Ir para conteúdo
lpuskas

Dinheiro na América do Sul

Posts Recomendados

Minha média diária é um pouco mais alta - R$ 115 no Peru, R$ 180 no Chile e R$ 120 na Argentina. Minha média inclui hospedagem, transporte (incluindo aérea), passeios e alimentação.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, liguei hj para a central de atendimento do Banco do Brasil, pois considero as dicas de algumas pessoas aqui do site, de sacar grana em moeda local direto da minha conta corrente.

 

Tenho um cartão de credito e debito internacional com bandeira visa. O atendente me passou as seguintes tarifas:

> Compra a crédito - +1% de tarifa visa de transito, + IOF de 6,35%

> Compra a débito ou saques no exterior - +1% de tarifa visa de transito, + R$ 12,00 de taxa do banco (por operação), + IOF de 0,38%

 

Fiquei besta com o absurdo. Nestas condições o Travel Money consegue ser um pouco melhor. Alguém poderia confirmar estes valores de tarifas? Vou ter que ligar amanhã de novo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Capote,

 

Procedem.

 

Esses dias passou até uma reportagem na TV dizendo que os brasileiros estão gastando mais no exterior, por conta da cotação do dólar, e que por isso, o IOF quando se compra a crédito está subindo e tende a subir mais. Além disso, por opção, os brasileiros estão usando o cartão como débito, (seja este que você viu ou qualquer outro banco que atenda fora do país) pois o IOF é beeeeeeeeeem menor, a diferença é absurda, como essa que você cotou. Apenas 0,38% de IOF.

 

Quando saquei fora do país através do meu cartão de crédito, paguei uma taxa de U$ 3 dólares para o saque (independente do valor) e isso veio na minha fatura do cartão. No dia do fechamento, a cotação do dólar estava bem baixa, mas não escapei do IOF. Então, se sua única opção for o cartão de crédito, tente sacar o que você precisa de uma vez só, não só por causa do IOF, mas também pela taxa cobrada por saque.

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gente, leva dinheiro! Vivo, em espécie, al contado, en efectivo!!!

 

Leva notas grandes (R$100 ou U$100) para diminuir o volume e vai trocando nas casas de câmbio/bancos por moeda local conforme a necessidade.

 

Não vai gastar com taxa de saque, nem IOF, vai pagar mais barato, e tem maior poder de barganha.

 

Intééé

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu Lico e Gabriella, vou levar em especie mesmo, tudo já em dolar. tenho que perder o medo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gente, leva dinheiro! Vivo, em espécie, al contado, en efectivo!!!

 

Leva notas grandes (R$100 ou U$100) para diminuir o volume e vai trocando nas casas de câmbio/bancos por moeda local conforme a necessidade.

 

Não vai gastar com taxa de saque, nem IOF, vai pagar mais barato, e tem maior poder de barganha.

 

Intééé

 

 

Falaa ae Lico

Tô pretendendo levar tudo em grana mesmo, vou levar em dólar no mínimo R$2.500 (a cotação esses últimos dias está um pouco alta, tô aguardando um pouco).

 

Você falou em levar notas de U$100, pelo que estava lendo nos diversos tópicos para Bolívia/Peru não é o ideal né?!?! O que vc acha? É foda mesmo de trocar?

Só de pensar mil e poucos sem ser em nota de 100 já penso se vai caber na doleira(moneybelt)...heheheh

 

vlw

 

Ah se puder dá uns pitacos no meu roteiro, vai me ajudar bastante:http://www.mochileiros.com/roteiro-bolivia-chile-peru-24-dias-t58873.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, eu fui pro Peru com minha esposa agora em Julho, tirando o trem pra MP que já estavam pagos, gastei 1300 dólares para os 13 dias. Eu havia levado 1800 dólares, então sobrou bastante coisa, e neste valor que gastei estão incluídas lembrancinhas que compramos por lá...

 

Acho que levar em dinheiro é a melhor opção, compre uma money belt e coloque além do dinheiro os documentos importante nela.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sobre as notas de U$100 no Peru e na Bolívia tem que dar uma olhada nos números de série e na conservação delas.

 

Como estava frio qdo fui para o Peru, Bolivia e Chile, sempre usei 2 calças e dividia o dinheiro nos bolsos da calça de baixo, um pouco junto com o passaporte e um pouco na mochila de ataque, que não desgrudava de mim. No PY e Argentina eu fiz um pacotinho e colocava na meia. Tem os moneybelt ... enfim, várias maneiras de dividir isso.

 

O único lugar que usei cartão foi no Uruguai e sinceramente não pretendo usá-lo de novo. Leve o cartão para emergências e imprevistos. Essa é minha dica.

 

Intééé

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já que esse tópico é sobre dinheiro na América do Sul vale a reflexão de que viajar pela nossa querida América já não é a viagem barata dos sonhos! Estou prestes a fazer a minha terceira trip e a coisa ficou absurda! Mais de 100% de aumento nas passagens de ônibus dentro da Argentina, altos preços nos passeios do Chile, principalmente no Atacama! Sensível aumento de preços na Bolívia e hospedagem cara no Peru. Tomo como base dezembro de 2007! Naquela época fiz cambio de R$ 1,90 e não achei tão difícil como agora. Falo dessa dificuldade considerando mortais assalariados que fazem uma força pra curtir a vida como eu...TÁ OSSO!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leo, concordo com você!

 

Estava pretendendo fazer outra parte da Am. do Sul, pra cima do Peru, e estou reconsiderando isso. De repente meu sonho de ir para a Austrália está ficando mais "viável" (entre aspas :D ).

 

Em 2009 eu fui em plena alta do dólar e tenho essa porcaria encalhada até hoje com preço de R$2,08. Mesmo assim acho que ficou mais barato do que ir agora, com o dólar a R$1,70 em média.

 

Intééé

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Também preciso conhecer de Cuzco pra cima, mas se a situação não der uma aliviada, acho que a europa ganha a preferência na próxima.

 

Leo, concordo com você!

 

Estava pretendendo fazer outra parte da Am. do Sul, pra cima do Peru, e estou reconsiderando isso. De repente meu sonho de ir para a Austrália está ficando mais "viável" (entre aspas :D ).

 

Em 2009 eu fui em plena alta do dólar e tenho essa porcaria encalhada até hoje com preço de R$2,08. Mesmo assim acho que ficou mais barato do que ir agora, com o dólar a R$1,70 em média.

 

Intééé

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leo e Lico,

 

Estou de acordo com o pensamento de vocês, com a baixa do dolar e até do euro e as ofertas de várias cia áereas para o velho mundo, estou estudando a possibilidade de passar a virada de 2011/2012 na europa.

 

Esse é uma planejamento de começa a tomar força, depois de vária opções de passagens bem em conta oferecida pelas cia áereas.

 

E levando em conta o aumento dos preços em nossa querida américa espanhola. ::bad::::bad::

 

::otemo::::otemo::

 

Maria Emília

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Também preciso conhecer de Cuzco pra cima, mas se a situação não der uma aliviada, acho que a europa ganha a preferência na próxima.

 

 

Leo, concordo com você!

 

Estava pretendendo fazer outra parte da Am. do Sul, pra cima do Peru, e estou reconsiderando isso.

Intééé

 

O Norte do Peru é LINDO!!!!! e bem mais barato...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Gente, leva dinheiro! Vivo, em espécie, al contado, en efectivo!!!

 

Leva notas grandes (R$100 ou U$100) para diminuir o volume e vai trocando nas casas de câmbio/bancos por moeda local conforme a necessidade.

 

Não vai gastar com taxa de saque, nem IOF, vai pagar mais barato, e tem maior poder de barganha.

 

Intééé

 

 

Tá valendo!

 

Lico, obrigado pelas dicas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera, estou com 15 dias de viagem e já passei por Lima, Cuzco, Arequipa, Puno, Copa e La paz agora. Só gastei 550 U$ dolares com tudo. Comigo veio só notas de U$ 100 dolares e não tive nenhum problema para cambiar. No Perú tava a 2,70 no interbank da Plaza de Armas e na Bolivia tá 6,86 a cotação. Há cotações ainda melhores, mas em lugares menos confiáveis. O travel money nem usei, só vou usar lá pro final da viagem. abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Galera, estou com 15 dias de viagem e já passei por Lima, Cuzco, Arequipa, Puno, Copa e La paz agora. Só gastei 550 U$ dolares com tudo. Comigo veio só notas de U$ 100 dolares e não tive nenhum problema para cambiar. No Perú tava a 2,70 no interbank da Plaza de Armas e na Bolivia tá 6,86 a cotação. Há cotações ainda melhores, mas em lugares menos confiáveis. O travel money nem usei, só vou usar lá pro final da viagem. abraços.

 

Capote, vc sabe dizer quanto ta a cotação do Real aí na Bolívia?

 

Abraço E boa viagemm!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Galera, estou com 15 dias de viagem e já passei por Lima, Cuzco, Arequipa, Puno, Copa e La paz agora. Só gastei 550 U$ dolares com tudo. Comigo veio só notas de U$ 100 dolares e não tive nenhum problema para cambiar. No Perú tava a 2,70 no interbank da Plaza de Armas e na Bolivia tá 6,86 a cotação. Há cotações ainda melhores, mas em lugares menos confiáveis. O travel money nem usei, só vou usar lá pro final da viagem. abraços.

 

Capote, vc sabe dizer quanto ta a cotação do Real aí na Bolívia?

 

Abraço E boa viagemm!!

 

Ricardo, eu não levei real para o meu mochilão. Mas o que posso te dizer é que no Perú e Bolívia o real não é muito fácil de trocar. Tinha cerca de uns R$ 50,00 e não encontrei um estabelecimento sequer que aceitasse o real e nem casas de cambio fornecendo a cotação. Peru e Bolivia é dolar e euro. Só fui encontrar cambio fácil para o real na Argentina e Uruguai, no Chile dava pra trocar, mas era menos comum.

 

Eu levei U$ 1.500,00 em espécie e mais U$ 900,00 no travel money. Se hj fosse fazer tudo de novo levaria tudo em espécie mesmo. Não senti hostilidade alguma no Perú e Bolívia, só vim ver gente mal encarada nas cidades grandes: Santiago, Buenos Aires e Montevideo.

Não gaste no cartão de crédito, não vale a pena. Comprei uma passagem de onibus na Argentina e o Buquebus para Uruguai com o meu cartão de crédito visa e me fudi com IOF e com a subida desastrosa do dolar. Tenta comprar dolar, que apesar da subida é a melhor forma de cambiar no Perú e Bolívia. E se puder leva tudo em espécie. Abração e boa viagem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ao norte de lima só fui a Huaraz (região muito bonita por sinal).

Lá não me lembro de ter visto casas q trocam real....apenas dólar ou Euro.

 

Isso fui em dez/2010

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tava em julho no Peru e na Bolívia e só levei dolar... não tive problema em cambiar notas de valor alto mas tive MUITO PROBLEMA com nota rasgada (rasguinho mesmo, coisa pequena, os caras nao trocavam... principalmente em Cusco e Copacabana).

 

E eu conheci um monte de gente viajando com real, sem dificuldade de trocar tb... Até em cidade pequena! Lembro de um povo cambiando real numas banquinhas em Copa... mas a cotação nao compensava muito, pelas contas que a gente tinha feito na época, realmente valeu a pena levar os dolares... ainda mais que fui na época que tava mais baixinha a cotação..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×