Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Porto Alegre - Foz do Iguaçú pela Argentina


Posts Recomendados

  • Membros

Primeiro passo: Faça uma boa pesquisa sobre tudo que envolva o roteiro. Estradas, roteiros, hotéis, documentos e etc.

 

Saímos de Porto Alegre quinta feira 21h, a idéia era dormir em um hotel bem no norte do RS para no dia seguinte seguir viagem.

 

Viagem tranquila, pedágios em Fazenda Vila Nova, antes de Soledade e depois de Carazinho, R$ 6,70 cada um. Em Marques de Souza há um pedágio que custa R$ 13,00, para esse eu fiz um desvio, entra-se na cidade de Marques de Souza, entra entrada para Travesseiro, ao cruzar a ponte entra na estrada de chão a esquerda e só segue o caminho princípal, chegará a uma ponte e ai logo após dobre a esquerda e siga. Rapidinho está na BR novamente. O desvio custa 3km e a estrada está boa, da pra manter uns 60km/h numa boa. Acho que vale a pena. Dormimos em Sarandi/RS. Cidade pequena com poucas opções, ficamos no hotel Solaris (54-3361.4669), diária a R$ 80,00. Hotel simples porém bem bacana. Café da manhã ótimo

 

Depois do café partimos rumo a Santa Catarina. Estrada ótima até Sanrandi e boa de Sarandi até Seberi. De Seberi até Frederico Westphalen a estrada está ruim, asfalto bastante deformado e alguns buracos. Saíndo do perímetro urbano de Frederico até Iraí, última cidade no RS estrada boa, viagem tranquila. Na divisa com SC normalmente você é parado e o carro é vistoriado, o objetivo é evitar mercadorias sem nota fiscal e

coisas burocráticas do gênero, paramos e seguimos viagem até São Miguel do Oeste. Estrada boa, viagem tranquila. De São Miguel fomos até a divisa com o Paraná, em Dionísio Cerqueira/Barracão. Chegando lá fui até a cidade argentina de Bernardo de Irigoyen. Inicialmente a ideia não era fazer o caminho pela Argentina, porém chegando na cidade mudamos de idéia.

 

Passamos na aduana argentina, tem que apresentar identidade, carteira de motorista, carta verde e autorização por escrito, registrado em cartório do dono do carro autorizando você a sair do país (caso o dono não seja você é claro). Não tinha a carta verde nem os itens obrigatórios para andar nas estradas de lá (triângulo extra, kit primeiros socorros e cambão). Fui num posto de gasolina indicado pela atendente da aduana e fiz a carta e comprei os demais itens. A carta saiu por R$ 20,00 e os itens obrigatórios por R$ 40,00. Em Porto Alegre me cobraram R$ 60,00 só pela carta, então a dica é COMPRE ESSAS COISAS NA ARGENTINA. É mais barato. Nesse mesmo posto abasteci, gasolina é R$ 2,29. Não chega a ser mega barato, mas é uma diferença razoável.

 

Depois de entrar no país vizinho o roteiro foi o seguinte: Ruta Provincial 101, um trecho longo com bom asfalto até a cidade de Andresito. Ai que vem a parte roots do roteiro. Chegando no trevo de acesso a essa cidade tem dois caminhos, um pela cidade de Wanda, com asfalto que aumenta o percurso em uns 40km ou então o roteiro por uma estrada de chão que em apenas 45km você já está na entrada de Puerto Iguazú.

 

Bom, fui pela estrada de terra. Tinha chovido uns dias antes então não estava com muita poeira. Nada de carros estrada com trechos em boas condições e trechos não tão bons. A menos que você tenha uma Frontier não recomendo. Mas admito que foi bem divertido andar no meio do completo nada. Após sair dessa estrada é só andar 13km e já está bem no centro de puerto iguazú. O caminho pela Argentina economiza mais ou menos uns 150km, e ainda com gasolina mais barata. Vale muito a pena. Chegando na cidade fomos direto na Avenida Brasil comer alguma coisa, como era tarde (15h) já haviam acabado as parrillas, sobrando somente as porciones de queijo, salame, presunto e azeitonas, comemos e seguimos para o Duty

 

Free, afinal iríamos no Paraguai dias depois então verficar os preços seria uma boa. Duty Free lotado, preços mais caros que no Paraguai. Loja muito bonita e com algumas promoções razoáveis. Particularmente eu prefiro ciudad del este. As lojas como Nave Shop, Monalisa, Macedônia tem os mesmos produtos com preços bem mais em conta, porém ir até o Paraguai é programa pra quem tem sangue no olho.

 

Depois da pesquisa de preços no Duty Free fomos para o hostel. Supernova hostel, Av. Santos Dumont, 350. Fica num ponto central da cidade, numa áera com muitos bares por perto, tem um supermercado também. Localização nota 10. Dentro do hostel: quarto privativo razoável, não mais que isso. Áreas comuns boas, televisão com uns sofás, rede, churrasqueira, sinuca, piscina, cozinha... Café da manhã fraquíssimo. Margarina, uma geléia, pão, café e leite. Só!

 

Dormimos um pouco para recuperar a energia após a viagem, a noite fomos para Puerto Iguazú. Passagem tranquila na Aduana, ficamos um pouco por lá e retornamos. Dia seguinte, sábado, pretendíamos ir a Ciudad del Este fazer umas compras porém estava chovendo muito e

abortamos a saída de manhã cedo. Acabamos indo mais perto do meio dia, e fizemos a pior coisa possível, atravessamos com nosso carro. Não faça isso. A menos que pretenda trocar pneus e rodas por lá por exemplo. Pagamos R$ 15,00 pra estacionar no Paraguai, o transito lá é infernal. Voltamos tranquilos, não fomos parados na aduana.

 

De volta ao hotel fomos a um bar chamado Universidade da Cerveja, (Santos Dumont, 1003. Fone 45 3027-0500) ambiente super agradável, a carta de cervejas não é lá tãaao grande quanto o nome supõe, mas é bem bom, vários drinks convidativos no cardápio e uma lista de refeições e petiscos bem atraente. Domingão de descanso e de ficar no hotel fazendo TCC, afinal o tempo não para. As 16h pausa para assistir o Gre-Nal. Fomos a uma pizzaria (esqueci o nome) bem em frente ao badalado Capitão Bar. Estava bem mais vazia, bom pra ficar mais próximo a TV e uma promo de Budweiser, pague uma leve duas. :) Lugar muito bom, recomendado!

 

Segunda dividimos o roteiro entre Puerto Iguazu e Ciudade del Este para mais umas compras, novamente a velha dica para o Paraguai, pesquise bastante pra não se arrepender, os preços podem variar bastante de um lugar para outro. Em Puerto Iguazu a tábua de frios com um espumantes brut's e moscatéis por menos de R$ 20,00 são uma ótima pedida.

 

Terça feira, dia de retornar. Saímos do hostel as 8h, fomos pela Argentina. Fomos coagidos na fronteira pelo cara do controle, o cidadão "sugeriu" que tivessemos alguns pesos para entrar no país e, veja só, ele tinha pesos para vender. Para evitar possíveis complicações trocamos reais por pesos, o carro foi rapidamente revistado pelo fiscal da aduana e fomos liberados para seguir. De carro, pela Argentina, passamos por um pedágio, 3 pesos e fomos até a cidade de Alba Posse, onde atravessamos de balsa para o Brasil, entrando na cidade de Porto Mauá. A balsa funciona das 8 as 12h e das 15 as 18h nos domingos, para um carro com duas pessoas custa R$ 45,00.

 

Já no Rio Grande do Sul viagem tranquila, com estradas bem piores que na Argentina e pedágios bem mais caros.

 

Qualquer dúvida é só acionar aqui ou no email: [email protected]

  • Gostei! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 2 meses depois...
  • 3 meses depois...
  • Membros

Oi GERAL

 

Legal estas dicas, pois no proximo dia 15 dezembro sairemos eu, Esposa, 2 filhos de Blumenau ate Dionisio Cerqueira, sao cerca de 680 km e talvez tenhamos que dormir nesta cidade. No dia seguinte, seguir pela Ruta 101 ate Iguazu. Anotei os equipamentos obrigatorios para o carro, mas tenho duvida quanto a distancia entre

Dionisio e Iguazu pela 101 e se tudo pavimentado e em boas condicoes? Apos 3 dias em Iguazu, pretendemos descer de carro pela Ruta 12 ate Posadas, e depois tomar outra Ruta de Posadas ate Paso de Los libres - fazer a viagem num dia inteiro, dormindo em Ciudad del Leste ou Uruguaiana. No dia seguinte, seguir ate Rivera e ficar 1 ou 2 dias, seguindo depois para Gramado, passando o Natal e apos retornando para Blumenau.

Alguem de voces fez a viagem de carro entre Iguazu > Posadas > San Tome > Paso de Los Libres? quais as condicoes da estrada, cuidados, dicas, servicos disponiveis ao longo destas Rutas? Li algo que os carabineiros costumam cobrar $$$ mesmo que tudo esteja bem com o veiculo e documentos...

 

Abracos e obrigado antecipado pela ajuda

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 4 semanas depois...
  • 6 anos depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...