Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

EUROPA (53 DIAS) - AMS, PAR, LON, BAR, ROM, VEN, LIU, ZAG, BUD, VIE, BRA, PRA, BER, HAM


Posts Recomendados

  • 2 semanas depois...

  • Respostas 24
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • 3 semanas depois...
  • Colaboradores

LONDRES - Mais Informações: Com Mochila - Londres

 

A princípio Londres não estava nos meus planos, mas quando estava em Paris e descobri como era rápido chegar lá pela Eurostar, o coração disparou e eu resolvi ir... hehehe. Definitivamente não foi uma decisão acertada, principalmente pelo fato de eu não ter ido a Versalhes que era um dos lugares que eu mais gostaria de ir hoje em dia (adoro a história de vida de Maria Antonieta), mas também não é algo que eu me arrependa. A única dica aqui é essa: não seja fominha, não queira agarrar o mundo de uma vez só porque não vai dar certo. Minhas passagens foram bem caras, pois eu comprei no dia anterior e acabou que por conta da pressa, não gostei tanto assim de Londres. Eu até achei uma cidade legal, mas na época não me impressionou. Ainda bem que eu sou muito teimoso e da última vez fui a Europa, Londres não estava nos meus planos de novo (na verdade era ir pra Escandinávia toda e Rússia), mas acabei mudando toda a minha viagem ainda enquanto estava lá (eu fui estudar, então tive tempo de planejar – acabei fazendo Luxemburgo, Bélgica, todo o Reino Unido e Irlanda) e hoje posso dizer: Londres é incrível. Com tempo, calma e tranqüilidade pra ver tudo, a cidade acabou se tornando uma das que eu mais gostei até hoje.

Em 2009 a Europa estava enfrentando as menores temperaturas e as maiores nevascas de sei lá quanto tempo, mas por algum motivo eu quase não vi neve, ela SEMPRE estava em todos os lugares, menos onde eu estava. A única exceção foi Londres, lá nevou demais, o dia inteiro, mas foi bom até.

 

DIA 06 JAN:

 

[picturethis=http://commochila.files.wordpress.com/2012/08/eurostar.jpg 450 300 No trem]Acordei bem cedo e peguei o primeiro trem da Eurostar pra Londres. A imigração foi MUITO chata, fizeram milhares de perguntas e em alguns momentos eu até achei que talvez eles não me deixassem ir, mas foi tranqüilo.[/picturethis]

 

[picturethis2=http://commochila.files.wordpress.com/2012/08/parlamento.jpg 450 300 Parlamento]Cheguei a Londres pela estação de St. Pancras e por conta da falta de tempo, peguei um dos tradicionais Black Cabs e fui direto para Westminster. Na pressa toda que eu estava, acabei esquecendo de tirar dinheiro e quando fui pagar o taxista eu disse “desculpa, mas você aceita Euro?”. O cara ficou vermelho como um camarão e começou a falar “ISSO AQUI É LONDRES!AQUI NÃO SE USA EURO!”. Fomos procurar um banco pra tirar dinheiro, mas durante todo o tempo eu estava me segurando pra não rir do taxista que estava muito vermelho e bufando. Achei o taxi bem desconfortável pra algo tão famoso... hehehe... pelo menos sempre cabe as malas (mas isso só aprendi da segunda vez).

Em Wesminster fui direto ao Parlamento. Fiquei um bom tempo por lá só olhando pra ele de todos os lados possíveis e pro Big Ben. Segui para a Abadia de Westminster. Não estava sendo permitida a visita no interior da Abadia por algum motivo, então acabei ficando sem ver como era por dentro.

OBSERVAÇÃO: Essa foto foi quando eu voltei de noite, depois vou colocar uma foto de dia pra não confundir.[/picturethis2]

 

[picturethis=http://commochila.files.wordpress.com/2012/08/london-eye-2.jpg 300 450 London Eye]De lá fui ao London Eye. Por algum incrível motivo não tinha fila, estava vazio. A volta dura 30 minutos e dizem que a vista te permite ver uma grande parte de Londres, mas eu mal conseguia ver a outra margem do Tâmisa por conta da neve.. hehehe. Ainda assim eu achei que valeu a pena. Depois quase fui à exposição de Dalí que estava acontecendo na frente, mas resolvi deixar pra lá por conta do tempo e porque iria no Museu do Dalí na Espanha.[/picturethis]

 

[picturethis2=http://commochila.files.wordpress.com/2012/08/millenium-bridge-ponte-do-milc3aanio-1.jpg 450 300 Ponte do Milênio]Acabei resolvendo ir pra Tower Bridge, olhei meu mapa e “vi” que não era tão longe. O problema é que não PARECIA longe, mas era. Andei até não ter mais pernas e o pior, quanto mais andava, mais nevava. Passei pelo Tate Modern e meus olhos brilharam, mas como eu não estava sozinho e a gente já tinha um roteiro mais ou menos definido, acabei não entrando. Andei pela ponte do milênio e o vento quebrou meu guarda-chuva, o que me fez ficar ensopado durante o resto do dia... hahaha.[/picturethis2]

 

[picturethis=http://commochila.files.wordpress.com/2012/08/tower-bridge-1.jpg 450 300 Tower Bridge]Continuei seguindo o percurso do rio e cada vez caía mais neve até começar uma nevasca tensa e adivinhe quando começou? No momento que eu cheguei a Tower Bridge. Resultado: eu estava completamente encharcado, não conseguia ver a ponte direito por conta da neve e a minha câmera estava molhando. Eu só não perdi meu humor nessa hora porque sempre pensava “por pior que esteja, eu estou exatamente onde queria estar”.

OBS: A foto é da segunda vez que estive em Londres. As fotos da Tower Bridge nesse dia não foram colocadas no blog porque não dá pra ver nada: eu estava pingando, milhares de flocos de neve na minha cara e a ponte é só uma sutil sombra no fundo branco... hehehe.[/picturethis]

 

[picturethis2=http://commochila.files.wordpress.com/2012/08/museu-de-histc3b3ria-natural-londres-4-dinossauro.jpg 450 300 Museu de História Natural]De lá pegamos um taxi e fomos ao Museu de História Natural. O museu é, por falta de palavras mais apropriadas, incrível. Eu me senti uma criança e a entrada é grátis. Gostei tanto do lugar que fiquei lá muitas horas (e eu ainda queria ir ao Victoria and Albert Museum que fica bem ao lado). O museu possui diversas ossadas de dinossauros e outros seres pré-históricos como tatu gigante e preguiça gigante. Também possui muitos seres marinhos que vivem nas fossas abissais e animais já extintos e empalhados, como o Dodô. Ah! Existe também uma gigantesca galeria de pedras.[/picturethis2]

 

[picturethis=http://commochila.files.wordpress.com/2012/08/big-ben.jpg 450 300 Big Ben]Como não dava tempo pra entrar em mais lugares, pois era inverno e as coisas fecham mais cedo, voltamos a Westminster. Lá fiquei só passeando e fotografando os prédios iluminados de noite.[/picturethis]

 

[picturethis2=http://commochila.files.wordpress.com/2012/08/cabine-telefc3b4nica-londres.jpg 300 450 Cabine Londrina]Aproveitei e liguei pra minha mãe de uma das tradicionais cabines londrinas... hehehe. Depois voltei pra estação, peguei meu trem e voltei pra França. É claro que depois desse perrengue todo, as coisas não poderiam ser tão fáceis. O trem quebrou e ficamos parados dentro do Eurotúnel por 3 horas. Pra compensar eles me deram outra passagem Paris – Londres (que foi recebida com muita felicidade por meus amigos que viajara dps de mim... hehehe) e como eram 2AM, também nos deram um vaucher para pegar um taxi até o hotel.[/picturethis2]

 

--

No final das contas eu sei que não valeu a pena ter feito isso. A única vantagem que eu vejo é a de ter histórias pra contar. Quando viajo sempre faço um planejamento do que quer ver, fazer, etc, mas também sempre deixo espaço pro inesperado e por isso eu não me arrependi.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...