE VIAJAR

 

1 – Cuide do seu passaporte, dos documentos importantes e dos cartões de crédito/débito

 

Caso você perca seu passaporte, você terá que notificar a polícia do acontecimento e terá que ir ao consulado brasileiro mais, o mesmo vale para seus cartões do banco. Copie também os números de telefones que constam atrás do cartão para cancelar e receber um novo o mais rápido possível ou em caso de algum problema. Recomendo não só ter uma cópia impressa do passaporte e dos cartões, como também as imagens digitalizadas deles e dos principais documentos guardados em uma conta de email. Assim mesmo que você perca a cópia impressa ainda terá acesso as cópias a um internet café de distância.

 

2 – Saiba como agir em caso de emergências

 

Infelizmente coisas ruins acontecem com todo mundo e é bom estar preparado para estas horas também. Caso você seja assaltado ou perca documentos, é sempre bom ter os telefones da polícia local, da embaixada/consulado Brasileiro de cada cidade do país de destino, da sua família e qualquer outro telefone que você ache conveniente na carteira ou em algum bolso separado.

Contrate um seguro saúde no Brasil e tenha os telefones e locais de atendimento à mão. Leve sempre um kit básico de primeiros socorros com os remédios mais usados.

 

3 – Defina como irá levar o seu dinheiro

 

Todo viajante entrando ou saindo do Brasil, com recursos em espécie, cheques ou cheques de viagem, em moeda nacional ou estrangeira, em montante de até R$ 10.000,00, não precisa fazer nenhum tipo de declaração. No entanto, caso o valor seja superior a R$ 10.000,00, o viajante é obrigado a apresentar a Declaração Eletrônica de Porte de Valores (e-DPV).

As opções mais comuns para se transportar dinheiro para o exterior são descritas abaixo com seus prós e contras.

DINHEIRO VIVO

Geralmente levar todo seu dinheiro em papel moeda (papel moeda=dinheiro vivo) não é uma boa idéia. Além dos altos riscos de perder ou ter todo seu dinheiro roubado, diferentes fatores têm que serem levados em consideração para se tomar uma decisão mais consciente.

Prós:

• Caso seu cartão de crédito ou débito não funcionem, um pouco de dinheiro vivo pode salvar a pátria.

• Com dinheiro vivo no bolso você não precisa se preocupar em retirar dinheiro de caixas automáticos e em achar algum lugar que troque seus travel cheques.

Contras:

• Segurança. Caso você perca ou tenha uma grande quantidade do seu dinheiro roubado, grande chance a sua viagem vai se tornar uma grande dor de cabeça.

CARTÃO DE CRÉDITO INTERNACIONAL

Caso você tenha tido problemas com seu dinheiro, ter um cartão de crédito pode acabar salvando a pátria. Todavia, é preciso ter cuidado com a variação de câmbio ao utilizar o cartão de crédito. Cancelar o cartão imediatamente após ser roubado pode evitar aborrecimentos.

Prós:

• São aceitos na maioria dos estabelecimentos do mundo.

Contras:

• A desvalorização da moeda nacional, ou a valorização da moeda estrangeira pode render surpresas como uma conta no final do mês muito maior do que a esperada.

• Altas taxas para saques e o imposto (IOF) incide sobre o total do valor da operação.

CARTÃO DE DÉBITO TRADICIONAL

O cartão de débito tradicional debita o dinheiro direto da conta bancária do usuário em caso de compras e dá a opção de saques em dólar ou a moeda nacional do país que estiver.

Prós:

• A conveniência de usar o mesmo cartão de débito do Brasil da mesma forma no exterior.

• Cotação do câmbio feita na hora da retirada do dinheiro e não no fechamento da fatura como no cartão de crédito.

• Taxas fixas para saques e compras.

Contras:

• O funcionamento do cartão de débito do Brasil no exterior ainda não é perfeito e se você só depende dessa forma para ter dinheiro no exterior, você pode acabar em grandes apuros!

CARTÃO DE DÉBITO RECARREGÁVEL – VISA TRAVEL MONEY (VTM)

É importante ter uma segunda opção. O “Visa TravelMoney” funciona como um cartão de débito nacional, aceito na maioria dos caixas automáticos do mundo

Dicas: É importante ter a senha do cartão decorada, pois muitas vezes o VTM vai pedir a senha para continuar a transação! Se o cartão não funcionar como débito, peça para passar o cartão de novo, selecione crédito na segunda vez que deve funcionar sem problemas.

Prós:

• O funcionamento do cartão de débito do Brasil no exterior ainda não é perfeito e se você só depende dessa forma para ter dinheiro no exterior, você pode acabar em grandes apuros!

• Aceito em qualquer estabelecimentos ou caixa automático que trabalhe com Visa ou Visa Plus.

• A Conversão de moeda é feita na hora em que for usada.

• Pode ser recarregado sem custos quantas vezes for preciso mesmo quando você estiver no exterior!

Contras:

• Às vezes o cartão pode não funcionar.

• Existe uma taxa por transação e cada país tem a sua

COMO EU FAÇO

Antes de chegar ao país faço uma previsão de quanto vou gastar. Além do cartão de débito e crédito levo dois cartões do Visa TravelMoney. Retiro o dinheiro na chegada ao país de destino, o suficiente para uma semana e assim por diante (saque com cartão de débito sempre que possível). Deixo a maior parte do dinheiro e um dos cartões (com mais dinheiro) sempre junto ao corpo, em uma money belt (dolera) que se põem dentro da calça; o outro (com um pouco de dinheiro para emergências) fica guardado na mala. Na carteira carrego só um pouco de dinheiro e caso tenha que tirar dinheiro da dolera, vou ao banheiro para evitar que alguém veja que estou usando uma. Ter um pouco de dinheiro na carteira pode ajudar em caso de roubo, pois assim evita que o assaltante te reviste procurando dinheiro e encontre a dolera!

 

4 – Pesquise o que o país de destino exige para sua entrada

 

Em alguns países, basta mostrar o passaporte brasileiro e a entrada é garantida na hora, mas para outros países é necessário um visto de permanência ou possuir requerimentos de entrada (seguro de saúde, cartões de crédito e passagem de volta são alguns exemplos) na chegada ao país destino Importante. A pessoa ou empresa da qual você comprou a passagem para um país, não precisa confirmar e/ou providenciar o seu visto ou as condições de entrada no país destino. Isso significa que ter uma passagem na mão não garante a entrada no país destino! Lembre-se disso!

 

5 – Informe-se sobre desastres naturais, instabilidade política e clima.

 

Em alguns países existem épocas específicas do ano em que a probabilidade de serem atingidos por desastres naturais são bem maiores, isso não significa que você não deva viajar nessa época para esses destinos, mas se a data pode ser escolhida quem sabe viajar em outra data não é uma idéia melhor.

A instabilidade política também deve ser considerada, por isso ter um olho aberto para a política interna do país destino antes de viajar é algo interessante de se fazer. Você não quer ser surpreendido por uma revolta popular que lhe impeça de fazer o que quer ou até mesmo retornar ao Brasil.

O clima também pode acabar com sua viagem. Descubra quais temperaturas e condições climáticas você vai enfrentar e se certifique que tem além de roupas e equipamentos adequados, disposição para encarar o que vier.

 

6 – Faça um roteiro

 

Muitas vezes festivais e eventos acontecem numa data especifica e a próxima vez que acontecerão será daqui um ano, assim se você não estiver no lugar certo, na hora certa, um momento inesquecível pode ser perdido para sempre! Imagine um europeu que irá viajar para a América do Sul em fevereiro e esse viajante não saiba a data do carnaval brasileiro, ele pode ter o azar de estar num lugar sem graça na Argentina quando ele poderia estar vivendo um momento incrível no Rio de Janeiro. Meu ponto é: “Descubra primeiro tudo que você queria fazer no país/países que irá visitar e então faça um roteiro com datas e lugares.” Claro que mudanças de planos podem acontecer a qualquer hora, mas dai terá sido uma opção sua, e não uma opção da desinformação.

 

7 – Mais Eletrônicos = Menos Tranqüilidade

 

Hoje em dia as pessoas têm mp3, celular, laptop, uma ou duas câmeras digitais e muitos outros eletrônicos que com eles vem cabos e carregadores que tomam ainda mais espaço dentro da mala além de seu tempo. Leve somente o que é extremamente necessário. Quer levar um mp3 para escutar música durante a viagem? Ótimo, mas não é melhor um mp3 velho e pequeno, do que ficar preocupado em perder o iphone recém comprado.

 

8 – Planeje suas memórias

 

Certas coisas infelizmente não podem ser desfeitas. Se você não tirou a foto mais bonita da viagem por não ter mais espaço no cartão de memória, assim será para sempre e não tem mais como voltar atrás.

Leve pen-drives e assim que o cartão de memória da máquina estiver cheio, transfira as fotos/vídeos para eles. Compre um ou mais cartões de memória com bastante espaço de armazenamento (entre 2gb e 8gb) e descarregue-os sempre que tiver oportunidade. Se mesmo assim faltar espaço você pode copiar as fotos/vídeos para um CD/DVD. Em alguns passeios as agências oferecem fotos ou vídeos feitos por eles, compre-os! Você pode até achar o preço um absurdo e que está sendo roubado, mas em que outra oportunidade você terá aquelas imagens? No futuro, pode até ser que você pague o triplo por elas, mas se não comprou naquele momento elas estarão perdidas pra sempre. Boas memórias valem mais que dinheiro!

 

9 – Informe-se!

 

Parece uma coisa óbvia, mas não é todo mundo que faz. Uma pedra perdida no meio do mato vai ser muito mais interessante, se você souber que aquela foi a pedra que Einstein sentava quando desenvolveu a teoria da relatividade. Uma rua deixaria de ser uma simples rua, se você soubesse que essa foi a rua aonde John F. Kennedy foi assassinado. Ou seja, informação pode fazer a viagem ainda mais interessante!

Informe-se não só sobre a história ou curiosidades dos destinos, mas também sobre pontos chaves como aonde dormir, comida (quanto custa e características da comida local), o que fazer, quando ir, locomoção, segurança etc. Se você tem alguma idéia da onde tem mais opções de hotéis ou albergues, menos tempo você vai perder procurando um lugar para se hospedar. Quanto mais você ler antes de viajar, mais você irá aproveitar a viagem!

 

10 – Respeito

 

Respeito é fundamental! Respeito à cultura, as tradições, ao novo e ao diferente. Nunca se esqueça de que se deve respeitar para ser respeitado. Também nunca se esqueça que é você o “estranho” aos olhos da população local. Em certos países o brasileiro tem fama ruim por causa de alguns que esqueceram o respeito em casa ou que nunca tiveram desde o princípio. Respeito não é algo que você precisa “fazer” antes de viajar, mas sim algo que você NUNCA pode esquecer em casa quando for viajar.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Leo,

 

Já cheguei da viagem mais estou sem tempo de escrever o relato (voltei ao banco da faculdade, estou fazendo o curso de história e devido a greve e ao retorno somente agora, está corrido a carga horária), então as informações pontuais que vc necessitar no seu planemento, pode perguntar, para eu na medida do possível poder sanar sua dúvidas.

 

Peru e Bolívia continuam um "show de bola" sempre com alguns perrengues, que fazem parte da trip.

 

Maria Emília

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Oi Maria Emilia,

 

Vi em outro tópico que vc prometeu seu relato até o fim do ano, não esqueça que eu, Allectus e mais uma galera de gente esperamos ansiosos por ele, com a sua "cara", cheio de detalhes e informações super relevantes.

O importante mesmo é que vc se divertiu e chegou sã e salva em casa. É o mesmo que esperamos pra nós!

Também vi que vc deu maiores detalhes sobre o trajeto até AC, passando pela Hidrelétrica no tópico de Cusco e Valle Sagrado que copio agora:

O percurso descrito por você é super tranquilo, acabei de chegar de lá e o que posso dizer é:

 

1) Não utilizei as vans do Terminal Santiago (Cuzco x Santa Maria), mais elas continuam saindo normalmente. Nesse percurso, quando chega em SM tem que embarcar em outro transporte até Santa Teresa e desta outro até a Hidro.

 

2) Na Hidro quem comanda o transporte (principlamente as vans) é um peruano que atende pelo nome de Fred.

 

3) Na entorno da plaza de Armas, várias agências vendem ida-volta das vans no percurso Cuzco X Hidro, por valores entre 60 e 90 soles (somente transporte ida-volta).

 

4) O horário dos trens saindo da Hidro que podem ser utilizado por estrangeiros são: às 15:00 e 16:30 (quando chegamos lá às 16 horas a boleteria ainda estava aberta, ao contrário de antigamente que fechava por volta das 15 horas), o valor da passagem é 12 doláres. A saída de Aguas Calientes para a Hidro é às 12:35 e às 13:30

 

5) Agora em setembro/2012 comprei um pacote na plaza de Armas, Portal de Paines (esqueci o nome da agência) que incluia : van no percurso Cuzco x Hidro X Cuzco, trem de volta entre Aguas Calientes x Hidro, 2 pernoites em Aguas Calientes (hostel Coquequirao), ingresso em MP e guia, 1 almoço e 1 jantar no 1º dia e 1 café da manhã no 2º dia (o percurso de 10 km entre a Hidro e Aguas Calientes, fiz na trilha) o valor foi 100 doláres (para mim esse valor foi bom na relação custo x benefício)

 

Necessitando de maiores informações, dê um alô.

 

Maria Emília

 

Tb tô super sem tempo e lhe peço desculpas por não ter respondido antes, mas seguem as primeiras dúvidas abaixo.Muito obrigado pela sua prestatividade.

 

1º Quanto sairia este pacote + trem ida e volta da hidrelétrica até AC, sem MP? A ecônomia total gira em torno de U$ 70,00 (em relação à ir de Ollanta > AC [trem PeruRail] e voltar por lá), mas perde-se praticamente 1 dia pra ir e outro pra voltar. Esta rota parece estar muito mais simples do que haviamos conversando antes, onde tinha que se fazer várias baldeações, mas além do custo, pq acha mais interessante esta alternativa? (pq to achando que os 2 dias que se perde valem mais que os U$ 70,00)

 

2º Em Cusco tô pensando em ficar no Piriwana, vc comentou sobre o "Pirwa del Corregidor" na calle suécia, mas ficou no Tambo de Monteiro. Entre os 3 qual acha melhor p/ quarto privado, independente do baño?

 

3ºMollendo estava na sua programação ou foi algo que descobriu por lá? o que tem de interessante além do mar?

 

4º Vc fez o trekking independente no Canyon del Coca seguindo as instruções do Sandro não foi? Dá mais detalhes?

Pelo que entendi vc pegou o bus da Andalucia até Cabanaconde (horário?) e dormiu por lá, acordou cedo e foi ao mirador del condor(?) e de lá pra San Galle? são pro mesmo lado? e de San Galle à Arequipa como vc foi? è fácil se perder no trekking?...bom são muitas dúvidas, mas pra que vc entenda: nosso grupo quer fazer o passeio pelo canyon, porém apenas eu e minha namorada queremos fazer trekking. Ao que parece, dormir em Cabanaconte para ir ao mirador é mais vantagem, pois podemos acordar um pouco mais tarde e as hospedagem parecem ser + baratas (tô falando besteira?), inclusive foi a opção de Cabanaconte que coloquei em meu roteiro. Meu grupo também quer curtir as piscinas de La Calera então fiquei pensando se dava pra conciliar parte do grupo em Chivay e La Calera enquanto eu e minha namorada fazemos o trekking até San Galle (dizem que lá também existem piscinas termais, verdade?) e então nos reuniriamos todoos para voltarmos até Arequipa. Será que expliquei bem? obs: que pousada supimpa essa tal de "La Casa de Santiago" heim?!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...